SlideShare uma empresa Scribd logo
O INDEPENDENTE
2
4
5
6
E AINDA...
Desta vez o asfalto
acontece?
Finalmente luz
elétrica em Pitangui
Passeando nas
minas de ouro
MelhorQualidade,Melhor Atendimento,
Melhores Condições de Pagamento
Rua Lacerdino Rocha, 86 - Tel: 3271-4392
Transformando seu sonho em realidade
Móveis,
Eletroeletrônicos,
e muito mais
As notícias sociais
pitanguienses
ESPORTES Página 8
Nº 382 - Valor do exemplar R$ 2,00 - Pitangui, maio e junho de 2013
Email: jornal_independente@yahoo.com
Desde 1990 o jornal de Pitangui para Pitangui
JoãoPraes 10/5/2013
APRESENTADO como programa ecológico e gerador
de mão de obra, oferecendo matéria prima, prensa e
compra da produção de tijolos recicláveis, o projeto
está gerando dúvidas, pois, pelo apurado, não existe
ninguém na cidade trabalhando os tijolos, e não se
sabe o que eles estão realmente fazendo no local, que
está fechado à entrada de estranhos.
PITANGUI 300 ANOS
1715 / 2015
Pesquisa:
O que você gostaria
de comemorar no dia
9 de junho de 2015?
Envie sua resposta para: jornal_independente@yahoo.com2323Anos
VENDE, COMPRA, TROCA E FINANCIA
 Financiamento próprio
e sem burocracia.
 Buscamos e entregamos sua
moto onde você estiver.
 MOTOS NOVAS E USADAS
 OFICINA ESPECIALIZADA
 PEÇAS E ACESSÓRIOS
 LAVAJATO DE MOTOS
Rua Antônio Gonzaga, 110 - Centro Tel: 3271-2321
Horário de funcionamento:
das 8h00 às 20h00
A ESMOLA QUANDO É MUITA...
Denúncia aponta que projeto está
destruindo a Mina do Batatal, um
patrimônio histórico pitanguiense, na
Penha
GabrielBarbosa5/6/2013
ANASTASIA EXIGE
ESTRADA PRONTA
ANO QUE VEM
PÁGINA 7
 TRADIÇÃO E FAMÍLIA
PRESERVADAS
 MENSAGEM
DE 9 DE JUNHO
 UMA SÓ FESTA NO
TRICENTENÁRIO
PÁGINA 4
INICIADO O ASFALTO DE PAPAGAIOS A PITANGUI
PÁGINA 2
PÁGINA 6
PÁGINA 7
ANTONIO Anastasia assinando a autorização do início
das obras de asfaltamento da estrada que liga Pitangui
a Papagaios. Junto com ele estão o deputado estadual
Fabiano Tolentino (E), o deputado federal Domingos
Sávio e o prefeito de Pitangui, Marcílio Valadares





DISPIB
LIGUE 3271-4399
 Bebidas
 Água Mineral
 Aluguel de Mesas
 Freezers
 E Muito Mais
CAMPEÃO DA ETAPA MICRORREGIONAL DO JEMG
EM PARÁ DE MINAS - JOSÉ VALADARES: Em pé:
Lívio, Paulinho, Hiury, Vinícius, Guilherme e Thiago.
Agachados: Bruno, Victor, Breno, Gustavo e Allan.
OS VENCEDORES DA 34ª JEMABs NA AABB DE PITANGUI
AcervoProfessorTiago
É
PÁGINA 2 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013
O INDEPENDENTE - Fundado em 2 de janeiro de 1990 - Ano 23 - Edição Nº 381 - MAIO E JUNHO de 2013 (1000 exemplares) - Período de 27 de abril a 5 de junho de 2013 -
Circula dia 7 de junho de 2013 - Diretor Responsável Edilson Lopes - Valor do exemplar avulso R$ 2,00 - Assinatura Local: 12 edições; R$ 30,00 - 24 edições; R$ 40,00 - Outras
cidades no Brasil: 12 edições; R$ 40,00 - 24 edições; R$ 50,00 - Edição e Editoração, O INDEPENDENTE Empresa Jornalística Ltda. - Praça Governador Valadares, 10 -
Centro, 35650-000 - Pitangui - MG. TELEFONE (37)3271-3057-Email: jornal_independente@yahoo.com - Registrado no Cartório de Títulos de Pitangui sob nº 2227 BNII - CNPJ
23.771.272/0001-90 - Representante para todo o Brasil - Republicar Ltda. Maior Abrangência: Pitangui, Belo Horizonte, Conceição do Pará, Contagem, Divinópolis, Leandro Ferreira,
Martinho Campos, Maravilhas, Papagaio e Pará de Minas, chegando também em várias cidades do interior de Minas Gerais e em cidades de outros estados brasileiros. Os conceitos e
opiniões emitidos em artigos assinados não são de responsabilidade deste jornal - Impressão:Diário do Comércio - Belo Horizonte, MG - Telefone (31)3469-2076.
LAGRANTE
GabrielBarbosa3/6/2013
IRANTE CIDADE
M
Rua Sarah Abreu Machado, 18 - Padre Libério UNIDADE NO CHAPADÃO - 3271-1490
Musculação, Spinning, Jiu-jitsu, Jump
Qualidade de vida
é para o ano inteiro!
VISITA - A vinda do governador Antonio Anastasia a
Pitangui, na sexta, dia 10 de maio, foi mais um mar-
co na história pitanguiense das visitas dos governa-
dores mineiros à Velha Serrana.
A festança foi linda. Muitos políticos, muito discur-
so, muita segurança, muito foguetório, uma infinida-
de de aspones e pouca gente.
Entre os assistentes, estava um veteranode aproxi-
madamente 80 anos de idas e vindas na estrada em
questão. Observando um dos discursos, ele simpa-
ticamente comentou com quem parecia ser seu ne-
tinho: “já ouvi essa promessa muitas vezes“, em se-
guida virou as costas para o palanque e seguiu com
o parentinho rumo à rodoviária.
HISTÓRICO NEFASTO - Quem mora naquelas ban-
das conhecem “de cor e salteado” as histórias do
asfaltamento daquela estrada. Nos anos 1980, o
então governador Newton Cardoso reuniu as proles
na Fazenda Piri Piri e anunciou calorosamente as
obras da estrada. O que nãoaconteceu. Coincidente-
mente, fatojustificado por ele mesmodia 10/5, quan-
do argumentou que“forças ocultas” trabalharam con-
tra ele. No início da década de 2010, depois de no-
vos discursos, aplausos e foguetório, as máquinas
chegaram etrabalhando freneticamente despejaram
asfalto dotrevo da BR 352 (Pitangui/Martinho Cam-
pos) até próximo a entrada do povoadoRio do Peixe,
provocando euforia nas populações dos municípios
abrangidos pelas obras, que finalmente teriamogran-
de desejoalcançado. Mas tudo em vão. Assim como
vieram, as máquinas e os homens foram embora,
deixando para trás muita tristeza e desesperança
nas almas dos que acreditaram naquelas promis-
sões. Como “a esperança é a última que morre”, as
pessoas estão acreditando novamente que, desta
vez, o asfalto será realizado. Tomara que sim!
F
Em seu programa semanal na rádio Ativa FM, José
Raimundo Machado exibe uma música de Martinho da
Vila cujo refrão diz: "Canta, canta, minha gente, deixa
a tristeza pra lá". Esse artista foi colega de Machado
na escola do Exército, na Urca e no Realengo, no Rio
de Janeiro, quando ainda não era famoso. Essa músi-
ca faz jus ao povo pitanguiense, que precisa cantar for-
te e cantar alto nestes momentos que antecedem as
comemorações pelos 300 anos da cidade.
No período colonial, os poucos que conseguiam can-
tar, tinham que fazê-lo baixo, pois a repressão da aris-
tocracia reinante era violenta. Pelos lados de Ouro Pre-
to, Sabará e Mariana, primeiras vilas do ouro de Minas
Gerais, havia uma mistura de ciúme e inveja de Pitangui,
porque aqui começaram a ser encontradas pepitas de
ouro do tamanho de batatas e muita gente que garim-
pava nestas cidades correu para cá. Nossos antepas-
sados pitanguienses sofreram muito com esses senti-
mentos.
Por conta disso, a história de Pitangui passou a ser
abafada pela Corte, para que a verdade nas coisas que
aqui aconteciam não fossem divulgadas na época. Ago-
ra, estamos liberados dessas algemas e podemos usar
todos os meios ao alcance para promover os 300 anos
deste lugar que, tão grande sua extensão, chegou a ser
chamado de "país do Pitangui".
A festa do tricentenário não pode ser como as anteri-
ores, com meia dúzia de organizadores puxando a po-
pulação para um lado, meia dúzia puxando para outro
e, no fim das contas, não dando em nada. Se faltar
organização nos preparativos, a importante data não
chamará a atenção da mídia. Se a comemoração de
2015 for transformada em um evento jornalístico, o nome
de Pitangui poderá reverberar pela região, pelo estado
e pelo mundo, por meio da globalização da informação.
É urgente a criação de uma comissão formada por
representantes de todos os segmentos da cidade, de
várias idades e classes sociais para, junto ao poder
público, começar a pensar nas atrações do tricentenário
e de sua promoção. Agora é a vez de a população
pitanguiense cantar forte e cantar alto, para ter seu
merecido reconhecimento.
A HORA É AGORA
Ricardo Welbert
(Desde 1990 o jornal de Pitangui para Pitangui)
O INDEPENDENTE
POR APENAS R$ 30,00*
VOCÊ RECEBE O JORNAL EM CASA DURANTE UM ANO
LIGUE 3271-3057 QUE NÓS IREMOS ATÉ VOCÊ!
(*Valor da assinatura para o perímetro urbano de Pitangui)
POLUIÇÃO - O acúmulo de lixo às margens da BR-
352, no acesso ao bairro Lavrado, é resultado da tris-
te realidade de quem nunca foi apresentado a uma
lixeira, jamais teve lições de higiene e acha certo des-
cartar seus sacos plásticos, pneus e móveis velhos
por aí. Uma decepção para quem, ao contrário, se
identifica com os tão repetidos discursos de preserva-
ção da natureza e da saúde. Enquanto a fiscalização
ambiental não for capaz de multar os sujões, isso
nunca vai acabar
Celular: 9979-4095
fácil falar. Daqui a dois anos, ou seja em 2015,
Pitangui estará completando 300 anos. Apesar dos pro-
jetos de comemoração que "teoricamente" estão sendo
elaborados, parece que, em geral, a maioria das pesso-
as não se atentaram para a real importância do evento.
Afinal de contas, qual é o mote principal do festejo?
Pitangui é uma cidade histórica. Sétima Vila do Ouro e
vai por aí afora.
Mas a realidade é outra. Até bem pouco tempo,
Pitangui nunca havia sido citada nos principais roteiros
turísticos históricos que sempre destacam, Mariana,
Ouro Preto, Tiradentes, Diamantina, São João Del Rei e
Sabará, como as principais vilas auríferas das Minas
Gerais. Claro que já existiu informações sobre a Séti-
ma Vila de Minas, mas, na maioria das vezes, apenas
como condição cronológica de complemento em algum
texto didático da história mineira.
A situação começou a se reverter recentemente, com
publicações de matérias sobre a situação histórica do
município em jornais como Estado de Minas e Correio
Brasiliense, entre outros e nos canais de televisões re-
gionais, além da inclusão da cidade no Circuito Verde -
Trilha dos Bandeirantes, uma entidade que reúne, além
de Pitangui, Betim, Conceição do Pará, Esmeraldas,
Florestal, Leandro Ferreira, Onça do Pitangui, Ribeirão
das Neves e São Gonçalo do Pará. Sendo o circuito
uma das principais iniciativas para o desenvolvimento
do turismo sustentável em Pitangui até então. Paralela-
mente, e complementando este tipo de empreendimen-
to turístico, o Complexo Turístico Minas Goiás, ideali-
zado pelo pitanguiense José Raimundo Machado, que
já tem o aval da Secretaria de Turismo de Minas Gerais
e outras entidades do meio, cai como uma luva dentro
deste contexto, cuja proposta tem como objetivo princi-
pal utilizar o trecho da antiga estrada que ligava Sabará
a Pitangui; Pitangui a Paracatu e Paracatu à cidade de
Goiás, nos tempos do ciclo do ouro no período colonial.
Concluindo, a realização destes dois projetos represen-
taria a revolução turística no cenário pitanguiense. Mas,
pelo que se percebe, muito pouco foi feito até agora no
sentido de desenvolver positivamente estes e outros pro-
gramas afins.
Com o objetivo de implementar as discussões, foi cri-
ado o blog Pitangui 300Anos, um canal na internet onde
as pessoas interessadas em participar da formação de
um projeto amplo e abrangente das comemorações do
tricentenário pitanguiense possam expressar suas opi-
niões e suas críticas. Lá também o visitante vai conhe-
cer a íntegra do projeto do Complexo Turístico Minas
Goiás.
As ideias estão aí. Sabemos que existem uma infini-
dade de propostas e de pessoas que querem contribuir.
Novamente, é necessário "bater na mesma tecla" da
união dos projetos em torno de uma comissão específi-
ca, para que os objetivos sejam alcançados com a ple-
nitude que a ocasião oferece e exige.
OS 300 ANOS
DE PITANGUI (2)
(E o WWW.pitangui300anos.blogspot.com)
A CHEGADA DALUZ ELÉTRICA EM PITANGUI
Vandeir Santos - DO BLOG “DAQUI DE PITANGUI”
te alta do distrito, pois já
não se dependia da força
hidráulica obtida através do
córrego desviado do alto da
serra. O terreno baixo e ala-
gadiço deixou de ser pro-
blema. Muitos não sabem,
mas a 1ª fábrica se situava
na parte baixa do terreno,
junto ao campo de futebol
existente hoje. A solução
não possibilitou melhoras
somente no Brumado, com
a nova fonte de energia foi
possível a inauguração da
segunda unidade da fábri-
ca dentro da área urbana
de Pitangui ainda no ano de
1913. Infelizmente, a ener-
gia elétrica não chegou a
tempo de trazer seus bene-
fícios para a igreja matriz
da cidade, naquele mesmo
ano, devido ao uso descui-
dado de um toco de vela, a
suntuosa igreja se incen-
deia e Pitangui perde o
maior representante do
seu acervo arquitetônico.
O excedente era distribu-
ído à população e a distri-
buição se dava através de
simples postes de madei-
ra, tendo o benefício atingi-
do, primeiramente, o centro
para, depois, ao longo dos
anos, ser estendido à peri-
feria. A Cia. de Tecidos foi
responsável pelo abasteci-
mento até a segunda me-
tade da década de 60,
quando, então, a Cemig
assume a distribuição.
A entrada da Cemig no
abastecimento de luz não
representou o fim da usina
de Bento Lopes, tendo sido
modernizada ao longo dos
anos, atualmente ela con-
ta com 4 turbinas com a ca-
pacidade de geração de
1.700 kW/h, que alimentam
uma rede de 13,8 kV para
o abastecimento das uni-
dades de Brumado e Pitan-
gui (desativadas) e outra
de 23 kV para Pará de Mi-
nas (em funcionamento),
conforme nos relatou o Se-
nhor. Rogério Martins Bra-
ga, responsável pela ma-
nutenção da usina, e que
muito gentilmente nos rece-
beu para uma sessão de
fotos.
No dia 30 de agosto de
2013, faz 99 anos que
Pitangui passou a ser ser-
vida de energia elétrica, se-
gundo nos conta Monsen-
hor Vicente Soares, em seu
livro “A História de Pitangui”:
“A festiva inauguração da
luz elétrica ocorreu a 30 de
agosto de 1914. Houve
banquete no Hotel Sinfrônio
Saldanha e cinema ao ar li-
vre, sob as palmeiras impe-
riais de João Alves Macha-
do e João da Silva Caldas
nas Praças de Santa Rita e
da Matriz".
Brumado já era abasteci-
do de energia desde o dia
2 de fevereiro daquele ano,
já que a usina que fora
montada tinha por objetivo
o abastecimento da fábrica
de tecidos que então só
existia naquele distrito. Ain-
da segundo Monsenhor
Vicente, a ideia de se cons-
truir a usina havia sido tra-
tada em assembleia da di-
retoria da fábrica no dia 12
de julho de 1911, quando
se definiu pela compra da
cachoeira de Bento Lopes,
no rio Pará.
A geração de energia
possibilitou a construção
das novas instalações da
fábrica do Brumado na par-
Edição 381 - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - INDEPENDENTE - PÁGINA 3
PROJETOS:
 ARQUITETÔNICOS
 ESTRUTURAIS
 ELÉTRICOS
 HIDROSSANITÁRIOS
 PAISAGISMO
 LICENÇAS AMBIENTAIS
 PLANILHAS E ORÇAMENTOS PARA
FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS
Rua Zacarias Fernandes, 87 - Tel. (37)3271-5076
E-Mail: ecop_engenharia@hotmail.com.br
DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS
PARA PESSOASQUE POSSUEM
CARTAS DE CRÉDITO DA CAIXA FEDERAL
m policial mili-
tar aposentado
reagiu a um
assalto e aca-
bou matando
Ex-militar reage a assalto e mata dois
Criminosos foram alvejados quando tentavam fugir em moto roubada
Por Ricardo Welbert
Udois criminosos, em Pitan-
gui. O crime foi por volta
das 18h35 do dia 31 de
maio, em uma loja de rou-
pas na avenida Lima Gui-
marães, 223, região cen-
tral.
Uma jovem de 20 anos
estava no estabelecimen-
to quando o crime aconte-
ceu. Ela disse à polícia que
um dos assaltantes entrou
no local usando um capa-
cete, apontou um revólver
para o ex-militar José
Wandeir Faustino, de 45
anos, proprietário e exigiu
a chave de uma moto que
estava estacionada em
frente.
O assaltante pegou a
chave do veículo. Do lado
de fora, um comparsa es-
perava por ele. Já em cima
da moto, um deles voltou
a apontar o revólver para
o ex-policial, que revidou
com tiros.
O barulho da confusão
assustou algumas pessoas
na região. Entre elas, o de-
legado de Polícia Civil
Diógenes Caldas do Vale,
que estava de folga. Ele
disse à PM que encontrou
os criminosos deitados no
chão, ensanguentados, e
que um deles estava segu-
rando um revólver. Com a
ajuda do militar reforma-
do, o delegado conseguiu
desarmar o jovem.
O Grupo deAtendimen-
to Voluntário Emergencial
(Gave) foi chamado e en-
controu os rapazes caídos
no chão, bastante ensan-
guentados. Eles foram le-
vados para a Santa Casa
de Misericórdia de Pi-
tangui, aonde Thiago Vaz
Rodrigues, de 17 anos,
chegou morto, com três
perfurações no tórax.
Jonatas Santana dos
Santos, de 20 anos, deu en-
trada inconsciente, com
duas perfurações na cabe-
ça, e precisou ser levado
para ohospital João23, em
Belo Horizonte, onde mor-
reu.
O perito criminal Cássio
Augusto Almeida Diniz
esteve no local do crime.
O revólver calibre 38 usa-
do pelos assaltantes, com
quatro cápsulas de muni-
ção intactas e duas vazi-
as, e a moto que eles ten-
taram roubar, foram apre-
endidos.
Logo após o crime, o
militar aposentado que ati-
rou nos assaltantes deixou
o local e passou ser consi-
derado foragido da polícia.
Na segunda-feira (3/6), o
tenente Aguinaldo dos
Santos, da PM, explicou
que, por o suspeito ser apo-
sentado, não haveria in-
vestigação interna da PM.
José Wandeir se apresen-
tou à delegacia da cidade
dia 4/6, fez o depoimento
e foi liberado a seguir.
OTORRINOLARINGOLOGIA
Dr. Ricardo Paiva
Praça da Câmara, 7 - Telefones: 3271-2861 e 9978-1952
OUVIDOS - NARIZ - GARGANTA
(CRM 18976)
GabrielBarbosa3/6/2013
COMERCIANTES pitanguienses estão apavorados com o
crescente número de assaltos no centro e nos bairros da
cidade e aguardam providências das autoridades locais
Do Blog Daqui de Pitangui
PÁGINA 4 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013
Governador visita Pitangui e anuncia obras de asfaltamento
O
Fotografias V.Rabelo 10/5/2013
João Praes 10/5/2013
AS OBRAS JÁ COMEÇARAM e as máquinas saíram de Papagaios rumo à Pitangui. As
populações das localidades que utilizam a estrada estão na expectativa de que desta
vez os trabalhos iniciem e cheguem ao final, ao contrário de outras vezes em que
começaram e não acabaram
O GOVERNADOR
Anastasia, observado pelo
presidente da Câmara,
Célio Leiteiro
MARCÍLIO VALADARES,
prefeito de Pitangui,
agradeceu ao governador
Antonio Anastasia
O DEPUTADO Newton
Cardoso enalteceu a
importância da obra
OS ALUNOS da Escola Estadual Professor Joaquim
Xavier Lopes Cançado; ISadora(E), Júlia e Rafael,
entregaram ao governador um pacote contendo obras
literárias pitanguienses
governador
de Minas
G e r a i s ,
A n t o n i o
Anastasia,
esteve em Pitangui no dia
10/5, para assinar uma
ordem de início das obras
de asfaltamento de 30,9
quilômetros da estrada
de acesso à cidade de
Papagaios, a partir do
entroncamento com a
BR-352. O investimento
previsto, de R$ 31 mi-
lhões, vem do programa
Caminhos de Minas e in-
clui a construção de uma
ponte, compra de mate-
rial de sinalização e pa-
gamento de indenização,
caso seja preciso desa-
propriar algum imóvel na
região.
Em seu pronunciamen-
to, feito do alto de um pa-
lanque montado na pra-
ça Plínio Malachias, na
região central, Anastasia
prometeu que a obra, an-
tigo desejo dos usuários
do trecho, estará pronta
até ofim de 2014. "É uma
obra reivindicada há qua-
se 300 anos, que éo tem-
po da história e da vida
de Pitangui. Estamos
atendendo à solicitação
da comunidade, dos nos-
sos deputados, dos pre-
feitos. A obra já se inicia
amanhã (sábado, 11/5),
com os recursos em cai-
xa. Quero ver essa obra
pronta até o fim do ano
que vem", afirmou.
O programa Caminhos
de Minas tem objetivo de
ampliar e melhorar a
infraestrutura logística
dos municípios mineiros.
Ainda de acordo com o
governador, a região cen-
tral do estado será con-
templada com 12 obras,
que somam mais de 364
quilômetros de rodovias.
AGRADECIDOS
O prefeito de Pitangui,
Marcílio Valadares, agra-
deceu a presença deAn-
tonio Anastasia e listou
algumas ações que es-
tão sendo realizadas pelo
Governo de Minas na ci-
dade, como a implanta-
ção do Farmácia de Mi-
nas e do UaiTec (curso a
distância), reforma de
posto de saúde, aquisi-
ção de ônibus escolares
e viaturas policiais, além
de construção de quadra
poliesportiva. Marcílio
Valadares afirmou que a
obra do Caminhos de Mi-
nas vai gerar mais desen-
volvimento para a região de
Pitangui.
"Esta obra não irá so-
mente unir cidades e pe-
quenos povoados. Ela tam-
bém irá melhorar a estru-
tura local, possibilitando o
escoamento da nossa pro-
dução, reduzindo os cus-
tos de transporte da nos-
sa classe produtora de
toda região. Graças à sua
sensibilidade de homem
público, Pitangui volta aos
seus bons tempos, sendo
contemplada com grandes
obras", concluiu o prefeito
CIDADADÃO
HONORÁRIO
Antonio Anastasia rece-
beu título de cidadão hono-
rário, entregue pelo presi-
dente da Câmara, Célio de
Oliveira Campos.Aconces-
são da homenagem, se-
gundo o vereador, foi moti-
vada pelos "relevantes ser-
viços prestados ao Estado".
"É uma honra agraciar
aquele que considero um
dos maiores homens pú-
blicos da política brasilei-
ra. Honesto, empreendedor
e extremamente preocu-
pado com a melhoria dos
municípios do interior de
nosso Estado. No próximo
dia 9 de junho, Pitangui
completa 298 anos. Ouso
afirmar que esse asfalto é
um dos maiores, senão o
maior presente para o nos-
so município, em toda a
sua história", finalizou
Omar Freire (Ascom)10/5/2013
OS ESTUDANTES do ITAC, "Escola Agrícola", deram
de presente ao governador uma camisa do instituto
OI - O presidente geral da Empresa de Pesqui-
saAgropecuária deMinas Gerais (Epamig), Marce-
lo Lana Franco, esteve em Pitangui no dia 6/5.
Acompanhado por diretores e chefes de departa-
mento da entidade, ele visitou a Fazenda Experi-
mental e o Instituto Técnico de Agropecuária e
Cooperativismo (Itac).
Em reunião com funcionários locais, Lana ex-
pôs diretrizes que norteiam sua gestão, como foco
em pesquisa agropecuária, transferência de tec-
nologia para produtores rurais e inovação do setor.
O objetivo foi de reforçar a missão da empresa.
"Propomos uma gestão participativa, com desen-
volvimento e projeção da pesquisa, voltada, princi-
palmente, para a agricultura familiar", explicou.
Acompanhado pelo prefeitode Pitangui, Marcílio
Valadares, o presidente da Epamig abriu o 4º Ci-
clo de Palestras do Itac. Marcelo Lana também
conversou bastante com alunos do instituto.
Governador
Na mesmasemana, o presidente da Epamig vol-
tou ao local para recepcionar o governador de Mi-
nas Gerais,AntonioAnastasia, que usou o institu-
to como ponto de partida de sua visita a Pitangui
para anunciar obras de asfaltamento.
Ajudado pelo aluno Igor Vasconcelos Faria, o
governador plantou uma muda de Pau-Brasil e foi
presenteado com uma camisa de uniforme e um
kit com produtos da Epamig. "Estamos diante de
um belíssimo projeto, que representa grande vitó-
ria do nosso Estado. O Produto Interno Bruto do
agronegócio mineiro, em 2003, equivalia a 9% do
nacional. Hoje, são quase 14%. Isso é fruto do
esforço conjunto da Epamig, do Itac, da Emater e
dos empresários rurais. O futuro do Brasil, da agro-
pecuária e do nosso desenvolvimento está nas
mãos de todos nós", disse opresidente da Epamig.
Antonio Anastasia disse que gostou de visitar o
instituto. "Fiquei impressionado com as instalaçõ-
es e com a disposição dos alunos e dos professo-
res. Não há dúvida de que já temos grande poten-
cial. A escola tem um trabalho excepcional e o
presidente tem boas idéias para aprimorá-la", afir-
mou.
Para Marcelo Lana Franco, a visita do governa-
dor marcaum novotempoparaa Epamig. "Estamos
em um momento ímpar. Com apenas um mês de
gestão, acredito que essa visita caracteriza o foco
que queremos dar à empresa, trazendo a socieda-
de para cá, e buscar parcerias com entidades do
terceiro setor", disse.
Presidente da Epamig
recepciona líder político;
alunos participam
(Assessoria de Comunicação)
Gabriel Barbosa 3/6/2013
3271-2502
CHAPRISCOCHAPRISCOAuto Mecânica e Elétrica
Atendimento 24 horas - 9971-6027
3271-5938
FARMÁCIA SOLUÇÃO
3271-4171 /3271-5800 /3271-4244
Centro e Chapadão
“É daqui, é da nossa gente”
3271-1267e 3271-3940
VERDURÃO POPULAR
Rua Lacerdino Rocha,390 - 3271-4496
DEPÓSITO
Av.Lima Guimarães,8 -3271-4141
Fazendo o seu alimento detodo dia...
Av. Gustavo Capanema, 191 - 3271-4030
Tintas e materiais
Rua Lacerdino Rocha,410
3271-23333271-4314
3271-1060 / 9911-2383
Edição 382 - Maio e junho de 2013 - INDEPENDENTE - PÁGINA 7ESPECIAL ANIVERSÁRIO DE PITANGUI
9 de junho de 2013.
Uma comemoração que é de todos nós!
PITANGUI 298 ANOS.
(FALTAM APENAS DOIS ANOS PARA O 300º ANIVERSÁRIO)
Antônio do Carmo Siqueira Gomes
Pça. da Câmara,46-B -3271-6090
DOCUMENTAÇÃO
EM GERAL DE IMÓVEIS
DESPACHANTE
IMOBILIÁRIO
3271-1928
Adney Leonardo Gonçalves
etâniaDiniz
BRua Padre Belchior, 128
3271-4286 / 9115-9819
ESPAÇO DE BELEZA
“Presente nosmomentosmaissaborososda vida!”
Praça Getúlio Vargas,35 - Centro
3271-1261
Av. Gustavo Capanema, 337
3271-2323 /9971-6601 /8804-8003
FERRO E AÇO PITANGUI
Center
Lanches
LANCHONETE DO JUNINHO
3271-14203271-4797
3271-2844
CALÇADOS
Rua do Pilar, 33 - Centro
Pìtangui e Nova Serrana
3271-6363 - 3226-0808
SOM E ACESSÓRIOS
Rua Padre Belchior,77 -3271-2021
Projectus
Arquitetura e Urbanismo
Lanches Naturais
Rua Padre Belchior,21 -3271-3963
UNIVERSO
SUPERMERCADO
Rua Velho do Taipa, 354 -3271-6161
(Santo Antônio)
UNIVERSO
9 DE JUNHO
Estamos satisfeitos e orgulhosos em participar diretamente, com o nosso
trabalho, de mais uma etapa na existência de Pitangui.
Assim, como toda a população pitanguiense, vamos comemorar intensamente o
298º aniversário de nossa cidade, nos comprometendo fazer todos os esforços
possíveis para que os próximos aniversários sejam sempre melhores.
FELIZ ANIVERSÁRIO PITANGUI!
CÂMARAMUNICIPALDE PITANGUI
L
BAR DO
8812-1993
LUISUIS
arraca da
E B E LCaldos, Tropeiro, Arroz Temperado
8834-6938
B
Rua Lacerdino Rocha, 116
3271-5006
3271-14032/ 3271-1490
PÁGINA 6 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013
infantilFOTOCOLORKAMARGOS
TRANSPORTE DE PASSAGEIROS - TURISMO - CARGAS E ENCOMENDAS
HORÁRIOS DE ÔNIBUS:  Pitangui/Belo Horizonte: 8:15, 13:15 e 20:00.
VIAÇÃOSERTANEJA
 Pitangui: Terminal Rodoviário (37) 3271-4414
 Abaeté: Av. Simão da Cunha, 69 (37) 3541-1584
Diariamente
A MAMÃE
Kelly e
papai
Rodrigo, nas
comemora-
ções do
primeiro
aninho da
filhinha Ana
Luzia, dia 18
de maio
FOTOCOLORKAMARGOS
Acervodafamília
BRENDA e a professora
e bailarina, Juliana Maia
CLAUDINHO e Vanessa,
casaram-se dia 22/4
V.Rabelo 25/5/2013
DR. NAYDER Nunes; presidente da OAB de Pitangui, o
desembargador José do Carmo Veiga de Oliveira, que
palestrou sobre o Estatuto do Idoso no 32º Encontro de
Estudos Jurídicos, e o prefeito de Pitangui, Marcílio
Valadares, em reunião social que antecedeu à palestra
BAILARINA
Destaque na apresen-
tação do Primeiro Festi-
val de Dança da Acade-
mia Laila Nazar, que
aconteceu dia 1º de de-
zembro do ano passado
no, poliesportivo do clu-
be Pinheiros, a pequena
Brenda de Freitas Barce-
los, 9 anos, ganhou uma
bolsa na Academia de
Balet Juliana Maia, em
Nova Serrana, e atual-
mente está indo a Divinó-
polis, onde aperfeiçoa
sua performanse na pon-
ta dos pés, com um treinamento específico e com
sapatilha própria. O objetivo de tanta dedicação está
na participação no campeonato mineiro da modali-
dade. Brenda dança desde os 3 anos e tem se dedi-
cado intensamente para superar os desafios que o
balé oferece. Ela é filha de Glaciele Moreira de Bar-
celos e Tales Vilaça de Freitas.
Dia 13 de julho, a partir
das 19h30, no poliesporti-
vo do Clube Esportivo Pi-
nheiros, acontece o Bingo
Beneficente para a Praça
de Esportes de Pitangui.
A cartela custa apenas
R$ 10,00 e pode ser adqui-
rida na secretaria do clu-
be, telefone3271-4488, ou
no jornal O INDEPEN-
DENTE, 3271-3057.
Apremiação será de R$
1.000,00, para o primeiro
prêmio, R$ 500,00, para o
segundo e R$ 300,00 para
o terceiro.
QUADRA DE TÊNIS
É a novidade que o Clu-
be Esportivo Pinheiros
está preparando para seus
associados e visitantes.
A quadra está sendo ins-
talada na quadra poliespor-
tiva que fica atrás da pisci-
na grande e já está quase
pronta.
Outra novidade na Praça
de Esportes é a pintura nos
BINGO
BENEFICENTE
pisos e quadras, que está
sendo realizada por ali.
Edilson Lopes, presiden-
te do clube, disse que gra-
ças à ajuda do prefeito
Marcílio Valadares e a aten-
ção do secretário Marcos
Lobato, estão sendo exe-
cutadas algumas reformas
no local e outras também
estão programadas.
Só sabe para onde vai,
aquele que sabe de onde
veio. É com essa ideia
em mente que o médico
aposentado Deusdedit
Pinto Ribeiro de Campos
Tradição de famílias
preservada em livro
Ricardo Welbert
Médico segue
os caminhos
do pai em
pesquisa
genealógica
LIVRO aborda tradição
de famílias mineiras
resolveu pesquisar a origem de algumas famílias tra-
dicionais de Minas Gerais, como os Alvares da Sil-
va, Mello Franco, Pinto Ribeiro, Pinto da Fonseca,
Valladares Pinto, Dalle Mascarenhas, Fontainha,
Sigaud, entre outros sobrenomes de peso. O resul-
tado do trabalho está em um livro de 550 páginas,
publicado pela editora 3i.
O autor tem 82 anos de idade e mora em Belo
Horizonte. Durante o processo de pesquisa, que du-
rou 12 anos, ele leu o livro publicado pelo pai, um
advogado pitanguiense apaixonado pela genealogia
da famosa Joaquina do Pompéu.
"Meu avô tinha fazenda em Pompéu Velho, mas
meus pais eram de Pitangui. Meu pai gostava de
genealogia e escreveu sobre a descendência de
Joaquina de Pompéu. Eu me propus, então, a atua-
lizar essa e outras genealogias, que mudam bastan-
te a cada nova geração", diz Deusdedit.
A paixão do apostado pela história das famílias
resultou em outras duas obras: 'Dona Joaquina do
Pompéu, sua história e sua gente' (da editora Rona)
e 'Testamento e inventário de Dona Joaquina do
Pompéu e outros documentos', que está em fase de
impressão na 3i.
Como adquirir
'Os Castelo Branco d'aqui' será lançado no dia 22/
6, às 17h, no Centro Cultural Dona Joaquina do
Pompéu, em Pompéu. A obra já está à venda pelo
telefone (31) 3223-0582 ou pelo e-mail campos
@mkm.com.br.
Comunicamos o descredenciamento do corresponden-
te MAIS BB, MARIAEDUARDADE FARIAOLIVEIRA, CNPJ
15.425.651/0001-09, situado à Praça da Câmará, 05,
Centro de Pitangui, MG, desde o dia 23/04/2013, não
esta autorizada a processar quaisquer transações, re-
cebimentos, títulos/convênios, assemelhados e outros
serviços e vincular marca, MAIS BB
AVISO À PRAÇA
ReproduçãoRicardoWelbert3/6/2013
ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA
Atendimento:
Clínica Vida e Saúde
Unimed
Telefones: 3271-1677 e 3271-3155
Dr. Diogo Mahé Costa
CRM 34.165
(Desde 1990 o jornal de
Pitangui para Pitangui)
O INDEPENDENTE
POR APENAS R$ 30,00*
VOCÊ RECEBE O JORNAL EM
CASA DURANTE UM ANO
LIGUE 3271-3057 QUE NÓS
IREMOS ATÉ VOCÊ!
(*Valor da assinatura para o
perímetro urbano de Pitangui)
2013
Dia 3 de Agosto - A partir das 22:00
No Restaurante Varandão
Abertura:
Banda
Paletó de Veludo
Show:
 Mesa de
Buteco
LANCHONETE DO JUNINHO
3271-1420
TABACARIA DO TIZIU
9979-3060
BAR DO AGENOR
Alessandra - 8819-2923
MESAS COM BAIXINHA
9976-6845
8835-5543
9951-2200
INGRESSOS E CAMAROTES
(Limitados)
AQUECIMENTO DIA 13 DE JULHO
Com a Banda Paletó de Veludo
A
A
s minas de ouro são
umimportantepatrimôniohis-
tórico de Minas Gerais. Em
Pitangui,aexploração ocorreu
entre os séculos 17 e 18. As
poucas galerias subterrâneas
que restaramcorrem risco de
extinção.Arecente instalação
de uma empresa no terreno
onde fica a entrada de uma
delas está no centro de uma
polêmica.
No fim do ano passado, a
Prefeitura de Pitanguie o Es-
tadodeMinas Gerais autoriza-
ram a Soberana Mineração e
Empreendimentos a instalar
equipamentos de seu projeto
Reciclo no local conhecido
comoPastodoAntônioBene-
dito,nobairroPenha,áreapar-
ticular onde fica a entrada de
uma antigaminadeouro,pro-
tegida peloInstituto do Patri-
mônio Histórico e Artístico
Nacional (Iphan), que a con-
sidera fonte importante para
estudose,porisso,proíbequal-
quer tipo de alteração na es-
trutura.
A DENÚNCIA E
AS PROVIDÊNCIAS
No dia 26de fevereiro des-
te ano,apromotoria dejustiça
dacidaderecebeu umadenún-
ciaafirmandoqueo empreen-
dimento provoca danos irre-
versíveis ao bem. Na data se-
guinte, apromotora de Patri-
mônioHistórico,AdrianaJúlia
de Souza, enviouofício à pre-
feitura, exigindoa suspensão
do funcionamento até que o
caso fosse esclarecido.
O secretário municipal de
Turismo,CulturaePatrimônio
Histórico,AntônioMarcosLe-
mos, diz queatendeu àreivin-
dicação e ainda pediu a sus-
pensão da licença ambiental
concedida pelo Estado, que
também foi cassada.
Em seguida, foi emitida
uma medidacautelar com or-
demde buscaeapreensãodos
equipamentos da empresa.
Um oficial dejustiçafoi envi-
ado ao local para notificar
MarceloCorreiados Reis,téc-
nico responsávelpelo Projeto
Recicloem Pitangui.
"A Prefeitura, junto com a
Polícia Militar, esteve no lo-
cal, mas nãofez vistoriatécni-
ca nos equipamentos. Mas
nossa preocupação independe
de estar havendo violação ou
não. O fato de a empresa ter
se instalado emum bem pro-
tegido peloIphan já configura
Ricardo Welbert
MPINVESTIGAEXPLORAÇÃO EMANTIGAMINADE OURO
Empresa teve autorização para fabricar tijolos com rejeitos de
mina; denúncia aponta destruição de patrimônio histórico
ilegalidade.Medidas deprote-
ção estãosendo tomadas com
lisura etransparência. Quere-
mos que o caso seja investi-
gado e resolvido", disse o se-
cretário municipal, Antônio
Marcos Lemos.
A denúnciacontra a empre-
sa foi o tema central de uma
reunião doConselho Munici-
pal doPatrimônio Cultural de
Pitangui(CMPC),realizadana
tarde de 7 de maio. O presi-
dente daentidade,ManoelRi-
cardo Rocha Fiuza, propôs
que a Soberana Mineração
fosse chamadapara dar expli-
cações epropôs o tombamen-
to provisório das minas do
Bandeirante, nobairro Penha,
edo PastodoAntonioBenedi-
to, que foiaprovado pelo pre-
feito, MarcílioValadares. "O
tombamento provisório vai
permitir a elaboração de pro-
postas de trabalho nas minas,
a partir de um levantamento
encomendadopelaPrefeitura.
Impedir o acesso de pessoas
a estes locais e deixá-los
como estão não é vantagem.
Agora, serápossível fazer um
estudo técnico livre de pres-
sões e com bons resultados
para transformar as galerias
em atrações turísticas", expli-
cou ManoelFiuza.
"Com otombamento,o mu-
nicípio passaa ter autonomia
independentedospoderes para
ordenar aretirada da empresa
do local, inclusive, se julgar-
mos necessário, com a inter-
venção da Polícia Federal",
disse o secretário municipal
AntônioMarcos Lemos.
O INDEPENDENTE
procurou o ex-prefeito de
Pitangui,EvandroRochaMen-
des, para saber por que au-
torizou, quase no fim de seu
mandato, ano passado, a ins-
talação da fábricade tijolos na
entrada da mina.
"O representante dessa em-
presa de Belo Horizonte me
procurou, disse que trabalha
com exploração mineral e
apresentou apropostadefazer
a retirada dos fragmentos de
rochas queforam retirados da
minanoperíododeexploração
do ouro.Esses materiais seri-
am tratados, paraa retirada de
possíveis materiais pesados, e
transformados emtijolos eco-
lógicos, gerandorenda para a
população",disse.
Evandro também argumen-
tou que aempresa teve o inte-
resse de funcionarem um lu-
gar afastado de residências,
para não causar problemas
com barulho ou segurança, e
afirmouqueostrabalhos nolo-
cal começaram após o fim de
seu mandato, em 31 de de-
zembroúltimo.
"Ele[orepresentante daem-
presa] deixoutransparecer que
poderia haver restos de ouro
em meio aos rejeitos,por cau-
sa da forma precária como o
mineral era extraído. Em
contrapartida, daria condições
técnicas e de segurança para
que a área pudesse passar a
ser visitadapor turistas", con-
touEvandro.
Atualmente, qualquer em-
presa interessada em extrair
ouro do subsolo precisa se
comprometer adar o destino
correto aos rejeitos. Não é
mais permitidoapenas jogar a
terra fora.
"Esse cara[o representante
da empresa], a meu ver, pa-
receu alguém capaz de fazer
algo bomaodar odestino cor-
reto a metaispesados que não
desaparecem na natureza e
podem oferecer riscos à saú-
de humana. Se o negócio an-
dou para trás, é lamentável",
concluiu Evandro Rocha
Mendes. Mesmo com a cas-
sação do alvará de funciona-
mentodaSoberanaMineração
em Pitangui,nodia 31/5 apá-
gina da empresa na internet
ainda exibia informações so-
bre as leis que baseiam a ati-
vidade na cidadee ainda con-
vocava pessoas interessadas
em trabalhar emuma "área de
recuperação ambiental",
transformandorejeitosdemi-
neração emtijolos ecológicos
e correlatos."Estamos cadas-
trandointeressadosem produ-
zir tijolos em suas residênci-
as,comcontratodeexclusivi-
dade decompra por unidade.
Fornecemos matéria prima e
prensa manual para fabrica-
ção. Recebemos entulhos se-
lecionados", diz a nota publi-
cada no site,que termina com
um endereço de e-mail e um
número detelefone para con-
tato. Moradores próximos ao
PastodoAntônioBeneditoafir-
mam queainda há movimen-
tação detrabalhadores no lo-
cal.
SEM
RESPOSTA
Areportagemtentou encon-
trar MarceloCorreiados Reis,
técnico responsávelda Sobe-
rana Mineração em Pitangui,
mas nãoconseguiu.Nodia31/
5, um porteiro da empresa
atendeua umtelefonema ein-
formou que Marcelo só esta-
s galerias de
acesso às antigas minas
de ouro de Pitangui estão
jogadas às traças. Mas
quem se aventura a per-
corrê-las também encon-
tra aranhas, cobras, es-
corpiões e morcegos. O
pesquisador Vandeir San-
tos é um dos poucos que
encaram esse desafio. Ele
guia a equipe de reporta-
gem pela Mina do Bandei-
rante, no bairro Penha.
A região, conhecida
como "Morro do Batatal",
ganhou esse nome de-
pois que os primeiros ex-
ploradores começaram a
encontrar pepitas de ouro
do tamanho de batatas por
lá. Com sua lanterna,
Exploradores modernos
percorrem minas de Pitangui
VANDEIR SANTOS,
conhecedor dos locais há
anos, critica o estado de
abandono dos patrimônios
Acervo pessoalVandeir Santos
ria no local na segunda-feira
seguinte(dia3/6),e confiden-
ciou que ochefe teve o intui-
to de beneficiar a população
dePitangui,pormeioda gera-
ção de emprego e renda, mas
ficou chateado com a de-
núncia e pensaem encerrar o
negócio na cidade. A repor-
tagem tambémdisponibilizou
contatos detelefone e e-mail,
mas nãoobteve retorno.Uma
mensagemcomperguntas so-
bre a denúncia foi enviada
para oendereçoqueconstano
site daempresa,mas não hou-
ve respostaatéodia 3/6.
Santos mostra pregos cravados por eles nas paredes
da mina, para segurar lamparinas.
Logo à frente, o visitante percebe um afundamento
no chão de terra batida. Ali, segundo o pesquisador, fi-
cava a entrada de outra galeria, que foi destruída por
uma erosão. "Essa é mais uma prova de que as mi-
nas de Pitangui correm sério risco de desaparecer.
Neste local, há um processo de degradação causado
por um loteamento feito na parte de cima. Existem, ain-
da, as do bairro Chapadão que, por estarem distantes
do Centro, não representam valor histórico tão alto. As
melhores que restam estão em Onça de Pitangui, onde
há dezenas de entradas", explica Vandeir.
O poeta pitanguiense Jorge Mendes Guerra Brasil já
publicou vários livros, nos quais conta suas aventuras
de infância. Dentro de algumas minas, a imaginação
transformava o menino em herói. "Quando eu tinha cer-
ca de oito anos, costumava brincar de Batman nas mi-
nas. Naquela época, elas já estavam abandonadas.
Hoje, estão piores", lamenta.
LEVANTAMENTO
Em 2010, o coordenador do Laboratório de Arqueo-
logia da Universidade Federal de Minas Gerais, profes-
sor Carlos Magno Guimarães, esteve à frente de pes-
quisas financiadas pela Prefeitura, a pedido do Minis-
tério Público Estadual (MPE), para descobrir os vestígi-
os da mineração na cidade. "É preciso fazer a delimi-
tação do entorno, para avaliarmos toda a sua extensão
e identificarmos seus componentes", disse o arqueó-
logo, que defendeu o tombamento como medida de
preservação das minas, assim como a retirada de toda
a sujeira acumulada nelas.
Para o especialista, as galerias possuem potencial
turístico capaz de influenciar a economia da cidade. Mas
é preciso tratar melhor o espaço, que hoje é usado
como depósito de lixo e criadouro de animais
peçonhentos. Por Ricardo Welbert
FotografiasV.Rabelo 6/3/2013
ACOMPANHADO pela polícia de meio ambiente, o secretário municipal Antônio
Marcos conversa com trabalhadores no terreno da mina
O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - PÁGINA 7
PÁGINA 8 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - ESPORTES
DISPIB
Ligue 3271-4399
DISTRIBUIDORA





 Bebidas
 Água Mineral
 Aluguel de Mesas
 Freezers
 E Muito Mais
ETAPA MICROREGIONAL DO JEMG
Confio em Deus com todas
as minhas forças, por isso
peço a Deus que ilumine meu
caminho concedendo-me a
graça que tanto desejo.
Mande publicar e observe o
que acontecerá no 4º dia.
MVCA
PRECE MILAGROSA
E. E. GUSTAVO Capanema (Módulo II) - Em pé: Juninho,
Adriano, Geyson, Luiz Henrique, Edgar e Caique.
Agachados: Felipe, Pedrinho, Warlon, Breno e Betinho
Acervo da EscolaEstadual Gustavo Capanema
FUTSAL PITANGUIENSE DÁ
SHOW EM PARÁ DE MINAS
OI - Equipes de quatro
escolas pitanguienses, na
modalidade de futsal, nai-
pes masculino e feminino,
módulos I e II e vôlei fe-
minino, nos módulos I e II
(ver quadro), participaram
da Fase Microrregional
dos Jogos Escolares de
Minas Gerais (Jemg), dis-
putado de 14 a 18 de maio,
em Pará de Minas.
O futsal feminino I e os
vôleis I e II femininos não
se classificaram, mas em
compensação, o futsal fe-
minino II e os masculinos
I e II deitaram e rolaram
nas quadras paraminenses
sagrando-se campeãs e
passando para a fase re-
gional invictas.
A próxima etapa dos Je-
mg acontece de 25 a 29/6,
emArcos, e as equipes pi-
tanguienses seguem os
treinamentos objetivando a
classificação à fase esta-
dual da competição.
DESEMPENHOS DAS EQUIPES PITANGUIENSES
Futsal Feminino I: Colégio Comercial Municipal Lima Guimarães;
Campanha: Dois jogos, duas derrotas. Desclassificada.
Futsal Feminino II: Escola Estadual Gustavo Capanema;
Campanha: 4 jogos, 3 vitórias, 1 empate, pênaltis.Classificada.
Futsal Masculino I: Escola Estadual Professor José Valadares;
Campanha: 4 jogos, 4 vitórias. Classificada.
Futsal Masculino II: Escola Estadual Gustavo Capanema;
Campanha: 5 jogos, 5 vitórias. Classificada.
Vôlei Feminino I: Escola Estadual Gustavo Capanema;
Campanha: 2 jogos, duas derrotas. Desclassificada.
Vôlei Feminino II: Escola Estadual Monsenhor Artur de Oliveira.
Campanha: 2 jogos, 1 vitória, 1 derrota. Desclassificada.
XXXIV JEMAB
JOGOSREGIONAIS DAS AABBs
ACONTECERAM EM PITANGUI
OI - Dias 25 e 26 de
maio aconteceram em Pi-
tangui a 34ª edição das Jor-
nadas Esportivas Micror-
regionais dasAABBs, (Je-
mab). As disputas ocor-
reram na AABB, no Está-
dio Homero Silva, e no Po-
liesportivo doClubeEspor-
tivo Pinheiros, envolvendo
oito modalidades esporti-
vas, buraco, sinuca e truco
(ver classificação final).
A competição acontece
anualmente em três eta-
pas; microrregional, regio-
nal e estadual. Nos jogos
pitanguienses AABBs de
oito cidades estiveram pre-
sentes: Pitangui, Abaeté,
Betim, Divinópolis, Itaúna,
Luz, Pará de Minas e
Pedro Leopoldo.
Os campeões desta eta-
pa farão os jogos da regi-
onal no dia 7 de setembro,
em Divinópolis. Afase es-
tadual vai acontecer em
Juiz de Fora.
CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS EQUIPES PITANGUIENSES
Buraco: Gil e Gê ( 2 a 0 x Divinópolis);
Peteca: Zé Carlos e Xexéu (2 a 1 x Pará de Minas);
Vôlei Feminino: Pitangui x Abaeté: (3 a 0 e 3 a 2).
CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS DEMAIS MODALIDADES
Futsal: Divinópolis
Minicampo Mirim: Divinópolis;
Minicampo Adulto: Pará de Minas;
Minicampo Master: Pará de Minas;
Minicampo Super Master: Pará de Minas;
Sinuca: Divinópolis;
Tênis de Mesa: Divinópolis;
Truco: Itaúna.
Um dos objetivos principais
de nossa cooperativa está
a participação intensa no
desenvolvimento desta
cidade.
FelizAniversário Pitangui!
RICARDO (Xexéu) e Zé
Carlos, os campeões
da peteca
GIL E GÊ
ficaram com o título
do truco
Fotografias do acervo da AABB de Pitangui

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Jornal opção 171 ed online
Jornal opção 171 ed onlineJornal opção 171 ed online
Jornal opção 171 ed online
Alair Arruda
 
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDFJornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
Sua Concorrencia
 
Revista Acontece Leste 27
Revista Acontece Leste 27 Revista Acontece Leste 27
Revista Acontece Leste 27
cocopequeno007
 
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
Sua Concorrencia
 
Jornal digital 09 02-18
Jornal digital 09 02-18Jornal digital 09 02-18
Jornal digital 09 02-18
Jornal Correio do Sul
 
Anuario digital fefol 2020
Anuario digital fefol 2020Anuario digital fefol 2020
Anuario digital fefol 2020
Leonardo Concon
 
Jornal opção 192 online
Jornal opção 192 onlineJornal opção 192 online
Jornal opção 192 online
Alair Arruda
 
Raleste20
Raleste20Raleste20
Raleste20
brunoebalto
 
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Associação Educacional Luterana Bom Jesus/Ielusc
 
Jornal opção 166 colorido
Jornal opção 166 coloridoJornal opção 166 colorido
Jornal opção 166 colorido
Alair Arruda
 
Jornal opção 178 online
Jornal opção 178 onlineJornal opção 178 online
Jornal opção 178 online
Alair Arruda
 
Jornal digital 10 01-18
Jornal digital 10 01-18Jornal digital 10 01-18
Jornal digital 10 01-18
Jornal Correio do Sul
 
Edição 163.
Edição 163.Edição 163.
Edição 163.
Alair Arruda
 
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
Pery Salgado
 
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
Pery Salgado
 
Edição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
Edição 89 do Jornal Tribuna do AraripeEdição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
Edição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
Tribuna do Araripe
 
Acontece 347
Acontece 347Acontece 347
Acontece 347
cocopequeno007
 
Jornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed onlineJornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed online
Alair Arruda
 
Jornal opção 176 online
Jornal opção 176 onlineJornal opção 176 online
Jornal opção 176 online
Alair Arruda
 
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
FolhaNR
 

Mais procurados (20)

Jornal opção 171 ed online
Jornal opção 171 ed onlineJornal opção 171 ed online
Jornal opção 171 ed online
 
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDFJornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
Jornal voz do vale - Edição 5ª. Data 30 de maio. 2016 - Versão Oline.PDF
 
Revista Acontece Leste 27
Revista Acontece Leste 27 Revista Acontece Leste 27
Revista Acontece Leste 27
 
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
Jornal Voz do Vale - Ano 1 - 4ª Edição - Almenara Minas Gerais.
 
Jornal digital 09 02-18
Jornal digital 09 02-18Jornal digital 09 02-18
Jornal digital 09 02-18
 
Anuario digital fefol 2020
Anuario digital fefol 2020Anuario digital fefol 2020
Anuario digital fefol 2020
 
Jornal opção 192 online
Jornal opção 192 onlineJornal opção 192 online
Jornal opção 192 online
 
Raleste20
Raleste20Raleste20
Raleste20
 
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinvilleEdição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
Edição nº 21_do_primeira_pauta,_o_jornal_laboratório_do_ielusc,_joinville
 
Jornal opção 166 colorido
Jornal opção 166 coloridoJornal opção 166 colorido
Jornal opção 166 colorido
 
Jornal opção 178 online
Jornal opção 178 onlineJornal opção 178 online
Jornal opção 178 online
 
Jornal digital 10 01-18
Jornal digital 10 01-18Jornal digital 10 01-18
Jornal digital 10 01-18
 
Edição 163.
Edição 163.Edição 163.
Edição 163.
 
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
JORNAL DO MUNICÍPIO - MARÇO 2014
 
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
INFORMATIVO CULTURARTEEN 155 - dezembro 2015
 
Edição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
Edição 89 do Jornal Tribuna do AraripeEdição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
Edição 89 do Jornal Tribuna do Araripe
 
Acontece 347
Acontece 347Acontece 347
Acontece 347
 
Jornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed onlineJornal opção 172 ed online
Jornal opção 172 ed online
 
Jornal opção 176 online
Jornal opção 176 onlineJornal opção 176 online
Jornal opção 176 online
 
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
Folha Notícias Edição 108 dia 20/12/2013
 

Semelhante a 382

O independente 384 agosto de 2013
O independente 384   agosto de 2013O independente 384   agosto de 2013
O independente 384 agosto de 2013
Ricardo Welbert
 
Primeira hora on line 28.04
Primeira hora on line 28.04Primeira hora on line 28.04
Primeira hora on line 28.04
Caride Bernardino
 
Jornal digital 4623_ter_10032015
Jornal digital 4623_ter_10032015Jornal digital 4623_ter_10032015
Jornal digital 4623_ter_10032015
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 27 09-17
Jornal digital 27 09-17Jornal digital 27 09-17
Jornal digital 27 09-17
Jornal Correio do Sul
 
EDIÇÃO 343
EDIÇÃO 343EDIÇÃO 343
EDIÇÃO 343
Afonso Pena
 
Informativo amarle 6 versão digital
Informativo amarle   6 versão digitalInformativo amarle   6 versão digital
Informativo amarle 6 versão digital
AMARLE
 
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
Elejota Editora
 
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo LestePágina 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
Comunicativo Mauricio
 
EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294
Afonso Pena
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
Ed Claudio Cruz
 
Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187
Leandro Cardozo de Souza
 
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal Correio do Sul
 
Jornal digital 4755 qua-16092015
Jornal digital 4755 qua-16092015Jornal digital 4755 qua-16092015
Jornal digital 4755 qua-16092015
Jornal Correio do Sul
 
Folha 135
Folha 135Folha 135
Folha 212
Folha 212Folha 212
Folha 212
cocopequeno007
 
Jornal digital 16 06-17
Jornal digital 16 06-17Jornal digital 16 06-17
Jornal digital 16 06-17
Jornal Correio do Sul
 
Jornal zoada bonita junho 2013
Jornal zoada bonita junho 2013 Jornal zoada bonita junho 2013
Jornal zoada bonita junho 2013
paulo maia
 
Jornal digital 4836_sex_15012016
Jornal digital 4836_sex_15012016Jornal digital 4836_sex_15012016
Jornal digital 4836_sex_15012016
Jornal Correio do Sul
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade
 
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
Pery Salgado
 

Semelhante a 382 (20)

O independente 384 agosto de 2013
O independente 384   agosto de 2013O independente 384   agosto de 2013
O independente 384 agosto de 2013
 
Primeira hora on line 28.04
Primeira hora on line 28.04Primeira hora on line 28.04
Primeira hora on line 28.04
 
Jornal digital 4623_ter_10032015
Jornal digital 4623_ter_10032015Jornal digital 4623_ter_10032015
Jornal digital 4623_ter_10032015
 
Jornal digital 27 09-17
Jornal digital 27 09-17Jornal digital 27 09-17
Jornal digital 27 09-17
 
EDIÇÃO 343
EDIÇÃO 343EDIÇÃO 343
EDIÇÃO 343
 
Informativo amarle 6 versão digital
Informativo amarle   6 versão digitalInformativo amarle   6 versão digital
Informativo amarle 6 versão digital
 
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
Jornal Ipiranga - Seu estilo de Vida / Agosto 2018
 
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo LestePágina 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
Página 2 do Jornal Expresso Comunicativo Leste
 
EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294EDIÇÃO 294
EDIÇÃO 294
 
Jornal Paraná Notícias
Jornal Paraná NotíciasJornal Paraná Notícias
Jornal Paraná Notícias
 
Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187Expresso das Praias #187
Expresso das Praias #187
 
Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015Jornal digital 4773_ter_13102015
Jornal digital 4773_ter_13102015
 
Jornal digital 4755 qua-16092015
Jornal digital 4755 qua-16092015Jornal digital 4755 qua-16092015
Jornal digital 4755 qua-16092015
 
Folha 135
Folha 135Folha 135
Folha 135
 
Folha 212
Folha 212Folha 212
Folha 212
 
Jornal digital 16 06-17
Jornal digital 16 06-17Jornal digital 16 06-17
Jornal digital 16 06-17
 
Jornal zoada bonita junho 2013
Jornal zoada bonita junho 2013 Jornal zoada bonita junho 2013
Jornal zoada bonita junho 2013
 
Jornal digital 4836_sex_15012016
Jornal digital 4836_sex_15012016Jornal digital 4836_sex_15012016
Jornal digital 4836_sex_15012016
 
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
Jornal Cidade - Ano II - Nº 28
 
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
BARÃO DE INOHAN 115 - 10 de junho de 2015
 

382

  • 1. O INDEPENDENTE 2 4 5 6 E AINDA... Desta vez o asfalto acontece? Finalmente luz elétrica em Pitangui Passeando nas minas de ouro MelhorQualidade,Melhor Atendimento, Melhores Condições de Pagamento Rua Lacerdino Rocha, 86 - Tel: 3271-4392 Transformando seu sonho em realidade Móveis, Eletroeletrônicos, e muito mais As notícias sociais pitanguienses ESPORTES Página 8 Nº 382 - Valor do exemplar R$ 2,00 - Pitangui, maio e junho de 2013 Email: jornal_independente@yahoo.com Desde 1990 o jornal de Pitangui para Pitangui JoãoPraes 10/5/2013 APRESENTADO como programa ecológico e gerador de mão de obra, oferecendo matéria prima, prensa e compra da produção de tijolos recicláveis, o projeto está gerando dúvidas, pois, pelo apurado, não existe ninguém na cidade trabalhando os tijolos, e não se sabe o que eles estão realmente fazendo no local, que está fechado à entrada de estranhos. PITANGUI 300 ANOS 1715 / 2015 Pesquisa: O que você gostaria de comemorar no dia 9 de junho de 2015? Envie sua resposta para: jornal_independente@yahoo.com2323Anos VENDE, COMPRA, TROCA E FINANCIA  Financiamento próprio e sem burocracia.  Buscamos e entregamos sua moto onde você estiver.  MOTOS NOVAS E USADAS  OFICINA ESPECIALIZADA  PEÇAS E ACESSÓRIOS  LAVAJATO DE MOTOS Rua Antônio Gonzaga, 110 - Centro Tel: 3271-2321 Horário de funcionamento: das 8h00 às 20h00 A ESMOLA QUANDO É MUITA... Denúncia aponta que projeto está destruindo a Mina do Batatal, um patrimônio histórico pitanguiense, na Penha GabrielBarbosa5/6/2013 ANASTASIA EXIGE ESTRADA PRONTA ANO QUE VEM PÁGINA 7  TRADIÇÃO E FAMÍLIA PRESERVADAS  MENSAGEM DE 9 DE JUNHO  UMA SÓ FESTA NO TRICENTENÁRIO PÁGINA 4 INICIADO O ASFALTO DE PAPAGAIOS A PITANGUI PÁGINA 2 PÁGINA 6 PÁGINA 7 ANTONIO Anastasia assinando a autorização do início das obras de asfaltamento da estrada que liga Pitangui a Papagaios. Junto com ele estão o deputado estadual Fabiano Tolentino (E), o deputado federal Domingos Sávio e o prefeito de Pitangui, Marcílio Valadares      DISPIB LIGUE 3271-4399  Bebidas  Água Mineral  Aluguel de Mesas  Freezers  E Muito Mais CAMPEÃO DA ETAPA MICRORREGIONAL DO JEMG EM PARÁ DE MINAS - JOSÉ VALADARES: Em pé: Lívio, Paulinho, Hiury, Vinícius, Guilherme e Thiago. Agachados: Bruno, Victor, Breno, Gustavo e Allan. OS VENCEDORES DA 34ª JEMABs NA AABB DE PITANGUI AcervoProfessorTiago
  • 2. É PÁGINA 2 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 O INDEPENDENTE - Fundado em 2 de janeiro de 1990 - Ano 23 - Edição Nº 381 - MAIO E JUNHO de 2013 (1000 exemplares) - Período de 27 de abril a 5 de junho de 2013 - Circula dia 7 de junho de 2013 - Diretor Responsável Edilson Lopes - Valor do exemplar avulso R$ 2,00 - Assinatura Local: 12 edições; R$ 30,00 - 24 edições; R$ 40,00 - Outras cidades no Brasil: 12 edições; R$ 40,00 - 24 edições; R$ 50,00 - Edição e Editoração, O INDEPENDENTE Empresa Jornalística Ltda. - Praça Governador Valadares, 10 - Centro, 35650-000 - Pitangui - MG. TELEFONE (37)3271-3057-Email: jornal_independente@yahoo.com - Registrado no Cartório de Títulos de Pitangui sob nº 2227 BNII - CNPJ 23.771.272/0001-90 - Representante para todo o Brasil - Republicar Ltda. Maior Abrangência: Pitangui, Belo Horizonte, Conceição do Pará, Contagem, Divinópolis, Leandro Ferreira, Martinho Campos, Maravilhas, Papagaio e Pará de Minas, chegando também em várias cidades do interior de Minas Gerais e em cidades de outros estados brasileiros. Os conceitos e opiniões emitidos em artigos assinados não são de responsabilidade deste jornal - Impressão:Diário do Comércio - Belo Horizonte, MG - Telefone (31)3469-2076. LAGRANTE GabrielBarbosa3/6/2013 IRANTE CIDADE M Rua Sarah Abreu Machado, 18 - Padre Libério UNIDADE NO CHAPADÃO - 3271-1490 Musculação, Spinning, Jiu-jitsu, Jump Qualidade de vida é para o ano inteiro! VISITA - A vinda do governador Antonio Anastasia a Pitangui, na sexta, dia 10 de maio, foi mais um mar- co na história pitanguiense das visitas dos governa- dores mineiros à Velha Serrana. A festança foi linda. Muitos políticos, muito discur- so, muita segurança, muito foguetório, uma infinida- de de aspones e pouca gente. Entre os assistentes, estava um veteranode aproxi- madamente 80 anos de idas e vindas na estrada em questão. Observando um dos discursos, ele simpa- ticamente comentou com quem parecia ser seu ne- tinho: “já ouvi essa promessa muitas vezes“, em se- guida virou as costas para o palanque e seguiu com o parentinho rumo à rodoviária. HISTÓRICO NEFASTO - Quem mora naquelas ban- das conhecem “de cor e salteado” as histórias do asfaltamento daquela estrada. Nos anos 1980, o então governador Newton Cardoso reuniu as proles na Fazenda Piri Piri e anunciou calorosamente as obras da estrada. O que nãoaconteceu. Coincidente- mente, fatojustificado por ele mesmodia 10/5, quan- do argumentou que“forças ocultas” trabalharam con- tra ele. No início da década de 2010, depois de no- vos discursos, aplausos e foguetório, as máquinas chegaram etrabalhando freneticamente despejaram asfalto dotrevo da BR 352 (Pitangui/Martinho Cam- pos) até próximo a entrada do povoadoRio do Peixe, provocando euforia nas populações dos municípios abrangidos pelas obras, que finalmente teriamogran- de desejoalcançado. Mas tudo em vão. Assim como vieram, as máquinas e os homens foram embora, deixando para trás muita tristeza e desesperança nas almas dos que acreditaram naquelas promis- sões. Como “a esperança é a última que morre”, as pessoas estão acreditando novamente que, desta vez, o asfalto será realizado. Tomara que sim! F Em seu programa semanal na rádio Ativa FM, José Raimundo Machado exibe uma música de Martinho da Vila cujo refrão diz: "Canta, canta, minha gente, deixa a tristeza pra lá". Esse artista foi colega de Machado na escola do Exército, na Urca e no Realengo, no Rio de Janeiro, quando ainda não era famoso. Essa músi- ca faz jus ao povo pitanguiense, que precisa cantar for- te e cantar alto nestes momentos que antecedem as comemorações pelos 300 anos da cidade. No período colonial, os poucos que conseguiam can- tar, tinham que fazê-lo baixo, pois a repressão da aris- tocracia reinante era violenta. Pelos lados de Ouro Pre- to, Sabará e Mariana, primeiras vilas do ouro de Minas Gerais, havia uma mistura de ciúme e inveja de Pitangui, porque aqui começaram a ser encontradas pepitas de ouro do tamanho de batatas e muita gente que garim- pava nestas cidades correu para cá. Nossos antepas- sados pitanguienses sofreram muito com esses senti- mentos. Por conta disso, a história de Pitangui passou a ser abafada pela Corte, para que a verdade nas coisas que aqui aconteciam não fossem divulgadas na época. Ago- ra, estamos liberados dessas algemas e podemos usar todos os meios ao alcance para promover os 300 anos deste lugar que, tão grande sua extensão, chegou a ser chamado de "país do Pitangui". A festa do tricentenário não pode ser como as anteri- ores, com meia dúzia de organizadores puxando a po- pulação para um lado, meia dúzia puxando para outro e, no fim das contas, não dando em nada. Se faltar organização nos preparativos, a importante data não chamará a atenção da mídia. Se a comemoração de 2015 for transformada em um evento jornalístico, o nome de Pitangui poderá reverberar pela região, pelo estado e pelo mundo, por meio da globalização da informação. É urgente a criação de uma comissão formada por representantes de todos os segmentos da cidade, de várias idades e classes sociais para, junto ao poder público, começar a pensar nas atrações do tricentenário e de sua promoção. Agora é a vez de a população pitanguiense cantar forte e cantar alto, para ter seu merecido reconhecimento. A HORA É AGORA Ricardo Welbert (Desde 1990 o jornal de Pitangui para Pitangui) O INDEPENDENTE POR APENAS R$ 30,00* VOCÊ RECEBE O JORNAL EM CASA DURANTE UM ANO LIGUE 3271-3057 QUE NÓS IREMOS ATÉ VOCÊ! (*Valor da assinatura para o perímetro urbano de Pitangui) POLUIÇÃO - O acúmulo de lixo às margens da BR- 352, no acesso ao bairro Lavrado, é resultado da tris- te realidade de quem nunca foi apresentado a uma lixeira, jamais teve lições de higiene e acha certo des- cartar seus sacos plásticos, pneus e móveis velhos por aí. Uma decepção para quem, ao contrário, se identifica com os tão repetidos discursos de preserva- ção da natureza e da saúde. Enquanto a fiscalização ambiental não for capaz de multar os sujões, isso nunca vai acabar Celular: 9979-4095 fácil falar. Daqui a dois anos, ou seja em 2015, Pitangui estará completando 300 anos. Apesar dos pro- jetos de comemoração que "teoricamente" estão sendo elaborados, parece que, em geral, a maioria das pesso- as não se atentaram para a real importância do evento. Afinal de contas, qual é o mote principal do festejo? Pitangui é uma cidade histórica. Sétima Vila do Ouro e vai por aí afora. Mas a realidade é outra. Até bem pouco tempo, Pitangui nunca havia sido citada nos principais roteiros turísticos históricos que sempre destacam, Mariana, Ouro Preto, Tiradentes, Diamantina, São João Del Rei e Sabará, como as principais vilas auríferas das Minas Gerais. Claro que já existiu informações sobre a Séti- ma Vila de Minas, mas, na maioria das vezes, apenas como condição cronológica de complemento em algum texto didático da história mineira. A situação começou a se reverter recentemente, com publicações de matérias sobre a situação histórica do município em jornais como Estado de Minas e Correio Brasiliense, entre outros e nos canais de televisões re- gionais, além da inclusão da cidade no Circuito Verde - Trilha dos Bandeirantes, uma entidade que reúne, além de Pitangui, Betim, Conceição do Pará, Esmeraldas, Florestal, Leandro Ferreira, Onça do Pitangui, Ribeirão das Neves e São Gonçalo do Pará. Sendo o circuito uma das principais iniciativas para o desenvolvimento do turismo sustentável em Pitangui até então. Paralela- mente, e complementando este tipo de empreendimen- to turístico, o Complexo Turístico Minas Goiás, ideali- zado pelo pitanguiense José Raimundo Machado, que já tem o aval da Secretaria de Turismo de Minas Gerais e outras entidades do meio, cai como uma luva dentro deste contexto, cuja proposta tem como objetivo princi- pal utilizar o trecho da antiga estrada que ligava Sabará a Pitangui; Pitangui a Paracatu e Paracatu à cidade de Goiás, nos tempos do ciclo do ouro no período colonial. Concluindo, a realização destes dois projetos represen- taria a revolução turística no cenário pitanguiense. Mas, pelo que se percebe, muito pouco foi feito até agora no sentido de desenvolver positivamente estes e outros pro- gramas afins. Com o objetivo de implementar as discussões, foi cri- ado o blog Pitangui 300Anos, um canal na internet onde as pessoas interessadas em participar da formação de um projeto amplo e abrangente das comemorações do tricentenário pitanguiense possam expressar suas opi- niões e suas críticas. Lá também o visitante vai conhe- cer a íntegra do projeto do Complexo Turístico Minas Goiás. As ideias estão aí. Sabemos que existem uma infini- dade de propostas e de pessoas que querem contribuir. Novamente, é necessário "bater na mesma tecla" da união dos projetos em torno de uma comissão específi- ca, para que os objetivos sejam alcançados com a ple- nitude que a ocasião oferece e exige. OS 300 ANOS DE PITANGUI (2) (E o WWW.pitangui300anos.blogspot.com)
  • 3. A CHEGADA DALUZ ELÉTRICA EM PITANGUI Vandeir Santos - DO BLOG “DAQUI DE PITANGUI” te alta do distrito, pois já não se dependia da força hidráulica obtida através do córrego desviado do alto da serra. O terreno baixo e ala- gadiço deixou de ser pro- blema. Muitos não sabem, mas a 1ª fábrica se situava na parte baixa do terreno, junto ao campo de futebol existente hoje. A solução não possibilitou melhoras somente no Brumado, com a nova fonte de energia foi possível a inauguração da segunda unidade da fábri- ca dentro da área urbana de Pitangui ainda no ano de 1913. Infelizmente, a ener- gia elétrica não chegou a tempo de trazer seus bene- fícios para a igreja matriz da cidade, naquele mesmo ano, devido ao uso descui- dado de um toco de vela, a suntuosa igreja se incen- deia e Pitangui perde o maior representante do seu acervo arquitetônico. O excedente era distribu- ído à população e a distri- buição se dava através de simples postes de madei- ra, tendo o benefício atingi- do, primeiramente, o centro para, depois, ao longo dos anos, ser estendido à peri- feria. A Cia. de Tecidos foi responsável pelo abasteci- mento até a segunda me- tade da década de 60, quando, então, a Cemig assume a distribuição. A entrada da Cemig no abastecimento de luz não representou o fim da usina de Bento Lopes, tendo sido modernizada ao longo dos anos, atualmente ela con- ta com 4 turbinas com a ca- pacidade de geração de 1.700 kW/h, que alimentam uma rede de 13,8 kV para o abastecimento das uni- dades de Brumado e Pitan- gui (desativadas) e outra de 23 kV para Pará de Mi- nas (em funcionamento), conforme nos relatou o Se- nhor. Rogério Martins Bra- ga, responsável pela ma- nutenção da usina, e que muito gentilmente nos rece- beu para uma sessão de fotos. No dia 30 de agosto de 2013, faz 99 anos que Pitangui passou a ser ser- vida de energia elétrica, se- gundo nos conta Monsen- hor Vicente Soares, em seu livro “A História de Pitangui”: “A festiva inauguração da luz elétrica ocorreu a 30 de agosto de 1914. Houve banquete no Hotel Sinfrônio Saldanha e cinema ao ar li- vre, sob as palmeiras impe- riais de João Alves Macha- do e João da Silva Caldas nas Praças de Santa Rita e da Matriz". Brumado já era abasteci- do de energia desde o dia 2 de fevereiro daquele ano, já que a usina que fora montada tinha por objetivo o abastecimento da fábrica de tecidos que então só existia naquele distrito. Ain- da segundo Monsenhor Vicente, a ideia de se cons- truir a usina havia sido tra- tada em assembleia da di- retoria da fábrica no dia 12 de julho de 1911, quando se definiu pela compra da cachoeira de Bento Lopes, no rio Pará. A geração de energia possibilitou a construção das novas instalações da fábrica do Brumado na par- Edição 381 - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - INDEPENDENTE - PÁGINA 3 PROJETOS:  ARQUITETÔNICOS  ESTRUTURAIS  ELÉTRICOS  HIDROSSANITÁRIOS  PAISAGISMO  LICENÇAS AMBIENTAIS  PLANILHAS E ORÇAMENTOS PARA FINANCIAMENTO DE IMÓVEIS Rua Zacarias Fernandes, 87 - Tel. (37)3271-5076 E-Mail: ecop_engenharia@hotmail.com.br DESENVOLVIMENTO DE PROJETOS PARA PESSOASQUE POSSUEM CARTAS DE CRÉDITO DA CAIXA FEDERAL m policial mili- tar aposentado reagiu a um assalto e aca- bou matando Ex-militar reage a assalto e mata dois Criminosos foram alvejados quando tentavam fugir em moto roubada Por Ricardo Welbert Udois criminosos, em Pitan- gui. O crime foi por volta das 18h35 do dia 31 de maio, em uma loja de rou- pas na avenida Lima Gui- marães, 223, região cen- tral. Uma jovem de 20 anos estava no estabelecimen- to quando o crime aconte- ceu. Ela disse à polícia que um dos assaltantes entrou no local usando um capa- cete, apontou um revólver para o ex-militar José Wandeir Faustino, de 45 anos, proprietário e exigiu a chave de uma moto que estava estacionada em frente. O assaltante pegou a chave do veículo. Do lado de fora, um comparsa es- perava por ele. Já em cima da moto, um deles voltou a apontar o revólver para o ex-policial, que revidou com tiros. O barulho da confusão assustou algumas pessoas na região. Entre elas, o de- legado de Polícia Civil Diógenes Caldas do Vale, que estava de folga. Ele disse à PM que encontrou os criminosos deitados no chão, ensanguentados, e que um deles estava segu- rando um revólver. Com a ajuda do militar reforma- do, o delegado conseguiu desarmar o jovem. O Grupo deAtendimen- to Voluntário Emergencial (Gave) foi chamado e en- controu os rapazes caídos no chão, bastante ensan- guentados. Eles foram le- vados para a Santa Casa de Misericórdia de Pi- tangui, aonde Thiago Vaz Rodrigues, de 17 anos, chegou morto, com três perfurações no tórax. Jonatas Santana dos Santos, de 20 anos, deu en- trada inconsciente, com duas perfurações na cabe- ça, e precisou ser levado para ohospital João23, em Belo Horizonte, onde mor- reu. O perito criminal Cássio Augusto Almeida Diniz esteve no local do crime. O revólver calibre 38 usa- do pelos assaltantes, com quatro cápsulas de muni- ção intactas e duas vazi- as, e a moto que eles ten- taram roubar, foram apre- endidos. Logo após o crime, o militar aposentado que ati- rou nos assaltantes deixou o local e passou ser consi- derado foragido da polícia. Na segunda-feira (3/6), o tenente Aguinaldo dos Santos, da PM, explicou que, por o suspeito ser apo- sentado, não haveria in- vestigação interna da PM. José Wandeir se apresen- tou à delegacia da cidade dia 4/6, fez o depoimento e foi liberado a seguir. OTORRINOLARINGOLOGIA Dr. Ricardo Paiva Praça da Câmara, 7 - Telefones: 3271-2861 e 9978-1952 OUVIDOS - NARIZ - GARGANTA (CRM 18976) GabrielBarbosa3/6/2013 COMERCIANTES pitanguienses estão apavorados com o crescente número de assaltos no centro e nos bairros da cidade e aguardam providências das autoridades locais Do Blog Daqui de Pitangui
  • 4. PÁGINA 4 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 Governador visita Pitangui e anuncia obras de asfaltamento O Fotografias V.Rabelo 10/5/2013 João Praes 10/5/2013 AS OBRAS JÁ COMEÇARAM e as máquinas saíram de Papagaios rumo à Pitangui. As populações das localidades que utilizam a estrada estão na expectativa de que desta vez os trabalhos iniciem e cheguem ao final, ao contrário de outras vezes em que começaram e não acabaram O GOVERNADOR Anastasia, observado pelo presidente da Câmara, Célio Leiteiro MARCÍLIO VALADARES, prefeito de Pitangui, agradeceu ao governador Antonio Anastasia O DEPUTADO Newton Cardoso enalteceu a importância da obra OS ALUNOS da Escola Estadual Professor Joaquim Xavier Lopes Cançado; ISadora(E), Júlia e Rafael, entregaram ao governador um pacote contendo obras literárias pitanguienses governador de Minas G e r a i s , A n t o n i o Anastasia, esteve em Pitangui no dia 10/5, para assinar uma ordem de início das obras de asfaltamento de 30,9 quilômetros da estrada de acesso à cidade de Papagaios, a partir do entroncamento com a BR-352. O investimento previsto, de R$ 31 mi- lhões, vem do programa Caminhos de Minas e in- clui a construção de uma ponte, compra de mate- rial de sinalização e pa- gamento de indenização, caso seja preciso desa- propriar algum imóvel na região. Em seu pronunciamen- to, feito do alto de um pa- lanque montado na pra- ça Plínio Malachias, na região central, Anastasia prometeu que a obra, an- tigo desejo dos usuários do trecho, estará pronta até ofim de 2014. "É uma obra reivindicada há qua- se 300 anos, que éo tem- po da história e da vida de Pitangui. Estamos atendendo à solicitação da comunidade, dos nos- sos deputados, dos pre- feitos. A obra já se inicia amanhã (sábado, 11/5), com os recursos em cai- xa. Quero ver essa obra pronta até o fim do ano que vem", afirmou. O programa Caminhos de Minas tem objetivo de ampliar e melhorar a infraestrutura logística dos municípios mineiros. Ainda de acordo com o governador, a região cen- tral do estado será con- templada com 12 obras, que somam mais de 364 quilômetros de rodovias. AGRADECIDOS O prefeito de Pitangui, Marcílio Valadares, agra- deceu a presença deAn- tonio Anastasia e listou algumas ações que es- tão sendo realizadas pelo Governo de Minas na ci- dade, como a implanta- ção do Farmácia de Mi- nas e do UaiTec (curso a distância), reforma de posto de saúde, aquisi- ção de ônibus escolares e viaturas policiais, além de construção de quadra poliesportiva. Marcílio Valadares afirmou que a obra do Caminhos de Mi- nas vai gerar mais desen- volvimento para a região de Pitangui. "Esta obra não irá so- mente unir cidades e pe- quenos povoados. Ela tam- bém irá melhorar a estru- tura local, possibilitando o escoamento da nossa pro- dução, reduzindo os cus- tos de transporte da nos- sa classe produtora de toda região. Graças à sua sensibilidade de homem público, Pitangui volta aos seus bons tempos, sendo contemplada com grandes obras", concluiu o prefeito CIDADADÃO HONORÁRIO Antonio Anastasia rece- beu título de cidadão hono- rário, entregue pelo presi- dente da Câmara, Célio de Oliveira Campos.Aconces- são da homenagem, se- gundo o vereador, foi moti- vada pelos "relevantes ser- viços prestados ao Estado". "É uma honra agraciar aquele que considero um dos maiores homens pú- blicos da política brasilei- ra. Honesto, empreendedor e extremamente preocu- pado com a melhoria dos municípios do interior de nosso Estado. No próximo dia 9 de junho, Pitangui completa 298 anos. Ouso afirmar que esse asfalto é um dos maiores, senão o maior presente para o nos- so município, em toda a sua história", finalizou Omar Freire (Ascom)10/5/2013 OS ESTUDANTES do ITAC, "Escola Agrícola", deram de presente ao governador uma camisa do instituto OI - O presidente geral da Empresa de Pesqui- saAgropecuária deMinas Gerais (Epamig), Marce- lo Lana Franco, esteve em Pitangui no dia 6/5. Acompanhado por diretores e chefes de departa- mento da entidade, ele visitou a Fazenda Experi- mental e o Instituto Técnico de Agropecuária e Cooperativismo (Itac). Em reunião com funcionários locais, Lana ex- pôs diretrizes que norteiam sua gestão, como foco em pesquisa agropecuária, transferência de tec- nologia para produtores rurais e inovação do setor. O objetivo foi de reforçar a missão da empresa. "Propomos uma gestão participativa, com desen- volvimento e projeção da pesquisa, voltada, princi- palmente, para a agricultura familiar", explicou. Acompanhado pelo prefeitode Pitangui, Marcílio Valadares, o presidente da Epamig abriu o 4º Ci- clo de Palestras do Itac. Marcelo Lana também conversou bastante com alunos do instituto. Governador Na mesmasemana, o presidente da Epamig vol- tou ao local para recepcionar o governador de Mi- nas Gerais,AntonioAnastasia, que usou o institu- to como ponto de partida de sua visita a Pitangui para anunciar obras de asfaltamento. Ajudado pelo aluno Igor Vasconcelos Faria, o governador plantou uma muda de Pau-Brasil e foi presenteado com uma camisa de uniforme e um kit com produtos da Epamig. "Estamos diante de um belíssimo projeto, que representa grande vitó- ria do nosso Estado. O Produto Interno Bruto do agronegócio mineiro, em 2003, equivalia a 9% do nacional. Hoje, são quase 14%. Isso é fruto do esforço conjunto da Epamig, do Itac, da Emater e dos empresários rurais. O futuro do Brasil, da agro- pecuária e do nosso desenvolvimento está nas mãos de todos nós", disse opresidente da Epamig. Antonio Anastasia disse que gostou de visitar o instituto. "Fiquei impressionado com as instalaçõ- es e com a disposição dos alunos e dos professo- res. Não há dúvida de que já temos grande poten- cial. A escola tem um trabalho excepcional e o presidente tem boas idéias para aprimorá-la", afir- mou. Para Marcelo Lana Franco, a visita do governa- dor marcaum novotempoparaa Epamig. "Estamos em um momento ímpar. Com apenas um mês de gestão, acredito que essa visita caracteriza o foco que queremos dar à empresa, trazendo a socieda- de para cá, e buscar parcerias com entidades do terceiro setor", disse. Presidente da Epamig recepciona líder político; alunos participam (Assessoria de Comunicação) Gabriel Barbosa 3/6/2013
  • 5. 3271-2502 CHAPRISCOCHAPRISCOAuto Mecânica e Elétrica Atendimento 24 horas - 9971-6027 3271-5938 FARMÁCIA SOLUÇÃO 3271-4171 /3271-5800 /3271-4244 Centro e Chapadão “É daqui, é da nossa gente” 3271-1267e 3271-3940 VERDURÃO POPULAR Rua Lacerdino Rocha,390 - 3271-4496 DEPÓSITO Av.Lima Guimarães,8 -3271-4141 Fazendo o seu alimento detodo dia... Av. Gustavo Capanema, 191 - 3271-4030 Tintas e materiais Rua Lacerdino Rocha,410 3271-23333271-4314 3271-1060 / 9911-2383 Edição 382 - Maio e junho de 2013 - INDEPENDENTE - PÁGINA 7ESPECIAL ANIVERSÁRIO DE PITANGUI 9 de junho de 2013. Uma comemoração que é de todos nós! PITANGUI 298 ANOS. (FALTAM APENAS DOIS ANOS PARA O 300º ANIVERSÁRIO) Antônio do Carmo Siqueira Gomes Pça. da Câmara,46-B -3271-6090 DOCUMENTAÇÃO EM GERAL DE IMÓVEIS DESPACHANTE IMOBILIÁRIO 3271-1928 Adney Leonardo Gonçalves etâniaDiniz BRua Padre Belchior, 128 3271-4286 / 9115-9819 ESPAÇO DE BELEZA “Presente nosmomentosmaissaborososda vida!” Praça Getúlio Vargas,35 - Centro 3271-1261 Av. Gustavo Capanema, 337 3271-2323 /9971-6601 /8804-8003 FERRO E AÇO PITANGUI Center Lanches LANCHONETE DO JUNINHO 3271-14203271-4797 3271-2844 CALÇADOS Rua do Pilar, 33 - Centro Pìtangui e Nova Serrana 3271-6363 - 3226-0808 SOM E ACESSÓRIOS Rua Padre Belchior,77 -3271-2021 Projectus Arquitetura e Urbanismo Lanches Naturais Rua Padre Belchior,21 -3271-3963 UNIVERSO SUPERMERCADO Rua Velho do Taipa, 354 -3271-6161 (Santo Antônio) UNIVERSO 9 DE JUNHO Estamos satisfeitos e orgulhosos em participar diretamente, com o nosso trabalho, de mais uma etapa na existência de Pitangui. Assim, como toda a população pitanguiense, vamos comemorar intensamente o 298º aniversário de nossa cidade, nos comprometendo fazer todos os esforços possíveis para que os próximos aniversários sejam sempre melhores. FELIZ ANIVERSÁRIO PITANGUI! CÂMARAMUNICIPALDE PITANGUI L BAR DO 8812-1993 LUISUIS arraca da E B E LCaldos, Tropeiro, Arroz Temperado 8834-6938 B Rua Lacerdino Rocha, 116 3271-5006 3271-14032/ 3271-1490
  • 6. PÁGINA 6 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 infantilFOTOCOLORKAMARGOS TRANSPORTE DE PASSAGEIROS - TURISMO - CARGAS E ENCOMENDAS HORÁRIOS DE ÔNIBUS:  Pitangui/Belo Horizonte: 8:15, 13:15 e 20:00. VIAÇÃOSERTANEJA  Pitangui: Terminal Rodoviário (37) 3271-4414  Abaeté: Av. Simão da Cunha, 69 (37) 3541-1584 Diariamente A MAMÃE Kelly e papai Rodrigo, nas comemora- ções do primeiro aninho da filhinha Ana Luzia, dia 18 de maio FOTOCOLORKAMARGOS Acervodafamília BRENDA e a professora e bailarina, Juliana Maia CLAUDINHO e Vanessa, casaram-se dia 22/4 V.Rabelo 25/5/2013 DR. NAYDER Nunes; presidente da OAB de Pitangui, o desembargador José do Carmo Veiga de Oliveira, que palestrou sobre o Estatuto do Idoso no 32º Encontro de Estudos Jurídicos, e o prefeito de Pitangui, Marcílio Valadares, em reunião social que antecedeu à palestra BAILARINA Destaque na apresen- tação do Primeiro Festi- val de Dança da Acade- mia Laila Nazar, que aconteceu dia 1º de de- zembro do ano passado no, poliesportivo do clu- be Pinheiros, a pequena Brenda de Freitas Barce- los, 9 anos, ganhou uma bolsa na Academia de Balet Juliana Maia, em Nova Serrana, e atual- mente está indo a Divinó- polis, onde aperfeiçoa sua performanse na pon- ta dos pés, com um treinamento específico e com sapatilha própria. O objetivo de tanta dedicação está na participação no campeonato mineiro da modali- dade. Brenda dança desde os 3 anos e tem se dedi- cado intensamente para superar os desafios que o balé oferece. Ela é filha de Glaciele Moreira de Bar- celos e Tales Vilaça de Freitas. Dia 13 de julho, a partir das 19h30, no poliesporti- vo do Clube Esportivo Pi- nheiros, acontece o Bingo Beneficente para a Praça de Esportes de Pitangui. A cartela custa apenas R$ 10,00 e pode ser adqui- rida na secretaria do clu- be, telefone3271-4488, ou no jornal O INDEPEN- DENTE, 3271-3057. Apremiação será de R$ 1.000,00, para o primeiro prêmio, R$ 500,00, para o segundo e R$ 300,00 para o terceiro. QUADRA DE TÊNIS É a novidade que o Clu- be Esportivo Pinheiros está preparando para seus associados e visitantes. A quadra está sendo ins- talada na quadra poliespor- tiva que fica atrás da pisci- na grande e já está quase pronta. Outra novidade na Praça de Esportes é a pintura nos BINGO BENEFICENTE pisos e quadras, que está sendo realizada por ali. Edilson Lopes, presiden- te do clube, disse que gra- ças à ajuda do prefeito Marcílio Valadares e a aten- ção do secretário Marcos Lobato, estão sendo exe- cutadas algumas reformas no local e outras também estão programadas. Só sabe para onde vai, aquele que sabe de onde veio. É com essa ideia em mente que o médico aposentado Deusdedit Pinto Ribeiro de Campos Tradição de famílias preservada em livro Ricardo Welbert Médico segue os caminhos do pai em pesquisa genealógica LIVRO aborda tradição de famílias mineiras resolveu pesquisar a origem de algumas famílias tra- dicionais de Minas Gerais, como os Alvares da Sil- va, Mello Franco, Pinto Ribeiro, Pinto da Fonseca, Valladares Pinto, Dalle Mascarenhas, Fontainha, Sigaud, entre outros sobrenomes de peso. O resul- tado do trabalho está em um livro de 550 páginas, publicado pela editora 3i. O autor tem 82 anos de idade e mora em Belo Horizonte. Durante o processo de pesquisa, que du- rou 12 anos, ele leu o livro publicado pelo pai, um advogado pitanguiense apaixonado pela genealogia da famosa Joaquina do Pompéu. "Meu avô tinha fazenda em Pompéu Velho, mas meus pais eram de Pitangui. Meu pai gostava de genealogia e escreveu sobre a descendência de Joaquina de Pompéu. Eu me propus, então, a atua- lizar essa e outras genealogias, que mudam bastan- te a cada nova geração", diz Deusdedit. A paixão do apostado pela história das famílias resultou em outras duas obras: 'Dona Joaquina do Pompéu, sua história e sua gente' (da editora Rona) e 'Testamento e inventário de Dona Joaquina do Pompéu e outros documentos', que está em fase de impressão na 3i. Como adquirir 'Os Castelo Branco d'aqui' será lançado no dia 22/ 6, às 17h, no Centro Cultural Dona Joaquina do Pompéu, em Pompéu. A obra já está à venda pelo telefone (31) 3223-0582 ou pelo e-mail campos @mkm.com.br. Comunicamos o descredenciamento do corresponden- te MAIS BB, MARIAEDUARDADE FARIAOLIVEIRA, CNPJ 15.425.651/0001-09, situado à Praça da Câmará, 05, Centro de Pitangui, MG, desde o dia 23/04/2013, não esta autorizada a processar quaisquer transações, re- cebimentos, títulos/convênios, assemelhados e outros serviços e vincular marca, MAIS BB AVISO À PRAÇA ReproduçãoRicardoWelbert3/6/2013 ORTOPEDIA E TRAUMATOLOGIA Atendimento: Clínica Vida e Saúde Unimed Telefones: 3271-1677 e 3271-3155 Dr. Diogo Mahé Costa CRM 34.165 (Desde 1990 o jornal de Pitangui para Pitangui) O INDEPENDENTE POR APENAS R$ 30,00* VOCÊ RECEBE O JORNAL EM CASA DURANTE UM ANO LIGUE 3271-3057 QUE NÓS IREMOS ATÉ VOCÊ! (*Valor da assinatura para o perímetro urbano de Pitangui) 2013 Dia 3 de Agosto - A partir das 22:00 No Restaurante Varandão Abertura: Banda Paletó de Veludo Show:  Mesa de Buteco LANCHONETE DO JUNINHO 3271-1420 TABACARIA DO TIZIU 9979-3060 BAR DO AGENOR Alessandra - 8819-2923 MESAS COM BAIXINHA 9976-6845 8835-5543 9951-2200 INGRESSOS E CAMAROTES (Limitados) AQUECIMENTO DIA 13 DE JULHO Com a Banda Paletó de Veludo
  • 7. A A s minas de ouro são umimportantepatrimôniohis- tórico de Minas Gerais. Em Pitangui,aexploração ocorreu entre os séculos 17 e 18. As poucas galerias subterrâneas que restaramcorrem risco de extinção.Arecente instalação de uma empresa no terreno onde fica a entrada de uma delas está no centro de uma polêmica. No fim do ano passado, a Prefeitura de Pitanguie o Es- tadodeMinas Gerais autoriza- ram a Soberana Mineração e Empreendimentos a instalar equipamentos de seu projeto Reciclo no local conhecido comoPastodoAntônioBene- dito,nobairroPenha,áreapar- ticular onde fica a entrada de uma antigaminadeouro,pro- tegida peloInstituto do Patri- mônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), que a con- sidera fonte importante para estudose,porisso,proíbequal- quer tipo de alteração na es- trutura. A DENÚNCIA E AS PROVIDÊNCIAS No dia 26de fevereiro des- te ano,apromotoria dejustiça dacidaderecebeu umadenún- ciaafirmandoqueo empreen- dimento provoca danos irre- versíveis ao bem. Na data se- guinte, apromotora de Patri- mônioHistórico,AdrianaJúlia de Souza, enviouofício à pre- feitura, exigindoa suspensão do funcionamento até que o caso fosse esclarecido. O secretário municipal de Turismo,CulturaePatrimônio Histórico,AntônioMarcosLe- mos, diz queatendeu àreivin- dicação e ainda pediu a sus- pensão da licença ambiental concedida pelo Estado, que também foi cassada. Em seguida, foi emitida uma medidacautelar com or- demde buscaeapreensãodos equipamentos da empresa. Um oficial dejustiçafoi envi- ado ao local para notificar MarceloCorreiados Reis,téc- nico responsávelpelo Projeto Recicloem Pitangui. "A Prefeitura, junto com a Polícia Militar, esteve no lo- cal, mas nãofez vistoriatécni- ca nos equipamentos. Mas nossa preocupação independe de estar havendo violação ou não. O fato de a empresa ter se instalado emum bem pro- tegido peloIphan já configura Ricardo Welbert MPINVESTIGAEXPLORAÇÃO EMANTIGAMINADE OURO Empresa teve autorização para fabricar tijolos com rejeitos de mina; denúncia aponta destruição de patrimônio histórico ilegalidade.Medidas deprote- ção estãosendo tomadas com lisura etransparência. Quere- mos que o caso seja investi- gado e resolvido", disse o se- cretário municipal, Antônio Marcos Lemos. A denúnciacontra a empre- sa foi o tema central de uma reunião doConselho Munici- pal doPatrimônio Cultural de Pitangui(CMPC),realizadana tarde de 7 de maio. O presi- dente daentidade,ManoelRi- cardo Rocha Fiuza, propôs que a Soberana Mineração fosse chamadapara dar expli- cações epropôs o tombamen- to provisório das minas do Bandeirante, nobairro Penha, edo PastodoAntonioBenedi- to, que foiaprovado pelo pre- feito, MarcílioValadares. "O tombamento provisório vai permitir a elaboração de pro- postas de trabalho nas minas, a partir de um levantamento encomendadopelaPrefeitura. Impedir o acesso de pessoas a estes locais e deixá-los como estão não é vantagem. Agora, serápossível fazer um estudo técnico livre de pres- sões e com bons resultados para transformar as galerias em atrações turísticas", expli- cou ManoelFiuza. "Com otombamento,o mu- nicípio passaa ter autonomia independentedospoderes para ordenar aretirada da empresa do local, inclusive, se julgar- mos necessário, com a inter- venção da Polícia Federal", disse o secretário municipal AntônioMarcos Lemos. O INDEPENDENTE procurou o ex-prefeito de Pitangui,EvandroRochaMen- des, para saber por que au- torizou, quase no fim de seu mandato, ano passado, a ins- talação da fábricade tijolos na entrada da mina. "O representante dessa em- presa de Belo Horizonte me procurou, disse que trabalha com exploração mineral e apresentou apropostadefazer a retirada dos fragmentos de rochas queforam retirados da minanoperíododeexploração do ouro.Esses materiais seri- am tratados, paraa retirada de possíveis materiais pesados, e transformados emtijolos eco- lógicos, gerandorenda para a população",disse. Evandro também argumen- tou que aempresa teve o inte- resse de funcionarem um lu- gar afastado de residências, para não causar problemas com barulho ou segurança, e afirmouqueostrabalhos nolo- cal começaram após o fim de seu mandato, em 31 de de- zembroúltimo. "Ele[orepresentante daem- presa] deixoutransparecer que poderia haver restos de ouro em meio aos rejeitos,por cau- sa da forma precária como o mineral era extraído. Em contrapartida, daria condições técnicas e de segurança para que a área pudesse passar a ser visitadapor turistas", con- touEvandro. Atualmente, qualquer em- presa interessada em extrair ouro do subsolo precisa se comprometer adar o destino correto aos rejeitos. Não é mais permitidoapenas jogar a terra fora. "Esse cara[o representante da empresa], a meu ver, pa- receu alguém capaz de fazer algo bomaodar odestino cor- reto a metaispesados que não desaparecem na natureza e podem oferecer riscos à saú- de humana. Se o negócio an- dou para trás, é lamentável", concluiu Evandro Rocha Mendes. Mesmo com a cas- sação do alvará de funciona- mentodaSoberanaMineração em Pitangui,nodia 31/5 apá- gina da empresa na internet ainda exibia informações so- bre as leis que baseiam a ati- vidade na cidadee ainda con- vocava pessoas interessadas em trabalhar emuma "área de recuperação ambiental", transformandorejeitosdemi- neração emtijolos ecológicos e correlatos."Estamos cadas- trandointeressadosem produ- zir tijolos em suas residênci- as,comcontratodeexclusivi- dade decompra por unidade. Fornecemos matéria prima e prensa manual para fabrica- ção. Recebemos entulhos se- lecionados", diz a nota publi- cada no site,que termina com um endereço de e-mail e um número detelefone para con- tato. Moradores próximos ao PastodoAntônioBeneditoafir- mam queainda há movimen- tação detrabalhadores no lo- cal. SEM RESPOSTA Areportagemtentou encon- trar MarceloCorreiados Reis, técnico responsávelda Sobe- rana Mineração em Pitangui, mas nãoconseguiu.Nodia31/ 5, um porteiro da empresa atendeua umtelefonema ein- formou que Marcelo só esta- s galerias de acesso às antigas minas de ouro de Pitangui estão jogadas às traças. Mas quem se aventura a per- corrê-las também encon- tra aranhas, cobras, es- corpiões e morcegos. O pesquisador Vandeir San- tos é um dos poucos que encaram esse desafio. Ele guia a equipe de reporta- gem pela Mina do Bandei- rante, no bairro Penha. A região, conhecida como "Morro do Batatal", ganhou esse nome de- pois que os primeiros ex- ploradores começaram a encontrar pepitas de ouro do tamanho de batatas por lá. Com sua lanterna, Exploradores modernos percorrem minas de Pitangui VANDEIR SANTOS, conhecedor dos locais há anos, critica o estado de abandono dos patrimônios Acervo pessoalVandeir Santos ria no local na segunda-feira seguinte(dia3/6),e confiden- ciou que ochefe teve o intui- to de beneficiar a população dePitangui,pormeioda gera- ção de emprego e renda, mas ficou chateado com a de- núncia e pensaem encerrar o negócio na cidade. A repor- tagem tambémdisponibilizou contatos detelefone e e-mail, mas nãoobteve retorno.Uma mensagemcomperguntas so- bre a denúncia foi enviada para oendereçoqueconstano site daempresa,mas não hou- ve respostaatéodia 3/6. Santos mostra pregos cravados por eles nas paredes da mina, para segurar lamparinas. Logo à frente, o visitante percebe um afundamento no chão de terra batida. Ali, segundo o pesquisador, fi- cava a entrada de outra galeria, que foi destruída por uma erosão. "Essa é mais uma prova de que as mi- nas de Pitangui correm sério risco de desaparecer. Neste local, há um processo de degradação causado por um loteamento feito na parte de cima. Existem, ain- da, as do bairro Chapadão que, por estarem distantes do Centro, não representam valor histórico tão alto. As melhores que restam estão em Onça de Pitangui, onde há dezenas de entradas", explica Vandeir. O poeta pitanguiense Jorge Mendes Guerra Brasil já publicou vários livros, nos quais conta suas aventuras de infância. Dentro de algumas minas, a imaginação transformava o menino em herói. "Quando eu tinha cer- ca de oito anos, costumava brincar de Batman nas mi- nas. Naquela época, elas já estavam abandonadas. Hoje, estão piores", lamenta. LEVANTAMENTO Em 2010, o coordenador do Laboratório de Arqueo- logia da Universidade Federal de Minas Gerais, profes- sor Carlos Magno Guimarães, esteve à frente de pes- quisas financiadas pela Prefeitura, a pedido do Minis- tério Público Estadual (MPE), para descobrir os vestígi- os da mineração na cidade. "É preciso fazer a delimi- tação do entorno, para avaliarmos toda a sua extensão e identificarmos seus componentes", disse o arqueó- logo, que defendeu o tombamento como medida de preservação das minas, assim como a retirada de toda a sujeira acumulada nelas. Para o especialista, as galerias possuem potencial turístico capaz de influenciar a economia da cidade. Mas é preciso tratar melhor o espaço, que hoje é usado como depósito de lixo e criadouro de animais peçonhentos. Por Ricardo Welbert FotografiasV.Rabelo 6/3/2013 ACOMPANHADO pela polícia de meio ambiente, o secretário municipal Antônio Marcos conversa com trabalhadores no terreno da mina O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - PÁGINA 7
  • 8. PÁGINA 8 - O INDEPENDENTE - Edição 382 - Maio e junho de 2013 - ESPORTES DISPIB Ligue 3271-4399 DISTRIBUIDORA       Bebidas  Água Mineral  Aluguel de Mesas  Freezers  E Muito Mais ETAPA MICROREGIONAL DO JEMG Confio em Deus com todas as minhas forças, por isso peço a Deus que ilumine meu caminho concedendo-me a graça que tanto desejo. Mande publicar e observe o que acontecerá no 4º dia. MVCA PRECE MILAGROSA E. E. GUSTAVO Capanema (Módulo II) - Em pé: Juninho, Adriano, Geyson, Luiz Henrique, Edgar e Caique. Agachados: Felipe, Pedrinho, Warlon, Breno e Betinho Acervo da EscolaEstadual Gustavo Capanema FUTSAL PITANGUIENSE DÁ SHOW EM PARÁ DE MINAS OI - Equipes de quatro escolas pitanguienses, na modalidade de futsal, nai- pes masculino e feminino, módulos I e II e vôlei fe- minino, nos módulos I e II (ver quadro), participaram da Fase Microrregional dos Jogos Escolares de Minas Gerais (Jemg), dis- putado de 14 a 18 de maio, em Pará de Minas. O futsal feminino I e os vôleis I e II femininos não se classificaram, mas em compensação, o futsal fe- minino II e os masculinos I e II deitaram e rolaram nas quadras paraminenses sagrando-se campeãs e passando para a fase re- gional invictas. A próxima etapa dos Je- mg acontece de 25 a 29/6, emArcos, e as equipes pi- tanguienses seguem os treinamentos objetivando a classificação à fase esta- dual da competição. DESEMPENHOS DAS EQUIPES PITANGUIENSES Futsal Feminino I: Colégio Comercial Municipal Lima Guimarães; Campanha: Dois jogos, duas derrotas. Desclassificada. Futsal Feminino II: Escola Estadual Gustavo Capanema; Campanha: 4 jogos, 3 vitórias, 1 empate, pênaltis.Classificada. Futsal Masculino I: Escola Estadual Professor José Valadares; Campanha: 4 jogos, 4 vitórias. Classificada. Futsal Masculino II: Escola Estadual Gustavo Capanema; Campanha: 5 jogos, 5 vitórias. Classificada. Vôlei Feminino I: Escola Estadual Gustavo Capanema; Campanha: 2 jogos, duas derrotas. Desclassificada. Vôlei Feminino II: Escola Estadual Monsenhor Artur de Oliveira. Campanha: 2 jogos, 1 vitória, 1 derrota. Desclassificada. XXXIV JEMAB JOGOSREGIONAIS DAS AABBs ACONTECERAM EM PITANGUI OI - Dias 25 e 26 de maio aconteceram em Pi- tangui a 34ª edição das Jor- nadas Esportivas Micror- regionais dasAABBs, (Je- mab). As disputas ocor- reram na AABB, no Está- dio Homero Silva, e no Po- liesportivo doClubeEspor- tivo Pinheiros, envolvendo oito modalidades esporti- vas, buraco, sinuca e truco (ver classificação final). A competição acontece anualmente em três eta- pas; microrregional, regio- nal e estadual. Nos jogos pitanguienses AABBs de oito cidades estiveram pre- sentes: Pitangui, Abaeté, Betim, Divinópolis, Itaúna, Luz, Pará de Minas e Pedro Leopoldo. Os campeões desta eta- pa farão os jogos da regi- onal no dia 7 de setembro, em Divinópolis. Afase es- tadual vai acontecer em Juiz de Fora. CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS EQUIPES PITANGUIENSES Buraco: Gil e Gê ( 2 a 0 x Divinópolis); Peteca: Zé Carlos e Xexéu (2 a 1 x Pará de Minas); Vôlei Feminino: Pitangui x Abaeté: (3 a 0 e 3 a 2). CLASSIFICAÇÃO FINAL DAS DEMAIS MODALIDADES Futsal: Divinópolis Minicampo Mirim: Divinópolis; Minicampo Adulto: Pará de Minas; Minicampo Master: Pará de Minas; Minicampo Super Master: Pará de Minas; Sinuca: Divinópolis; Tênis de Mesa: Divinópolis; Truco: Itaúna. Um dos objetivos principais de nossa cooperativa está a participação intensa no desenvolvimento desta cidade. FelizAniversário Pitangui! RICARDO (Xexéu) e Zé Carlos, os campeões da peteca GIL E GÊ ficaram com o título do truco Fotografias do acervo da AABB de Pitangui