SlideShare uma empresa Scribd logo
2˚ano  independência eua cap28
Elite enriquecida desejava o fim do colonialismo e dos entraves econômicos
dele recorrentes;
Com base nas ideias liberais inicia-se um movimento pela emancipação política
da região.
As ideias iluministas foram as norteadoras para que esse processo tivesse início;
Séculos XVII e XVIII: Fugindo de perseguições religiosas
(Stuarts) , milhares de calvinistas dirigem-se à costa leste do
território (EUA):
Calvinistas: rígida estrutura social: Proibição do lazer,
consumo de bebidas, sexo deveria única e exclusivamente
visar a procriação.
Grande interesse pela educação: Leitura da Bíblia
Fundação de escolas e universidades na colônia;
2˚ano  independência eua cap28
Ocupação Territorial:
NORTE (POVOAMENTO)    X              SUL (EXPLORAÇÃO- PLANTATION)



Comparando com a América                 Monocultura
espanhola e portuguesa.                  Mão de obra escrava (negra)
Policultura em pequenas
propriedades familiar.
                                              MERCADO EXTERNO
Mão de obra livre
                                                   CLIMA QUENTE
Atividade realizadas por artesões.

    MERCADO INTERNO                      LATIFÚDIOS ESCRAVISTAS, VOLTADO
CLIMA FRIO SIMILAR À INGLATERRA          PARA O MERCADO EXTERNO
A disposição das 13 colônias na América do Norte
Apresenta semelhanças com as Capitanias Hereditárias
Na América Portuguesa.
• “Independência econômica”;
• Desenvolvimento de um mercado
  interno;
• Autonomia administrativa em relação à
  metrópole ( assembleias de colonos);



           ESTABELECIMENTO          DO
           COMÉRCIO TRIANGULAR -
           Europa, África e América


* Século XVIII: Inglaterra
Revolução Industrial: ampliação
do mercado consumidor, busca de matéria-prima
barata.
2˚ano  independência eua cap28
O COMÉRCIO TRIANGULAR
DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE
              AUMENTO DAS TENSÕES

            GUERRA DOS SETE ANOS (1756-1763)
             FRANÇA X INGLATERRA

MOTIVOS: - Rivalidade econômica e colonial;
         - Áustria (França) e Prússia (Inglaterra) disputam o território alemão;
           preocupação das potências europeias com o crescente prestígio e
           poderio de Frederico II, o Grande, Rei da Prússia; derrota da Áustria:
           França perde o Canadá e renuncia a seu domínio na Índia em favor da
           Inglaterra;

           VITÓRIA DOS INGLESES E TOMADA DE TERRAS FRANCESAS
           SITUAÇÃO ECONÔMICA BASTANTE COMPLICADA DEVIDO AOS ALTOS CUSTOS DA
           GUERRA
DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE
         AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA




        Ingleses necessitavam de maiores fontes de recursos, decidindo criar
        assim, novos impostos.

          LEI DO AÇÚCAR (1764)    (AUMENTO NO PREÇO DO AÇÚCAR : importante produto
        do Comércio Triangular)
         LEI DO SELO (1765) (DOCUMENTOS PÚBLICOS DEVERIAM EXIBIR UM SELO INGLÊS
        COMPRADO NA METRÓPOLE)


        REAÇÃO IMEDIATA DOS COLONOS AMERICANOS QUE DIZIAM NÃO TER
        PARTICIPAÇÃO NO PARLAMENTO INGLÊS E NÃO ADMITIAM A TAXAÇÃO DE
        IMPOSTOS INGLESES.

        ANULAÇÃO DA LEI DO SELO, MAS EM COMPENSAÇÃO COLORAM OUTRAS NO
        LUGAR DESTA: LEI DO CHÁ (1773).
Imposto do açúcar
DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE
        AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA

       Monopólio inglês perante ao chá de todas as
       colônias o que prejudicava os norte-americanos
       que compravam de outras áreas . Assim, os norte-
       americanos passaram a contrabandeá-lo.

       FESTA DO CHÁ DE BOSTON- norte-americanos
       afundaram um navio de chá inglês.

       LEIS INTOLERÁVEIS- reação inglesa perante ao
       crime que os norte-americanos fizeram.

       CLIMA DE REVOLUÇÃO
George Washington e demais rumando a batalha contra ingleses,
          ainda com a primeira bandeira americana               14
* Primeiro Congresso Continental da
Filadélfia (1774): repúdio às “leis
intoleráveis”;




                                      Batalha de Lexington
A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA
• Comando de George Washington
• Derrotas iniciais dos colonos
• Ajuda francesa e espanhola aos
  colonos
• Vitória final em Yorktown em
  1781
• Assinatura do Tratado de
  Versalhes ou de Paris em 1783:
  Inglaterra reconhece a
  independência
DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE
        AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA

       Os norte americanos pediram para que a
       Inglaterra parasse com o impedimento sobre seu
       desenvolvimento.

       CONFLITOS ARMADOS QUE DERAM ORIGEM A
       GUERRA DE INDEPENDÊNCIA

       1776- CRIAÇÃO DOS EUA

       FRANÇA APOIA OS EUA

       1783- INDEPENDÊNCIA DOS EUA
       E ASSINATURA DO TRATADO DE VERSALHES.
Tratado de Versalhes (1783)

• Reconhecimento inglês da independência das Treze
  Colônias, que receberam também as terras entre os
  Grandes Lagos, os rios Ohio e Mississipi e os montes
  Apalaches;
• Senegal (África), Santa Lúcia e Tobago (Caribe)
  voltaram ao comando francês;
• Flórida (América) e Minorca (Europa) voltaram às
  mãos espanholas.
Segundo Congresso de Filadélfia e a Declaração de Independência (1776):
 assinatura da Declaração de Independência dos Estados Unidos da América,
em 4 de julho, escrita por Thomas Jefferson.

                                                                            19
A primeira Constituição Iluminista

   Em 1787, os representantes das colônias
inglesas     independentes     aprovaram       a
Constituição norte-americana, válida até hoje.
   Essa constituição defende:
   - governo republicano;
   - divisão do Estado em três poderes
   (Legislativo, Executivo e Judiciário);
   - eleição dos governantes pelo povo.
Tomada do Forte Ticonderoga



Estátua da Liberdade
                                                     21
A declaração de
          independência
“Todos os homens foram criados iguais e são
dotados de certos direitos inalienáveis, entre os
quais estão a vida, a liberdade e a busca da
felicidade.”
Declaração da Independência

                              George Washington,
                              Thomas Jefferson,
                              Theodore Roosevelt e
                              Abraham Lincoln        23
2˚ano  independência eua cap28
Declaração de Independência 1776


                     “Consideramos estas verdades como evidentes por
   si mesmas, que todos os homens foram criados iguais, foram
   dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre
   estes estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade.
            Que a fim de assegurar esses direitos, governos são
   instituídos entre os homens, derivando seus justos poderes do
   consentimento dos governados; que, sempre que qualquer forma
   de governo se torne destrutiva de tais fins, cabe ao povo o direito
   de alterá-la ou aboli-la e instituir novo governo...”
                                  Thomas Jefferson
DEFINIÇÃO: : movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim
do domínio da Inglaterra sobre as chamadas treze colônias americanas (atualmente
EUA);
ANTECEDENTE/CAUSAS:
      EUA até o século XVIII tinha relativa autonomia em relação a Inglaterra
      Colônias do Norte     povoamento – manufaturas – trabalho livre
      Colônias do Sul       exploração – latifúndio agroexportador – escravagismo
    INGLATERRA X COLÔNIAS
    Guerra dos 7 anos (1756 – 1763):
         colonos americanos do norte X colonos franceses (Canadá);
         controlo do comércio de peles e pesca;
         CONSEQUÊNCIAS: aumento de impostos.

    Revolução Industrial (INGLATERRA): necessidade de ampliação de mercados
    Restrições mercantilistas aos colonos americanos (imposição do Pacto Colonial):
          Lei do Açúcar (1764);
          Lei do Selo (1765);
          Atos Townshend (1767) – taxação sobre vidro, papel, chá...
          CONSEQUÊNCIA: Massacre de Boston (1770);
A SEPARAÇÃO PARA OS AMERICANOS                            IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO
     Leis Intoleráveis (1774);                            Influenciou os demais movimentos
     1774: I CONGRESSO DE FILADÉLFIA: declaração          de libertação na América, ocorridos
     dos direitos dos colonos                             no início do século XIX.
           Fim das tarifas e restrições mercantilistas;   Primeiro movimento que se inspirou
           veto do rei.                                   no iluminismo e triunfou.
     1775: início da Guerra de Independência.
     1776: II CONGRESSO DE FILADÉLFIA:
     declaração de independência (Thomas
     Jefferson) com influência explícita do
     iluminismo de J. Locke.
     Apoio da FRA, HOL, e ESP aos americanos.
     Vitória dos EUA em 1783 (Tratado de Paris).

     Constituição Americana (1787):
           República federativa;
           Divisão de poderes;
           Direito a liberdade, igualdade jurídica,
          propriedade e prosperidade;
           Voto censitário - Índios, negros e
          mulheres sem direitos constitucionais.
OS LIMITES DA DEMOCRACIA
         AMERICANA


• Voto limitado aos proprietários
• Manutenção das escravidão
• Exclusão das mulheres
2˚ano  independência eua cap28

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Revoluções Burguesas - Inglaterra
Revoluções Burguesas - InglaterraRevoluções Burguesas - Inglaterra
Revoluções Burguesas - Inglaterra
Daniel Alves Bronstrup
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
Carlos Zaranza
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Daniel Alves Bronstrup
 
2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira
Daniel Alves Bronstrup
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
Daniel Alves Bronstrup
 
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
Daniel Alves Bronstrup
 
As 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismoAs 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismo
Nilton Silva Jardim Junior
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
Carla Freitas
 
2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa
Daniel Alves Bronstrup
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
Daniel Alves Bronstrup
 
Formação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colôniasFormação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colônias
Professora Natália de Oliveira
 
1 antigo regime e revolução inglesa
1  antigo regime e revolução inglesa1  antigo regime e revolução inglesa
1 antigo regime e revolução inglesa
Marilia Pimentel
 
Rev franc
Rev francRev franc
Rev franc
cattonia
 
2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América
Daniel Alves Bronstrup
 
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
João Medeiros
 
Rev francesa 1ª parte
Rev francesa  1ª parteRev francesa  1ª parte
Rev francesa 1ª parte
Carla Teixeira
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
cattonia
 
Resumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesasResumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesas
Claudenilson da Silva
 
3ºão - resumão - imperialismos
3ºão - resumão - imperialismos3ºão - resumão - imperialismos
3ºão - resumão - imperialismos
Daniel Alves Bronstrup
 
Aulão ENEM história
Aulão ENEM históriaAulão ENEM história
Aulão ENEM história
Gerson Coppes
 

Mais procurados (20)

Revoluções Burguesas - Inglaterra
Revoluções Burguesas - InglaterraRevoluções Burguesas - Inglaterra
Revoluções Burguesas - Inglaterra
 
Era napoleônica
Era napoleônica Era napoleônica
Era napoleônica
 
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
Pré vestibular Murialdo - Idade Contemporânea - aula 01
 
2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira2ano - Inconfidência Mineira
2ano - Inconfidência Mineira
 
3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado3ão - Brasil Segundo Reinado
3ão - Brasil Segundo Reinado
 
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
3º ano - Revolução Industrial e Ideologias do Séc. XIX
 
As 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismoAs 13 colônias e a crise do absolutismo
As 13 colônias e a crise do absolutismo
 
11 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 311 ha m4 u2 3
11 ha m4 u2 3
 
2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa2ºano - Revolução Francesa
2ºano - Revolução Francesa
 
2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado2º ano - Brasil segundo reinado
2º ano - Brasil segundo reinado
 
Formação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colôniasFormação e independência das treze colônias
Formação e independência das treze colônias
 
1 antigo regime e revolução inglesa
1  antigo regime e revolução inglesa1  antigo regime e revolução inglesa
1 antigo regime e revolução inglesa
 
Rev franc
Rev francRev franc
Rev franc
 
2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América2° ano - Processos de Independência na América
2° ano - Processos de Independência na América
 
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
O Fim do Antigo Regime, Revolução Francesa e Era Napoleônica.
 
Rev francesa 1ª parte
Rev francesa  1ª parteRev francesa  1ª parte
Rev francesa 1ª parte
 
A revolução francesa
A revolução francesaA revolução francesa
A revolução francesa
 
Resumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesasResumo revoluoesinglesas
Resumo revoluoesinglesas
 
3ºão - resumão - imperialismos
3ºão - resumão - imperialismos3ºão - resumão - imperialismos
3ºão - resumão - imperialismos
 
Aulão ENEM história
Aulão ENEM históriaAulão ENEM história
Aulão ENEM história
 

Destaque

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
Kerol Brombal
 
2˚ano iluminismo
2˚ano iluminismo2˚ano iluminismo
2˚ano iluminismo
Kerol Brombal
 
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
Kerol Brombal
 
1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas
Kerol Brombal
 
Grecia em
Grecia emGrecia em
Grecia em
Kerol Brombal
 
3˚ano 9 a 10 a baixa idade média
3˚ano 9 a 10  a baixa idade média3˚ano 9 a 10  a baixa idade média
3˚ano 9 a 10 a baixa idade média
Kerol Brombal
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
Kerol Brombal
 
Cidadania - Pensar Crítico
Cidadania - Pensar CríticoCidadania - Pensar Crítico
Cidadania - Pensar Crítico
Kerol Brombal
 
Pré história (completo)
Pré história (completo)Pré história (completo)
Pré história (completo)
Kerol Brombal
 
Em egito
Em egitoEm egito
Em egito
Kerol Brombal
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
Kerol Brombal
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação final
Natasha Danckwardt Ferrari
 
Roteiro de estudos grécia
Roteiro de estudos gréciaRoteiro de estudos grécia
Roteiro de estudos grécia
Kerol Brombal
 
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro LimaPower Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
alunoitv
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
Kerol Brombal
 
Cruzada
CruzadaCruzada
Cruzada
edsonfgodoy
 
A monarquia de julho
A monarquia de julhoA monarquia de julho
A monarquia de julho
Kerol Brombal
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
Kerol Brombal
 
Elições de 2006
Elições de 2006Elições de 2006
Elições de 2006
Kerol Brombal
 
Eleições de 2006
Eleições de 2006Eleições de 2006
Eleições de 2006
Kerol Brombal
 

Destaque (20)

Iluminismo
IluminismoIluminismo
Iluminismo
 
2˚ano iluminismo
2˚ano iluminismo2˚ano iluminismo
2˚ano iluminismo
 
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
2 lista iluminismo_rev industrial e napoleao
 
1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas
 
Grecia em
Grecia emGrecia em
Grecia em
 
3˚ano 9 a 10 a baixa idade média
3˚ano 9 a 10  a baixa idade média3˚ano 9 a 10  a baixa idade média
3˚ano 9 a 10 a baixa idade média
 
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média3˚ano 6 a 8 a alta idade média
3˚ano 6 a 8 a alta idade média
 
Cidadania - Pensar Crítico
Cidadania - Pensar CríticoCidadania - Pensar Crítico
Cidadania - Pensar Crítico
 
Pré história (completo)
Pré história (completo)Pré história (completo)
Pré história (completo)
 
Em egito
Em egitoEm egito
Em egito
 
Ditadura militar
Ditadura militarDitadura militar
Ditadura militar
 
Apresentação final
Apresentação finalApresentação final
Apresentação final
 
Roteiro de estudos grécia
Roteiro de estudos gréciaRoteiro de estudos grécia
Roteiro de estudos grécia
 
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro LimaPower Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
Power Point de História - 8ºA - Nayara Hadad e Pedro Lima
 
Antiguidade oriental
Antiguidade orientalAntiguidade oriental
Antiguidade oriental
 
Cruzada
CruzadaCruzada
Cruzada
 
A monarquia de julho
A monarquia de julhoA monarquia de julho
A monarquia de julho
 
Período regencial
Período regencialPeríodo regencial
Período regencial
 
Elições de 2006
Elições de 2006Elições de 2006
Elições de 2006
 
Eleições de 2006
Eleições de 2006Eleições de 2006
Eleições de 2006
 

Semelhante a 2˚ano independência eua cap28

14
1414
Independencia eua.filé
Independencia eua.filéIndependencia eua.filé
Independencia eua.filé
mundica broda
 
A independência dos EUA ppt
A independência dos EUA pptA independência dos EUA ppt
A independência dos EUA ppt
josepinho
 
Independencia dos eua.
Independencia dos eua.Independencia dos eua.
Independencia dos eua.
SEE - PB
 
Independência dos e.u.a
Independência dos e.u.aIndependência dos e.u.a
Independência dos e.u.a
Daniel Dias
 
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da Americatrabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
Daniel Dias
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberais
angelamoliveira
 
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na AméricaIndependência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
eiprofessor
 
A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776
segundocol
 
Revolução Americana
Revolução AmericanaRevolução Americana
Revolução Americana
Claudenilson da Silva
 
Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
Carlos Zaranza
 
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
Darlan Campos
 
A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776
JulianaGimenes
 
14. independência dos eua
14. independência dos eua14. independência dos eua
14. independência dos eua
José Augusto Fiorin
 
INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
Marcos Mororó
 
História - Independência EUA (Graciene Reis)
História - Independência EUA (Graciene Reis)História - Independência EUA (Graciene Reis)
História - Independência EUA (Graciene Reis)
primeiroanocsl
 
Independência das 13 colônias
Independência das 13 colôniasIndependência das 13 colônias
Independência das 13 colônias
José Gomes
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
Sahra Rodrigues
 
Revolucao Americana Power Point
Revolucao Americana Power PointRevolucao Americana Power Point
Revolucao Americana Power Point
secretaria estadual de educação
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
dmflores21
 

Semelhante a 2˚ano independência eua cap28 (20)

14
1414
14
 
Independencia eua.filé
Independencia eua.filéIndependencia eua.filé
Independencia eua.filé
 
A independência dos EUA ppt
A independência dos EUA pptA independência dos EUA ppt
A independência dos EUA ppt
 
Independencia dos eua.
Independencia dos eua.Independencia dos eua.
Independencia dos eua.
 
Independência dos e.u.a
Independência dos e.u.aIndependência dos e.u.a
Independência dos e.u.a
 
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da Americatrabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
trabalho sobre a independência dos Estados Unidos da America
 
O triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberaisO triunfo das revoluções liberais
O triunfo das revoluções liberais
 
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na AméricaIndependência das 13 Colônias Inglesas na América
Independência das 13 Colônias Inglesas na América
 
A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776
 
Revolução Americana
Revolução AmericanaRevolução Americana
Revolução Americana
 
Independencia dos EUA
Independencia dos EUAIndependencia dos EUA
Independencia dos EUA
 
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
14. aula de história geral - independencia dos estados unidos
 
A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776A revolução americana de 1776
A revolução americana de 1776
 
14. independência dos eua
14. independência dos eua14. independência dos eua
14. independência dos eua
 
INDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUAINDEPENDÊNCIA DO EUA
INDEPENDÊNCIA DO EUA
 
História - Independência EUA (Graciene Reis)
História - Independência EUA (Graciene Reis)História - Independência EUA (Graciene Reis)
História - Independência EUA (Graciene Reis)
 
Independência das 13 colônias
Independência das 13 colôniasIndependência das 13 colônias
Independência das 13 colônias
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 
Revolucao Americana Power Point
Revolucao Americana Power PointRevolucao Americana Power Point
Revolucao Americana Power Point
 
Independencia eua
Independencia euaIndependencia eua
Independencia eua
 

Mais de Kerol Brombal

Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens? Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
Kerol Brombal
 
Bomba Hiroshima Gabi
Bomba Hiroshima GabiBomba Hiroshima Gabi
Bomba Hiroshima Gabi
Kerol Brombal
 
Heranças culturais latinas giovanna
Heranças culturais latinas giovannaHeranças culturais latinas giovanna
Heranças culturais latinas giovanna
Kerol Brombal
 
O Muro de Berlim
O Muro de BerlimO Muro de Berlim
O Muro de Berlim
Kerol Brombal
 
Pracinhas marcos
Pracinhas marcosPracinhas marcos
Pracinhas marcos
Kerol Brombal
 
Pão e circo Projeto Individual
Pão e circo Projeto IndividualPão e circo Projeto Individual
Pão e circo Projeto Individual
Kerol Brombal
 
9 ano ficha de observação de um edifício histórico
9 ano ficha de observação de um edifício histórico9 ano ficha de observação de um edifício histórico
9 ano ficha de observação de um edifício histórico
Kerol Brombal
 
1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas
Kerol Brombal
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
Kerol Brombal
 
1 ano lista 1: Pré-História
1 ano  lista 1: Pré-História1 ano  lista 1: Pré-História
1 ano lista 1: Pré-História
Kerol Brombal
 
2˚ ano revolução industrial
2˚ ano revolução industrial2˚ ano revolução industrial
2˚ ano revolução industrial
Kerol Brombal
 
Palácio de versalhes
Palácio de versalhesPalácio de versalhes
Palácio de versalhes
Kerol Brombal
 
Comércio e navegações
Comércio e navegaçõesComércio e navegações
Comércio e navegações
Kerol Brombal
 
Apogeu do absolutismo
Apogeu do absolutismoApogeu do absolutismo
Apogeu do absolutismo
Kerol Brombal
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
Kerol Brombal
 
Romantismo..
Romantismo..Romantismo..
Romantismo..
Kerol Brombal
 
Primavera dos povos
Primavera dos povosPrimavera dos povos
Primavera dos povos
Kerol Brombal
 
Jornadas gloriosas
Jornadas gloriosasJornadas gloriosas
Jornadas gloriosas
Kerol Brombal
 
Unificação alemã
Unificação alemãUnificação alemã
Unificação alemã
Kerol Brombal
 
Guerra secessao (1)
Guerra secessao (1)Guerra secessao (1)
Guerra secessao (1)
Kerol Brombal
 

Mais de Kerol Brombal (20)

Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens? Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
Livro Ser ou Crescer: Afinal, o que passa na cabeça desses jovens?
 
Bomba Hiroshima Gabi
Bomba Hiroshima GabiBomba Hiroshima Gabi
Bomba Hiroshima Gabi
 
Heranças culturais latinas giovanna
Heranças culturais latinas giovannaHeranças culturais latinas giovanna
Heranças culturais latinas giovanna
 
O Muro de Berlim
O Muro de BerlimO Muro de Berlim
O Muro de Berlim
 
Pracinhas marcos
Pracinhas marcosPracinhas marcos
Pracinhas marcos
 
Pão e circo Projeto Individual
Pão e circo Projeto IndividualPão e circo Projeto Individual
Pão e circo Projeto Individual
 
9 ano ficha de observação de um edifício histórico
9 ano ficha de observação de um edifício histórico9 ano ficha de observação de um edifício histórico
9 ano ficha de observação de um edifício histórico
 
1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas1 hebreusfenciosepersas
1 hebreusfenciosepersas
 
Pré história
Pré históriaPré história
Pré história
 
1 ano lista 1: Pré-História
1 ano  lista 1: Pré-História1 ano  lista 1: Pré-História
1 ano lista 1: Pré-História
 
2˚ ano revolução industrial
2˚ ano revolução industrial2˚ ano revolução industrial
2˚ ano revolução industrial
 
Palácio de versalhes
Palácio de versalhesPalácio de versalhes
Palácio de versalhes
 
Comércio e navegações
Comércio e navegaçõesComércio e navegações
Comércio e navegações
 
Apogeu do absolutismo
Apogeu do absolutismoApogeu do absolutismo
Apogeu do absolutismo
 
Unificação italiana
Unificação italianaUnificação italiana
Unificação italiana
 
Romantismo..
Romantismo..Romantismo..
Romantismo..
 
Primavera dos povos
Primavera dos povosPrimavera dos povos
Primavera dos povos
 
Jornadas gloriosas
Jornadas gloriosasJornadas gloriosas
Jornadas gloriosas
 
Unificação alemã
Unificação alemãUnificação alemã
Unificação alemã
 
Guerra secessao (1)
Guerra secessao (1)Guerra secessao (1)
Guerra secessao (1)
 

2˚ano independência eua cap28

  • 2. Elite enriquecida desejava o fim do colonialismo e dos entraves econômicos dele recorrentes; Com base nas ideias liberais inicia-se um movimento pela emancipação política da região. As ideias iluministas foram as norteadoras para que esse processo tivesse início;
  • 3. Séculos XVII e XVIII: Fugindo de perseguições religiosas (Stuarts) , milhares de calvinistas dirigem-se à costa leste do território (EUA): Calvinistas: rígida estrutura social: Proibição do lazer, consumo de bebidas, sexo deveria única e exclusivamente visar a procriação. Grande interesse pela educação: Leitura da Bíblia Fundação de escolas e universidades na colônia;
  • 5. Ocupação Territorial: NORTE (POVOAMENTO) X SUL (EXPLORAÇÃO- PLANTATION) Comparando com a América Monocultura espanhola e portuguesa. Mão de obra escrava (negra) Policultura em pequenas propriedades familiar. MERCADO EXTERNO Mão de obra livre CLIMA QUENTE Atividade realizadas por artesões. MERCADO INTERNO LATIFÚDIOS ESCRAVISTAS, VOLTADO CLIMA FRIO SIMILAR À INGLATERRA PARA O MERCADO EXTERNO
  • 6. A disposição das 13 colônias na América do Norte Apresenta semelhanças com as Capitanias Hereditárias Na América Portuguesa.
  • 7. • “Independência econômica”; • Desenvolvimento de um mercado interno; • Autonomia administrativa em relação à metrópole ( assembleias de colonos); ESTABELECIMENTO DO COMÉRCIO TRIANGULAR - Europa, África e América * Século XVIII: Inglaterra Revolução Industrial: ampliação do mercado consumidor, busca de matéria-prima barata.
  • 10. DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE AUMENTO DAS TENSÕES GUERRA DOS SETE ANOS (1756-1763) FRANÇA X INGLATERRA MOTIVOS: - Rivalidade econômica e colonial; - Áustria (França) e Prússia (Inglaterra) disputam o território alemão; preocupação das potências europeias com o crescente prestígio e poderio de Frederico II, o Grande, Rei da Prússia; derrota da Áustria: França perde o Canadá e renuncia a seu domínio na Índia em favor da Inglaterra; VITÓRIA DOS INGLESES E TOMADA DE TERRAS FRANCESAS SITUAÇÃO ECONÔMICA BASTANTE COMPLICADA DEVIDO AOS ALTOS CUSTOS DA GUERRA
  • 11. DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA Ingleses necessitavam de maiores fontes de recursos, decidindo criar assim, novos impostos. LEI DO AÇÚCAR (1764) (AUMENTO NO PREÇO DO AÇÚCAR : importante produto do Comércio Triangular) LEI DO SELO (1765) (DOCUMENTOS PÚBLICOS DEVERIAM EXIBIR UM SELO INGLÊS COMPRADO NA METRÓPOLE) REAÇÃO IMEDIATA DOS COLONOS AMERICANOS QUE DIZIAM NÃO TER PARTICIPAÇÃO NO PARLAMENTO INGLÊS E NÃO ADMITIAM A TAXAÇÃO DE IMPOSTOS INGLESES. ANULAÇÃO DA LEI DO SELO, MAS EM COMPENSAÇÃO COLORAM OUTRAS NO LUGAR DESTA: LEI DO CHÁ (1773).
  • 13. DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA Monopólio inglês perante ao chá de todas as colônias o que prejudicava os norte-americanos que compravam de outras áreas . Assim, os norte- americanos passaram a contrabandeá-lo. FESTA DO CHÁ DE BOSTON- norte-americanos afundaram um navio de chá inglês. LEIS INTOLERÁVEIS- reação inglesa perante ao crime que os norte-americanos fizeram. CLIMA DE REVOLUÇÃO
  • 14. George Washington e demais rumando a batalha contra ingleses, ainda com a primeira bandeira americana 14
  • 15. * Primeiro Congresso Continental da Filadélfia (1774): repúdio às “leis intoleráveis”; Batalha de Lexington
  • 16. A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA • Comando de George Washington • Derrotas iniciais dos colonos • Ajuda francesa e espanhola aos colonos • Vitória final em Yorktown em 1781 • Assinatura do Tratado de Versalhes ou de Paris em 1783: Inglaterra reconhece a independência
  • 17. DIFERENÇA DE INTERESSES DA COLÔNIA E DA METRÓPOLE AUMENTO DAS TENSÕES – CRISE INGLESA Os norte americanos pediram para que a Inglaterra parasse com o impedimento sobre seu desenvolvimento. CONFLITOS ARMADOS QUE DERAM ORIGEM A GUERRA DE INDEPENDÊNCIA 1776- CRIAÇÃO DOS EUA FRANÇA APOIA OS EUA 1783- INDEPENDÊNCIA DOS EUA E ASSINATURA DO TRATADO DE VERSALHES.
  • 18. Tratado de Versalhes (1783) • Reconhecimento inglês da independência das Treze Colônias, que receberam também as terras entre os Grandes Lagos, os rios Ohio e Mississipi e os montes Apalaches; • Senegal (África), Santa Lúcia e Tobago (Caribe) voltaram ao comando francês; • Flórida (América) e Minorca (Europa) voltaram às mãos espanholas.
  • 19. Segundo Congresso de Filadélfia e a Declaração de Independência (1776): assinatura da Declaração de Independência dos Estados Unidos da América, em 4 de julho, escrita por Thomas Jefferson. 19
  • 20. A primeira Constituição Iluminista Em 1787, os representantes das colônias inglesas independentes aprovaram a Constituição norte-americana, válida até hoje. Essa constituição defende: - governo republicano; - divisão do Estado em três poderes (Legislativo, Executivo e Judiciário); - eleição dos governantes pelo povo.
  • 21. Tomada do Forte Ticonderoga Estátua da Liberdade 21
  • 22. A declaração de independência “Todos os homens foram criados iguais e são dotados de certos direitos inalienáveis, entre os quais estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade.”
  • 23. Declaração da Independência George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln 23
  • 25. Declaração de Independência 1776 “Consideramos estas verdades como evidentes por si mesmas, que todos os homens foram criados iguais, foram dotados pelo Criador de certos direitos inalienáveis, que entre estes estão a vida, a liberdade e a busca da felicidade. Que a fim de assegurar esses direitos, governos são instituídos entre os homens, derivando seus justos poderes do consentimento dos governados; que, sempre que qualquer forma de governo se torne destrutiva de tais fins, cabe ao povo o direito de alterá-la ou aboli-la e instituir novo governo...” Thomas Jefferson
  • 26. DEFINIÇÃO: : movimento que inspirado nos princípios iluministas determinou o fim do domínio da Inglaterra sobre as chamadas treze colônias americanas (atualmente EUA); ANTECEDENTE/CAUSAS: EUA até o século XVIII tinha relativa autonomia em relação a Inglaterra Colônias do Norte povoamento – manufaturas – trabalho livre Colônias do Sul exploração – latifúndio agroexportador – escravagismo INGLATERRA X COLÔNIAS Guerra dos 7 anos (1756 – 1763): colonos americanos do norte X colonos franceses (Canadá); controlo do comércio de peles e pesca; CONSEQUÊNCIAS: aumento de impostos. Revolução Industrial (INGLATERRA): necessidade de ampliação de mercados Restrições mercantilistas aos colonos americanos (imposição do Pacto Colonial): Lei do Açúcar (1764); Lei do Selo (1765); Atos Townshend (1767) – taxação sobre vidro, papel, chá... CONSEQUÊNCIA: Massacre de Boston (1770);
  • 27. A SEPARAÇÃO PARA OS AMERICANOS IMPORTÂNCIA DO MOVIMENTO Leis Intoleráveis (1774); Influenciou os demais movimentos 1774: I CONGRESSO DE FILADÉLFIA: declaração de libertação na América, ocorridos dos direitos dos colonos no início do século XIX. Fim das tarifas e restrições mercantilistas; Primeiro movimento que se inspirou veto do rei. no iluminismo e triunfou. 1775: início da Guerra de Independência. 1776: II CONGRESSO DE FILADÉLFIA: declaração de independência (Thomas Jefferson) com influência explícita do iluminismo de J. Locke. Apoio da FRA, HOL, e ESP aos americanos. Vitória dos EUA em 1783 (Tratado de Paris). Constituição Americana (1787): República federativa; Divisão de poderes; Direito a liberdade, igualdade jurídica, propriedade e prosperidade; Voto censitário - Índios, negros e mulheres sem direitos constitucionais.
  • 28. OS LIMITES DA DEMOCRACIA AMERICANA • Voto limitado aos proprietários • Manutenção das escravidão • Exclusão das mulheres