SlideShare uma empresa Scribd logo
Imperialismo – Gobineau e
Racismo
Aula de História para as 3as. Séries do EM
14 a 18 de Fevereiro de 2022
Semana 01
Profa. Gisele Finatti
Analisar criticamente as justificativas ideológicas apresentadas pelas
grandes potências para interferir nas várias regiões do planeta (sistemas
modernos de colonização, imperialismo, conflitos atuais).
Reconhecer alternativas de intervenção em conflitos sociais e crises
institucionais que respeitem os valores humanos e a diversidade
sociocultural.
Profa. Gisele Finatti
CURRICULO DO ESTADO DE SÃO PAULO
SIGNIFICADO HISTÓRICO
• IMPERIALISMO = PROCESSO DE
EXPANSÃO DAS PRINCIPAIS POTÊNCIAS
INDUSTRIAIS
• CONSEQUÊNCIA DA SEGUNDA REVOLUÇÃO
INDUSTRIAL = EXPANSÃO CAPITALISTA.
• PRINCIPAIS NAÇÕES IMPERIALISTAS:
INGLATERRA, FRANÇA, ALEMANHA, JAPÃO,
BÉLGICA = NEOCOLONIALISMO
A PARTILHA
EUROPA: SÉCULO XIX
• ACELERADO CRESCIMENTO POPULACIONAL
EUROPEU: EM 1900, ERAM 430 MILHÕES DE
PESSOAS – A POPULAÇÃO DOBROU NESSE
SÉCULO.
• CRESCIMENTO DAS CIDADES
PROBLEMAS: FALTA DE EMPREGO, MISÉRIA
E CRIMINALIDADE.
SOLUÇÃO POSSÍVEL: A MIGRAÇÃO PARA
OUTROS PAÍSES (EUA, ARG., BRAS., AUSTR.)
EUROPA: SÉCULO XIX
• NO FINAL DO SÉCULO, O AUMENTO DA
POPULAÇÃO, DAS CIDADES E DO PODER
AQUISITIVO DAS PESSOAS PERMITIRAM QUE AS
INDÚSTRIAS AMPLIASSEM A SUA PRODUÇÃO.
• SÍMBOLO DESSA MASSIFICAÇÃO DO CONSUMO: O
AUTOMÓVEL – MODELO FORD T.
• AINDA: FOGÃO A GÁS, UTENSÍLIOS DE VIDRO E
FERRO, SABÕES INDUSTRIALIZADOS, A BICICLETA,
OS PERIÓDICOS E A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS.
FATORES QUE EXPLICAM O
IMPERIALISMO
• ECONÔMICOS: BUSCA DE NOVOS
MERCADOS , DE NOVAS FONTES DE
ENERGIA E DE MATÉRIAS-PRIMAS.
• POLÍTICOS: A CAMPANHA IMPERIALISTA
FOI USADA PELOS GOVERNOS COMO
PROPAGANDA POLÍTICA, DESPERTANDO
NAS POPULAÇÕES O SENTIMENTO
NACIONALISTA.
• CULTURAIS : EUROPEUS USARAM A
JUSTIFICATIVA DA “MISSÃO CIVILIZADORA”
• SEGUNDO ELES, OS POVOS “ATRASADOS”
RECEBERIAM AS CONQUISTAS DA
MODERNIDADE, DA INDÚSTRIA E DE UMA
CIÊNCIA SUPERIORES.
• “DARWINISMO SOCIAL” = SPENCER
PARTILHA DA ÁFRICA
NEOCOLONIALISMO: ÁSIA E OCENIA
IMPÉRIO BRITÂNICO
• ERA O MAIOR E MAIS PODEROSO DE TODOS OS
IMPÉRIOS COLONIAIS DA ÉPOCA.
• SUAS COLÔNIAS ESTAVAM DISTRIBUÍDAS EM
VÁRIOS CONTINENTES.
• NA ÁSIA, A MAIS IMPORTANTE FOI A ÍNDIA, QUE
ABASTECIA O MERCADO EUROPEU COM CHÁ E
ALGODÃO. ALÉM DISSO, ERA UM VASTO MERCADO
CONSUMIDOR DOS PRODUTOS DA INDÚSTRIA
INGLESA.
IMPÉRIO BRITÂNICO
IMPÉRIO FRANCÊS
• POLÍTICA EXPANSIONISTA INICIOU COM A
CONQUISTA DA ARGÉLIA, EM 1830.
• NO FINAL DO SÉCULO XIX, OCUPARAM
TODO O NOROESTE AFRICANO, ALÉM DE
SOMÁLIA E MADAGASCAR.
• NA ÁSIA, CONTROLOU A INDOCHINA
( LAOS,CAMBOJA E VIETNÃ ).
IMPÉRIO FRANCÊS
IMPÉRIO ALEMÃO
• A ENTRADA DA ALEMANHA NO PROCESSO
DE EXPANSÃO IMPERIALISTA DEVE-SE A
SUA UNIFICAÇÃO TARDIA.
• OCUPAM ÁREAS AFRICANAS SOMENTE NO
FINAL DO SÉCULO XIX, COMO TOGO E
CAMARÕES.
• A LUTA DA ALEMANHA POR MAIS ESPAÇOS
NA ÁFRICA RESULTOU EM CONFLITOS COM
OS INTERESSES INGLESES E FRANCESES.
DOMÍNIO ALEMÃO
IMPÉRIO ITALIANO
• SUA UNIFICAÇÃO TAMBÉM FOI TARDIA, O
QUE TAMBÉM EXPLICA SEU ATRASO NAS
CONQUISTAS TERRITORIAIS.
• DOMINOU O LITORAL DA LÍBIA, A ERITREIA
E A SOMÁLIA.
DOMÍNIOS DA ITÁLIA
IMPÉRIO JAPONÊS
• A INDUSTRIALIZAÇÃO JAPONESA E A
“ERA MEIJI” FIZERAM DO PAÍS UMA
POTÊNCIA CAPITALISTA NA ÁSIA.
• NA ÁSIA, O JAPÃO ANEXOU PARTE DO
TERRITÓRIO CHINÊS E A COREIA.
DOMÍNIO JAPONÊS
IMPÉRIO PORTUGUÊS
• TEM RAÍZES NA EXPANSÃO ULTRAMARINA
DOS SÉCULOS XV E XVI.
• O IMPÉRIO PORTUGUÊS FOI O PIONEIRO E
O MAIS DURADOURO.
• NO SÉCULO XIX, JÁ EM DECLÍNIO,
PORTUGAL EXPANDIU SEUS DOMÍNIOS EM
DIREÇÃO À ANGOLA E MOÇAMBIQUE.
DOMÍNIOS PORTUGUESES
ARTE MODERNA
• NOVIDADES DA TECNOLOGIA FEZ A ARTE
TRANSFORMAR-SE
• SURGE O MODERNISMO = A ARTE PARA
REPRESENTAR O NOVO MUNDO URBANO E
TECNOLÓGICO.
• A ARTE TRADICIONAL NÃO INTERESSAVA
MAIS = FORAM CHAMADOS DE VANGUARDISTAS
• PRINCIPAIS MOVIMENTOS VANGUARDISTAS:
IMPRESSIONISMO, CUBISMO E DADAÍSMO.
ARTE MODERNA
• PINTURA = ARTE DE VANGUARDA.
ARTISTAS NÃO SE PRENDIAM A REALIDADE,
UTILIZAVAM MUITO A IMAGINAÇÃO.
• PARA OS MODERNISTAS, AS REGIÕES
OCUPADAS SERVIRAM DE INSPIRAÇÃO
PARA UMA ARTE INOVADORA – A ARTE
TRADICIONAL CONSIDERAVA A CULTURA
DESSAS ÁREAS COMO PRIMITIVAS.
CINEMA
• O CINEMA TRANSFORMOU-SE NA ARTE DAS
MULTIDÕES.
• 1ª EXIBIÇÃO CINEMATOGRÁFICA: IRMÃOS
LUMIÈRE, FRANÇA ( 1895 ).
• O CINEMA APROXIMOU-SE DO POVO PELA
TEMÁTICA MAIS POPULAR E FAMILIAR E
PELA INCLUSÃO DE VÁRIOS GÊNEROS,
COMO AS COMÉDIA, DRAMAS E
DOCUMENTÁRIOS.
CADERNO DO ALUNO PÁGINAS 120/121
Profa. Gisele Finatti
• Os alunos receberão material de apoio
referente às páginas 120/121 do caderno do
aluno

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
feraps
 
Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1
Atividades Diversas Cláudia
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe AssunçãoAVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
Prof. Noe Assunção
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
Eloy Souza
 
Riqueza x Pobreza
Riqueza x PobrezaRiqueza x Pobreza
Riqueza x Pobreza
Professor-Roney
 
Apostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácilApostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácil
MARISE VON FRUHAUF HUBLARD
 
Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
Diego Bian Filo Moreira
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Darlan Campos
 
Civilizações da África Antiga
Civilizações da África AntigaCivilizações da África Antiga
Civilizações da África Antiga
Fábio Paiva
 
Historiografia da História
Historiografia da HistóriaHistoriografia da História
Historiografia da História
Cristóvão Gomes
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
eiprofessor
 
Aula fontes históricas- 6º anos
Aula fontes históricas- 6º anosAula fontes históricas- 6º anos
Aula fontes históricas- 6º anos
Carlos Néri
 
2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.
Daniel Alves Bronstrup
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia  ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia  ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia ...
Prof. Noe Assunção
 
África, América e Ásia antes dos europeus
África, América e Ásia antes dos europeusÁfrica, América e Ásia antes dos europeus
África, América e Ásia antes dos europeus
Valeria Kosicki
 
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
Daniel Alves Bronstrup
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
Cristina de Souza
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
roberto mosca junior
 
Africa
AfricaAfrica

Mais procurados (20)

Formação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiroFormação do povo brasileiro
Formação do povo brasileiro
 
Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1Prova de sociologa industria cultural 1
Prova de sociologa industria cultural 1
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe AssunçãoAVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO -  Prof. Noe Assunção
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE TRABALHO - Prof. Noe Assunção
 
História 6º ano
História 6º anoHistória 6º ano
História 6º ano
 
Riqueza x Pobreza
Riqueza x PobrezaRiqueza x Pobreza
Riqueza x Pobreza
 
Apostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácilApostila sociologia - eja fácil
Apostila sociologia - eja fácil
 
Pré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino MédioPré História - Ensino Médio
Pré História - Ensino Médio
 
Tempo e história
Tempo e históriaTempo e história
Tempo e história
 
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - ObjetivaQuestões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
Questões de Sociologia - Ensino Médio - Discursiva - Objetiva
 
Civilizações da África Antiga
Civilizações da África AntigaCivilizações da África Antiga
Civilizações da África Antiga
 
Historiografia da História
Historiografia da HistóriaHistoriografia da História
Historiografia da História
 
Pré-História
Pré-HistóriaPré-História
Pré-História
 
Aula fontes históricas- 6º anos
Aula fontes históricas- 6º anosAula fontes históricas- 6º anos
Aula fontes históricas- 6º anos
 
2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.2° ano EM - Revolução Industrial.
2° ano EM - Revolução Industrial.
 
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia  ...AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia  ...
AVALIAÇÃO DE SOCIOLOGIA - CONCEITO DE ESTADO - Simulado 3º ano - Sociologia ...
 
África, América e Ásia antes dos europeus
África, América e Ásia antes dos europeusÁfrica, América e Ásia antes dos europeus
África, América e Ásia antes dos europeus
 
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna1º ano - transição da idade média para a idade moderna
1º ano - transição da idade média para a idade moderna
 
Diversidade etnica
Diversidade etnicaDiversidade etnica
Diversidade etnica
 
Cultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria culturalCultura, ideologia e indústria cultural
Cultura, ideologia e indústria cultural
 
Africa
AfricaAfrica
Africa
 

Semelhante a 3as imperialismo-gobineau-e-racismo-semana1-14a18-fevereiro

Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
Ramiro Bicca
 
Enem 2012
Enem 2012Enem 2012
Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8
Emanuel Vieira
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
Jorge Miklos
 
História - Das cavernas 3.a.pdf
História - Das cavernas 3.a.pdfHistória - Das cavernas 3.a.pdf
História - Das cavernas 3.a.pdf
MariaEdithMaroca
 
A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
Carla Teixeira
 
A era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-anoA era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-ano
Lucas Degiovani
 
A Historia
A HistoriaA Historia
A Historia
curradbc
 
Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.
Diego Bian Filo Moreira
 
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
TELVANIFRANCODACOSTA
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
vaniareginahistoria1
 
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.pptCULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CyrusDraks
 
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
mariagrave
 
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptxEtapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
ssuser772059
 
Capitalismo e Imperialismo
Capitalismo e ImperialismoCapitalismo e Imperialismo
Capitalismo e Imperialismo
Aulas de História
 
Slide reflexo e conquista da América
Slide reflexo e conquista da AméricaSlide reflexo e conquista da América
Slide reflexo e conquista da América
Célia Tavares
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiáticowww.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
Antônia Sampaio
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
eiprofessor
 
Revisão Ciências Humanas Professora Juliana
Revisão Ciências Humanas Professora JulianaRevisão Ciências Humanas Professora Juliana
Revisão Ciências Humanas Professora Juliana
ProfessoraJu
 
América précolombiana
América précolombianaAmérica précolombiana
América précolombiana
Jonathan Alves
 

Semelhante a 3as imperialismo-gobineau-e-racismo-semana1-14a18-fevereiro (20)

Pré colombianos
Pré colombianosPré colombianos
Pré colombianos
 
Enem 2012
Enem 2012Enem 2012
Enem 2012
 
Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8Aula 1 módulo 8
Aula 1 módulo 8
 
O IMPERIALISMO
O IMPERIALISMOO IMPERIALISMO
O IMPERIALISMO
 
História - Das cavernas 3.a.pdf
História - Das cavernas 3.a.pdfHistória - Das cavernas 3.a.pdf
História - Das cavernas 3.a.pdf
 
A expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequênciasA expansão urbana e suas consequências
A expansão urbana e suas consequências
 
A era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-anoA era dos imperios - 9-ano
A era dos imperios - 9-ano
 
A Historia
A HistoriaA Historia
A Historia
 
Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.Imperialismo- Era dos Impérios.
Imperialismo- Era dos Impérios.
 
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
1 Aula 3º ano Imperialismo na África.pptx
 
América Espanhola
América EspanholaAmérica Espanhola
América Espanhola
 
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.pptCULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
CULTURAS INDIGENAS PRE COLOMBIANAS.ppt
 
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
ae_sh9_ppt_i4.pptx................................................
 
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptxEtapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
Etapa Processo Seletivo - Professor(a) Tutor(a) UNISUAM (1).pptx
 
Capitalismo e Imperialismo
Capitalismo e ImperialismoCapitalismo e Imperialismo
Capitalismo e Imperialismo
 
Slide reflexo e conquista da América
Slide reflexo e conquista da AméricaSlide reflexo e conquista da América
Slide reflexo e conquista da América
 
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiáticowww.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
www.TutoresDePlantao.Com.Br - História - Neo Afroasiático
 
Renascimento Cultural
Renascimento CulturalRenascimento Cultural
Renascimento Cultural
 
Revisão Ciências Humanas Professora Juliana
Revisão Ciências Humanas Professora JulianaRevisão Ciências Humanas Professora Juliana
Revisão Ciências Humanas Professora Juliana
 
América précolombiana
América précolombianaAmérica précolombiana
América précolombiana
 

Último

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
MatheusSousa716350
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
AdrianoMontagna1
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Mary Alvarenga
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
geiseortiz1
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
GracinhaSantos6
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
pamellaaraujo10
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Simone399395
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
jonny615148
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
Manuais Formação
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Maurício Bratz
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
CarlosJean21
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
AlessandraRibas7
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
ConservoConstrues
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Centro Jacques Delors
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
AntonioAngeloNeves
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
bmgrama
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
KarollayneRodriguesV1
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
Manuais Formação
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Demetrio Ccesa Rayme
 

Último (20)

UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
cidadas 5° ano - ensino fundamental 2 ..
 
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
3ª série HIS - PROVA PAULISTA DIA 1 - 1º BIM-24.pdf
 
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.Caça-palavaras  e cruzadinha  - Dígrafos.
Caça-palavaras e cruzadinha - Dígrafos.
 
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptxO século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
O século XVII e o nascimento da pedagogia.pptx
 
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdfMAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
MAPAS MENTAIS Conhecimentos Pedagógicos - ATUALIZADO 2024 PROF. Fernanda.pdf
 
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptxRoteiro para análise do Livro Didático.pptx
Roteiro para análise do Livro Didático.pptx
 
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de cursoDicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
Dicas de normas ABNT para trabalho de conclusão de curso
 
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicosDNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
DNA e RNA - Estrutura dos Ácidos nucleicos
 
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdfUFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
UFCD_10789_Metodologias de desenvolvimento de software_índice.pdf
 
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdfPrimeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
Primeira fase do modernismo Mapa Mental.pdf
 
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasnTabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
Tabela Funções Orgânicas.pdfnsknsknksnksn nkasn
 
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidadeAula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
Aula de filosofia sobre Sexo, Gênero e sexualidade
 
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptxDEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
DEUS CURA TODAS AS FERIDAS ESCONDIDAS DA NOSSA.pptx
 
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento EuropeuEurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
Eurodeputados Portugueses 2024-2029 | Parlamento Europeu
 
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdfAula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
Aula 02 - Introducao a Algoritmos.pptx.pdf
 
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdfApostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
Apostila-Microbiologia-e-Parasitologia-doc.pdf
 
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogiaAVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período  pedagogia
AVALIAÇÃO PRESENCIAL 8º período pedagogia
 
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdfCD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
CD_B2_C_Criar e Editar Conteúdos Digitais_índice.pdf
 
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdfRazonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
Razonamiento Matematico 6to Primaria MA6 Ccesa007.pdf
 

3as imperialismo-gobineau-e-racismo-semana1-14a18-fevereiro

  • 1. Imperialismo – Gobineau e Racismo Aula de História para as 3as. Séries do EM 14 a 18 de Fevereiro de 2022 Semana 01 Profa. Gisele Finatti
  • 2. Analisar criticamente as justificativas ideológicas apresentadas pelas grandes potências para interferir nas várias regiões do planeta (sistemas modernos de colonização, imperialismo, conflitos atuais). Reconhecer alternativas de intervenção em conflitos sociais e crises institucionais que respeitem os valores humanos e a diversidade sociocultural. Profa. Gisele Finatti CURRICULO DO ESTADO DE SÃO PAULO
  • 3. SIGNIFICADO HISTÓRICO • IMPERIALISMO = PROCESSO DE EXPANSÃO DAS PRINCIPAIS POTÊNCIAS INDUSTRIAIS • CONSEQUÊNCIA DA SEGUNDA REVOLUÇÃO INDUSTRIAL = EXPANSÃO CAPITALISTA. • PRINCIPAIS NAÇÕES IMPERIALISTAS: INGLATERRA, FRANÇA, ALEMANHA, JAPÃO, BÉLGICA = NEOCOLONIALISMO
  • 5. EUROPA: SÉCULO XIX • ACELERADO CRESCIMENTO POPULACIONAL EUROPEU: EM 1900, ERAM 430 MILHÕES DE PESSOAS – A POPULAÇÃO DOBROU NESSE SÉCULO. • CRESCIMENTO DAS CIDADES PROBLEMAS: FALTA DE EMPREGO, MISÉRIA E CRIMINALIDADE. SOLUÇÃO POSSÍVEL: A MIGRAÇÃO PARA OUTROS PAÍSES (EUA, ARG., BRAS., AUSTR.)
  • 6. EUROPA: SÉCULO XIX • NO FINAL DO SÉCULO, O AUMENTO DA POPULAÇÃO, DAS CIDADES E DO PODER AQUISITIVO DAS PESSOAS PERMITIRAM QUE AS INDÚSTRIAS AMPLIASSEM A SUA PRODUÇÃO. • SÍMBOLO DESSA MASSIFICAÇÃO DO CONSUMO: O AUTOMÓVEL – MODELO FORD T. • AINDA: FOGÃO A GÁS, UTENSÍLIOS DE VIDRO E FERRO, SABÕES INDUSTRIALIZADOS, A BICICLETA, OS PERIÓDICOS E A INDÚSTRIA DE ALIMENTOS.
  • 7. FATORES QUE EXPLICAM O IMPERIALISMO • ECONÔMICOS: BUSCA DE NOVOS MERCADOS , DE NOVAS FONTES DE ENERGIA E DE MATÉRIAS-PRIMAS. • POLÍTICOS: A CAMPANHA IMPERIALISTA FOI USADA PELOS GOVERNOS COMO PROPAGANDA POLÍTICA, DESPERTANDO NAS POPULAÇÕES O SENTIMENTO NACIONALISTA.
  • 8. • CULTURAIS : EUROPEUS USARAM A JUSTIFICATIVA DA “MISSÃO CIVILIZADORA” • SEGUNDO ELES, OS POVOS “ATRASADOS” RECEBERIAM AS CONQUISTAS DA MODERNIDADE, DA INDÚSTRIA E DE UMA CIÊNCIA SUPERIORES. • “DARWINISMO SOCIAL” = SPENCER
  • 11. IMPÉRIO BRITÂNICO • ERA O MAIOR E MAIS PODEROSO DE TODOS OS IMPÉRIOS COLONIAIS DA ÉPOCA. • SUAS COLÔNIAS ESTAVAM DISTRIBUÍDAS EM VÁRIOS CONTINENTES. • NA ÁSIA, A MAIS IMPORTANTE FOI A ÍNDIA, QUE ABASTECIA O MERCADO EUROPEU COM CHÁ E ALGODÃO. ALÉM DISSO, ERA UM VASTO MERCADO CONSUMIDOR DOS PRODUTOS DA INDÚSTRIA INGLESA.
  • 13. IMPÉRIO FRANCÊS • POLÍTICA EXPANSIONISTA INICIOU COM A CONQUISTA DA ARGÉLIA, EM 1830. • NO FINAL DO SÉCULO XIX, OCUPARAM TODO O NOROESTE AFRICANO, ALÉM DE SOMÁLIA E MADAGASCAR. • NA ÁSIA, CONTROLOU A INDOCHINA ( LAOS,CAMBOJA E VIETNÃ ).
  • 15. IMPÉRIO ALEMÃO • A ENTRADA DA ALEMANHA NO PROCESSO DE EXPANSÃO IMPERIALISTA DEVE-SE A SUA UNIFICAÇÃO TARDIA. • OCUPAM ÁREAS AFRICANAS SOMENTE NO FINAL DO SÉCULO XIX, COMO TOGO E CAMARÕES. • A LUTA DA ALEMANHA POR MAIS ESPAÇOS NA ÁFRICA RESULTOU EM CONFLITOS COM OS INTERESSES INGLESES E FRANCESES.
  • 17. IMPÉRIO ITALIANO • SUA UNIFICAÇÃO TAMBÉM FOI TARDIA, O QUE TAMBÉM EXPLICA SEU ATRASO NAS CONQUISTAS TERRITORIAIS. • DOMINOU O LITORAL DA LÍBIA, A ERITREIA E A SOMÁLIA.
  • 19. IMPÉRIO JAPONÊS • A INDUSTRIALIZAÇÃO JAPONESA E A “ERA MEIJI” FIZERAM DO PAÍS UMA POTÊNCIA CAPITALISTA NA ÁSIA. • NA ÁSIA, O JAPÃO ANEXOU PARTE DO TERRITÓRIO CHINÊS E A COREIA.
  • 21. IMPÉRIO PORTUGUÊS • TEM RAÍZES NA EXPANSÃO ULTRAMARINA DOS SÉCULOS XV E XVI. • O IMPÉRIO PORTUGUÊS FOI O PIONEIRO E O MAIS DURADOURO. • NO SÉCULO XIX, JÁ EM DECLÍNIO, PORTUGAL EXPANDIU SEUS DOMÍNIOS EM DIREÇÃO À ANGOLA E MOÇAMBIQUE.
  • 23. ARTE MODERNA • NOVIDADES DA TECNOLOGIA FEZ A ARTE TRANSFORMAR-SE • SURGE O MODERNISMO = A ARTE PARA REPRESENTAR O NOVO MUNDO URBANO E TECNOLÓGICO. • A ARTE TRADICIONAL NÃO INTERESSAVA MAIS = FORAM CHAMADOS DE VANGUARDISTAS • PRINCIPAIS MOVIMENTOS VANGUARDISTAS: IMPRESSIONISMO, CUBISMO E DADAÍSMO.
  • 24. ARTE MODERNA • PINTURA = ARTE DE VANGUARDA. ARTISTAS NÃO SE PRENDIAM A REALIDADE, UTILIZAVAM MUITO A IMAGINAÇÃO. • PARA OS MODERNISTAS, AS REGIÕES OCUPADAS SERVIRAM DE INSPIRAÇÃO PARA UMA ARTE INOVADORA – A ARTE TRADICIONAL CONSIDERAVA A CULTURA DESSAS ÁREAS COMO PRIMITIVAS.
  • 25. CINEMA • O CINEMA TRANSFORMOU-SE NA ARTE DAS MULTIDÕES. • 1ª EXIBIÇÃO CINEMATOGRÁFICA: IRMÃOS LUMIÈRE, FRANÇA ( 1895 ). • O CINEMA APROXIMOU-SE DO POVO PELA TEMÁTICA MAIS POPULAR E FAMILIAR E PELA INCLUSÃO DE VÁRIOS GÊNEROS, COMO AS COMÉDIA, DRAMAS E DOCUMENTÁRIOS.
  • 26.
  • 27. CADERNO DO ALUNO PÁGINAS 120/121 Profa. Gisele Finatti • Os alunos receberão material de apoio referente às páginas 120/121 do caderno do aluno