SlideShare uma empresa Scribd logo
VANGUARDAS
EUROPEIAS
CUBISMO,
FUTURISMO,EXPRESSIONSIMO,DADAÍS
MO E SURREALISMO
AULA 17,18,19,20 e 21
PROFº BIM
“
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
INÍCIO DE SÉCULO NA EUROPA
As transformações tecnológicas que o mundo
passou na virada do século modificaram as
maneiras de o homem perceber a realidade.
O automóvel, o avião, o cinema, deslocaram e
aceleraram o olhar do homem moderno.
 Em meio a essas transformações surgem várias
manifestações artísticas –
 Cubismo (1907), Futurismo (1909),
Expressionismo
(1 910), Dadaísmo (1916), Surrealismo (1924)
Que ficariam conhecidas como “correntes de
vanguarda” que, conjugadas, dariam origem ao
Modernismo.
Termos associados às
vanguardas
 VANGUADA: provém do francês avant-garde, que significa
“estar á frente”.
Artística ou politicamente, os grupos ou correntes que
apresentam uma proposta e/ou prática inovadoras são
denominados vanguarda.
 MODERNO: Designa tudo o que se opõe ao clássico ou
tradicional.
O pensamento moderno valoriza o indivíduo, a consciência, a
subjetividade e a atitude crítica.
 MODERNISMO: Movimento que defende a renovação do
pensamento, o progresso e a negação do que é tradicional.
CONTEXTO HISTÓRICO
A industrialização atinge níveis inéditos,
mas as discrepâncias sociais e políticas
aumentam.
Impulsionando o início da I Guerra
Mundial (1914-1918) e da Revolução
Russa (1917).
As artes sofrem profundas mudanças.
 O desejo de ruptura com modelos artísticos que não
expressam o mundo, faz nascer as vanguardas
europeias.
CARACTERÍSTICAS GERAIS
Negação das obras artísticas do passado.
Ruptura formal com os princípios estéticos
do passado.
Invenção de novas técnicas, novos
objetos estéticos.
Experimentalismo.
Agressão ao público.
Simplificação na representação das
imagens.
“
CUBISMO
1907
SÉCULO XX
AULA 17
Histórico
 Data: Início do Século XX (Século
de mudanças)
 Inspiração: Cézanne
"Cézanne é o pai de todos nós”
Pablo Picasso
 Recebeu esse nome devido ao uso
de formas geométricas pelos seus
artistas.
 Principal expoente: Pablo Picasso.
 Importante: Há uma vertente
chamada Abstracionista.
O Cubismo propôs a destruição
dessas imagens convencionais.
O que vale é a visão do artista,
misturada com a sua imaginação!
Paul Cézanne
Na Europa, predominava já há muitos séculos a
visão renascentista
Venus, de Boticelli
Teto da Capela Sistina, Michelangelo
Pietá, de Michelangelo
CONSEQUÊNCIAS DO
CUBISMO
 A repercussão do Cubismo foi imediata. A moda de
“cubificar” a visão das coisas difundiu-se como um
gesto associado á ideia de parecer moderno e de
vanguarda.
 A verdadeira importância do cubismo, no entanto vai
além da dessa moda superficial: O movimento
demonstrou que a pintura não precisa ser algo que
existe apenas visualmente, mas que pode fazer parte
de uma reflexão intelectual.
 Vários outros movimentos aproveitaram as
características do cubismo, entre eles o Futurismo, O
Expressionismo e o Dadaísmo.
Principais fundadores PABLO PICASSO E GEORGES BRAQUE
( AS DUAS OBRAS DATAM DO VERÃO DE 1908,APESAR DA DISTÂNCIA GEOGRÁFICA
SÃO MUITO PARECIDAS)
CASA EM L’ESTAQUE,DE
BRAQUE
CASA COM JARDIM,DE PICASSO
PICASSO
GÊNIO DA ARTE DO SEC XX
“Quando eu era criança minha mãe me dizia: ‘se te fazes soldado,chegarás a
General; se te fazes cura,chegarás a papa...’Eu queria ser pintor e cheguei a
Picasso.”
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
Homem no Café , Juan Gris 1914
Juan Gris, Homem no Cafe, 1914
letras,
números e
colagens nos
quadros.
Copo e garrafa de
Suze, de Pablo
Picasso.
Novamente as letras...
ADIMIRADO PELA SUA VOCAÇÃO ARTÍSTICA, PICASSO FOI IDOLATRADO PELA FAMÍLIA,
ESSA DEVOÇÃO MARCOU A PSICOLOGIA DO PINTOR,QUE SEMPRE DEMONSTROU
GRANDE CONFIANÇA EM SI MESMO E EM SEU TRABALHO.
NESSA ÉPOCA PICASSO ESTAVA TOTALMENTE INSERIDO NA BOEMIA, FREQUENTAVA
BORDÉIS E FESTAS, COMEÇOU A FAZER EXPOSIÇÕES, GANHOU MEDALHAS,
CONCURSOS E PASSOU A SER RECONHECIDO.
FASE AZUL 1901 / 1904
•A MORTE DO AMIGO CASAGEMAS FEZ O PINTOR MERGULAHAR
EM UMA PROFUNDA TRISTEZA E DEPRESSÃO
•NESTA FASE ABORDOU TEMAS COMO O ABANDONO, A SOLIDÃO
E A MORTE.
AUTO-RETRATO
1901
ÓLEO SOBRE TELA 81 X 60 CM
(MUSEU PICASSO PARIS)
A VIDA 1903
ÓLEO SOBRE TELA
197 X 127,3 CM
THE CLEVELAND MUSEUM OF ART, EUA
FASE ROSA 1905 / 1907
 A FAMÍLIA DE SALTINBANCOS
1905
ÓLEO SOBRE TELA
212,8 X 229,6 CM
THE NATIONAL GALLERY OF ART
WASHINGTON(EUA)
 EM 1904 FEZ SUA QUARTA E
ULTIMA VIAGEM A PARIS, ONDE SE
INSTALOU NO ATELIE DE UM
AMIGO.
PASSOU A CONVIVER COM OUTROS
PINTORES ,LITERATOS, POETAS E
CRITICOS DE ARTE FRANCESES.
AOS POUCOS A FRIEZA DO AZUL
CEDEU ESPAÇO PARA CORES MAIS
QUENTES.
MOÇO COM CACHIMBO
1905
RETRATO DE
GERTRUDE STEIN
1906

CURVISMO:MARIE DESPERTOU A
SENSUALIDADE DO ARTISTA,SUA
PINTURA PERDEU A AGRESSIVIDADE
DAS LINHAS RETAS E GANHOU CURVAS.
Enforcou-se em 20 de outubro de 1977,
quatro anos depois de Picasso morrer.
MULHER EM FRENTE AO ESPELHO
1932
Marie-Thérèse Walter
O SONHO
Marie-Thérèse
Walter
JACKELINE ROQUE
PICASSO TINHA 73 ANOS QUANDO A
CONHECEU,ELA TORNOU-SE SUA
MUSA,MULHER E ENFERMEIRA
JACQUELINE DE MÃOS CRUZADAS
1954,ÓLEO SOBRE TELA 116 X 88,5 CM
COLEÇÃO PARTICULAR
LES DEMOISELLES
D’AVIGNON
1907
ÓLEO SOBRE TELA
243,9 X 233,7 CM
THE MUSEUM OF MODERN
ART,
NOVA YORK(EUA)
• ESTA OBRA É DEFINIDA COMO O QUADRO
QUE REVOLUCIONOU A HISTORIA DA
ARTE, SEU GEOMETRISMO E SUAS
DEFORMAÇÕES INAUGURARAM O
CUBISMO E POR EXTENÇÃO A PINTURA
MODERNA.
• EXPLOROU A SIMPLIFICAÇÃO DA FIGURA
HUMANA.
• REFERÊNCIAS DE MATISSE E DERAIN.
• CONHECEU AS COLEÇÕES DE ARTE
PRIMITIVA DO MUSEU DE ETNOLOGIA DE
TROCADERO.
• TRABALHOU MAIS DE 9 MESES,DURANTE
OS 6 PRIMEIROS MESES ELABOROU MAIS
DE 809 ESBOÇOS.
• MATISSE O ACUSOU DE COPIAR SEU
QUADRO ALEGRIA DE VIVER 1906.
• O QUADRO FICOU GUARDADO ATÉ 1916
E ASSIM GANHOU SEU NOME ATUAL.
GUERNICA
1937
ÓLEO SOBRE TELA
351 X 782,5 CM
MUSEU NACIONAL CENTRO DE ARTE REINA SOFIA,MADRI(ESPANHA)
“A PINTURA NÃO É FEITA PARA DECORAR AS MORADIAS. É UM
INSTRUMENTO DE GUERRA OFENSIVA E DEFENSIVA CONTRA O INIMIGO.”
PABLO PICASSO
. OS ORGANIZADORES DO PAVILHÃO
ESPANHOL POSAM DIANTE DE
GUERNICA.
 FOI CONVIDADO PELA REPÚBLICA
ESPANHOLA PARA UAM
EXPOSIÇÃO EM PARIS,EM 26 DE
ABRIL DE 1937 OCORREU O
ATAQUE A CIDADE DE GUERNICA
ESPANHA,ENVIADO POR HITLER
EM APOIO A FRANCO,GUERRA
CIVIL ESPANHOL
 PICASSO NÃO SAIU DE PARIS
DURANTE A SEGUNDA GUERRA
MUNDIAL.
 1944 LIBERTAÇÃO DE PARIS SEU
ATELIÊ FOI INVADIDO POR
SOLDADOS AMERICANOS PARA
CONHECER O FAMOSO PINTOR.
PABLO VESTIDO DE ALERQUIM 1925
“
FUTURISMO
1909
AULA 18
FUTURISMO
 O futurismo é um
movimento artístico e
literário surgido
oficialmente em 20 de
fevereiro de 1909, com a
publicação do Manifesto
Futurista, do poeta
italiano Filippo Marinetti,
no jornal francês Le
Figaro. A obra rejeitava o
moralismo e o passado.
Apresentava um novo tipo
de beleza, baseado na
velocidade e na elevação
"Cavalo e cavaleiro" Carlo
Carra, 1913
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
 O Futurismo exaltou o
dinamismo do mundo moderno,
especialmente a sua ciência e
tecnologia.
 celebravam a civilização das
máquinas .
 tinha aspirações polÍticas de
renovação pela destruição. essa
busca aproximou o movimento
do partido fascista
FUTURISMO E O FASCISMO O futurismo desenvolveu-se
em todas as artes,
influenciando vários artistas
que posteriormente
instituíram outros
movimentos modernistas.
Repercutiu principalmente
na França e na Itália, onde
vários artistas, entre eles
Filippo Marinetti, se
identificaram com o
fascismo.“Nós queremos glorificar a guerra, o
militarismo, o patriotismo, o gesto
destruidor dos libertários, as belas
ideias por que se morre e o desprezo da
mulher”.
Trecho do MANIFESTO FuturisTA
 "Queremos destruir os museus, as bibliotecas e as
academias de todas as espécies, e combater o
moralismo, o feminismo e todas as torpezas
oportunistas e utilitárias. Cantaremos as grandes
multidões excitadas pelo trabalho, o prazer ou os
motins, as marés multicoloridas e de milhares de vozes
da revolução em capitais modernas. Cantaremos a
incandescência noturna e vibrante de arsenais e
estaleiros, resplandecendo sob luares elétricos, as
vorazes estações devorando suas fumegantes
serpentes... Lançamos da Itália para o mundo este
nosso manifesto de violência irrefreável e incendiária,
com o qual fundamos hoje o Futurismo, porque
queremos libertar esta terra do fétido câncer de
Umberto Boccioni,
a Rua penetra na
cidade
A pintura futurista
recebeu influência do
cubismo e do
abstracionismo, mas
utilizava-se de cores
vivas , contrastes e a
sobreposição das
imagens com a
pretensão de dar a ideia
de dinamismo.
UmbertoBoccioni- A cargadoslanceiros, 1915
Umberto Boccioni
Escultura
Formas Únicas da
Continuidade no Espaço
1913
MARCEL DUCHAMP: NU DESCENDO A
ESCADA, 1912
“
EXPRESSION
ISMO
1910
AULA 19
 Foi um movimento que por
meio da distorção de formas e
do uso de cores que não
correspondem ao padrão
natural, destacava aspectos
emocionais e psicológicos /
muitas vezes turbulentos,
que vinham das camadas
mais profundas da alma
humana.
 Não foi um movimento
organizado, mas sim uma
reunião de vários grupos de
artistas que em vez de criar
obras a partir da observação do
mundo externo, voltava-se para
o seu próprio interior, com suas
angústias e imaginação.
 Gauguin, Van Gogh, Matisse e
até pintores românticos
Comedores de batatas / 1885 Vicente Van Gogh
 Deformação visual, até mesmo CARICATURA;
 Reflexão individual e subjetiva;
 Tem uma visão anti-romântica do mundo;
 Queriam mostrar uma obra com reflexo da angústia e
ansiedade que dominavam os círculos artísticos e
intelectuais da Alemanha durante os anos anteriores
à Primeira Guerra Mundial (1914-1918).
 O país em que o movimento ganhou mais força foi a
Alemanha. O grupo que ganhou mais força foi o Die
Brucke (A ponte) fundado em 1905, que dizia: “
Aceitamos todas as cores que, direta ou indiretamente,
representam o impulso criativo puro”.
 Apesar das semelhanças com o FAUVISMO , o
Edward Munch
1863-1944
Noruega
 Educado por um pai
controlador, assistiu
em criança à morte
da mãe e de uma
irmã. Decidido a lutar
pelo sonho de se
dedicar à pintura,
Munch cortou
relações com o pai. A
escolha não lhe
trouxe a paz
desejada, ele acabou
por se envolver com
uma mulher casada
que só lhe trouxe
 Munch se especializou em pintar
emoções extremas como ciúme, desejo
sexual e solidão.
 Foi um dos primeiros artistas do século
XX que conseguiu conceder às cores
um valor simbólico e subjetivo, longe
das representações realistas.
Características
O GRITO 1893
Uma série de quatro quadros
Em 1961, a revista Time
colocou O Grito em destaque,
como capa da sua edição
dedicada aos complexos de
culpa e ansiedade.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
 A obra mais famosa de Munch, “O Grito” (a versão de 1910), colocada
ao lado das pinturas “Ansiedade” (1894) e “Desespero” (1894). As três
apresentam o mesmo fundo – um pôr-do-sol ensanguentado em uma
ponte na zona do fiorde de Oslo
Curiosidades
 O assassino psicopata
da série de filmes
Pânico, esconde a sua
identidade sob uma
máscara inspirada na
obra.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
DADAÍSMO
1916
AULA 20
“
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
DADAÍSMO
 O DADÁ, CORRENTE ESTÉTICA
SURGIDA NA EUROPA NO
COMEÇO DO SÉC XX,
QUESTIONOU O SENTIDO DA
ARTE FRENTE Á SOCIEDADE EM
GUERRA.
 NEGAVA TODOS OS VALORES
CULTURAIS ESTABELECIDOS E A
LOUCURA DESTRUÍDORA DA
PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.
 SURGIU EM 1916 EM ZURIQUE,
NA SUIÇA, EM UM CLUBE
NOTURNO CABARET VOLTAIRE.
 DIANTE DE TANTA INSTABILIDADE, MEDO E REVOLTA DECORRENTES DA
GUERRA, OS DADAÍSTAS RESOLVERAM RADICALIZAR, APRESENTANDO
TRABALHOS QUE DEFENDIAM UMA ARTE QUE CONCRETIZAVA IDEIAS POR
MEIO DA ESPONTANIEDADE E NÃO UM CUIDADOSO PROCESSO CRIATIVO.
 DEFENDIA TAMBÉM QUE O CULTIVO Á ARTE NÃO TINHA RAZÃO, UMA VEZ
QUE A EUROPA SE BANHAVA EM SANGUE.
 A PALAVRA “DADÁ” NÃO TEM SIGNIFICADO,FOI ESCOLHIDA AO ACASO.
 O DADAÍSMO ESTA BASEADO NO ESCÂNDALO, NA POLÊMICA ,NA
PROVOCAÇÃO E NA DIMENSÃO IRRACIONAL DA CONDIÇÃO HUMANA COMO
COMPONENTES ESSENCIAIS DA CRIAÇÃO.
EXPLOROU 3 FORMAS DE CRIAÇÃO:
 1º POESIA FONÉTICA, POESIA DE CARÁTER ABSTRATO, QUE RENUNCIA O
SIGNIFICADO E O SENTIDO.
 2º A FORMA DA CRIAÇÃO: A POSSIBILIDADE DE APROVEITAR QUALQUER
OBJETO COMO MATERIAL ARTÍSTICO; FOTOMONTAGEM, RECORTES
FOTOGRÁFICOS,COLAGENS,ETC.
 3ºO DADAÍSMO FOI A ORIGEM DA ARTE DE AÇÃO,DA PERFORMANCE,DA
PARTICIPAÇÃO DIRETA DO ARTISTA EM EVENTOS. OS SARAUS ARTÍSTICOS
FORAM IMPORTANTES.
- São formados diferentes
grupos, em diversas cidades,
unidos pelo espírito de
questionamento crítico e
pelo sentido anárquico das
intervenções públicas.
- Na Alemanha, nas cidades de
Berlim e Colônia, destacam-
se os nomes de R.
Ruelsenbeck, R.Haussmann,
Johannes Baader, John
Heartfield, G.Groz e Kurt
Schwitters e de Max Ernst;
- Nesse período morando em Max Ernst – La Femme
Dadaísmo
 - Movimento de crítica cultural que questiona não
somente as artes visuais, mas também modelos
culturais;
 - Movimento radical de contestação de valores que
utiliza variados canais de expressão: revista,
manifesto, exposição e outros;
 - As manifestações dos grupos dada são
intencionalmente desordenadas e pautadas pelo
desejo do choque e do escândalo, procedimentos
típicos das vanguardas de modo geral;
Proposta DADÁ
 O Dadaísmo surge com a clara intenção
de destruir todos os sistemas e códigos
estabelecidos no mundo da arte. Trata-se,
portanto, de um movimento antipoético,
antiartístico, antiliterário, visto que
questiona até a existência da arte, da
poesia e da literatura. É contra a beleza
eterna, contra as leis da lógica, contra a
eternidade dos princípios, contra a
imobilidade do pensamento e contra o
universal.
KURT
SCHWITTERS
 É O ARTISTA DE MAIOR
DESTAQUE.
 MERZBAU (1939). É UMA
EXTENSÃO TRIDIMENSIONAL
DE SUA SÉRIE DE COLAGENS
MERZ.
 É UMA ASSEMBLAGEM.
 A OBRA É UMA CRÔNICA DA
VIDA CONFUSA DA CIDADE.
 FOI DESTRUÍDA NA SEGUNDA
GUERRA MUNDIAL.
Marcel Duchamp
A alteração do sentido de um objeto do cotidiano e uma crítica ás
convenções artísticas então vigentes.
Ready-made
 O termo é criado por Marcel Duchamp (1887 - 1968) para
designar um tipo de objeto que consiste em um ou mais
artigos de uso cotidiano, produzidos em massa,
selecionados sem critérios estéticos e expostos como
obras de arte em espaços especializados (museus e
galerias).
 Ao transformar qualquer objeto em obra de arte, o artista
realiza uma crítica radical ao sistema da arte. Assim,
objetos utilitários sem nenhum valor estético em si são
retirados de seus contextos originais e elevados à
condição de obra de arte simplesmente ao ganhar uma
assinatura e um espaço em exposições.
Marcel Duchamp, Roda de
Bicicleta (1917), ready-made
Por meio desse “ready-made”,
Duchamp intenciona provocar quem
contempla a
sua obra. Para o artista, uma obra de
arte não tem como função primordial
representar o Belo. Ele desloca
elementos de seus contextos originais
(a roda e o
banco, nesse caso) de modo a
questionar o próprio conceito de arte.
Desse modo,
produz arte porque instiga o espectador
a rever suas noções de beleza e de
estética.
Trecho duma poesia de Tristan Tzara sobre o Dadaísmo: "sou por princípio
contra os manifestos, como sou também contra princípios".
* MARCEL DUCHAMP: NÃO PERTENCEU
FORMALMENTE A NENHUM GRUPO, DIALOGA
COM O DADAÍSMO,FUTURISMO E CUBISMO.
* MANIFESTO: DECLARAÇÃO
TRAZIDA A PÚBLICO.
SURREALISM
O
1924
AULA 21
“
Contexto histórico
 Fim da Primeira Guerra Mundial; a
Europa vive um período de
instabilidade política, social e
ideológica.
 Revolução Russa > levou a classe
operária pela primeira vez ao
poder, fazendo com que o mundo
capitalista se sentisse ameaçado.
 Os valores tradicionais passaram a
ser mais intensamente
questionados, o que, no meio
artístico, levou à busca de novas
formas de analisar e representar a
realidade.
 Manifestações artísticas surgem
como novas alternativas dentro de
um mundo angustiado com a
guerra.
 Num ambiente totalmente
fragilizado, aparece o
Surrealismo.
Desestabilizador e
desestruturando toda a
ideia de cultura existente até
então, propõe a junção de
imagens bizarras com o
intuito de escandalizar e
chocar a sociedade com a
deformação intencional da
realidade.
Contexto histórico
O que é
Surrealismo?
 Baseado nas teorias
psicanalíticas de Sigmund
Freud, o Surrealismo
defende o uso do
inconsciente para criação
artística.
 Foi fundado na França, pelo
poeta André Breton, na
década de 1920.
 Do onírico, que misturava
sonho com realidade e
inconsciente como um
universo único e pessoal.
“ A criatividade deveria se alimentar aos níveis mais
profundos do inconsciente, dos sonhos e
alucinações e a mesmo tempo excluir o pensamento
racional. Era preciso banir a razão, o gosto e a
vontade consciente do processo criativo.”
(André Breton)
Filosofia:
Vamos lembrar as
características
básicas do
Surrealismo.
 Estuda os sonhos e a
imagens do
inconsciente.
 Nada deve a lógica, a
moral ou a razão.
 É considerada uma arte
profana.
 E também é
considerado como...
Artes plásticas Foi através da pintura que
as ideias do surrealismo
foram melhor expressadas.
Através da tela e das
tintas, os artistas plásticos
colocam suas emoções,
seu inconsciente e
representavam o mundo
concreto.
A porta para a liberdade
(René Magritte)
O movimento artístico dividiu-se em duas correntes:
•A primeira, representada principalmente por Salvador Dalí e René Magritte , trabalha
com a distorção e justaposição de imagens conhecidas.
•Os artistas da segunda corrente libertam a mente e dão vazão ao inconsciente,
sem nenhum controle da razão. Joan Miró e Max Ernst são os maiores
representantes.
Artes plásticas
 MIRÓ (1923-24)  Max Ernst (1937)
Salvador
Dalí
 Nascido EM 1904 na cidade catalã de
Figueres, na Espanha, começou a
pintar por volta dos 13 anos.
 Cinco anos depois, em 1922, Salvador
Dalí mudou-se para Madri, onde
ingressou na Academia de San
Francisco.
 Insere-se no movimento em 1929, com
a ajuda da russa Elena Diakonova
(Gala).
 No início da Segunda Guerra, em
1940, Dalí e Gala mudaram-se para os
Estados Unidos.
 O casal permaneceu nos EUA até
1955
 Morreu 1989 – Pneumonia.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
O enigma do desejo – minha mãe 1929
.
 O ovo simboliza o
sol nascente e o
inicio da vida. Em
muitos mitos sobre
a
criação do mundo,
um ovo cósmico é
colocado por um
pássaro gigante em
um oceano. O óvulo
se divide em dois, o
céu e a terra
aparecem a partir
da metade dele,
enquanto o sol é
A persistência da
memória (1931) òleo sobre tela 44x
33cm
(MoMa NY)  Os relógios moles
representam o tempo e a
memória que se escoam,mas
também a relatividade da
marcação de horas
diferentes, a mosca no lado
esquerdo significa que o
tempo voa.
 Dalí concebeu um método ,
chamado de “ paranóico
crítico” descobrindo as
relações ocultas do
subconsciente.
Utilizou o recurso da
ANAMORFOSE:
representação de figuras que
podem ser interpretadas de
mais de uma maneira.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
A tentação de Santo Antônio
(1945)
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
 Magritte nasceu em Lessines,
Bélgica, no dia 21 de novembro
de 1898
 Praticava o surrealismo realista,
ou “realismo mágico”.
 Mudou-se para Paris em 1927,
onde começou a se envolver nas
atividades do grupo surrealista
 Pintor de imagens insólitas, às
quais deu tratamento
rigorosamente realista, ultilizou-
se de processos ilusionistas.
 1967 - Câncer
RENÉ
MAGRITTE
The Son of
Man (1926)
RENÉ MAGRITTE
 Magritte representa
e reflete a diferença
entre o real e a
representação,
fazendo uma clara
distinção entre
ambos.
RENÉ MAGRITTE
René Magritte
 Existem símbolos
recorrentes em
sua obra, tais
como o chapéu
côco, o castelo, a
rocha e a janela,
entre outros mais,
porém de um
modo impossível
de ser encontrado
na vida real.
Golconde - 1953
 Justaposição.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
JOAN MIRÓ (espanhol)
 Miró aproximou-se da
vertente mais
automática do
Surrealismo por meio
dessas formas
orgânicas com a vida
própria que se movem
com total liberdade pelo
quadro ou através de
elaborações abstratas.
 Mosaico na La
Rambla (Barcelona)
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
A FASE AUTOMÁTICA
André Masson (1896-1987)
Figuras,s/d.Têmpera,pastel e areia sobre tela
101 x 83 cm  Os surrealistas
ficaram fascinados
pelas técnicas da
criação automática,
sem controle da
razão , usavam o
pensamento sem o
controle da mente.
Na literatura
recebeu o nome de
escrita automática.
MARC CHAGALL (1887-1985)
A ESCULTURA E O SURREALISMO
ALBERTO GIACOMETTI
(1901-1966)
 HOMEM ANDANDO 1960
CONSTANTIN BRANCUSI
(1876-1957)
 MADEMOISELLE PAGAMY
III,1933
Literatura
 Automatismo: escreviam quaisquer palavras que
entrassem em sua mente. Não alteravam o que escreviam,
pois isto seria uma interferência no puro ato de criação.
 Livre associação de ideias
 Colagens; poemas-colagens: Frases montadas com
palavras recortadas de revistas e jornais e muitas imagens
e ideias do inconsciente.
 Intenção do Surrealismo: misturar imagens e palavras. Dar
dimensão visual à palavra.
Literatura
Poema-colagem de Breton Fotomontagem de Delacroix &
Dellfina
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
Teatro e Cinema
 Teatro:
- Buscava através de suas peças teatrais, livrar o espectador das
regras impostas pela civilização e assim despertar o inconsciente da
platéia. Um das técnicas usadas pelo dramaturgo foi unir palco e
platéia, durante a realização das peças
 Cinema:
- Os cineastas também quebraram com o tradicionalismo
cinematográfico. Demonstram uma despreocupação total com o
enredo e com a história do filme. Os ideais da burguesia são
combatidos e os desejos não racionais afloram .
- O cineasta espanhol Luis Buñuel é um nome familiar em
filmes surrealistas.
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
 Pintura Metafísica – Estilo
 Na arte moderna, a Pintura Metafísica descreve um
estilo de pintura desenvolvido durante a era da Primeira
Guerra Mundial entre 1911 e 1920 por dois artistas
modernos, ou seja, Giorgio de Chirico (1888-1978) e
Carlo Carra (1881-1966), mais tarde se juntou o
especialista Giorgio Morandi (1890-1964).
 O termo “metafísica” vem da palavra grega para “além
das coisas reais”.
 A rigor o movimento durou apenas seis meses mais ou
menos durante o ano de 1917 e que De Chirico e Carra
trabalharam juntos.
 De Chirico mudou seu estilo no ano seguinte.
 Pintura Metafísica – Estilo
 A Pintura Metafísica antecipa certos aspectos do
Dadaísmo, ao aproximar objetos díspares, e também do
17,18,19,20,21 vanguardas 2020
17,18,19,20,21 vanguardas 2020

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pop art trabalho
Pop art   trabalhoPop art   trabalho
Pop art trabalho
Mário Sérgio
 
Aula 11 Pop Art Op Art
Aula 11  Pop Art Op Art Aula 11  Pop Art Op Art
Aula 11 Pop Art Op Art
Aline Okumura
 
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
ArtesElisa
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
Jamylle Grace
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
CEF16
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Pop Art - Trabalho
Pop Art - TrabalhoPop Art - Trabalho
Pop Art - Trabalho
Rui Rocha
 
Pop Art
Pop Art Pop Art
Pop Art
Daniela Fiuza
 
POP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ARTPOP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ART
danf97
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
Denise Lima
 
12 impressionismo 2020
12 impressionismo 202012 impressionismo 2020
12 impressionismo 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
A Arte ContemporâNea
A   Arte ContemporâNeaA   Arte ContemporâNea
A Arte ContemporâNea
rosangela13
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
Helena Jacob
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
sheilabeca
 
Pop art lele
Pop art   lelePop art   lele
Pop art lele
Karoline Oliveira
 
Coca cola
Coca colaCoca cola
Coca cola
cattonia
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
Ana Barreiros
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art - 9º ano!
Pop Art - 9º ano!Pop Art - 9º ano!
Pop Art - 9º ano!
Lu Rebordosa
 

Mais procurados (19)

Pop art trabalho
Pop art   trabalhoPop art   trabalho
Pop art trabalho
 
Aula 11 Pop Art Op Art
Aula 11  Pop Art Op Art Aula 11  Pop Art Op Art
Aula 11 Pop Art Op Art
 
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
Ensino Médio- A segunda metade do século XX - (3o. bimestre)
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
Arte contemporânea
Arte contemporâneaArte contemporânea
Arte contemporânea
 
23 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 202023 arte abstrata 2020
23 arte abstrata 2020
 
Pop Art - Trabalho
Pop Art - TrabalhoPop Art - Trabalho
Pop Art - Trabalho
 
Pop Art
Pop Art Pop Art
Pop Art
 
POP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ARTPOP ART, OP ART & LAND ART
POP ART, OP ART & LAND ART
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
 
12 impressionismo 2020
12 impressionismo 202012 impressionismo 2020
12 impressionismo 2020
 
A Arte ContemporâNea
A   Arte ContemporâNeaA   Arte ContemporâNea
A Arte ContemporâNea
 
Pop art
Pop artPop art
Pop art
 
Trabalho de artes
Trabalho de artesTrabalho de artes
Trabalho de artes
 
Pop art lele
Pop art   lelePop art   lele
Pop art lele
 
Coca cola
Coca colaCoca cola
Coca cola
 
As artes na atualidade
As artes na atualidadeAs artes na atualidade
As artes na atualidade
 
Pop Art
Pop ArtPop Art
Pop Art
 
Pop Art - 9º ano!
Pop Art - 9º ano!Pop Art - 9º ano!
Pop Art - 9º ano!
 

Semelhante a 17,18,19,20,21 vanguardas 2020

As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave PalavraAs vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Objetivo 2018
Objetivo 2018Objetivo 2018
Objetivo 2018
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
Hely Costa Júnior
 
Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 3 Vanguardas Europeias
Aula 3 Vanguardas EuropeiasAula 3 Vanguardas Europeias
Aula 3 Vanguardas Europeias
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
Arcelino Barbosa
 
O desenvolvimento da tecnologia
O desenvolvimento da tecnologiaO desenvolvimento da tecnologia
O desenvolvimento da tecnologia
Sofia Oliveira
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Movimentos Artísticos
Movimentos ArtísticosMovimentos Artísticos
Movimentos Artísticos
713773
 
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneoRevisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
Ana Paula Silva
 
Aula dica enem 2019
Aula dica enem 2019Aula dica enem 2019
Aula dica enem 2019
CLEBER LUIS DAMACENO
 
10 cubismo.picasso 2017
10 cubismo.picasso 201710 cubismo.picasso 2017
10 cubismo.picasso 2017
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Arte
ArteArte
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
 História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Vanguardas(2) 9º ano
Vanguardas(2) 9º anoVanguardas(2) 9º ano
Vanguardas(2) 9º ano
Raphael Lanzillotte
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
ModernismoModernismo
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
Prof Decio viana
 

Semelhante a 17,18,19,20,21 vanguardas 2020 (20)

As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave PalavraAs vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
As vanguardas europeias / Cursinho Ave Palavra
 
Objetivo 2018
Objetivo 2018Objetivo 2018
Objetivo 2018
 
Vanguardas Europeias
Vanguardas EuropeiasVanguardas Europeias
Vanguardas Europeias
 
Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019Cubismo Picasso 2019
Cubismo Picasso 2019
 
Aula 3 Vanguardas Europeias
Aula 3 Vanguardas EuropeiasAula 3 Vanguardas Europeias
Aula 3 Vanguardas Europeias
 
Vanguardas Européias
Vanguardas EuropéiasVanguardas Européias
Vanguardas Européias
 
O desenvolvimento da tecnologia
O desenvolvimento da tecnologiaO desenvolvimento da tecnologia
O desenvolvimento da tecnologia
 
Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .Vanguardas2017 .
Vanguardas2017 .
 
Movimentos Artísticos
Movimentos ArtísticosMovimentos Artísticos
Movimentos Artísticos
 
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
Aula História da Arte / Cursinho Novo Colégio 2018
 
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneoRevisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
Revisão para o Enem 2018 / Do moderno ao contemporâneo
 
Arte moderna
Arte modernaArte moderna
Arte moderna
 
Aula dica enem 2019
Aula dica enem 2019Aula dica enem 2019
Aula dica enem 2019
 
10 cubismo.picasso 2017
10 cubismo.picasso 201710 cubismo.picasso 2017
10 cubismo.picasso 2017
 
Arte
ArteArte
Arte
 
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
 História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
História da Arte Aula 4 , Modernismo Brasileiro, abstrato e Pop Art
 
Vanguardas(2) 9º ano
Vanguardas(2) 9º anoVanguardas(2) 9º ano
Vanguardas(2) 9º ano
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Modernismo
ModernismoModernismo
Modernismo
 
Vanguardas europeias
Vanguardas europeiasVanguardas europeias
Vanguardas europeias
 

Mais de CLEBER LUIS DAMACENO

5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Modernismo 8ºano
Modernismo 8ºanoModernismo 8ºano
Modernismo 8ºano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Missao artística francesa
Missao artística  francesaMissao artística  francesa
Missao artística francesa
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Barroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 anoBarroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 ano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Tropicalia 8 ano
Tropicalia 8 anoTropicalia 8 ano
Tropicalia 8 ano
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Vanguardas europeias 2020
Vanguardas  europeias 2020Vanguardas  europeias 2020
Vanguardas europeias 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
5 arte crista 2020
5 arte crista 20205 arte crista 2020
5 arte crista 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
Patrimonio cultural
Patrimonio culturalPatrimonio cultural
Patrimonio cultural
CLEBER LUIS DAMACENO
 
25 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 202025 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
11 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 202011 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 
9 romantismo 2020
9 romantismo 20209 romantismo 2020
9 romantismo 2020
CLEBER LUIS DAMACENO
 

Mais de CLEBER LUIS DAMACENO (20)

5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx5-FINAL.pptx
5-FINAL.pptx
 
4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx4-argumentoe roteiro.pptx
4-argumentoe roteiro.pptx
 
3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx3-Gêneros cinematográficos.pptx
3-Gêneros cinematográficos.pptx
 
2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx2- cinema brasileiro.pptx
2- cinema brasileiro.pptx
 
1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx1-historia do cinema.pptx
1-historia do cinema.pptx
 
Modernismo 8ºano
Modernismo 8ºanoModernismo 8ºano
Modernismo 8ºano
 
Missao artística francesa
Missao artística  francesaMissao artística  francesa
Missao artística francesa
 
Barroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 anoBarroco no Brasil 8 ano
Barroco no Brasil 8 ano
 
Aula de arte urbana
Aula de arte urbanaAula de arte urbana
Aula de arte urbana
 
Tropicalia 8 ano
Tropicalia 8 anoTropicalia 8 ano
Tropicalia 8 ano
 
Vanguardas europeias 2020
Vanguardas  europeias 2020Vanguardas  europeias 2020
Vanguardas europeias 2020
 
Renascimento 2020
Renascimento 2020Renascimento 2020
Renascimento 2020
 
1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz1 arte brasileira-voz
1 arte brasileira-voz
 
Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020Aula 6 arte brasileira-2020
Aula 6 arte brasileira-2020
 
Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020Aula 5 arte crista 2020
Aula 5 arte crista 2020
 
5 arte crista 2020
5 arte crista 20205 arte crista 2020
5 arte crista 2020
 
Patrimonio cultural
Patrimonio culturalPatrimonio cultural
Patrimonio cultural
 
25 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 202025 arte anos 1950 2020
25 arte anos 1950 2020
 
11 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 202011 arte brasileira 2020
11 arte brasileira 2020
 
9 romantismo 2020
9 romantismo 20209 romantismo 2020
9 romantismo 2020
 

Último

O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
AntHropológicas Visual PPGA-UFPE
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Falcão Brasil
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
Falcão Brasil
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
principeandregalli
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Falcão Brasil
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
felipescherner
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
shirleisousa9166
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Falcão Brasil
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
valdeci17
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
LuizHenriquedeAlmeid6
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
Sandra Pratas
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
JocelynNavarroBonta
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
Mary Alvarenga
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
Falcão Brasil
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Luiz C. da Silva
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
LeilaVilasboas
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
orquestrasinfonicaam
 

Último (20)

O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
O processo da farinhada no Assentamento lagoa de Dentro, Zona Rural de Várzea...
 
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdfGeotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
Geotecnologias Aplicadas na Gestão de Riscos e Desastres Hidrológicos.pdf
 
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdfA Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
A Atuação das Forças Armadas na Garantia da Lei e da Ordem (GLO).pdf
 
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
Guia Genealógico da Principesca e Ducal Casa de Mesolcina, 2024
 
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
EBBOK_HORA DO CONTO_O SONHO DO EVARISTO_PAULA FRANCISCO_22_23
 
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdfPortfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
Portfólio Estratégico da Marinha do Brasil (MB).pdf
 
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docxreconquista sobre a guerra de ibérica.docx
reconquista sobre a guerra de ibérica.docx
 
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdfCaderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
Caderno_de_referencias_Ocupacaohumana_IV_FlaviaCoelho_compressed.pdf
 
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdfOs Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
Os Setores Estratégicos da END - O Setor Cibernético.pdf
 
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdfIntrodução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
Introdução ao filme Divertida Mente 2 em pdf
 
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptxSlides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
Slides Lição 3, Betel, A relevância da Igreja no cumprimento de sua Missão.pptx
 
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
EBOOK_HORA DO CONTO_MARINELA NEVES & PAULA FRANCISCO_22_23
 
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONALEMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
EMOCIONES PARA TRABAJAR EN LA AREA SOCIOEMOCIONAL
 
Caça-palavras - multiplicação
Caça-palavras  -  multiplicaçãoCaça-palavras  -  multiplicação
Caça-palavras - multiplicação
 
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdfA Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
A Industria Brasileira de Defesa - Situação Atual e Perspectivas de Evolução.pdf
 
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da TerraUma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
Uma Breve História da Origem, Formação e Evolução da Terra
 
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .TALENTOS DA NOSSA ESCOLA                .
TALENTOS DA NOSSA ESCOLA .
 
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptxSlide para aplicação  da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
Slide para aplicação da AVAL. FLUÊNCIA.pptx
 
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptxAPA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
APA fonoaudiologia Pratica Trabalho Prontos.pptx
 
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _RECORDANDO BONS MOMENTOS!               _
RECORDANDO BONS MOMENTOS! _
 

17,18,19,20,21 vanguardas 2020

  • 3. INÍCIO DE SÉCULO NA EUROPA As transformações tecnológicas que o mundo passou na virada do século modificaram as maneiras de o homem perceber a realidade. O automóvel, o avião, o cinema, deslocaram e aceleraram o olhar do homem moderno.  Em meio a essas transformações surgem várias manifestações artísticas –  Cubismo (1907), Futurismo (1909), Expressionismo (1 910), Dadaísmo (1916), Surrealismo (1924) Que ficariam conhecidas como “correntes de vanguarda” que, conjugadas, dariam origem ao Modernismo.
  • 4. Termos associados às vanguardas  VANGUADA: provém do francês avant-garde, que significa “estar á frente”. Artística ou politicamente, os grupos ou correntes que apresentam uma proposta e/ou prática inovadoras são denominados vanguarda.  MODERNO: Designa tudo o que se opõe ao clássico ou tradicional. O pensamento moderno valoriza o indivíduo, a consciência, a subjetividade e a atitude crítica.  MODERNISMO: Movimento que defende a renovação do pensamento, o progresso e a negação do que é tradicional.
  • 5. CONTEXTO HISTÓRICO A industrialização atinge níveis inéditos, mas as discrepâncias sociais e políticas aumentam. Impulsionando o início da I Guerra Mundial (1914-1918) e da Revolução Russa (1917). As artes sofrem profundas mudanças.  O desejo de ruptura com modelos artísticos que não expressam o mundo, faz nascer as vanguardas europeias.
  • 6. CARACTERÍSTICAS GERAIS Negação das obras artísticas do passado. Ruptura formal com os princípios estéticos do passado. Invenção de novas técnicas, novos objetos estéticos. Experimentalismo. Agressão ao público. Simplificação na representação das imagens.
  • 8. Histórico  Data: Início do Século XX (Século de mudanças)  Inspiração: Cézanne "Cézanne é o pai de todos nós” Pablo Picasso  Recebeu esse nome devido ao uso de formas geométricas pelos seus artistas.  Principal expoente: Pablo Picasso.  Importante: Há uma vertente chamada Abstracionista. O Cubismo propôs a destruição dessas imagens convencionais. O que vale é a visão do artista, misturada com a sua imaginação!
  • 10. Na Europa, predominava já há muitos séculos a visão renascentista Venus, de Boticelli Teto da Capela Sistina, Michelangelo Pietá, de Michelangelo
  • 11. CONSEQUÊNCIAS DO CUBISMO  A repercussão do Cubismo foi imediata. A moda de “cubificar” a visão das coisas difundiu-se como um gesto associado á ideia de parecer moderno e de vanguarda.  A verdadeira importância do cubismo, no entanto vai além da dessa moda superficial: O movimento demonstrou que a pintura não precisa ser algo que existe apenas visualmente, mas que pode fazer parte de uma reflexão intelectual.  Vários outros movimentos aproveitaram as características do cubismo, entre eles o Futurismo, O Expressionismo e o Dadaísmo.
  • 12. Principais fundadores PABLO PICASSO E GEORGES BRAQUE ( AS DUAS OBRAS DATAM DO VERÃO DE 1908,APESAR DA DISTÂNCIA GEOGRÁFICA SÃO MUITO PARECIDAS) CASA EM L’ESTAQUE,DE BRAQUE CASA COM JARDIM,DE PICASSO
  • 13. PICASSO GÊNIO DA ARTE DO SEC XX “Quando eu era criança minha mãe me dizia: ‘se te fazes soldado,chegarás a General; se te fazes cura,chegarás a papa...’Eu queria ser pintor e cheguei a Picasso.”
  • 15. Homem no Café , Juan Gris 1914 Juan Gris, Homem no Cafe, 1914 letras, números e colagens nos quadros.
  • 16. Copo e garrafa de Suze, de Pablo Picasso. Novamente as letras...
  • 17. ADIMIRADO PELA SUA VOCAÇÃO ARTÍSTICA, PICASSO FOI IDOLATRADO PELA FAMÍLIA, ESSA DEVOÇÃO MARCOU A PSICOLOGIA DO PINTOR,QUE SEMPRE DEMONSTROU GRANDE CONFIANÇA EM SI MESMO E EM SEU TRABALHO. NESSA ÉPOCA PICASSO ESTAVA TOTALMENTE INSERIDO NA BOEMIA, FREQUENTAVA BORDÉIS E FESTAS, COMEÇOU A FAZER EXPOSIÇÕES, GANHOU MEDALHAS, CONCURSOS E PASSOU A SER RECONHECIDO.
  • 18. FASE AZUL 1901 / 1904 •A MORTE DO AMIGO CASAGEMAS FEZ O PINTOR MERGULAHAR EM UMA PROFUNDA TRISTEZA E DEPRESSÃO •NESTA FASE ABORDOU TEMAS COMO O ABANDONO, A SOLIDÃO E A MORTE.
  • 19. AUTO-RETRATO 1901 ÓLEO SOBRE TELA 81 X 60 CM (MUSEU PICASSO PARIS) A VIDA 1903 ÓLEO SOBRE TELA 197 X 127,3 CM THE CLEVELAND MUSEUM OF ART, EUA
  • 20. FASE ROSA 1905 / 1907  A FAMÍLIA DE SALTINBANCOS 1905 ÓLEO SOBRE TELA 212,8 X 229,6 CM THE NATIONAL GALLERY OF ART WASHINGTON(EUA)  EM 1904 FEZ SUA QUARTA E ULTIMA VIAGEM A PARIS, ONDE SE INSTALOU NO ATELIE DE UM AMIGO. PASSOU A CONVIVER COM OUTROS PINTORES ,LITERATOS, POETAS E CRITICOS DE ARTE FRANCESES. AOS POUCOS A FRIEZA DO AZUL CEDEU ESPAÇO PARA CORES MAIS QUENTES.
  • 21. MOÇO COM CACHIMBO 1905 RETRATO DE GERTRUDE STEIN 1906
  • 22.
  • 23. CURVISMO:MARIE DESPERTOU A SENSUALIDADE DO ARTISTA,SUA PINTURA PERDEU A AGRESSIVIDADE DAS LINHAS RETAS E GANHOU CURVAS. Enforcou-se em 20 de outubro de 1977, quatro anos depois de Picasso morrer. MULHER EM FRENTE AO ESPELHO 1932
  • 26. JACKELINE ROQUE PICASSO TINHA 73 ANOS QUANDO A CONHECEU,ELA TORNOU-SE SUA MUSA,MULHER E ENFERMEIRA JACQUELINE DE MÃOS CRUZADAS 1954,ÓLEO SOBRE TELA 116 X 88,5 CM COLEÇÃO PARTICULAR
  • 27. LES DEMOISELLES D’AVIGNON 1907 ÓLEO SOBRE TELA 243,9 X 233,7 CM THE MUSEUM OF MODERN ART, NOVA YORK(EUA)
  • 28. • ESTA OBRA É DEFINIDA COMO O QUADRO QUE REVOLUCIONOU A HISTORIA DA ARTE, SEU GEOMETRISMO E SUAS DEFORMAÇÕES INAUGURARAM O CUBISMO E POR EXTENÇÃO A PINTURA MODERNA. • EXPLOROU A SIMPLIFICAÇÃO DA FIGURA HUMANA. • REFERÊNCIAS DE MATISSE E DERAIN. • CONHECEU AS COLEÇÕES DE ARTE PRIMITIVA DO MUSEU DE ETNOLOGIA DE TROCADERO. • TRABALHOU MAIS DE 9 MESES,DURANTE OS 6 PRIMEIROS MESES ELABOROU MAIS DE 809 ESBOÇOS. • MATISSE O ACUSOU DE COPIAR SEU QUADRO ALEGRIA DE VIVER 1906. • O QUADRO FICOU GUARDADO ATÉ 1916 E ASSIM GANHOU SEU NOME ATUAL.
  • 29. GUERNICA 1937 ÓLEO SOBRE TELA 351 X 782,5 CM MUSEU NACIONAL CENTRO DE ARTE REINA SOFIA,MADRI(ESPANHA) “A PINTURA NÃO É FEITA PARA DECORAR AS MORADIAS. É UM INSTRUMENTO DE GUERRA OFENSIVA E DEFENSIVA CONTRA O INIMIGO.” PABLO PICASSO
  • 30. . OS ORGANIZADORES DO PAVILHÃO ESPANHOL POSAM DIANTE DE GUERNICA.  FOI CONVIDADO PELA REPÚBLICA ESPANHOLA PARA UAM EXPOSIÇÃO EM PARIS,EM 26 DE ABRIL DE 1937 OCORREU O ATAQUE A CIDADE DE GUERNICA ESPANHA,ENVIADO POR HITLER EM APOIO A FRANCO,GUERRA CIVIL ESPANHOL  PICASSO NÃO SAIU DE PARIS DURANTE A SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.  1944 LIBERTAÇÃO DE PARIS SEU ATELIÊ FOI INVADIDO POR SOLDADOS AMERICANOS PARA CONHECER O FAMOSO PINTOR.
  • 31. PABLO VESTIDO DE ALERQUIM 1925
  • 33. FUTURISMO  O futurismo é um movimento artístico e literário surgido oficialmente em 20 de fevereiro de 1909, com a publicação do Manifesto Futurista, do poeta italiano Filippo Marinetti, no jornal francês Le Figaro. A obra rejeitava o moralismo e o passado. Apresentava um novo tipo de beleza, baseado na velocidade e na elevação "Cavalo e cavaleiro" Carlo Carra, 1913
  • 35.  O Futurismo exaltou o dinamismo do mundo moderno, especialmente a sua ciência e tecnologia.  celebravam a civilização das máquinas .  tinha aspirações polÍticas de renovação pela destruição. essa busca aproximou o movimento do partido fascista
  • 36. FUTURISMO E O FASCISMO O futurismo desenvolveu-se em todas as artes, influenciando vários artistas que posteriormente instituíram outros movimentos modernistas. Repercutiu principalmente na França e na Itália, onde vários artistas, entre eles Filippo Marinetti, se identificaram com o fascismo.“Nós queremos glorificar a guerra, o militarismo, o patriotismo, o gesto destruidor dos libertários, as belas ideias por que se morre e o desprezo da mulher”.
  • 37. Trecho do MANIFESTO FuturisTA  "Queremos destruir os museus, as bibliotecas e as academias de todas as espécies, e combater o moralismo, o feminismo e todas as torpezas oportunistas e utilitárias. Cantaremos as grandes multidões excitadas pelo trabalho, o prazer ou os motins, as marés multicoloridas e de milhares de vozes da revolução em capitais modernas. Cantaremos a incandescência noturna e vibrante de arsenais e estaleiros, resplandecendo sob luares elétricos, as vorazes estações devorando suas fumegantes serpentes... Lançamos da Itália para o mundo este nosso manifesto de violência irrefreável e incendiária, com o qual fundamos hoje o Futurismo, porque queremos libertar esta terra do fétido câncer de
  • 38. Umberto Boccioni, a Rua penetra na cidade A pintura futurista recebeu influência do cubismo e do abstracionismo, mas utilizava-se de cores vivas , contrastes e a sobreposição das imagens com a pretensão de dar a ideia de dinamismo.
  • 40. Umberto Boccioni Escultura Formas Únicas da Continuidade no Espaço 1913 MARCEL DUCHAMP: NU DESCENDO A ESCADA, 1912
  • 42.  Foi um movimento que por meio da distorção de formas e do uso de cores que não correspondem ao padrão natural, destacava aspectos emocionais e psicológicos / muitas vezes turbulentos, que vinham das camadas mais profundas da alma humana.  Não foi um movimento organizado, mas sim uma reunião de vários grupos de artistas que em vez de criar obras a partir da observação do mundo externo, voltava-se para o seu próprio interior, com suas angústias e imaginação.  Gauguin, Van Gogh, Matisse e até pintores românticos
  • 43. Comedores de batatas / 1885 Vicente Van Gogh
  • 44.  Deformação visual, até mesmo CARICATURA;  Reflexão individual e subjetiva;  Tem uma visão anti-romântica do mundo;  Queriam mostrar uma obra com reflexo da angústia e ansiedade que dominavam os círculos artísticos e intelectuais da Alemanha durante os anos anteriores à Primeira Guerra Mundial (1914-1918).  O país em que o movimento ganhou mais força foi a Alemanha. O grupo que ganhou mais força foi o Die Brucke (A ponte) fundado em 1905, que dizia: “ Aceitamos todas as cores que, direta ou indiretamente, representam o impulso criativo puro”.  Apesar das semelhanças com o FAUVISMO , o
  • 45. Edward Munch 1863-1944 Noruega  Educado por um pai controlador, assistiu em criança à morte da mãe e de uma irmã. Decidido a lutar pelo sonho de se dedicar à pintura, Munch cortou relações com o pai. A escolha não lhe trouxe a paz desejada, ele acabou por se envolver com uma mulher casada que só lhe trouxe
  • 46.  Munch se especializou em pintar emoções extremas como ciúme, desejo sexual e solidão.  Foi um dos primeiros artistas do século XX que conseguiu conceder às cores um valor simbólico e subjetivo, longe das representações realistas. Características
  • 47. O GRITO 1893 Uma série de quatro quadros Em 1961, a revista Time colocou O Grito em destaque, como capa da sua edição dedicada aos complexos de culpa e ansiedade.
  • 49.  A obra mais famosa de Munch, “O Grito” (a versão de 1910), colocada ao lado das pinturas “Ansiedade” (1894) e “Desespero” (1894). As três apresentam o mesmo fundo – um pôr-do-sol ensanguentado em uma ponte na zona do fiorde de Oslo
  • 50. Curiosidades  O assassino psicopata da série de filmes Pânico, esconde a sua identidade sob uma máscara inspirada na obra.
  • 55. DADAÍSMO  O DADÁ, CORRENTE ESTÉTICA SURGIDA NA EUROPA NO COMEÇO DO SÉC XX, QUESTIONOU O SENTIDO DA ARTE FRENTE Á SOCIEDADE EM GUERRA.  NEGAVA TODOS OS VALORES CULTURAIS ESTABELECIDOS E A LOUCURA DESTRUÍDORA DA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL.  SURGIU EM 1916 EM ZURIQUE, NA SUIÇA, EM UM CLUBE NOTURNO CABARET VOLTAIRE.
  • 56.  DIANTE DE TANTA INSTABILIDADE, MEDO E REVOLTA DECORRENTES DA GUERRA, OS DADAÍSTAS RESOLVERAM RADICALIZAR, APRESENTANDO TRABALHOS QUE DEFENDIAM UMA ARTE QUE CONCRETIZAVA IDEIAS POR MEIO DA ESPONTANIEDADE E NÃO UM CUIDADOSO PROCESSO CRIATIVO.  DEFENDIA TAMBÉM QUE O CULTIVO Á ARTE NÃO TINHA RAZÃO, UMA VEZ QUE A EUROPA SE BANHAVA EM SANGUE.  A PALAVRA “DADÁ” NÃO TEM SIGNIFICADO,FOI ESCOLHIDA AO ACASO.  O DADAÍSMO ESTA BASEADO NO ESCÂNDALO, NA POLÊMICA ,NA PROVOCAÇÃO E NA DIMENSÃO IRRACIONAL DA CONDIÇÃO HUMANA COMO COMPONENTES ESSENCIAIS DA CRIAÇÃO. EXPLOROU 3 FORMAS DE CRIAÇÃO:  1º POESIA FONÉTICA, POESIA DE CARÁTER ABSTRATO, QUE RENUNCIA O SIGNIFICADO E O SENTIDO.  2º A FORMA DA CRIAÇÃO: A POSSIBILIDADE DE APROVEITAR QUALQUER OBJETO COMO MATERIAL ARTÍSTICO; FOTOMONTAGEM, RECORTES FOTOGRÁFICOS,COLAGENS,ETC.  3ºO DADAÍSMO FOI A ORIGEM DA ARTE DE AÇÃO,DA PERFORMANCE,DA PARTICIPAÇÃO DIRETA DO ARTISTA EM EVENTOS. OS SARAUS ARTÍSTICOS FORAM IMPORTANTES.
  • 57. - São formados diferentes grupos, em diversas cidades, unidos pelo espírito de questionamento crítico e pelo sentido anárquico das intervenções públicas. - Na Alemanha, nas cidades de Berlim e Colônia, destacam- se os nomes de R. Ruelsenbeck, R.Haussmann, Johannes Baader, John Heartfield, G.Groz e Kurt Schwitters e de Max Ernst; - Nesse período morando em Max Ernst – La Femme
  • 58. Dadaísmo  - Movimento de crítica cultural que questiona não somente as artes visuais, mas também modelos culturais;  - Movimento radical de contestação de valores que utiliza variados canais de expressão: revista, manifesto, exposição e outros;  - As manifestações dos grupos dada são intencionalmente desordenadas e pautadas pelo desejo do choque e do escândalo, procedimentos típicos das vanguardas de modo geral;
  • 59. Proposta DADÁ  O Dadaísmo surge com a clara intenção de destruir todos os sistemas e códigos estabelecidos no mundo da arte. Trata-se, portanto, de um movimento antipoético, antiartístico, antiliterário, visto que questiona até a existência da arte, da poesia e da literatura. É contra a beleza eterna, contra as leis da lógica, contra a eternidade dos princípios, contra a imobilidade do pensamento e contra o universal.
  • 60. KURT SCHWITTERS  É O ARTISTA DE MAIOR DESTAQUE.  MERZBAU (1939). É UMA EXTENSÃO TRIDIMENSIONAL DE SUA SÉRIE DE COLAGENS MERZ.  É UMA ASSEMBLAGEM.  A OBRA É UMA CRÔNICA DA VIDA CONFUSA DA CIDADE.  FOI DESTRUÍDA NA SEGUNDA GUERRA MUNDIAL.
  • 61. Marcel Duchamp A alteração do sentido de um objeto do cotidiano e uma crítica ás convenções artísticas então vigentes.
  • 62. Ready-made  O termo é criado por Marcel Duchamp (1887 - 1968) para designar um tipo de objeto que consiste em um ou mais artigos de uso cotidiano, produzidos em massa, selecionados sem critérios estéticos e expostos como obras de arte em espaços especializados (museus e galerias).  Ao transformar qualquer objeto em obra de arte, o artista realiza uma crítica radical ao sistema da arte. Assim, objetos utilitários sem nenhum valor estético em si são retirados de seus contextos originais e elevados à condição de obra de arte simplesmente ao ganhar uma assinatura e um espaço em exposições.
  • 63. Marcel Duchamp, Roda de Bicicleta (1917), ready-made Por meio desse “ready-made”, Duchamp intenciona provocar quem contempla a sua obra. Para o artista, uma obra de arte não tem como função primordial representar o Belo. Ele desloca elementos de seus contextos originais (a roda e o banco, nesse caso) de modo a questionar o próprio conceito de arte. Desse modo, produz arte porque instiga o espectador a rever suas noções de beleza e de estética.
  • 64. Trecho duma poesia de Tristan Tzara sobre o Dadaísmo: "sou por princípio contra os manifestos, como sou também contra princípios". * MARCEL DUCHAMP: NÃO PERTENCEU FORMALMENTE A NENHUM GRUPO, DIALOGA COM O DADAÍSMO,FUTURISMO E CUBISMO. * MANIFESTO: DECLARAÇÃO TRAZIDA A PÚBLICO.
  • 66. Contexto histórico  Fim da Primeira Guerra Mundial; a Europa vive um período de instabilidade política, social e ideológica.  Revolução Russa > levou a classe operária pela primeira vez ao poder, fazendo com que o mundo capitalista se sentisse ameaçado.  Os valores tradicionais passaram a ser mais intensamente questionados, o que, no meio artístico, levou à busca de novas formas de analisar e representar a realidade.  Manifestações artísticas surgem como novas alternativas dentro de um mundo angustiado com a guerra.
  • 67.  Num ambiente totalmente fragilizado, aparece o Surrealismo. Desestabilizador e desestruturando toda a ideia de cultura existente até então, propõe a junção de imagens bizarras com o intuito de escandalizar e chocar a sociedade com a deformação intencional da realidade. Contexto histórico
  • 68. O que é Surrealismo?  Baseado nas teorias psicanalíticas de Sigmund Freud, o Surrealismo defende o uso do inconsciente para criação artística.  Foi fundado na França, pelo poeta André Breton, na década de 1920.  Do onírico, que misturava sonho com realidade e inconsciente como um universo único e pessoal.
  • 69. “ A criatividade deveria se alimentar aos níveis mais profundos do inconsciente, dos sonhos e alucinações e a mesmo tempo excluir o pensamento racional. Era preciso banir a razão, o gosto e a vontade consciente do processo criativo.” (André Breton) Filosofia:
  • 70. Vamos lembrar as características básicas do Surrealismo.  Estuda os sonhos e a imagens do inconsciente.  Nada deve a lógica, a moral ou a razão.  É considerada uma arte profana.  E também é considerado como...
  • 71. Artes plásticas Foi através da pintura que as ideias do surrealismo foram melhor expressadas. Através da tela e das tintas, os artistas plásticos colocam suas emoções, seu inconsciente e representavam o mundo concreto. A porta para a liberdade (René Magritte)
  • 72. O movimento artístico dividiu-se em duas correntes: •A primeira, representada principalmente por Salvador Dalí e René Magritte , trabalha com a distorção e justaposição de imagens conhecidas. •Os artistas da segunda corrente libertam a mente e dão vazão ao inconsciente, sem nenhum controle da razão. Joan Miró e Max Ernst são os maiores representantes. Artes plásticas  MIRÓ (1923-24)  Max Ernst (1937)
  • 73. Salvador Dalí  Nascido EM 1904 na cidade catalã de Figueres, na Espanha, começou a pintar por volta dos 13 anos.  Cinco anos depois, em 1922, Salvador Dalí mudou-se para Madri, onde ingressou na Academia de San Francisco.  Insere-se no movimento em 1929, com a ajuda da russa Elena Diakonova (Gala).  No início da Segunda Guerra, em 1940, Dalí e Gala mudaram-se para os Estados Unidos.  O casal permaneceu nos EUA até 1955  Morreu 1989 – Pneumonia.
  • 76. O enigma do desejo – minha mãe 1929
  • 77. .  O ovo simboliza o sol nascente e o inicio da vida. Em muitos mitos sobre a criação do mundo, um ovo cósmico é colocado por um pássaro gigante em um oceano. O óvulo se divide em dois, o céu e a terra aparecem a partir da metade dele, enquanto o sol é
  • 78. A persistência da memória (1931) òleo sobre tela 44x 33cm (MoMa NY)  Os relógios moles representam o tempo e a memória que se escoam,mas também a relatividade da marcação de horas diferentes, a mosca no lado esquerdo significa que o tempo voa.  Dalí concebeu um método , chamado de “ paranóico crítico” descobrindo as relações ocultas do subconsciente. Utilizou o recurso da ANAMORFOSE: representação de figuras que podem ser interpretadas de mais de uma maneira.
  • 81. A tentação de Santo Antônio (1945)
  • 87.  Magritte nasceu em Lessines, Bélgica, no dia 21 de novembro de 1898  Praticava o surrealismo realista, ou “realismo mágico”.  Mudou-se para Paris em 1927, onde começou a se envolver nas atividades do grupo surrealista  Pintor de imagens insólitas, às quais deu tratamento rigorosamente realista, ultilizou- se de processos ilusionistas.  1967 - Câncer RENÉ MAGRITTE
  • 88. The Son of Man (1926)
  • 90.  Magritte representa e reflete a diferença entre o real e a representação, fazendo uma clara distinção entre ambos.
  • 92. René Magritte  Existem símbolos recorrentes em sua obra, tais como o chapéu côco, o castelo, a rocha e a janela, entre outros mais, porém de um modo impossível de ser encontrado na vida real. Golconde - 1953
  • 95. JOAN MIRÓ (espanhol)  Miró aproximou-se da vertente mais automática do Surrealismo por meio dessas formas orgânicas com a vida própria que se movem com total liberdade pelo quadro ou através de elaborações abstratas.  Mosaico na La Rambla (Barcelona)
  • 97. A FASE AUTOMÁTICA André Masson (1896-1987) Figuras,s/d.Têmpera,pastel e areia sobre tela 101 x 83 cm  Os surrealistas ficaram fascinados pelas técnicas da criação automática, sem controle da razão , usavam o pensamento sem o controle da mente. Na literatura recebeu o nome de escrita automática.
  • 99. A ESCULTURA E O SURREALISMO ALBERTO GIACOMETTI (1901-1966)  HOMEM ANDANDO 1960 CONSTANTIN BRANCUSI (1876-1957)  MADEMOISELLE PAGAMY III,1933
  • 100. Literatura  Automatismo: escreviam quaisquer palavras que entrassem em sua mente. Não alteravam o que escreviam, pois isto seria uma interferência no puro ato de criação.  Livre associação de ideias  Colagens; poemas-colagens: Frases montadas com palavras recortadas de revistas e jornais e muitas imagens e ideias do inconsciente.  Intenção do Surrealismo: misturar imagens e palavras. Dar dimensão visual à palavra.
  • 101. Literatura Poema-colagem de Breton Fotomontagem de Delacroix & Dellfina
  • 103. Teatro e Cinema  Teatro: - Buscava através de suas peças teatrais, livrar o espectador das regras impostas pela civilização e assim despertar o inconsciente da platéia. Um das técnicas usadas pelo dramaturgo foi unir palco e platéia, durante a realização das peças  Cinema: - Os cineastas também quebraram com o tradicionalismo cinematográfico. Demonstram uma despreocupação total com o enredo e com a história do filme. Os ideais da burguesia são combatidos e os desejos não racionais afloram . - O cineasta espanhol Luis Buñuel é um nome familiar em filmes surrealistas.
  • 105.  Pintura Metafísica – Estilo  Na arte moderna, a Pintura Metafísica descreve um estilo de pintura desenvolvido durante a era da Primeira Guerra Mundial entre 1911 e 1920 por dois artistas modernos, ou seja, Giorgio de Chirico (1888-1978) e Carlo Carra (1881-1966), mais tarde se juntou o especialista Giorgio Morandi (1890-1964).  O termo “metafísica” vem da palavra grega para “além das coisas reais”.  A rigor o movimento durou apenas seis meses mais ou menos durante o ano de 1917 e que De Chirico e Carra trabalharam juntos.  De Chirico mudou seu estilo no ano seguinte.  Pintura Metafísica – Estilo  A Pintura Metafísica antecipa certos aspectos do Dadaísmo, ao aproximar objetos díspares, e também do