SlideShare uma empresa Scribd logo
Valor:
                Centro Educacional BRASIL CENTRAL
                Educando(a):________________________________________________                  5.0
                Ano/Turma: Turno:Matutino Data:____/____/_____
                                                                                     Valor Obtido

                                                                                        ________
                            Avaliação Específica 3º BIMESTRE
                                                                                     Educador(a)
                                       (2º Filosofia)
                                                                                      Felipe Serra


Instruções Gerais:
          Leia atentamente o enunciado
 de cada questão.
      Não rasure e nem amasse.
      Não utilize corretivo nas questões
      objetivas.
      Utilize somente caneta azul para
      responder.
      Ao utilizar rascunho, entregue-o
      junto a prova.
      É proibido o uso de aparelho
      celular durante a prova, sob pena
      de anulação da mesma.


 As questões a seguir deverão ser julgadas em certo (C) ou errado (E). Leia os textos!
 TEXTO 1                                     Questão 1)( ) O texto 1 tem tudo haver com
                                             nossos estudos uma vez deixa claro que o
                O Analfabeto Político        grande problema são os políticos e a
                       Berthold Brecht       população, que sempre cumpre seu papel, fica
                                             refém deles sem muitas alternativas já que
 O pior analfabeto
 É o analfabeto político,                    política, segundo nossos estudos, é a arte
 Ele não ouve, não fala,                     daquele que exerce um cargo eletivo
 nem participa dos                           (deputado, senador, governador,etc.)
 acontecimentos políticos.

 Ele não sabe que o custo                            TEXTO 2
 de vida, o preço do feijão,                         Na idade moderna, com
 do peixe, da farinha, do
 aluguel, do sapato e do
                                                     o fortalecimento das
 remédio dependem das                                monarquias nacionais,
 decisões políticas.                                 o estado passou a deter
                                                     a posse do território e
 O analfabeto político                               tornou-se apto para
 é tão burro que se                                  fazer e aplicar as leis,
 orgulha e estufa o peito
 dizendo que odeia a
                                                     recolher Impostos, ter
 política.                                           exército.
                                                     Segundo Max Weber, o estado moderno é
 Não sabe o imbecil que,                             reconhecido por dois elementos: presença do
 da sua ignorância
 política nasce a                                    aparato administrativo e o monopólio da
 prostituta, o menor                                 força.
 abandonado, e o pior de
 todos os bandidos, que é                            Questão 2)(      ) Segundo o que estudamos
 o político vigarista,                               estado são o conjunto entes da federação, ou
 pilantra, corrupto e o
 lacaio das empresas                                 ainda, subdivisões do território nacional para
 nacionais e                                         facilitar a administração e melhor os anseios
 multinacionais.                                     populares e as diversidades regionais.
VOZ                                    VOTO
TEXTO 3
Conforme Marilena Chaui, as determinações
constitutivas do conceito de democracia são:
conflitos, abertura e rotatividade.

Questão 3)(        ) Conflito é simplesmente a
disputa de interesse entre o estado, a
iniciativa privada e os trabalhadores, somente   Questão 7)( ) Na democracia direta o direito
isso, algo típico da democracia.                 de voz (propor leis) e voto (votar nas leis
                                                 propostas) é exercido pelos políticos eleitos.
Questão 4)(      ) Abertura é definida pela
possibilidade das pessoas se candidatarem,
fazerem partidos, e votaram em quem              TEXTO 5
quiserem.

Questão 5)( ) Rotatividade é a mudança no
poder, de forma que nenhuma classe ou
grupo se perpetue.

TEXTO 4
No quadrinho abaixo Malfada lê a definição de
democracia “(Do grego, demos = povo, e
kratos = poder) governo em que o povo
exerce a soberania”. O quadrinho reflete uma




crítica: a forma como esta tem sido vivenciada
na atualidade, e o crescimento mundial do
sentimento de desconfiança da democracia
representativa e suas instituições.

Questão 6)(       ) Democracia direta é aquela   Na Grécia antiga, iniciou-se uma nova forma
em que votamos nos mesmos nos candidatos         de organizar a falange, e essa nova técnica de
que queremos e democracia representativa é       guerra era mais vitoriosa. Só que para
a parte da nossa democracia direta na qual os    funcionar necessitava da participação
que elegemos escolhem, por nos, os ministros,    disciplinada de todos os soldados, fazendo de
juízes do STJ, etc.                              cada um deles peça fundamental (como pode
                                                 ser visto no filme 300 de Esparta). Assim
ampliaram-se o número de vitórias, porem          decisões sem grande impacto sobre a vida.
gerou nos soldados a consciência de sua           Como      conseqüência    o texto      aponta
importância e um espírito público, dessa          movimentos mundiais exigindo ampliação e
forma, foi despertado neles a vontade de          atualização da democracia por meio da
participar das decisões. Com tempo foram          inclusão de elementos de democracia direta.
espalhando esse desejo pela cidade, sendo
que isso foi importante para o nascimento da      TEXTO 6
                                                  O problema do homem moderno é a falta de
democracia Grega.
                                                  sentido da vida e o vazio. O indivíduo não
Com o tempo a sociedade se alargava
                                                  sabe o que quer e não sabe o que sente. Vive
numericamente e a organização social se           reclamando e em conflito consigo mesmo. Por
tornava cada vez mais complexa, logo              vezes angustiado ou em depressão. Sua vida é
perceberam que o sistema de democracia            regular, monótona e rotineira. A falta de
direta se mostrava inviável. A partir daí nasce   sentido provêm da incapacidade de se auto
a democracia representativa.                      conhecer e agir como ser pensante e autônomo.
Hoje, com o avanço das tecnologias de             Ao não analisar sua existência e seu mundo
comunicação votamos: em quem vai sair do          interior, torna-se incapaz de dirigir sua própria
BBB; no filme que queremos ver no Inter-cine;     vida. Hoje é notório que o homem moderno
em quem deve ser ou não convocado para            não escolhe autenticamente a vida que quer
seleção; naquele jogador que gostaríamos de       levar. Ele assume compromissos sociais,
ver sendo comprado ou vendido pelo nosso          morais e religiosos que geralmente não pode
time; entre os atores, atrizes, filmes,           cumprir ou até mesmo adere valores que não
jornalistas, músicos ou bandas, quais foram os    são seus, mas ditados por uma minoria, valores
melhores do ano; compartilhamos idéias;           que ele deve seguir para ser igual aos outros.
                                                  Muitas vezes as escolhas equivocadas fazem
buscamos soluções; fazemos enquetes; etc.
                                                  com que os homens se tornem reféns delas e
E assim como aquela técnica provocou
                                                  não conseguindo se libertar destas ficam
mudanças no sentido de participação dos           angustiados. Para Sartre, a angústia surge da
Gregos, a internet não nos deixará ilesos.        consciência de nossa liberdade, surge da
Nesse sentido observamos nas novas gerações       responsabilidade por nossos atos. Sartre
- em inúmeras partes do mundo - o desejo          diagnosticou que a maior parte dos seres
crescente de participar das decisões              humanos preferem não ser livres. Eles
relevantes. Eles não querem ser passivos,         preferem a não-liberdade a sentir angústia de
vitimas dos acontecimentos, pelo contrario se     escolher. Alguns prendem-se a riquezas,
entendem como os ativos, aqueles que devem        outros a fama e a beleza. Uns levam o peso de
ser protagonistas, como exemplo citamos os        seu orgulho, outros o peso da solidão. Uns
movimentos mundiais “Anonymous”, “We are          prendem-se       ao casamento,               outros a
99%” ou “OCCUPY”. E você, também sente            religião. Uns curvam a cabeça ao seu chefe,
que deve participar das decisões?                 outros à família.
                                                  O homem sente medo da liberdade. Só que
                                                  para alguns a liberdade gera angústia. E não
                                                  suportando fogem dela para não assumi-la,
                                                  tornando-se incapazes de escolher. São homens
                                                  da má-fé. Pois a má-fé é a atitude daquele que
                                                  não é capaz de escolher. Este tipo aceita
                                                  passivamente sua situação, pensa que sua vida
                                                  é assim porque Deus quis, ou por culpa dos
Questão 8)(      ) A partir do texto podemos      outros, e que não pode mudar seu destino. Ele
concluir que as novas tecnologia criam novos      aceita os valores, normas e regras da tradição
hábitos nas gerações mais novas, esse novos       passivamente sem nunca refletir sobre elas.
comportamentos incluem interatividade na          Engana a si mesmo e pensa que é dono de seus
qual gera o desejo de participar das decisões     atos.Adaptações do texto “Sartre e a Origem da Angústia” de
importantes, uma vezes que já participam de       Michel Aires de Souza.
Questão 9) E possível concluir do texto que
assim como no mito das cavernas o medo do
novo, o medo de se libertar, e
conseqüentemente, as responsabilidade que
isso agrega, faz com que o homem moderno
sinta angustia, tão grande que ele prefere a
não-liberdade de escolher. E da mesma
maneira que os habitantes das cavernas
preferiam permanecer na ignorância o homem
moderno busca se enganar para não ser senhor
do seu destino.

Questão 10) (        ) No texto 1 o autor delega
aos que não participam grande parte da
responsabilidade, inclusive o surgimento de
políticos ladrões. Também no Texto 6 há a
critica aos que não tomam para si a
responsabilidade de decidir, preferindo a não-
liberdade de escolher. Já o texto 5 aponta o
surgimento de uma nova juventude mundial
que almeja participar das decisões do mundo, e
que isso poderá trazer conseqüência futuras.
Em seu livro Discurso da Servidão voluntária,
La Boétie, apresenta opinião destoante dos
textos referidos, pois na sua visão a população
é, e sempre foi, vitima da ação dos poderosos e
                                                   “A prisão não são as grades e a
a vitima não pode ser co-responsável.              liberdade não é a rua. Existem homens
                                                   presos na rua e homens livres na
                                                   prisão.    É    uma     questão    de
                                                   consciência” Gandhi

Mais conteúdo relacionado

Destaque

1 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
1 filo    prov. multidiciplinar  3 bimestre1 filo    prov. multidiciplinar  3 bimestre
1 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
Felipe Serra
 
2 fil prov. especifia 4 bimestre
2 fil prov. especifia 4 bimestre2 fil prov. especifia 4 bimestre
2 fil prov. especifia 4 bimestre
Felipe Serra
 
1 fil prov. especifica 3 bimestre
1 fil    prov. especifica 3 bimestre1 fil    prov. especifica 3 bimestre
1 fil prov. especifica 3 bimestre
Felipe Serra
 
2 fil prov. bimestral 3 bimestre (tipo 2)
2 fil  prov. bimestral  3 bimestre (tipo 2)2 fil  prov. bimestral  3 bimestre (tipo 2)
2 fil prov. bimestral 3 bimestre (tipo 2)
Felipe Serra
 
3 fil prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 fil    prov. esp. 2 cham bc 3bi3 fil    prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 fil prov. esp. 2 cham bc 3bi
Felipe Serra
 
1 soc prov. especifica. bc 4 bimestre
1 soc prov. especifica.  bc 4 bimestre1 soc prov. especifica.  bc 4 bimestre
1 soc prov. especifica. bc 4 bimestre
Felipe Serra
 
3 fil prov. bimestral bc 3bi
3 fil    prov. bimestral  bc 3bi3 fil    prov. bimestral  bc 3bi
3 fil prov. bimestral bc 3bi
Felipe Serra
 
1 soc prov. bimestral 4 bimestre
1 soc    prov. bimestral  4 bimestre1 soc    prov. bimestral  4 bimestre
1 soc prov. bimestral 4 bimestre
Felipe Serra
 
1 socio prov. multidiciplinar 4 bimestre
1 socio prov. multidiciplinar   4 bimestre1 socio prov. multidiciplinar   4 bimestre
1 socio prov. multidiciplinar 4 bimestre
Felipe Serra
 
2 so c prov. bimestral bc 3bi
2 so c    prov. bimestral  bc 3bi2 so c    prov. bimestral  bc 3bi
2 so c prov. bimestral bc 3bi
Felipe Serra
 
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
Felipe Serra
 
3 fil prov. esp. bc 4bi
3 fil    prov. esp.  bc 4bi3 fil    prov. esp.  bc 4bi
3 fil prov. esp. bc 4bi
Felipe Serra
 
3 soc prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 soc    prov. esp. 2 cham bc 3bi3 soc    prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 soc prov. esp. 2 cham bc 3bi
Felipeprofserra
 
2 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
2 filo    prov. multidiciplinar   3 bimestre2 filo    prov. multidiciplinar   3 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
Felipe Serra
 
1 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
1 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi1 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
1 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
Felipe Serra
 
Material de revisão
Material de revisãoMaterial de revisão
Material de revisão
Felipe Serra
 
3 so c prov. bimestral 2 cham bc 3bi
3 so c    prov. bimestral  2 cham bc 3bi3 so c    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
3 so c prov. bimestral 2 cham bc 3bi
Felipeprofserra
 
3 fil prov. esp. bc 3bi
3 fil prov. esp. bc 3bi 3 fil prov. esp. bc 3bi
3 fil prov. esp. bc 3bi
Felipe Serra
 
2 fil prov. bimestral 3 bimestre
2 fil prov. bimestral  3 bimestre2 fil prov. bimestral  3 bimestre
2 fil prov. bimestral 3 bimestre
Felipe Serra
 
3 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
3 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi3 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi
3 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
Felipeprofserra
 

Destaque (20)

1 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
1 filo    prov. multidiciplinar  3 bimestre1 filo    prov. multidiciplinar  3 bimestre
1 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
 
2 fil prov. especifia 4 bimestre
2 fil prov. especifia 4 bimestre2 fil prov. especifia 4 bimestre
2 fil prov. especifia 4 bimestre
 
1 fil prov. especifica 3 bimestre
1 fil    prov. especifica 3 bimestre1 fil    prov. especifica 3 bimestre
1 fil prov. especifica 3 bimestre
 
2 fil prov. bimestral 3 bimestre (tipo 2)
2 fil  prov. bimestral  3 bimestre (tipo 2)2 fil  prov. bimestral  3 bimestre (tipo 2)
2 fil prov. bimestral 3 bimestre (tipo 2)
 
3 fil prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 fil    prov. esp. 2 cham bc 3bi3 fil    prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 fil prov. esp. 2 cham bc 3bi
 
1 soc prov. especifica. bc 4 bimestre
1 soc prov. especifica.  bc 4 bimestre1 soc prov. especifica.  bc 4 bimestre
1 soc prov. especifica. bc 4 bimestre
 
3 fil prov. bimestral bc 3bi
3 fil    prov. bimestral  bc 3bi3 fil    prov. bimestral  bc 3bi
3 fil prov. bimestral bc 3bi
 
1 soc prov. bimestral 4 bimestre
1 soc    prov. bimestral  4 bimestre1 soc    prov. bimestral  4 bimestre
1 soc prov. bimestral 4 bimestre
 
1 socio prov. multidiciplinar 4 bimestre
1 socio prov. multidiciplinar   4 bimestre1 socio prov. multidiciplinar   4 bimestre
1 socio prov. multidiciplinar 4 bimestre
 
2 so c prov. bimestral bc 3bi
2 so c    prov. bimestral  bc 3bi2 so c    prov. bimestral  bc 3bi
2 so c prov. bimestral bc 3bi
 
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
1 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
 
3 fil prov. esp. bc 4bi
3 fil    prov. esp.  bc 4bi3 fil    prov. esp.  bc 4bi
3 fil prov. esp. bc 4bi
 
3 soc prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 soc    prov. esp. 2 cham bc 3bi3 soc    prov. esp. 2 cham bc 3bi
3 soc prov. esp. 2 cham bc 3bi
 
2 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
2 filo    prov. multidiciplinar   3 bimestre2 filo    prov. multidiciplinar   3 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 3 bimestre
 
1 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
1 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi1 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
1 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
 
Material de revisão
Material de revisãoMaterial de revisão
Material de revisão
 
3 so c prov. bimestral 2 cham bc 3bi
3 so c    prov. bimestral  2 cham bc 3bi3 so c    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
3 so c prov. bimestral 2 cham bc 3bi
 
3 fil prov. esp. bc 3bi
3 fil prov. esp. bc 3bi 3 fil prov. esp. bc 3bi
3 fil prov. esp. bc 3bi
 
2 fil prov. bimestral 3 bimestre
2 fil prov. bimestral  3 bimestre2 fil prov. bimestral  3 bimestre
2 fil prov. bimestral 3 bimestre
 
3 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
3 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi3 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi
3 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
 

Semelhante a 2 fil prov. especifica 2 chamada 3 bimestre

2 fil prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
2 fil    prov. esp.bc 3bi (modific) (1)2 fil    prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
2 fil prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
Felipe Serra
 
Trablho para pdf novo
Trablho para pdf novoTrablho para pdf novo
Trablho para pdf novo
fernando_tavora
 
Pva curso de formação política
Pva   curso de formação políticaPva   curso de formação política
Pva curso de formação política
Larapernambuco
 
Plural
PluralPlural
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
CelimaraTiski
 
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
Jornal Plural
 
Jornal_Plural
Jornal_PluralJornal_Plural
Jornal_Plural
Fábio Figueiredo
 
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheim
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheimObjeto de estudo da sociologia segundo durkheim
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheim
José Soares Filho
 
Revisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politicaRevisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politica
Felipe Serra
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
Valter Gomes
 
Sociologia e Indivíduo
Sociologia e IndivíduoSociologia e Indivíduo
Sociologia e Indivíduo
Carlos Benjoino Bidu
 
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docxDESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
Nelson Pereira
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
estudosfaculdade05fa
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
estudosfaculdade05fa
 
O eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasilO eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasil
Fernando Alcoforado
 
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
Elisio Estanque
 
Glob 30-01-18h-perfeita
Glob 30-01-18h-perfeitaGlob 30-01-18h-perfeita
Glob 30-01-18h-perfeita
Faculdade Estácio de Sá
 
Atividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesaAtividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesa
Nelma Rodrigues
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Lucio Borges
 
2 fil prov. bimestral 2 chamada 3 bimestral
2 fil prov. bimestral    2 chamada 3 bimestral2 fil prov. bimestral    2 chamada 3 bimestral
2 fil prov. bimestral 2 chamada 3 bimestral
Felipe Serra
 

Semelhante a 2 fil prov. especifica 2 chamada 3 bimestre (20)

2 fil prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
2 fil    prov. esp.bc 3bi (modific) (1)2 fil    prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
2 fil prov. esp.bc 3bi (modific) (1)
 
Trablho para pdf novo
Trablho para pdf novoTrablho para pdf novo
Trablho para pdf novo
 
Pva curso de formação política
Pva   curso de formação políticaPva   curso de formação política
Pva curso de formação política
 
Plural
PluralPlural
Plural
 
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
1ª Série_democracia contemporãnea aula 32.pptx
 
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
Plural - "O jornal que não fica em cima do muro"
 
Jornal_Plural
Jornal_PluralJornal_Plural
Jornal_Plural
 
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheim
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheimObjeto de estudo da sociologia segundo durkheim
Objeto de estudo da sociologia segundo durkheim
 
Revisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politicaRevisão de filosofia politica
Revisão de filosofia politica
 
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
Folhetim do Estudante - Ano III - Núm. 34
 
Sociologia e Indivíduo
Sociologia e IndivíduoSociologia e Indivíduo
Sociologia e Indivíduo
 
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docxDESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
DESASTRE DA REJEIÇÃO DA ÉTICA MORAL.docx
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
 
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdfATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
ATIVIDADE 1 - FSCE - FORMAÇÃO SOCIOCULTURAL E ÉTICA I - 53-2023.pdf
 
O eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasilO eclipse da razão no brasil
O eclipse da razão no brasil
 
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
Opiniao 7 o regresso do medo, 2006
 
Glob 30-01-18h-perfeita
Glob 30-01-18h-perfeitaGlob 30-01-18h-perfeita
Glob 30-01-18h-perfeita
 
Atividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesaAtividade de língua portuguesa
Atividade de língua portuguesa
 
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
Jornal Inconfidência nº 226 de 30 de abril/2016‏
 
2 fil prov. bimestral 2 chamada 3 bimestral
2 fil prov. bimestral    2 chamada 3 bimestral2 fil prov. bimestral    2 chamada 3 bimestral
2 fil prov. bimestral 2 chamada 3 bimestral
 

Mais de Felipe Serra

3 filo prov. multidiciplinar bc 4bi
3 filo    prov. multidiciplinar  bc 4bi3 filo    prov. multidiciplinar  bc 4bi
3 filo prov. multidiciplinar bc 4bi
Felipe Serra
 
3 filo prov. multidiciplinar bc 3bi
3 filo    prov. multidiciplinar  bc 3bi3 filo    prov. multidiciplinar  bc 3bi
3 filo prov. multidiciplinar bc 3bi
Felipe Serra
 
3 fil prov. esp. 2 cham bc 4bi
3 fil    prov. esp.  2 cham  bc 4bi3 fil    prov. esp.  2 cham  bc 4bi
3 fil prov. esp. 2 cham bc 4bi
Felipe Serra
 
3 fil prov. bimestral bc 4bi
3 fil    prov. bimestral bc 4bi3 fil    prov. bimestral bc 4bi
3 fil prov. bimestral bc 4bi
Felipe Serra
 
3 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
3 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi3 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
3 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
Felipe Serra
 
3 socio prov. esp. bc 3bi
3 socio  prov. esp. bc 3bi 3 socio  prov. esp. bc 3bi
3 socio prov. esp. bc 3bi
Felipe Serra
 
2 socio prov. especifica 3 bimestre
2 socio prov. especifica 3 bimestre 2 socio prov. especifica 3 bimestre
2 socio prov. especifica 3 bimestre
Felipe Serra
 
2 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
2 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi2 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi
2 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
Felipe Serra
 
2 socio prov. esp. bc 4bi
2 socio    prov. esp.  bc 4bi2 socio    prov. esp.  bc 4bi
2 socio prov. esp. bc 4bi
Felipe Serra
 
2 socio prov. esp. 2 cham bc 4bi
2 socio    prov. esp.  2 cham bc 4bi2 socio    prov. esp.  2 cham bc 4bi
2 socio prov. esp. 2 cham bc 4bi
Felipe Serra
 
2 soc prov. bimestral bc 4bi
2 soc    prov. bimestral bc 4bi2 soc    prov. bimestral bc 4bi
2 soc prov. bimestral bc 4bi
Felipe Serra
 
2 socio prov. multidiciplinar bc 4bi
2 socio    prov. multidiciplinar  bc 4bi2 socio    prov. multidiciplinar  bc 4bi
2 socio prov. multidiciplinar bc 4bi
Felipe Serra
 
2 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
2 soc prov. bimestral  2 chamada 3 bimestre2 soc prov. bimestral  2 chamada 3 bimestre
2 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
Felipe Serra
 
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
Felipe Serra
 
2 filo prov. multidiciplinar 4 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar  4 bimestre2 filo prov. multidiciplinar  4 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4 bimestre
Felipe Serra
 

Mais de Felipe Serra (15)

3 filo prov. multidiciplinar bc 4bi
3 filo    prov. multidiciplinar  bc 4bi3 filo    prov. multidiciplinar  bc 4bi
3 filo prov. multidiciplinar bc 4bi
 
3 filo prov. multidiciplinar bc 3bi
3 filo    prov. multidiciplinar  bc 3bi3 filo    prov. multidiciplinar  bc 3bi
3 filo prov. multidiciplinar bc 3bi
 
3 fil prov. esp. 2 cham bc 4bi
3 fil    prov. esp.  2 cham  bc 4bi3 fil    prov. esp.  2 cham  bc 4bi
3 fil prov. esp. 2 cham bc 4bi
 
3 fil prov. bimestral bc 4bi
3 fil    prov. bimestral bc 4bi3 fil    prov. bimestral bc 4bi
3 fil prov. bimestral bc 4bi
 
3 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
3 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi3 fil    prov. bimestral  2 cham bc 3bi
3 fil prov. bimestral 2 cham bc 3bi
 
3 socio prov. esp. bc 3bi
3 socio  prov. esp. bc 3bi 3 socio  prov. esp. bc 3bi
3 socio prov. esp. bc 3bi
 
2 socio prov. especifica 3 bimestre
2 socio prov. especifica 3 bimestre 2 socio prov. especifica 3 bimestre
2 socio prov. especifica 3 bimestre
 
2 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
2 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi2 socio    prov. multidiciplinar  bc 3bi
2 socio prov. multidiciplinar bc 3bi
 
2 socio prov. esp. bc 4bi
2 socio    prov. esp.  bc 4bi2 socio    prov. esp.  bc 4bi
2 socio prov. esp. bc 4bi
 
2 socio prov. esp. 2 cham bc 4bi
2 socio    prov. esp.  2 cham bc 4bi2 socio    prov. esp.  2 cham bc 4bi
2 socio prov. esp. 2 cham bc 4bi
 
2 soc prov. bimestral bc 4bi
2 soc    prov. bimestral bc 4bi2 soc    prov. bimestral bc 4bi
2 soc prov. bimestral bc 4bi
 
2 socio prov. multidiciplinar bc 4bi
2 socio    prov. multidiciplinar  bc 4bi2 socio    prov. multidiciplinar  bc 4bi
2 socio prov. multidiciplinar bc 4bi
 
2 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
2 soc prov. bimestral  2 chamada 3 bimestre2 soc prov. bimestral  2 chamada 3 bimestre
2 soc prov. bimestral 2 chamada 3 bimestre
 
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4bimestre
 
2 filo prov. multidiciplinar 4 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar  4 bimestre2 filo prov. multidiciplinar  4 bimestre
2 filo prov. multidiciplinar 4 bimestre
 

2 fil prov. especifica 2 chamada 3 bimestre

  • 1. Valor: Centro Educacional BRASIL CENTRAL Educando(a):________________________________________________ 5.0 Ano/Turma: Turno:Matutino Data:____/____/_____ Valor Obtido ________ Avaliação Específica 3º BIMESTRE Educador(a) (2º Filosofia) Felipe Serra Instruções Gerais: Leia atentamente o enunciado de cada questão. Não rasure e nem amasse. Não utilize corretivo nas questões objetivas. Utilize somente caneta azul para responder. Ao utilizar rascunho, entregue-o junto a prova. É proibido o uso de aparelho celular durante a prova, sob pena de anulação da mesma. As questões a seguir deverão ser julgadas em certo (C) ou errado (E). Leia os textos! TEXTO 1 Questão 1)( ) O texto 1 tem tudo haver com nossos estudos uma vez deixa claro que o O Analfabeto Político grande problema são os políticos e a Berthold Brecht população, que sempre cumpre seu papel, fica refém deles sem muitas alternativas já que O pior analfabeto É o analfabeto político, política, segundo nossos estudos, é a arte Ele não ouve, não fala, daquele que exerce um cargo eletivo nem participa dos (deputado, senador, governador,etc.) acontecimentos políticos. Ele não sabe que o custo TEXTO 2 de vida, o preço do feijão, Na idade moderna, com do peixe, da farinha, do aluguel, do sapato e do o fortalecimento das remédio dependem das monarquias nacionais, decisões políticas. o estado passou a deter a posse do território e O analfabeto político tornou-se apto para é tão burro que se fazer e aplicar as leis, orgulha e estufa o peito dizendo que odeia a recolher Impostos, ter política. exército. Segundo Max Weber, o estado moderno é Não sabe o imbecil que, reconhecido por dois elementos: presença do da sua ignorância política nasce a aparato administrativo e o monopólio da prostituta, o menor força. abandonado, e o pior de todos os bandidos, que é Questão 2)( ) Segundo o que estudamos o político vigarista, estado são o conjunto entes da federação, ou pilantra, corrupto e o lacaio das empresas ainda, subdivisões do território nacional para nacionais e facilitar a administração e melhor os anseios multinacionais. populares e as diversidades regionais.
  • 2. VOZ VOTO TEXTO 3 Conforme Marilena Chaui, as determinações constitutivas do conceito de democracia são: conflitos, abertura e rotatividade. Questão 3)( ) Conflito é simplesmente a disputa de interesse entre o estado, a iniciativa privada e os trabalhadores, somente Questão 7)( ) Na democracia direta o direito isso, algo típico da democracia. de voz (propor leis) e voto (votar nas leis propostas) é exercido pelos políticos eleitos. Questão 4)( ) Abertura é definida pela possibilidade das pessoas se candidatarem, fazerem partidos, e votaram em quem TEXTO 5 quiserem. Questão 5)( ) Rotatividade é a mudança no poder, de forma que nenhuma classe ou grupo se perpetue. TEXTO 4 No quadrinho abaixo Malfada lê a definição de democracia “(Do grego, demos = povo, e kratos = poder) governo em que o povo exerce a soberania”. O quadrinho reflete uma crítica: a forma como esta tem sido vivenciada na atualidade, e o crescimento mundial do sentimento de desconfiança da democracia representativa e suas instituições. Questão 6)( ) Democracia direta é aquela Na Grécia antiga, iniciou-se uma nova forma em que votamos nos mesmos nos candidatos de organizar a falange, e essa nova técnica de que queremos e democracia representativa é guerra era mais vitoriosa. Só que para a parte da nossa democracia direta na qual os funcionar necessitava da participação que elegemos escolhem, por nos, os ministros, disciplinada de todos os soldados, fazendo de juízes do STJ, etc. cada um deles peça fundamental (como pode ser visto no filme 300 de Esparta). Assim
  • 3. ampliaram-se o número de vitórias, porem decisões sem grande impacto sobre a vida. gerou nos soldados a consciência de sua Como conseqüência o texto aponta importância e um espírito público, dessa movimentos mundiais exigindo ampliação e forma, foi despertado neles a vontade de atualização da democracia por meio da participar das decisões. Com tempo foram inclusão de elementos de democracia direta. espalhando esse desejo pela cidade, sendo que isso foi importante para o nascimento da TEXTO 6 O problema do homem moderno é a falta de democracia Grega. sentido da vida e o vazio. O indivíduo não Com o tempo a sociedade se alargava sabe o que quer e não sabe o que sente. Vive numericamente e a organização social se reclamando e em conflito consigo mesmo. Por tornava cada vez mais complexa, logo vezes angustiado ou em depressão. Sua vida é perceberam que o sistema de democracia regular, monótona e rotineira. A falta de direta se mostrava inviável. A partir daí nasce sentido provêm da incapacidade de se auto a democracia representativa. conhecer e agir como ser pensante e autônomo. Hoje, com o avanço das tecnologias de Ao não analisar sua existência e seu mundo comunicação votamos: em quem vai sair do interior, torna-se incapaz de dirigir sua própria BBB; no filme que queremos ver no Inter-cine; vida. Hoje é notório que o homem moderno em quem deve ser ou não convocado para não escolhe autenticamente a vida que quer seleção; naquele jogador que gostaríamos de levar. Ele assume compromissos sociais, ver sendo comprado ou vendido pelo nosso morais e religiosos que geralmente não pode time; entre os atores, atrizes, filmes, cumprir ou até mesmo adere valores que não jornalistas, músicos ou bandas, quais foram os são seus, mas ditados por uma minoria, valores melhores do ano; compartilhamos idéias; que ele deve seguir para ser igual aos outros. Muitas vezes as escolhas equivocadas fazem buscamos soluções; fazemos enquetes; etc. com que os homens se tornem reféns delas e E assim como aquela técnica provocou não conseguindo se libertar destas ficam mudanças no sentido de participação dos angustiados. Para Sartre, a angústia surge da Gregos, a internet não nos deixará ilesos. consciência de nossa liberdade, surge da Nesse sentido observamos nas novas gerações responsabilidade por nossos atos. Sartre - em inúmeras partes do mundo - o desejo diagnosticou que a maior parte dos seres crescente de participar das decisões humanos preferem não ser livres. Eles relevantes. Eles não querem ser passivos, preferem a não-liberdade a sentir angústia de vitimas dos acontecimentos, pelo contrario se escolher. Alguns prendem-se a riquezas, entendem como os ativos, aqueles que devem outros a fama e a beleza. Uns levam o peso de ser protagonistas, como exemplo citamos os seu orgulho, outros o peso da solidão. Uns movimentos mundiais “Anonymous”, “We are prendem-se ao casamento, outros a 99%” ou “OCCUPY”. E você, também sente religião. Uns curvam a cabeça ao seu chefe, que deve participar das decisões? outros à família. O homem sente medo da liberdade. Só que para alguns a liberdade gera angústia. E não suportando fogem dela para não assumi-la, tornando-se incapazes de escolher. São homens da má-fé. Pois a má-fé é a atitude daquele que não é capaz de escolher. Este tipo aceita passivamente sua situação, pensa que sua vida é assim porque Deus quis, ou por culpa dos Questão 8)( ) A partir do texto podemos outros, e que não pode mudar seu destino. Ele concluir que as novas tecnologia criam novos aceita os valores, normas e regras da tradição hábitos nas gerações mais novas, esse novos passivamente sem nunca refletir sobre elas. comportamentos incluem interatividade na Engana a si mesmo e pensa que é dono de seus qual gera o desejo de participar das decisões atos.Adaptações do texto “Sartre e a Origem da Angústia” de importantes, uma vezes que já participam de Michel Aires de Souza.
  • 4. Questão 9) E possível concluir do texto que assim como no mito das cavernas o medo do novo, o medo de se libertar, e conseqüentemente, as responsabilidade que isso agrega, faz com que o homem moderno sinta angustia, tão grande que ele prefere a não-liberdade de escolher. E da mesma maneira que os habitantes das cavernas preferiam permanecer na ignorância o homem moderno busca se enganar para não ser senhor do seu destino. Questão 10) ( ) No texto 1 o autor delega aos que não participam grande parte da responsabilidade, inclusive o surgimento de políticos ladrões. Também no Texto 6 há a critica aos que não tomam para si a responsabilidade de decidir, preferindo a não- liberdade de escolher. Já o texto 5 aponta o surgimento de uma nova juventude mundial que almeja participar das decisões do mundo, e que isso poderá trazer conseqüência futuras. Em seu livro Discurso da Servidão voluntária, La Boétie, apresenta opinião destoante dos textos referidos, pois na sua visão a população é, e sempre foi, vitima da ação dos poderosos e “A prisão não são as grades e a a vitima não pode ser co-responsável. liberdade não é a rua. Existem homens presos na rua e homens livres na prisão. É uma questão de consciência” Gandhi