SlideShare uma empresa Scribd logo
A Celebração da
Primeira Páscoa
EBD
Pra. Luciana Evangelista
TEXTO ÁUREO
“[...] Porque Cristo, nossa
páscoa, foi sacrificado por
nós” (I Co 5.7b)
VERDADE PRÁTICA
Cristo é o nosso Cordeiro Pascal. Por
meio do seu sacrifício expiatório fomos
libertos da escravidão do pecado e da ira
de Deus.
INTRODUÇÃO
A Páscoa foi instituída pelo Senhor para que
os israelitas celebrassem a noite em que Deus
poupou da morte todos os primogênitos
hebreus. É uma festa repleta de significados
tanto para os judeus quanto para os cristãos.
Os judeus deveriam comemorar a Páscoa no
mês de Abib (corresponde à parte de março e
parte de abril em nosso calendário), cujo
significado são as “espigas verdes”. Hoje
estudaremos a respeito desta festa sagrada e
o seu significado para nós, cristãos.
I- A PÁSCOA
Para os egipcios

Significava o juizo divino
sobre o Egito

Para os israelitas

A saida do Egito, a
passagem para a liberdade

Para os cristaos

E a passagem da morte dos
nossos pecados para a vida
de santidade em Cristo
II-   OS ELEMENTOS DA
PÁSCOA
 O pão (Êx 12.8,11,34-36)
 As ervas amargas (Êx 12.8)
 O cordeiro (Êx 12.3-7)
II- CRISTO, NOSSA
PÁSCOA
 Jesus, o Pão da Vida (Jo 6.35,48,51)
 O sangue de Cristo (I Co 5.7; Rm
5.8,9)
 A Santa Ceia
CONCLUSÃO
 Deus queria que o seu povo Israel nunca se
esquecesse da Páscoa, por isso a data foi
santificada. A Páscoa era uma oportunidade para
os israelitas descansarem, festejarem e
adorarem a Deus por tão grande livramento, que
foi a sua libertação e saída do Egito. Hoje o
nosso Cordeiro Pascal é Cristo. Ele morreu para
trazer redenção aos judeus e gentios. Cristo nos
livrou da escravidão do pecado e sua
condenação eterna. Exaltemos ao Senhor
diariamente por tão grande salvação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Estudo pascoa
Estudo pascoa Estudo pascoa
Estudo pascoa
Antonio Miranda Pereira
 
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoaNeste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
vildon alves dos reis
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
PáScoa, O Que Ela Significa Para MimPáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
iesusama
 
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOAO REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
Maquinista
 
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoaAula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Metodista_Barreto
 
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentidoA Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
iev.comunidade
 
A Páscoa
A PáscoaA Páscoa
A Páscoa
TIC...TAC
 
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
RAMO ESTENDIDO
 
Páscoa bíblica x páscoa comercial
Páscoa bíblica x páscoa comercialPáscoa bíblica x páscoa comercial
Páscoa bíblica x páscoa comercial
Janio Clever
 
A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'
Marly Brito
 
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa ) Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
margaridalopo
 
A páscoa
A páscoaA páscoa
A páscoa
Irmão Jáder
 
A verdadeira pascoa
A verdadeira pascoaA verdadeira pascoa
A verdadeira pascoa
Adriano Pascoa
 
O verdadeiro sentido da Páscoa
O verdadeiro sentido da PáscoaO verdadeiro sentido da Páscoa
O verdadeiro sentido da Páscoa
Milton Panetto Junior
 
Pascoa final.pdf
Pascoa final.pdfPascoa final.pdf
Pascoa final.pdf
JT77
 
05 A Páscoa e a Ceia do Senhor
05   A Páscoa e a Ceia do Senhor05   A Páscoa e a Ceia do Senhor
05 A Páscoa e a Ceia do Senhor
Robson Tavares Fernandes
 
História da páscoa HD
História da páscoa HDHistória da páscoa HD
História da páscoa HD
Jorge Almeida
 
Apresentação sobre páscoa nas religiões
Apresentação sobre páscoa nas religiõesApresentação sobre páscoa nas religiões
Apresentação sobre páscoa nas religiões
Egnaldo Barreto
 
Slide pascoa
Slide pascoaSlide pascoa
Slide pascoa
Isabel Aguiar
 

Mais procurados (20)

Estudo pascoa
Estudo pascoa Estudo pascoa
Estudo pascoa
 
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoaNeste domingo estaremos celebrando a pascoa
Neste domingo estaremos celebrando a pascoa
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
PáScoa, O Que Ela Significa Para MimPáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
PáScoa, O Que Ela Significa Para Mim
 
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOAO REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
O REAL SIGNIFICADO DA PÁSCOA
 
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoaAula qual é o verdadeiro significado da páscoa
Aula qual é o verdadeiro significado da páscoa
 
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentidoA Páscoa e seu verdadeiro sentido
A Páscoa e seu verdadeiro sentido
 
A Páscoa
A PáscoaA Páscoa
A Páscoa
 
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
A festa da Páscoa: um tempo de redenção, limpeza e posicionamento.
 
Páscoa bíblica x páscoa comercial
Páscoa bíblica x páscoa comercialPáscoa bíblica x páscoa comercial
Páscoa bíblica x páscoa comercial
 
A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'A verdadeira páscoa'
A verdadeira páscoa'
 
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa ) Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
Paula Costa e Margarida Lopo ( o significado da pascoa )
 
A páscoa
A páscoaA páscoa
A páscoa
 
A verdadeira pascoa
A verdadeira pascoaA verdadeira pascoa
A verdadeira pascoa
 
O verdadeiro sentido da Páscoa
O verdadeiro sentido da PáscoaO verdadeiro sentido da Páscoa
O verdadeiro sentido da Páscoa
 
Pascoa final.pdf
Pascoa final.pdfPascoa final.pdf
Pascoa final.pdf
 
05 A Páscoa e a Ceia do Senhor
05   A Páscoa e a Ceia do Senhor05   A Páscoa e a Ceia do Senhor
05 A Páscoa e a Ceia do Senhor
 
História da páscoa HD
História da páscoa HDHistória da páscoa HD
História da páscoa HD
 
Apresentação sobre páscoa nas religiões
Apresentação sobre páscoa nas religiõesApresentação sobre páscoa nas religiões
Apresentação sobre páscoa nas religiões
 
Slide pascoa
Slide pascoaSlide pascoa
Slide pascoa
 

Destaque

Hugo rmc
Hugo rmcHugo rmc
Hugo rmc
joao221
 
Pascoa 1
Pascoa 1Pascoa 1
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - SlidesO LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
Israel Evangelista Dias
 
Cordeiro, símbolo pascal
Cordeiro, símbolo pascalCordeiro, símbolo pascal
Cordeiro, símbolo pascal
Espaço Emrc
 
Pessach
PessachPessach
Pessach
PLETZ.com -
 
Páscoa
Páscoa Páscoa
Páscoa
Espaço Emrc
 
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELDEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
CEILANDIA
 
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
GersonPrates
 
João pedro e henrique simbolos da pascoa
João  pedro  e  henrique simbolos  da pascoaJoão  pedro  e  henrique simbolos  da pascoa
João pedro e henrique simbolos da pascoa
marciadonencio
 
êX 7 – 12 as dez pragas do
êX 7 – 12 as dez pragas doêX 7 – 12 as dez pragas do
êX 7 – 12 as dez pragas do
iceanapolis
 
Aula 6 tipologia - aula slideshare 26.04
Aula 6   tipologia - aula slideshare 26.04Aula 6   tipologia - aula slideshare 26.04
Aula 6 tipologia - aula slideshare 26.04
Ana Maria Lourenço F Am-Gontijo
 
Coelho
Coelho Coelho
Coelho
Espaço Emrc
 
O tabernáculo e sua interpretação
O tabernáculo e sua interpretaçãoO tabernáculo e sua interpretação
O tabernáculo e sua interpretação
Oaidson Silva
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
Alex Macedo
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
O TabernáCulo
O TabernáCuloO TabernáCulo
O TabernáCulo
Israel serique
 
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintoshEstudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
Tsushya marco
 
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1ºEstudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
ibrenjtijuca
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Jeronimo Nunes
 
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo ATVisão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
Rogério Nunes
 

Destaque (20)

Hugo rmc
Hugo rmcHugo rmc
Hugo rmc
 
Pascoa 1
Pascoa 1Pascoa 1
Pascoa 1
 
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - SlidesO LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
O LIVRO DO EXÔDO - Marlete Guerreiro - Slides
 
Cordeiro, símbolo pascal
Cordeiro, símbolo pascalCordeiro, símbolo pascal
Cordeiro, símbolo pascal
 
Pessach
PessachPessach
Pessach
 
Páscoa
Páscoa Páscoa
Páscoa
 
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAELDEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
DEUS DÁ SUA LEI AO POVO DE ISRAEL
 
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
T300 A ética dos Dez Mandamentos - parte I_23.05.13
 
João pedro e henrique simbolos da pascoa
João  pedro  e  henrique simbolos  da pascoaJoão  pedro  e  henrique simbolos  da pascoa
João pedro e henrique simbolos da pascoa
 
êX 7 – 12 as dez pragas do
êX 7 – 12 as dez pragas doêX 7 – 12 as dez pragas do
êX 7 – 12 as dez pragas do
 
Aula 6 tipologia - aula slideshare 26.04
Aula 6   tipologia - aula slideshare 26.04Aula 6   tipologia - aula slideshare 26.04
Aula 6 tipologia - aula slideshare 26.04
 
Coelho
Coelho Coelho
Coelho
 
O tabernáculo e sua interpretação
O tabernáculo e sua interpretaçãoO tabernáculo e sua interpretação
O tabernáculo e sua interpretação
 
O Povo Hebreu
O Povo HebreuO Povo Hebreu
O Povo Hebreu
 
Páscoa
PáscoaPáscoa
Páscoa
 
O TabernáCulo
O TabernáCuloO TabernáCulo
O TabernáCulo
 
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintoshEstudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
Estudos sobre o livro de êxodo - C. H. mackintosh
 
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1ºEstudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
Estudo da Bíblia Livro de Êxodo - Capítulo 1º
 
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin finalIbe 19 jan pragas divinas e faraó  aula irm jin final
Ibe 19 jan pragas divinas e faraó aula irm jin final
 
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo ATVisão Panorâmica do Tabernáculo AT
Visão Panorâmica do Tabernáculo AT
 

Semelhante a A celebração da primeira páscoa

Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o PentecostesLição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Hamilton Souza
 
Lição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
Lição 2 - A Salvação na Páscoa JudaicaLição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
Lição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
I.A.D.F.J - SAMAMABAIA SUL
 
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptxSERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
MissoBetel
 
Verdadeiro significado da páscoa.pdf
Verdadeiro significado da páscoa.pdfVerdadeiro significado da páscoa.pdf
Verdadeiro significado da páscoa.pdf
MichelleAlmeida82
 
Símbolos da pascoa
Símbolos da pascoaSímbolos da pascoa
Símbolos da pascoa
Escola Vilanir
 
Lição 11 A última Ceia
Lição 11   A última CeiaLição 11   A última Ceia
Lição 11 A última Ceia
Wander Sousa
 
A salvação judaica
A salvação judaicaA salvação judaica
A salvação judaica
JOSE ROBERTO ALVES DA SILVA
 
Lbcpad
LbcpadLbcpad
A páscoa verdadeira
A páscoa verdadeiraA páscoa verdadeira
A páscoa verdadeira
Luciana Batista
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Éder Tomé
 
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIALIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
Lourinaldo Serafim
 
A última Ceia
A última CeiaA última Ceia
A última Ceia
Pr. Gerson Eller
 
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o PentecostesLição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Éder Tomé
 
Símbolos da Páscoa
Símbolos da Páscoa Símbolos da Páscoa
Símbolos da Páscoa
Mary Alvarenga
 
Lição 4 a celebração da primeira páscoa
Lição 4   a celebração da primeira páscoaLição 4   a celebração da primeira páscoa
Lição 4 a celebração da primeira páscoa
Anderson Silva
 
Lição 11 A Páscoa
Lição 11   A PáscoaLição 11   A Páscoa
Lição 11 A Páscoa
Wander Sousa
 
Quaresma e Semana Santa 2016
Quaresma e Semana Santa 2016Quaresma e Semana Santa 2016
Quaresma e Semana Santa 2016
Catequese Anjos dos Céus
 
O que é Páscoa? Símbolos da páscoa
O que é Páscoa?    Símbolos da páscoaO que é Páscoa?    Símbolos da páscoa
O que é Páscoa? Símbolos da páscoa
Mary Alvarenga
 
A verdadeira pácoa
A verdadeira pácoaA verdadeira pácoa
A verdadeira pácoa
Ivaneth Almeida
 
Slide semana santa
Slide semana santaSlide semana santa
Slide semana santa
jucrismm
 

Semelhante a A celebração da primeira páscoa (20)

Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o PentecostesLição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
 
Lição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
Lição 2 - A Salvação na Páscoa JudaicaLição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
Lição 2 - A Salvação na Páscoa Judaica
 
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptxSERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
SERMÃO-7020-003-CRISTO-NOSSO-RESGATADOR.pptx
 
Verdadeiro significado da páscoa.pdf
Verdadeiro significado da páscoa.pdfVerdadeiro significado da páscoa.pdf
Verdadeiro significado da páscoa.pdf
 
Símbolos da pascoa
Símbolos da pascoaSímbolos da pascoa
Símbolos da pascoa
 
Lição 11 A última Ceia
Lição 11   A última CeiaLição 11   A última Ceia
Lição 11 A última Ceia
 
A salvação judaica
A salvação judaicaA salvação judaica
A salvação judaica
 
Lbcpad
LbcpadLbcpad
Lbcpad
 
A páscoa verdadeira
A páscoa verdadeiraA páscoa verdadeira
A páscoa verdadeira
 
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa JudaícaLição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
Lição 02 - A Salvação na Páscoa Judaíca
 
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIALIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
LIÇÃO 11 - A ÚLTIMA CEIA
 
A última Ceia
A última CeiaA última Ceia
A última Ceia
 
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o PentecostesLição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
Lição 14 - Entre a Páscoa e o Pentecostes
 
Símbolos da Páscoa
Símbolos da Páscoa Símbolos da Páscoa
Símbolos da Páscoa
 
Lição 4 a celebração da primeira páscoa
Lição 4   a celebração da primeira páscoaLição 4   a celebração da primeira páscoa
Lição 4 a celebração da primeira páscoa
 
Lição 11 A Páscoa
Lição 11   A PáscoaLição 11   A Páscoa
Lição 11 A Páscoa
 
Quaresma e Semana Santa 2016
Quaresma e Semana Santa 2016Quaresma e Semana Santa 2016
Quaresma e Semana Santa 2016
 
O que é Páscoa? Símbolos da páscoa
O que é Páscoa?    Símbolos da páscoaO que é Páscoa?    Símbolos da páscoa
O que é Páscoa? Símbolos da páscoa
 
A verdadeira pácoa
A verdadeira pácoaA verdadeira pácoa
A verdadeira pácoa
 
Slide semana santa
Slide semana santaSlide semana santa
Slide semana santa
 

Mais de pralucianaevangelista

Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de MamaPalestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
pralucianaevangelista
 
A Corrupção dos Últimos Dias
A Corrupção dos Últimos DiasA Corrupção dos Últimos Dias
A Corrupção dos Últimos Dias
pralucianaevangelista
 
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho cridoConselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
pralucianaevangelista
 
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres CristãsO Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
pralucianaevangelista
 
A Ressurreição de Jesus
A Ressurreição de JesusA Ressurreição de Jesus
A Ressurreição de Jesus
pralucianaevangelista
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
pralucianaevangelista
 
O Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo LucasO Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo Lucas
pralucianaevangelista
 
A Igreja e a Lei de Deus
A Igreja e a Lei de DeusA Igreja e a Lei de Deus
A Igreja e a Lei de Deus
pralucianaevangelista
 
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em VãoLição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
pralucianaevangelista
 
Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
Lição 4 - Não Farás Imagens de EsculturasLição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
pralucianaevangelista
 
O Padrão da Lei Moral
O Padrão da Lei MoralO Padrão da Lei Moral
O Padrão da Lei Moral
pralucianaevangelista
 
O homem vestido de linho
O homem vestido de linhoO homem vestido de linho
O homem vestido de linho
pralucianaevangelista
 
As Setentas Semanas
As Setentas SemanasAs Setentas Semanas
As Setentas Semanas
pralucianaevangelista
 
Os Impérios Mundiais e o Reino do Messias
Os Impérios Mundiais e o Reino do MessiasOs Impérios Mundiais e o Reino do Messias
Os Impérios Mundiais e o Reino do Messias
pralucianaevangelista
 
Conhecendo a igreja
Conhecendo a igrejaConhecendo a igreja
Conhecendo a igreja
pralucianaevangelista
 
Integridade em Tempos de Crise
Integridade em Tempos de CriseIntegridade em Tempos de Crise
Integridade em Tempos de Crise
pralucianaevangelista
 
A Queda do Império Babilônico
A Queda do Império BabilônicoA Queda do Império Babilônico
A Queda do Império Babilônico
pralucianaevangelista
 
Deus Abomina a Soberba
Deus Abomina a SoberbaDeus Abomina a Soberba
Deus Abomina a Soberba
pralucianaevangelista
 
A Ovelha Perdida
A Ovelha PerdidaA Ovelha Perdida
A Ovelha Perdida
pralucianaevangelista
 
Lição 7: A Fé se Manifesta em Obras
Lição 7: A Fé se Manifesta em ObrasLição 7: A Fé se Manifesta em Obras
Lição 7: A Fé se Manifesta em Obras
pralucianaevangelista
 

Mais de pralucianaevangelista (20)

Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de MamaPalestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
Palestra sobre Cânce do cólo do Útero e Câncer de Mama
 
A Corrupção dos Últimos Dias
A Corrupção dos Últimos DiasA Corrupção dos Últimos Dias
A Corrupção dos Últimos Dias
 
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho cridoConselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
Conselhos Gerais e Eu Sei em quem tenho crido
 
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres CristãsO Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
O Evangelho da Graça & Oração e Recomendação às Mulheres Cristãs
 
A Ressurreição de Jesus
A Ressurreição de JesusA Ressurreição de Jesus
A Ressurreição de Jesus
 
O Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de JesusO Nascimento e a Infância de Jesus
O Nascimento e a Infância de Jesus
 
O Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo LucasO Evangelho Segundo Lucas
O Evangelho Segundo Lucas
 
A Igreja e a Lei de Deus
A Igreja e a Lei de DeusA Igreja e a Lei de Deus
A Igreja e a Lei de Deus
 
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em VãoLição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
Lição 5 Não Tomarás o Nome do Senhor Teu Deus em Vão
 
Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
Lição 4 - Não Farás Imagens de EsculturasLição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
Lição 4 - Não Farás Imagens de Esculturas
 
O Padrão da Lei Moral
O Padrão da Lei MoralO Padrão da Lei Moral
O Padrão da Lei Moral
 
O homem vestido de linho
O homem vestido de linhoO homem vestido de linho
O homem vestido de linho
 
As Setentas Semanas
As Setentas SemanasAs Setentas Semanas
As Setentas Semanas
 
Os Impérios Mundiais e o Reino do Messias
Os Impérios Mundiais e o Reino do MessiasOs Impérios Mundiais e o Reino do Messias
Os Impérios Mundiais e o Reino do Messias
 
Conhecendo a igreja
Conhecendo a igrejaConhecendo a igreja
Conhecendo a igreja
 
Integridade em Tempos de Crise
Integridade em Tempos de CriseIntegridade em Tempos de Crise
Integridade em Tempos de Crise
 
A Queda do Império Babilônico
A Queda do Império BabilônicoA Queda do Império Babilônico
A Queda do Império Babilônico
 
Deus Abomina a Soberba
Deus Abomina a SoberbaDeus Abomina a Soberba
Deus Abomina a Soberba
 
A Ovelha Perdida
A Ovelha PerdidaA Ovelha Perdida
A Ovelha Perdida
 
Lição 7: A Fé se Manifesta em Obras
Lição 7: A Fé se Manifesta em ObrasLição 7: A Fé se Manifesta em Obras
Lição 7: A Fé se Manifesta em Obras
 

Último

Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
EdimarEdigesso
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
valneirocha
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
PIB Penha
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
PIB Penha
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
AlexandreCarvalho858758
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
DavidBertelli3
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Ricardo Azevedo
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Celso Napoleon
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
Nilson Almeida
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
PIB Penha
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
PIB Penha
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
SanturioTacararu
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
AlailzaSoares1
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Celso Napoleon
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
PIB Penha
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
Rogério Augusto Ayres de Araujo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
nadeclarice
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
PIB Penha
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
AntonioMugiba
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
PIB Penha
 

Último (20)

Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
Marie Louise Von Franz - Alquimia.pdf001
 
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptxO MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
O MÉTODO DE CRISTO - A DINÂMICA DO TESTEMUNHO.pptx
 
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
5 - A justiça do cristão. Mateus 5.20 Pois eu digo que, se a justiça de vocês...
 
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são  pe...
2 - O Caráter do Cristão 1."Bem-aventurado aquele cujas transgressões são pe...
 
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptxApresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
Apresentação Transformando-Membros-e-Líderes.pptx
 
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita RafaelA Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
A Parábola da Figueira Seca - Grupo Espírita Rafael
 
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - RevidesSérie Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
Série Evangelho no Lar - Pão Nosso - Cap. 142 - Revides
 
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptxLição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
Lição 2 O Livro de Rute - CPAD Adultos.pptx
 
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
10 Orações Poderosas Ao Espírito Santo
 
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.128 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
8 - A Palavra de Honra do Cristão.Versículo-Chave: Tiago 5.12
 
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
3 - O Caráter do Cristão 2. Lição 3: O CARÁTER DO CRISTÃO (2)
 
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.pptEncontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
Encontro ECC - Sacramento Penitência.ppt
 
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
21 Dias - Jejum de Daniel Copyright ©️ de Joel Engel.pdf
 
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptxLição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Lição 3 Rute e Noemi - Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
4 - A Influência do Cristão. Mateus 5.16 Da mesma forma, brilhe a luz de você...
 
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújoquem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
quem e essa pessoa. Rogerio Augusto Ayres de Araújo
 
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptxBatismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
Batismo CELEBRANDO A NOSSA FÉ BATISMAL.pptx
 
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
6 - O ato de Reconciliação do cristão Versículo-Chave: Mateus 5.22.
 
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyugcontrole-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
controle-unidade.pptxvvvvggffgfftrddfyug
 
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
1 - Jesus - O Mestre por Excelência. Mt 1,2 "Ao ver as multidões, Jesus subiu...
 

A celebração da primeira páscoa

  • 1. A Celebração da Primeira Páscoa EBD Pra. Luciana Evangelista
  • 2. TEXTO ÁUREO “[...] Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós” (I Co 5.7b)
  • 3. VERDADE PRÁTICA Cristo é o nosso Cordeiro Pascal. Por meio do seu sacrifício expiatório fomos libertos da escravidão do pecado e da ira de Deus.
  • 4. INTRODUÇÃO A Páscoa foi instituída pelo Senhor para que os israelitas celebrassem a noite em que Deus poupou da morte todos os primogênitos hebreus. É uma festa repleta de significados tanto para os judeus quanto para os cristãos. Os judeus deveriam comemorar a Páscoa no mês de Abib (corresponde à parte de março e parte de abril em nosso calendário), cujo significado são as “espigas verdes”. Hoje estudaremos a respeito desta festa sagrada e o seu significado para nós, cristãos.
  • 5. I- A PÁSCOA Para os egipcios Significava o juizo divino sobre o Egito Para os israelitas A saida do Egito, a passagem para a liberdade Para os cristaos E a passagem da morte dos nossos pecados para a vida de santidade em Cristo
  • 6. II-   OS ELEMENTOS DA PÁSCOA  O pão (Êx 12.8,11,34-36)  As ervas amargas (Êx 12.8)  O cordeiro (Êx 12.3-7)
  • 7. II- CRISTO, NOSSA PÁSCOA  Jesus, o Pão da Vida (Jo 6.35,48,51)  O sangue de Cristo (I Co 5.7; Rm 5.8,9)  A Santa Ceia
  • 8. CONCLUSÃO  Deus queria que o seu povo Israel nunca se esquecesse da Páscoa, por isso a data foi santificada. A Páscoa era uma oportunidade para os israelitas descansarem, festejarem e adorarem a Deus por tão grande livramento, que foi a sua libertação e saída do Egito. Hoje o nosso Cordeiro Pascal é Cristo. Ele morreu para trazer redenção aos judeus e gentios. Cristo nos livrou da escravidão do pecado e sua condenação eterna. Exaltemos ao Senhor diariamente por tão grande salvação.