SlideShare uma empresa Scribd logo
África: Raízes
de uma grande
História
Berberes: Os nômades do deserto
Travessia pelo Saara
 Importante papel na
integração da África.
 Atravessavam o Saara em
caravanas, ligando as pessoas
que viviam ao norte e ao sul
do deserto.
 Sua travessia era difícil.
Território muito extenso,
repleto de pedras e areia.
 A princípio, os berberes
usavam cavalos, mas a partir
do séc. I passam a usar
camelos, trazidos da Arábia.
 A viagem de uma ponta a
outra do deserto durava cerca
de 3 meses!
 Comércio à base de troca: levavam sal e cobre
para trocar por ouro e noz de cola.
 O sal era muito valorizado por conservar os
alimentos. Em algumas regiões ele valia como
ouro!
 Com o tempo a variedade de produtos
aumentou: escravos, plumas de aves,
esmeraldas, animais selvagens, vinho,
cerâmica, vidro, tecidos e metais.
 Mas...
O principal “produto” das trocas eram as
IDEIAS! intercâmbio cultural.
Os Soninké de Gana: o povo do ouro
 Um dos primeiros impérios ao sul do
Saara(corresponde atualmente aos territórios de Mali,
Mauritânia e Senegal)
 No princípio eram aldeias da
etnia Soninké, que viviam da
agricultura e da criação de
animais.
 A partir do séc. IV: aldeias se
uniram formando um reino. E
mais tarde, um império.
 Império de Gana: muita
extração de ouro!
 Viviam da pecuária,
agricultura, extração de ouro
e do comércio.
 Gana era um importante
entreposto comercial dos
berberes.
Império de Gana- sociedade
 Os imperadores de Gana eram chamados de
ganas ou caia-magas.
 Sociedade estratificada:
Todos os Soninké pagavam
impostos ao caia-maga
soldados, funcionários para
pecuária e lavradores; os soldados
pagavam protegendo o reino.
Nobres
Homens-livres
Servos
Escravos
Império do Mali
A grande mesquita de Jené, no atual Mali, exemplo da
arquitetura sudanesa
Congo: um grande reino banto
 Há milhares de anos a
etnia banto vivia entre o
rio Nilo e o lago Chade (
hoje Nigéria e
Camarões).
 Os primeiros bantos
viviam da agricultura,
caça e metalurgia. Suas
armas eram melhores que
de povos vizinhos, pois
eram de ferro.
 Por terem armas
melhores, os bantos
conseguiram se expandir,
espalhando-se por várias
regiões da África.
 Aos poucos, aldeias do sul do rio Congo foram se agrupando e formando tribos.
 Séc. XIV: união das tribos sob uma única liderança ( manicongo)  REINO
DO CONGO.
• Embora se submetessem ao rei, as aldeias eram autônomas. Seus chefes
distribuíam os deveres aos moradores e cobrava impostos, que eram repassados
ao manicongo.
 Para os moradores do Congo, o manicongo tinha poderes sagrados. Por isso,
pagar impostos a ele era uma forma de receber proteção divina
O que o manicongo fazia com os impostos?
 Uma parte era guardada em celeiros, para ser utilizada em época de seca e má
colheita. Outra parte era para sustentar sua guarda. E ainda, uma boa quantia era
usada para que o manicongo pudesse ostentar seu poder.
 O Reino sobrevivia da agricultura e da pecuária.
Em regiões menos férteis praticavam a pesca e a
caça.
 Cidades: - artesanato ( cerâmicas, escultura em
madeira, cestos, tecelagem, ferro);
- Comércio : excedente trocado com caravanas de
comerciantes que passavam pela região.
Trocavam por: marfim, cerâmica, jóias de cobre,
etc.
* Moedas: Sal e Zimbo ( concha)
Sociedade do Congo
Nós e a África
 Dominação portuguesa no século XVII.
 Escravos: trouxeram elementos da cultura
africana.
Atividade 1
Unidade II
1. Observe o mapa do Slide 16 e faça uma lista dos
reinos e impérios africanos.
2. Destaque os aspectos gerais dos Reinos e Impérios
africanos medievais (economia, política, sociedade,
etc.)
3. Faça uma pesquisa sobre religiões africanas e
transcreva para o seu caderno (não incluir religiões
afro-brasileiras).
4. Observe as imagens dos Slides 18, 19 e 20 e escreva
sobre o que vê.
Sociedades Africanas Medievais
Sociedades Africanas Medievais
Sociedades Africanas Medievais

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
Diego Bian Filo Moreira
 
História Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos AfricanosHistória Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos Africanos
Isaquel Silva
 
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-ColombianasSegundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Paulo Alexandre
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
Douglas Barraqui
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
Daniel Alves Bronstrup
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Zé Knust
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
Portal do Vestibulando
 
Pré história brasileira
Pré   história brasileiraPré   história brasileira
Pré história brasileira
Marcela Marangon Ribeiro
 
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
Professor Marcelo
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
joana71
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
Daniel Alves Bronstrup
 
A conquista da América
A conquista da América A conquista da América
A conquista da América
Isaquel Silva
 
Os povos africanos e a origem do mundo
Os povos africanos e a origem do mundoOs povos africanos e a origem do mundo
Os povos africanos e a origem do mundo
PROFºWILTONREIS
 
Capitanias hereditárias
Capitanias hereditáriasCapitanias hereditárias
Capitanias hereditárias
Creusa Lima
 
1 a chegada do homem na america
1 a chegada do homem na america1 a chegada do homem na america
1 a chegada do homem na america
Paulo Alexandre
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° ano
zahirmax
 
Egito e Kush
Egito e KushEgito e Kush
Egito e Kush
Paulo Alexandre
 
Colonização da América
Colonização da AméricaColonização da América
Colonização da América
Claudenilson da Silva
 
Indígenas na américa
Indígenas na américaIndígenas na américa
Indígenas na américa
harlissoncarvalho
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
Isabel Aguiar
 

Mais procurados (20)

Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
 
História Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos AfricanosHistória Cultural dos Povos Africanos
História Cultural dos Povos Africanos
 
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-ColombianasSegundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
Segundo Ano (1) - Civilização Pré-Colombianas
 
Fenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persasFenícios, hebreus e persas
Fenícios, hebreus e persas
 
1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia1° ano - Mesopotâmia
1° ano - Mesopotâmia
 
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
Povos e reinos africanos (séculos VII-XVI)
 
África nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlânticoÁfrica nos tempos de tráfico atlântico
África nos tempos de tráfico atlântico
 
Pré história brasileira
Pré   história brasileiraPré   história brasileira
Pré história brasileira
 
Os povos pré colombianos
Os povos pré colombianosOs povos pré colombianos
Os povos pré colombianos
 
Civilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-ColombianasCivilizações Pré-Colombianas
Civilizações Pré-Colombianas
 
1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe 1º ano - Civilização Árabe
1º ano - Civilização Árabe
 
A conquista da América
A conquista da América A conquista da América
A conquista da América
 
Os povos africanos e a origem do mundo
Os povos africanos e a origem do mundoOs povos africanos e a origem do mundo
Os povos africanos e a origem do mundo
 
Capitanias hereditárias
Capitanias hereditáriasCapitanias hereditárias
Capitanias hereditárias
 
1 a chegada do homem na america
1 a chegada do homem na america1 a chegada do homem na america
1 a chegada do homem na america
 
Pré historia 6° ano
Pré historia 6° anoPré historia 6° ano
Pré historia 6° ano
 
Egito e Kush
Egito e KushEgito e Kush
Egito e Kush
 
Colonização da América
Colonização da AméricaColonização da América
Colonização da América
 
Indígenas na américa
Indígenas na américaIndígenas na américa
Indígenas na américa
 
AFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASILAFRICANOS NO BRASIL
AFRICANOS NO BRASIL
 

Destaque

Aula Consciência Negra
Aula Consciência NegraAula Consciência Negra
Aula Consciência Negra
niedila
 
Vai desistir.. pense_bem!
Vai desistir.. pense_bem!Vai desistir.. pense_bem!
Vai desistir.. pense_bem!
Maria Clara Magalhães
 
Povos antigos da africa
Povos antigos da africaPovos antigos da africa
Povos antigos da africa
Fernando Moreira
 
Palestra 20 o negro
Palestra 20 o negroPalestra 20 o negro
Palestra 20 o negro
Jose Ferreira Almeida
 
Civilização africana
Civilização africanaCivilização africana
Civilização africana
Natalia Cristina
 
Dia nacional da consciência negra
Dia nacional da consciência negraDia nacional da consciência negra
Dia nacional da consciência negra
Carlos Thiago
 
Cefet/Coltec Aula 8 Especial: Pronomes
Cefet/Coltec Aula 8  Especial: PronomesCefet/Coltec Aula 8  Especial: Pronomes
Cefet/Coltec Aula 8 Especial: Pronomes
ProfFernandaBraga
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
Ewerton Alves
 
Africanidade
AfricanidadeAfricanidade
Africanidade
Raimunda Rodrigues
 
Beatriz rangel 1001
Beatriz rangel 1001Beatriz rangel 1001
Beatriz rangel 1001
Maria Clara Magalhães
 
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo
Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivoPalavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo
jocelia cristrina cerqueira
 
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
Raphael Lanzillotte
 
A Expansão Portuguesa
A Expansão PortuguesaA Expansão Portuguesa
A Expansão Portuguesa
guestd7ff71
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileira
pratesclaudio
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidades
campacheco
 
Brincadeiras africanas
Brincadeiras africanasBrincadeiras africanas
Brincadeiras africanas
aledalbo
 
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanasBrinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Perseu Silva
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
lucianazanetti
 
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação InfantilIntroduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
ElaineCristiana
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
Estado do RS
 

Destaque (20)

Aula Consciência Negra
Aula Consciência NegraAula Consciência Negra
Aula Consciência Negra
 
Vai desistir.. pense_bem!
Vai desistir.. pense_bem!Vai desistir.. pense_bem!
Vai desistir.. pense_bem!
 
Povos antigos da africa
Povos antigos da africaPovos antigos da africa
Povos antigos da africa
 
Palestra 20 o negro
Palestra 20 o negroPalestra 20 o negro
Palestra 20 o negro
 
Civilização africana
Civilização africanaCivilização africana
Civilização africana
 
Dia nacional da consciência negra
Dia nacional da consciência negraDia nacional da consciência negra
Dia nacional da consciência negra
 
Cefet/Coltec Aula 8 Especial: Pronomes
Cefet/Coltec Aula 8  Especial: PronomesCefet/Coltec Aula 8  Especial: Pronomes
Cefet/Coltec Aula 8 Especial: Pronomes
 
Colocação pronominal
Colocação pronominalColocação pronominal
Colocação pronominal
 
Africanidade
AfricanidadeAfricanidade
Africanidade
 
Beatriz rangel 1001
Beatriz rangel 1001Beatriz rangel 1001
Beatriz rangel 1001
 
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo
Palavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivoPalavras de origem africana  turma 6ª feira- definitivo
Palavras de origem africana turma 6ª feira- definitivo
 
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileiraHistória da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
História da Arte: Arte e cultura africana e afro brasileira
 
A Expansão Portuguesa
A Expansão PortuguesaA Expansão Portuguesa
A Expansão Portuguesa
 
Culinária afro brasileira
Culinária afro brasileiraCulinária afro brasileira
Culinária afro brasileira
 
Projeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidadesProjeto arte e africanidades
Projeto arte e africanidades
 
Brincadeiras africanas
Brincadeiras africanasBrincadeiras africanas
Brincadeiras africanas
 
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanasBrinquedos e brincadeiras de crianças africanas
Brinquedos e brincadeiras de crianças africanas
 
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africanaProjeto Cultura Afro Brasileira e africana
Projeto Cultura Afro Brasileira e africana
 
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação InfantilIntroduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
Introduzindo a Cultura Afro-Brasileira na Educação Infantil
 
Consciencia negra
Consciencia negraConsciencia negra
Consciencia negra
 

Semelhante a Sociedades Africanas Medievais

História da ÁFrica
História da ÁFricaHistória da ÁFrica
História da ÁFrica
Joice Belini
 
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.pptÁfrica - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
GssikaSantama
 
A África e a escravidão - Apresentação.ppt
A África e a escravidão - Apresentação.pptA África e a escravidão - Apresentação.ppt
A África e a escravidão - Apresentação.ppt
THIAGOCORREIADEFREIT
 
A áfrica dos grandes reinos e impérios
A áfrica dos grandes reinos e impériosA áfrica dos grandes reinos e impérios
A áfrica dos grandes reinos e impérios
escola estadual de ensino fundamental e médio pedro poti
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
historiando
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
Nelia Salles Nantes
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
historiando
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
Nelia Salles Nantes
 
Ap cs história- 7° ano - correto
Ap cs   história- 7° ano - corretoAp cs   história- 7° ano - correto
Ap cs história- 7° ano - correto
Giselda morais rodrigues do
 
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
Giselda morais rodrigues do
 
África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)
Nefer19
 
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptxHISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
MairaDeOliveiraPotri
 
India história
India históriaIndia história
India história
Andrea Lemos
 
A África dos grandes reinos e impérios.pptx
A África dos grandes reinos e impérios.pptxA África dos grandes reinos e impérios.pptx
A África dos grandes reinos e impérios.pptx
CsarLGomes
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
historiando
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
historiando
 
A África negra antes dos europeus
A África negra antes dos europeusA África negra antes dos europeus
A África negra antes dos europeus
RATHES SILVA
 
História da África Atlântica
História da África AtlânticaHistória da África Atlântica
História da África Atlântica
Elton Zanoni
 
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamentalslide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
CarolineDeSandiDeHol
 
ÁFrica
ÁFricaÁFrica

Semelhante a Sociedades Africanas Medievais (20)

História da ÁFrica
História da ÁFricaHistória da ÁFrica
História da ÁFrica
 
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.pptÁfrica - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
África - Berço Da Humanidade E Do Conhecimento.ppt
 
A África e a escravidão - Apresentação.ppt
A África e a escravidão - Apresentação.pptA África e a escravidão - Apresentação.ppt
A África e a escravidão - Apresentação.ppt
 
A áfrica dos grandes reinos e impérios
A áfrica dos grandes reinos e impériosA áfrica dos grandes reinos e impérios
A áfrica dos grandes reinos e impérios
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
 
História da áfrica
História da áfricaHistória da áfrica
História da áfrica
 
Ap cs história- 7° ano - correto
Ap cs   história- 7° ano - corretoAp cs   história- 7° ano - correto
Ap cs história- 7° ano - correto
 
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
Fdocumentos.tips povos e-culturas-africanas-malineses-centenas-de-povos-com-c...
 
África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)África Medieval - 7º Ano (2018)
África Medieval - 7º Ano (2018)
 
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptxHISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
HISTÓRIA DA ÁFRICA.pptx
 
India história
India históriaIndia história
India história
 
A África dos grandes reinos e impérios.pptx
A África dos grandes reinos e impérios.pptxA África dos grandes reinos e impérios.pptx
A África dos grandes reinos e impérios.pptx
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
 
Reinos africanos
Reinos africanosReinos africanos
Reinos africanos
 
A África negra antes dos europeus
A África negra antes dos europeusA África negra antes dos europeus
A África negra antes dos europeus
 
História da África Atlântica
História da África AtlânticaHistória da África Atlântica
História da África Atlântica
 
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamentalslide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
slide vídeo aula- história antiga 7ano ensino fundamental
 
ÁFrica
ÁFricaÁFrica
ÁFrica
 

Mais de Jesrayne Nascimento

Teoria da ADM
Teoria da ADMTeoria da ADM
Teoria da ADM
Jesrayne Nascimento
 
O papel do administrador
O papel do administradorO papel do administrador
O papel do administrador
Jesrayne Nascimento
 
Relatorio 2012 visita técnica
Relatorio 2012 visita técnicaRelatorio 2012 visita técnica
Relatorio 2012 visita técnica
Jesrayne Nascimento
 
Regras da ABNT
Regras da ABNTRegras da ABNT
Regras da ABNT
Jesrayne Nascimento
 
Dicas para uma boa apresentação
Dicas para uma boa apresentaçãoDicas para uma boa apresentação
Dicas para uma boa apresentação
Jesrayne Nascimento
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
Jesrayne Nascimento
 
Realismo
RealismoRealismo
A arte no brasil império
A arte no brasil impérioA arte no brasil império
A arte no brasil império
Jesrayne Nascimento
 
Projeto de pesquisa 2013
Projeto de pesquisa 2013Projeto de pesquisa 2013
Projeto de pesquisa 2013
Jesrayne Nascimento
 
Arte comentada, da pré história ao pós-moderno
Arte comentada, da pré história ao pós-modernoArte comentada, da pré história ao pós-moderno
Arte comentada, da pré história ao pós-moderno
Jesrayne Nascimento
 
Word Avançado
Word AvançadoWord Avançado
Word Avançado
Jesrayne Nascimento
 
Apostila mecanica-calor-ondas
Apostila mecanica-calor-ondasApostila mecanica-calor-ondas
Apostila mecanica-calor-ondas
Jesrayne Nascimento
 
Linha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da ArteLinha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da Arte
Jesrayne Nascimento
 
Ecoturismo - TGT
Ecoturismo - TGTEcoturismo - TGT
Ecoturismo - TGT
Jesrayne Nascimento
 
Física - Composicao Movimento
Física - Composicao MovimentoFísica - Composicao Movimento
Física - Composicao Movimento
Jesrayne Nascimento
 
Apostilas concurso banco do brasil português bb
Apostilas concurso banco do brasil   português bbApostilas concurso banco do brasil   português bb
Apostilas concurso banco do brasil português bb
Jesrayne Nascimento
 
Livro linguagens
Livro linguagensLivro linguagens
Livro linguagens
Jesrayne Nascimento
 
Rio de janeiro
Rio de janeiroRio de janeiro
Rio de janeiro
Jesrayne Nascimento
 
Apostila de violão
Apostila de violãoApostila de violão
Apostila de violão
Jesrayne Nascimento
 

Mais de Jesrayne Nascimento (20)

Teoria da ADM
Teoria da ADMTeoria da ADM
Teoria da ADM
 
O papel do administrador
O papel do administradorO papel do administrador
O papel do administrador
 
Objectif Express
Objectif Express Objectif Express
Objectif Express
 
Relatorio 2012 visita técnica
Relatorio 2012 visita técnicaRelatorio 2012 visita técnica
Relatorio 2012 visita técnica
 
Regras da ABNT
Regras da ABNTRegras da ABNT
Regras da ABNT
 
Dicas para uma boa apresentação
Dicas para uma boa apresentaçãoDicas para uma boa apresentação
Dicas para uma boa apresentação
 
O impressionismo
O impressionismoO impressionismo
O impressionismo
 
Realismo
RealismoRealismo
Realismo
 
A arte no brasil império
A arte no brasil impérioA arte no brasil império
A arte no brasil império
 
Projeto de pesquisa 2013
Projeto de pesquisa 2013Projeto de pesquisa 2013
Projeto de pesquisa 2013
 
Arte comentada, da pré história ao pós-moderno
Arte comentada, da pré história ao pós-modernoArte comentada, da pré história ao pós-moderno
Arte comentada, da pré história ao pós-moderno
 
Word Avançado
Word AvançadoWord Avançado
Word Avançado
 
Apostila mecanica-calor-ondas
Apostila mecanica-calor-ondasApostila mecanica-calor-ondas
Apostila mecanica-calor-ondas
 
Linha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da ArteLinha do Tempo - História da Arte
Linha do Tempo - História da Arte
 
Ecoturismo - TGT
Ecoturismo - TGTEcoturismo - TGT
Ecoturismo - TGT
 
Física - Composicao Movimento
Física - Composicao MovimentoFísica - Composicao Movimento
Física - Composicao Movimento
 
Apostilas concurso banco do brasil português bb
Apostilas concurso banco do brasil   português bbApostilas concurso banco do brasil   português bb
Apostilas concurso banco do brasil português bb
 
Livro linguagens
Livro linguagensLivro linguagens
Livro linguagens
 
Rio de janeiro
Rio de janeiroRio de janeiro
Rio de janeiro
 
Apostila de violão
Apostila de violãoApostila de violão
Apostila de violão
 

Último

D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
joseanesouza36
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
ClaudiaMainoth
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
LeticiaRochaCupaiol
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
todorokillmepls
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
SthafaniHussin1
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
KleginaldoPaz2
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Professor Belinaso
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
MarcosPaulo777883
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
lveiga112
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
CarinaSantos916505
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
Manuais Formação
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
AurelianoFerreirades2
 

Último (20)

D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
Educação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideiaEducação  trabalho HQ em sala de aula uma excelente  ideia
Educação trabalho HQ em sala de aula uma excelente ideia
 
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdfJOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
JOGO DA VELHA FESTA JUNINA - ARQUIVO GRATUITO.pdf
 
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
1ª LEI DE OHN, CARACTERISTICAS IMPORTANTES.
 
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdfcronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
cronograma-enem-2024-planejativo-estudos.pdf
 
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptxPP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
PP Slides Lição 11, Betel, Ordenança para exercer a fé, 2Tr24.pptx
 
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdfAULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
AULA-001---AS-CELULAS_5546dad041b949bbb7b1f0fa841a6d1f.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vidakarl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
karl marx biografia resumida com suas obras e história de vida
 
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escolaIntrodução à Sociologia: caça-palavras na escola
Introdução à Sociologia: caça-palavras na escola
 
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptxTreinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
Treinamento NR 38 - CORPO PRINCIPAL da NORMA.pptx
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdfTestes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
Testes + soluções_Mensagens12 )11111.pdf
 
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptxReino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
Reino-Vegetal plantas e demais conceitos .pptx
 
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdfUFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
UFCD_3546_Prevenção e primeiros socorros_geriatria.pdf
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdfA QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
A QUESTÃO ANTROPOLÓGICA: O QUE SOMOS OU QUEM SOMOS.pdf
 

Sociedades Africanas Medievais

  • 1. África: Raízes de uma grande História
  • 2. Berberes: Os nômades do deserto Travessia pelo Saara  Importante papel na integração da África.  Atravessavam o Saara em caravanas, ligando as pessoas que viviam ao norte e ao sul do deserto.  Sua travessia era difícil. Território muito extenso, repleto de pedras e areia.  A princípio, os berberes usavam cavalos, mas a partir do séc. I passam a usar camelos, trazidos da Arábia.  A viagem de uma ponta a outra do deserto durava cerca de 3 meses!
  • 3.
  • 4.  Comércio à base de troca: levavam sal e cobre para trocar por ouro e noz de cola.  O sal era muito valorizado por conservar os alimentos. Em algumas regiões ele valia como ouro!  Com o tempo a variedade de produtos aumentou: escravos, plumas de aves, esmeraldas, animais selvagens, vinho, cerâmica, vidro, tecidos e metais.  Mas... O principal “produto” das trocas eram as IDEIAS! intercâmbio cultural.
  • 5. Os Soninké de Gana: o povo do ouro  Um dos primeiros impérios ao sul do Saara(corresponde atualmente aos territórios de Mali, Mauritânia e Senegal)
  • 6.
  • 7.  No princípio eram aldeias da etnia Soninké, que viviam da agricultura e da criação de animais.  A partir do séc. IV: aldeias se uniram formando um reino. E mais tarde, um império.  Império de Gana: muita extração de ouro!  Viviam da pecuária, agricultura, extração de ouro e do comércio.  Gana era um importante entreposto comercial dos berberes.
  • 8. Império de Gana- sociedade  Os imperadores de Gana eram chamados de ganas ou caia-magas.  Sociedade estratificada: Todos os Soninké pagavam impostos ao caia-maga soldados, funcionários para pecuária e lavradores; os soldados pagavam protegendo o reino. Nobres Homens-livres Servos Escravos
  • 9.
  • 10.
  • 12. A grande mesquita de Jené, no atual Mali, exemplo da arquitetura sudanesa
  • 13. Congo: um grande reino banto
  • 14.  Há milhares de anos a etnia banto vivia entre o rio Nilo e o lago Chade ( hoje Nigéria e Camarões).  Os primeiros bantos viviam da agricultura, caça e metalurgia. Suas armas eram melhores que de povos vizinhos, pois eram de ferro.  Por terem armas melhores, os bantos conseguiram se expandir, espalhando-se por várias regiões da África.
  • 15.  Aos poucos, aldeias do sul do rio Congo foram se agrupando e formando tribos.  Séc. XIV: união das tribos sob uma única liderança ( manicongo)  REINO DO CONGO. • Embora se submetessem ao rei, as aldeias eram autônomas. Seus chefes distribuíam os deveres aos moradores e cobrava impostos, que eram repassados ao manicongo.  Para os moradores do Congo, o manicongo tinha poderes sagrados. Por isso, pagar impostos a ele era uma forma de receber proteção divina
  • 16. O que o manicongo fazia com os impostos?  Uma parte era guardada em celeiros, para ser utilizada em época de seca e má colheita. Outra parte era para sustentar sua guarda. E ainda, uma boa quantia era usada para que o manicongo pudesse ostentar seu poder.
  • 17.  O Reino sobrevivia da agricultura e da pecuária. Em regiões menos férteis praticavam a pesca e a caça.  Cidades: - artesanato ( cerâmicas, escultura em madeira, cestos, tecelagem, ferro); - Comércio : excedente trocado com caravanas de comerciantes que passavam pela região. Trocavam por: marfim, cerâmica, jóias de cobre, etc. * Moedas: Sal e Zimbo ( concha)
  • 19.
  • 20. Nós e a África  Dominação portuguesa no século XVII.  Escravos: trouxeram elementos da cultura africana.
  • 21.
  • 22.
  • 23.
  • 24.
  • 25.
  • 26. Atividade 1 Unidade II 1. Observe o mapa do Slide 16 e faça uma lista dos reinos e impérios africanos. 2. Destaque os aspectos gerais dos Reinos e Impérios africanos medievais (economia, política, sociedade, etc.) 3. Faça uma pesquisa sobre religiões africanas e transcreva para o seu caderno (não incluir religiões afro-brasileiras). 4. Observe as imagens dos Slides 18, 19 e 20 e escreva sobre o que vê.