SlideShare uma empresa Scribd logo
Doenças Sexualmente Transmissíveis

LINFOGRANULOMA VENÉREO
Conceito
       O Linfogranuloma venéreo caracteriza-se pelo
     aparecimento de uma lesão genital (lesão primária) que
  tem curta duração e que se apresenta como uma ulceração
   (ferida) ou como uma pápula (elevação da pele). Esta lesão
         é passageira (3 a 5 dias) e frequentemente não é
       identificada pelos pacientes, especialmente do sexo
                             feminino.
 Após a cura desta lesão primária, em geral depois de duas a
    seis semanas, surge o bubão inguinal que é uma inchação
  dolorosa dos gânglios de uma das virilhas (70% das vezes é
                          de um lado só).
  Se este bubão não for tratado adequadamente ele evolui
  para o rompimento expontâneo e formação de fístulas que
                   drenam secreção purulenta.
Linfogranuloma venéreo

 Sinônimos: Doença de Nicolas-Favre,
  Linfogranuloma Inguinal, Mula, Bubão.

 Agente: Chlamydia trachomatis.

 Transmissão: Relação sexual é a via mais frequente
  de transmissão. O reto de pessoas cronicamente
  infectada é reservatório de infecção.

 Complicações/Consequências: Elefantíase do pênis,
  escroto, vulva. Proctite (inflamação do reto) crônica.
  Estreitamento do reto.
Linfogranuloma venéreo

   Período de Incubação: 7 a 60 dias.


   Diagnóstico: Em geral o diagnóstico é feito com base nas
    manifestações clínicas (íngua, elefantíase genital, estenose uretral etc)
    sendo ocasional a necessidade de comprovação laboratorial (teste de
    fixação de complemento, cultura, biópsia etc).

   Tratamento: Sistêmico, através de antibióticos. Aspiração do bubão
    inguinal. Tratamento das fístulas

   Transmissão: relação sexual é a via mais frequente de transmissão. O
    reto de pessoas cronicamente infectada é reservatório de infecção.

   Prevenção: Camisinha. Higienização após o coito.
1o ano   ds ts - linfogranuloma venéreo

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Gonorreia
sterfanne moraes
 
Hpv
HpvHpv
Ists
IstsIsts
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
xandaobyte
 
Gonorréia e Clamídia
Gonorréia e ClamídiaGonorréia e Clamídia
Gonorréia e Clamídia
Camila Bertozi
 
Infecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente TransmissíveisInfecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente Transmissíveis
eborges
 
Trabalho gonorreia
Trabalho gonorreiaTrabalho gonorreia
Trabalho gonorreia
Natalia Mikaele Vasconcellos
 
Tricomoniase
TricomoniaseTricomoniase
Tricomoniase
Tiago Montez
 
Candidíase
CandidíaseCandidíase
Candidíase
Géssica Freire
 
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
António Matias
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
Fernanda Gonçalves
 
Sífilis- Sintomas e Tratamentos
Sífilis- Sintomas e TratamentosSífilis- Sintomas e Tratamentos
Sífilis- Sintomas e Tratamentos
Eduarda Medeiros
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiDoenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Eduarda Gobbi
 
Hpv
HpvHpv
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
Angela Boucinha
 
Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Gonorreia
Karla Ntz
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
Andressa Macena
 
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sidaDoenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Ricardo Pais
 
Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aids
Laboratório Sérgio Franco
 
Clamídia apresentação
Clamídia apresentaçãoClamídia apresentação
Clamídia apresentação
ClaudineSMR
 

Mais procurados (20)

Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Gonorreia
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
 
Ists
IstsIsts
Ists
 
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
Doenças Sexualmente Transmissíveis ( Aula Professora Zilmara)
 
Gonorréia e Clamídia
Gonorréia e ClamídiaGonorréia e Clamídia
Gonorréia e Clamídia
 
Infecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente TransmissíveisInfecções Sexualmente Transmissíveis
Infecções Sexualmente Transmissíveis
 
Trabalho gonorreia
Trabalho gonorreiaTrabalho gonorreia
Trabalho gonorreia
 
Tricomoniase
TricomoniaseTricomoniase
Tricomoniase
 
Candidíase
CandidíaseCandidíase
Candidíase
 
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
IST´s (Infecções Sexualmente Transmissíveis)
 
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
DoençAs Sexualmente Transmissiveis (2)
 
Sífilis- Sintomas e Tratamentos
Sífilis- Sintomas e TratamentosSífilis- Sintomas e Tratamentos
Sífilis- Sintomas e Tratamentos
 
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa GobbiDoenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
Doenças Sexualmente Transmissiveis - por Eduarda Minassa Gobbi
 
Hpv
HpvHpv
Hpv
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Gonorreia
 
Tricomoníase
TricomoníaseTricomoníase
Tricomoníase
 
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sidaDoenças sexualmente transmissíveis e sida
Doenças sexualmente transmissíveis e sida
 
Apresentação aids
Apresentação aidsApresentação aids
Apresentação aids
 
Clamídia apresentação
Clamídia apresentaçãoClamídia apresentação
Clamídia apresentação
 

Semelhante a 1o ano ds ts - linfogranuloma venéreo

Apresentação sobre DSTs
Apresentação sobre DSTsApresentação sobre DSTs
Apresentação sobre DSTs
Clesilda Campos
 
Dst – DoençA Sexualmente
Dst – DoençA SexualmenteDst – DoençA Sexualmente
Dst – DoençA Sexualmente
Andrea A. Ferreira
 
IST.pdf
IST.pdfIST.pdf
Hiv mario martins pereira
Hiv  mario martins pereiraHiv  mario martins pereira
Hiv mario martins pereira
SANTOS Odirley
 
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdfabordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
lutoledo2114
 
Dst
DstDst
Trabalho Sobre DST's
Trabalho Sobre DST'sTrabalho Sobre DST's
Trabalho Sobre DST's
guest2e51e6
 
Prevençao em saude item 11
Prevençao em saude  item 11Prevençao em saude  item 11
Prevençao em saude item 11
' Paan
 
Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Dst
DstDst
Herpes
HerpesHerpes
Herpes
BitchOfKlaus
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
Débora França Baltar
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
URCA
 
Aids
AidsAids
Dst 8o ano
Dst 8o anoDst 8o ano
Dst 8o ano
suamarael
 
Biologia - Herpes Genitais
Biologia -  Herpes GenitaisBiologia -  Herpes Genitais
Biologia - Herpes Genitais
Amanda Sbcs
 
Dst’s
Dst’sDst’s
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTsDOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
Saúde Hervalense
 
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
Alina del Carmen Cowen
 
Dst pronto mesmo2
Dst pronto mesmo2Dst pronto mesmo2
Dst pronto mesmo2
'Alice Tinoco
 

Semelhante a 1o ano ds ts - linfogranuloma venéreo (20)

Apresentação sobre DSTs
Apresentação sobre DSTsApresentação sobre DSTs
Apresentação sobre DSTs
 
Dst – DoençA Sexualmente
Dst – DoençA SexualmenteDst – DoençA Sexualmente
Dst – DoençA Sexualmente
 
IST.pdf
IST.pdfIST.pdf
IST.pdf
 
Hiv mario martins pereira
Hiv  mario martins pereiraHiv  mario martins pereira
Hiv mario martins pereira
 
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdfabordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
abordagem sindromica ists. ist Dr Lecio.pdf
 
Dst
DstDst
Dst
 
Trabalho Sobre DST's
Trabalho Sobre DST'sTrabalho Sobre DST's
Trabalho Sobre DST's
 
Prevençao em saude item 11
Prevençao em saude  item 11Prevençao em saude  item 11
Prevençao em saude item 11
 
Gonorreia
GonorreiaGonorreia
Gonorreia
 
Dst
DstDst
Dst
 
Herpes
HerpesHerpes
Herpes
 
Doenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveisDoenças sexualmente transmissíveis
Doenças sexualmente transmissíveis
 
Dsts
DstsDsts
Dsts
 
Aids
AidsAids
Aids
 
Dst 8o ano
Dst 8o anoDst 8o ano
Dst 8o ano
 
Biologia - Herpes Genitais
Biologia -  Herpes GenitaisBiologia -  Herpes Genitais
Biologia - Herpes Genitais
 
Dst’s
Dst’sDst’s
Dst’s
 
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTsDOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS - DSTs
 
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
Apresentacaodst11 110620070941-phpapp02 (1)
 
Dst pronto mesmo2
Dst pronto mesmo2Dst pronto mesmo2
Dst pronto mesmo2
 

Mais de SESI 422 - Americana

Origem da vida e Evolução
Origem da vida e EvoluçãoOrigem da vida e Evolução
Origem da vida e Evolução
SESI 422 - Americana
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
SESI 422 - Americana
 
Bioquímica básica
Bioquímica básicaBioquímica básica
Bioquímica básica
SESI 422 - Americana
 
Expressividade e penetrância
Expressividade e penetrânciaExpressividade e penetrância
Expressividade e penetrância
SESI 422 - Americana
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
SESI 422 - Americana
 
Casos especiais de herança
Casos especiais de herançaCasos especiais de herança
Casos especiais de herança
SESI 422 - Americana
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
SESI 422 - Americana
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
SESI 422 - Americana
 
Textos novas espécies
Textos novas espéciesTextos novas espécies
Textos novas espécies
SESI 422 - Americana
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Cromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelosCromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelos
SESI 422 - Americana
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
SESI 422 - Americana
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
SESI 422 - Americana
 
Projeto terrário
Projeto terrárioProjeto terrário
Projeto terrário
SESI 422 - Americana
 
Projeto paleontólogos
Projeto paleontólogosProjeto paleontólogos
Projeto paleontólogos
SESI 422 - Americana
 
Garça branca
Garça brancaGarça branca
Garça branca
SESI 422 - Americana
 
Reportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalasReportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalas
SESI 422 - Americana
 
Capivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundoCapivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundo
SESI 422 - Americana
 
Lírios
LíriosLírios

Mais de SESI 422 - Americana (20)

Origem da vida e Evolução
Origem da vida e EvoluçãoOrigem da vida e Evolução
Origem da vida e Evolução
 
Genética de populações
Genética de populaçõesGenética de populações
Genética de populações
 
Bioquímica básica
Bioquímica básicaBioquímica básica
Bioquímica básica
 
Expressividade e penetrância
Expressividade e penetrânciaExpressividade e penetrância
Expressividade e penetrância
 
Alelos múltiplos
Alelos múltiplosAlelos múltiplos
Alelos múltiplos
 
Casos especiais de herança
Casos especiais de herançaCasos especiais de herança
Casos especiais de herança
 
Exercícios 2
Exercícios 2Exercícios 2
Exercícios 2
 
Probabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramasProbabilidades e heredogramas
Probabilidades e heredogramas
 
Textos novas espécies
Textos novas espéciesTextos novas espécies
Textos novas espécies
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
Taxonomia
TaxonomiaTaxonomia
Taxonomia
 
Cromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelosCromossomos, genes e alelos
Cromossomos, genes e alelos
 
Genética mendeliana básica
Genética mendeliana básicaGenética mendeliana básica
Genética mendeliana básica
 
Evidências da evolução
Evidências da evoluçãoEvidências da evolução
Evidências da evolução
 
Projeto terrário
Projeto terrárioProjeto terrário
Projeto terrário
 
Projeto paleontólogos
Projeto paleontólogosProjeto paleontólogos
Projeto paleontólogos
 
Garça branca
Garça brancaGarça branca
Garça branca
 
Reportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalasReportagem jornalística – coalas
Reportagem jornalística – coalas
 
Capivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundoCapivara o maior roedor do mundo
Capivara o maior roedor do mundo
 
Lírios
LíriosLírios
Lírios
 

1o ano ds ts - linfogranuloma venéreo

  • 2. Conceito  O Linfogranuloma venéreo caracteriza-se pelo aparecimento de uma lesão genital (lesão primária) que tem curta duração e que se apresenta como uma ulceração (ferida) ou como uma pápula (elevação da pele). Esta lesão é passageira (3 a 5 dias) e frequentemente não é identificada pelos pacientes, especialmente do sexo feminino.  Após a cura desta lesão primária, em geral depois de duas a seis semanas, surge o bubão inguinal que é uma inchação dolorosa dos gânglios de uma das virilhas (70% das vezes é de um lado só).  Se este bubão não for tratado adequadamente ele evolui para o rompimento expontâneo e formação de fístulas que drenam secreção purulenta.
  • 3. Linfogranuloma venéreo  Sinônimos: Doença de Nicolas-Favre, Linfogranuloma Inguinal, Mula, Bubão.  Agente: Chlamydia trachomatis.  Transmissão: Relação sexual é a via mais frequente de transmissão. O reto de pessoas cronicamente infectada é reservatório de infecção.  Complicações/Consequências: Elefantíase do pênis, escroto, vulva. Proctite (inflamação do reto) crônica. Estreitamento do reto.
  • 4. Linfogranuloma venéreo  Período de Incubação: 7 a 60 dias.  Diagnóstico: Em geral o diagnóstico é feito com base nas manifestações clínicas (íngua, elefantíase genital, estenose uretral etc) sendo ocasional a necessidade de comprovação laboratorial (teste de fixação de complemento, cultura, biópsia etc).  Tratamento: Sistêmico, através de antibióticos. Aspiração do bubão inguinal. Tratamento das fístulas  Transmissão: relação sexual é a via mais frequente de transmissão. O reto de pessoas cronicamente infectada é reservatório de infecção.  Prevenção: Camisinha. Higienização após o coito.