SlideShare uma empresa Scribd logo
A CULTURA AFRICANA
REFLETIDA NA MODA
BRASILEIRA
Sociologia Geral e da Educação- Cultura Afro -Ameríndio
O QUE É A MODA E COMO ELA SE
EXPRESSA?
A moda pode expressar o modo de
se vestir, a personalidade, os
interesses e outras características
que demonstram o tempo histórico
em que os seres humanos se
encontram inseridos, demonstrando
comportamentos e permeando
processos comunicativos e culturais.
A moda volta-se para as raízes antropológicas das
civilizações, abrangendo transformações em vários setores
da sociedade. Trata-se de uma linguagem sociocultural indo
além do vestir, adentrando-se no “universo de tecnologias
da beleza, design de superfície, design de joias e bijuterias,
decoração, gostos de consumo cultural etc.” (SANT’ANNA,
2009, p. 50).
Quando falamos da cultura africana, sabemos da sua
riqueza de detalhes e nos seus símbolos presente em
cada vestimenta. Produtos feitos a mão, com variadas
cores (e cores vibrantes), estampas e etc. A produção
própria, trazendo os significados é o diferencial que fez
chegar até na moda e, permanece até hoje, mesmo que
muitos não saibam que esta influência seja da cultura
negra como: Algodão branco, Miçangas, Renda branca
e etc.
A ANCESTRALIDADE AFRICANA NA MODA
BRASILEIRA :
ALGODÃO BRANCO
No período escravocrata os negros
produziam suas roupas e não
demorou para produzirem também
para colono. E a matéria-prima que
tinham acesso era algodão rústico,
sem passar pelo processo de
tingimento e, a partir da produção
ao colonizador, é iniciado a
produção em massa, existindo
diferentes moldes de tamanhos
para fazer as peças. Atualmente, na
moda brasileira e mundial a
camiseta branca de algodão com
calças de linho é quase uma
unanimidade.
Na cultura africana as miçangas são muito
utilizadas como adorno, símbolo de
beleza, riqueza e proteção; além dos
penduricalhos dos balangandãs da crioula
baiana da era colonial representados por
figas, búzios e moedas, entre outros.
Na cultura afro-brasileira a influência de
religiões de matriz africana, como a
umbanda, nascida no Brasil, destacam o
uso de miçangas como símbolos de
proteção. O uso como acessórios de moda
vem crescendo desde 2019 e tendo cada
vez mais adeptos no mercado brasileiro.
Atualmente, o uso de búzios em colares,
pulseiras e brincos é forte tendência aos
verões, brasileiro.
Miçangas
O uso de renda branca em eventos
tem origem na cultura afro-brasileira,
onde mulheres baianas participantes da
umbanda usam vestidos de renda
branca como uma maneira de barrar
energias negativas em dias de trabalho
mediúnicos como uma maneira de
fazer distinção entre o sagrado e o
profano. A tradição baiana, portanto
difundiu o uso da renda em eventos
diversos.
RENDA BRANCA
EM OCASIÕES
FESTIVAS
Estampas
A cultura africana em geral,
utiliza de várias cores e
estampas como símbolos de
identidade e prosperidade do
grupo e, adotada na moda afro-
brasileira. Aderimos às cores
fortes, estampas geométricas e
esta é a tendência mais
evidente da influência africana
na nossa moda
várias cores e estampas como símbolos de identidade
A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA.pptx
A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA.pptx
“Por que temos cabelos crespos? A resposta é simples: adaptação climática. A
África é um continente tropical, ou seja, de temperatura elevada. Os africanos
desenvolveram cabelos crespos para se adaptar ao clima quente. O formato do
cabelo crespo serve como proteção para o couro cabeludo, como um chapéu
natural devido ao entrelaçamento dos fios. Ao longo da história africana, os
cabelos indicavam a posição social, a identidade étnica, a religião, origem e a
riqueza da pessoa.”
Caroline Paulino
ANCESTRALIDADE NO CABELO
PENTEADOS DE INFLUÊNCIA AFRICANA
O turbante chegou em terras brasileiras trazido pelas
escravas africanas, que cobriam os cabelos curtos ou
raspados com o tecido, e ressurgiu nos anos 1960, como
um símbolo da cultura negra na luta pelos direitos civis.
AFIRMAÇÃO DA IDENTIDADE AFRO-BRASILEIRA.
Faixa Turbante
OBRIGADO
Alunos:
Daniel Francisco da Silva
Rosane Vitória Ferreira da Silva
Rosilene Barbosa Ferreira da Silva
Thaysa Mª Santos da Silva Figueiredo.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
TURBANTE: símbolo de resistência e empoderamento. Me ajude na transição. Disponível em:
https://meajudenatransicao.com.br/ . Acesso em: 21 de fev. 2023.
GONÇALVES, Geize. Estampas Africanas . Disponível em:
file:///C:/Users/PC/Downloads/fae66961f7b4273e24c88fc3a5300e6a.pdf . Acesso em: 21 de fev. 2023
CAROLLEE. Às quatro principais, herança ancestral a moda brasileira. Disponível em:
https://carolsociety.com.br/influencias-da-cultura-afro-brasileira-na-moda/. Acesso em: 21 de fev. 2023.
PAULINO, Caroline. Máximo respeito: cabelo crespo é história. De Benguela. Disponível em:
https://debenguela.com.br/noticias/maximo-respeito-cabelo-crespo-e-historia. Acesso em: 21 de fev. 2023
SANT’ANNA, Patrícia. Moda: uma apaixonante história das formas (2009). Disponível em:
http://cienciaecultura.bvs.br/pdf/cic/v61n1/a20v61n1.pdf. Acesso em: 20 de fev. 2023.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Africa e vestimentas
Africa e vestimentas Africa e vestimentas
Africa e vestimentas
Adriana Lentz Della Vecchia Magnus
 
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Atividades Diversas Cláudia
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
Jose Ribamar Santos
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do Brasil
Andreia Bastos
 
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o EnemA formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
Joemille Leal
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
Secretaria de Estado de Educação e Qualidade do Ensino
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro   BrasileiraCultura Afro   Brasileira
Cultura Afro Brasileira
martinsramon
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
Prof. Noe Assunção
 
Indígenas no Brasil
Indígenas no BrasilIndígenas no Brasil
Indígenas no Brasil
Edenilson Morais
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
Paula Naranjo
 
Cultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraCultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-Brasileira
Niela Tuani
 
Aula Folclore e Lenda power point
Aula Folclore e Lenda   power pointAula Folclore e Lenda   power point
Aula Folclore e Lenda power point
Jomari
 
Plano de aula diversidade religiosa
Plano de aula diversidade religiosaPlano de aula diversidade religiosa
Plano de aula diversidade religiosa
Roseane Ribeiro
 
diversidade cultural
diversidade culturaldiversidade cultural
diversidade cultural
jamerson alencar
 
Arte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
Arte Indígena Rituais Música e Dança.pptArte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
Arte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
PriscillaPorto7
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
Laís Paiva
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
Karoline Rodrigues de Melo
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Jaqueline Sarges
 
História da festa junina e tradições
História da festa junina e tradiçõesHistória da festa junina e tradições
História da festa junina e tradições
Fernanda Cardoso
 
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileiraAtividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades Diversas Cláudia
 

Mais procurados (20)

Africa e vestimentas
Africa e vestimentas Africa e vestimentas
Africa e vestimentas
 
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
Prova 9ano ensino religioso 2b pet 2
 
Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.Povos indigenas no Brasil.
Povos indigenas no Brasil.
 
A diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do BrasilA diversidade cultural do Brasil
A diversidade cultural do Brasil
 
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o EnemA formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
A formação da cultura brasileira/ Dicas para o Enem
 
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANOAVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6°  AO  9º ANO
AVALIAÇÃO DE ARTES: EJA - 6° AO 9º ANO
 
Cultura Afro Brasileira
Cultura Afro   BrasileiraCultura Afro   Brasileira
Cultura Afro Brasileira
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CIDADANIA- DEMOCRACIA- PARTICIPAÇÃO CIDADÃ - Prof. ...
 
Indígenas no Brasil
Indígenas no BrasilIndígenas no Brasil
Indígenas no Brasil
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
 
Cultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-BrasileiraCultura negra / Afro-Brasileira
Cultura negra / Afro-Brasileira
 
Aula Folclore e Lenda power point
Aula Folclore e Lenda   power pointAula Folclore e Lenda   power point
Aula Folclore e Lenda power point
 
Plano de aula diversidade religiosa
Plano de aula diversidade religiosaPlano de aula diversidade religiosa
Plano de aula diversidade religiosa
 
diversidade cultural
diversidade culturaldiversidade cultural
diversidade cultural
 
Arte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
Arte Indígena Rituais Música e Dança.pptArte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
Arte Indígena Rituais Música e Dança.ppt
 
Texto arte indigena
Texto arte indigenaTexto arte indigena
Texto arte indigena
 
Cultura indígena
Cultura indígenaCultura indígena
Cultura indígena
 
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
Capa, contra capa, introdução ,conclusão, biografia,
 
História da festa junina e tradições
História da festa junina e tradiçõesHistória da festa junina e tradições
História da festa junina e tradições
 
Atividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileiraAtividades arte e cultura brasileira
Atividades arte e cultura brasileira
 

Semelhante a A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA.pptx

Cultura dos povos - Resumo
Cultura dos povos - ResumoCultura dos povos - Resumo
Cultura dos povos - Resumo
Margit Didjurgeit
 
Cultura afro descendente
Cultura afro descendenteCultura afro descendente
Cultura afro descendente
Valentina Queiroz
 
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdfApresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
Andria246308
 
Contribuição africana
Contribuição africanaContribuição africana
Contribuição africana
William da Silva
 
Resam
ResamResam
Cultura afroeindigena
Cultura afroeindigenaCultura afroeindigena
Cultura afroeindigena
Anny Caroline
 
Salvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do BrasilSalvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do Brasil
grupo102017
 
Historia da Africa
Historia da AfricaHistoria da Africa
Historia da Africa
Historia_da_Africa
 
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE  ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.pptOS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE  ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
raimundodosSantosJun
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Bruna Medeiros
 
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
Raphael Lanzillotte
 
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptxarteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
LucimeireMellodosRei
 
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair AguilarDiversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
Altair Moisés Aguilar
 
20171030120022
2017103012002220171030120022
20171030120022
Delso De Jesus Cardoso
 
Paper africa
Paper africaPaper africa
Paper africa
barbaramartinez2016
 
Africanidades
AfricanidadesAfricanidades
Negro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua FaceNegro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua Face
Nádia Rabelo
 
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e ConhecimentoOficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
Luan Lemos
 
Presenças africanas
Presenças africanasPresenças africanas
Presenças africanas
primeiraopcao
 
Os africanos
Os africanosOs africanos
Os africanos
grupo102017
 

Semelhante a A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA.pptx (20)

Cultura dos povos - Resumo
Cultura dos povos - ResumoCultura dos povos - Resumo
Cultura dos povos - Resumo
 
Cultura afro descendente
Cultura afro descendenteCultura afro descendente
Cultura afro descendente
 
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdfApresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
Apresentação Simples Básica Manchas Verde Roxo Laranja.pdf
 
Contribuição africana
Contribuição africanaContribuição africana
Contribuição africana
 
Resam
ResamResam
Resam
 
Cultura afroeindigena
Cultura afroeindigenaCultura afroeindigena
Cultura afroeindigena
 
Salvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do BrasilSalvador, cidade mais negra do Brasil
Salvador, cidade mais negra do Brasil
 
Historia da Africa
Historia da AfricaHistoria da Africa
Historia da Africa
 
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE  ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.pptOS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE  ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
OS SIMBOLOS DA IDENTIDADE NEGRA- CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO IFARADÁ.ppt
 
Cultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no BrasilCultura Africana e suas influências no Brasil
Cultura Africana e suas influências no Brasil
 
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
 
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptxarteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
arteeculturaafricanaeafro-brasileira.pptx
 
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair AguilarDiversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
Diversidade Cultural na África - Prof. Altair Aguilar
 
20171030120022
2017103012002220171030120022
20171030120022
 
Paper africa
Paper africaPaper africa
Paper africa
 
Africanidades
AfricanidadesAfricanidades
Africanidades
 
Negro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua FaceNegro Mostra A Tua Face
Negro Mostra A Tua Face
 
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e ConhecimentoOficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
Oficina Máscaras Africanas: Aprendizado e Conhecimento
 
Presenças africanas
Presenças africanasPresenças africanas
Presenças africanas
 
Os africanos
Os africanosOs africanos
Os africanos
 

Último

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Centro Jacques Delors
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Mary Alvarenga
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
arodatos81
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
marcos oliveira
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Falcão Brasil
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
Espanhol Online
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
felipescherner
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
C4io99
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
DirceuSilva26
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
Ligia Galvão
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
shirleisousa9166
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Colaborar Educacional
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Mary Alvarenga
 

Último (20)

Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UEInfografia | Presidência húngara do Conselho da UE
Infografia | Presidência húngara do Conselho da UE
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.Caça-palavras e cruzadinha -  Encontros consonantais.
Caça-palavras e cruzadinha - Encontros consonantais.
 
Alfabetização de adultos.pdf
Alfabetização de             adultos.pdfAlfabetização de             adultos.pdf
Alfabetização de adultos.pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2020 CENSIPAM.pdf
 
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2016 CENSIPAM.pdf
 
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
Slides Lição 2, Betel, A Igreja e a relevância, para a adoração verdadeira no...
 
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdfPainel  para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
Painel para comemerorar odia dos avós grátis.pdf
 
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdfRelatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
Relatório de Atividades 2015 CENSIPAM.pdf
 
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
A experiência do professor. Publicado EM 08.07.2024
 
Guerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibéricaGuerra de reconquista da Península ibérica
Guerra de reconquista da Península ibérica
 
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. WeaverAs Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
As Ideias Têm Consequências - Richard M. Weaver
 
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
Auxiliar Adolescente 2024 3 trimestre 24
 
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptxIV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
IV Jornada Nacional Tableau - Apresentações.pptx
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
escrita criativa utilizada na arteterapia
escrita criativa   utilizada na arteterapiaescrita criativa   utilizada na arteterapia
escrita criativa utilizada na arteterapia
 
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores LocaisTemática – Projeto para Empreendedores Locais
Temática – Projeto para Empreendedores Locais
 
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
Caça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafosCaça - palavras  e cruzadinha   com  dígrafos
Caça - palavras e cruzadinha com dígrafos
 

A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA.pptx

  • 1. A CULTURA AFRICANA REFLETIDA NA MODA BRASILEIRA Sociologia Geral e da Educação- Cultura Afro -Ameríndio
  • 2. O QUE É A MODA E COMO ELA SE EXPRESSA? A moda pode expressar o modo de se vestir, a personalidade, os interesses e outras características que demonstram o tempo histórico em que os seres humanos se encontram inseridos, demonstrando comportamentos e permeando processos comunicativos e culturais.
  • 3. A moda volta-se para as raízes antropológicas das civilizações, abrangendo transformações em vários setores da sociedade. Trata-se de uma linguagem sociocultural indo além do vestir, adentrando-se no “universo de tecnologias da beleza, design de superfície, design de joias e bijuterias, decoração, gostos de consumo cultural etc.” (SANT’ANNA, 2009, p. 50).
  • 4. Quando falamos da cultura africana, sabemos da sua riqueza de detalhes e nos seus símbolos presente em cada vestimenta. Produtos feitos a mão, com variadas cores (e cores vibrantes), estampas e etc. A produção própria, trazendo os significados é o diferencial que fez chegar até na moda e, permanece até hoje, mesmo que muitos não saibam que esta influência seja da cultura negra como: Algodão branco, Miçangas, Renda branca e etc.
  • 5. A ANCESTRALIDADE AFRICANA NA MODA BRASILEIRA : ALGODÃO BRANCO No período escravocrata os negros produziam suas roupas e não demorou para produzirem também para colono. E a matéria-prima que tinham acesso era algodão rústico, sem passar pelo processo de tingimento e, a partir da produção ao colonizador, é iniciado a produção em massa, existindo diferentes moldes de tamanhos para fazer as peças. Atualmente, na moda brasileira e mundial a camiseta branca de algodão com calças de linho é quase uma unanimidade.
  • 6. Na cultura africana as miçangas são muito utilizadas como adorno, símbolo de beleza, riqueza e proteção; além dos penduricalhos dos balangandãs da crioula baiana da era colonial representados por figas, búzios e moedas, entre outros. Na cultura afro-brasileira a influência de religiões de matriz africana, como a umbanda, nascida no Brasil, destacam o uso de miçangas como símbolos de proteção. O uso como acessórios de moda vem crescendo desde 2019 e tendo cada vez mais adeptos no mercado brasileiro. Atualmente, o uso de búzios em colares, pulseiras e brincos é forte tendência aos verões, brasileiro. Miçangas
  • 7. O uso de renda branca em eventos tem origem na cultura afro-brasileira, onde mulheres baianas participantes da umbanda usam vestidos de renda branca como uma maneira de barrar energias negativas em dias de trabalho mediúnicos como uma maneira de fazer distinção entre o sagrado e o profano. A tradição baiana, portanto difundiu o uso da renda em eventos diversos. RENDA BRANCA EM OCASIÕES FESTIVAS
  • 8. Estampas A cultura africana em geral, utiliza de várias cores e estampas como símbolos de identidade e prosperidade do grupo e, adotada na moda afro- brasileira. Aderimos às cores fortes, estampas geométricas e esta é a tendência mais evidente da influência africana na nossa moda
  • 9. várias cores e estampas como símbolos de identidade
  • 12. “Por que temos cabelos crespos? A resposta é simples: adaptação climática. A África é um continente tropical, ou seja, de temperatura elevada. Os africanos desenvolveram cabelos crespos para se adaptar ao clima quente. O formato do cabelo crespo serve como proteção para o couro cabeludo, como um chapéu natural devido ao entrelaçamento dos fios. Ao longo da história africana, os cabelos indicavam a posição social, a identidade étnica, a religião, origem e a riqueza da pessoa.” Caroline Paulino ANCESTRALIDADE NO CABELO PENTEADOS DE INFLUÊNCIA AFRICANA
  • 13. O turbante chegou em terras brasileiras trazido pelas escravas africanas, que cobriam os cabelos curtos ou raspados com o tecido, e ressurgiu nos anos 1960, como um símbolo da cultura negra na luta pelos direitos civis. AFIRMAÇÃO DA IDENTIDADE AFRO-BRASILEIRA. Faixa Turbante
  • 14. OBRIGADO Alunos: Daniel Francisco da Silva Rosane Vitória Ferreira da Silva Rosilene Barbosa Ferreira da Silva Thaysa Mª Santos da Silva Figueiredo.
  • 15. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS TURBANTE: símbolo de resistência e empoderamento. Me ajude na transição. Disponível em: https://meajudenatransicao.com.br/ . Acesso em: 21 de fev. 2023. GONÇALVES, Geize. Estampas Africanas . Disponível em: file:///C:/Users/PC/Downloads/fae66961f7b4273e24c88fc3a5300e6a.pdf . Acesso em: 21 de fev. 2023 CAROLLEE. Às quatro principais, herança ancestral a moda brasileira. Disponível em: https://carolsociety.com.br/influencias-da-cultura-afro-brasileira-na-moda/. Acesso em: 21 de fev. 2023. PAULINO, Caroline. Máximo respeito: cabelo crespo é história. De Benguela. Disponível em: https://debenguela.com.br/noticias/maximo-respeito-cabelo-crespo-e-historia. Acesso em: 21 de fev. 2023 SANT’ANNA, Patrícia. Moda: uma apaixonante história das formas (2009). Disponível em: http://cienciaecultura.bvs.br/pdf/cic/v61n1/a20v61n1.pdf. Acesso em: 20 de fev. 2023.