SlideShare uma empresa Scribd logo
O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência? 
Setembro 2014 
www.in-formacao.com.pt 
VOCÊ SABE
www.in-formacao.com.pt 
2 
Formador/a 
O formador é o técnico que atua em diversos contextos, modalidades, níveis e situações de aprendizagem, com recurso a diferentes estratégias, métodos, técnicas e instrumentos de formação e avaliação, estabelecendo uma relação pedagógica diferenciada, dinâmica e eficaz com múltiplos grupos ou indivíduos, de forma a favorecer a aquisição de conhecimentos e competências, bem como o desenvolvimento de atitudes e comportamentos adequados ao desempenho profissional, tendo em atenção as exigências atuais e prospetivas do mercado de emprego. 
Fonte: Referencial de Formação | Formação Pedagógica Inicial de Formadores IEFP - 2ª edição 2013
Conteúdo Funcional da Profissão Formador 
www.in-formacao.com.pt
www.in-formacao.com.pt 
4 
Compete ao formador: 
No domínio do planeamento e organização da formação 
•Desenvolver e/ou adaptar conteúdos curriculares e programas; 
•Apoiar na definição e/ou interpretar e gerir percursos individuais de formação definidos mediante métodos e técnicas de reconhecimento, validação e certificação de competências; 
•Planificar a formação e definir planos de sessão; 
•Planear, selecionar e/ou desenvolver os recursos 
técnico-pedagógicos – em suporte digital ou outro 
compatível com as atuais exigências da sociedade 
do conhecimento – de apoio às atividades de 
formação e adequados ao referencial aplicável;
www.in-formacao.com.pt 
5 
Compete ao formador: 
•Organizar e preparar os equipamentos, ferramentas/utensílios, materiais e tecnologias de suporte às atividades e modalidades de formação, presenciais, a distância ou mistas; 
•Selecionar os métodos, as técnicas e os instrumentos adequados à avaliação das aprendizagens e da formação; 
•Colaborar com a coordenação da formação e a equipa pedagógica, incluindo os demais formadores, no diagnóstico de necessidades, na aplicação e melhoria dos procedimentos, na identificação de eventuais constrangimentos e na definição de estratégias de superação.
www.in-formacao.com.pt 
6 
Compete ao formador: 
No domínio do desenvolvimento, acompanhamento e avaliação da formação 
•Definir ou participar na definição de percursos de formação, identificando as necessidades de aquisição de competências de cada grupo ou indivíduo, face às exigências específicas do referencial aplicável; 
•Aplicar estratégias, métodos, técnicas e instrumentos de formação e avaliação adaptados aos contextos, modalidades, níveis e situações de aprendizagem, tendo em atenção os referenciais de formação, os perfis profissionais e a especificidade de cada grupo ou indivíduo, de forma a potenciar os resultados visados; 
•Intervir em diferentes modalidades de formação, presenciais e a distância, e em processos de reconhecimento, validação e certificação de competências, escolares e profissionais;
www.in-formacao.com.pt 
7 
Compete ao formador: 
•Criar um ambiente propício à aprendizagem, gerindo nomeadamente a diversidade pedagógica e a progressão na aprendizagem realizada por cada formando; 
•Conduzir/mediar o processo de ensino- aprendizagem, desenvolvendo atividades adequadas aos objetivos da formação, estabelecendo uma relação pedagógica eficaz com os formandos, utilizando auxiliares didáticos predominantemente em suporte digital, facilitando a comunicação através de plataformas ou comunidades de aprendizagem, gerindo os tempos e os recursos necessários;
www.in-formacao.com.pt 
8 
Compete ao formador: 
•Avaliar as aprendizagens, de forma rigorosa e equitativa, com recurso à avaliação contínua e final, quantitativa e qualitativa, diagnóstica, formativa e sumativa, à auto e heteroavaliação, interpares e aferida, tendo em atenção os objetivos pedagógicos, as áreas de formação, os conteúdos curriculares e as exigências do mercado de emprego; 
•Definir e/ou participar em atividades de avaliação e/ou auditoria da qualidade da formação, designadamente ao nível da sua organização, funcionamento e impacte no mercado de emprego, de forma a melhorar o ajustamento entre a oferta e a procura e a contribuir para o aperfeiçoamento.
www.in-formacao.com.pt 
9 
Compete ao formador: 
No domínio do desenvolvimento e participação em comunidades de práticas 
•Partilhar com outros formadores e/ou técnicos de formação, presencialmente ou através de comunidades de práticas online, modelos, experiências, métodos, técnicas e recursos técnico-pedagógicos, com vista a potenciar o seu desempenho individual ou em equipa na(s) entidade(s) formadora(s) em que intervém; 
•Intervir e/ou fomentar a cooperação com as organizações do mercado de emprego, nomeadamente na área de influência da(s) entidade(s) formadora(s) com que colabora, tendo em vista o diagnóstico de necessidades de formação, o melhor ajustamento entre a oferta e a procura de formação e o desenvolvimento de estágios para formandos, em contexto real de trabalho, durante e após a formação; 
•Participar em projetos e redes de formadores e outros especialista de formação, de âmbito nacional, europeu e internacional.
O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência?
Requisitos para o exercício da atividade de formador: 
www.in-formacao.com.pt
www.in-formacao.com.pt 
12 
Conforme art.º 3.º da Portaria n.º 214/2011, de 30 de Maio e regulamentação do IEFP: 
•Qualificação de nível superior, o que implica uma formação científica, técnica, tecnológica e prática consistente e adequada à exigência das intervenções específicas de cada formador; 
•Em componentes, unidades ou módulos de formação orientados para competências de natureza mais operativa, a qualificação detida pode ser de nível igual ao nível de saída dos formandos, desde que possua uma experiência profissional no mínimo de 5 anos.
www.in-formacao.com.pt 
13 
Habilitações próprias para a docência 
Conforme legislação específica do Ministério da Educação: 
•Para o exercício da atividade do formador nas componentes de formação de base, sociocultural e científica, é requerida habilitação para a docência, nos termos da legislação em vigor. 
•Para o exercício da atividade de formador nos processos de reconhecimento, validação e certificação de competências escolares é igualmente requerida habilitação para a docência e, como critério de preferência, experiência profissional no âmbito da educação e formação de adultos. 
Saiba mais aqui sobre habilitações próprias para a docência 
http://www.dgrhe.min-edu.pt/web/14654/propria
www.in-formacao.com.pt 
14 
O formador pode, em função dos contextos em que intervém, do seu grau de especialização ou das atividades que desenvolve, ter denominações mais específicas, tais como: gestor de formação, coordenador de formação, formador de formadores, formador a distância ou e-formador, formador em contexto de trabalho, tutor ou coach, entre outras. 
Sabia que …
Saiba mais sobre Formação Pedagógica Inicial de Formadores CCP - Certificado de Competências Pedagógicas CAP Formador www.in-formacao.com.pt

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferençaEducação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Denise Martins
 
Jogos e brincadeiras a deficientes
Jogos e brincadeiras a deficientesJogos e brincadeiras a deficientes
Jogos e brincadeiras a deficientes
Ana Sebastião
 
Manual do aee
Manual do aeeManual do aee
Manual do aee
Isa ...
 
Escala de comportamento adaptativo
Escala de comportamento adaptativoEscala de comportamento adaptativo
Escala de comportamento adaptativo
teresafly
 
Deficiencia Visual
Deficiencia VisualDeficiencia Visual
Deficiencia Visual
Cassia Dias
 
Ficha de indicação ah-sd
Ficha de indicação   ah-sdFicha de indicação   ah-sd
Ficha de indicação ah-sd
Carlos Junior
 
Sistemas agroindustriais
Sistemas agroindustriaisSistemas agroindustriais
Sistemas agroindustriais
Silene Barreto
 
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
Fernanda Ledesma
 
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagemCriação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
Cíntia Dal Bello
 
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGDTRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
Emanoele freitas
 
Palestra Politicas Publicas no Meio Rural
Palestra Politicas Publicas no Meio RuralPalestra Politicas Publicas no Meio Rural
Palestra Politicas Publicas no Meio Rural
AMATER Cooperativa de Trabalho
 
Relatório final miro
Relatório final miroRelatório final miro
Relatório final miro
Neuzy Quadros
 
Deficiência Visual e Educação.
Deficiência Visual e Educação.Deficiência Visual e Educação.
Deficiência Visual e Educação.
unidadebetinho
 
Lei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusaoLei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusao
Dilma Franchi
 
Daniela coelho - Multideficiência
Daniela coelho -  MultideficiênciaDaniela coelho -  Multideficiência
Daniela coelho - Multideficiência
Daniela Coelho
 
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdfResolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Jornal do Commercio
 
1289687806 cp5 _dr4_globalização
1289687806 cp5 _dr4_globalização1289687806 cp5 _dr4_globalização
1289687806 cp5 _dr4_globalização
Paulacapinha1962
 
Projeto alfabetizar
Projeto alfabetizarProjeto alfabetizar
Projeto alfabetizar
Washington Rocha
 
Apresentação 11
Apresentação 11Apresentação 11
Apresentação 11
Andrei Sampedro
 
Carrefour - Marca Própria
Carrefour  - Marca PrópriaCarrefour  - Marca Própria
Carrefour - Marca Própria
Thiago Nascimento Oliveira
 

Mais procurados (20)

Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferençaEducação Inclusiva  - Mãos que fazem a diferença
Educação Inclusiva - Mãos que fazem a diferença
 
Jogos e brincadeiras a deficientes
Jogos e brincadeiras a deficientesJogos e brincadeiras a deficientes
Jogos e brincadeiras a deficientes
 
Manual do aee
Manual do aeeManual do aee
Manual do aee
 
Escala de comportamento adaptativo
Escala de comportamento adaptativoEscala de comportamento adaptativo
Escala de comportamento adaptativo
 
Deficiencia Visual
Deficiencia VisualDeficiencia Visual
Deficiencia Visual
 
Ficha de indicação ah-sd
Ficha de indicação   ah-sdFicha de indicação   ah-sd
Ficha de indicação ah-sd
 
Sistemas agroindustriais
Sistemas agroindustriaisSistemas agroindustriais
Sistemas agroindustriais
 
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
Aprendizagens essenciais | Aplicações Informáticas B 2020
 
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagemCriação em Propaganda: a relação texto x imagem
Criação em Propaganda: a relação texto x imagem
 
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGDTRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
TRANSTORNO GLOBAL DO DESENVOLVIMENTO - TGD
 
Palestra Politicas Publicas no Meio Rural
Palestra Politicas Publicas no Meio RuralPalestra Politicas Publicas no Meio Rural
Palestra Politicas Publicas no Meio Rural
 
Relatório final miro
Relatório final miroRelatório final miro
Relatório final miro
 
Deficiência Visual e Educação.
Deficiência Visual e Educação.Deficiência Visual e Educação.
Deficiência Visual e Educação.
 
Lei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusaoLei brasileria de inclusao
Lei brasileria de inclusao
 
Daniela coelho - Multideficiência
Daniela coelho -  MultideficiênciaDaniela coelho -  Multideficiência
Daniela coelho - Multideficiência
 
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdfResolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
Resolução Nº 23_2022_ Pesos e Notas Mínimas SISU 2023.pdf
 
1289687806 cp5 _dr4_globalização
1289687806 cp5 _dr4_globalização1289687806 cp5 _dr4_globalização
1289687806 cp5 _dr4_globalização
 
Projeto alfabetizar
Projeto alfabetizarProjeto alfabetizar
Projeto alfabetizar
 
Apresentação 11
Apresentação 11Apresentação 11
Apresentação 11
 
Carrefour - Marca Própria
Carrefour  - Marca PrópriaCarrefour  - Marca Própria
Carrefour - Marca Própria
 

Destaque

Convite
ConviteConvite
Convite
guest98a16f
 
Curso elaboração de _projetos
Curso elaboração  de _projetosCurso elaboração  de _projetos
Curso elaboração de _projetos
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
Oficina Monitor Educacional
Oficina Monitor EducacionalOficina Monitor Educacional
Oficina Monitor Educacional
SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DA BAHIA
 
e-book - Requisitos do Gestor de Formação
e-book - Requisitos do Gestor de Formaçãoe-book - Requisitos do Gestor de Formação
e-book - Requisitos do Gestor de Formação
ZONAVERDE - Formação e Consultoria
 
Formacao
FormacaoFormacao
Formacao
Percilia
 
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCPreferencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
O que é hipertexto
O que é hipertextoO que é hipertexto
Povos Bárbaros e Feudalismo
Povos Bárbaros e FeudalismoPovos Bárbaros e Feudalismo
Povos Bárbaros e Feudalismo
REYSDS
 
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
carlospimentacom
 
1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
Cristiane Marinho de Andrade
 
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimentoEixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
EducacaoIntegralPTC
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
Maria Bárbara Floriano
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
Gerdian Teixeira
 

Destaque (14)

Convite
ConviteConvite
Convite
 
Curso elaboração de _projetos
Curso elaboração  de _projetosCurso elaboração  de _projetos
Curso elaboração de _projetos
 
Oficina Monitor Educacional
Oficina Monitor EducacionalOficina Monitor Educacional
Oficina Monitor Educacional
 
e-book - Requisitos do Gestor de Formação
e-book - Requisitos do Gestor de Formaçãoe-book - Requisitos do Gestor de Formação
e-book - Requisitos do Gestor de Formação
 
Formacao
FormacaoFormacao
Formacao
 
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
Veja aqui o que fazem e onde trabalham os profissionais: Gestor e Corrdenador...
 
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCPreferencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
referencial detalhado do curso formação pedagógica inicial de formadores | CCP
 
O que é hipertexto
O que é hipertextoO que é hipertexto
O que é hipertexto
 
Povos Bárbaros e Feudalismo
Povos Bárbaros e FeudalismoPovos Bárbaros e Feudalismo
Povos Bárbaros e Feudalismo
 
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
Papel do E-Formador (Curso E-Formadores)
 
1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii1.docx paper do estagio ii
1.docx paper do estagio ii
 
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimentoEixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
Eixos formativos e possibilidades de desenvolvimento
 
Avaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolarAvaliação da aprendizagem escolar
Avaliação da aprendizagem escolar
 
Avaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagemAvaliação da aprendizagem
Avaliação da aprendizagem
 

Semelhante a O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência?

2011 competencias empreendedoras
2011 competencias empreendedoras2011 competencias empreendedoras
2011 competencias empreendedoras
Sofia Novo
 
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formaçãoreferencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e AplicarTécnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
João Paulo Freire
 
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdfTécnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
João Paulo Freire
 
Projeto Curso de Didática
Projeto Curso de DidáticaProjeto Curso de Didática
Projeto Curso de Didática
Alesfer
 
Orientações para Formadores EFA
Orientações para Formadores EFAOrientações para Formadores EFA
Orientações para Formadores EFA
João Lima
 
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
Rosario Cação
 
EAD - Aula 3
EAD - Aula 3EAD - Aula 3
EAD - Aula 3
referenciais
 
Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
Programa disciplina Comunicação Gráfica e AudiovisualPrograma disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
Carina Lopes
 
Referenciais de qualidade aula 2
Referenciais de qualidade   aula 2Referenciais de qualidade   aula 2
Referenciais de qualidade aula 2
referenciais
 
EAD - Aula 2
EAD - Aula 2EAD - Aula 2
EAD - Aula 2
referenciais
 
Certificado de Competências Pedagógicas
Certificado de Competências PedagógicasCertificado de Competências Pedagógicas
Certificado de Competências Pedagógicas
Ricardo Brasil
 
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdfSlide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
PatriciaOliveira155673
 
CCP
CCPCCP
Certific_Report_CCP
Certific_Report_CCPCertific_Report_CCP
Certific_Report_CCP
Diogo Gomes
 
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
Acade Consultoria
 
Manual tutor
Manual tutorManual tutor
Manual tutor
Luisa Alves
 
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
nuno.jose.duarte
 
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide shareApresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Vania Bastos Nacaxe
 
IEFP
IEFPIEFP

Semelhante a O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência? (20)

2011 competencias empreendedoras
2011 competencias empreendedoras2011 competencias empreendedoras
2011 competencias empreendedoras
 
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formaçãoreferencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
referencial detalhado do curso de pós-graduação gestao coordenação da formação
 
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e AplicarTécnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar
 
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdfTécnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
Técnicas e Instrumentos de Avaliação Formativa – Construir e Aplicar.pdf
 
Projeto Curso de Didática
Projeto Curso de DidáticaProjeto Curso de Didática
Projeto Curso de Didática
 
Orientações para Formadores EFA
Orientações para Formadores EFAOrientações para Formadores EFA
Orientações para Formadores EFA
 
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
Indicadores de Maturidade no E-learning @TicEDUCA2014
 
EAD - Aula 3
EAD - Aula 3EAD - Aula 3
EAD - Aula 3
 
Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
Programa disciplina Comunicação Gráfica e AudiovisualPrograma disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
Programa disciplina Comunicação Gráfica e Audiovisual
 
Referenciais de qualidade aula 2
Referenciais de qualidade   aula 2Referenciais de qualidade   aula 2
Referenciais de qualidade aula 2
 
EAD - Aula 2
EAD - Aula 2EAD - Aula 2
EAD - Aula 2
 
Certificado de Competências Pedagógicas
Certificado de Competências PedagógicasCertificado de Competências Pedagógicas
Certificado de Competências Pedagógicas
 
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdfSlide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
Slide_Atividade de aprendizagem inclusiva integrada_Ensin_Profissonalizante.pdf
 
CCP
CCPCCP
CCP
 
Certific_Report_CCP
Certific_Report_CCPCertific_Report_CCP
Certific_Report_CCP
 
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
PRODUÇÃO TEXTUAL – VITA BELLA VLR: r$ 50,00 WHATSAPP: (92) 9946831658
 
Manual tutor
Manual tutorManual tutor
Manual tutor
 
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
Dr Manuel Louro Profissional Rvc Formador Mediador Efa Formador Como Se Artic...
 
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide shareApresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
Apresentacao Plano Pedagogico JOVEM APRENDIZ AESCON slide share
 
IEFP
IEFPIEFP
IEFP
 

Mais de in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.

Deontologia Profissional - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Deontologia Profissional  - Técnico Superior de Segurança no TrabalhoDeontologia Profissional  - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Deontologia Profissional - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no TrabalhoNovo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 
Atividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Atividades do Técnico Superior de Segurança no TrabalhoAtividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Atividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda.
 

Mais de in formação | INRH - Consultadoria em Recursos Humanos, Lda. (6)

Deontologia Profissional - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Deontologia Profissional  - Técnico Superior de Segurança no TrabalhoDeontologia Profissional  - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Deontologia Profissional - Técnico Superior de Segurança no Trabalho
 
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
Você sabe qual o valor acrescentado na sua empregabilidade por ser Formador?
 
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
A evolução da Profissão Técnico Superior de Segurança no Trabalho por Pedro S...
 
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no TrabalhoNovo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Novo programa do curso Técnico Superior de Segurança no Trabalho
 
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
Dicas Sequência da Maquilhagem | Workshop de auto-maquilhagem e marketing pes...
 
Atividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Atividades do Técnico Superior de Segurança no TrabalhoAtividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
Atividades do Técnico Superior de Segurança no Trabalho
 

O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência?

  • 1. O que faz o formador? Quais os requisitos de acesso à profissão de formador? O que é a habilitação própria para a docência? Setembro 2014 www.in-formacao.com.pt VOCÊ SABE
  • 2. www.in-formacao.com.pt 2 Formador/a O formador é o técnico que atua em diversos contextos, modalidades, níveis e situações de aprendizagem, com recurso a diferentes estratégias, métodos, técnicas e instrumentos de formação e avaliação, estabelecendo uma relação pedagógica diferenciada, dinâmica e eficaz com múltiplos grupos ou indivíduos, de forma a favorecer a aquisição de conhecimentos e competências, bem como o desenvolvimento de atitudes e comportamentos adequados ao desempenho profissional, tendo em atenção as exigências atuais e prospetivas do mercado de emprego. Fonte: Referencial de Formação | Formação Pedagógica Inicial de Formadores IEFP - 2ª edição 2013
  • 3. Conteúdo Funcional da Profissão Formador www.in-formacao.com.pt
  • 4. www.in-formacao.com.pt 4 Compete ao formador: No domínio do planeamento e organização da formação •Desenvolver e/ou adaptar conteúdos curriculares e programas; •Apoiar na definição e/ou interpretar e gerir percursos individuais de formação definidos mediante métodos e técnicas de reconhecimento, validação e certificação de competências; •Planificar a formação e definir planos de sessão; •Planear, selecionar e/ou desenvolver os recursos técnico-pedagógicos – em suporte digital ou outro compatível com as atuais exigências da sociedade do conhecimento – de apoio às atividades de formação e adequados ao referencial aplicável;
  • 5. www.in-formacao.com.pt 5 Compete ao formador: •Organizar e preparar os equipamentos, ferramentas/utensílios, materiais e tecnologias de suporte às atividades e modalidades de formação, presenciais, a distância ou mistas; •Selecionar os métodos, as técnicas e os instrumentos adequados à avaliação das aprendizagens e da formação; •Colaborar com a coordenação da formação e a equipa pedagógica, incluindo os demais formadores, no diagnóstico de necessidades, na aplicação e melhoria dos procedimentos, na identificação de eventuais constrangimentos e na definição de estratégias de superação.
  • 6. www.in-formacao.com.pt 6 Compete ao formador: No domínio do desenvolvimento, acompanhamento e avaliação da formação •Definir ou participar na definição de percursos de formação, identificando as necessidades de aquisição de competências de cada grupo ou indivíduo, face às exigências específicas do referencial aplicável; •Aplicar estratégias, métodos, técnicas e instrumentos de formação e avaliação adaptados aos contextos, modalidades, níveis e situações de aprendizagem, tendo em atenção os referenciais de formação, os perfis profissionais e a especificidade de cada grupo ou indivíduo, de forma a potenciar os resultados visados; •Intervir em diferentes modalidades de formação, presenciais e a distância, e em processos de reconhecimento, validação e certificação de competências, escolares e profissionais;
  • 7. www.in-formacao.com.pt 7 Compete ao formador: •Criar um ambiente propício à aprendizagem, gerindo nomeadamente a diversidade pedagógica e a progressão na aprendizagem realizada por cada formando; •Conduzir/mediar o processo de ensino- aprendizagem, desenvolvendo atividades adequadas aos objetivos da formação, estabelecendo uma relação pedagógica eficaz com os formandos, utilizando auxiliares didáticos predominantemente em suporte digital, facilitando a comunicação através de plataformas ou comunidades de aprendizagem, gerindo os tempos e os recursos necessários;
  • 8. www.in-formacao.com.pt 8 Compete ao formador: •Avaliar as aprendizagens, de forma rigorosa e equitativa, com recurso à avaliação contínua e final, quantitativa e qualitativa, diagnóstica, formativa e sumativa, à auto e heteroavaliação, interpares e aferida, tendo em atenção os objetivos pedagógicos, as áreas de formação, os conteúdos curriculares e as exigências do mercado de emprego; •Definir e/ou participar em atividades de avaliação e/ou auditoria da qualidade da formação, designadamente ao nível da sua organização, funcionamento e impacte no mercado de emprego, de forma a melhorar o ajustamento entre a oferta e a procura e a contribuir para o aperfeiçoamento.
  • 9. www.in-formacao.com.pt 9 Compete ao formador: No domínio do desenvolvimento e participação em comunidades de práticas •Partilhar com outros formadores e/ou técnicos de formação, presencialmente ou através de comunidades de práticas online, modelos, experiências, métodos, técnicas e recursos técnico-pedagógicos, com vista a potenciar o seu desempenho individual ou em equipa na(s) entidade(s) formadora(s) em que intervém; •Intervir e/ou fomentar a cooperação com as organizações do mercado de emprego, nomeadamente na área de influência da(s) entidade(s) formadora(s) com que colabora, tendo em vista o diagnóstico de necessidades de formação, o melhor ajustamento entre a oferta e a procura de formação e o desenvolvimento de estágios para formandos, em contexto real de trabalho, durante e após a formação; •Participar em projetos e redes de formadores e outros especialista de formação, de âmbito nacional, europeu e internacional.
  • 11. Requisitos para o exercício da atividade de formador: www.in-formacao.com.pt
  • 12. www.in-formacao.com.pt 12 Conforme art.º 3.º da Portaria n.º 214/2011, de 30 de Maio e regulamentação do IEFP: •Qualificação de nível superior, o que implica uma formação científica, técnica, tecnológica e prática consistente e adequada à exigência das intervenções específicas de cada formador; •Em componentes, unidades ou módulos de formação orientados para competências de natureza mais operativa, a qualificação detida pode ser de nível igual ao nível de saída dos formandos, desde que possua uma experiência profissional no mínimo de 5 anos.
  • 13. www.in-formacao.com.pt 13 Habilitações próprias para a docência Conforme legislação específica do Ministério da Educação: •Para o exercício da atividade do formador nas componentes de formação de base, sociocultural e científica, é requerida habilitação para a docência, nos termos da legislação em vigor. •Para o exercício da atividade de formador nos processos de reconhecimento, validação e certificação de competências escolares é igualmente requerida habilitação para a docência e, como critério de preferência, experiência profissional no âmbito da educação e formação de adultos. Saiba mais aqui sobre habilitações próprias para a docência http://www.dgrhe.min-edu.pt/web/14654/propria
  • 14. www.in-formacao.com.pt 14 O formador pode, em função dos contextos em que intervém, do seu grau de especialização ou das atividades que desenvolve, ter denominações mais específicas, tais como: gestor de formação, coordenador de formação, formador de formadores, formador a distância ou e-formador, formador em contexto de trabalho, tutor ou coach, entre outras. Sabia que …
  • 15. Saiba mais sobre Formação Pedagógica Inicial de Formadores CCP - Certificado de Competências Pedagógicas CAP Formador www.in-formacao.com.pt