SlideShare uma empresa Scribd logo
Hipóteses de
Leitura e Escrita
Sugestões de Atividades para cada nível de Escrita
PRÉ-SILÁBICO
Nível Pré-silábico I- É quando o aluno pensa que se escreve com desenhos. As letras não querem dizer
nada para ele. A professora pede que ele escreva “bola”, por exemplo, e ele desenha uma bola.
Nível Pré-silábico II-Neste nível, a criança ainda não estabelece relações entre a escrita e a pronúncia.
Nesta fase, ela expressa sua escrita através de letras e números usadas aleatoriamente, sem repetição e
com o critério de no mínimo três. Ela só sabe que se escreve com símbolos, mas não relaciona esses
símbolos com a linguagem oral. Acha que coisas grandes devem ter nomes com muitas letras e coisas
pequenas nomes com poucas letras. É a fase do “realismo nominal”.
Conflito que levará ao próximo nível: a percepção de que há estabilidade nas palavras (há uma
forma única para escrever corretamente cada palavra).
Avanços esperados:
• - Diferenciar o desenho da escrita;
• - Perceber letras e sons;
• - Identificar e escrever o próprio nome;
• - Identificar as letras do alfabeto;
• - Perceber que usamos letras diferentes em diferentes posições.
Sugestões de Atividades:
• - Desenhar e escrever o que desenhou;
• - Usar o nome em situações significativas: marcar atividades. Objetos utilizá-los em jogos, bilhetes,
etc.
• - Utilizar o nome dos estudantes escritos em crachás e em cartazes (explorar a escrita do nome no
crachá, letra inicial, letra final, quantidade de letras, nomes iguais, inicial igual... durante a rotina).
• - Confeccionar gráficos de colunas com os nomes seriados em ordem de acordo com o número de
letras. Classificar os nomes pelo número de letras, pela letra inicial ou final.
• - Reconhecer e ler o nome próprio em situações significativas: chamadas, jogos, etc.
• - Ter contato com diferentes gêneros textuais;
• - Conversar sobre a função da escrita;
• - Utilizar letras móveis para pesquisar nomes, reproduzir o próprio nome ou dos amigos; bingo de
letras;
• - Produção oral de histórias;
• - Textos coletivos tendo o professor como escriba;
• - Comparar e relacionar palavras;
• - Atividades que seja preciso reconhecer a letra inicial e final;
• - Contar números de letras ou palavras das frases;
• - Atividades que apontem para a variação da quantidade de letras;
• - Completar palavras usando a letra inicial e final; completar as letras que faltam;
• - Ligar palavras ao número de letras, ou a letra inicial;
• - Escrever listas em que isto tenha significado: listar o que usamos na hora do lanche, o que tem na
festa de aniversário, etc. Sugestões de Jogos:
• - Trabalhar o nome do estudante através de jogos: dominó, memória, boliche, bingo...
SILÁBICO
A criança descobre a lógica da escrita, percebendo a correspondência entre a representação escrita das
palavras e as propriedades sonoras das letras, mas pensa que cada letra representa é uma sílaba oral, ou
seja, usa ao escrever uma letra para cada emissão sonora (cada sílaba).
Conflito que levará ao próximo nível: impossibilidade de ler silabicamente o que os outros escrevem
(sobram letras).
A) Silábico com valor sonoro B) Silábico sem valor sonoro
Avanços esperados:
• Atribuir valor sonoro às letras;
• Aceitar que não é preciso muitas letras para se escrever apenas o necessário para representar a fala;
• Perceber que palavras diferentes são escritas com letras em ordens diferentes;
Sugestões de Atividades:
 -Todas as atividades do nível anterior;
 -Comparar e relacionar escritas de palavras diversas
 -Completar palavras com letras para evidenciar seu som: CAMELO = C M L ou
A E O;
 -Relacionar personagens a partir do nome escrito;
 -Relacionar figura às palavras, através do reconhecimento da letra inicial;
 -Reconhecer letras no texto trabalhado;
 -Cruzadinhas;
 -Caça-palavras;
 -Completar lacunas em texto e palavra;
 - Evidenciar rimas entre as palavras;
 - Usar o alfabeto móvel para escritas significativas;
 - Contar a quantidade de palavras de uma frase;
 - Analise oral e escrita do número de sílaba, sílaba inicial e final das palavras do texto;
 - Lista de palavras com a mesma sílaba final ou inicial;
 - Escrever palavras a partir da letra inicial ou da sílaba inicial;
 - Ligar palavras ao desenho;
 - Propor atividades de escrita de palavras em duplas (um dita e outro escreve).
SILÁBICO-ALFABÉTICO
Começa a compreender que as sílabas possuem mais que uma letra (fará a transição de ora utilizar uma
letra para cada sílaba, ora reconhecer os demais fonemas das palavras e passar a empregá-los). Mistura a
lógica da fase anterior com a identificação de algumas sílabas;
Avanços esperados:
• Usar mais de uma letra para representar o fonema quando necessário.
• Atribuir o valor sonoro das letras;
Sugestões de Atividades:
- Separar as palavras de um texto;
- Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece: Associar o “GA” do nome da
“GABRIELA” para escrever “GATO” “GAROTA”, “GAVETA”...;
- Procurar desenvolver o próprio pensamento das crianças para que percebam o que é provável e o que é
impossível encontrar na linguagem escrita;
- Formação de frases;
- Cruzadinhas utilizando fotografias;
- Fazer caça-palavras, imprimindo maior grau de dificuldade a essa atividade, como: na vertical, na
diagonal, em ordem inversa, etc.
- Dividir palavras em sílabas;
- Formar palavras a partir de sílabas;
- Produção de textos, ditados e listas.
ALFABÉTICO
Caracteriza-se pela correspondência entre fonemas e grafemas, quando a criança compreende a
organização e o funcionamento da escrita e começa a perceber que cada emissão sonora (sílaba) pode ser
representada, na escrita, por uma ou mais letras. A base alfabética da escrita se constrói a partir do
conflito criado pela impossibilidade de ler silabicamente a escrita padrão (sobram letras) e de ler a escrita
silábica (faltam letras).
Aqui a criança já compreendeu que cada um dos caracteres da escrita corresponde a valores menores que
a sílaba. Isto não quer dizer que todas as barreiras tenham sido superadas: a partir deste momento, a
criança se defrontará com as dificuldades da ortografia por exemplo.
Avanços esperados:
• Realizar a escrita correta das palavras.
• Preocupação com as questões ortográficas e textuais (parágrafo e pontuação).
Sugestões de Atividades:
• - Todas as anteriores;
• - Leituras diversas;
• - Escrita de listas de palavras que apresentem as mesmas regularidades ortográficas em momentos
em que isto seja significativo;
• - Atividades a partir de um texto: leitura, localização de palavras ou frases; ordenar o texto;
• - Considerar o “erro” como construtivo e parte do processo de aprendizagem.
• - Análise linguística das palavras;
• - Atividade de escritas: complete, stop, cruzadinha, forca, caça-palavras...
• - Produção coletiva e individual de textos;
• - Reescrita de textos (individual e coletiva).
Anotações
Níveis pós-alfabetização segundo o GEEMPA/ESTHER PILLAR GROSSI
Níveis pós-alfabetização segundo o GEEMPA/CRA
Alfabetizado
1
-Textos curtos com escrita/leitura parcial, com ou sem
segmentação;
- No ditado de palavras compreende a vogal inicial e
encontros consonantais. Contudo, no texto prevalece
consoante e vogal;
- O estudante ainda não compreende o que lê (leitura
silabada);
Alfabetizado
2
-Entende que uma sílaba pode não ter uma ordem fixa de
consoante e vogal, escrevendo palavras utilizando vcv, vcc;
mas pode trocar a ordem.
- Resolve encontro consonantal;
- No ditado de palavras percebe o nhe ao invés do ne, mas no
texto pode oscilar;
- Faz textos curtos, sem paragrafação, porém segmentado.
-Já inicia a compreensão de alguns dígrafos (nh, lh, ch).
Alfabetizado
3
-Textos longos com esquema de pensamento de início, meio e
fim;
- Ainda apresenta vícios de linguagem;
- Utiliza-se alguns sinais de pontuação.
- Apresenta alguns erros ortográficos (flv; t/d; p/b) e dígrafos
(ss/rr/sc);
- Resolve a nasalização;
- Apresenta boa leitura e interpreta o que lê;
-O aluno deverá ter noções de parágrafos, estruturando textos.
Alfabetizado
4
- Texto com esquema de pensamento de início, meio e fim
com paragrafação, presença de diálogos (quando há
narrativa);
- Uso de pontuação;
- Uso de linguagem mais complexa;
- Compreende questões fonéticas e sílabas complexas,
admitindo erros ortográficos (ex: sons do x);
- Admite consoante muda e sílabas com mais de 3 letras;
- Leitura fluente com boa interpretação.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Projeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardimProjeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardim
Professora Cida
 
Relatórios turmas de 1º ano
Relatórios turmas de 1º anoRelatórios turmas de 1º ano
Relatórios turmas de 1º ano
Naysa Taboada
 
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdfPlanejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
ANA PAULA LOPES
 
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digitalJogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digital
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jana Januário
 
Inclusão escolar o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
Inclusão escolar  o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...Inclusão escolar  o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
Inclusão escolar o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
SimoneHelenDrumond
 
Apresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escritaApresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escrita
MARILENE RANGEL
 
Atividades para silabicos
Atividades para silabicosAtividades para silabicos
Atividades para silabicos
Josi Cotrim
 
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emíliaHipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
profeannecunha
 
Lista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagemLista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagem
Marly Freitas
 
Sequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulasSequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulas
Professora Cida
 
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Edna Lúcia Lopes Fernandes
 
Apresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisadoApresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisado
angelafreire
 
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_AlfabetizaçãoAtividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
srentesupor
 
Hipóteses da escrita
Hipóteses da escritaHipóteses da escrita
Hipóteses da escrita
chagasl
 
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
♥Marcinhatinelli♥
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Naysa Taboada
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
SimoneHelenDrumond
 
Oficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º anoOficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º ano
Cláudia Cacal
 
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumondAtividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
SimoneHelenDrumond
 
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Leila Schimith
 

Mais procurados (20)

Projeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardimProjeto didático leilão de jardim
Projeto didático leilão de jardim
 
Relatórios turmas de 1º ano
Relatórios turmas de 1º anoRelatórios turmas de 1º ano
Relatórios turmas de 1º ano
 
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdfPlanejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
Planejamento anual-1-ano-do-ensino-fundamental-em-pdf
 
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
Jogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digitalJogos da caixa  alfabetizacao e letramento  arquivo  digital
Jogos da caixa alfabetizacao e letramento arquivo digital
 
Inclusão escolar o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
Inclusão escolar  o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...Inclusão escolar  o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
Inclusão escolar o planejamento das aulas tem de prever atividades para todo...
 
Apresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escritaApresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escrita
 
Atividades para silabicos
Atividades para silabicosAtividades para silabicos
Atividades para silabicos
 
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emíliaHipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
Hipóteses da psicogênese da língua escrita segundo emília
 
Lista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagemLista de palavras para sondagem
Lista de palavras para sondagem
 
Sequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulasSequencia didatica _fabulas
Sequencia didatica _fabulas
 
Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)Sequência didática a casa e seu dono (1)
Sequência didática a casa e seu dono (1)
 
Apresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisadoApresentação fluência revisado
Apresentação fluência revisado
 
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_AlfabetizaçãoAtividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
Atividades Pedagógicas 1_2_ano_Alfabetização
 
Hipóteses da escrita
Hipóteses da escritaHipóteses da escrita
Hipóteses da escrita
 
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
Concepção de alfabetizaação Hipotese alfabetica
 
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestreFicha descritiva 1 ano 3 trimestre
Ficha descritiva 1 ano 3 trimestre
 
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumondParecer descritivo do maternal simone helen drumond
Parecer descritivo do maternal simone helen drumond
 
Oficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º anoOficina para casa 1º ano
Oficina para casa 1º ano
 
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumondAtividade com a música aquarela ufam simone drumond
Atividade com a música aquarela ufam simone drumond
 
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
Nova ficha de solicitação de atendimento (1)
 

Semelhante a 2. Apostila da Oficina da Psicogênese em 2021.pdf

Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua Escrita
Rayane Paula
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
pedagogia para licenciados
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
pedagogia para licenciados
 
Apresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escritaApresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escrita
Ana Paula Epifanio
 
4. psicogenese da_lingua_escrita
4. psicogenese da_lingua_escrita4. psicogenese da_lingua_escrita
4. psicogenese da_lingua_escrita
Pactoufba
 
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento   psicogênese da língua escritaApresentação planejamento   psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Alekson Morais
 
Niveis de escrita
Niveis de escritaNiveis de escrita
Niveis de escrita
daianabsf
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
Agnes Roberta de Giulio
 
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
Kreusa Martins
 
Alfabetização com letramento
Alfabetização com letramentoAlfabetização com letramento
Alfabetização com letramento
Nice Lacerda
 
Análise da escrita alfabética
Análise da escrita alfabéticaAnálise da escrita alfabética
Análise da escrita alfabética
Ananda Lima
 
Nivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escritaNivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escrita
Edinei Messias
 
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita AlfabéticaUnidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Elaine Cruz
 
Psicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua EscritaPsicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua Escrita
Jessica Nuvens
 
Intervenções no processo da aquisição da escrita
Intervenções no processo da aquisição da escritaIntervenções no processo da aquisição da escrita
Intervenções no processo da aquisição da escrita
Elaine Mesquita
 
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
Edeil Reis do Espírito Santo
 
Apropriação do SEA
Apropriação do SEAApropriação do SEA
Apropriação do SEA
Shirley Lauria
 
Slides unidade 3 texto 1
Slides unidade 3   texto 1Slides unidade 3   texto 1
Slides unidade 3 texto 1
Lais Renata
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Bete Feliciano
 
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiroComo fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
Carilusa Branchi
 

Semelhante a 2. Apostila da Oficina da Psicogênese em 2021.pdf (20)

Hipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua EscritaHipóteses da Língua Escrita
Hipóteses da Língua Escrita
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
 
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
Apresentaopsicognesedalnguaescrita 110616193411-phpapp01
 
Apresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escritaApresentação psicogênese da língua escrita
Apresentação psicogênese da língua escrita
 
4. psicogenese da_lingua_escrita
4. psicogenese da_lingua_escrita4. psicogenese da_lingua_escrita
4. psicogenese da_lingua_escrita
 
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento   psicogênese da língua escritaApresentação planejamento   psicogênese da língua escrita
Apresentação planejamento psicogênese da língua escrita
 
Niveis de escrita
Niveis de escritaNiveis de escrita
Niveis de escrita
 
Alfabetização
AlfabetizaçãoAlfabetização
Alfabetização
 
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
Atividadesparanvelpr silbico-130601023708-phpapp01
 
Alfabetização com letramento
Alfabetização com letramentoAlfabetização com letramento
Alfabetização com letramento
 
Análise da escrita alfabética
Análise da escrita alfabéticaAnálise da escrita alfabética
Análise da escrita alfabética
 
Nivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escritaNivel de desenvolvimento da escrita
Nivel de desenvolvimento da escrita
 
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita AlfabéticaUnidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
Unidade 3 - PNAIC - Sistema de Escrita Alfabética
 
Psicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua EscritaPsicogênese da Língua Escrita
Psicogênese da Língua Escrita
 
Intervenções no processo da aquisição da escrita
Intervenções no processo da aquisição da escritaIntervenções no processo da aquisição da escrita
Intervenções no processo da aquisição da escrita
 
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
Discutindo diagnósticos de escrita (SLIDES 3ª Formação NUALFA)
 
Apropriação do SEA
Apropriação do SEAApropriação do SEA
Apropriação do SEA
 
Slides unidade 3 texto 1
Slides unidade 3   texto 1Slides unidade 3   texto 1
Slides unidade 3 texto 1
 
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
Unidade 3 ano 2 A compreensão do Sistema de Escrita Alfabética e a consolidaç...
 
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiroComo fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
Como fazer o teste das quatro palavras e uma frase de emilia ferreiro
 

Último

17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
Estuda.com
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
Marcelo Botura
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
MariaJooSilva58
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Falcão Brasil
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Falcão Brasil
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Mary Alvarenga
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Falcão Brasil
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Falcão Brasil
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Luzia Gabriele
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Falcão Brasil
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Bibliotecas Escolares AEIDH
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
Ceiça Martins Vital
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 

Último (20)

17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
17 Coisas que seus alunos deveriam saber sobre TRI para melhorar sua nota no ...
 
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?O que é  o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
O que é o programa nacional de alimentação escolar (PNAE)?
 
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosasFotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
Fotossíntese e respiração: conceitos e trocas gasosas
 
Festa dos Finalistas .
Festa dos Finalistas                    .Festa dos Finalistas                    .
Festa dos Finalistas .
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdfEscola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
Escola de Comando e Estado-Maior da Aeronáutica (ECEMAR).pdf
 
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptxSlides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
Slides Lição 3, CPAD, Rute e Noemi, Entrelaçadas pelo Amor.pptx
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdfPortfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
Portfólio Estratégico da Força Aérea Brasileira (FAB).pdf
 
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
Desafio matemático -  multiplicação e divisão.Desafio matemático -  multiplicação e divisão.
Desafio matemático - multiplicação e divisão.
 
Elogio da Saudade .
Elogio da Saudade                          .Elogio da Saudade                          .
Elogio da Saudade .
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
Organograma do Centro Gestor e Operacional do Sistema de Proteção da Amazônia...
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdfMarinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
Marinha do Brasil (MB) Politíca Naval.pdf
 
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsxOceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
Oceano, Fonte de Vida e Beleza Maria Inês Aroeira Braga.ppsx
 
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdfRelatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
Relatório do Ministério da Defesa (MD) 2017.pdf
 
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
Boletim informativo - Contacto - julho de 2024
 
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdfP0107 do aluno da educação municipal.pdf
P0107 do aluno da educação municipal.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 

2. Apostila da Oficina da Psicogênese em 2021.pdf

  • 1. Hipóteses de Leitura e Escrita Sugestões de Atividades para cada nível de Escrita PRÉ-SILÁBICO Nível Pré-silábico I- É quando o aluno pensa que se escreve com desenhos. As letras não querem dizer nada para ele. A professora pede que ele escreva “bola”, por exemplo, e ele desenha uma bola. Nível Pré-silábico II-Neste nível, a criança ainda não estabelece relações entre a escrita e a pronúncia. Nesta fase, ela expressa sua escrita através de letras e números usadas aleatoriamente, sem repetição e com o critério de no mínimo três. Ela só sabe que se escreve com símbolos, mas não relaciona esses símbolos com a linguagem oral. Acha que coisas grandes devem ter nomes com muitas letras e coisas pequenas nomes com poucas letras. É a fase do “realismo nominal”. Conflito que levará ao próximo nível: a percepção de que há estabilidade nas palavras (há uma forma única para escrever corretamente cada palavra). Avanços esperados: • - Diferenciar o desenho da escrita; • - Perceber letras e sons; • - Identificar e escrever o próprio nome; • - Identificar as letras do alfabeto; • - Perceber que usamos letras diferentes em diferentes posições.
  • 2. Sugestões de Atividades: • - Desenhar e escrever o que desenhou; • - Usar o nome em situações significativas: marcar atividades. Objetos utilizá-los em jogos, bilhetes, etc. • - Utilizar o nome dos estudantes escritos em crachás e em cartazes (explorar a escrita do nome no crachá, letra inicial, letra final, quantidade de letras, nomes iguais, inicial igual... durante a rotina). • - Confeccionar gráficos de colunas com os nomes seriados em ordem de acordo com o número de letras. Classificar os nomes pelo número de letras, pela letra inicial ou final. • - Reconhecer e ler o nome próprio em situações significativas: chamadas, jogos, etc. • - Ter contato com diferentes gêneros textuais; • - Conversar sobre a função da escrita; • - Utilizar letras móveis para pesquisar nomes, reproduzir o próprio nome ou dos amigos; bingo de letras; • - Produção oral de histórias; • - Textos coletivos tendo o professor como escriba; • - Comparar e relacionar palavras; • - Atividades que seja preciso reconhecer a letra inicial e final; • - Contar números de letras ou palavras das frases; • - Atividades que apontem para a variação da quantidade de letras; • - Completar palavras usando a letra inicial e final; completar as letras que faltam; • - Ligar palavras ao número de letras, ou a letra inicial; • - Escrever listas em que isto tenha significado: listar o que usamos na hora do lanche, o que tem na festa de aniversário, etc. Sugestões de Jogos: • - Trabalhar o nome do estudante através de jogos: dominó, memória, boliche, bingo... SILÁBICO A criança descobre a lógica da escrita, percebendo a correspondência entre a representação escrita das palavras e as propriedades sonoras das letras, mas pensa que cada letra representa é uma sílaba oral, ou seja, usa ao escrever uma letra para cada emissão sonora (cada sílaba). Conflito que levará ao próximo nível: impossibilidade de ler silabicamente o que os outros escrevem (sobram letras). A) Silábico com valor sonoro B) Silábico sem valor sonoro Avanços esperados: • Atribuir valor sonoro às letras; • Aceitar que não é preciso muitas letras para se escrever apenas o necessário para representar a fala;
  • 3. • Perceber que palavras diferentes são escritas com letras em ordens diferentes; Sugestões de Atividades:  -Todas as atividades do nível anterior;  -Comparar e relacionar escritas de palavras diversas  -Completar palavras com letras para evidenciar seu som: CAMELO = C M L ou A E O;  -Relacionar personagens a partir do nome escrito;  -Relacionar figura às palavras, através do reconhecimento da letra inicial;  -Reconhecer letras no texto trabalhado;  -Cruzadinhas;  -Caça-palavras;  -Completar lacunas em texto e palavra;  - Evidenciar rimas entre as palavras;  - Usar o alfabeto móvel para escritas significativas;  - Contar a quantidade de palavras de uma frase;  - Analise oral e escrita do número de sílaba, sílaba inicial e final das palavras do texto;  - Lista de palavras com a mesma sílaba final ou inicial;  - Escrever palavras a partir da letra inicial ou da sílaba inicial;  - Ligar palavras ao desenho;  - Propor atividades de escrita de palavras em duplas (um dita e outro escreve). SILÁBICO-ALFABÉTICO Começa a compreender que as sílabas possuem mais que uma letra (fará a transição de ora utilizar uma letra para cada sílaba, ora reconhecer os demais fonemas das palavras e passar a empregá-los). Mistura a lógica da fase anterior com a identificação de algumas sílabas; Avanços esperados: • Usar mais de uma letra para representar o fonema quando necessário. • Atribuir o valor sonoro das letras; Sugestões de Atividades: - Separar as palavras de um texto;
  • 4. - Generalizar os conhecimentos para escrever palavras que não conhece: Associar o “GA” do nome da “GABRIELA” para escrever “GATO” “GAROTA”, “GAVETA”...; - Procurar desenvolver o próprio pensamento das crianças para que percebam o que é provável e o que é impossível encontrar na linguagem escrita; - Formação de frases; - Cruzadinhas utilizando fotografias; - Fazer caça-palavras, imprimindo maior grau de dificuldade a essa atividade, como: na vertical, na diagonal, em ordem inversa, etc. - Dividir palavras em sílabas; - Formar palavras a partir de sílabas; - Produção de textos, ditados e listas. ALFABÉTICO Caracteriza-se pela correspondência entre fonemas e grafemas, quando a criança compreende a organização e o funcionamento da escrita e começa a perceber que cada emissão sonora (sílaba) pode ser representada, na escrita, por uma ou mais letras. A base alfabética da escrita se constrói a partir do conflito criado pela impossibilidade de ler silabicamente a escrita padrão (sobram letras) e de ler a escrita silábica (faltam letras). Aqui a criança já compreendeu que cada um dos caracteres da escrita corresponde a valores menores que a sílaba. Isto não quer dizer que todas as barreiras tenham sido superadas: a partir deste momento, a criança se defrontará com as dificuldades da ortografia por exemplo. Avanços esperados: • Realizar a escrita correta das palavras. • Preocupação com as questões ortográficas e textuais (parágrafo e pontuação). Sugestões de Atividades: • - Todas as anteriores; • - Leituras diversas;
  • 5. • - Escrita de listas de palavras que apresentem as mesmas regularidades ortográficas em momentos em que isto seja significativo; • - Atividades a partir de um texto: leitura, localização de palavras ou frases; ordenar o texto; • - Considerar o “erro” como construtivo e parte do processo de aprendizagem. • - Análise linguística das palavras; • - Atividade de escritas: complete, stop, cruzadinha, forca, caça-palavras... • - Produção coletiva e individual de textos; • - Reescrita de textos (individual e coletiva). Anotações
  • 6. Níveis pós-alfabetização segundo o GEEMPA/ESTHER PILLAR GROSSI
  • 7. Níveis pós-alfabetização segundo o GEEMPA/CRA Alfabetizado 1 -Textos curtos com escrita/leitura parcial, com ou sem segmentação; - No ditado de palavras compreende a vogal inicial e encontros consonantais. Contudo, no texto prevalece consoante e vogal; - O estudante ainda não compreende o que lê (leitura silabada); Alfabetizado 2 -Entende que uma sílaba pode não ter uma ordem fixa de consoante e vogal, escrevendo palavras utilizando vcv, vcc; mas pode trocar a ordem. - Resolve encontro consonantal; - No ditado de palavras percebe o nhe ao invés do ne, mas no texto pode oscilar; - Faz textos curtos, sem paragrafação, porém segmentado. -Já inicia a compreensão de alguns dígrafos (nh, lh, ch). Alfabetizado 3 -Textos longos com esquema de pensamento de início, meio e fim; - Ainda apresenta vícios de linguagem; - Utiliza-se alguns sinais de pontuação. - Apresenta alguns erros ortográficos (flv; t/d; p/b) e dígrafos (ss/rr/sc); - Resolve a nasalização; - Apresenta boa leitura e interpreta o que lê; -O aluno deverá ter noções de parágrafos, estruturando textos. Alfabetizado 4 - Texto com esquema de pensamento de início, meio e fim com paragrafação, presença de diálogos (quando há narrativa); - Uso de pontuação; - Uso de linguagem mais complexa; - Compreende questões fonéticas e sílabas complexas, admitindo erros ortográficos (ex: sons do x); - Admite consoante muda e sílabas com mais de 3 letras; - Leitura fluente com boa interpretação.