SlideShare uma empresa Scribd logo
A arte de adivinhar números A arte de adivinhar números   Podemos nos tornar em hábeis adivinhadores de números.  Como regra nos proporíamos a realizar as seguintes operações: dado um número qualquer, adicionar 2, multiplicar o resultado por 3, diminuir 5 do resultado e subtrair os números iniciais e etc.  Depois poderíamos perguntar pelo resultado final, e adivinhar o número inicialmente pensado.  Claro que o segredo da adivinhação é muito fácil e se baseia nas equações algébricas.  Suponhamos que iremos advinha um número inicial via as operações abaixo  
A arte de adivinhar números Pense em um número:  X Adicione 2:  X + 2 Multiplique o resultado por 3:  3X + 6 Diminua 5 :  3X + 1 Diminua do número pensado:  2X + 1 Multiplique por 2:  4X + 2 Diminua 1:  4X – 1 Então perguntamos pelo número final e de imediato  informamos o número inicialmente pensado.  Para compreendermos isto, observemos a coluna da direita,  onde as indicações estão traduzidas para a linguagem da  álgebra.  Olhando-a podemos compreender, que se alguém pensar em qualquer número X, e que após realizarmos todas as operações solicitadas obtemos 4X + 1 e, conhecendo este resultado não é nada difícil “Adivinhar” o número pensado.
A arte de adivinhar números Supondo que dito que o resultado foi 33, resolvemos mentalmente a equação 4X + 1 = 33 onde X = 8. Como podemos ver, tudo é muito fácil e podemos saber de antemão o que fazer com o resultado final para obter-se o número pensado.  Depois de compreender isto, você pode assombrar seus amigos propondo-lhes pensar em números e realizar as operações em qualquer ordem, somar 2, tirar 3, multiplicar por um número conhecido, somar o resto ao número pensado e etc. Contudo, ha casos em que a adivinharão do número inicialmente pensado não obtém êxito.  Se você se dispõe a calcular mentalmente uma serie de operações e chega ao resultado, por exemplo, de X + 14, isto e, a ultima operação esta representada pelo número pensado mais 14.
A arte de adivinhar números O que fazer neste caso?  Neste caso, onde o fato de X e igual a 1, ou ainda onde X é negativo, temos a oportunidade de usarmos tal situação para adivinharmos o número original no exato momento em que o cálculo está sendo processado pelo nosso amigo.  Interrompa seu amigo dizendo-lhe:  Agora sem perguntar mais nada posso lhe dizer o número inicialmente pensado. Vejamos aqui um exemplo:     Pense em um número:  X Adicione 2:  X + 2 Multiplique por 2:  2X + 4 Some 7:  2X + 7 Diminua do número pensado:  X +  7 Some 5:  X + 12 O número pensado:  12  

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Equação do 1º grau
Equação do 1º grauEquação do 1º grau
Equação do 1º grau
Simone Mota Almeida
 
Aula 7 ano 2017
Aula 7 ano   2017Aula 7 ano   2017
Aula 7 ano 2017
Flávia Ferreirinha
 
Aprendendo matemáica
Aprendendo matemáicaAprendendo matemáica
Aprendendo matemáica
herisonbatista
 
Matemática Divisao 84 por 3
Matemática Divisao 84 por 3Matemática Divisao 84 por 3
Matemática Divisao 84 por 3
guest8d2648
 
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
anorbera
 
Matemática - Divisao 947 por 2
Matemática - Divisao 947 por 2Matemática - Divisao 947 por 2
Matemática - Divisao 947 por 2
guest861385
 
Combinatoria
CombinatoriaCombinatoria
Combinatoria
con_seguir
 
Para Genios
Para GeniosPara Genios
Para Genios
guestf99339
 
MéTodo Da Gelosia
MéTodo Da GelosiaMéTodo Da Gelosia
MéTodo Da Gelosia
Ana Chambel
 

Mais procurados (9)

Equação do 1º grau
Equação do 1º grauEquação do 1º grau
Equação do 1º grau
 
Aula 7 ano 2017
Aula 7 ano   2017Aula 7 ano   2017
Aula 7 ano 2017
 
Aprendendo matemáica
Aprendendo matemáicaAprendendo matemáica
Aprendendo matemáica
 
Matemática Divisao 84 por 3
Matemática Divisao 84 por 3Matemática Divisao 84 por 3
Matemática Divisao 84 por 3
 
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
EquaçãO Do 1º Grau Office 2003
 
Matemática - Divisao 947 por 2
Matemática - Divisao 947 por 2Matemática - Divisao 947 por 2
Matemática - Divisao 947 por 2
 
Combinatoria
CombinatoriaCombinatoria
Combinatoria
 
Para Genios
Para GeniosPara Genios
Para Genios
 
MéTodo Da Gelosia
MéTodo Da GelosiaMéTodo Da Gelosia
MéTodo Da Gelosia
 

Semelhante a A arte de advinhar numeros

Mat70a
Mat70aMat70a
Brincadeiras matemáticas será que motivam?
Brincadeiras matemáticas será que motivam?Brincadeiras matemáticas será que motivam?
Brincadeiras matemáticas será que motivam?
trabalhotrab
 
Usando letras em Matemática (2).pptx
Usando letras em Matemática (2).pptxUsando letras em Matemática (2).pptx
Usando letras em Matemática (2).pptx
RosanaMonteiro31
 
M4 59 vb
M4 59 vbM4 59 vb
M4 59 vb
Angela Pereira
 
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
ConcurseiroSilva4
 
Exercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturaisExercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturais
Ederronio Mederos
 
Números primos
 Números primos Números primos
Números primos
Elaine Werneck
 
Mat
MatMat
Matematica3ef
Matematica3efMatematica3ef
Matematica3ef
educaedil
 
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
Nome Sobrenome
 
Apostila Matemática Básica Parte 1
Apostila Matemática Básica Parte 1Apostila Matemática Básica Parte 1
Apostila Matemática Básica Parte 1
gustavoniedermayerwagner
 
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada NegativaFatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
rafaelfprb
 
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Thomas Willams
 
o raciocínio algébrico
 o raciocínio algébrico o raciocínio algébrico
o raciocínio algébrico
Erasmo lopes
 
Números inteiros ou quebrados, quebrados ou inteiros.
Números inteiros ou  quebrados, quebrados ou inteiros.Números inteiros ou  quebrados, quebrados ou inteiros.
Números inteiros ou quebrados, quebrados ou inteiros.
Luciano Araujo
 
Aula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).pptAula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).ppt
JooHonorato3
 
M4 60 vb
M4 60 vbM4 60 vb
M4 60 vb
Angela Pereira
 
Matematica1em
Matematica1emMatematica1em
Matematica1em
Sâmela Souza
 
Ap matemática m1
Ap matemática m1Ap matemática m1
Ap matemática m1
trigono_metrico
 
Números
Números Números
Números
Fábio Alves
 

Semelhante a A arte de advinhar numeros (20)

Mat70a
Mat70aMat70a
Mat70a
 
Brincadeiras matemáticas será que motivam?
Brincadeiras matemáticas será que motivam?Brincadeiras matemáticas será que motivam?
Brincadeiras matemáticas será que motivam?
 
Usando letras em Matemática (2).pptx
Usando letras em Matemática (2).pptxUsando letras em Matemática (2).pptx
Usando letras em Matemática (2).pptx
 
M4 59 vb
M4 59 vbM4 59 vb
M4 59 vb
 
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf03_Matematica Banco do Brasil.pdf
03_Matematica Banco do Brasil.pdf
 
Exercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturaisExercícios resolvidos numeros naturais
Exercícios resolvidos numeros naturais
 
Números primos
 Números primos Números primos
Números primos
 
Mat
MatMat
Mat
 
Matematica3ef
Matematica3efMatematica3ef
Matematica3ef
 
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3Ceesvo (ensino fundamental)   apostila 3
Ceesvo (ensino fundamental) apostila 3
 
Apostila Matemática Básica Parte 1
Apostila Matemática Básica Parte 1Apostila Matemática Básica Parte 1
Apostila Matemática Básica Parte 1
 
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada NegativaFatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
Fatoração Em Números Primos e Raíz Quadrada Negativa
 
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
Apostila CBTU-Raciocínio Lógico-Part#3
 
o raciocínio algébrico
 o raciocínio algébrico o raciocínio algébrico
o raciocínio algébrico
 
Números inteiros ou quebrados, quebrados ou inteiros.
Números inteiros ou  quebrados, quebrados ou inteiros.Números inteiros ou  quebrados, quebrados ou inteiros.
Números inteiros ou quebrados, quebrados ou inteiros.
 
Aula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).pptAula notação científica (2).ppt
Aula notação científica (2).ppt
 
M4 60 vb
M4 60 vbM4 60 vb
M4 60 vb
 
Matematica1em
Matematica1emMatematica1em
Matematica1em
 
Ap matemática m1
Ap matemática m1Ap matemática m1
Ap matemática m1
 
Números
Números Números
Números
 

Mais de Sanclé Porchéra

Manual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e TreinamentoManual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e Treinamento
Sanclé Porchéra
 
Ano Luz
Ano LuzAno Luz
Ano Solar
Ano SolarAno Solar
Latitude Longitude
Latitude LongitudeLatitude Longitude
Latitude Longitude
Sanclé Porchéra
 
Arcoiris 1
Arcoiris 1Arcoiris 1
Arcoiris 1
Sanclé Porchéra
 
Ano Bisexto
Ano BisextoAno Bisexto
Ano Bisexto
Sanclé Porchéra
 
Arco Iris
Arco IrisArco Iris
A Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do SolA Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do Sol
Sanclé Porchéra
 
A Lua
A LuaA Lua
Spam
SpamSpam
Quadrados nunca mais
Quadrados nunca maisQuadrados nunca mais
Quadrados nunca mais
Sanclé Porchéra
 
De 1 Até 19
De 1 Até 19De 1 Até 19
De 1 Até 19
Sanclé Porchéra
 
Role As Bolas
Role As BolasRole As Bolas
Role As Bolas
Sanclé Porchéra
 
O Malandro E O Diabo
O Malandro E O DiaboO Malandro E O Diabo
O Malandro E O Diabo
Sanclé Porchéra
 
Descubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira VistaDescubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira Vista
Sanclé Porchéra
 
Velozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas CautelosamenteVelozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas Cautelosamente
Sanclé Porchéra
 
AdiçãO RáPida
AdiçãO RáPidaAdiçãO RáPida
AdiçãO RáPida
Sanclé Porchéra
 
O desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro RobervalO desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro Roberval
Sanclé Porchéra
 
Cyber Teasers
Cyber TeasersCyber Teasers
Cyber Teasers
Sanclé Porchéra
 
Abelhas Fazem Mel
Abelhas  Fazem MelAbelhas  Fazem Mel
Abelhas Fazem Mel
Sanclé Porchéra
 

Mais de Sanclé Porchéra (20)

Manual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e TreinamentoManual do abaco e Treinamento
Manual do abaco e Treinamento
 
Ano Luz
Ano LuzAno Luz
Ano Luz
 
Ano Solar
Ano SolarAno Solar
Ano Solar
 
Latitude Longitude
Latitude LongitudeLatitude Longitude
Latitude Longitude
 
Arcoiris 1
Arcoiris 1Arcoiris 1
Arcoiris 1
 
Ano Bisexto
Ano BisextoAno Bisexto
Ano Bisexto
 
Arco Iris
Arco IrisArco Iris
Arco Iris
 
A Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do SolA Terra Girando Em Torno Do Sol
A Terra Girando Em Torno Do Sol
 
A Lua
A LuaA Lua
A Lua
 
Spam
SpamSpam
Spam
 
Quadrados nunca mais
Quadrados nunca maisQuadrados nunca mais
Quadrados nunca mais
 
De 1 Até 19
De 1 Até 19De 1 Até 19
De 1 Até 19
 
Role As Bolas
Role As BolasRole As Bolas
Role As Bolas
 
O Malandro E O Diabo
O Malandro E O DiaboO Malandro E O Diabo
O Malandro E O Diabo
 
Descubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira VistaDescubra A Primeira Vista
Descubra A Primeira Vista
 
Velozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas CautelosamenteVelozmente, Mas Cautelosamente
Velozmente, Mas Cautelosamente
 
AdiçãO RáPida
AdiçãO RáPidaAdiçãO RáPida
AdiçãO RáPida
 
O desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro RobervalO desafio do carteiro Roberval
O desafio do carteiro Roberval
 
Cyber Teasers
Cyber TeasersCyber Teasers
Cyber Teasers
 
Abelhas Fazem Mel
Abelhas  Fazem MelAbelhas  Fazem Mel
Abelhas Fazem Mel
 

Último

Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Divina Vitorino
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
Faga1939
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
barbosajucy47
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
ronaldos10
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ismael Ash
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Ismael Ash
 
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão
 

Último (7)

Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptxSegurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
Segurança da Informação - Onde estou e para onde eu vou.pptx
 
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
INTELIGÊNCIA ARTIFICIAL + COMPUTAÇÃO QUÂNTICA = MAIOR REVOLUÇÃO TECNOLÓGICA D...
 
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdfEletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
Eletiva_O-mundo-conectado-Ensino-Médio.docx.pdf
 
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docxse38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
se38_layout_erro_xxxxxxxxxxxxxxxxxx.docx
 
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoudFerramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de   DevOps/CLoud
Ferramentas que irão te ajudar a entrar no mundo de DevOps/CLoud
 
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWSSubindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
Subindo uma aplicação WordPress em docker na AWS
 
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebuliçãoExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
ExpoGestão 2024 - Desvendando um mundo em ebulição
 

A arte de advinhar numeros

  • 1. A arte de adivinhar números A arte de adivinhar números   Podemos nos tornar em hábeis adivinhadores de números. Como regra nos proporíamos a realizar as seguintes operações: dado um número qualquer, adicionar 2, multiplicar o resultado por 3, diminuir 5 do resultado e subtrair os números iniciais e etc. Depois poderíamos perguntar pelo resultado final, e adivinhar o número inicialmente pensado. Claro que o segredo da adivinhação é muito fácil e se baseia nas equações algébricas. Suponhamos que iremos advinha um número inicial via as operações abaixo  
  • 2. A arte de adivinhar números Pense em um número: X Adicione 2: X + 2 Multiplique o resultado por 3: 3X + 6 Diminua 5 : 3X + 1 Diminua do número pensado: 2X + 1 Multiplique por 2: 4X + 2 Diminua 1: 4X – 1 Então perguntamos pelo número final e de imediato informamos o número inicialmente pensado. Para compreendermos isto, observemos a coluna da direita, onde as indicações estão traduzidas para a linguagem da álgebra. Olhando-a podemos compreender, que se alguém pensar em qualquer número X, e que após realizarmos todas as operações solicitadas obtemos 4X + 1 e, conhecendo este resultado não é nada difícil “Adivinhar” o número pensado.
  • 3. A arte de adivinhar números Supondo que dito que o resultado foi 33, resolvemos mentalmente a equação 4X + 1 = 33 onde X = 8. Como podemos ver, tudo é muito fácil e podemos saber de antemão o que fazer com o resultado final para obter-se o número pensado. Depois de compreender isto, você pode assombrar seus amigos propondo-lhes pensar em números e realizar as operações em qualquer ordem, somar 2, tirar 3, multiplicar por um número conhecido, somar o resto ao número pensado e etc. Contudo, ha casos em que a adivinharão do número inicialmente pensado não obtém êxito. Se você se dispõe a calcular mentalmente uma serie de operações e chega ao resultado, por exemplo, de X + 14, isto e, a ultima operação esta representada pelo número pensado mais 14.
  • 4. A arte de adivinhar números O que fazer neste caso? Neste caso, onde o fato de X e igual a 1, ou ainda onde X é negativo, temos a oportunidade de usarmos tal situação para adivinharmos o número original no exato momento em que o cálculo está sendo processado pelo nosso amigo. Interrompa seu amigo dizendo-lhe: Agora sem perguntar mais nada posso lhe dizer o número inicialmente pensado. Vejamos aqui um exemplo:     Pense em um número: X Adicione 2: X + 2 Multiplique por 2: 2X + 4 Some 7: 2X + 7 Diminua do número pensado: X + 7 Some 5: X + 12 O número pensado: 12