SlideShare uma empresa Scribd logo
A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE EM RELATOS DE ADULTOS
ANALFABETOS: “VIXE, QUEM É A GENTE SEM LEITURA”?
Silvano Messias dos Santos
RESUMO:
Teoricamente embasado em autores como Magda Soares (2006), Mortatti (2004), Alceu
Ferraro (2009), Galvão e Di Pierro (2010), Paulo Freire (2002), Roberto Lopes (2007),
Bauman (2005), Hall (2001), Ciampa (1987), Vera Masagão (2001), Oliveira (1992), Ângela
B. Kleiman (1995), Moacir Gadotti (1995), dentre outros, o artigo apresenta o resultado de
uma pesquisa de inspiração qualitativa realizada com adultos e idosos analfabetos e/ou pouco
escolarizados da comunidade rural de Chapada Grande, situada no município de Bom Jesus
da Lapa – BA. Objetiva-se, aqui, analisar aspectos referentes à construção da identidade
desses sujeitos, baseando-se no seguinte questionamento: como as ditas pessoas analfabetas
e/ou pouco escolarizadas se vêem, lidam e em que medida incorporam as representações e
discursos negativos (re) produzidos e disseminados, cotidianamente, em nossa sociedade
sobre e em torno delas? Dessa forma, o presente trabalho discute, a partir das experiências de
vida relatadas pelos próprios sujeitos da pesquisa, questões relacionadas à construção das
relações sociais e das identidades desses homens e dessas mulheres analfabetos/analfabetas
mediante a presença da tecnologia escrita.
PALAVRAS-CHAVE: Adultos analfabetos; Construção da identidade; Sociedade
grafocêntrica.

Mais conteúdo relacionado

Mais de siepex

Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
siepex
 
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
siepex
 
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
siepex
 
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
siepex
 
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
siepex
 
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
siepex
 
Banco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baianaBanco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baiana
siepex
 
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
siepex
 
Educação e cultura um caminho para a diversidade
Educação e cultura   um caminho para a diversidadeEducação e cultura   um caminho para a diversidade
Educação e cultura um caminho para a diversidade
siepex
 
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são franciscoA política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
siepex
 
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivasFormação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
siepex
 
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara   uma análise socioeconômicaDistrito de lagoa clara   uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
siepex
 
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docxDiferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
siepex
 
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
siepex
 
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
siepex
 
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
siepex
 
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdosAnálise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
siepex
 
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultosA presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
siepex
 
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciaisA implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
siepex
 
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola   uma experiência no município de riacho de santanaA família na escola   uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
siepex
 

Mais de siepex (20)

Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...Pedagogia da terra   significados da formação para educadores e educadoras do...
Pedagogia da terra significados da formação para educadores e educadoras do...
 
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
O curso de extensão “atendimento educacional comum e especializado ao aluno c...
 
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii  aspectos ...
Famílias e comunidades escravas na fazenda itibiraba, século xviii aspectos ...
 
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...Cultura tecnológica, juventude e educação   representações de jovens e adulto...
Cultura tecnológica, juventude e educação representações de jovens e adulto...
 
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...Concepções de deficiência   histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
Concepções de deficiência histórias de mães cuidadoras que participam do ca...
 
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2Biocombustíveis   oportunidades e desafios.pdf2
Biocombustíveis oportunidades e desafios.pdf2
 
Banco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baianaBanco mundial na política educacional baiana
Banco mundial na política educacional baiana
 
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...Políticas públicas de emancipação digital   possibilidades e avanços à inclus...
Políticas públicas de emancipação digital possibilidades e avanços à inclus...
 
Educação e cultura um caminho para a diversidade
Educação e cultura   um caminho para a diversidadeEducação e cultura   um caminho para a diversidade
Educação e cultura um caminho para a diversidade
 
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são franciscoA política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
A política de irrigação e a reestruturação regional do vale do são francisco
 
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivasFormação continuada em serviço   significados, reflexões e perspectivas
Formação continuada em serviço significados, reflexões e perspectivas
 
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara   uma análise socioeconômicaDistrito de lagoa clara   uma análise socioeconômica
Distrito de lagoa clara uma análise socioeconômica
 
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docxDiferentes cores semelhantes seres   reflexões e práticas.docx
Diferentes cores semelhantes seres reflexões e práticas.docx
 
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...Ciência experimental em sala de aula   determinação da aceleração da gravidad...
Ciência experimental em sala de aula determinação da aceleração da gravidad...
 
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...Centro de recuperação vida nova como espaço   tempo de práticas educativas nã...
Centro de recuperação vida nova como espaço tempo de práticas educativas nã...
 
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...As geotecnologias nos livros didáticos   uma análise para o ensino fundamenta...
As geotecnologias nos livros didáticos uma análise para o ensino fundamenta...
 
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdosAnálise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
Análise da flexão verbal de tempo na escrita dos surdos
 
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultosA presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
A presença do diálogo na relação professor aluno na educação de jovens e adultos
 
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciaisA implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa   considerações iniciais
A implantação do ifbaiano em bom jesus da lapa considerações iniciais
 
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola   uma experiência no município de riacho de santanaA família na escola   uma experiência no município de riacho de santana
A família na escola uma experiência no município de riacho de santana
 

A construção da identidade em relatos de adultos analfabetos vixe, quem é a gente sem leitura

  • 1. A CONSTRUÇÃO DA IDENTIDADE EM RELATOS DE ADULTOS ANALFABETOS: “VIXE, QUEM É A GENTE SEM LEITURA”? Silvano Messias dos Santos RESUMO: Teoricamente embasado em autores como Magda Soares (2006), Mortatti (2004), Alceu Ferraro (2009), Galvão e Di Pierro (2010), Paulo Freire (2002), Roberto Lopes (2007), Bauman (2005), Hall (2001), Ciampa (1987), Vera Masagão (2001), Oliveira (1992), Ângela B. Kleiman (1995), Moacir Gadotti (1995), dentre outros, o artigo apresenta o resultado de uma pesquisa de inspiração qualitativa realizada com adultos e idosos analfabetos e/ou pouco escolarizados da comunidade rural de Chapada Grande, situada no município de Bom Jesus da Lapa – BA. Objetiva-se, aqui, analisar aspectos referentes à construção da identidade desses sujeitos, baseando-se no seguinte questionamento: como as ditas pessoas analfabetas e/ou pouco escolarizadas se vêem, lidam e em que medida incorporam as representações e discursos negativos (re) produzidos e disseminados, cotidianamente, em nossa sociedade sobre e em torno delas? Dessa forma, o presente trabalho discute, a partir das experiências de vida relatadas pelos próprios sujeitos da pesquisa, questões relacionadas à construção das relações sociais e das identidades desses homens e dessas mulheres analfabetos/analfabetas mediante a presença da tecnologia escrita. PALAVRAS-CHAVE: Adultos analfabetos; Construção da identidade; Sociedade grafocêntrica.