SlideShare uma empresa Scribd logo
http://bg10esc.files.wordpress.com/2010/08/homem-e-terra.jpg




                 Métodos para o estudo do interior da geosfera
                        Biologia e Geologia – 10º ano
                                       Maria João Drumond / novembro 2012
Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
http://afloret.files.wordpress.com/2008/08/sondagens.jpg




                                                                                     http://3.bp.blogspot.com/_2Rp688Mm60g/SkplgqbYsiI/AAAAAAAAArw/ykcnlZT0MrY/s400/svDRILLING_narrowweb__300x463,0.jpg




Maria João Drumond / novembro 2012
                                            Biologia e Geologia – 10º ano



                                                                                     http://www.ethosmarblecare.co.uk/images/petrology/igneous.jpg
                                     Métodos para o estudo do interior da geosfera
Furo ultraprofundo de Kola




http://thelistcafe.com/images/stories/Lists/053_top_10_fascinating_underground_laboratories/kola-super-deep-borehole.jpg



                 Métodos para o estudo do interior da geosfera
                        Biologia e Geologia – 10º ano
                                        Maria João Drumond / novembro 2012
Manual pág. 113

http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif




   Métodos para o estudo do interior da geosfera
          Biologia e Geologia – 10º ano
                         Maria João Drumond / novembro 2012
Xenólitos

O magma na sua ascenção arranca fragmentos das rochas
encaixantes – xenólitos – que são muitas vezes fragmentos do
manto terrestre que fornecem dados para o conhecimento dessa
zona da Terra.




http://mineralsciences.si.edu/_img/rock_ore/ultramafic_lg.jpg



                 Métodos para o estudo do interior da geosfera
                        Biologia e Geologia – 10º ano
                                         Maria João Drumond / novembro 2012
Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Planetologia e astrogeologia

                                                      • Aplicando leis físicas foi
                                                        possível determinar a massa
                                                        da Terra;
                                                      • Através     de  satélites  foi
                                                        possível determinar o volume
                                                        e o diâmetro;
                                                      • A partir da massa e do volume
                                                        determinou-se a densidade.



                                                      • Origem comum
                                                      • Comparação de densidades
                                                                         ?
http://www.portaldoastronomo.org/images/autotemas/tema_36_1097486328_4461548.jpg




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                     Maria João Drumond / novembro 2012
Gravimetria




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Gravimetria




http://www.iag.usp.br/siae98/gravimetria/imageR6B.gif




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                       Maria João Drumond / novembro 2012
Gravimetria




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Anomalias gravimétricas




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Nomaia gravimétrica positiva




• Proximidade de uma intrusão magmática
• Força gravítica aumenta  Anomalia gravimétrica positiva.
• Materiais com elevada densidade têm elevada força gravítica.
• Método utilizado para localizar jazigos de minerais densos como o
  ferro.




         Métodos para o estudo do interior da geosfera
                Biologia e Geologia – 10º ano
                     Maria João Drumond / novembro 2012
Anomalia gravimétrica negativa




• Proximidade de um doma de sal-gema

• Força gravítica diminui  Anomalia gravimétrica
  negativa.

• Rochas com baixa densidade têm baixa força gravítica.

• Método utilizado para saber onde há petróleo porque
  os domas salinos estão normalmente associados a
  jazigos de petróleo.

        Métodos para o estudo do interior da geosfera
               Biologia e Geologia – 10º ano
                  Maria João Drumond / novembro 2012
Gravimetria




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Equilíbrio isostático




                                                                                                               hipótese de Pratt


http://wikiciencias.casadasciencias.org/images/b/ba/IsostPratt.png




                                                                                                               hipótese de Airy




                                                                     Métodos para o estudo do interior da geosfera
                                                                            Biologia e Geologia – 10º ano
                                                                               Maria João Drumond / novembro 2012
Equilíbrio isostático




http://3.bp.blogspot.com/-yr5qoqgY_60/TZvaEma7djI/AAAAAAAAC44/8KMiDeQSvDA/s320/EquilibrioIsostaticoIce.JPG




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                     Maria João Drumond / novembro 2012
Equilíbrio isostático




http://1.bp.blogspot.com/_VKLsHXmRND4/Sv_ZCoYZxUI/AAAAAAAAARQ/v5LGAqQHVag/s320/Glacio-isostasia.jpg



              Métodos para o estudo do interior da geosfera
                     Biologia e Geologia – 10º ano
                                  Maria João Drumond / novembro 2012
Equilíbrio isostático




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Manual pág. 116-117

http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif




   Métodos para o estudo do interior da geosfera
          Biologia e Geologia – 10º ano
                         Maria João Drumond / novembro 2012
Densidade Terrestre




Massa volúmica da Terra – 5,5 g/cm3

Massa volúmica das rochas da superfície – 2,8 g/cm3




Materiais mais densos no interior do planeta




    Métodos para o estudo do interior da geosfera
           Biologia e Geologia – 10º ano
              Maria João Drumond / novembro 2012
Geomagnetismo




http://www.mpsnet.net/portal/Polemicas/02.jpg



                   Métodos para o estudo do interior da geosfera
                          Biologia e Geologia – 10º ano
                                         Maria João Drumond / novembro 2012
Geomagnetismo




               http://www.netxplica.com/figuras_netxplica/exanac/porto.editora/geomagnetismo.1.png




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Geomagnetismo




 http://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/geologia/imagens/10_mobilismo_geologico_15_d.jpg




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
                    Maria João Drumond / novembro 2012
Geomagnetismo


Polaridade Normal – Rochas com polaridade idêntica à actual
(Pólo Norte Magnético próximo do Pólo Norte Geográfico)
Polaridade Inversa – Rochas com polaridade inversa à normal
(Pólo Norte Magnético próximo do Pólo Sul Geográfico)




       Métodos para o estudo do interior da geosfera
              Biologia e Geologia – 10º ano
                 Maria João Drumond / novembro 2012
Geomagnetismo

A Terra tem um campo magnético invisível mas que faz sentir a sua
acção.

Os cristais funcionam como ímanes “fósseis” com uma polaridade
idêntica à do campo magnético terrestre na altura da sua formação.

O geomagnetismo é importante porque:
• A existência do campo magnético terrestre apoia o modelo sobre a
composição e as características físicas do núcleo terrestre;

• O paleomagnetismo fornece informações sobre o passado da Terra,
pois:
• Regista inversões da polaridade do campo magnético terrestre;
• Apoia a hipótese da deriva continental e da formação dos fundos
oceânicos a partir do rifte;
• Permite tirar ilações sobre a posição dos continentes relativamente aos
pólos magnéticos;
• Permite determinar a latitude geográfica que a rocha em estudo
ocupava no momento da sua formação.


         Métodos para o estudo do interior da geosfera
                Biologia e Geologia – 10º ano
                      Maria João Drumond / novembro 2012
Manual pág. 119

http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif




   Métodos para o estudo do interior da geosfera
          Biologia e Geologia – 10º ano
                         Maria João Drumond / novembro 2012
Se a Terra fosse                                     Sismologia
homogénea,          a
velocidade das ondas
sísmicas      deveria
manter-se constante
em qualquer direcção
e a trajectória dos
raios sísmicos seria
rectilínea.




      Métodos para o estudo do interior da geosfera
             Biologia e Geologia – 10º ano
                Maria João Drumond / novembro 2012
Na Terra real, a                                     Sismologia
velocidade das ondas
sísmicas experimenta
alterações, as ondas
são    desviadas    e
algumas deixam de
propagar-se a partir
de              certa
profundidade.




      Métodos para o estudo do interior da geosfera
             Biologia e Geologia – 10º ano
                Maria João Drumond / novembro 2012
Geotermismo




Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Gradiente geotérmico




http://www.fing.edu.uy/imfia/ghs/subterraguas/temas/termalismo/gradiente.gif




                 Métodos para o estudo do interior da geosfera
                        Biologia e Geologia – 10º ano
                                        Maria João Drumond / novembro 2012
Grau geotérmico




Número de metros que é preciso aprofundar na crosta terrestre
para que a temperatura aumente 1ºC. Grau geotérmico (média):
 1ºC/33m, ou seja, por cada 33m a temperatura aumenta 1ºC.

O grau geotérmico depende dos seguintes factores:
• Condutibilidade térmica das rochas;
• Proximidade do foco térmico, por exemplo, um vulcão;
• Estrutura das rochas (as camadas inclinadas apresentam um
grau geotérmico mais curto que as horizontais);
• Morfologia (o grau geotérmico aumenta nas serras, ao
contrário dos vales).




      Métodos para o estudo do interior da geosfera
             Biologia e Geologia – 10º ano
                 Maria João Drumond / novembro 2012
Fluxo térmico




http://farm5.static.flickr.com/4138/4773650819_671e11d6cc.jpg




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                       Maria João Drumond / novembro 2012
Fluxo térmico




http://www.revistafatorbrasil.com.br/imagens/fotos/mapa_fluxo




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                       Maria João Drumond / novembro 2012
Recursos geotérmicos




http://2.bp.blogspot.com/_dWNjPOC9Ys4/TA1ZvCuqQxI/AAAAAAAAAU0/G_DwzTr-ooY/s1600/Sem+t%C3%ADtulo.JPG




                Métodos para o estudo do interior da geosfera
                       Biologia e Geologia – 10º ano
                                    Maria João Drumond / novembro 2012
Manual pág. 121

http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif




   Métodos para o estudo do interior da geosfera
          Biologia e Geologia – 10º ano
                         Maria João Drumond / novembro 2012
Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012
Métodos para o estudo do interior da geosfera
       Biologia e Geologia – 10º ano
          Maria João Drumond / novembro 2012

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

6 transporte plantas
6 transporte plantas6 transporte plantas
6 transporte plantas
Maria João Drumond
 
Rochas e minerais
Rochas e mineraisRochas e minerais
Rochas e minerais
Maria João Drumond
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
Maria João Drumond
 
8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução
Maria João Drumond
 
7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos
Maria João Drumond
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
Maria João Drumond
 
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º anoPaisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
andygracolas
 
Geomedicina_Parana_2010-abril
Geomedicina_Parana_2010-abrilGeomedicina_Parana_2010-abril
Geomedicina_Parana_2010-abril
Humberto Cereser Ibanez
 
7 transporte animais
7 transporte animais7 transporte animais
7 transporte animais
Maria João Drumond
 
Geoquímica Aula 1
Geoquímica   Aula 1Geoquímica   Aula 1
Geoquímica Aula 1
marciotecsoma
 
Planejamento 151 1 t 2t 3t
Planejamento 151 1 t 2t 3tPlanejamento 151 1 t 2t 3t
Planejamento 151 1 t 2t 3t
Ivo Fonseca
 
Caderno paisagens amazonicas final (3)
Caderno   paisagens amazonicas final (3)Caderno   paisagens amazonicas final (3)
Caderno paisagens amazonicas final (3)
micheli44
 
Apostila prof.-marangon1
Apostila prof.-marangon1Apostila prof.-marangon1
Apostila prof.-marangon1
Antônio da Silva
 
Geoquímica - Dispersão Geoquímica
Geoquímica - Dispersão GeoquímicaGeoquímica - Dispersão Geoquímica
Geoquímica - Dispersão Geoquímica
marciotecsoma
 
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica   Distribuição dos elementos químicosGeoquímica   Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
marciotecsoma
 
Geoquímica: uma introdução
Geoquímica: uma introduçãoGeoquímica: uma introdução
Geoquímica: uma introdução
Oficina de Textos
 
dissert_Pablo_de_Castro
dissert_Pablo_de_Castrodissert_Pablo_de_Castro
dissert_Pablo_de_Castro
Pablo de Castro
 
03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos
Homero Alves de Lima
 
Metas
MetasMetas
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.editGeol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
Danilson Chumbo DC
 

Mais procurados (20)

6 transporte plantas
6 transporte plantas6 transporte plantas
6 transporte plantas
 
Rochas e minerais
Rochas e mineraisRochas e minerais
Rochas e minerais
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
 
8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução8 mecanisnos evolução
8 mecanisnos evolução
 
7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos
 
Paisagens geológicas
Paisagens geológicasPaisagens geológicas
Paisagens geológicas
 
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º anoPaisagens Geológicas - Ciências 7º ano
Paisagens Geológicas - Ciências 7º ano
 
Geomedicina_Parana_2010-abril
Geomedicina_Parana_2010-abrilGeomedicina_Parana_2010-abril
Geomedicina_Parana_2010-abril
 
7 transporte animais
7 transporte animais7 transporte animais
7 transporte animais
 
Geoquímica Aula 1
Geoquímica   Aula 1Geoquímica   Aula 1
Geoquímica Aula 1
 
Planejamento 151 1 t 2t 3t
Planejamento 151 1 t 2t 3tPlanejamento 151 1 t 2t 3t
Planejamento 151 1 t 2t 3t
 
Caderno paisagens amazonicas final (3)
Caderno   paisagens amazonicas final (3)Caderno   paisagens amazonicas final (3)
Caderno paisagens amazonicas final (3)
 
Apostila prof.-marangon1
Apostila prof.-marangon1Apostila prof.-marangon1
Apostila prof.-marangon1
 
Geoquímica - Dispersão Geoquímica
Geoquímica - Dispersão GeoquímicaGeoquímica - Dispersão Geoquímica
Geoquímica - Dispersão Geoquímica
 
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica   Distribuição dos elementos químicosGeoquímica   Distribuição dos elementos químicos
Geoquímica Distribuição dos elementos químicos
 
Geoquímica: uma introdução
Geoquímica: uma introduçãoGeoquímica: uma introdução
Geoquímica: uma introdução
 
dissert_Pablo_de_Castro
dissert_Pablo_de_Castrodissert_Pablo_de_Castro
dissert_Pablo_de_Castro
 
03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos03 aula métodos sismicos
03 aula métodos sismicos
 
Metas
MetasMetas
Metas
 
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.editGeol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
Geol. met. cap.1_ppt_introducao a mineralogia.edit
 

Destaque

10 vulcanologia
10 vulcanologia10 vulcanologia
10 vulcanologia
Maria João Drumond
 
11 catástrofes homem
11 catástrofes homem11 catástrofes homem
11 catástrofes homem
Maria João Drumond
 
10 catástrofes naturais
10 catástrofes naturais10 catástrofes naturais
10 catástrofes naturais
Maria João Drumond
 
11 sismologia
11 sismologia11 sismologia
11 sismologia
Maria João Drumond
 
4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
Maria João Drumond
 
BioGeo10-métodos geofísicos
BioGeo10-métodos geofísicosBioGeo10-métodos geofísicos
BioGeo10-métodos geofísicos
Rita Rainho
 
Secas e cheias
Secas e cheiasSecas e cheias
Secas e cheias
Carolina Sobrenome
 
Recursos minerais 11o Geologia
Recursos minerais 11o GeologiaRecursos minerais 11o Geologia
Recursos minerais 11o Geologia
lauramcgomes
 
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese ProteicaBioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
Rita Rainho
 
Dádiva de Sangue - cartazes
Dádiva de Sangue - cartazesDádiva de Sangue - cartazes
Dádiva de Sangue - cartazes
Maria João Drumond
 
3 fatores abioticos-intro
3 fatores abioticos-intro3 fatores abioticos-intro
3 fatores abioticos-intro
Maria João Drumond
 
2 mitose
2 mitose2 mitose
3 biomoléculas
3 biomoléculas3 biomoléculas
3 biomoléculas
Maria João Drumond
 
6 ciclos vida
6 ciclos vida6 ciclos vida
6 ciclos vida
Maria João Drumond
 
1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera
Maria João Drumond
 
8 terra planeta_proteger
8 terra planeta_proteger8 terra planeta_proteger
8 terra planeta_proteger
Maria João Drumond
 
2 base celular_vida
2 base celular_vida2 base celular_vida
2 base celular_vida
Maria João Drumond
 
4 fatores abioticos-temperatura
4 fatores abioticos-temperatura4 fatores abioticos-temperatura
4 fatores abioticos-temperatura
Maria João Drumond
 
2 ecologia ecossistemas
2 ecologia ecossistemas2 ecologia ecossistemas
2 ecologia ecossistemas
Maria João Drumond
 

Destaque (19)

10 vulcanologia
10 vulcanologia10 vulcanologia
10 vulcanologia
 
11 catástrofes homem
11 catástrofes homem11 catástrofes homem
11 catástrofes homem
 
10 catástrofes naturais
10 catástrofes naturais10 catástrofes naturais
10 catástrofes naturais
 
11 sismologia
11 sismologia11 sismologia
11 sismologia
 
4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada4 reprodução assexuada
4 reprodução assexuada
 
BioGeo10-métodos geofísicos
BioGeo10-métodos geofísicosBioGeo10-métodos geofísicos
BioGeo10-métodos geofísicos
 
Secas e cheias
Secas e cheiasSecas e cheias
Secas e cheias
 
Recursos minerais 11o Geologia
Recursos minerais 11o GeologiaRecursos minerais 11o Geologia
Recursos minerais 11o Geologia
 
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese ProteicaBioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
BioGeo11-Replicação do ADN e Síntese Proteica
 
Dádiva de Sangue - cartazes
Dádiva de Sangue - cartazesDádiva de Sangue - cartazes
Dádiva de Sangue - cartazes
 
3 fatores abioticos-intro
3 fatores abioticos-intro3 fatores abioticos-intro
3 fatores abioticos-intro
 
2 mitose
2 mitose2 mitose
2 mitose
 
3 biomoléculas
3 biomoléculas3 biomoléculas
3 biomoléculas
 
6 ciclos vida
6 ciclos vida6 ciclos vida
6 ciclos vida
 
1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera1 diversidade biosfera
1 diversidade biosfera
 
8 terra planeta_proteger
8 terra planeta_proteger8 terra planeta_proteger
8 terra planeta_proteger
 
2 base celular_vida
2 base celular_vida2 base celular_vida
2 base celular_vida
 
4 fatores abioticos-temperatura
4 fatores abioticos-temperatura4 fatores abioticos-temperatura
4 fatores abioticos-temperatura
 
2 ecologia ecossistemas
2 ecologia ecossistemas2 ecologia ecossistemas
2 ecologia ecossistemas
 

Semelhante a 9 métodos interior_geosfera

7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos
Maria João Drumond
 
5 fotossíntese
5 fotossíntese5 fotossíntese
5 fotossíntese
Maria João Drumond
 
4 heterotrofia
4 heterotrofia4 heterotrofia
4 heterotrofia
Maria João Drumond
 
Ppt 1 ApresentaçãO Do Programa
Ppt 1   ApresentaçãO Do ProgramaPpt 1   ApresentaçãO Do Programa
Ppt 1 ApresentaçãO Do Programa
Nuno Correia
 
Ciências naturais 7 estrutura interna da terra
Ciências naturais 7   estrutura interna da terraCiências naturais 7   estrutura interna da terra
Ciências naturais 7 estrutura interna da terra
Nuno Correia
 
3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular
Maria João Drumond
 

Semelhante a 9 métodos interior_geosfera (6)

7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos7 face terra_continentes_oceanos
7 face terra_continentes_oceanos
 
5 fotossíntese
5 fotossíntese5 fotossíntese
5 fotossíntese
 
4 heterotrofia
4 heterotrofia4 heterotrofia
4 heterotrofia
 
Ppt 1 ApresentaçãO Do Programa
Ppt 1   ApresentaçãO Do ProgramaPpt 1   ApresentaçãO Do Programa
Ppt 1 ApresentaçãO Do Programa
 
Ciências naturais 7 estrutura interna da terra
Ciências naturais 7   estrutura interna da terraCiências naturais 7   estrutura interna da terra
Ciências naturais 7 estrutura interna da terra
 
3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular3 crescimento renovação_celular
3 crescimento renovação_celular
 

Mais de Maria João Drumond

7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade
Maria João Drumond
 
1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica
Maria João Drumond
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
Maria João Drumond
 
10 regulação animais
10 regulação animais10 regulação animais
10 regulação animais
Maria João Drumond
 
9 trocas gasosas
9 trocas gasosas9 trocas gasosas
9 trocas gasosas
Maria João Drumond
 
8 fermentação respiração
8 fermentação respiração8 fermentação respiração
8 fermentação respiração
Maria João Drumond
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
Maria João Drumond
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
Maria João Drumond
 
3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii
Maria João Drumond
 
4 hiv sida
4 hiv sida4 hiv sida
1 dna síntese_proteica
1 dna síntese_proteica1 dna síntese_proteica
1 dna síntese_proteica
Maria João Drumond
 
2 reprodução humana-parte_i
2 reprodução humana-parte_i2 reprodução humana-parte_i
2 reprodução humana-parte_i
Maria João Drumond
 
1 saúde individual_comunitária
1 saúde individual_comunitária1 saúde individual_comunitária
1 saúde individual_comunitária
Maria João Drumond
 

Mais de Maria João Drumond (13)

7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade7 unicelularidade multicelularidade
7 unicelularidade multicelularidade
 
1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica1 ocupação antrópica
1 ocupação antrópica
 
5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada5 reprodução sexuada
5 reprodução sexuada
 
10 regulação animais
10 regulação animais10 regulação animais
10 regulação animais
 
9 trocas gasosas
9 trocas gasosas9 trocas gasosas
9 trocas gasosas
 
8 fermentação respiração
8 fermentação respiração8 fermentação respiração
8 fermentação respiração
 
7 neuro hormonal2
7 neuro hormonal27 neuro hormonal2
7 neuro hormonal2
 
6 hereditariedade
6 hereditariedade6 hereditariedade
6 hereditariedade
 
3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii3 reprodução humana-parte_ii
3 reprodução humana-parte_ii
 
4 hiv sida
4 hiv sida4 hiv sida
4 hiv sida
 
1 dna síntese_proteica
1 dna síntese_proteica1 dna síntese_proteica
1 dna síntese_proteica
 
2 reprodução humana-parte_i
2 reprodução humana-parte_i2 reprodução humana-parte_i
2 reprodução humana-parte_i
 
1 saúde individual_comunitária
1 saúde individual_comunitária1 saúde individual_comunitária
1 saúde individual_comunitária
 

Último

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
TomasSousa7
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
fernandacosta37763
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
beatrizsilva525654
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
karinenobre2033
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
joaresmonte3
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 

Último (20)

Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões.          pptxRimas, Luís Vaz de Camões.          pptx
Rimas, Luís Vaz de Camões. pptx
 
Atividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º anoAtividade de reforço de matemática 2º ano
Atividade de reforço de matemática 2º ano
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionaisResumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
Resumo de Química 10º ano Estudo exames nacionais
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIAAPRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
APRESENTAÇÃO PARA AULA DE URGÊNCIA E EMERGÊNCIA
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptxAtpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
Atpcg PEI Rev Irineu GESTÃO DE SALA DE AULA.pptx
 
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 

9 métodos interior_geosfera

  • 1. http://bg10esc.files.wordpress.com/2010/08/homem-e-terra.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 2. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 3. http://afloret.files.wordpress.com/2008/08/sondagens.jpg http://3.bp.blogspot.com/_2Rp688Mm60g/SkplgqbYsiI/AAAAAAAAArw/ykcnlZT0MrY/s400/svDRILLING_narrowweb__300x463,0.jpg Maria João Drumond / novembro 2012 Biologia e Geologia – 10º ano http://www.ethosmarblecare.co.uk/images/petrology/igneous.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera
  • 4. Furo ultraprofundo de Kola http://thelistcafe.com/images/stories/Lists/053_top_10_fascinating_underground_laboratories/kola-super-deep-borehole.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 5. Manual pág. 113 http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 6. Xenólitos O magma na sua ascenção arranca fragmentos das rochas encaixantes – xenólitos – que são muitas vezes fragmentos do manto terrestre que fornecem dados para o conhecimento dessa zona da Terra. http://mineralsciences.si.edu/_img/rock_ore/ultramafic_lg.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 7. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 8. Planetologia e astrogeologia • Aplicando leis físicas foi possível determinar a massa da Terra; • Através de satélites foi possível determinar o volume e o diâmetro; • A partir da massa e do volume determinou-se a densidade. • Origem comum • Comparação de densidades ? http://www.portaldoastronomo.org/images/autotemas/tema_36_1097486328_4461548.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 9. Gravimetria Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 10. Gravimetria http://www.iag.usp.br/siae98/gravimetria/imageR6B.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 11. Gravimetria Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 12. Anomalias gravimétricas Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 13. Nomaia gravimétrica positiva • Proximidade de uma intrusão magmática • Força gravítica aumenta  Anomalia gravimétrica positiva. • Materiais com elevada densidade têm elevada força gravítica. • Método utilizado para localizar jazigos de minerais densos como o ferro. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 14. Anomalia gravimétrica negativa • Proximidade de um doma de sal-gema • Força gravítica diminui  Anomalia gravimétrica negativa. • Rochas com baixa densidade têm baixa força gravítica. • Método utilizado para saber onde há petróleo porque os domas salinos estão normalmente associados a jazigos de petróleo. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 15. Gravimetria Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 16. Equilíbrio isostático hipótese de Pratt http://wikiciencias.casadasciencias.org/images/b/ba/IsostPratt.png hipótese de Airy Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 17. Equilíbrio isostático http://3.bp.blogspot.com/-yr5qoqgY_60/TZvaEma7djI/AAAAAAAAC44/8KMiDeQSvDA/s320/EquilibrioIsostaticoIce.JPG Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 18. Equilíbrio isostático http://1.bp.blogspot.com/_VKLsHXmRND4/Sv_ZCoYZxUI/AAAAAAAAARQ/v5LGAqQHVag/s320/Glacio-isostasia.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 19. Equilíbrio isostático Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 20. Manual pág. 116-117 http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 21. Densidade Terrestre Massa volúmica da Terra – 5,5 g/cm3 Massa volúmica das rochas da superfície – 2,8 g/cm3 Materiais mais densos no interior do planeta Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 22. Geomagnetismo http://www.mpsnet.net/portal/Polemicas/02.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 23. Geomagnetismo http://www.netxplica.com/figuras_netxplica/exanac/porto.editora/geomagnetismo.1.png Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 24. Geomagnetismo http://www.notapositiva.com/pt/trbestbs/geologia/imagens/10_mobilismo_geologico_15_d.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 25. Geomagnetismo Polaridade Normal – Rochas com polaridade idêntica à actual (Pólo Norte Magnético próximo do Pólo Norte Geográfico) Polaridade Inversa – Rochas com polaridade inversa à normal (Pólo Norte Magnético próximo do Pólo Sul Geográfico) Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 26. Geomagnetismo A Terra tem um campo magnético invisível mas que faz sentir a sua acção. Os cristais funcionam como ímanes “fósseis” com uma polaridade idêntica à do campo magnético terrestre na altura da sua formação. O geomagnetismo é importante porque: • A existência do campo magnético terrestre apoia o modelo sobre a composição e as características físicas do núcleo terrestre; • O paleomagnetismo fornece informações sobre o passado da Terra, pois: • Regista inversões da polaridade do campo magnético terrestre; • Apoia a hipótese da deriva continental e da formação dos fundos oceânicos a partir do rifte; • Permite tirar ilações sobre a posição dos continentes relativamente aos pólos magnéticos; • Permite determinar a latitude geográfica que a rocha em estudo ocupava no momento da sua formação. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 27. Manual pág. 119 http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 28. Se a Terra fosse Sismologia homogénea, a velocidade das ondas sísmicas deveria manter-se constante em qualquer direcção e a trajectória dos raios sísmicos seria rectilínea. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 29. Na Terra real, a Sismologia velocidade das ondas sísmicas experimenta alterações, as ondas são desviadas e algumas deixam de propagar-se a partir de certa profundidade. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 30. Geotermismo Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 31. Gradiente geotérmico http://www.fing.edu.uy/imfia/ghs/subterraguas/temas/termalismo/gradiente.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 32. Grau geotérmico Número de metros que é preciso aprofundar na crosta terrestre para que a temperatura aumente 1ºC. Grau geotérmico (média): 1ºC/33m, ou seja, por cada 33m a temperatura aumenta 1ºC. O grau geotérmico depende dos seguintes factores: • Condutibilidade térmica das rochas; • Proximidade do foco térmico, por exemplo, um vulcão; • Estrutura das rochas (as camadas inclinadas apresentam um grau geotérmico mais curto que as horizontais); • Morfologia (o grau geotérmico aumenta nas serras, ao contrário dos vales). Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 33. Fluxo térmico http://farm5.static.flickr.com/4138/4773650819_671e11d6cc.jpg Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 34. Fluxo térmico http://www.revistafatorbrasil.com.br/imagens/fotos/mapa_fluxo Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 35. Recursos geotérmicos http://2.bp.blogspot.com/_dWNjPOC9Ys4/TA1ZvCuqQxI/AAAAAAAAAU0/G_DwzTr-ooY/s1600/Sem+t%C3%ADtulo.JPG Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 36. Manual pág. 121 http://3.bp.blogspot.com/-0y_K8s2HOhM/TV5do6y3fdI/AAAAAAAAANo/S4sBzZfYBOs/s320/test.gif Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 37. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012
  • 38. Métodos para o estudo do interior da geosfera Biologia e Geologia – 10º ano Maria João Drumond / novembro 2012