SlideShare uma empresa Scribd logo
AGRISSÊNIOR
NOTICIAS
Pasquim informativo e virtual.
Opiniões, humor e mensagens
EDITORES: Luiz Ferreira da Silva
(luizferreira1937@gmail.com) e
Jefferson Dias (jeffcdiass@gmail.com)
Edição 514 – ANO XI Nº 27– 10 de março de 2015
COMO EVITAR A CATÁSTROFE DE UMA GUERRA CIVIL NO BRASIL
Fernando Alcoforado
(http://Fernando.alcoforado.zip.net)
O Brasil, como organização econômica, social
e política, está em desintegração. Os sinais
de desintegração são evidentes em todas as
partes do País. O modelo econômico
neoliberal em vigor há 24 anos mostra claros
sinais de esgotamento porque o Brasil
apresenta declínio no crescimento econômico
com tendência à estagflação, aumento das
taxas de inflação, elevadíssima carga
tributária, endividamento público crescente,
precariedade da infraestrutura de transporte e
energia, falência dos serviços públicos de
educação e saúde, desindustrialização,
gargalo logístico e queda vertiginosa na
balança comercial. Além disso, todo o sistema
político e administrativo do País está
contaminado pela corrupção e a máquina
administrativa do Estado é ineficiente e
ineficaz. Todos estes sinais negativos tendem
a aprofundar em 2015 a crise econômica
brasileira alimentando a emergência de
colapso do sistema econômico, político e
social nacional.
É sabido que o nível de bem estar desfrutado
pela população de um país determina o índice
de governabilidade existente em um dado
momento. Em outras palavras, quanto maior é
o estado de bem estar social maior é a
estabilidade política de um país. Por isso,
para poder governar, todo governo deve
buscar a melhoria do bem estar material da
população. E, para melhorá-lo, o governo
precisa promover o desenvolvimento
econômico para gerar emprego e a
distribuição da renda. A estagnação
econômica que tende a se agravar no Brasil,
além de elevar o desemprego e afetar
negativamente a distribuição da renda, pode
reduzir as receitas do Estado e exigir cortes
no orçamento do governo brasileiro como já
está ocorrendo. Com os cortes no orçamento,
o governo Dilma Rousseff fica impossibilitado
de realizar investimentos em benefício da
população para elevar o seu nível de bem
estar social.
A incapacidade do governo brasileiro e das
instituições políticas em geral de oferecer
respostas eficazes para superação da crise
econômica em que se debate a nação brasileira
e debelar a corrupção desenfreada em todos os
poderes da República na atualidade tende a
contribuir para o aumento da violência política no
Brasil. Sem a solução desses problemas, o País
poderá ficar convulsionado como aconteceu na
década de 1960 do século XX quando setores
da extrema-direita arquitetaram o golpe de
estado que derrubou o presidente João Goulart.
O caos poderá se instalar novamente no Brasil
com o incremento das manifestações da
população, a volta dos adeptos dos “Black Blocs”
às ruas e a presença das milícias petistas para
combater seus opositores defendida
irresponsavelmente pelo ex-presidente Lula em
discurso recente na ABI quando declarou guerra
contra seus oponentes políticos. As
manifestações programadas para 15 de março
contra o governo Dilma Rousseff pode ser o
início da escalada da violência política no Brasil
se as milícias petistas tentarem abafa-las com
violência.
Da mesma forma que as SA (milícias
nazistas) e grupos paramilitares comunistas
surgiram e se confrontaram com extrema
violência na Alemanha durante a República
de Weimar após a 1ª Guerra Mundial, o
mesmo pode acontecer no Brasil no momento
atual. Além dos “Black Blocs” que, para
alguns se trata de fascistas e para outros de
anarquistas, poderemos ter na manifestação
da população em 15 de março contra o
governo Dilma Rousseff a presença de
milícias petistas, denominadas por Lula na
ABI como o “exército” de Stédile, líder do
MST, para combater seus inimigos políticos
com o uso da violência nos moldes das
milícias chavistas que estão aterrorizando a
Venezuela. A violência que venha a ser
praticada pelos “Black Blocs” e pelas milícias
petistas na manifestação de 15 de março
próximo poderia criar um ambiente de
convulsão social que ofereceria a justificativa
necessária para que seja patrocinado um
novo golpe de estado no Brasil visando a
manutenção da ordem política, econômica e
social.
O sociólogo alemão Ralf Dahrendorf, que
acompanhou os terríveis anos nazistas de
Berlim, escreveu em 1985 um livro chamado
A Lei e a Ordem (Editora Instituto Liberal,
1997), quando afirmou que a anarquia,
definida como ausência generalizada de
respeito às normas sociais, costuma
anteceder aos regimes totalitários. No estado
de anarquia, as normas reguladoras do
comportamento das pessoas perdem sua
validade. As violações de normas
simplesmente não são mais punidas como
ocorre hoje no Brasil. Neste contexto, todas
as sanções parecem ter desaparecido. O
“contrato social”, entendido aqui como normas
aceitas e mantidas através de sanções
impostas pelas autoridades competentes, é
rasgado, restando o vácuo em seu
lugar. Tudo passa a ser visto como permitido,
já que nada mais parece ser punido.
Não há como dissociar esta situação descrita
por Dahrendorf do grave momento atual do
Brasil onde a impunidade é crescente e os
valores básicos da civilização estão
completamente enfraquecidos. Sabe-se que,
no Brasil, apenas 10% dos crimes praticados
são elucidados. Políticos cometem crimes à
luz do dia, nada acontece, e os próprios
eleitores ainda votam neles novamente.
Condenados do “Mensalão”, por exemplo, vão
à prisão, mas logo depois são libertados. A
crença de que as leis não funcionam mais é
generalizada no Brasil. O Brasil já está
vivenciando, infelizmente, a anarquia descrita
por Ralf Dahrendorf. Algo precisa ser feito
urgentemente, porque vivemos uma crise
econômica e uma crise de valores morais com
a falência das instituições necessárias para a
manutenção da lei e da ordem que estão a
exigir uma reforma do Estado e uma reforma
política radical.
A continuidade da situação vivida atualmente
pelo Brasil no âmbito do Estado e da
Sociedade Civil é insustentável abrindo
caminho para um tempo de catástrofe no
País. A crise que atinge a economia brasileira
que ameaça levá-la ao colapso soma-se à
crise hídrica que atinge, sobretudo São Paulo,
Minas Gerais e Rio de Janeiro e a crise do
setor elétrico com a ameaça de “apagões”
tende a produzir tensões sociais e
radicalização política irresistíveis. Quatro
futuros alternativos podem resultar no Brasil
com a evolução da crise econômica, social e
político-institucional: 1) o impeachment de
Dilma Rousseff com a comprovação de seu
envolvimento na corrupção da Petrobras; 2) a
renúncia de Dilma Rousseff diante da rejeição
nacional pela sua permanência no poder e
sua substituição pelo vice-presidente Michel
Temer; 3) a renúncia conjunta de Dilma
Rousseff e Michel Temer e a formação de um
governo provisório de união nacional que teria
a incumbência de convocar uma nova
Assembleia Constituinte e, após esta, novas
eleições gerais no País; e, 4) a deposição dos
atuais detentores do poder pelas Forças
Armadas para ordenar a vida nacional
convulsionada.
Os 3 primeiros caminhos só ocorrerão se
tornar irresistível o movimento de massas
pela remoção de Dilma Rousseff e seus
aliados do poder. O quarto caminho ocorrerá
inevitavelmente se nenhum dos 3 primeiros
caminhos não se viabilizar e a convulsão
social se estabelecer no Brasil. Percebe-se,
pelo exposto, que vivemos momentos
decisivos na história do Brasil. O povo
brasileiro precisa se posicionar para evitar o
futuro que representa a continuidade de Dilma
Rousseff e seus aliados no poder porque
representaria a completa desorganização do
País e a bancarrota da economia brasileira e
também para evitar que uma intervenção
militar conduza o País à uma ditadura de
consequências imprevisíveis. O futuro
alternativo 3 acima descrito representaria o
melhor caminho a ser trilhado com a formação
de um governo provisório de união nacional
que teria a incumbência de convocar uma
nova Assembleia Constituinte para reordenar
a vida nacional após a qual seriam realizadas
novas eleições gerais no País. Este seria o
caminho para evitar uma luta fratricida ou uma
guerra civil no Brasil.
OBRA DA TRANSPOSIÇÃO EMITE TRABALHADORES EM SALGUEIRO
DO JC ON LINE
Cerca de 2,5 mil trabalhadores foram
demitidos pela construtora Mendes Júnior nas
obras localizadas em Salgueiro da
Transposição do Rio São Francisco, segundo
empresários do setor da construção civil. A
empresa é uma das acusadas de
envolvimento na Operação Lava Jato que
apura irregularidades na Petrobras (ver
matéria acima). As obras da transposição
estão desacelerando devido à dificuldade de
caixa do governo federal e também porque
algumas empresas envolvidas no esquema de
corrupção estariam com dificuldades no seu
fluxo financeiro pelo não recebimento de
alguns serviços prestados à Petrobras.
A transposição consiste na construção de dois
grandes canais: o Eixo Norte e o Eixo Leste
que vão levar a água do Velho Chico para os
Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio
Grande do Norte e Ceará. “Desde janeiro, que
o coordenador do Eixo Norte disse que estava
tudo parado e não havia data programada
para a volta das obras.
Nesse primeiro momento, o impacto é mais
psicológico. A cidade ainda não sentiu muito,
porque as pessoas estão entrando no seguro
desemprego. Se as obras não forem
retomadas dentro de quatro a cinco meses,
vamos sentir falta desses empregos”, conta o
prefeito de Salgueiro, Marcones Libório de Sá
(PSB). O Eixo Norte começa em Cabrobó e
vai pelo menos até um pouco depois do
município de Jati, no Ceará
A Mendes Júnior é responsável pelo lote 8 da
transposição. Esse trecho apresenta 86,9%
de execução física sendo composto pela
construção das três estações de
bombeamento do Eixo Norte, localizadas
entre os municípios pernambucanos de
Cabrobó e Salgueiro. Segundo a assessoria
de imprensa do Ministério da Integração
Nacional, não há pagamentos em atraso e o
cronograma segue o fluxo normal com todas
as faturas apresentadas quitadas até o
presente momento. Ainda de acordo com o
ministério, o projeto tem 70,7% de execução e
deve ser concluído em 2016 e as obras da
transposição não estão paralisadas.
A reportagem do JC entrou em contato com o
escritório da Mendes Júnior no Recife, que
forneceu um telefone no qual ninguém
atendia. Também enviou um e-mail a
empresa, o qual ficou sem resposta até o
fechamento desta edição. (Enviada por João
Suassuna)
BRASIL, ONTEM E HOJE!
Luiz Ferreira da Silva
Sou do tempo do Grupo Escolar
Professoras competentes e alunos educados
O Governo investia na educação
Os meninos pobres eram recompensados
Sou do tempo do cantar os Hinos
Mão no peito, contrito e perfilado.
Com emoção aprendendo a amar a Pátria
Sabendo de cor e salteado
Sou do tempo do respeito aos mestres e mais
velhos
Também dos símbolos do país, como a nossa
Bandeira.
A reverência ao nosso Presidente como uma
figura de valor
E dos nossos pais, a palavra derradeira.
Sou do tempo em que crescíamos
respeitando os ciclos da vida
A natureza em primeiro lugar, o valor do chão
produtivo.
A floresta, os animais e a água límpida
correndo nos leitos.
Alimentos naturais sem nenhum aditivo
Sou do tempo de cada qual no seu tempo
Infância e adolescência eram degraus da
formação de todos
Ninguém queimava etapas e se crescia
usufruindo destas fases da vida
Hoje, futuro comprometido pelos novos
modos.
Sou do tempo em que se dava valor ao
caráter e a palavra empenhada
Mentir era uma falta grave e punição severa
Vieram os políticos com suas malandragens e
falta de compostura
Ficou difícil ser homem de bem e a
honestidade virou uma quimera.
E o que aconteceu? O esperado e a coisas
vão piorar
A bandalheira e a corrupção são germens
extensivos
Não há respeito aos homens que nos
governam e nem eles merecem
Como proceder? Lutar ou ser compreensivos?
A passividade é a covardia dos conformados
E lutar não é bater, apedrejar e nem protestar
nos bares.
É ir para as ruas reivindicar direitos e
defender a decência pública
No momento presente não há outra saída que
não se juntar aos pares!
A oportunidade é chegada e ninguém aguenta
mais
Inflação disparada, custo de vida alto,
governo inepto e só classe política contente.
Perda de poder de compra, serviços caóticos,
sangria do nosso dinheiro suado.
DIA 15 DE MARÇO, VEM AÍ GENTE!
CORRA E OLHE O CÉU
Cartola
Linda!
Te sinto mais bela
E fico na espera
Me sinto tão só
Mas!
O tempo que passa
Em dor maior
Bem maior...
Linda!
No que se apresenta
O triste se ausenta
Fez-se a alegria
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia
Aaai!
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia...
Linda!
Te sinto mais bela
Te fico na espera
Me sinto tão só
Mas!
O tempo que passa
Em dor maior
Bem maior...
Linda!
No que se apresenta
O triste se ausenta
Fez-se a alegria
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia
Aaai!
Corra e olhe o céu
Que o sol vem trazer
Bom dia...
SOMOS VENCEDORES!
Postado por Beth Michepud
As oportunidades da vida são como as brisas
nas noites quentes de verão, elas vêm e vão e
precisamos aproveitar cada minuto da presença
delas e nos prepararmos para o depois.
E quantas vezes elas chegam, vemos, somos
conscientes, mas não fazemos nada.
Duvidamos, simplesmente, de nós.
São nossas barreiras emocionais, a
insegurança, o medo, a falta de fé, que
paralisam nossas pernas.
Mas Deus jamais nos diz para atravessar sem
que Ele nos forneça os meios para chegar do
outro lado.
Se não vamos, é porque confiamos demais
nesse nosso lado humano e de menos na
nossa parte que mais se parece com Deus,
nosso lado espiritual.
A guerra que se estabelece na nossa cabeça nos
momentos de escolha é muito comum e todo mundo
passa por isso, sem exceção.
Há um lado que nos impede de ir em frente e o outro
que nos enche de dúvidas. “E se?” “E se não der
certo?” “E se eu não for capaz?” “E se não for isso?”
As desculpas que nós achamos para nos fazer
desanimar são quase sempre mais evidentes e,
não raro, muitos se apegam a elas e param no
meio do caminho, ou seguem outra direção.
É nosso bom relacionamento com Deus, que
habita em nós, que faz a diferença. Como no
amor ou amizade, onde quanto mais próximos
estamos de uma pessoa, mais acreditamos
nela, mais confiamos.
Quando as oportunidades baterem à sua
porta, antes de dizer não com um monte de
desculpas que nem mesmo você acredita,
olhe para o alto. Se uma “vozinha” responder
dentro do seu coração e sua alma se encher
de paz, é que você fez a boa escolha. Vá,
então, em frente!
Não espere ver todas as soluções de uma vez
só, as flores nascem cada uma no seu tempo
e há frutos para todas as estações.
Sua força divina vai plantar flores no seu
caminho, vai te dar coragem, vai te motivar e
te empurrar quando for preciso.
Não existe a promessa de um caminho sem
dificuldades, um mundo sem aflições, mas
existe o bom ânimo… que nos guia e
fortalece.
Sinceramente, não vejo razão para que não
atravessemos a vida como grandes
vencedores.
Um Salve à Vida!!!
Beth Michepud
A PIADA DA SEMANA
Atendendo a uma prescrição médica, como
parte de um check-up, um velho nos seus 85
anos precisou fazer um exame de contagem de
esperma. O doutor deu a ele um potinho e disse:
“Leve isso para casa e me traga de volta
amanhã, com uma amostra de esperma.”
No dia seguinte, o velho voltou ao consultório e
devolveu-lhe o pote, que estava limpo e vazio
como no dia anterior. O médico perguntou o que
aconteceu e o velho explicou:
“Bem, doutor, foi o seguinte… primeiro, eu
tentei com a mão direita, e nada. Depois,
tentei com a mão esquerda, e nada ainda.
Daí, eu pedi ajuda à minha mulher. Ela tentou
com a mão direita, com a esquerda, e nada.
Tentou com a boca – primeiro com os dentes, e
depois, sem eles, e nada. Nós chegamos a
chamar Marilda, a nossa vizinha de porta, e ela
também tentou. Primeiro, com as duas mãos,
depois, com o sovaco e, por último, até mesmo
espremendo entre os joelhos, e nada.”
O médico, chocado: “Vocês pediram ajuda à
vizinha?”.
O velho respondeu: “Foi. Mas nenhum de
nós conseguiu abrir o potinho.”
oOo
Acessar: www.r2cpress.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasilSemelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
Fernando Alcoforado
 
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
Fernando Alcoforado
 
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasilO inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
Fernando Alcoforado
 
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUASCARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
Marcos Hermano Ribeiro
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR  NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.okAGRISSÊNIOR  NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
Roberto Rabat Chame
 
Cenários do futuro político do brasil
Cenários do futuro político do brasilCenários do futuro político do brasil
Cenários do futuro político do brasil
Fernando Alcoforado
 
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº 568 an 19 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº  568 an 19 abril 2016.okAGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº  568 an 19 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº 568 an 19 abril 2016.ok
Roberto Rabat Chame
 
As sementes da crise econômica e política no brasil
As sementes da crise econômica e política no brasilAs sementes da crise econômica e política no brasil
As sementes da crise econômica e política no brasil
Fernando Alcoforado
 
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futurosO gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
Fernando Alcoforado
 
Brasil em 2016 arruinado e convulsionado
Brasil em 2016 arruinado e convulsionadoBrasil em 2016 arruinado e convulsionado
Brasil em 2016 arruinado e convulsionado
Fernando Alcoforado
 
Conciliação política ou confronto político no brasil atual
Conciliação política ou confronto político no brasil atualConciliação política ou confronto político no brasil atual
Conciliação política ou confronto político no brasil atual
Fernando Alcoforado
 
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
Fernando Alcoforado
 
O pt e a desmoralização da esquerda no brasil
O pt e a desmoralização da esquerda no brasilO pt e a desmoralização da esquerda no brasil
O pt e a desmoralização da esquerda no brasil
Fernando Alcoforado
 
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
Fernando Alcoforado
 
O lulismo
O lulismoO lulismo
O brasil atual e suas perspectivas
O brasil atual e suas perspectivasO brasil atual e suas perspectivas
O brasil atual e suas perspectivas
Fernando Alcoforado
 
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasilManter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
Fernando Alcoforado
 
Cenários da crise política no brasil
Cenários da crise política no brasilCenários da crise política no brasil
Cenários da crise política no brasil
Fernando Alcoforado
 
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
Lucas Barbosa Pelissari
 

Mais procurados (19)

Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasilSemelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
Semelhanças entre as crises de 1930 e 2015 no brasil
 
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
Custos de permanência dos atuais detentores do poder e benefícios de seu afas...
 
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasilO inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
O inevitável fim do governo dilma rousseff no brasil
 
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUASCARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
CARTA DO POVO BRASILEIRO -GRITO DAS RUAS
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR  NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.okAGRISSÊNIOR  NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Mº 569 an 26 abril 2016.ok
 
Cenários do futuro político do brasil
Cenários do futuro político do brasilCenários do futuro político do brasil
Cenários do futuro político do brasil
 
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº 568 an 19 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº  568 an 19 abril 2016.okAGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº  568 an 19 abril 2016.ok
AGRISSÊNIOR nOÍCIAS - nº 568 an 19 abril 2016.ok
 
As sementes da crise econômica e política no brasil
As sementes da crise econômica e política no brasilAs sementes da crise econômica e política no brasil
As sementes da crise econômica e política no brasil
 
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futurosO gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
O gigantesco impasse político do brasil e seus cenários futuros
 
Brasil em 2016 arruinado e convulsionado
Brasil em 2016 arruinado e convulsionadoBrasil em 2016 arruinado e convulsionado
Brasil em 2016 arruinado e convulsionado
 
Conciliação política ou confronto político no brasil atual
Conciliação política ou confronto político no brasil atualConciliação política ou confronto político no brasil atual
Conciliação política ou confronto político no brasil atual
 
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
Brasil rumo a uma reestruturação profunda ou ao colapso dos sistemas político...
 
O pt e a desmoralização da esquerda no brasil
O pt e a desmoralização da esquerda no brasilO pt e a desmoralização da esquerda no brasil
O pt e a desmoralização da esquerda no brasil
 
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
A mobilização de 15 03 2015 e suas consequências político institucionais no b...
 
O lulismo
O lulismoO lulismo
O lulismo
 
O brasil atual e suas perspectivas
O brasil atual e suas perspectivasO brasil atual e suas perspectivas
O brasil atual e suas perspectivas
 
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasilManter michel temer no poder é crime contra o brasil
Manter michel temer no poder é crime contra o brasil
 
Cenários da crise política no brasil
Cenários da crise política no brasilCenários da crise política no brasil
Cenários da crise política no brasil
 
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
Balançoconjunturaldasituaçãodo brasil grupobrasilmar07
 

Destaque

Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.okAgissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
518 an 07_abril_2015.ok
518 an 07_abril_2015.ok518 an 07_abril_2015.ok
518 an 07_abril_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
519 an 14_abril_2015.ok
519 an 14_abril_2015.ok519 an 14_abril_2015.ok
519 an 14_abril_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.okAGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
516 an 24_março_2015.ok (1)
516 an 24_março_2015.ok (1)516 an 24_março_2015.ok (1)
516 an 24_março_2015.ok (1)
Roberto Rabat Chame
 
Ilhéus enconespe do centro espirita porto da esperança
Ilhéus    enconespe do centro espirita porto da esperançaIlhéus    enconespe do centro espirita porto da esperança
Ilhéus enconespe do centro espirita porto da esperança
Roberto Rabat Chame
 
515 an 17_março_2015.ok
515 an 17_março_2015.ok515 an 17_março_2015.ok
515 an 17_março_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
517 an 31_março_2015.ok
517 an 31_março_2015.ok517 an 31_março_2015.ok
517 an 31_março_2015.ok
Roberto Rabat Chame
 
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd DécioPOLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
Roberto Rabat Chame
 
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
Roberto Rabat Chame
 

Destaque (10)

Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.okAgissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
Agissênior Notícias 521 an 28_abril_2015.ok
 
518 an 07_abril_2015.ok
518 an 07_abril_2015.ok518 an 07_abril_2015.ok
518 an 07_abril_2015.ok
 
519 an 14_abril_2015.ok
519 an 14_abril_2015.ok519 an 14_abril_2015.ok
519 an 14_abril_2015.ok
 
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.okAGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
AGRISSENIOR NOTÍCIAS _ 520 an 21_abril_2015.ok
 
516 an 24_março_2015.ok (1)
516 an 24_março_2015.ok (1)516 an 24_março_2015.ok (1)
516 an 24_março_2015.ok (1)
 
Ilhéus enconespe do centro espirita porto da esperança
Ilhéus    enconespe do centro espirita porto da esperançaIlhéus    enconespe do centro espirita porto da esperança
Ilhéus enconespe do centro espirita porto da esperança
 
515 an 17_março_2015.ok
515 an 17_março_2015.ok515 an 17_março_2015.ok
515 an 17_março_2015.ok
 
517 an 31_março_2015.ok
517 an 31_março_2015.ok517 an 31_março_2015.ok
517 an 31_março_2015.ok
 
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd DécioPOLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
POLICIA MILITAR DA BAHIA _ Nota de Pesar _ Sd Décio
 
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
Agrissênior noticias 593 11 de outubro de 2016
 

Semelhante a 514 an 10_março_2015.ok

Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasilComo evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
Roberto Rabat Chame
 
Como construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasilComo construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasil
Fernando Alcoforado
 
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
Fernando Alcoforado
 
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUSArthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
Conceição Lemes
 
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasilO esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
Fernando Alcoforado
 
O eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasilO eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasil
Fernando Alcoforado
 
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasilReforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Roberto Rabat Chame
 
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasilReforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Fernando Alcoforado
 
Cenarios da crise politica no brasil
Cenarios da crise politica no brasilCenarios da crise politica no brasil
Cenarios da crise politica no brasil
Roberto Rabat Chame
 
O impasse politico atual no brasil
O impasse politico atual no brasilO impasse politico atual no brasil
O impasse politico atual no brasil
Roberto Rabat Chame
 
O impasse político atual no brasil
O impasse político atual no brasilO impasse político atual no brasil
O impasse político atual no brasil
Fernando Alcoforado
 
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
Fernando Alcoforado
 
Refundar a república no brasil para superar a crise atual
Refundar a república no brasil para superar a crise atualRefundar a república no brasil para superar a crise atual
Refundar a república no brasil para superar a crise atual
Fernando Alcoforado
 
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
Fernando Alcoforado
 
O inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseffO inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseff
Fernando Alcoforado
 
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseffComo fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
Fernando Alcoforado
 
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da repúblicaO brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
Fernando Alcoforado
 
A História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil ContemporâneoA História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil Contemporâneo
guest0739d3c
 
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistasOs governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
Fernando Alcoforado
 

Semelhante a 514 an 10_março_2015.ok (19)

Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasilComo evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
Como evitar a catastrofe de uma guerra civil no brasil
 
Como construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasilComo construir a paz social no brasil
Como construir a paz social no brasil
 
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
Nova constituinte para reconstruir as falidas instituições políticas do brasil
 
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUSArthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
Arthur Chioro: O que será do Brasil e do SUS
 
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasilO esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
O esfacelamento da superestrutura política e jurídica no brasil
 
O eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasilO eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasil
 
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasilReforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
 
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasilReforma da constituição ou retrocesso político no brasil
Reforma da constituição ou retrocesso político no brasil
 
Cenarios da crise politica no brasil
Cenarios da crise politica no brasilCenarios da crise politica no brasil
Cenarios da crise politica no brasil
 
O impasse politico atual no brasil
O impasse politico atual no brasilO impasse politico atual no brasil
O impasse politico atual no brasil
 
O impasse político atual no brasil
O impasse político atual no brasilO impasse político atual no brasil
O impasse político atual no brasil
 
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
Em defesa de uma nova assembleia constituinte para superar a crise atual no b...
 
Refundar a república no brasil para superar a crise atual
Refundar a república no brasil para superar a crise atualRefundar a república no brasil para superar a crise atual
Refundar a república no brasil para superar a crise atual
 
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
Consumado o golpe de estado por lula e pelo pt com a conivência de dilma rous...
 
O inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseffO inevitável impeachment de dilma rousseff
O inevitável impeachment de dilma rousseff
 
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseffComo fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
Como fortalecer o movimento pelo impeachment de dilma rousseff
 
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da repúblicaO brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
O brasil não superará a crise atual sem a refundação da república
 
A História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil ContemporâneoA História Política do Brasil Contemporâneo
A História Política do Brasil Contemporâneo
 
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistasOs governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
Os governos do pt de lula e dilma rousseff não são progressistas
 

Mais de Roberto Rabat Chame

AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
Roberto Rabat Chame
 
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus PintoCaso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
Roberto Rabat Chame
 
Simpósio Espírita 25º em Juazeiro
Simpósio Espírita 25º em JuazeiroSimpósio Espírita 25º em Juazeiro
Simpósio Espírita 25º em Juazeiro
Roberto Rabat Chame
 
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão OrdináriaBAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
Roberto Rabat Chame
 
Projeto de Lei Câmara Dia do Maçom
Projeto de Lei Câmara Dia do MaçomProjeto de Lei Câmara Dia do Maçom
Projeto de Lei Câmara Dia do Maçom
Roberto Rabat Chame
 
Manifesto CGTB
Manifesto CGTBManifesto CGTB
Manifesto CGTB
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
Roberto Rabat Chame
 
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de DirigirDETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
Roberto Rabat Chame
 
37 CIPM
37 CIPM37 CIPM
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
Roberto Rabat Chame
 
Hospital são josé nota de esclarecimento em 11.07.2017
Hospital são josé   nota de esclarecimento em 11.07.2017Hospital são josé   nota de esclarecimento em 11.07.2017
Hospital são josé nota de esclarecimento em 11.07.2017
Roberto Rabat Chame
 
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidadeSALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
Roberto Rabat Chame
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
Roberto Rabat Chame
 
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplacGovernador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
Roberto Rabat Chame
 
O Dois de Julho
O Dois de JulhoO Dois de Julho
O Dois de Julho
Roberto Rabat Chame
 
Baile da Saudade / Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
Baile da Saudade /  Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro BaBaile da Saudade /  Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
Baile da Saudade / Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
Roberto Rabat Chame
 

Mais de Roberto Rabat Chame (20)

AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 635 an 29 agosto_2017
 
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus PintoCaso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
Caso SAMU - médico plantão - Dr Marcus Pinto
 
Simpósio Espírita 25º em Juazeiro
Simpósio Espírita 25º em JuazeiroSimpósio Espírita 25º em Juazeiro
Simpósio Espírita 25º em Juazeiro
 
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão OrdináriaBAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
BAHIA / PODEROSA ASSEMBLEIA ESTADUAL LEGISLATIVA (PAEL) Sessão Ordinária
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - 634 an 22 agosto_2017
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 633 an 15 agosto_2017
 
Projeto de Lei Câmara Dia do Maçom
Projeto de Lei Câmara Dia do MaçomProjeto de Lei Câmara Dia do Maçom
Projeto de Lei Câmara Dia do Maçom
 
Manifesto CGTB
Manifesto CGTBManifesto CGTB
Manifesto CGTB
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 632 an 08 agosto_2017
 
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de DirigirDETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
DETRAN-BAHIA _ Notificação Suspensão do Direito de Dirigir
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº631 an 01 agosto_2017
 
37 CIPM
37 CIPM37 CIPM
37 CIPM
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 630 an 25 julho_2017
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS - Nº 629 an 18 julho_2017
 
Hospital são josé nota de esclarecimento em 11.07.2017
Hospital são josé   nota de esclarecimento em 11.07.2017Hospital são josé   nota de esclarecimento em 11.07.2017
Hospital são josé nota de esclarecimento em 11.07.2017
 
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidadeSALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
SALVADOR / 37ªCIPM Queda de criminalidade
 
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
AGRISSÊNIOR NOTÍCIAS Nº 628 an 11 julho_2017
 
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplacGovernador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
Governador da bahia lanca programa bahia produtiva na ceplac
 
O Dois de Julho
O Dois de JulhoO Dois de Julho
O Dois de Julho
 
Baile da Saudade / Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
Baile da Saudade /  Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro BaBaile da Saudade /  Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
Baile da Saudade / Loja Maçônica Segredo, Força e União de Juazeiro Ba
 

514 an 10_março_2015.ok

  • 1. AGRISSÊNIOR NOTICIAS Pasquim informativo e virtual. Opiniões, humor e mensagens EDITORES: Luiz Ferreira da Silva (luizferreira1937@gmail.com) e Jefferson Dias (jeffcdiass@gmail.com) Edição 514 – ANO XI Nº 27– 10 de março de 2015 COMO EVITAR A CATÁSTROFE DE UMA GUERRA CIVIL NO BRASIL Fernando Alcoforado (http://Fernando.alcoforado.zip.net) O Brasil, como organização econômica, social e política, está em desintegração. Os sinais de desintegração são evidentes em todas as partes do País. O modelo econômico neoliberal em vigor há 24 anos mostra claros sinais de esgotamento porque o Brasil apresenta declínio no crescimento econômico com tendência à estagflação, aumento das taxas de inflação, elevadíssima carga tributária, endividamento público crescente, precariedade da infraestrutura de transporte e energia, falência dos serviços públicos de educação e saúde, desindustrialização, gargalo logístico e queda vertiginosa na balança comercial. Além disso, todo o sistema político e administrativo do País está contaminado pela corrupção e a máquina administrativa do Estado é ineficiente e ineficaz. Todos estes sinais negativos tendem a aprofundar em 2015 a crise econômica brasileira alimentando a emergência de colapso do sistema econômico, político e social nacional. É sabido que o nível de bem estar desfrutado pela população de um país determina o índice de governabilidade existente em um dado momento. Em outras palavras, quanto maior é o estado de bem estar social maior é a estabilidade política de um país. Por isso, para poder governar, todo governo deve buscar a melhoria do bem estar material da população. E, para melhorá-lo, o governo precisa promover o desenvolvimento econômico para gerar emprego e a distribuição da renda. A estagnação econômica que tende a se agravar no Brasil, além de elevar o desemprego e afetar negativamente a distribuição da renda, pode reduzir as receitas do Estado e exigir cortes no orçamento do governo brasileiro como já está ocorrendo. Com os cortes no orçamento, o governo Dilma Rousseff fica impossibilitado de realizar investimentos em benefício da população para elevar o seu nível de bem estar social. A incapacidade do governo brasileiro e das instituições políticas em geral de oferecer respostas eficazes para superação da crise econômica em que se debate a nação brasileira e debelar a corrupção desenfreada em todos os poderes da República na atualidade tende a contribuir para o aumento da violência política no Brasil. Sem a solução desses problemas, o País poderá ficar convulsionado como aconteceu na década de 1960 do século XX quando setores da extrema-direita arquitetaram o golpe de estado que derrubou o presidente João Goulart. O caos poderá se instalar novamente no Brasil com o incremento das manifestações da população, a volta dos adeptos dos “Black Blocs” às ruas e a presença das milícias petistas para combater seus opositores defendida irresponsavelmente pelo ex-presidente Lula em discurso recente na ABI quando declarou guerra contra seus oponentes políticos. As manifestações programadas para 15 de março
  • 2. contra o governo Dilma Rousseff pode ser o início da escalada da violência política no Brasil se as milícias petistas tentarem abafa-las com violência. Da mesma forma que as SA (milícias nazistas) e grupos paramilitares comunistas surgiram e se confrontaram com extrema violência na Alemanha durante a República de Weimar após a 1ª Guerra Mundial, o mesmo pode acontecer no Brasil no momento atual. Além dos “Black Blocs” que, para alguns se trata de fascistas e para outros de anarquistas, poderemos ter na manifestação da população em 15 de março contra o governo Dilma Rousseff a presença de milícias petistas, denominadas por Lula na ABI como o “exército” de Stédile, líder do MST, para combater seus inimigos políticos com o uso da violência nos moldes das milícias chavistas que estão aterrorizando a Venezuela. A violência que venha a ser praticada pelos “Black Blocs” e pelas milícias petistas na manifestação de 15 de março próximo poderia criar um ambiente de convulsão social que ofereceria a justificativa necessária para que seja patrocinado um novo golpe de estado no Brasil visando a manutenção da ordem política, econômica e social. O sociólogo alemão Ralf Dahrendorf, que acompanhou os terríveis anos nazistas de Berlim, escreveu em 1985 um livro chamado A Lei e a Ordem (Editora Instituto Liberal, 1997), quando afirmou que a anarquia, definida como ausência generalizada de respeito às normas sociais, costuma anteceder aos regimes totalitários. No estado de anarquia, as normas reguladoras do comportamento das pessoas perdem sua validade. As violações de normas simplesmente não são mais punidas como ocorre hoje no Brasil. Neste contexto, todas as sanções parecem ter desaparecido. O “contrato social”, entendido aqui como normas aceitas e mantidas através de sanções impostas pelas autoridades competentes, é rasgado, restando o vácuo em seu lugar. Tudo passa a ser visto como permitido, já que nada mais parece ser punido. Não há como dissociar esta situação descrita por Dahrendorf do grave momento atual do Brasil onde a impunidade é crescente e os valores básicos da civilização estão completamente enfraquecidos. Sabe-se que, no Brasil, apenas 10% dos crimes praticados são elucidados. Políticos cometem crimes à luz do dia, nada acontece, e os próprios eleitores ainda votam neles novamente. Condenados do “Mensalão”, por exemplo, vão à prisão, mas logo depois são libertados. A crença de que as leis não funcionam mais é generalizada no Brasil. O Brasil já está vivenciando, infelizmente, a anarquia descrita por Ralf Dahrendorf. Algo precisa ser feito urgentemente, porque vivemos uma crise econômica e uma crise de valores morais com a falência das instituições necessárias para a manutenção da lei e da ordem que estão a exigir uma reforma do Estado e uma reforma política radical. A continuidade da situação vivida atualmente pelo Brasil no âmbito do Estado e da Sociedade Civil é insustentável abrindo caminho para um tempo de catástrofe no País. A crise que atinge a economia brasileira que ameaça levá-la ao colapso soma-se à crise hídrica que atinge, sobretudo São Paulo, Minas Gerais e Rio de Janeiro e a crise do setor elétrico com a ameaça de “apagões” tende a produzir tensões sociais e radicalização política irresistíveis. Quatro futuros alternativos podem resultar no Brasil com a evolução da crise econômica, social e político-institucional: 1) o impeachment de Dilma Rousseff com a comprovação de seu envolvimento na corrupção da Petrobras; 2) a renúncia de Dilma Rousseff diante da rejeição nacional pela sua permanência no poder e sua substituição pelo vice-presidente Michel Temer; 3) a renúncia conjunta de Dilma Rousseff e Michel Temer e a formação de um governo provisório de união nacional que teria a incumbência de convocar uma nova Assembleia Constituinte e, após esta, novas eleições gerais no País; e, 4) a deposição dos atuais detentores do poder pelas Forças Armadas para ordenar a vida nacional convulsionada. Os 3 primeiros caminhos só ocorrerão se tornar irresistível o movimento de massas pela remoção de Dilma Rousseff e seus aliados do poder. O quarto caminho ocorrerá inevitavelmente se nenhum dos 3 primeiros caminhos não se viabilizar e a convulsão
  • 3. social se estabelecer no Brasil. Percebe-se, pelo exposto, que vivemos momentos decisivos na história do Brasil. O povo brasileiro precisa se posicionar para evitar o futuro que representa a continuidade de Dilma Rousseff e seus aliados no poder porque representaria a completa desorganização do País e a bancarrota da economia brasileira e também para evitar que uma intervenção militar conduza o País à uma ditadura de consequências imprevisíveis. O futuro alternativo 3 acima descrito representaria o melhor caminho a ser trilhado com a formação de um governo provisório de união nacional que teria a incumbência de convocar uma nova Assembleia Constituinte para reordenar a vida nacional após a qual seriam realizadas novas eleições gerais no País. Este seria o caminho para evitar uma luta fratricida ou uma guerra civil no Brasil. OBRA DA TRANSPOSIÇÃO EMITE TRABALHADORES EM SALGUEIRO DO JC ON LINE Cerca de 2,5 mil trabalhadores foram demitidos pela construtora Mendes Júnior nas obras localizadas em Salgueiro da Transposição do Rio São Francisco, segundo empresários do setor da construção civil. A empresa é uma das acusadas de envolvimento na Operação Lava Jato que apura irregularidades na Petrobras (ver matéria acima). As obras da transposição estão desacelerando devido à dificuldade de caixa do governo federal e também porque algumas empresas envolvidas no esquema de corrupção estariam com dificuldades no seu fluxo financeiro pelo não recebimento de alguns serviços prestados à Petrobras. A transposição consiste na construção de dois grandes canais: o Eixo Norte e o Eixo Leste que vão levar a água do Velho Chico para os Estados de Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. “Desde janeiro, que o coordenador do Eixo Norte disse que estava tudo parado e não havia data programada para a volta das obras. Nesse primeiro momento, o impacto é mais psicológico. A cidade ainda não sentiu muito, porque as pessoas estão entrando no seguro desemprego. Se as obras não forem retomadas dentro de quatro a cinco meses, vamos sentir falta desses empregos”, conta o prefeito de Salgueiro, Marcones Libório de Sá (PSB). O Eixo Norte começa em Cabrobó e vai pelo menos até um pouco depois do município de Jati, no Ceará A Mendes Júnior é responsável pelo lote 8 da transposição. Esse trecho apresenta 86,9% de execução física sendo composto pela construção das três estações de bombeamento do Eixo Norte, localizadas entre os municípios pernambucanos de Cabrobó e Salgueiro. Segundo a assessoria de imprensa do Ministério da Integração Nacional, não há pagamentos em atraso e o cronograma segue o fluxo normal com todas as faturas apresentadas quitadas até o presente momento. Ainda de acordo com o ministério, o projeto tem 70,7% de execução e deve ser concluído em 2016 e as obras da transposição não estão paralisadas. A reportagem do JC entrou em contato com o escritório da Mendes Júnior no Recife, que forneceu um telefone no qual ninguém atendia. Também enviou um e-mail a empresa, o qual ficou sem resposta até o fechamento desta edição. (Enviada por João Suassuna) BRASIL, ONTEM E HOJE! Luiz Ferreira da Silva Sou do tempo do Grupo Escolar Professoras competentes e alunos educados O Governo investia na educação Os meninos pobres eram recompensados
  • 4. Sou do tempo do cantar os Hinos Mão no peito, contrito e perfilado. Com emoção aprendendo a amar a Pátria Sabendo de cor e salteado Sou do tempo do respeito aos mestres e mais velhos Também dos símbolos do país, como a nossa Bandeira. A reverência ao nosso Presidente como uma figura de valor E dos nossos pais, a palavra derradeira. Sou do tempo em que crescíamos respeitando os ciclos da vida A natureza em primeiro lugar, o valor do chão produtivo. A floresta, os animais e a água límpida correndo nos leitos. Alimentos naturais sem nenhum aditivo Sou do tempo de cada qual no seu tempo Infância e adolescência eram degraus da formação de todos Ninguém queimava etapas e se crescia usufruindo destas fases da vida Hoje, futuro comprometido pelos novos modos. Sou do tempo em que se dava valor ao caráter e a palavra empenhada Mentir era uma falta grave e punição severa Vieram os políticos com suas malandragens e falta de compostura Ficou difícil ser homem de bem e a honestidade virou uma quimera. E o que aconteceu? O esperado e a coisas vão piorar A bandalheira e a corrupção são germens extensivos Não há respeito aos homens que nos governam e nem eles merecem Como proceder? Lutar ou ser compreensivos? A passividade é a covardia dos conformados E lutar não é bater, apedrejar e nem protestar nos bares. É ir para as ruas reivindicar direitos e defender a decência pública No momento presente não há outra saída que não se juntar aos pares! A oportunidade é chegada e ninguém aguenta mais Inflação disparada, custo de vida alto, governo inepto e só classe política contente. Perda de poder de compra, serviços caóticos, sangria do nosso dinheiro suado. DIA 15 DE MARÇO, VEM AÍ GENTE! CORRA E OLHE O CÉU Cartola Linda! Te sinto mais bela E fico na espera Me sinto tão só Mas! O tempo que passa Em dor maior Bem maior... Linda! No que se apresenta O triste se ausenta Fez-se a alegria Corra e olhe o céu Que o sol vem trazer Bom dia Aaai! Corra e olhe o céu Que o sol vem trazer Bom dia... Linda! Te sinto mais bela Te fico na espera Me sinto tão só Mas! O tempo que passa Em dor maior Bem maior... Linda! No que se apresenta O triste se ausenta Fez-se a alegria Corra e olhe o céu Que o sol vem trazer Bom dia Aaai! Corra e olhe o céu Que o sol vem trazer Bom dia...
  • 5. SOMOS VENCEDORES! Postado por Beth Michepud As oportunidades da vida são como as brisas nas noites quentes de verão, elas vêm e vão e precisamos aproveitar cada minuto da presença delas e nos prepararmos para o depois. E quantas vezes elas chegam, vemos, somos conscientes, mas não fazemos nada. Duvidamos, simplesmente, de nós. São nossas barreiras emocionais, a insegurança, o medo, a falta de fé, que paralisam nossas pernas. Mas Deus jamais nos diz para atravessar sem que Ele nos forneça os meios para chegar do outro lado. Se não vamos, é porque confiamos demais nesse nosso lado humano e de menos na nossa parte que mais se parece com Deus, nosso lado espiritual. A guerra que se estabelece na nossa cabeça nos momentos de escolha é muito comum e todo mundo passa por isso, sem exceção. Há um lado que nos impede de ir em frente e o outro que nos enche de dúvidas. “E se?” “E se não der certo?” “E se eu não for capaz?” “E se não for isso?” As desculpas que nós achamos para nos fazer desanimar são quase sempre mais evidentes e, não raro, muitos se apegam a elas e param no meio do caminho, ou seguem outra direção. É nosso bom relacionamento com Deus, que habita em nós, que faz a diferença. Como no amor ou amizade, onde quanto mais próximos estamos de uma pessoa, mais acreditamos nela, mais confiamos. Quando as oportunidades baterem à sua porta, antes de dizer não com um monte de desculpas que nem mesmo você acredita, olhe para o alto. Se uma “vozinha” responder dentro do seu coração e sua alma se encher de paz, é que você fez a boa escolha. Vá, então, em frente! Não espere ver todas as soluções de uma vez só, as flores nascem cada uma no seu tempo e há frutos para todas as estações. Sua força divina vai plantar flores no seu caminho, vai te dar coragem, vai te motivar e te empurrar quando for preciso. Não existe a promessa de um caminho sem dificuldades, um mundo sem aflições, mas existe o bom ânimo… que nos guia e fortalece. Sinceramente, não vejo razão para que não atravessemos a vida como grandes vencedores. Um Salve à Vida!!! Beth Michepud A PIADA DA SEMANA Atendendo a uma prescrição médica, como parte de um check-up, um velho nos seus 85 anos precisou fazer um exame de contagem de esperma. O doutor deu a ele um potinho e disse: “Leve isso para casa e me traga de volta amanhã, com uma amostra de esperma.” No dia seguinte, o velho voltou ao consultório e devolveu-lhe o pote, que estava limpo e vazio como no dia anterior. O médico perguntou o que aconteceu e o velho explicou: “Bem, doutor, foi o seguinte… primeiro, eu tentei com a mão direita, e nada. Depois, tentei com a mão esquerda, e nada ainda. Daí, eu pedi ajuda à minha mulher. Ela tentou com a mão direita, com a esquerda, e nada. Tentou com a boca – primeiro com os dentes, e depois, sem eles, e nada. Nós chegamos a chamar Marilda, a nossa vizinha de porta, e ela também tentou. Primeiro, com as duas mãos, depois, com o sovaco e, por último, até mesmo espremendo entre os joelhos, e nada.” O médico, chocado: “Vocês pediram ajuda à vizinha?”. O velho respondeu: “Foi. Mas nenhum de nós conseguiu abrir o potinho.” oOo Acessar: www.r2cpress.com.br