SlideShare uma empresa Scribd logo
LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD
1º TRIMESTRE DE 2014
LIÇÃO 2
O propósito dos dons
espirituais
Prof. Ms. Natalino das Neves
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
ACESSE O VÍDEO COM OS COMENTÁRIOS
REFERENTE A ESTE ARQUIVO EM UM DOS
ENDEREÇOS ABAIXO:
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
www.redemaoamiga.com.br
TEXTO ÁUREO
“Assim, também vós, como desejais dons
espirituais, procurai sobejar neles, para a
edificação da igreja”
(1 Co 14:12).
VERDADE PRÁTICA
Os dons são recursos concedidos por
Deus para fortalecer e edificar a Igreja
espiritualmente.
(Lições Bíblicas, 2014, p. 11)
LEITURA BÍBLICA
8 - Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da
sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da
ciência;
9 - e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo
mesmo Espírito, os dons de curar;
10 - e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a
profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a
outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação
das línguas.
11 - Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas
coisas, repartindo particularmente a cada um como quer.
Romanos 12:8-11
1 - Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos
anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa
ou como o sino que tine.
2 - E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse
todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse
toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e
não tivesse caridade, nada seria.
1 Coríntios 13:1-2
INTRODUÇÃO
INTRODUÇÃO
• Geralmente o ser humano quer tudo que é de
“graça”.
• Muitos buscam os dons, mas não param para
pensar o que a Bíblia fala a respeito de seu
propósito.
• Nesta lição iremos aprender o motivo
principal de Deus conceder dons aos seres
humanos.
I. OS DONS NÃO SÃO
PARA ELITIZAR O
CRENTE
I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O
CRENTE
• A cidade de Corinto era uma das mais
importantes do Império Romano.
• Paulo visitou Corinto em sua segunda viagem
missionária (At 18:1-18).
• Igreja cheia de dons (1 Co 1:7), entretanto era
desinformada como usá-los e quanto ao seu
propósito.
• Paulo a chama de igreja carnal e imatura devido
as divisões, inveja, imoralidade social, entre
outras falhas (1 Co 3:1-3).
I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O
CRENTE
• Manifestações de dons não significa,
necessariamente, maturidade espiritual.
• Dons espirituais X fruto do espírito.
• Os dons são concedidos não por méritos
humanos, mas pela GRAÇA de Deus.
• Manifestações “espirituais” não garantem a
salvação (Mt 7:22-23).
Para refletir
“A maturidade espiritual na esfera da
atividade religiosa não é demonstrada
por meio de auto-expressão e
autopromoção, mas por meio da
submissão à tradição apostólica
revelada”
(PINTO, 2008, p. 282)
Aplicação prática
Você se considera mais espiritual do que
os outros pelos dons que tem?
Você pensa que os dons que você tem é
porque você e melhor do que os outros
ou porque fez algo por merecer?
Cuidado, os dons não são para elitizar
ninguém, mas é uma manifestação da
GRAÇA de Deus!
II. Edificando a si
mesmo e aos outros
II. Edificando a si mesmo e aos outros
• Quem fala línguas estranhas edifica a si mesmo
(1 Co 14:4).
• Paulo incentivava o falar em línguas, entretanto
dava prioridade para as relações interpessoais e
a priorização de dons que edificam a coletividade.
• Individualismo X coletividade.
• Paulo evidenciou que a profecia era mais útil à
igreja, como unidade, do que o falar em línguas.
II. Edificando a si mesmo e aos outros
• Segundo Paulo, os visitantes podem se
escandalizar com o falar em línguas, por não
entenderem (1 Co 14:9,23)
• Quem ama de verdade se preocupa com a
necessidade do próximo, crente ou não.
• Vamos relembrar a relação do amor com os
problemas da igreja de Corinto para refletir sobre
a necessidade de usar os dons em amor:
Relação do amor com os problemas existentes em
Corinto (PINTO, p. 267-8)
O AMOR...
É paciente O problema dos processos judiciais diante de pagãos.
É amável O problema de carnes sacrificadas a ídolos.
Não é invejoso A busca de superioridade por meio do uso dos dons.
Não é arrogante A busca de superioridade por meio de discórdias.
Não é orgulhoso Exibir riquezas na Ceia do Senhor; véu.
Não é rude Rejeição dos irmãos mais pobres na Ceia do Senhor.
Não busca os próprios interesses Uso imaturo da liberdade; carnes; maus líderes.
Não se irrita facilmente Invejas e discussões, processos.
Não guarda rancor dos erros Processos.
Não se alegra com o mal O problema do incesto e da imoralidade.
Alegra-se com a verdade Incesto; as chamadas coisas lícitas.
Suporta todas as coisas A questão da auto-restrição; processos.
Sempre crê Desconfiança mútua; processos.
Sempre espera A questão da disciplina na igreja e seu fruto.
Sempre persevera Abrir mão de privilégios em favor dos irmãos.
Aplicação prática
Você já parou para pensar como tem sido
sua atitude com relação ao falar em
línguas?
Você tem noção da importância de
evidenciar os dons que visam a
coletividade?
Não podemos priorizar nosso próprios
interesses, principalmente quando se
trata de dons espirituais!
III. Edificar todo o corpo
de Cristo
III. Edificar todo o corpo de Cristo
• O amor é essencial na manifestação dos dons
(1 Co 12,13,14).
• Os ministros, devem ser “sábios arquitetos” (1
Co 3:10) do edifício de Deus, que é a Igreja (1
Co 3:9), para atuar para edificação da igreja.
• Como despenseiros, todo membro da igreja,
deve zelar pelo dom (cuidar do que é colocado
à sua disposição).
III. Edificar todo o corpo de Cristo
• O despenseiro deve alimentar a família do seu
senhor (1 Co 4:1; Ef 2:19). Para isso, deve ter
responsabilidade par abastecer a despensa.
• Ter o dom não substitui a necessidade de ação
da pessoa agraciada com ele. Exemplo: dom do
ensino.
• Os dons devem ser usados para a glória de
Deus (1 Pe 4:10-11).
Aplicação prática
Você tem sido um(a) verdadeiro(a)
despenseiro(a) dos dons de Deus?
Você tem usado os dons recebidos para
edificação de todo corpo de Cristo?
Reflita sobre seu comportamento!
Tire um tempo para pensar sobre isso!
CONSIDERAÇÕES
FINAIS
Nesta lição
nos aprendemos que:
A desinformação sobre os dons espirituais,
alinhada à fraqueza das pessoas, conduz a igreja
para a carnalidade (exemplo da igreja de corinto).
O uso de dons espirituais não deve visar glória
ou edificação pessoal, mas a edificação do corpo
numa atitude de amor.
Devemos ser bons despenseiros, servindo à
família de nosso Senhor, a Igreja, corpo de
Cristo.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
CARSON, D. A.; MOO, Douglas J.; MORRIS, Leon. Introdução ao
Novo
Testamento. São Paulo: Vida nova, 1997.
DUNN, James D. G. A teologia do apóstolo Paulo. São Paulo: Paulus,
2003.
HORTON, Stanley M. A Doutrina do Espirito Santo no Antigo e
Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2012.
HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma Perspectiva
Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996.
LIÇÕES BÍBLICAS. Dons Espirituais e Ministeriais: Servindo a Deus e
aos homens com poder extraordinário. Rio de Janeiro: CPAD, 2014.
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS
PINTO, Carlos Osvaldo Cardoso. Foco e desenvolvimento do Novo
Testamento. São Paulo: Hagnos, 2008.
RENOVATO, Elinaldo. Dons Espirituais & Ministeriais: Servindo a
Deus e aos homens com poderes extraordinários. Rio de Janeiro:
CPAD, 2014.
RIDDERBOS, Herman. A teologia do apóstolo Paulo: a obra
definitiva sobre o pensamento do apóstolo aos gentios. São Paulo:
Cultura Cristã, 2004.
ZUCK, Roy B. Teologia do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD,
2008.
IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de Deus de
São José dos Pinhais
www.adsaojosedospinhais.com.br
www.redemaoamiga.com.br
Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva
Pr. Vice-Presidente: Elson Pereira
Comentários: Ev. Natalino das Neves
www.natalinodasneves.blogspot.com.br
natalino6612@gmail.com
(41) 8409 8094 / 3076 3589
FAVOR DIVULGAR
PARA SUA REDE SOCIAL

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Lição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituaisLição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
pralucianaevangelista
 
Projeto Isaque - Dons Espirituais
Projeto Isaque - Dons EspirituaisProjeto Isaque - Dons Espirituais
Projeto Isaque - Dons Espirituais
Ary Queiroz Jr
 
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAISA IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
Igreja Evangélica Assembleia de Deus
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
TH
 
Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3
Jovens Do Caminho
 
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
Estudo biblico 23  dons espirituais - part1Estudo biblico 23  dons espirituais - part1
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
Pr Pedro
 
E deu dons aos homens
E deu dons aos homensE deu dons aos homens
E deu dons aos homens
Ailton da Silva
 
Lição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituaisLição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituais
Igreja Presbiteriana Zona Sul
 
Os Dons do Espirito Santo
Os Dons do Espirito Santo Os Dons do Espirito Santo
Os Dons do Espirito Santo
UEPB
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Éder Tomé
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Éder Tomé
 
Dons de elocução
Dons de elocuçãoDons de elocução
Dons de elocução
Moisés Sampaio
 
5 dons ministeriais
5 dons ministeriais5 dons ministeriais
5 dons ministeriais
Luiza Dayana
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
UEPB
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Edilson Jose Barbosa Barbosa
 
Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014
Marcos Vinícius
 
Dons e Ministérios
Dons e MinistériosDons e Ministérios
Dons e Ministérios
Ivan Vargas
 
Lbj liçao 8 a igreja e os dons espirituais
Lbj liçao 8   a igreja e os dons espirituaisLbj liçao 8   a igreja e os dons espirituais
Lbj liçao 8 a igreja e os dons espirituais
boasnovassena
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
Éder Tomé
 

Mais procurados (20)

Lição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituaisLição 2 o proposito dos dons espirituais
Lição 2 o proposito dos dons espirituais
 
Projeto Isaque - Dons Espirituais
Projeto Isaque - Dons EspirituaisProjeto Isaque - Dons Espirituais
Projeto Isaque - Dons Espirituais
 
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAISA IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
A IMPORTÂNCIA DOS DONS ESPIRITUAIS
 
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
Aula #001 Dons do Espírito Santo[2011]
 
Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3Dons Espirituais 3
Dons Espirituais 3
 
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
Estudo biblico 23  dons espirituais - part1Estudo biblico 23  dons espirituais - part1
Estudo biblico 23 dons espirituais - part1
 
Dons espirituais
Dons espirituaisDons espirituais
Dons espirituais
 
E deu dons aos homens
E deu dons aos homensE deu dons aos homens
E deu dons aos homens
 
Lição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituaisLição 10ª Dons espirituais
Lição 10ª Dons espirituais
 
Os Dons do Espirito Santo
Os Dons do Espirito Santo Os Dons do Espirito Santo
Os Dons do Espirito Santo
 
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
Lição 1 - E deu Dons aos Homens (windscreen)
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons EspirituaisLição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais
 
Dons de elocução
Dons de elocuçãoDons de elocução
Dons de elocução
 
5 dons ministeriais
5 dons ministeriais5 dons ministeriais
5 dons ministeriais
 
Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2Dons do espírito santo 2
Dons do espírito santo 2
 
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
Estudo biblico 24  dons espirituais - part2Estudo biblico 24  dons espirituais - part2
Estudo biblico 24 dons espirituais - part2
 
Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014Lição 1 2º trimestre 2014
Lição 1 2º trimestre 2014
 
Dons e Ministérios
Dons e MinistériosDons e Ministérios
Dons e Ministérios
 
Lbj liçao 8 a igreja e os dons espirituais
Lbj liçao 8   a igreja e os dons espirituaisLbj liçao 8   a igreja e os dons espirituais
Lbj liçao 8 a igreja e os dons espirituais
 
Lição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de RevelaçãoLição 3 - Dons de Revelação
Lição 3 - Dons de Revelação
 

Destaque

O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
Pr. Andre Luiz
 
Lição 2 - O propósito da tentação
Lição 2 - O propósito da tentaçãoLição 2 - O propósito da tentação
Lição 2 - O propósito da tentação
Natalino das Neves Neves
 
Acunpuntura
AcunpunturaAcunpuntura
Acunpuntura
efacanico
 
Projeto leitura de texto leitura do mundo
Projeto leitura de texto leitura do mundoProjeto leitura de texto leitura do mundo
Projeto leitura de texto leitura do mundo
CejaTiangua
 
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
William Douglas
 
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar EbookComo Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
Cleiton Rebello
 
Completa
CompletaCompleta
Completa
gueste4bf66
 
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito   02 - amor, aleria. pazO fruto do espírito   02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
Cleudson Corrêa
 
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfimSuperdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
Tati Lemos
 
Projeto de leitura manoel nascimento
Projeto de leitura  manoel nascimentoProjeto de leitura  manoel nascimento
Projeto de leitura manoel nascimento
Michelle Melo
 
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de InformaçãoDiagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
Alanna Gianin
 
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃOLIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
Alexsandro Martins
 
O fruto do espírito 01 - introdução
O fruto do espírito   01 - introduçãoO fruto do espírito   01 - introdução
O fruto do espírito 01 - introdução
Cleudson Corrêa
 
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
William Douglas
 
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Cirlei Santos
 
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª edConcurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Wallace Sousa
 
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
Bruno Fauth Bertoluci
 
Portfólio sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
Portfólio  sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias FreirePortfólio  sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
Portfólio sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
Cirlei Santos
 
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
Janaina Ferreira
 
Projeto leitura José Silvio Secco
Projeto leitura José Silvio SeccoProjeto leitura José Silvio Secco
Projeto leitura José Silvio Secco
chavesdeleitura
 

Destaque (20)

O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014 O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO - LIÇÃO 02 - 3°TRI.2014
 
Lição 2 - O propósito da tentação
Lição 2 - O propósito da tentaçãoLição 2 - O propósito da tentação
Lição 2 - O propósito da tentação
 
Acunpuntura
AcunpunturaAcunpuntura
Acunpuntura
 
Projeto leitura de texto leitura do mundo
Projeto leitura de texto leitura do mundoProjeto leitura de texto leitura do mundo
Projeto leitura de texto leitura do mundo
 
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
42 km + Como Passar em Provas e Concursos + Extras
 
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar EbookComo Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
Como Estudar Para Concurso Publico Ate Passar Ebook
 
Completa
CompletaCompleta
Completa
 
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito   02 - amor, aleria. pazO fruto do espírito   02 - amor, aleria. paz
O fruto do espírito 02 - amor, aleria. paz
 
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfimSuperdicas para passar em concursos públicos   edilson mougenot bonfim
Superdicas para passar em concursos públicos edilson mougenot bonfim
 
Projeto de leitura manoel nascimento
Projeto de leitura  manoel nascimentoProjeto de leitura  manoel nascimento
Projeto de leitura manoel nascimento
 
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de InformaçãoDiagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
Diagnóstico Estratégico - Análise Ambiental em Sistemas de Informação
 
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃOLIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
LIÇÃO 2 - O PROPÓSITO DA TENTAÇÃO
 
O fruto do espírito 01 - introdução
O fruto do espírito   01 - introduçãoO fruto do espírito   01 - introdução
O fruto do espírito 01 - introdução
 
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
Como Passar em Provas e Concursos - Sergipe
 
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire   Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
Projeto Folclore - Sala de Leitura E.E. Messias Freire
 
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª edConcurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
Concurso Público - Como Estudar Corretamente - 5ª ed
 
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
Vidasparacristo.com curso de maturidade no espírito volume 1
 
Portfólio sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
Portfólio  sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias FreirePortfólio  sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
Portfólio sala de Leitura maio 2013 - E.E. Messias Freire
 
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
2 anexo aula 2 teste dominância cerebral
 
Projeto leitura José Silvio Secco
Projeto leitura José Silvio SeccoProjeto leitura José Silvio Secco
Projeto leitura José Silvio Secco
 

Semelhante a 2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais

Lição 1 E deu dons aos homens
Lição 1   E deu dons aos homensLição 1   E deu dons aos homens
Lição 1 E deu dons aos homens
Ismael Isidio
 
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja localSlide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
Vilma Longuini
 
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituaisLBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
Natalino das Neves Neves
 
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
Natalino das Neves Neves
 
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
Anderson Silva
 
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdfopropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
Tiago Silva
 
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptxLicao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
DassayevSilva
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Éder Tomé
 
Donsespirituais pg
Donsespirituais pgDonsespirituais pg
Lição 2 o propósito dos dons espirituais
Lição 2   o  propósito dos dons espirituaisLição 2   o  propósito dos dons espirituais
Lição 2 o propósito dos dons espirituais
Ismael Isidio
 
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
Instituto Teológico Gamaliel
 
Lição 2 os propósitos dos dons espirituais
Lição 2 os propósitos dos dons espirituaisLição 2 os propósitos dos dons espirituais
Lição 2 os propósitos dos dons espirituais
Pr. Andre Luiz
 
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
Joel Silva
 
Lição 5 - A Mordomia da Igreja Local
Lição 5 - A Mordomia da Igreja LocalLição 5 - A Mordomia da Igreja Local
Lição 5 - A Mordomia da Igreja Local
Hamilton Souza
 
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicasIgreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
jasonduarte
 
Lição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagraçãoLição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagração
Natalino das Neves Neves
 
Dons do Espírito Santo
Dons do Espírito SantoDons do Espírito Santo
Dons do Espírito Santo
Rogério Nunes
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
Natalino das Neves Neves
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
Ailton da Silva
 
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptxcarta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
MagnoeTalita Souza
 

Semelhante a 2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais (20)

Lição 1 E deu dons aos homens
Lição 1   E deu dons aos homensLição 1   E deu dons aos homens
Lição 1 E deu dons aos homens
 
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja localSlide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
Slide licao 5 3 t - 2019 - a mordomia da igreja local
 
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituaisLBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
LBJ Lição 8 - A igreja e os dons espirituais
 
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
2014 2 tri lição 13 - A Multiforme Sabedoria de Deus-
 
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
2º Trimestre 2014 - Lição 01 E Deu Dons aos Homens
 
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdfopropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
opropsitodosdonsespirituais-140410113333-phpapp01.pdf
 
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptxLicao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
Licao 1 - 2T - 2021 - CPAD.pptx
 
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
Lição 2 - O Propósito dos Dons Espirituais (Windscreen)
 
Donsespirituais pg
Donsespirituais pgDonsespirituais pg
Donsespirituais pg
 
Lição 2 o propósito dos dons espirituais
Lição 2   o  propósito dos dons espirituaisLição 2   o  propósito dos dons espirituais
Lição 2 o propósito dos dons espirituais
 
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
A evidência e a atualidade dos dons espirituais (parte final)
 
Lição 2 os propósitos dos dons espirituais
Lição 2 os propósitos dos dons espirituaisLição 2 os propósitos dos dons espirituais
Lição 2 os propósitos dos dons espirituais
 
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
2021 2º Trimestre Adulto Lição 02.pptx
 
Lição 5 - A Mordomia da Igreja Local
Lição 5 - A Mordomia da Igreja LocalLição 5 - A Mordomia da Igreja Local
Lição 5 - A Mordomia da Igreja Local
 
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicasIgreja relevante   estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
Igreja relevante estudo 7 - 12abr2020 - praticas biblicas
 
Lição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagraçãoLição 10 - O jovem e a consagração
Lição 10 - O jovem e a consagração
 
Dons do Espírito Santo
Dons do Espírito SantoDons do Espírito Santo
Dons do Espírito Santo
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 2 - AÇÃO DE GRAÇAS PELA IGREJA DE CORINTO
 
O propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituaisO propósito dos dons espirituais
O propósito dos dons espirituais
 
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptxcarta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
carta aos corintios vol 2 Lição_01.pptx
 

Mais de Natalino das Neves Neves

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
Natalino das Neves Neves
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
Natalino das Neves Neves
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
Natalino das Neves Neves
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
Natalino das Neves Neves
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Natalino das Neves Neves
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Natalino das Neves Neves
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
Natalino das Neves Neves
 

Mais de Natalino das Neves Neves (20)

LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
LIÇÃO 13_A santa Ceia, o amor e a ressurreição (I Co 11-15)
 
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
LIÇÃO 12 - Da circuncisão e dos alimentos sacrificados aos ídolos (1 Co 7-8)
 
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
LIÇÃO 11 - Paulo responde questões a respeito do casamento (1 Co 7)
 
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTOLIÇÃO 10 -  SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
LIÇÃO 10 - SEU CORPO É MEMBRO DE CRISTO
 
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOSLIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
LIÇÃO 9 - PAULO CENSURA A CONTENDA ENTRE IRMÃOS
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 8 -  A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 8 - A IMPUREZA DA IGREJA DE CORINTO
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PROJEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTOPRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
PRELEÇÃO_LIÇÃO 7 – É DEUS QUE DÁ O CRESCIMENTO
 
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PRELEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOSPROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
PROJEÇÃO_LIÇÃO 6 - A IMATURIDADE ESPIRITUAL DOS CORÍNTIOS
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULOPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 5 - O CARÁTER DA PREGAÇÃO DE PAULO
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PROJEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINAPRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
PRELEÇÃO_JOVENS_LIÇÃO 4 - A SABEDORIA DIVINA
 
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na IgrejaPROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
PROJEÇÃO_JOVENS_LIção 3 - Divisões na Igreja
 
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na IgrejaPRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
PRELEÇÃO_JOVENS_Lição 3 - Divisões na Igreja
 
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoPreleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Preleção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de CorintoProjeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
Projeção_2021 2 tri_lbj_licao_2_Ação de Graças pela Igreja de Corinto
 
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
2021 2 tri_lbj_licao_1_prelecao
 

Último

epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
MarceloMonteiro213738
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
HisrelBlog
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
LILIANPRESTESSCUDELE
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
DECIOMAURINARAMOS
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
Manuais Formação
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
fagnerlopes11
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
Manuais Formação
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
ANDRÉA FERREIRA
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
silvamelosilva300
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Mary Alvarenga
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
mamaeieby
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
Eró Cunha
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
TomasSousa7
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
fran0410
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
Manuais Formação
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
TomasSousa7
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
vinibolado86
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
eaiprofpolly
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
Marlene Cunhada
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
rloureiro1
 

Último (20)

epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).pptepidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
epidemias endemia-pandemia-e-epidemia (1).ppt
 
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIASA SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
A SOCIOLOGIA E O TRABALHO: ANÁLISES E VIVÊNCIAS
 
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptxAula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
Aula 2 - Revisando o significado de fração - Parte 2.pptx
 
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptxRedação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
Redação e Leitura_7º ano_58_Produção de cordel .pptx
 
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdfUFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
UFCD_4667_Preparação e confeção de molhos e fundos de cozinha_índice.pdf
 
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
-Rudolf-Laban-e-a-teoria-do-movimento.ppt
 
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdfUFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
UFCD_10949_Lojas e-commerce no-code_índice.pdf
 
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
A festa junina é uma tradicional festividade popular que acontece durante o m...
 
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdfO Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
O Mito da Caverna de Platão_ Uma Jornada em Busca da Verdade.pdf
 
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.Atividade letra da música - Espalhe  Amor, Anavitória.
Atividade letra da música - Espalhe Amor, Anavitória.
 
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantilVogais Ilustrados para alfabetização infantil
Vogais Ilustrados para alfabetização infantil
 
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...REGULAMENTO  DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
REGULAMENTO DO CONCURSO DESENHOS AFRO/2024 - 14ª edição - CEIRI /UREI (ficha...
 
Fernão Lopes. pptx
Fernão Lopes.                       pptxFernão Lopes.                       pptx
Fernão Lopes. pptx
 
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
Telepsiquismo Utilize seu poder extrassensorial para atrair prosperidade (Jos...
 
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdfUFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
UFCD_10145_Enquadramento do setor farmacêutico_indice.pdf
 
Leonardo da Vinci .pptx
Leonardo da Vinci                  .pptxLeonardo da Vinci                  .pptx
Leonardo da Vinci .pptx
 
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024Slide de biologia aula2  2 bimestre no ano de 2024
Slide de biologia aula2 2 bimestre no ano de 2024
 
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua PortuguesaD20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
D20 - Descritores SAEB de Língua Portuguesa
 
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
GÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptxGÊNERO      TEXTUAL     -     POEMA.pptx
GÊNERO TEXTUAL - POEMA.pptx
 
As sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativasAs sequências didáticas: práticas educativas
As sequências didáticas: práticas educativas
 

2014 2 TRI LIÇÃO 2 - O propósito dos dons espirituais

  • 1. LIÇÕES BÍBLICAS - CPAD 1º TRIMESTRE DE 2014 LIÇÃO 2 O propósito dos dons espirituais Prof. Ms. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br
  • 2. ACESSE O VÍDEO COM OS COMENTÁRIOS REFERENTE A ESTE ARQUIVO EM UM DOS ENDEREÇOS ABAIXO: www.natalinodasneves.blogspot.com.br www.redemaoamiga.com.br
  • 3. TEXTO ÁUREO “Assim, também vós, como desejais dons espirituais, procurai sobejar neles, para a edificação da igreja” (1 Co 14:12).
  • 4. VERDADE PRÁTICA Os dons são recursos concedidos por Deus para fortalecer e edificar a Igreja espiritualmente. (Lições Bíblicas, 2014, p. 11)
  • 6. 8 - Porque a um, pelo Espírito, é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; 9 - e a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; 10 - e a outro, a operação de maravilhas; e a outro, a profecia; e a outro, o dom de discernir os espíritos; e a outro, a variedade de línguas; e a outro, a interpretação das línguas. 11 - Mas um só e o mesmo Espírito opera todas essas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. Romanos 12:8-11
  • 7. 1 - Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos e não tivesse caridade, seria como o metal que soa ou como o sino que tine. 2 - E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse caridade, nada seria. 1 Coríntios 13:1-2
  • 9. INTRODUÇÃO • Geralmente o ser humano quer tudo que é de “graça”. • Muitos buscam os dons, mas não param para pensar o que a Bíblia fala a respeito de seu propósito. • Nesta lição iremos aprender o motivo principal de Deus conceder dons aos seres humanos.
  • 10. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE
  • 11. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE • A cidade de Corinto era uma das mais importantes do Império Romano. • Paulo visitou Corinto em sua segunda viagem missionária (At 18:1-18). • Igreja cheia de dons (1 Co 1:7), entretanto era desinformada como usá-los e quanto ao seu propósito. • Paulo a chama de igreja carnal e imatura devido as divisões, inveja, imoralidade social, entre outras falhas (1 Co 3:1-3).
  • 12. I. OS DONS NÃO SÃO PARA ELITIZAR O CRENTE • Manifestações de dons não significa, necessariamente, maturidade espiritual. • Dons espirituais X fruto do espírito. • Os dons são concedidos não por méritos humanos, mas pela GRAÇA de Deus. • Manifestações “espirituais” não garantem a salvação (Mt 7:22-23).
  • 13. Para refletir “A maturidade espiritual na esfera da atividade religiosa não é demonstrada por meio de auto-expressão e autopromoção, mas por meio da submissão à tradição apostólica revelada” (PINTO, 2008, p. 282)
  • 14. Aplicação prática Você se considera mais espiritual do que os outros pelos dons que tem? Você pensa que os dons que você tem é porque você e melhor do que os outros ou porque fez algo por merecer? Cuidado, os dons não são para elitizar ninguém, mas é uma manifestação da GRAÇA de Deus!
  • 15. II. Edificando a si mesmo e aos outros
  • 16. II. Edificando a si mesmo e aos outros • Quem fala línguas estranhas edifica a si mesmo (1 Co 14:4). • Paulo incentivava o falar em línguas, entretanto dava prioridade para as relações interpessoais e a priorização de dons que edificam a coletividade. • Individualismo X coletividade. • Paulo evidenciou que a profecia era mais útil à igreja, como unidade, do que o falar em línguas.
  • 17. II. Edificando a si mesmo e aos outros • Segundo Paulo, os visitantes podem se escandalizar com o falar em línguas, por não entenderem (1 Co 14:9,23) • Quem ama de verdade se preocupa com a necessidade do próximo, crente ou não. • Vamos relembrar a relação do amor com os problemas da igreja de Corinto para refletir sobre a necessidade de usar os dons em amor:
  • 18. Relação do amor com os problemas existentes em Corinto (PINTO, p. 267-8) O AMOR... É paciente O problema dos processos judiciais diante de pagãos. É amável O problema de carnes sacrificadas a ídolos. Não é invejoso A busca de superioridade por meio do uso dos dons. Não é arrogante A busca de superioridade por meio de discórdias. Não é orgulhoso Exibir riquezas na Ceia do Senhor; véu. Não é rude Rejeição dos irmãos mais pobres na Ceia do Senhor. Não busca os próprios interesses Uso imaturo da liberdade; carnes; maus líderes. Não se irrita facilmente Invejas e discussões, processos. Não guarda rancor dos erros Processos. Não se alegra com o mal O problema do incesto e da imoralidade. Alegra-se com a verdade Incesto; as chamadas coisas lícitas. Suporta todas as coisas A questão da auto-restrição; processos. Sempre crê Desconfiança mútua; processos. Sempre espera A questão da disciplina na igreja e seu fruto. Sempre persevera Abrir mão de privilégios em favor dos irmãos.
  • 19. Aplicação prática Você já parou para pensar como tem sido sua atitude com relação ao falar em línguas? Você tem noção da importância de evidenciar os dons que visam a coletividade? Não podemos priorizar nosso próprios interesses, principalmente quando se trata de dons espirituais!
  • 20. III. Edificar todo o corpo de Cristo
  • 21. III. Edificar todo o corpo de Cristo • O amor é essencial na manifestação dos dons (1 Co 12,13,14). • Os ministros, devem ser “sábios arquitetos” (1 Co 3:10) do edifício de Deus, que é a Igreja (1 Co 3:9), para atuar para edificação da igreja. • Como despenseiros, todo membro da igreja, deve zelar pelo dom (cuidar do que é colocado à sua disposição).
  • 22. III. Edificar todo o corpo de Cristo • O despenseiro deve alimentar a família do seu senhor (1 Co 4:1; Ef 2:19). Para isso, deve ter responsabilidade par abastecer a despensa. • Ter o dom não substitui a necessidade de ação da pessoa agraciada com ele. Exemplo: dom do ensino. • Os dons devem ser usados para a glória de Deus (1 Pe 4:10-11).
  • 23. Aplicação prática Você tem sido um(a) verdadeiro(a) despenseiro(a) dos dons de Deus? Você tem usado os dons recebidos para edificação de todo corpo de Cristo? Reflita sobre seu comportamento! Tire um tempo para pensar sobre isso!
  • 26. A desinformação sobre os dons espirituais, alinhada à fraqueza das pessoas, conduz a igreja para a carnalidade (exemplo da igreja de corinto).
  • 27. O uso de dons espirituais não deve visar glória ou edificação pessoal, mas a edificação do corpo numa atitude de amor.
  • 28. Devemos ser bons despenseiros, servindo à família de nosso Senhor, a Igreja, corpo de Cristo.
  • 29. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS CARSON, D. A.; MOO, Douglas J.; MORRIS, Leon. Introdução ao Novo Testamento. São Paulo: Vida nova, 1997. DUNN, James D. G. A teologia do apóstolo Paulo. São Paulo: Paulus, 2003. HORTON, Stanley M. A Doutrina do Espirito Santo no Antigo e Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2012. HORTON, Stanley M. Teologia Sistemática: Uma Perspectiva Pentecostal. Rio de Janeiro: CPAD, 1996. LIÇÕES BÍBLICAS. Dons Espirituais e Ministeriais: Servindo a Deus e aos homens com poder extraordinário. Rio de Janeiro: CPAD, 2014.
  • 30. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS PINTO, Carlos Osvaldo Cardoso. Foco e desenvolvimento do Novo Testamento. São Paulo: Hagnos, 2008. RENOVATO, Elinaldo. Dons Espirituais & Ministeriais: Servindo a Deus e aos homens com poderes extraordinários. Rio de Janeiro: CPAD, 2014. RIDDERBOS, Herman. A teologia do apóstolo Paulo: a obra definitiva sobre o pensamento do apóstolo aos gentios. São Paulo: Cultura Cristã, 2004. ZUCK, Roy B. Teologia do Novo Testamento. Rio de Janeiro: CPAD, 2008.
  • 31. IEADSJP – Igreja Evangélica Assembleia de Deus de São José dos Pinhais www.adsaojosedospinhais.com.br www.redemaoamiga.com.br Pr. Presidente: Ival Teodoro da Silva Pr. Vice-Presidente: Elson Pereira Comentários: Ev. Natalino das Neves www.natalinodasneves.blogspot.com.br natalino6612@gmail.com (41) 8409 8094 / 3076 3589
  • 32. FAVOR DIVULGAR PARA SUA REDE SOCIAL