SlideShare uma empresa Scribd logo
1
Cópia
autorizada.
Unidade 6
Nome: 	 Data: 	
1.	 Observe o mapa e responda às questões.
ILÍRIA
MACEDÔNIA
CALCÍDIA
ÉPIRO
TESSÁLIA
ETÓLIA
ÁTICA
PELOPONESO
FRÍGIA
LÍDIA
JÔNIA
CÁRIA
Troia
Pérgamo
Mitilene
Focea
Chios
Éfeso
Mileto
Rhodes
Camiros
Cnossos
Acrotiris
Delos
Filacopi
Esparta
Argos
Micenas
Atenas
Olímpia
Corinto
Erétria
Tebas
Delfos
IMPÉRIO
PERSA
MAR
JÔNICO
M
A
R
E
G
E
U
CRETA
Samos
Lesbos
A GRÉCIA NO SÉCULO VIII A.C.
140 km
Fonte: Atlas histórico. São Paulo: Encyclopaedia Britannica, 1977. p. 16.
a)	 Quais regiões estão representadas pelas cores rosa, laranja e verde?
b)	O que a linha tracejada representa?
c)	Aponte as consequências da constituição territorial da Grécia antiga na sua economia.
2
Cópia
autorizada.
2.	 Sobre a sociedade cretense, complete as lacunas do texto utilizando as palavras do
quadro. Atenção: algumas palavras poderão ser usadas mais de uma vez.
camponeses  escribas  reis  produtos agrícolas  tributos
Os cretenses controlavam grandes extensões de
terra, onde trabalhavam muitos . Esses trabalhadores
pagavam ao governo com .
Os eram encarregados de registrar os
recolhidos pelo Estado e de arquivar as anotações nos palácios.
3.	 Sobre a expansão colonial grega, organize cronologicamente as sentenças a seguir.
a) 
Foram obtidas novas terras e fundadas novas colônias em outras regiões do mar
Mediterrâneo, chamadas pelos gregos de apoikiai. (  )
b) Por volta dos séculos IX e VIII a.C., a população cresceu rapidamente na Grécia, e as terras
agrícolas passaram a ser insuficientes. (  )
c) As novas colônias forneciam às antigas colônias produtos manufaturados, como tecidos,
vinho, azeite e ânforas, e recebiam delas trigo, ferro, cobre e outros artigos. (  )
d) A constante divisão de terras entre os homens de uma mesma família diminuiu o
tamanho das terras cultiváveis. Em contrapartida, os aristocratas tinham mais terras
que os camponeses pobres, que eram obrigados a trabalhar para aqueles e acabavam
endividados. (  )
4.	 Explique como foi a introdução da democracia na Grécia.
3
Cópia
autorizada.
5.	 No quadro, estão listados alguns grupos da sociedade ateniense.
cidadãos  metecos  escravos
	 Os itens a seguir se referem a quais grupos?
a)	 Estrangeiros que viviam em Atenas. Trabalhavam no comércio, no artesanato e
emprestavam dinheiro a juros. Alguns eram donos de grandes fortunas e outros
trabalhavam em troca de salário. ( )
b)	Prisioneiros de guerra ou filhos de escravos. Trabalhavam nos campos, nas minas e na
produção artesanal. A maior parte deles vivia nas cidades. ( )
c)	 Camada social constituída de homens adultos e livres, filhos de mãe e pai atenienses.
Teoricamente, tanto os ricos como os pobres desse grupo social podiam participar das
atividades políticas em Atenas. ( )
6.	 Marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas.
a)	 Esparta, apoiada pela maior parte das cidades gregas, resolveu frear o crescente poderio
ateniense. (  )
b)	Durante 27 anos (431 a.C. – 404 a.C.), as forças atenienses enfrentaram seus antigos
aliados na chamada Guerra do Peloponeso. Arruinada, Atenas rendeu-se ao domínio de
Esparta. (  )
4
Cópia
autorizada.
c) a derrota de atenas significou também a ruína da democracia. Vitoriosa, Esparta impôs o
regime oligárquico em toda a Grécia. ( )
d) debilitadas pelas guerras e divididas por intensas rivalidades, as cidades gregas foram
vencidas pelos exércitos macedônicos em 338 a.C. ( )
7. Elabore um texto utilizando as palavras do quadro.
alexandre Síria palestina Egito Mesopotâmia
pérsia Índia língua oficial cultura helenística
8. Observe a imagem e responda às questões.
araLdo
dE
LuCa/CorBiS/LatiNStoCK
–
CoLEÇÃo
partiCuLar
Ânfora grega, espécie de vaso de cerâmica. Cerca de 530 a.C.
5
Cópia
autorizada.
a)	 Qual cena é representada na ânfora? Qual foi a importância dessa atividade para a
sociedade ateniense?
b)	Onde eram produzidas as ânforas?
9.	 Leia as sentenças e escreva se elas se referem à educação espartana ou à ateniense.
a)	Após os sete anos de idade, os meninos passavam a viver em quartéis. Lá se dedicavam
ao exercício militar e se habituavam a suportar a dor, a fome e o frio.
( )
b)	As meninas não aprendiam a ler nem a escrever. Até o casamento, que acontecia por volta
dos 15 anos, elas aprendiam os serviços domésticos com as mães.
( )
c)	A partir dos 15 anos, somente os garotos mais ricos frequentavam o ginásio. Na escola
praticavam exercícios físicos e discutiam questões políticas e filosóficas.
( )
6
Cópia
autorizada.
d)	Ao nascer, o menino era encaminhado a um conselho de anciãos para ser examinado. Se
a criança parecesse ter alguma deficiência ou enfermidade, era lançada em um precipício.
( )
10.	 A seguir estão descritas algumas características da mitologia e da religião grega. Qual
sentença não faz parte desse conjunto? Justifique.
a)	 Cada deus representava uma força da natureza, um atributo, uma profissão ou atividade.
b)	 Nas cidades-Estado não se cultuavam deuses e heróis, pois se acreditava que eles não
tinham ligação específica com cada uma dessas unidades.
c)	Os heróis eram, em geral, semideuses (filhos de um deus ou deusa com um mortal) e
capazes de realizar feitos impossíveis para os humanos.
d)	A religião grega era politeísta e não possuía um livro sagrado.
11.	 Apresente algumas características dos seguintes segmentos da arte grega:
a) Arquitetura.
7
Cópia
autorizada.
b) Pintura.
c) Teatro.
d) Poesia.
12.	 A quais filósofos gregos as sentenças se referem?
a)	 Fundou uma Academia na qual alunos vindos de toda a Grécia e de regiões vizinhas
passavam o tempo estudando e discutindo ideias.
8
Cópia
autorizada.
b) afirmava ser um ignorante e defendia que o ser humano só conheceria a verdade de todas
as coisas se admitisse que nada sabia. por isso, interrogava as pessoas sobre o seu
conhecimento, levando-as a questionar o que antes tinham como verdade.
13. Analise as duas esculturas gregas a seguir.
NiMataLLah/aKG-iMaGES/LatiNStoCK
–
MuSEu
da
aCrópoLE,
atENaS
1
EriCh
LESSiNG/aLBuM/LatiNStoCK
–
MuSEu
do
LouVrE,
pariS
2
1. Korai, escultura em mármore, cerca de 530 a.C. Museu da acrópole, atenas.
2. Vênus de Milo, escultura em mármore do século ii a.C. Museu do Louvre, paris.
agora, aponte uma semelhança e uma diferença entre as esculturas.
9
Cópia
autorizada.
14.	 Leia a prece de Sócrates a seguir e responda às questões.
Divino Pã — e vós deuses outros destas paragens! Dai-me a beleza da alma, a beleza
interior e fazei com que o meu exterior se harmonize com essa beleza espiritual. Que o
sábio me pareça sempre rico; que eu tenha tanta riqueza quanto um homem sensato
possa suportar e empregar.
Prece de Sócrates. In: PLATÃO. Fedro: texto integral. São Paulo: Martin Claret, 2003. p. 125.
a) Quais aspectos da beleza são mencionados por Sócrates?
b) O que está relacionado à beleza exterior?
c) O que seria a riqueza de um homem?
15.	 Observe a imagem e responda às questões.
Terry
Schmitt/UPI
Photo/Other
Images
A atleta brasileira Maurren Higa Maggi disputa a final da prova de salto em distância durante campeonato
mundial de esporte realizado em Pequim, 2008.
10
Cópia
autorizada.
a) A legenda trata de qual campeonato mundial de esportes?
b) Qual é a origem desse campeonato mundial?
c) Quem participava desses campeonatos no passado? E atualmente?

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 6ano sugestão avaliacao

Avaliação neja 1º bim
Avaliação neja 1º bimAvaliação neja 1º bim
Avaliação neja 1º bim
Acrópole - História & Educação
 
Avaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestreAvaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestre
Juciene Oliveira
 
Teste quinta série terceiro bimestre
Teste quinta série terceiro bimestreTeste quinta série terceiro bimestre
Teste quinta série terceiro bimestre
marinathebaldi
 
GréCia
GréCiaGréCia
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
Jerry Guimarães
 
Seleção de questões
Seleção de questõesSeleção de questões
Seleção de questões
Alex Sandro
 
3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito
Kerol Brombal
 
Antiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - HistóriaAntiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - História
migueldrj
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
Cristiane Pantoja
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
PAULO APARECIDO DOS SANTOS
 
Revisão hist. 1º ano
Revisão hist. 1º anoRevisão hist. 1º ano
Revisão hist. 1º ano
eunamahcado
 
3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia
Kerol Brombal
 
Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
Profdaltonjunior
 
A GréCia
A GréCiaA GréCia
A civilização grega
A civilização gregaA civilização grega
A civilização grega
Eduardo Mariño Rial
 
Varias fichas-de-trabalho-de-historia
Varias fichas-de-trabalho-de-historiaVarias fichas-de-trabalho-de-historia
Varias fichas-de-trabalho-de-historia
Drª Conceição Figueiredo
 
Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docx
Diego Rocha
 
Os Gregos No SéCulo V
Os Gregos No SéCulo VOs Gregos No SéCulo V
Os Gregos No SéCulo V
Sílvia Mendonça
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia
Maria Gomes
 
03-Egito.ppt.pdf
03-Egito.ppt.pdf03-Egito.ppt.pdf
03-Egito.ppt.pdf
ProfNILO
 

Semelhante a 6ano sugestão avaliacao (20)

Avaliação neja 1º bim
Avaliação neja 1º bimAvaliação neja 1º bim
Avaliação neja 1º bim
 
Avaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestreAvaliação história l.fora iv bimestre
Avaliação história l.fora iv bimestre
 
Teste quinta série terceiro bimestre
Teste quinta série terceiro bimestreTeste quinta série terceiro bimestre
Teste quinta série terceiro bimestre
 
GréCia
GréCiaGréCia
GréCia
 
A cultura grega
A cultura gregaA cultura grega
A cultura grega
 
Seleção de questões
Seleção de questõesSeleção de questões
Seleção de questões
 
3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito3 grecia.gabarito
3 grecia.gabarito
 
Antiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - HistóriaAntiguidade Clássica - História
Antiguidade Clássica - História
 
1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega1 simulado geral antiguidade grega
1 simulado geral antiguidade grega
 
Atividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antigaAtividades discursivas grécia antiga
Atividades discursivas grécia antiga
 
Revisão hist. 1º ano
Revisão hist. 1º anoRevisão hist. 1º ano
Revisão hist. 1º ano
 
3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia3˚ano: exercícios Grécia
3˚ano: exercícios Grécia
 
Mundo greco romano
Mundo greco romanoMundo greco romano
Mundo greco romano
 
A GréCia
A GréCiaA GréCia
A GréCia
 
A civilização grega
A civilização gregaA civilização grega
A civilização grega
 
Varias fichas-de-trabalho-de-historia
Varias fichas-de-trabalho-de-historiaVarias fichas-de-trabalho-de-historia
Varias fichas-de-trabalho-de-historia
 
Questões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docxQuestões simulado 2 bimestre.docx
Questões simulado 2 bimestre.docx
 
Os Gregos No SéCulo V
Os Gregos No SéCulo VOs Gregos No SéCulo V
Os Gregos No SéCulo V
 
Democracia
DemocraciaDemocracia
Democracia
 
03-Egito.ppt.pdf
03-Egito.ppt.pdf03-Egito.ppt.pdf
03-Egito.ppt.pdf
 

Mais de Nivea Neves

6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
Nivea Neves
 
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materiasExercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
Nivea Neves
 
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf vulção magma
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf  vulção magma1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf  vulção magma
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf vulção magma
Nivea Neves
 
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisicoRR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
Nivea Neves
 
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdfSSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
Nivea Neves
 
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotalPORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
Nivea Neves
 
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovasculara_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
Nivea Neves
 
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdfatividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
Nivea Neves
 
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
Nivea Neves
 
4ºANO.pdf
4ºANO.pdf4ºANO.pdf
4ºANO.pdf
Nivea Neves
 
7 ano port 4.docx.pdf
7 ano port 4.docx.pdf7 ano port 4.docx.pdf
7 ano port 4.docx.pdf
Nivea Neves
 
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
Nivea Neves
 
7 ano port 3.docx.pdf
7 ano port 3.docx.pdf7 ano port 3.docx.pdf
7 ano port 3.docx.pdf
Nivea Neves
 
7 ano port 2.docx.pdf
7 ano port 2.docx.pdf7 ano port 2.docx.pdf
7 ano port 2.docx.pdf
Nivea Neves
 
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
Nivea Neves
 
4o-ano-16a-SEMANA.pdf
4o-ano-16a-SEMANA.pdf4o-ano-16a-SEMANA.pdf
4o-ano-16a-SEMANA.pdf
Nivea Neves
 
7 ano port 5.docx.pdf
7 ano port 5.docx.pdf7 ano port 5.docx.pdf
7 ano port 5.docx.pdf
Nivea Neves
 
4º ano.pdf
4º ano.pdf4º ano.pdf
4º ano.pdf
Nivea Neves
 
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
Nivea Neves
 
5th-grade-verb-to-be.pdf
5th-grade-verb-to-be.pdf5th-grade-verb-to-be.pdf
5th-grade-verb-to-be.pdf
Nivea Neves
 

Mais de Nivea Neves (20)

6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
6-ano-apnps-periodo-09-a-20-de-agosto-de-2021_rem.pdf
 
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materiasExercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
Exercícios-2-Ciências-6°ano.pdf estado fisicos da materias
 
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf vulção magma
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf  vulção magma1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf  vulção magma
1848192_CIENCIAS__ETAPA_07.pdf vulção magma
 
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisicoRR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
RR-Ciências-6°-ano.pdf ciclo da agua e estado fisico
 
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdfSSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
SSE_BQ_Lingua_Portuguesa_5A_SgramaticaR.pdf
 
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotalPORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
PORTUGUÊS 6 ANO.pdf digrafo, encontro consonotal
 
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovasculara_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
a_49_1_8_08102020112004.docx sistema cardiovascular
 
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdfatividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
atividade._ciencias_8o_ano.sistema cardiovascularpdf
 
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
5 Ano - Aluno - História e Geografia.pdf
 
4ºANO.pdf
4ºANO.pdf4ºANO.pdf
4ºANO.pdf
 
7 ano port 4.docx.pdf
7 ano port 4.docx.pdf7 ano port 4.docx.pdf
7 ano port 4.docx.pdf
 
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
4º_ANO_-_SEMANA_DE_31-05_A_04-06.pdf
 
7 ano port 3.docx.pdf
7 ano port 3.docx.pdf7 ano port 3.docx.pdf
7 ano port 3.docx.pdf
 
7 ano port 2.docx.pdf
7 ano port 2.docx.pdf7 ano port 2.docx.pdf
7 ano port 2.docx.pdf
 
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
5-Capitulo_IV-6o-Ano-GABARITO2.pdf
 
4o-ano-16a-SEMANA.pdf
4o-ano-16a-SEMANA.pdf4o-ano-16a-SEMANA.pdf
4o-ano-16a-SEMANA.pdf
 
7 ano port 5.docx.pdf
7 ano port 5.docx.pdf7 ano port 5.docx.pdf
7 ano port 5.docx.pdf
 
4º ano.pdf
4º ano.pdf4º ano.pdf
4º ano.pdf
 
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
6º_ano_-_2tri_-_OE_-_RECV________.pdf
 
5th-grade-verb-to-be.pdf
5th-grade-verb-to-be.pdf5th-grade-verb-to-be.pdf
5th-grade-verb-to-be.pdf
 

Último

Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
Manuais Formação
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
ArapiracaNoticiasFat
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Falcão Brasil
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Luzia Gabriele
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Falcão Brasil
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptxSlides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
Slides Lição 4, CPAD, O Encontro de Rute com Boaz, 3Tr24.pptx
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
UFCD_7224_Prevenção de acidentes em contexto domiciliário e institucional_índ...
 
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
VIAGEM AO PASSADO -
VIAGEM AO PASSADO                        -VIAGEM AO PASSADO                        -
VIAGEM AO PASSADO -
 
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIALA GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
A GEOPOLÍTICA ATUAL E A INTEGRAÇÃO ECONÔMICA E SOCIAL
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdfIntendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
Intendência da Aeronáutica. Somos um, sou você Intendência!.pdf
 
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsxQue Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
Que Pena Amor! Eugénio de Sá - Soneto.ppsx
 
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
Endereços — Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia - ...
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 

6ano sugestão avaliacao

  • 1. 1 Cópia autorizada. Unidade 6 Nome: Data: 1. Observe o mapa e responda às questões. ILÍRIA MACEDÔNIA CALCÍDIA ÉPIRO TESSÁLIA ETÓLIA ÁTICA PELOPONESO FRÍGIA LÍDIA JÔNIA CÁRIA Troia Pérgamo Mitilene Focea Chios Éfeso Mileto Rhodes Camiros Cnossos Acrotiris Delos Filacopi Esparta Argos Micenas Atenas Olímpia Corinto Erétria Tebas Delfos IMPÉRIO PERSA MAR JÔNICO M A R E G E U CRETA Samos Lesbos A GRÉCIA NO SÉCULO VIII A.C. 140 km Fonte: Atlas histórico. São Paulo: Encyclopaedia Britannica, 1977. p. 16. a) Quais regiões estão representadas pelas cores rosa, laranja e verde? b) O que a linha tracejada representa? c) Aponte as consequências da constituição territorial da Grécia antiga na sua economia.
  • 2. 2 Cópia autorizada. 2. Sobre a sociedade cretense, complete as lacunas do texto utilizando as palavras do quadro. Atenção: algumas palavras poderão ser usadas mais de uma vez. camponeses  escribas  reis  produtos agrícolas  tributos Os cretenses controlavam grandes extensões de terra, onde trabalhavam muitos . Esses trabalhadores pagavam ao governo com . Os eram encarregados de registrar os recolhidos pelo Estado e de arquivar as anotações nos palácios. 3. Sobre a expansão colonial grega, organize cronologicamente as sentenças a seguir. a) Foram obtidas novas terras e fundadas novas colônias em outras regiões do mar Mediterrâneo, chamadas pelos gregos de apoikiai. (  ) b) Por volta dos séculos IX e VIII a.C., a população cresceu rapidamente na Grécia, e as terras agrícolas passaram a ser insuficientes. (  ) c) As novas colônias forneciam às antigas colônias produtos manufaturados, como tecidos, vinho, azeite e ânforas, e recebiam delas trigo, ferro, cobre e outros artigos. (  ) d) A constante divisão de terras entre os homens de uma mesma família diminuiu o tamanho das terras cultiváveis. Em contrapartida, os aristocratas tinham mais terras que os camponeses pobres, que eram obrigados a trabalhar para aqueles e acabavam endividados. (  ) 4. Explique como foi a introdução da democracia na Grécia.
  • 3. 3 Cópia autorizada. 5. No quadro, estão listados alguns grupos da sociedade ateniense. cidadãos  metecos  escravos Os itens a seguir se referem a quais grupos? a) Estrangeiros que viviam em Atenas. Trabalhavam no comércio, no artesanato e emprestavam dinheiro a juros. Alguns eram donos de grandes fortunas e outros trabalhavam em troca de salário. ( ) b) Prisioneiros de guerra ou filhos de escravos. Trabalhavam nos campos, nas minas e na produção artesanal. A maior parte deles vivia nas cidades. ( ) c) Camada social constituída de homens adultos e livres, filhos de mãe e pai atenienses. Teoricamente, tanto os ricos como os pobres desse grupo social podiam participar das atividades políticas em Atenas. ( ) 6. Marque V nas alternativas verdadeiras e F nas falsas. a) Esparta, apoiada pela maior parte das cidades gregas, resolveu frear o crescente poderio ateniense. (  ) b) Durante 27 anos (431 a.C. – 404 a.C.), as forças atenienses enfrentaram seus antigos aliados na chamada Guerra do Peloponeso. Arruinada, Atenas rendeu-se ao domínio de Esparta. (  )
  • 4. 4 Cópia autorizada. c) a derrota de atenas significou também a ruína da democracia. Vitoriosa, Esparta impôs o regime oligárquico em toda a Grécia. ( ) d) debilitadas pelas guerras e divididas por intensas rivalidades, as cidades gregas foram vencidas pelos exércitos macedônicos em 338 a.C. ( ) 7. Elabore um texto utilizando as palavras do quadro. alexandre Síria palestina Egito Mesopotâmia pérsia Índia língua oficial cultura helenística 8. Observe a imagem e responda às questões. araLdo dE LuCa/CorBiS/LatiNStoCK – CoLEÇÃo partiCuLar Ânfora grega, espécie de vaso de cerâmica. Cerca de 530 a.C.
  • 5. 5 Cópia autorizada. a) Qual cena é representada na ânfora? Qual foi a importância dessa atividade para a sociedade ateniense? b) Onde eram produzidas as ânforas? 9. Leia as sentenças e escreva se elas se referem à educação espartana ou à ateniense. a) Após os sete anos de idade, os meninos passavam a viver em quartéis. Lá se dedicavam ao exercício militar e se habituavam a suportar a dor, a fome e o frio. ( ) b) As meninas não aprendiam a ler nem a escrever. Até o casamento, que acontecia por volta dos 15 anos, elas aprendiam os serviços domésticos com as mães. ( ) c) A partir dos 15 anos, somente os garotos mais ricos frequentavam o ginásio. Na escola praticavam exercícios físicos e discutiam questões políticas e filosóficas. ( )
  • 6. 6 Cópia autorizada. d) Ao nascer, o menino era encaminhado a um conselho de anciãos para ser examinado. Se a criança parecesse ter alguma deficiência ou enfermidade, era lançada em um precipício. ( ) 10. A seguir estão descritas algumas características da mitologia e da religião grega. Qual sentença não faz parte desse conjunto? Justifique. a) Cada deus representava uma força da natureza, um atributo, uma profissão ou atividade. b) Nas cidades-Estado não se cultuavam deuses e heróis, pois se acreditava que eles não tinham ligação específica com cada uma dessas unidades. c) Os heróis eram, em geral, semideuses (filhos de um deus ou deusa com um mortal) e capazes de realizar feitos impossíveis para os humanos. d) A religião grega era politeísta e não possuía um livro sagrado. 11. Apresente algumas características dos seguintes segmentos da arte grega: a) Arquitetura.
  • 7. 7 Cópia autorizada. b) Pintura. c) Teatro. d) Poesia. 12. A quais filósofos gregos as sentenças se referem? a) Fundou uma Academia na qual alunos vindos de toda a Grécia e de regiões vizinhas passavam o tempo estudando e discutindo ideias.
  • 8. 8 Cópia autorizada. b) afirmava ser um ignorante e defendia que o ser humano só conheceria a verdade de todas as coisas se admitisse que nada sabia. por isso, interrogava as pessoas sobre o seu conhecimento, levando-as a questionar o que antes tinham como verdade. 13. Analise as duas esculturas gregas a seguir. NiMataLLah/aKG-iMaGES/LatiNStoCK – MuSEu da aCrópoLE, atENaS 1 EriCh LESSiNG/aLBuM/LatiNStoCK – MuSEu do LouVrE, pariS 2 1. Korai, escultura em mármore, cerca de 530 a.C. Museu da acrópole, atenas. 2. Vênus de Milo, escultura em mármore do século ii a.C. Museu do Louvre, paris. agora, aponte uma semelhança e uma diferença entre as esculturas.
  • 9. 9 Cópia autorizada. 14. Leia a prece de Sócrates a seguir e responda às questões. Divino Pã — e vós deuses outros destas paragens! Dai-me a beleza da alma, a beleza interior e fazei com que o meu exterior se harmonize com essa beleza espiritual. Que o sábio me pareça sempre rico; que eu tenha tanta riqueza quanto um homem sensato possa suportar e empregar. Prece de Sócrates. In: PLATÃO. Fedro: texto integral. São Paulo: Martin Claret, 2003. p. 125. a) Quais aspectos da beleza são mencionados por Sócrates? b) O que está relacionado à beleza exterior? c) O que seria a riqueza de um homem? 15. Observe a imagem e responda às questões. Terry Schmitt/UPI Photo/Other Images A atleta brasileira Maurren Higa Maggi disputa a final da prova de salto em distância durante campeonato mundial de esporte realizado em Pequim, 2008.
  • 10. 10 Cópia autorizada. a) A legenda trata de qual campeonato mundial de esportes? b) Qual é a origem desse campeonato mundial? c) Quem participava desses campeonatos no passado? E atualmente?