SlideShare uma empresa Scribd logo
As reformas religiosas
do Século XVI
Crises religiosas na Europa
• Século XII-XIII

– Heresia dos Cátaros.

• Século XIV

– John Wyclif contesta a autoridade do clero na
Inglaterra.

• Século XV

– John Huss defende os checos contra o
domínio do Império Alemão;
– Savonarola prega contra o luxo e corrupção
na Sociedade.
Crises religiosas na Europa
• Grande parte da igreja do século XV tinhase afastado dos princípios de pobreza
pregados por Cristo e pelos primeiros
apóstolos, e vivia no luxo e na ostentação.
A corrupção alastrava dentro da igreja
católica.
• Motivos para o descontentamento

– Venda de cargos religiosos;
– Falta de preparação e vocação dos membros
do clero;
– Luxo, ostentação, vida mundana e imoral dos
clérigos;
– Venda da Bula das Indulgências.
Crises religiosas na Europa
• Primeiras criticas à Igreja
– Erasmo de Roterdão (1466-1536)
• Critica os abusos do clero;
• Defende a necessidade de uma purificação
da moral e dos costumes.
• Autor da obra “O elogio da Loucura”
Reforma Luterana
• Bula das Indulgências
– Em 1513, o papa Leão X, decide enviar
monges por toda a Europa, solicitando
aos fieis uma contribuição para a
conclusão das obras da Basílica de S.
Pedro;
– Em troca o Papa concedia uma
Indulgência, isto é um documento que
lhes perdoava a penitência pelos seus
pecados.
IMPLANTAÇÃO DAS RELIGIÕES NA
EUROPA
Reforma Luterana
• Reação de Lutero
– Martinho Lutero (1483-1546);
– Monge Agostinho;
– Face às Indulgências afixa, em
1517, as 95 teses onde critica
publicamente toda esta
situação;
– Acaba por ser excomungado.
Reforma Luterana
• Princípios Luteranos
– Autoridade única da Bíblia
• Tradução do texto sagrado para alemão.

– Relação direta do crente com Deus:
• Rejeição do papel mediador do clero
• Rejeição da autoridade do Papa

– Alteração da doutrina da Igreja
• Aceita apenas dois sacramentos (batismo e
eucaristia);
• Rejeição do culto dos santos e da Virgem;
• Instituição de pastores (responsáveis pelo
culto)
Outras Reformas
• Reforma Calvinista
– João Calvino (1509-1564)
– Defende a teoria da
Predestinação
• Cada crente já estaria, desde
a origem, destinado por Deus
à Salvação ou à condenação
eterna.
Outras Reformas
• Reforma Anglicana
– Fundada pelo rei Henrique
VIII (1491-1547) em 1534;
– O rei é o chefe supremo da
igreja;
– Contestação do poder do
Papa e do clero em Inglaterra.
– Motivada pelo interesse do
rei em anular o seu
casamento com Catarina de
Aragão e voltar a casar com
Ana de Bolena.
Contra-Reforma e Reforma
Católica
• Concílio de Trento
– Bispos e Cardeais analisaram as críticas
dos protestantes.
– Principais decisões
• Reafirmados todos os dogmas;
• Mantiveram-se os sete sacramentos
• Reforçado o culto dos Santos e da Virgem
Maria
• Reformação dos costumes da Igreja e
Organização da Igreja:
– Disciplina mais severa e celibato dos padres
Contra-Reforma e Reforma
Católica
• Novos Instrumentos
– Companhia de Jesus (Jesuítas)
• Criada por Inácio de Loyola
• Tinha como grandes objetivos:
– Defender o catolicismo e promover a sua
difusão pelo mundo.
– Os Jesuítas dedicavam-se à missionação,
pregação e ensino.
Contra-Reforma e Reforma Católica
• Novos Instrumentos
– Index (Index Librorum Prohibitorum)
• Catálogo dos livros cuja leitura era proibida aos
católicos, sob pena de excomunhão.
Contra-Reforma e Reforma
Católica
• Novos Instrumentos
– Inquisição (tribunal do Santo Ofício)
• Tribunal eclesiástico destinado a defender
a fé católica;
– Vigiava, perseguia e condenava aqueles que
fossem suspeitos de praticar outras religiões.
Caso Peninsular
• Península Ibérica
– Impenetrável ao reformismo
protestante
– Grande comunidade Judaica

• Espanha
– Reativação da Inquisição em 1492;
– Expulsão dos Judeus do território
Caso Peninsular
• Portugal
– 1496 – D. Manuel I dá ordem de
expulsão dos Judeus que não se
convertessem ao cristianismo;
– Os convertidos passaram a ser
designados por Cristão-novo.
– 1536 – D. João III introduz a Inquisição
em Portugal
• Foram realizados milhares de autos-de-fé
(julgamentos religiosos)
Caso Peninsular
Portugal
2 tipos de Cristão
Cristão-Velho
Aquele que já seguia a fé
católica

Cristão-Novo
Judeu convertido ao
cristianismo
Caso Peninsular
• Auto-de-Fé
– Cerimónia pública em que os
condenados pela Inquisição ouviam as
acusações e as penas a que seriam
sujeitos.
Auto-de-fé no Terreiro do Paço, em Lisboa

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
Rui Neto
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Teresa Maia
 
A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítima
cattonia
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
Vítor Santos
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
Joana Filipa Rodrigues
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
cattonia
 
Renascimento em Portugal
Renascimento em PortugalRenascimento em Portugal
Renascimento em Portugal
Carlos Vieira
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
cattonia
 
Unidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeuUnidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeu
Vítor Santos
 
O Calvinismo
O CalvinismoO Calvinismo
O Calvinismo
Petedanis
 
O Fontismo
O FontismoO Fontismo
O Fontismo
Jorge Almeida
 
04 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_404 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_4
Vítor Santos
 
Arte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - PinturaArte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - Pintura
Carlos Vieira
 
Descobrimentos Portugueses
Descobrimentos PortuguesesDescobrimentos Portugueses
Descobrimentos Portugueses
João Fernandes
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
Vítor Santos
 
A Reforma Protestante
A Reforma Protestante A Reforma Protestante
A Reforma Protestante
Isabella Neves Silva
 
28 reforma protestante e contra reforma
28   reforma protestante e contra reforma28   reforma protestante e contra reforma
28 reforma protestante e contra reforma
Carla Freitas
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
Susana Simões
 
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano. Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
HizqeelMajoka
 
A renovação da espiritualidade e religiosidade
A renovação da espiritualidade e religiosidadeA renovação da espiritualidade e religiosidade
A renovação da espiritualidade e religiosidade
cattonia
 

Mais procurados (20)

A Revolução Científica
A Revolução CientíficaA Revolução Científica
A Revolução Científica
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
A Expansão marítima
A Expansão marítimaA Expansão marítima
A Expansão marítima
 
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal5 04 a implantação do liberalismo em portugal
5 04 a implantação do liberalismo em portugal
 
Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820Revolução liberal portuguesa de 1820
Revolução liberal portuguesa de 1820
 
Arte barroca
Arte barrocaArte barroca
Arte barroca
 
Renascimento em Portugal
Renascimento em PortugalRenascimento em Portugal
Renascimento em Portugal
 
O Antigo Regime
O Antigo RegimeO Antigo Regime
O Antigo Regime
 
Unidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeuUnidade 1 o expansionismo europeu
Unidade 1 o expansionismo europeu
 
O Calvinismo
O CalvinismoO Calvinismo
O Calvinismo
 
O Fontismo
O FontismoO Fontismo
O Fontismo
 
04 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_404 história a_revisões_módulo_4
04 história a_revisões_módulo_4
 
Arte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - PinturaArte do Renascimento - Pintura
Arte do Renascimento - Pintura
 
Descobrimentos Portugueses
Descobrimentos PortuguesesDescobrimentos Portugueses
Descobrimentos Portugueses
 
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
9 ano 9_3_portugal da primeira república à ditadura militar
 
A Reforma Protestante
A Reforma Protestante A Reforma Protestante
A Reforma Protestante
 
28 reforma protestante e contra reforma
28   reforma protestante e contra reforma28   reforma protestante e contra reforma
28 reforma protestante e contra reforma
 
Revolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em PortugalRevolução Liberal em Portugal
Revolução Liberal em Portugal
 
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano. Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
Resumo sobre a a matéria (A reforma protestante e a contrarreforma) de 8ºano.
 
A renovação da espiritualidade e religiosidade
A renovação da espiritualidade e religiosidadeA renovação da espiritualidade e religiosidade
A renovação da espiritualidade e religiosidade
 

Semelhante a A crise na Igreja

Resumo reforma protestante
Resumo   reforma protestanteResumo   reforma protestante
Resumo reforma protestante
Claudenilson da Silva
 
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolicaSit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
AprendendoHistoriacomNemeis
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
Nelson Faustino
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
Ligiahistoria
 
a reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de Históriaa reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de História
RuiMeireles15
 
A Reforma
A ReformaA Reforma
A Reforma
Rui Neto
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
harlissoncarvalho
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
harlissoncarvalho
 
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religiãoReforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
Ricardo Diniz campos
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
Professora Natália de Oliveira
 
A reforma aula
A reforma aulaA reforma aula
A reforma aula
Nuno Faustino
 
Reforma Protestante - 1° ano - EM
Reforma Protestante - 1° ano - EMReforma Protestante - 1° ano - EM
Reforma Protestante - 1° ano - EM
danibronstrup
 
Reforma Protestante 1° Ano
Reforma Protestante 1° AnoReforma Protestante 1° Ano
Reforma Protestante 1° Ano
danibronstrup
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
Daniel Alves Bronstrup
 
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
Pr Davi Passos - Estudos Bíblicos
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
seixasmarianas
 
Curso modular (1)
Curso modular (1)Curso modular (1)
05 reforma protestante
05   reforma protestante05   reforma protestante
05 reforma protestante
Ciências Humanas e Suas Tecnologias
 
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
enzolivia00
 

Semelhante a A crise na Igreja (20)

Resumo reforma protestante
Resumo   reforma protestanteResumo   reforma protestante
Resumo reforma protestante
 
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolicaSit 2 vol 1   reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
Sit 2 vol 1 reforma religiosa europeia e contrarreforma catolica
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
 
Reformas religiosas
Reformas religiosasReformas religiosas
Reformas religiosas
 
a reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de Históriaa reforma religiosa. - temas de História
a reforma religiosa. - temas de História
 
A Reforma
A ReformaA Reforma
A Reforma
 
1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa1º ano - Reforma Religiosa
1º ano - Reforma Religiosa
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
Reforma protestante
Reforma protestanteReforma protestante
Reforma protestante
 
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religiãoReforma protestante. mudou a   visão das pessoas entender a religião
Reforma protestante. mudou a visão das pessoas entender a religião
 
Reforma e contrarreforma
Reforma e contrarreformaReforma e contrarreforma
Reforma e contrarreforma
 
A reforma aula
A reforma aulaA reforma aula
A reforma aula
 
Reforma Protestante - 1° ano - EM
Reforma Protestante - 1° ano - EMReforma Protestante - 1° ano - EM
Reforma Protestante - 1° ano - EM
 
Reforma Protestante 1° Ano
Reforma Protestante 1° AnoReforma Protestante 1° Ano
Reforma Protestante 1° Ano
 
Reforma religiosa
Reforma religiosaReforma religiosa
Reforma religiosa
 
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
HISTÓRIA DA IGREJA (AULA 04 - BÁSICO - IBADEP)
 
Reforma Protestante
Reforma ProtestanteReforma Protestante
Reforma Protestante
 
Curso modular (1)
Curso modular (1)Curso modular (1)
Curso modular (1)
 
05 reforma protestante
05   reforma protestante05   reforma protestante
05 reforma protestante
 
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
_REFORMA RELIGIOSA e a contra reforma católica
 

Mais de cattonia

Deseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptxDeseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptx
cattonia
 
arte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsxarte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsx
cattonia
 
A reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsxA reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsx
cattonia
 
A produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptxA produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptx
cattonia
 
Era digital
Era digitalEra digital
Era digital
cattonia
 
Família
FamíliaFamília
Família
cattonia
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
cattonia
 
O alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundoO alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundo
cattonia
 
2. o espaço português
2. o espaço português2. o espaço português
2. o espaço português
cattonia
 
Mercantilismo português
Mercantilismo portuguêsMercantilismo português
Mercantilismo português
cattonia
 
O quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xivO quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xiv
cattonia
 
3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento
cattonia
 
1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa
cattonia
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
cattonia
 
Hegemonia inglesa
Hegemonia inglesaHegemonia inglesa
Hegemonia inglesa
cattonia
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
cattonia
 
1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos
cattonia
 
Roma
RomaRoma
Roma
cattonia
 
Constr do social ii
Constr do social iiConstr do social ii
Constr do social ii
cattonia
 
A constr do social
A constr do socialA constr do social
A constr do social
cattonia
 

Mais de cattonia (20)

Deseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptxDeseq regionais.pptx
Deseq regionais.pptx
 
arte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsxarte portuguesa.ppsx
arte portuguesa.ppsx
 
A reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsxA reinvenção das formas.ppsx
A reinvenção das formas.ppsx
 
A produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptxA produção cultural renascentista.pptx
A produção cultural renascentista.pptx
 
Era digital
Era digitalEra digital
Era digital
 
Família
FamíliaFamília
Família
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
O alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundoO alargamento do conhec do mundo
O alargamento do conhec do mundo
 
2. o espaço português
2. o espaço português2. o espaço português
2. o espaço português
 
Mercantilismo português
Mercantilismo portuguêsMercantilismo português
Mercantilismo português
 
O quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xivO quadro económico e demográfico xii xiv
O quadro económico e demográfico xii xiv
 
3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento3. hesitações do crescimento
3. hesitações do crescimento
 
1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa1. a identidade civilizacional da europa
1. a identidade civilizacional da europa
 
Globalização
GlobalizaçãoGlobalização
Globalização
 
Hegemonia inglesa
Hegemonia inglesaHegemonia inglesa
Hegemonia inglesa
 
Trabalho
TrabalhoTrabalho
Trabalho
 
1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos1. uma europa a dois ritmos
1. uma europa a dois ritmos
 
Roma
RomaRoma
Roma
 
Constr do social ii
Constr do social iiConstr do social ii
Constr do social ii
 
A constr do social
A constr do socialA constr do social
A constr do social
 

Último

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
PIB Penha
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
PIB Penha
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
PIB Penha
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
PIB Penha
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
PIB Penha
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
Sammis Reachers
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Ricardo Azevedo
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
PIB Penha
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
LEILANEGOUVEIA1
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
GuilhermeCerqueira17
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
NEDIONOSSOMUNDO
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
PIB Penha
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
PIB Penha
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
Nilson Almeida
 

Último (14)

9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
9 - Negação e Afirmação na Vida do Cristão-Alvo da Lição: Entender que ser cr...
 
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
16 - O compromisso do cristão.Relacionamento do crente com Deus
 
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
13 - Estudo dos Relacionamentos do Cristão
 
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar  e...
10 - A Piedade do Cristão.Alvo da Lição: Entender que o dar esmolas, orar e...
 
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambi...
11 - A oração que Deus atende. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambi...
 
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
PREGUE A MISSÃO - 15 Esboços de Sermões sobre Missões e Evangelização - Sammi...
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não TiranizesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 143 - Não Tiranizes
 
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
15 - Renúncia - Escolha a vida para viver.pdf
 
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdfDiscipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
Discipulado Kids 01 Cristão Lição 01.pdf
 
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdfmetafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
metafc3adsica-da-sac3bade-vol-4-luiz-gasparetto.pdf
 
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptxPalestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
Palestra ECC - A Fé nos Reverses da Vida.pptx
 
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
14 - Um Convite à Oração. Incentivar a orar
 
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira  ambição ...
12 - A ambição do Cristão. Alvo da Lição: Entender que a verdadeira ambição ...
 
Oração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A BondadeOração Para Pedir A Bondade
Oração Para Pedir A Bondade
 

A crise na Igreja

  • 2. Crises religiosas na Europa • Século XII-XIII – Heresia dos Cátaros. • Século XIV – John Wyclif contesta a autoridade do clero na Inglaterra. • Século XV – John Huss defende os checos contra o domínio do Império Alemão; – Savonarola prega contra o luxo e corrupção na Sociedade.
  • 3. Crises religiosas na Europa • Grande parte da igreja do século XV tinhase afastado dos princípios de pobreza pregados por Cristo e pelos primeiros apóstolos, e vivia no luxo e na ostentação. A corrupção alastrava dentro da igreja católica. • Motivos para o descontentamento – Venda de cargos religiosos; – Falta de preparação e vocação dos membros do clero; – Luxo, ostentação, vida mundana e imoral dos clérigos; – Venda da Bula das Indulgências.
  • 4. Crises religiosas na Europa • Primeiras criticas à Igreja – Erasmo de Roterdão (1466-1536) • Critica os abusos do clero; • Defende a necessidade de uma purificação da moral e dos costumes. • Autor da obra “O elogio da Loucura”
  • 5. Reforma Luterana • Bula das Indulgências – Em 1513, o papa Leão X, decide enviar monges por toda a Europa, solicitando aos fieis uma contribuição para a conclusão das obras da Basílica de S. Pedro; – Em troca o Papa concedia uma Indulgência, isto é um documento que lhes perdoava a penitência pelos seus pecados.
  • 7. Reforma Luterana • Reação de Lutero – Martinho Lutero (1483-1546); – Monge Agostinho; – Face às Indulgências afixa, em 1517, as 95 teses onde critica publicamente toda esta situação; – Acaba por ser excomungado.
  • 8. Reforma Luterana • Princípios Luteranos – Autoridade única da Bíblia • Tradução do texto sagrado para alemão. – Relação direta do crente com Deus: • Rejeição do papel mediador do clero • Rejeição da autoridade do Papa – Alteração da doutrina da Igreja • Aceita apenas dois sacramentos (batismo e eucaristia); • Rejeição do culto dos santos e da Virgem; • Instituição de pastores (responsáveis pelo culto)
  • 9. Outras Reformas • Reforma Calvinista – João Calvino (1509-1564) – Defende a teoria da Predestinação • Cada crente já estaria, desde a origem, destinado por Deus à Salvação ou à condenação eterna.
  • 10. Outras Reformas • Reforma Anglicana – Fundada pelo rei Henrique VIII (1491-1547) em 1534; – O rei é o chefe supremo da igreja; – Contestação do poder do Papa e do clero em Inglaterra. – Motivada pelo interesse do rei em anular o seu casamento com Catarina de Aragão e voltar a casar com Ana de Bolena.
  • 11. Contra-Reforma e Reforma Católica • Concílio de Trento – Bispos e Cardeais analisaram as críticas dos protestantes. – Principais decisões • Reafirmados todos os dogmas; • Mantiveram-se os sete sacramentos • Reforçado o culto dos Santos e da Virgem Maria • Reformação dos costumes da Igreja e Organização da Igreja: – Disciplina mais severa e celibato dos padres
  • 12. Contra-Reforma e Reforma Católica • Novos Instrumentos – Companhia de Jesus (Jesuítas) • Criada por Inácio de Loyola • Tinha como grandes objetivos: – Defender o catolicismo e promover a sua difusão pelo mundo. – Os Jesuítas dedicavam-se à missionação, pregação e ensino.
  • 13. Contra-Reforma e Reforma Católica • Novos Instrumentos – Index (Index Librorum Prohibitorum) • Catálogo dos livros cuja leitura era proibida aos católicos, sob pena de excomunhão.
  • 14. Contra-Reforma e Reforma Católica • Novos Instrumentos – Inquisição (tribunal do Santo Ofício) • Tribunal eclesiástico destinado a defender a fé católica; – Vigiava, perseguia e condenava aqueles que fossem suspeitos de praticar outras religiões.
  • 15. Caso Peninsular • Península Ibérica – Impenetrável ao reformismo protestante – Grande comunidade Judaica • Espanha – Reativação da Inquisição em 1492; – Expulsão dos Judeus do território
  • 16. Caso Peninsular • Portugal – 1496 – D. Manuel I dá ordem de expulsão dos Judeus que não se convertessem ao cristianismo; – Os convertidos passaram a ser designados por Cristão-novo. – 1536 – D. João III introduz a Inquisição em Portugal • Foram realizados milhares de autos-de-fé (julgamentos religiosos)
  • 17. Caso Peninsular Portugal 2 tipos de Cristão Cristão-Velho Aquele que já seguia a fé católica Cristão-Novo Judeu convertido ao cristianismo
  • 18. Caso Peninsular • Auto-de-Fé – Cerimónia pública em que os condenados pela Inquisição ouviam as acusações e as penas a que seriam sujeitos.
  • 19. Auto-de-fé no Terreiro do Paço, em Lisboa