SlideShare uma empresa Scribd logo
FORMAÇÃO DA
POPULAÇÃO
BRASILEIRA
Composição Étnica Brasileira
Formação da População Brasileira
A população brasileira é bastante miscigenada. Isso ocorreu em razão da mistura
de diversos grupos humanos que aconteceu no país. São inúmeras as raças que
favoreceram a formação do povo brasileiro.
Os principais grupos foram:
Índios
(povos nativos)
Africanos
(escravos)
Imigrantes europeus e asiáticos.
(sobretudo portugueses)
Pardos
Cafuzos (negros +
indígenas)
Caboclos (brancos +
indígenas)
Mulatos (negros +
brancos)
 Estima-se que na época em que os portugueses chegaram haviam cerca
de 2 milhões de indígenas. Em 2000, 700 mil brasileiros se declararam
indígenas ao responder ao Censo Demográfico.
 Os brancos chegaram tanto na condição de proprietários de terra como
na de camponeses, trabalhadores urbanos ou aventureiros.
 Já os negros chegaram como escravos. No total, mais de 4 milhões de
negros foram escravizados.
A Mistura do Brasil
Mulato:
(europeu/branco + africano/negro)
Caboclo ou Mameluco:
(europeu/branco + índio)
Cafuzo:
(africano/negro + índio)
OPERÁRIOS – TARSILA DO AMARAL
Este quadro mostra a miscigenação do POVO BRASILEIRO
Estrutura da População Brasileira por
Grupos Étnicos
A escassez de mulheres brancas motivou a miscigenação
registrada desde os primeiros anos da colonização.
Na abolição da escravidão (1888), os
negros representavam 13% da
população brasileira; os mestiços,
40%.
Teorias racistas da época
baseavam-se na crença da
inferioridade biológica
da “raça negra”.
Os mulatos também seriam
inferiores, pois “sangue negro”
corria em suas veias.
Progressivamente, ganha espaço
ideias de valorização
da miscigenação.
Democracia racial: a miscigenação evitou o “confronto de
raças”.
A realidade, porém, é bem diferente...
Mulatos e Mestiços
População Brasileira
Século XX – crescimento da população
Altas taxas de natalidade e diminuição das taxas de mortalidade (países
desenvolvidos)
Avanço tecnológico - agropecuária
Melhorias nas condições sanitárias
Avanços na medicina
Industrialização – infraestrutura
Século XXI – desaceleração do crescimento da população
Diminuição das taxas de natalidade e diminuição das taxas de mortalidade
Diminuição das taxas de
fecundidade
Maior participação da mulher no
mercado de trabalho.
Aumento da utilização de
anticoncepcionais
Aumento da idade média de
casamentos.
Aumento da qualidade de
vida
Avanço tecnológico na
área médica
Maior controle de doenças
Transição Demográfica
• Brasil em transição desde os anos 1990.
•DEFINIÇÃO: momento em que a queda da natalidade se tornou tão significativa
que a faixa etária de um período passou a ser menor que a do período
antecessor.
• CAUSAS: urbanização, modernização da economia, melhoria das condições de
vida da população (alimentação, água tratada, saneamento básico, acesso a
remédios, assistência médica, práticas saudáveis, avanço na educação).
•CONSEQUÊNCIAS: quedas - da mortalidade (infantil), fecundidade, natalidade,
da população jovem e adulta (PEA) .
Aumento da expectativa de vida e envelhecimento da
população (inativa)= Impactos sobre o sistema previdenciário
e reformulação de políticas públicas.
Nas décadas de 1950 e 1960, a maior parte dos países subdesenvolvidos registrou
taxas elevadas de incremento populacional.
Desde a década de 1970 a população
brasileira cresce em ritmo cada vez
mais lento.
Essa diminuição do crescimento
vegetativo é resultado direto da
queda da taxa de fecundidade.
Nos anos 1960, cada brasileira teve, em média, seis filhos;
em 1984, o número médio de filhos por mulher recuou para 3,4;
em 2006, cada brasileira teve, em média, dois filhos.
1940-1960: Foi registrada a maior evolução das taxas de crescimento populacional,
atingindo em 1960 a taxa de 2,99% a.a. (ao ano ).
A partir da década de 1960, começou a ocorrer uma desaceleração demográfica
contínua: a diminuição das taxas de natalidade passou a ser maior que a das taxas de
mortalidade, registrando em 2000 um crescimento demográfico de 1,64% a.a., com
tendência à queda.
Após o final da Segunda Guerra Mundial em diante o Brasil assiste a uma
desaceleração do seu crescimento populacional com a queda na taxa de
natalidade, bem uma diminuição na taxa de mortalidade aumentando a
expectativa de vida da população.
São responsáveis por estas quedas:
NATALIDADE MORTALIDADE
Planejamento Familiar Avanço da medicina
Aumento do custo de criação dos
filhos
Saneamento básico
Participação da mulher no mercado
de trabalho
Distribuição de medicamentos
Métodos contraceptivos como o uso
de anticoncepcionais e preservativo
Construção de postos de saúde e
hospitais
Censos populacionais brasileiros (1872 a 2010)
O Brasil dos Censos Populacionais
O gráfico mostra a população absoluta brasileira nos censos de 1872 a
2010 e as estimativas de 2020 e 2050.
População brasileira (rural e urbana)
Urbanização e crescimento populacional
Ano
1960
1970
1980
1990
2000
2005
População rural (%)
55,3
44,1
32,4
24,4
18,8
15,8
População urbana (%)
44,7
55,9
67,6
75,6
81,2
84,2
Com a urbanização cai o ritmo de crescimento
Urbanização e crescimento populacional
O aumento proporcional da população com mais de 65 anos
Com a diminuição das taxas de crescimento vegetativo
Vem diminuindo gradativamente a proporção de
habitantes com menos de 14 anos no total da
população.
Vem ocorrendo uma mudança na estrutura etária da
população brasileira, essa alteração tem se processado de
forma rápida.
Da redução das taxas de mortalidade e do aumento da esperança de vida ao
nascer.
É CONSEQUÊNCIA
De acordo com estimativas do IBGE, em meados de
2007 o Brasil possuía 189,7 milhões de habitantes.
Com esse número, a população brasileira é a 5ª maior
do mundo e a 2ª da América.
Essa população numerosa foi resultado:
• da entrada de muitos imigrantes entre os séculos XIX e XX;
• das altas taxas de crescimento vegetativo verificadas a partir de
1940.
População relativa ou densidade
demográfica é o total de habitantes
dividido pela área que ocupam ou é a
média da distribuição da população
total pelo território.
190.000.000
8.547.000 km² = 22.2
Podemos concluir que o Brasil possui uma baixa
densidade demográfica, pois está muito abaixo da
média mundial. Portanto o Brasil é um país
populoso e pouco povoado; isto é, possui uma
grande população absoluta, mas uma baixa
densidade demográfica.
A ocupação do litoral teve início na época da colonização.
A maior parte da população brasileira — cerca de 75% — está
concentrada numa faixa de até 300 km de distância do litoral.
Nessa região, localiza-se a maioria das
metrópoles do Brasil.
A instalação de cidades na região litorânea facilitava a
comunicação com a metrópole e, como a produção
brasileira era voltada para a exportação, agilizava também
o transporte dos produtos aos portos.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Qualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numerosQualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numeros
Prof.Paulo/geografia
 
2ano populaçao brasil
2ano populaçao brasil2ano populaçao brasil
2ano populaçao brasil
Carla Matos
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
Prof.Paulo/geografia
 
O crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileiraO crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileira
dantasrdl
 
Demografia
DemografiaDemografia
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
Annalu Jannuzzi
 
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
Edu Gonzaga
 
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etáriaPopulação Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
Wagner Brito de Jesus
 
Território e população brasileira
Território e população brasileiraTerritório e população brasileira
Território e população brasileira
CBM
 
Aspectos populacionais (conceitos)
Aspectos populacionais (conceitos)Aspectos populacionais (conceitos)
Aspectos populacionais (conceitos)
Caira Hereda
 
PopulaçãO
PopulaçãOPopulaçãO
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
TAMIhenrique17
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
Luciano Pessanha
 
A dinâmica populacional
A dinâmica populacionalA dinâmica populacional
A dinâmica populacional
flaviocosac
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
Bruna Azevedo
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
jamerson alencar
 
Crescimento da população humana
Crescimento da população humanaCrescimento da população humana
Crescimento da população humana
unesp
 
Estrutura da população 9ano
Estrutura da população 9anoEstrutura da população 9ano
Estrutura da população 9ano
rsaloes
 
Dinâmica demográfica
Dinâmica demográficaDinâmica demográfica
Dinâmica demográfica
nilzatmachado
 
Geografia da População
Geografia da PopulaçãoGeografia da População
Geografia da População
Eduardo Mendes
 

Mais procurados (20)

Qualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numerosQualidade de vida em numeros
Qualidade de vida em numeros
 
2ano populaçao brasil
2ano populaçao brasil2ano populaçao brasil
2ano populaçao brasil
 
Populaçao brasileira
Populaçao brasileiraPopulaçao brasileira
Populaçao brasileira
 
O crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileiraO crescimento da população brasileira
O crescimento da população brasileira
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia -  População Brasileira
www.EquarparaEnsinoMedio.com.br - Geografia - População Brasileira
 
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
População brasileira e mundial Professor Edu Gonzaga 2015
 
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etáriaPopulação Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
População Brasileira - Transição demográfica e pirâmide etária
 
Território e população brasileira
Território e população brasileiraTerritório e população brasileira
Território e população brasileira
 
Aspectos populacionais (conceitos)
Aspectos populacionais (conceitos)Aspectos populacionais (conceitos)
Aspectos populacionais (conceitos)
 
PopulaçãO
PopulaçãOPopulaçãO
PopulaçãO
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
 
População Brasileira
População BrasileiraPopulação Brasileira
População Brasileira
 
A dinâmica populacional
A dinâmica populacionalA dinâmica populacional
A dinâmica populacional
 
População brasileira
População brasileiraPopulação brasileira
População brasileira
 
Crescimento populacional
Crescimento populacionalCrescimento populacional
Crescimento populacional
 
Crescimento da população humana
Crescimento da população humanaCrescimento da população humana
Crescimento da população humana
 
Estrutura da população 9ano
Estrutura da população 9anoEstrutura da população 9ano
Estrutura da população 9ano
 
Dinâmica demográfica
Dinâmica demográficaDinâmica demográfica
Dinâmica demográfica
 
Geografia da População
Geografia da PopulaçãoGeografia da População
Geografia da População
 

Semelhante a 5 formacao da-populacao_brasileira

Crescimento Populacional No Brasil e Mundo
Crescimento Populacional No Brasil e MundoCrescimento Populacional No Brasil e Mundo
Crescimento Populacional No Brasil e Mundo
Débora Sales
 
Geografia brasil população
Geografia   brasil populaçãoGeografia   brasil população
Geografia brasil população
André Luiz Marques
 
Geografia brasil população
Geografia   brasil populaçãoGeografia   brasil população
Geografia brasil população
André Luiz Marques
 
Cópia de população
Cópia de populaçãoCópia de população
Cópia de população
COSMO ALVES
 
População e aspectos sociais demográficos.pptx
População e aspectos sociais demográficos.pptxPopulação e aspectos sociais demográficos.pptx
População e aspectos sociais demográficos.pptx
Kelvin Sousa
 
A dinamica populacional brasileira01.ppt
A dinamica populacional brasileira01.pptA dinamica populacional brasileira01.ppt
A dinamica populacional brasileira01.ppt
JaneteMaura1
 
Quem vive no brasil
Quem vive no brasilQuem vive no brasil
Quem vive no brasil
Nilberte Correia
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
Prof.Paulo/geografia
 
Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11
Raquel Avila
 
Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11
Raquel Avila
 
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
MiriamCamily
 
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Nefer19
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
profleofonseca
 
Geografia - População, Demografia, Migração.
Geografia - População, Demografia, Migração.Geografia - População, Demografia, Migração.
Geografia - População, Demografia, Migração.
Carson Souza
 
Geografia cn2
Geografia cn2Geografia cn2
Geografia cn2
2marrow
 
Dinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileiraDinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileira
Pedro Neves
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
profleofonseca
 
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca TrabalhoCap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Davi Carvalho
 
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologiaApresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
alcobaca
 
Evolução da populaçãp
Evolução da populaçãpEvolução da populaçãp
Evolução da populaçãp
Luz Campos
 

Semelhante a 5 formacao da-populacao_brasileira (20)

Crescimento Populacional No Brasil e Mundo
Crescimento Populacional No Brasil e MundoCrescimento Populacional No Brasil e Mundo
Crescimento Populacional No Brasil e Mundo
 
Geografia brasil população
Geografia   brasil populaçãoGeografia   brasil população
Geografia brasil população
 
Geografia brasil população
Geografia   brasil populaçãoGeografia   brasil população
Geografia brasil população
 
Cópia de população
Cópia de populaçãoCópia de população
Cópia de população
 
População e aspectos sociais demográficos.pptx
População e aspectos sociais demográficos.pptxPopulação e aspectos sociais demográficos.pptx
População e aspectos sociais demográficos.pptx
 
A dinamica populacional brasileira01.ppt
A dinamica populacional brasileira01.pptA dinamica populacional brasileira01.ppt
A dinamica populacional brasileira01.ppt
 
Quem vive no brasil
Quem vive no brasilQuem vive no brasil
Quem vive no brasil
 
Populaçao mundial
Populaçao mundialPopulaçao mundial
Populaçao mundial
 
Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11
 
Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11Aula 3 u 10.05.11
Aula 3 u 10.05.11
 
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
2 - certo Perfil demográfico brasileiro (1).pptx
 
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
Aspectos populacionais do Brasil 2 - 7º Ano (2016)
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Geografia - População, Demografia, Migração.
Geografia - População, Demografia, Migração.Geografia - População, Demografia, Migração.
Geografia - População, Demografia, Migração.
 
Geografia cn2
Geografia cn2Geografia cn2
Geografia cn2
 
Dinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileiraDinâmica populacional brasileira
Dinâmica populacional brasileira
 
Demografia
DemografiaDemografia
Demografia
 
Cap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca TrabalhoCap2 Oferta Forca Trabalho
Cap2 Oferta Forca Trabalho
 
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologiaApresentação do trabalho de biologia e geologia
Apresentação do trabalho de biologia e geologia
 
Evolução da populaçãp
Evolução da populaçãpEvolução da populaçãp
Evolução da populaçãp
 

Mais de Lucas Cechinel

9o ano -_semana_15_e_16
9o ano -_semana_15_e_169o ano -_semana_15_e_16
9o ano -_semana_15_e_16
Lucas Cechinel
 
7o ano -_semana_15_e_16
7o ano -_semana_15_e_167o ano -_semana_15_e_16
7o ano -_semana_15_e_16
Lucas Cechinel
 
8o ano -_semana_15_e_16
8o ano -_semana_15_e_168o ano -_semana_15_e_16
8o ano -_semana_15_e_16
Lucas Cechinel
 
1o ano -_semana_15_e_16
1o ano -_semana_15_e_161o ano -_semana_15_e_16
1o ano -_semana_15_e_16
Lucas Cechinel
 
Livro 7º ano - Semana 13 e 14
Livro 7º ano - Semana 13 e 14Livro 7º ano - Semana 13 e 14
Livro 7º ano - Semana 13 e 14
Lucas Cechinel
 
Livro 9º ano - Semana 13 e 14
Livro 9º ano - Semana 13 e 14Livro 9º ano - Semana 13 e 14
Livro 9º ano - Semana 13 e 14
Lucas Cechinel
 
Livro 8º ano - Semana 13 e 14
Livro 8º ano - Semana 13 e 14Livro 8º ano - Semana 13 e 14
Livro 8º ano - Semana 13 e 14
Lucas Cechinel
 
Livro 1º ano - Semana 13 e 14
Livro 1º ano - Semana 13 e 14Livro 1º ano - Semana 13 e 14
Livro 1º ano - Semana 13 e 14
Lucas Cechinel
 
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
Lucas Cechinel
 
Livro - nono ano/semana 9 e 10
Livro - nono ano/semana 9 e 10Livro - nono ano/semana 9 e 10
Livro - nono ano/semana 9 e 10
Lucas Cechinel
 
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
Lucas Cechinel
 
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
Lucas Cechinel
 
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8 Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
Lucas Cechinel
 
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8 Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
Lucas Cechinel
 
Livro - Nono ano/semana 7 e 8
Livro - Nono ano/semana 7 e 8 Livro - Nono ano/semana 7 e 8
Livro - Nono ano/semana 7 e 8
Lucas Cechinel
 
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8 Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
Lucas Cechinel
 
Livro - Nono ano/semana 5 e 6
Livro - Nono ano/semana 5 e 6Livro - Nono ano/semana 5 e 6
Livro - Nono ano/semana 5 e 6
Lucas Cechinel
 
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
Lucas Cechinel
 
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
Lucas Cechinel
 
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
Lucas Cechinel
 

Mais de Lucas Cechinel (20)

9o ano -_semana_15_e_16
9o ano -_semana_15_e_169o ano -_semana_15_e_16
9o ano -_semana_15_e_16
 
7o ano -_semana_15_e_16
7o ano -_semana_15_e_167o ano -_semana_15_e_16
7o ano -_semana_15_e_16
 
8o ano -_semana_15_e_16
8o ano -_semana_15_e_168o ano -_semana_15_e_16
8o ano -_semana_15_e_16
 
1o ano -_semana_15_e_16
1o ano -_semana_15_e_161o ano -_semana_15_e_16
1o ano -_semana_15_e_16
 
Livro 7º ano - Semana 13 e 14
Livro 7º ano - Semana 13 e 14Livro 7º ano - Semana 13 e 14
Livro 7º ano - Semana 13 e 14
 
Livro 9º ano - Semana 13 e 14
Livro 9º ano - Semana 13 e 14Livro 9º ano - Semana 13 e 14
Livro 9º ano - Semana 13 e 14
 
Livro 8º ano - Semana 13 e 14
Livro 8º ano - Semana 13 e 14Livro 8º ano - Semana 13 e 14
Livro 8º ano - Semana 13 e 14
 
Livro 1º ano - Semana 13 e 14
Livro 1º ano - Semana 13 e 14Livro 1º ano - Semana 13 e 14
Livro 1º ano - Semana 13 e 14
 
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
Livro - Sétimo ano/semana 9 e 10
 
Livro - nono ano/semana 9 e 10
Livro - nono ano/semana 9 e 10Livro - nono ano/semana 9 e 10
Livro - nono ano/semana 9 e 10
 
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
Livro - oitavo ano/semana 9 e 10
 
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
Livro - primeiro ano/semana 9 e 10
 
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8 Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
Livro - Primeiro ano/semana 7 e 8
 
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8 Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
Livro - Sétimo ano/semana 7 e 8
 
Livro - Nono ano/semana 7 e 8
Livro - Nono ano/semana 7 e 8 Livro - Nono ano/semana 7 e 8
Livro - Nono ano/semana 7 e 8
 
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8 Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
Livro - Oitavo ano/semana 7 e 8
 
Livro - Nono ano/semana 5 e 6
Livro - Nono ano/semana 5 e 6Livro - Nono ano/semana 5 e 6
Livro - Nono ano/semana 5 e 6
 
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
Livro - Oitavo ano/semana 5 e 6
 
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
Livro - Primeiro ano/semana 5 e 6
 
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
Livro - Sétimo ano/semana 5 e 6
 

Último

DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
DouglasMoraes54
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
AlineOliveira625820
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
ARIADNEMARTINSDACRUZ
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
ThiagoRORISDASILVA1
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
vitorreissouzasilva
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
MARCELARUBIAGAVA
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
EdimaresSilvestre
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
HelenStefany
 

Último (20)

DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
O Profeta Jeremias - A Biografia de Jeremias.pptx4
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdfComo montar o mapa conceitual editado.pdf
Como montar o mapa conceitual editado.pdf
 
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇOPALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
PALAVRA SECRETA - ALFABETIZAÇÃO- REFORÇO
 
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdfsaid edward w - orientalismo. livro de história pdf
said edward w - orientalismo. livro de história pdf
 
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdfAula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
Aula04A-Potencia em CA eletricidade USP.pdf
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Atividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docxAtividade Bio evolução e especiação .docx
Atividade Bio evolução e especiação .docx
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.pptLITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
LITERATURA INDÍGENA BRASILEIRA: elementos constitutivos.ppt
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf eplanejamento maternal 2 atualizado.pdf e
planejamento maternal 2 atualizado.pdf e
 

5 formacao da-populacao_brasileira

  • 3. Formação da População Brasileira A população brasileira é bastante miscigenada. Isso ocorreu em razão da mistura de diversos grupos humanos que aconteceu no país. São inúmeras as raças que favoreceram a formação do povo brasileiro. Os principais grupos foram: Índios (povos nativos) Africanos (escravos) Imigrantes europeus e asiáticos. (sobretudo portugueses)
  • 4. Pardos Cafuzos (negros + indígenas) Caboclos (brancos + indígenas) Mulatos (negros + brancos)  Estima-se que na época em que os portugueses chegaram haviam cerca de 2 milhões de indígenas. Em 2000, 700 mil brasileiros se declararam indígenas ao responder ao Censo Demográfico.  Os brancos chegaram tanto na condição de proprietários de terra como na de camponeses, trabalhadores urbanos ou aventureiros.  Já os negros chegaram como escravos. No total, mais de 4 milhões de negros foram escravizados.
  • 5. A Mistura do Brasil Mulato: (europeu/branco + africano/negro) Caboclo ou Mameluco: (europeu/branco + índio) Cafuzo: (africano/negro + índio)
  • 6. OPERÁRIOS – TARSILA DO AMARAL Este quadro mostra a miscigenação do POVO BRASILEIRO
  • 7.
  • 8. Estrutura da População Brasileira por Grupos Étnicos
  • 9. A escassez de mulheres brancas motivou a miscigenação registrada desde os primeiros anos da colonização. Na abolição da escravidão (1888), os negros representavam 13% da população brasileira; os mestiços, 40%. Teorias racistas da época baseavam-se na crença da inferioridade biológica da “raça negra”. Os mulatos também seriam inferiores, pois “sangue negro” corria em suas veias. Progressivamente, ganha espaço ideias de valorização da miscigenação. Democracia racial: a miscigenação evitou o “confronto de raças”.
  • 10. A realidade, porém, é bem diferente... Mulatos e Mestiços
  • 12. Século XX – crescimento da população Altas taxas de natalidade e diminuição das taxas de mortalidade (países desenvolvidos) Avanço tecnológico - agropecuária Melhorias nas condições sanitárias Avanços na medicina Industrialização – infraestrutura Século XXI – desaceleração do crescimento da população Diminuição das taxas de natalidade e diminuição das taxas de mortalidade Diminuição das taxas de fecundidade Maior participação da mulher no mercado de trabalho. Aumento da utilização de anticoncepcionais Aumento da idade média de casamentos. Aumento da qualidade de vida Avanço tecnológico na área médica Maior controle de doenças
  • 13. Transição Demográfica • Brasil em transição desde os anos 1990. •DEFINIÇÃO: momento em que a queda da natalidade se tornou tão significativa que a faixa etária de um período passou a ser menor que a do período antecessor. • CAUSAS: urbanização, modernização da economia, melhoria das condições de vida da população (alimentação, água tratada, saneamento básico, acesso a remédios, assistência médica, práticas saudáveis, avanço na educação). •CONSEQUÊNCIAS: quedas - da mortalidade (infantil), fecundidade, natalidade, da população jovem e adulta (PEA) . Aumento da expectativa de vida e envelhecimento da população (inativa)= Impactos sobre o sistema previdenciário e reformulação de políticas públicas.
  • 14. Nas décadas de 1950 e 1960, a maior parte dos países subdesenvolvidos registrou taxas elevadas de incremento populacional. Desde a década de 1970 a população brasileira cresce em ritmo cada vez mais lento. Essa diminuição do crescimento vegetativo é resultado direto da queda da taxa de fecundidade. Nos anos 1960, cada brasileira teve, em média, seis filhos; em 1984, o número médio de filhos por mulher recuou para 3,4; em 2006, cada brasileira teve, em média, dois filhos.
  • 15. 1940-1960: Foi registrada a maior evolução das taxas de crescimento populacional, atingindo em 1960 a taxa de 2,99% a.a. (ao ano ). A partir da década de 1960, começou a ocorrer uma desaceleração demográfica contínua: a diminuição das taxas de natalidade passou a ser maior que a das taxas de mortalidade, registrando em 2000 um crescimento demográfico de 1,64% a.a., com tendência à queda.
  • 16. Após o final da Segunda Guerra Mundial em diante o Brasil assiste a uma desaceleração do seu crescimento populacional com a queda na taxa de natalidade, bem uma diminuição na taxa de mortalidade aumentando a expectativa de vida da população. São responsáveis por estas quedas: NATALIDADE MORTALIDADE Planejamento Familiar Avanço da medicina Aumento do custo de criação dos filhos Saneamento básico Participação da mulher no mercado de trabalho Distribuição de medicamentos Métodos contraceptivos como o uso de anticoncepcionais e preservativo Construção de postos de saúde e hospitais
  • 17.
  • 18. Censos populacionais brasileiros (1872 a 2010) O Brasil dos Censos Populacionais O gráfico mostra a população absoluta brasileira nos censos de 1872 a 2010 e as estimativas de 2020 e 2050.
  • 19. População brasileira (rural e urbana) Urbanização e crescimento populacional Ano 1960 1970 1980 1990 2000 2005 População rural (%) 55,3 44,1 32,4 24,4 18,8 15,8 População urbana (%) 44,7 55,9 67,6 75,6 81,2 84,2
  • 20. Com a urbanização cai o ritmo de crescimento Urbanização e crescimento populacional
  • 21. O aumento proporcional da população com mais de 65 anos Com a diminuição das taxas de crescimento vegetativo Vem diminuindo gradativamente a proporção de habitantes com menos de 14 anos no total da população. Vem ocorrendo uma mudança na estrutura etária da população brasileira, essa alteração tem se processado de forma rápida. Da redução das taxas de mortalidade e do aumento da esperança de vida ao nascer. É CONSEQUÊNCIA
  • 22. De acordo com estimativas do IBGE, em meados de 2007 o Brasil possuía 189,7 milhões de habitantes. Com esse número, a população brasileira é a 5ª maior do mundo e a 2ª da América. Essa população numerosa foi resultado: • da entrada de muitos imigrantes entre os séculos XIX e XX; • das altas taxas de crescimento vegetativo verificadas a partir de 1940.
  • 23. População relativa ou densidade demográfica é o total de habitantes dividido pela área que ocupam ou é a média da distribuição da população total pelo território. 190.000.000 8.547.000 km² = 22.2 Podemos concluir que o Brasil possui uma baixa densidade demográfica, pois está muito abaixo da média mundial. Portanto o Brasil é um país populoso e pouco povoado; isto é, possui uma grande população absoluta, mas uma baixa densidade demográfica.
  • 24. A ocupação do litoral teve início na época da colonização. A maior parte da população brasileira — cerca de 75% — está concentrada numa faixa de até 300 km de distância do litoral. Nessa região, localiza-se a maioria das metrópoles do Brasil. A instalação de cidades na região litorânea facilitava a comunicação com a metrópole e, como a produção brasileira era voltada para a exportação, agilizava também o transporte dos produtos aos portos.