SlideShare uma empresa Scribd logo
Curso: Gestor de Obras 2014
Disciplina: Materiais de construção
2º LISTA DE EXERCÍCIOS AVALIATIVOS SOBRE AGREGADOS
- Deverá ser escrito a mão (letra legível) e entregue APENAS a resolução dos exercícios em
folha de papel almaço pautado com:
- Capa contendo: Nome completo, curso, data, disciplina,
- Fonte de consulta (nome do livro/autor, se for da internet apenas o site principal e título
da fonte consultada) no final após as resoluções.
1.Quais os empregos dos agregados como materiais de construção?
2.Qual a importância (funções) de se usar agregados nas argamassas e concretos?
3.Quais os tipos de agregado quanto à origem. Exemplifique.
4.Quais os tipos de depósitos de agregados naturais? Relacione-os com a forma e textura superficial dos
agregados resultantes.
5.Como se classificam os agregados?
6.Cite os principais parâmetros dos agregados e sua importância nas misturas para obtenção das
argamassas e concretos.
7. Qual a importância do controle dos agregados?
8.Descreva os agregados leves.
9.O agregado no concreto é considerado um “material de enchimento inerte”. Explique porque este ponto
de vista é errôneo.
10. Quais as orientações de armazenamento da areia e da brita em obra em obra?
11. Elabore uma especificação (pedido) de compra de areia e brita.
12. Sobre os agregados leves, normais e pesados:
(a) Dê as variações típicas de massa unitária dos agregados para a produção de concretos estruturais
leves, normais e pesados.
(b) Que tipos de agregados naturais e artificiais são usados para a produção de blocos de concreto leve
para alvenaria e concreto isolante térmico; que tipos de minerais naturais são adequados para a produção
de agregados pesados?
13. Como são produzidos os agregados de argilas expandidas, cinza volante e escória de alto-forno? Cite
algumas características desses produtos?
14. Na tecnologia do concreto, que distinção é feita entre os termos massa específica (real/absoluta) e
massa unitária (relativa/aparente)?
15. Qual é a causa do fenômeno de inchamento do agregado e qual a sua importância na prática de
produção do concreto?
16 .Liste 3 características de quaisquer dos agregados para concreto e discuta sua influência
nas propriedades do concreto fresco e endurecido.
17. Brevemente, discuta as seguintes proposições:
(a) A massa específica e a absorção de água são bons indicadores da qualidade dos agregados.
(b) A resistência mecânica de um agregado pode ter uma grande influência na resistência à compressão
do concreto.
18.No que diz respeito à análise granulométrica dos agregados:
(a)Defina os termos composição granulométrica e dimensão máxima característica do agregado, como
usados na tecnologia do concreto.
(b)Que considerações controlam a escolha da dimensão máxima do agregado em um concreto?
(c)Discuta as razões pelas quais limites granulométricos são especificados.
19.Através de desenhos, explique os termos esfericidade, partículas lamelares e partículas angulosas.
Explique como a textura superficial de um agregado miúdo pode influenciar as propriedades do concreto.
20.Como podem os seguintes materiais afetar as propriedades do concreto quando estão presentes nos
agregados na forma de substâncias deletérias: Material pulverulento torrões de argila, silte, sulfeto de zinco,
gipsita (gesso), húmus (matéria orgânica), agregados reativos?

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Argamassa - Materiais de Construção
Argamassa - Materiais de ConstruçãoArgamassa - Materiais de Construção
Argamassa - Materiais de Construção
David Grubba
 
Materiais de construções
Materiais de construçõesMateriais de construções
Materiais de construções
charlessousa192
 
Cimento portland aula
Cimento portland aulaCimento portland aula
Cimento portland aula
Alexandre Cerqueira
 
Concreto: Execução
Concreto: ExecuçãoConcreto: Execução
Concreto: Execução
David Grubba
 
Materiais da construção civil1
Materiais da construção civil1Materiais da construção civil1
Materiais da construção civil1
Marcus Gonçalves
 
Produção do concreto
Produção do concreto Produção do concreto
Produção do concreto
Anderson Carvalho
 
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
profNICODEMOS
 
Tipos de concreto
Tipos de concretoTipos de concreto
Tipos de concreto
carlos cintra
 
Materiais de construção civil. materiais cerâmicos
Materiais de construção civil. materiais cerâmicosMateriais de construção civil. materiais cerâmicos
Materiais de construção civil. materiais cerâmicos
ThiagoSantos694
 
Aula 06 cimento
Aula 06  cimentoAula 06  cimento
Aula 06 cimento
Maria Izala
 
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantesAula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
Rafael Erdmann
 
Concreto armado 1
Concreto armado 1Concreto armado 1
Concreto armado 1
Timóteo Rocha
 
Dosagem do concreto
Dosagem do concretoDosagem do concreto
Dosagem do concreto
Andre Amaral
 
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Priscila Honório
 
Controle tecnológico básico do concreto
Controle tecnológico básico do concreto Controle tecnológico básico do concreto
Controle tecnológico básico do concreto
Edivaldo Junior
 
Cerâmica
CerâmicaCerâmica
Cerâmica
Bárbara Luiza
 
Aula 16 impermeabilizacao
Aula 16   impermeabilizacaoAula 16   impermeabilizacao
Aula 16 impermeabilizacao
Mayara Marques
 
Cimento Portland - Materiais de Construção
Cimento Portland - Materiais de ConstruçãoCimento Portland - Materiais de Construção
Cimento Portland - Materiais de Construção
David Grubba
 
Aulas de concreto armado
Aulas de concreto armadoAulas de concreto armado
Aulas de concreto armado
Luciana Paixão Arquitetura
 
Argamassas
ArgamassasArgamassas
Argamassas
Augusto Magalhães
 

Mais procurados (20)

Argamassa - Materiais de Construção
Argamassa - Materiais de ConstruçãoArgamassa - Materiais de Construção
Argamassa - Materiais de Construção
 
Materiais de construções
Materiais de construçõesMateriais de construções
Materiais de construções
 
Cimento portland aula
Cimento portland aulaCimento portland aula
Cimento portland aula
 
Concreto: Execução
Concreto: ExecuçãoConcreto: Execução
Concreto: Execução
 
Materiais da construção civil1
Materiais da construção civil1Materiais da construção civil1
Materiais da construção civil1
 
Produção do concreto
Produção do concreto Produção do concreto
Produção do concreto
 
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
1º lista de exercício avaliativo sobre cimento e aglomerantes
 
Tipos de concreto
Tipos de concretoTipos de concreto
Tipos de concreto
 
Materiais de construção civil. materiais cerâmicos
Materiais de construção civil. materiais cerâmicosMateriais de construção civil. materiais cerâmicos
Materiais de construção civil. materiais cerâmicos
 
Aula 06 cimento
Aula 06  cimentoAula 06  cimento
Aula 06 cimento
 
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantesAula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
Aula 2 materiais de construcao i-aglomerantes
 
Concreto armado 1
Concreto armado 1Concreto armado 1
Concreto armado 1
 
Dosagem do concreto
Dosagem do concretoDosagem do concreto
Dosagem do concreto
 
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim  Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
Agregados miúdo e graúdo prof. jonatas elim
 
Controle tecnológico básico do concreto
Controle tecnológico básico do concreto Controle tecnológico básico do concreto
Controle tecnológico básico do concreto
 
Cerâmica
CerâmicaCerâmica
Cerâmica
 
Aula 16 impermeabilizacao
Aula 16   impermeabilizacaoAula 16   impermeabilizacao
Aula 16 impermeabilizacao
 
Cimento Portland - Materiais de Construção
Cimento Portland - Materiais de ConstruçãoCimento Portland - Materiais de Construção
Cimento Portland - Materiais de Construção
 
Aulas de concreto armado
Aulas de concreto armadoAulas de concreto armado
Aulas de concreto armado
 
Argamassas
ArgamassasArgamassas
Argamassas
 

Destaque

Aula Agregados 1
Aula Agregados 1Aula Agregados 1
Aula Agregados 1
guestd71d29
 
Materiais de construção volume 2 - bauer - 5ª edição
Materiais de construção   volume 2 - bauer - 5ª ediçãoMateriais de construção   volume 2 - bauer - 5ª edição
Materiais de construção volume 2 - bauer - 5ª edição
Jose Gentil Balbino Junior
 
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
profNICODEMOS
 
Aula 2 cimento e outros aglomerantes
Aula 2  cimento e outros aglomerantes Aula 2  cimento e outros aglomerantes
Aula 2 cimento e outros aglomerantes
profNICODEMOS
 
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
profNICODEMOS
 
Aglomerantes
AglomerantesAglomerantes
Aglomerantes
Adalberto Vieira
 
FabricaçãO Cimento Portland
FabricaçãO Cimento PortlandFabricaçãO Cimento Portland
FabricaçãO Cimento Portland
guestd71d29
 
Exercício resolvido planejamento agregado apostila
Exercício resolvido   planejamento agregado apostilaExercício resolvido   planejamento agregado apostila
Exercício resolvido planejamento agregado apostila
Moises Ribeiro
 
Manual de agregados 1a edicao(adao e salvador)
Manual de agregados  1a edicao(adao e salvador)Manual de agregados  1a edicao(adao e salvador)
Manual de agregados 1a edicao(adao e salvador)
Lailson Ancelmo
 
Lista 12 2016
Lista 12   2016Lista 12   2016
Lista 12 2016
profNICODEMOS
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
HCA_10I
 
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
wjorge10
 
Cimento Portland Arq
Cimento Portland ArqCimento Portland Arq
Cimento Portland Arq
guestd71d29
 
Ead questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
Ead  questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostasEad  questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
Ead questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
luc2162
 
Aula cimento iem
Aula cimento iemAula cimento iem
Aula cimento iem
zetec10
 
Dosagem do concreto_2_ano
Dosagem do concreto_2_anoDosagem do concreto_2_ano
Dosagem do concreto_2_ano
marcelovicenzo
 
Agregado
AgregadoAgregado
Apostila de materiais de construçao
Apostila de materiais de construçaoApostila de materiais de construçao
Apostila de materiais de construçao
Engenharia em Perspectiva
 
Planejamento agregado
Planejamento agregadoPlanejamento agregado
Planejamento agregado
Moises Ribeiro
 
Conceitos Básicos - Materiais de Construção
Conceitos Básicos - Materiais de ConstruçãoConceitos Básicos - Materiais de Construção
Conceitos Básicos - Materiais de Construção
David Grubba
 

Destaque (20)

Aula Agregados 1
Aula Agregados 1Aula Agregados 1
Aula Agregados 1
 
Materiais de construção volume 2 - bauer - 5ª edição
Materiais de construção   volume 2 - bauer - 5ª ediçãoMateriais de construção   volume 2 - bauer - 5ª edição
Materiais de construção volume 2 - bauer - 5ª edição
 
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
5º lista de exercício avaliativo sobre aços, materiais cerâmicos, tintas
 
Aula 2 cimento e outros aglomerantes
Aula 2  cimento e outros aglomerantes Aula 2  cimento e outros aglomerantes
Aula 2 cimento e outros aglomerantes
 
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
4º lista de exercício avaliativo sobre argamassas
 
Aglomerantes
AglomerantesAglomerantes
Aglomerantes
 
FabricaçãO Cimento Portland
FabricaçãO Cimento PortlandFabricaçãO Cimento Portland
FabricaçãO Cimento Portland
 
Exercício resolvido planejamento agregado apostila
Exercício resolvido   planejamento agregado apostilaExercício resolvido   planejamento agregado apostila
Exercício resolvido planejamento agregado apostila
 
Manual de agregados 1a edicao(adao e salvador)
Manual de agregados  1a edicao(adao e salvador)Manual de agregados  1a edicao(adao e salvador)
Manual de agregados 1a edicao(adao e salvador)
 
Lista 12 2016
Lista 12   2016Lista 12   2016
Lista 12 2016
 
Arte Grega
Arte GregaArte Grega
Arte Grega
 
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
28 guia-basico-de-utilizacao-do-cimento-portland
 
Cimento Portland Arq
Cimento Portland ArqCimento Portland Arq
Cimento Portland Arq
 
Ead questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
Ead  questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostasEad  questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
Ead questionario materiais-naturais_e_artificiais unidade i respostas
 
Aula cimento iem
Aula cimento iemAula cimento iem
Aula cimento iem
 
Dosagem do concreto_2_ano
Dosagem do concreto_2_anoDosagem do concreto_2_ano
Dosagem do concreto_2_ano
 
Agregado
AgregadoAgregado
Agregado
 
Apostila de materiais de construçao
Apostila de materiais de construçaoApostila de materiais de construçao
Apostila de materiais de construçao
 
Planejamento agregado
Planejamento agregadoPlanejamento agregado
Planejamento agregado
 
Conceitos Básicos - Materiais de Construção
Conceitos Básicos - Materiais de ConstruçãoConceitos Básicos - Materiais de Construção
Conceitos Básicos - Materiais de Construção
 

Semelhante a 2º lista de exercício avaliativo sobre agregados

3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
3º atividade avaliativa mc2015 - agregados3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
profNICODEMOS
 
7º atividade avaliativa mc2015
7º atividade avaliativa mc20157º atividade avaliativa mc2015
7º atividade avaliativa mc2015
profNICODEMOS
 
Lista i
Lista iLista i
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto patologias e aditivos
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto   patologias e aditivos3º lista de exercício avaliativo sobre concreto   patologias e aditivos
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto patologias e aditivos
profNICODEMOS
 
Tradução
TraduçãoTradução
Tradução
Larissa Barros
 
E book01 2016-ehn
E book01 2016-ehnE book01 2016-ehn
E book01 2016-ehn
Egydio Hervé Neto
 
5º atividade avaliativa mc2015
5º atividade avaliativa mc20155º atividade avaliativa mc2015
5º atividade avaliativa mc2015
profNICODEMOS
 
0 - Introdução.pptx
0 - Introdução.pptx0 - Introdução.pptx
0 - Introdução.pptx
JosAtila
 
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldadoConcreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
Felipe Lima da Costa
 
Aula 1 Mat.ppt
Aula 1 Mat.pptAula 1 Mat.ppt
Aula 1 Mat.ppt
RosrioFranciscoManue
 
Apostila agregados - 2016.02
Apostila   agregados - 2016.02Apostila   agregados - 2016.02
Apostila agregados - 2016.02
Mauricio Barreto
 
Pesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
Pesquisa bibliográfica sobre cimento PortlandPesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
Pesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
Rodrigo Andrade Brígido
 
Ensaios tecnologicos agregados
Ensaios tecnologicos agregadosEnsaios tecnologicos agregados
Ensaios tecnologicos agregados
DandaEDF
 
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdfATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
romuloswati
 

Semelhante a 2º lista de exercício avaliativo sobre agregados (14)

3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
3º atividade avaliativa mc2015 - agregados3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
3º atividade avaliativa mc2015 - agregados
 
7º atividade avaliativa mc2015
7º atividade avaliativa mc20157º atividade avaliativa mc2015
7º atividade avaliativa mc2015
 
Lista i
Lista iLista i
Lista i
 
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto patologias e aditivos
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto   patologias e aditivos3º lista de exercício avaliativo sobre concreto   patologias e aditivos
3º lista de exercício avaliativo sobre concreto patologias e aditivos
 
Tradução
TraduçãoTradução
Tradução
 
E book01 2016-ehn
E book01 2016-ehnE book01 2016-ehn
E book01 2016-ehn
 
5º atividade avaliativa mc2015
5º atividade avaliativa mc20155º atividade avaliativa mc2015
5º atividade avaliativa mc2015
 
0 - Introdução.pptx
0 - Introdução.pptx0 - Introdução.pptx
0 - Introdução.pptx
 
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldadoConcreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
Concreto de pós reativos ecoeficiente na indústria do concreto pré moldado
 
Aula 1 Mat.ppt
Aula 1 Mat.pptAula 1 Mat.ppt
Aula 1 Mat.ppt
 
Apostila agregados - 2016.02
Apostila   agregados - 2016.02Apostila   agregados - 2016.02
Apostila agregados - 2016.02
 
Pesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
Pesquisa bibliográfica sobre cimento PortlandPesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
Pesquisa bibliográfica sobre cimento Portland
 
Ensaios tecnologicos agregados
Ensaios tecnologicos agregadosEnsaios tecnologicos agregados
Ensaios tecnologicos agregados
 
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdfATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
ATIVIDADE 1 - INTRODUÇÃO À ENGENHARIA - 51 2023.pdf
 

Mais de profNICODEMOS

BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICASBALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
profNICODEMOS
 
Mmc e mdc
Mmc e mdcMmc e mdc
Mmc e mdc
profNICODEMOS
 
Mmc e mdc
Mmc e mdcMmc e mdc
Mmc e mdc
profNICODEMOS
 
Lista de função logartima e logaritmo
Lista de função logartima e logaritmoLista de função logartima e logaritmo
Lista de função logartima e logaritmo
profNICODEMOS
 
Inss 2016 raciocínio lógico 3- gabarito
Inss 2016   raciocínio lógico 3- gabaritoInss 2016   raciocínio lógico 3- gabarito
Inss 2016 raciocínio lógico 3- gabarito
profNICODEMOS
 
CfSd 2016 química 2
CfSd 2016   química 2CfSd 2016   química 2
CfSd 2016 química 2
profNICODEMOS
 
CfSd 2016 matematica - 3
CfSd 2016   matematica - 3CfSd 2016   matematica - 3
CfSd 2016 matematica - 3
profNICODEMOS
 
Inss 2016 raciocínio lógico 1
Inss 2016   raciocínio lógico 1Inss 2016   raciocínio lógico 1
Inss 2016 raciocínio lógico 1
profNICODEMOS
 
CfSd 2016 matematica - 2 v1
CfSd 2016   matematica - 2 v1CfSd 2016   matematica - 2 v1
CfSd 2016 matematica - 2 v1
profNICODEMOS
 
1º lista matemática CFSd 2016
1º lista matemática   CFSd 20161º lista matemática   CFSd 2016
1º lista matemática CFSd 2016
profNICODEMOS
 
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemáticaCfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
profNICODEMOS
 
Cfsd 2016 matematica - aula 1 e 2 - v2
Cfsd 2016   matematica -  aula 1 e 2 - v2Cfsd 2016   matematica -  aula 1 e 2 - v2
Cfsd 2016 matematica - aula 1 e 2 - v2
profNICODEMOS
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
profNICODEMOS
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
profNICODEMOS
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
profNICODEMOS
 
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGESTNOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
profNICODEMOS
 
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGESTNOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
profNICODEMOS
 
Revisão coltec 2016
Revisão coltec 2016Revisão coltec 2016
Revisão coltec 2016
profNICODEMOS
 
Material auxiliar vidro i
Material auxiliar vidro iMaterial auxiliar vidro i
Material auxiliar vidro i
profNICODEMOS
 
Material auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico iiMaterial auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico ii
profNICODEMOS
 

Mais de profNICODEMOS (20)

BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICASBALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
BALANCEAMENTO DE EQUAÇÕES QUÍMICAS
 
Mmc e mdc
Mmc e mdcMmc e mdc
Mmc e mdc
 
Mmc e mdc
Mmc e mdcMmc e mdc
Mmc e mdc
 
Lista de função logartima e logaritmo
Lista de função logartima e logaritmoLista de função logartima e logaritmo
Lista de função logartima e logaritmo
 
Inss 2016 raciocínio lógico 3- gabarito
Inss 2016   raciocínio lógico 3- gabaritoInss 2016   raciocínio lógico 3- gabarito
Inss 2016 raciocínio lógico 3- gabarito
 
CfSd 2016 química 2
CfSd 2016   química 2CfSd 2016   química 2
CfSd 2016 química 2
 
CfSd 2016 matematica - 3
CfSd 2016   matematica - 3CfSd 2016   matematica - 3
CfSd 2016 matematica - 3
 
Inss 2016 raciocínio lógico 1
Inss 2016   raciocínio lógico 1Inss 2016   raciocínio lógico 1
Inss 2016 raciocínio lógico 1
 
CfSd 2016 matematica - 2 v1
CfSd 2016   matematica - 2 v1CfSd 2016   matematica - 2 v1
CfSd 2016 matematica - 2 v1
 
1º lista matemática CFSd 2016
1º lista matemática   CFSd 20161º lista matemática   CFSd 2016
1º lista matemática CFSd 2016
 
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemáticaCfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
Cfsd 2016 - aula 1 e 2 - matemática
 
Cfsd 2016 matematica - aula 1 e 2 - v2
Cfsd 2016   matematica -  aula 1 e 2 - v2Cfsd 2016   matematica -  aula 1 e 2 - v2
Cfsd 2016 matematica - aula 1 e 2 - v2
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v2
 
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
Curso preparatório para concurso bombeiros mg 2016v3
 
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGESTNOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA B - PROGEST
 
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGESTNOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
NOTAS PARCIAIS GO. TURMA A - PROGEST
 
Revisão coltec 2016
Revisão coltec 2016Revisão coltec 2016
Revisão coltec 2016
 
Material auxiliar vidro i
Material auxiliar vidro iMaterial auxiliar vidro i
Material auxiliar vidro i
 
Material auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico iiMaterial auxiliar plástico ii
Material auxiliar plástico ii
 

Último

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
mailabueno45
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Falcão Brasil
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Falcão Brasil
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
marcos oliveira
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Falcão Brasil
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Centro Jacques Delors
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Falcão Brasil
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
Sandra Pratas
 

Último (20)

Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
Aviação de Reconhecimento e Ataque na FAB. A Saga dos Guerreiros Polivalentes...
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptxVOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
VOCÊ CONHECE AS HISTÓRIAS DA BIBLÍA - EMOJIES.pptx
 
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
Apresentação Institucional do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Prote...
 
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdfOrganograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
Organograma do Ministério da Defesa (MD).pdf
 
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
Folha de Atividades (Virei Super-Herói! Projeto de Edição de Fotos) com Grade...
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdfAviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
Aviação de Asas Rotativas. Aos Rotores, o Sabre!.pdf
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
Slide | Eurodeputados Portugueses (2024-2029) - Parlamento Europeu (atualiz. ...
 
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdfEscola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR).pdf
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_RITA E CLÁUDIA_22_23
 

2º lista de exercício avaliativo sobre agregados

  • 1. Curso: Gestor de Obras 2014 Disciplina: Materiais de construção 2º LISTA DE EXERCÍCIOS AVALIATIVOS SOBRE AGREGADOS - Deverá ser escrito a mão (letra legível) e entregue APENAS a resolução dos exercícios em folha de papel almaço pautado com: - Capa contendo: Nome completo, curso, data, disciplina, - Fonte de consulta (nome do livro/autor, se for da internet apenas o site principal e título da fonte consultada) no final após as resoluções. 1.Quais os empregos dos agregados como materiais de construção? 2.Qual a importância (funções) de se usar agregados nas argamassas e concretos? 3.Quais os tipos de agregado quanto à origem. Exemplifique. 4.Quais os tipos de depósitos de agregados naturais? Relacione-os com a forma e textura superficial dos agregados resultantes. 5.Como se classificam os agregados? 6.Cite os principais parâmetros dos agregados e sua importância nas misturas para obtenção das argamassas e concretos. 7. Qual a importância do controle dos agregados? 8.Descreva os agregados leves. 9.O agregado no concreto é considerado um “material de enchimento inerte”. Explique porque este ponto de vista é errôneo. 10. Quais as orientações de armazenamento da areia e da brita em obra em obra? 11. Elabore uma especificação (pedido) de compra de areia e brita. 12. Sobre os agregados leves, normais e pesados: (a) Dê as variações típicas de massa unitária dos agregados para a produção de concretos estruturais leves, normais e pesados. (b) Que tipos de agregados naturais e artificiais são usados para a produção de blocos de concreto leve para alvenaria e concreto isolante térmico; que tipos de minerais naturais são adequados para a produção de agregados pesados? 13. Como são produzidos os agregados de argilas expandidas, cinza volante e escória de alto-forno? Cite algumas características desses produtos? 14. Na tecnologia do concreto, que distinção é feita entre os termos massa específica (real/absoluta) e massa unitária (relativa/aparente)? 15. Qual é a causa do fenômeno de inchamento do agregado e qual a sua importância na prática de produção do concreto? 16 .Liste 3 características de quaisquer dos agregados para concreto e discuta sua influência nas propriedades do concreto fresco e endurecido. 17. Brevemente, discuta as seguintes proposições: (a) A massa específica e a absorção de água são bons indicadores da qualidade dos agregados. (b) A resistência mecânica de um agregado pode ter uma grande influência na resistência à compressão do concreto. 18.No que diz respeito à análise granulométrica dos agregados: (a)Defina os termos composição granulométrica e dimensão máxima característica do agregado, como usados na tecnologia do concreto. (b)Que considerações controlam a escolha da dimensão máxima do agregado em um concreto? (c)Discuta as razões pelas quais limites granulométricos são especificados. 19.Através de desenhos, explique os termos esfericidade, partículas lamelares e partículas angulosas. Explique como a textura superficial de um agregado miúdo pode influenciar as propriedades do concreto. 20.Como podem os seguintes materiais afetar as propriedades do concreto quando estão presentes nos agregados na forma de substâncias deletérias: Material pulverulento torrões de argila, silte, sulfeto de zinco, gipsita (gesso), húmus (matéria orgânica), agregados reativos?