SlideShare uma empresa Scribd logo
O homem vestido de linho
TEXTO ÁUREO 
“E levantei os meus olhos, e olhei, e vi um 
homem vestido de linho, e os seus lombos, 
cingidos com ouro fino de Ufaz” (Dn 10.5). 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
VERDADE PRÁTICA 
Deus revela o futuro, para que o seu povo 
não fique amedrontado e confuso. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 
Dn 10.1-6,9,10,14 
1 - No ano terceiro de Ciro, rei da Pérsia, foi 
revelada uma palavra a Daniel, cujo nome se 
chama Beltessazar; e a palavra é verdadeira e trata 
de uma guerra prolongada; e ele entendeu essa 
palavra e teve entendimento da visão. 
2 - Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três 
semanas completas. 
3 - Manjar desejável não comi, nem carne nem 
vinho entraram na minha boca, nem me ungi com 
unguento, até que se cumpriram as três semanas. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 
Dn 10.1-6,9,10,14 
4 - E, no dia vinte e quatro do primeiro mês, eu 
estava à borda do grande rio Hidéquel; 
5 - e levantei os meus olhos, e olhei, e vi um 
homem vestido de linho, e os seus lombos, 
cingidos com ouro fino de Ufaz. 
6 - E o seu corpo era como turquesa, e o seu rosto 
parecia um relâmpago, e os seus olhos, como 
tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés, 
como cor de bronze açacalado; e a voz das suas 
palavras, como a voz de uma multidão. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
LEITURA BÍBLICA EM CLASSE 
Dn 10.1-6,9,10,14 
9 - Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, 
ouvindo a voz das suas palavras, eu caí com o 
meu rosto em terra, profundamente adormecido. 
10 - E eis que uma mão me tocou e fez que me 
movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas 
das minhas mãos. 
14 - Agora, vim para fazer-te entender o que há de 
acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; 
porque a visão é ainda para muitos dias. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
PROPOSTA DA LIÇÃO 
• Os reinos deste mundo são todos passageiros; 
• Alexandre Magno: rei valente, mas caiu como todos; 
• Morreu na Babilônia e o seu reino foi dividido em 4 partes; 
• Seus sucessores passaram a lutar entre si; 
• Antíoco Epifânio foi um rei perverso e bestial; 
• Ele invadiu Jerusalém e fez cessar os sacrifícios diários; 
• Construiu um altar no Templo dedicado a Zeus; 
• Cresceu, prosperou e investiu contra o Deus de Israel; 
• Antíoco representa o rei futuro, o Anticristo. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
INTRODUÇÃO 
1ª PARTE: 
• Visão de Daniel: acontecimentos futuros; 
• Oração, jejum e dedicação deram resultado. 
2ª PARTE: 
• Visões de Daniel, Ezequiel e João foram idênticas; 
• O “Homem vestido de linho” – visão para poucos. 
3ª PARTE: 
• Daniel, sem forças, foi socorrido por Deus; 
• O inimigo sempre tentou contra o povo de Deus. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
I – UMA VISÃO CELESTIAL 
1. FOI REVELADA UMA PALAVRA A DANIEL”. 
• Visão de Daniel: era apenas o início; 
• Teor da visão: acontecimentos dos últimos dias; 
• A revelação de Deus é infalível e não deixa dúvidas. 
2. DANIEL UM HOMEM DE ORAÇÃO. 
• Daniel não descuidou de sua vida de oração e jejum; 
• 21 dias de jejum, oração e consciência; 
• Céus abertos: resultado da perseverança de Daniel. 
3. A TRISTEZA DE DANIEL. 
• “Estive triste”: as informações eram preocupante; 
• Mas o que motivou a tristeza e dor no coração? 
• Alegria e satisfação: seria normal após as revelações. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
II – A VISÃO DO HOMEM 
VESTIDO DE LINHO 
1. UM “HOMEM VESTIDO DE LINHO”. 
• Daniel, Ezequiel e João: três visões semelhantes; 
• As reações dos três diante das visões foram idênticas; 
• Ficaram sem forças, caíram e ficaram como morto. 
2. “EIS QUE UMA MÃO ME TOCOU”. 
• Daniel é tocado pelo anjo e ouve palavras de consolo; 
• Os enviados serviram a favor do profeta; 
• Ajudaram a compreender as revelações divinas. 
3. “O PRÍNCIPE DO REINO DA PÉRSIA”. 
• Quem era este príncipe? Seria um anjo satânico; 
• Estes seres obedecem ao comando do chefe, o Diabo; 
• Nesta ocasião, eles fizeram oposição ao povo de Deus. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
III – DANIEL É 
CONFORTADO POR UM ANJO 
1. DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO (10.10-12). 
• Diante da visão o profeta perdeu suas forças; 
• Deus enviou um anjo para tocar e restaurá-lo; 
• A mão do anjo tocou o profeta e o ergueu. 
2. O CONFLITO: MIGUEL E O PRÍNCIPE DA PÉRSIA. 
• Príncipe do reino da Pérsia/Grécia: identidade revelada; 
• Estes príncipes eram anjos satânicos; 
• Foram derrotados por Miguel, o príncipe de Israel. 
3. HOSTILIDADE ESPIRITUAL CONTRA O POVO DE DEUS. 
• O inimigo sempre tentou destruir Israel/igreja; 
• Mas tem uma aliança eterna com o seu povo; 
• O inimigo não pode impedir a bênção de Deus. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
CONCLUSÃO 
• Daniel ficou sem forças diante da visão; 
• O anjo enviado por Deus tocou no profeta; 
• O toque de Deus nos anima e nos fortalece. 
OS OBJETIVOS DA LIÇÃO FORAM ALCANÇADOS? 
1. Visão de Daniel: foi apenas o início. 
2. Homem vestido de linho: “O socorro bem presente”; 
3. O anjo enviado por Deus cumpriu sua missão. 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)
ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL 
Contato: ailtonsilva2000 
@yahoo.com.br 
@gmail.com 
.blogspot.com 
Watsap 18 99790-3718 
Álvares Machado (SP) 
4º trim. 2014 
ailtonsilva2000.blogspot.com.br 
Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém 
Setor 5 – Álvares Machado (SP)

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Profeta Elias
Profeta EliasProfeta Elias
Profeta Elias
Márcio Pereira
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseu
Daniel Viana
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
Os milagres de Eliseu
Os milagres de EliseuOs milagres de Eliseu
Os milagres de Eliseu
Moisés Sampaio
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamentoVisão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
Janaine Helen Assoni
 
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
Adilson Guilhermel
 
Melquisedeque abençoa Abraão
Melquisedeque abençoa AbraãoMelquisedeque abençoa Abraão
Melquisedeque abençoa Abraão
Ailton da Silva
 
Os Profetas
Os ProfetasOs Profetas
Os Profetas
Egmon Pereira
 
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
Ailton da Silva
 
Sofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta MenorSofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta Menor
Célia Regina Carvalho
 
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
Marcus Wagner
 
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
Marcus Wagner
 
94 estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
94   estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 194   estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
94 estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
Robson Tavares Fernandes
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
Joao Franca
 
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeisLição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Ailton da Silva
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
Igreja Presbiteriana de Dourados
 

Mais procurados (17)

Profeta Elias
Profeta EliasProfeta Elias
Profeta Elias
 
Lição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseuLição 11 os milagres de eliseu
Lição 11 os milagres de eliseu
 
35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel35. O Profeta Joel
35. O Profeta Joel
 
Os milagres de Eliseu
Os milagres de EliseuOs milagres de Eliseu
Os milagres de Eliseu
 
Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamentoVisão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
Visão panorâmica-dos-profetas-do-antigo-testamento
 
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
ebd, escola dominical, sermões, esboços de sermoes, estudos biblicos, lições ...
 
Melquisedeque abençoa Abraão
Melquisedeque abençoa AbraãoMelquisedeque abençoa Abraão
Melquisedeque abençoa Abraão
 
Os Profetas
Os ProfetasOs Profetas
Os Profetas
 
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraóas pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
as pragas divinas e as propostas ardilosas de Faraó
 
Sofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta MenorSofonias Profeta Menor
Sofonias Profeta Menor
 
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
LIÇÃO 6 – O PROFETA ELIAS E ELISEU, SEU SUCESSOR
 
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
LIÇÃO 5 – O REINADO DE ACAZIAS
 
94 estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
94   estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 194   estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
94 estudo panorâmico da bíblia - o livro de naum - parte 1
 
Amós estudo 01 -
Amós   estudo 01 -Amós   estudo 01 -
Amós estudo 01 -
 
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeisLição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
Lição 2 - A provisão de Deus em tempos dificeis
 
34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias34. O profeta Oséias
34. O profeta Oséias
 

Destaque

Tecnologia e relações produção setor sisaleiro
Tecnologia e relações produção setor sisaleiroTecnologia e relações produção setor sisaleiro
Tecnologia e relações produção setor sisaleiro
MARIA ODETE ALVES
 
Territorio sisal politicas publicas
Territorio sisal politicas publicasTerritorio sisal politicas publicas
Territorio sisal politicas publicas
Romeu Temporal
 
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
MARIA ODETE ALVES
 
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
MARIA ODETE ALVES
 
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
MARIA ODETE ALVES
 
Sisal e juta
Sisal e jutaSisal e juta
Sisal e juta
Ernando Prado
 
Coração valente anderson freire
Coração valente anderson freireCoração valente anderson freire
Coração valente anderson freire
PHABLO B
 

Destaque (7)

Tecnologia e relações produção setor sisaleiro
Tecnologia e relações produção setor sisaleiroTecnologia e relações produção setor sisaleiro
Tecnologia e relações produção setor sisaleiro
 
Territorio sisal politicas publicas
Territorio sisal politicas publicasTerritorio sisal politicas publicas
Territorio sisal politicas publicas
 
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
Diagnóstico socioeconômico setor sisaleirone 2005
 
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
Panaceias da boa governança: o caso do programa brasileiro de combate à deser...
 
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
O AGROAMIGO E O PÚBLICO POTENCIAL DO PRONAF B: UMA ANÁLISE DO ALCANCE A PARTI...
 
Sisal e juta
Sisal e jutaSisal e juta
Sisal e juta
 
Coração valente anderson freire
Coração valente anderson freireCoração valente anderson freire
Coração valente anderson freire
 

Semelhante a O homem vestido de linho

Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
Ailton da Silva
 
O homem vestido de linho
O homem vestido de linhoO homem vestido de linho
O homem vestido de linho
Moisés Sampaio
 
Daniel 3
Daniel 3Daniel 3
Daniel 3
Hezir Henrique
 
Deus abomina a soberba
Deus abomina a soberbaDeus abomina a soberba
Deus abomina a soberba
Ailton da Silva
 
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHOLIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
Natalino das Neves Neves
 
A firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
A firmeza do caráter moral e espiritual de DanielA firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
A firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
Ailton da Silva
 
Profeta Ezequiel
Profeta EzequielProfeta Ezequiel
Profeta Ezequiel
Amélio Barbosa
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
Igreja Presbiteriana de Dourados
 
O prenúncio do tempo do fim
O prenúncio do tempo do fimO prenúncio do tempo do fim
O prenúncio do tempo do fim
Ailton da Silva
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
Joel Silva
 
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
Natalino das Neves Neves
 
Integridade em tempos de crise
Integridade em tempos de criseIntegridade em tempos de crise
Integridade em tempos de crise
Ailton da Silva
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
Ailton da Silva
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
Ailton da Silva
 
A providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humanaA providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humana
Ailton da Silva
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Ailton da Silva
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
Gerson G. Ramos
 
Daniel, nosso contemporâneo
Daniel, nosso contemporâneoDaniel, nosso contemporâneo
Daniel, nosso contemporâneo
Ailton da Silva
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
Eli Impressaodigital
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
Eli Impressaodigital
 

Semelhante a O homem vestido de linho (20)

Lição 11
Lição 11Lição 11
Lição 11
 
O homem vestido de linho
O homem vestido de linhoO homem vestido de linho
O homem vestido de linho
 
Daniel 3
Daniel 3Daniel 3
Daniel 3
 
Deus abomina a soberba
Deus abomina a soberbaDeus abomina a soberba
Deus abomina a soberba
 
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHOLIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
LIÇÃO 11 - O HOMEM VESTIDO DE LINHO
 
A firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
A firmeza do caráter moral e espiritual de DanielA firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
A firmeza do caráter moral e espiritual de Daniel
 
Profeta Ezequiel
Profeta EzequielProfeta Ezequiel
Profeta Ezequiel
 
33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel33. O profeta Daniel
33. O profeta Daniel
 
O prenúncio do tempo do fim
O prenúncio do tempo do fimO prenúncio do tempo do fim
O prenúncio do tempo do fim
 
2021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 062021 1º trimestre jovens lição 06
2021 1º trimestre jovens lição 06
 
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
2013 1o tri lição 6_a viuva de sarepta
 
Integridade em tempos de crise
Integridade em tempos de criseIntegridade em tempos de crise
Integridade em tempos de crise
 
lição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbitalição 02 - Elias, o tisbita
lição 02 - Elias, o tisbita
 
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinaia peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
a peregrinação de Israel no deserto ao Sinai
 
A providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humanaA providência divina na fidelidade humana
A providência divina na fidelidade humana
 
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divinaLição 6 - Jonas, a misericórdia divina
Lição 6 - Jonas, a misericórdia divina
 
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textosA saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
A saga de Jonas_Liç_original_432015 + textos
 
Daniel, nosso contemporâneo
Daniel, nosso contemporâneoDaniel, nosso contemporâneo
Daniel, nosso contemporâneo
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 
Lição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbitaLição 2-elias-o-tisbita
Lição 2-elias-o-tisbita
 

Mais de Ailton da Silva

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Ailton da Silva
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Ailton da Silva
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Ailton da Silva
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Ailton da Silva
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Ailton da Silva
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Ailton da Silva
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
Ailton da Silva
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
Ailton da Silva
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Ailton da Silva
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Ailton da Silva
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Ailton da Silva
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Ailton da Silva
 

Mais de Ailton da Silva (20)

Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de AbraãoLição 3 - Os primeiros passos de Abraão
Lição 3 - Os primeiros passos de Abraão
 
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do simLição 2 - O primeiro dia depois do sim
Lição 2 - O primeiro dia depois do sim
 
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelaçãoLição 1 - Abraão, chamada e revelação
Lição 1 - Abraão, chamada e revelação
 
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem LevíticaLição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
Lição 5 - Cristo é superior a Arão e à ordem Levítica
 
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de DeusLição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
Lição 4 - Jesus é superior a Josué. O meio de entrar no repouso de Deus
 
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a MoisésLição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
Lição 3 - A superioridade de Jesus em relação a Moisés
 
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosaLição 2 - Uma salvação grandiosa
Lição 2 - Uma salvação grandiosa
 
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
01 - A Carta aos hebreus e a excelência de Cristo
 
Lição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em CristoLição 13 - Glorificados em Cristo
Lição 13 - Glorificados em Cristo
 
Lição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na féLição 12 - Perseverando na fé
Lição 12 - Perseverando na fé
 
Lição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por DeusLição 11 - Adotados por Deus
Lição 11 - Adotados por Deus
 
Lição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvaçãoLição 10 - O processo da salvação
Lição 10 - O processo da salvação
 
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvaçãoLição 9 - Arrependimento e fé para salvação
Lição 9 - Arrependimento e fé para salvação
 
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrioLição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
Lição 8 - A salvação e o livre-arbítrio
 
Lição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela GraçaLição 7 - A Salvação pela Graça
Lição 7 - A Salvação pela Graça
 
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvaçãoLição 6 - A abrangência universal da salvação
Lição 6 - A abrangência universal da salvação
 
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus CristoLição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
Lição 5 - A obra salvífica de Jesus Cristo
 
Lição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de CristoLição 8 - A Igreja de Cristo
Lição 8 - A Igreja de Cristo
 
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimentoLição 7 - A necessidade do novo nascimento
Lição 7 - A necessidade do novo nascimento
 
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a DeusLição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
Lição 6 - A pecaminosidade humana e a sua restauração a Deus
 

O homem vestido de linho

  • 2. TEXTO ÁUREO “E levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz” (Dn 10.5). ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 3. VERDADE PRÁTICA Deus revela o futuro, para que o seu povo não fique amedrontado e confuso. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 4. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Dn 10.1-6,9,10,14 1 - No ano terceiro de Ciro, rei da Pérsia, foi revelada uma palavra a Daniel, cujo nome se chama Beltessazar; e a palavra é verdadeira e trata de uma guerra prolongada; e ele entendeu essa palavra e teve entendimento da visão. 2 - Naqueles dias, eu, Daniel, estive triste por três semanas completas. 3 - Manjar desejável não comi, nem carne nem vinho entraram na minha boca, nem me ungi com unguento, até que se cumpriram as três semanas. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 5. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Dn 10.1-6,9,10,14 4 - E, no dia vinte e quatro do primeiro mês, eu estava à borda do grande rio Hidéquel; 5 - e levantei os meus olhos, e olhei, e vi um homem vestido de linho, e os seus lombos, cingidos com ouro fino de Ufaz. 6 - E o seu corpo era como turquesa, e o seu rosto parecia um relâmpago, e os seus olhos, como tochas de fogo, e os seus braços e os seus pés, como cor de bronze açacalado; e a voz das suas palavras, como a voz de uma multidão. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 6. LEITURA BÍBLICA EM CLASSE Dn 10.1-6,9,10,14 9 - Contudo, ouvi a voz das suas palavras; e, ouvindo a voz das suas palavras, eu caí com o meu rosto em terra, profundamente adormecido. 10 - E eis que uma mão me tocou e fez que me movesse sobre os meus joelhos e sobre as palmas das minhas mãos. 14 - Agora, vim para fazer-te entender o que há de acontecer ao teu povo nos derradeiros dias; porque a visão é ainda para muitos dias. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 7. PROPOSTA DA LIÇÃO • Os reinos deste mundo são todos passageiros; • Alexandre Magno: rei valente, mas caiu como todos; • Morreu na Babilônia e o seu reino foi dividido em 4 partes; • Seus sucessores passaram a lutar entre si; • Antíoco Epifânio foi um rei perverso e bestial; • Ele invadiu Jerusalém e fez cessar os sacrifícios diários; • Construiu um altar no Templo dedicado a Zeus; • Cresceu, prosperou e investiu contra o Deus de Israel; • Antíoco representa o rei futuro, o Anticristo. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 8. INTRODUÇÃO 1ª PARTE: • Visão de Daniel: acontecimentos futuros; • Oração, jejum e dedicação deram resultado. 2ª PARTE: • Visões de Daniel, Ezequiel e João foram idênticas; • O “Homem vestido de linho” – visão para poucos. 3ª PARTE: • Daniel, sem forças, foi socorrido por Deus; • O inimigo sempre tentou contra o povo de Deus. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 9. I – UMA VISÃO CELESTIAL 1. FOI REVELADA UMA PALAVRA A DANIEL”. • Visão de Daniel: era apenas o início; • Teor da visão: acontecimentos dos últimos dias; • A revelação de Deus é infalível e não deixa dúvidas. 2. DANIEL UM HOMEM DE ORAÇÃO. • Daniel não descuidou de sua vida de oração e jejum; • 21 dias de jejum, oração e consciência; • Céus abertos: resultado da perseverança de Daniel. 3. A TRISTEZA DE DANIEL. • “Estive triste”: as informações eram preocupante; • Mas o que motivou a tristeza e dor no coração? • Alegria e satisfação: seria normal após as revelações. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 10. II – A VISÃO DO HOMEM VESTIDO DE LINHO 1. UM “HOMEM VESTIDO DE LINHO”. • Daniel, Ezequiel e João: três visões semelhantes; • As reações dos três diante das visões foram idênticas; • Ficaram sem forças, caíram e ficaram como morto. 2. “EIS QUE UMA MÃO ME TOCOU”. • Daniel é tocado pelo anjo e ouve palavras de consolo; • Os enviados serviram a favor do profeta; • Ajudaram a compreender as revelações divinas. 3. “O PRÍNCIPE DO REINO DA PÉRSIA”. • Quem era este príncipe? Seria um anjo satânico; • Estes seres obedecem ao comando do chefe, o Diabo; • Nesta ocasião, eles fizeram oposição ao povo de Deus. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 11. III – DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO 1. DANIEL É CONFORTADO POR UM ANJO (10.10-12). • Diante da visão o profeta perdeu suas forças; • Deus enviou um anjo para tocar e restaurá-lo; • A mão do anjo tocou o profeta e o ergueu. 2. O CONFLITO: MIGUEL E O PRÍNCIPE DA PÉRSIA. • Príncipe do reino da Pérsia/Grécia: identidade revelada; • Estes príncipes eram anjos satânicos; • Foram derrotados por Miguel, o príncipe de Israel. 3. HOSTILIDADE ESPIRITUAL CONTRA O POVO DE DEUS. • O inimigo sempre tentou destruir Israel/igreja; • Mas tem uma aliança eterna com o seu povo; • O inimigo não pode impedir a bênção de Deus. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 12. CONCLUSÃO • Daniel ficou sem forças diante da visão; • O anjo enviado por Deus tocou no profeta; • O toque de Deus nos anima e nos fortalece. OS OBJETIVOS DA LIÇÃO FORAM ALCANÇADOS? 1. Visão de Daniel: foi apenas o início. 2. Homem vestido de linho: “O socorro bem presente”; 3. O anjo enviado por Deus cumpriu sua missão. ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)
  • 13. ESCOLA BÍBLICA DOMINICAL Contato: ailtonsilva2000 @yahoo.com.br @gmail.com .blogspot.com Watsap 18 99790-3718 Álvares Machado (SP) 4º trim. 2014 ailtonsilva2000.blogspot.com.br Igreja Evangélica Assembleia de Deus – Ministério Belém Setor 5 – Álvares Machado (SP)