SlideShare uma empresa Scribd logo
www.fabianobiologia.com.br
Página 1 de 7
CITOLOGIA
1. (Enem 2010) Para explicar a absorção de nutrientes, bem como a função das microvilosidades das
membranas das células que revestem as paredes internas do intestino delgado, um estudante realizou o
seguinte experimento:
Colocou 200 mℓ de água em dois recipientes. No primeiro recipiente, mergulhou, por 5 segundos, um
pedaço de papel liso, como na FIGURA 1; no segundo recipiente, fez o mesmo com um pedaço de papel
com dobras simulando as microvilosidades, conforme FIGURA 2. Os dados obtidos foram: a quantidade de
água absorvida pelo papel liso foi de 8 mℓ, enquanto pelo papel dobrado foi de 12 mℓ.
Com base nos dados obtidos, infere-se que a função das microvilosidades intestinais com relação à
absorção de nutrientes pelas células das paredes internas do intestino
é a de
a) manter o volume de absorção.
b) aumentar a superfície de absorção.
c) diminuir a velocidade de absorção.
d) aumentar o tempo de absorção.
e) manter a seletividade na absorção.
2. (Enem 2009) Um medicamento, após ser ingerido, atinge a corrente sanguínea e espalha-se pelo
organismo, mas, como suas moléculas “não sabem” onde é que está o problema, podem atuar em locais
diferentes do local “alvo” e desencadear efeitos além daqueles desejados. Não seria perfeito se as moléculas
dos medicamentos soubessem exatamente onde está o problema e fossem apenas até aquele local exercer
sua ação? A técnica conhecida como iontoforese, indolor e não invasiva, promete isso. Como mostram as
figuras, essa nova técnica baseia-se na aplicação de uma corrente elétrica de baixa intensidade sobre a pele
do paciente, permitindo que fármacos permeiem membranas biológicas e alcancem a corrente sanguínea,
sem passar pelo estômago. Muitos pacientes relatam apenas um formigamento no local de aplicação. O
objetivo da corrente elétrica é formar poros que permitam a passagem do fármaco de interesse. A corrente
elétrica é distribuída por eletrodos, positivo e negativo, por meio de uma solução aplicada sobre a pele. Se a
molécula do medicamento tiver carga elétrica positiva ou negativa, ao entrar em contato com o eletrodo de
carga de mesmo sinal, ela será repelida e forçada a entrar na pele (eletrorrepulsão - A). Se for neutra, a
molécula será forçada a entrar na pele juntamente com o fluxo de solvente fisiológico que se forma entre os
eletrodos (eletrosmose - B).
www.fabianobiologia.com.br
Página 2 de 7
De acordo com as informações contidas no texto e nas figuras, o uso da iontoforese
a) provoca ferimento na pele do paciente ao serem introduzidos os eletrodos, rompendo o epitélio.
b) aumenta o risco de estresse nos pacientes, causado pela aplicação da corrente elétrica.
c) inibe o mecanismo de ação dos medicamentos no tecido-alvo, pois estes passam a entrar por meio da
pele.
d) diminui o efeito colateral dos medicamentos, se comparados com aqueles em que a ingestão se faz por
via oral.
e) deve ser eficaz para medicamentos constituídos de moléculas polares e ineficaz, se essas forem apolares.
3. (Enem 2009) Os seres vivos apresentam diferentes ciclos de vida, caracterizados pelas fases nas quais
gametas são produzidos e pelos processos reprodutivos que resultam na geração de novos indivíduos.
Considerando-se um modelo simplificado padrão para geração de indivíduos viáveis, a alternativa que
corresponde ao observado em seres humanos é:
a)
b)
www.fabianobiologia.com.br
Página 3 de 7
c)
d)
e)
4. (Enem 2009) Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o
vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na
África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois
salvaria milhões de vidas.
Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de
tratamento antiviral e de acompanhamento médico.
TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26,
2009 (adaptado).
Uma vacina eficiente contra o HIV deveria
a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral.
b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras.
c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo
humano.
d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os
seres humanos.
e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva.
www.fabianobiologia.com.br
Página 4 de 7
5. (Enem 2005) Um fabricante afirma que um produto disponível
comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos.
Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA
a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição.
b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila.
c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo.
d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção.
e) de características básicas assegura sua eficiência hidratante.
6. (Enem 2005) A obesidade, que nos países desenvolvidos já é tratada como epidemia, começa a
preocupar especialistas no Brasil. Os últimos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada entre
2002 e 2003 pelo IBGE, mostram que 40,6% da população brasileira estão acima do peso, ou seja, 38,8
milhões de adultos. Desse total, 10,5 milhões são considerados obesos. Várias são as dietas e os remédios
que prometem um emagrecimento rápido e sem riscos. Há alguns anos foi lançado no mercado brasileiro
um remédio de ação diferente dos demais, pois inibe a ação das lipases, enzimas que aceleram a reação de
quebra de gorduras. Sem serem quebradas elas não são absorvidas pelo intestino, e parte das gorduras
ingeridas é eliminada com as fezes. Como os lipídios são altamente energéticos, a pessoa tende a
emagrecer. No entanto, esse remédio apresenta algumas contra-indicações, pois a gordura não absorvida
lubrifica o intestino, causando desagradáveis diarreias. Além do mais, podem ocorrer casos de baixa
absorção de vitaminas lipossolúveis, como as A, D, E e K, pois
a) essas vitaminas, por serem mais energéticas que as demais, precisam de lipídios para sua absorção.
b) a ausência dos lipídios torna a absorção dessas vitaminas desnecessária.
c) essas vitaminas reagem com o remédio, transformando-se em outras vitaminas.
d) as lipases também desdobram as vitaminas para que essas sejam absorvidas.
e) essas vitaminas se dissolvem nos lipídios e só são absorvidas junto com eles.
7. (Enem 2005) A água é um dos componentes mais importantes das células. A tabela a seguir mostra como
a quantidade de água varia em seres humanos, dependendo do tipo de célula. Em média, a água
corresponde a 70% da composição química de um indivíduo normal.
Tipo de célula
Quantidade
de água
Tecido nervoso – substância cinzenta 85%
Tecido nervoso – substância branca 70%
Medula óssea 75%
Tecido conjuntivo 60%
www.fabianobiologia.com.br
Página 5 de 7
Tecido adiposo 15%
Hemácias 65%
Ossos sem medula 20%
Durante uma biópsia, foi isolada uma amostra de tecido para análise em um laboratório. Enquanto intacta,
essa amostra pesava 200 mg. Após secagem em estufa, quando se retirou toda a água do tecido, a amostra
passou a pesar 80 mg. Baseado na tabela, pode-se afirmar que essa é uma amostra de
a) tecido nervoso - substância cinzenta.
b) tecido nervoso - substância branca.
c) hemácias.
d) tecido conjuntivo.
e) tecido adiposo.
8. (Enem 2003) Quando o corpo humano é invadido por elementos estranhos, o sistema imunológico reage.
No entanto, muitas vezes o ataque é tão rápido que pode levar a pessoa à morte. A vacinação permite ao
organismo preparar sua defesa com antecedência. Mas, se existe suspeita de mal já instalado, é
recomendável o uso do soro, que combate de imediato os elementos estranhos, enquanto o sistema
imunológico se mobiliza para entrar em ação.
Considerando essas informações, o soro específico deve ser usado quando
a) um idoso deseja se proteger contra gripe.
b) uma criança for picada por cobra peçonhenta.
c) um bebê deve ser imunizado contra poliomielite.
d) uma cidade quer prevenir uma epidemia de sarampo.
e) uma pessoa vai viajar para região onde existe febre amarela.
9. (Enem 2003) Na embalagem de um antibiótico, encontra-se uma bula que, entre outras informações,
explica a ação do remédio do seguinte modo: O medicamento atua por inibição da síntese proteica bacteriana.
Essa afirmação permite concluir que o antibiótico
a) impede a fotossíntese realizada pelas bactérias causadoras da doença e, assim, elas não se alimentam e
morrem.
b) altera as informações genéticas das bactérias causadoras da doença, o que impede manutenção e
reprodução desses organismos.
c) dissolve as membranas das bactérias responsáveis pela doença, o que dificulta o transporte de nutrientes
e provoca a morte delas.
d) elimina os vírus causadores da doença, pois não conseguem obter as proteínas que seriam produzidas
pelas bactérias que parasitam.
e) interrompe a produção de proteína das bactérias causadoras da doença, o que impede sua multiplicação
pelo bloqueio de funções vitais.
Gabarito:
Resposta da questão 1:
[B]
As microvilosidades permitem que ocorra um aumento de superfície de contato para a absorção dos
nutrientes resultantes da digestão dos alimentos pelas paredes internas do intestino.
www.fabianobiologia.com.br
Página 6 de 7
Resposta da questão 2:
[D]
O uso da iontoforese diminui o efeito colateral dos medicamentos, pois permite que os mesmos permeiem
pelas membranas biológicas e alcancem a corrente sanguínea, sem passar pelo estômago. Não provoca
ferimentos na pele nem aumenta o risco de estresse nos pacientes e é eficaz tanto para medicamentos
constituídos de moléculas polares como de moléculas apolares.
Resposta da questão 3:
[C]
Seres humanos são constituídos por células diploides (2n). As células germinativas sofrem meiose e dão
origem a gametas haploides (n). Após a fecundação surge um zigoto diploide (2n) que através de
sucessivas mitoses dará origem a um novo organismo adulto diploide (2n).
Resposta da questão 4:
[A]
Uma vacina contra HIV (vírus da imunodeficiência adquirida), assim como qualquer outra vacina, conteria
antígenos atenuados e induziria o sistema imunológico a produzir anticorpos específicos que protegeria o
organismo contra a contaminação viral.
Resposta da questão 5:
[A]
O ácido desoxirribonucleico (DNA), ocorrente em todos os seres vivos, é formado por sequências
nucleotídicas compostas por fosfato, açúcar desoxirriboses e quatro tipos de bases nitrogenadas: adenina,
timina, guanina e citosina.
Resposta da questão 6:
[E]
As vitaminas A, D, E e K são lipossolúveis, isto é, ocorrem dissolvidas em lipídios e somente podem ser
absorvidas pela mucosa do trato digestório com eles.
Resposta da questão 7:
[D]
Após a secagem, a amostra de tecido passou de 200 mg para 80 mg, revelando que o teor hídrico do tecido
analisado era de 120 mg. Percebe-se que 120 mg correspondem a 60% de água. Logo, a amostra é de tecido
conjuntivo.
Resposta da questão 8:
[B]
www.fabianobiologia.com.br
Página 7 de 7
Os soros antiofídicos contêm anticorpos específicos que neutralizam os
antígenos presentes no veneno das cobras peçonhentas.
Resposta da questão 9:
[E]
O antibiótico em questão inibe a síntese de proteínas em bactérias patogênicas, causando sua morte e,
consequentemente, diminuindo os danos causados aos seus hospedeiros.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COCAV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
emanuel
 
Av1 de biologia,química e física
Av1 de biologia,química e física Av1 de biologia,química e física
Av1 de biologia,química e física
emanuel
 
Biologia citologia exercicios
Biologia citologia exerciciosBiologia citologia exercicios
Treinamento Bahiana - 2ª etapa
Treinamento Bahiana -  2ª etapaTreinamento Bahiana -  2ª etapa
Treinamento Bahiana - 2ª etapa
emanuel
 
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOSVESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
Isaquel Silva
 
Avaliação mensal - 1o ANO
Avaliação mensal - 1o ANOAvaliação mensal - 1o ANO
Avaliação mensal - 1o ANO
Eldon Clayton
 
Treinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicosTreinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicos
emanuel
 
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
Ionara Urrutia Moura
 
Treinamento Consultec - introdução citologia
Treinamento Consultec - introdução citologiaTreinamento Consultec - introdução citologia
Treinamento Consultec - introdução citologia
emanuel
 
Treinamento Super Med - sangue
Treinamento Super Med - sangueTreinamento Super Med - sangue
Treinamento Super Med - sangue
emanuel
 
Lista de Exercícios III
Lista de Exercícios IIILista de Exercícios III
Lista de Exercícios III
Carlos Priante
 
Treinamento aberto II - Bahiana de medicina
Treinamento aberto II - Bahiana de medicinaTreinamento aberto II - Bahiana de medicina
Treinamento aberto II - Bahiana de medicina
emanuel
 
Treinamento Sangue
Treinamento SangueTreinamento Sangue
Treinamento Sangue
emanuel
 
Exercícios de biologia vespertino com gabarito
Exercícios de biologia   vespertino com gabaritoExercícios de biologia   vespertino com gabarito
Exercícios de biologia vespertino com gabarito
Cacu-o (Cursinho Alternativo Campus Unesp Ourinhos)
 
Exercícios iniciais
Exercícios   iniciaisExercícios   iniciais
Exercícios iniciais
EdivandaGambin
 
Exercicios organelas
Exercicios organelas Exercicios organelas
Exercicios organelas
Juliana Pedro
 
T.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIAT.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIA
Joselito Oliveira Neto
 
Lista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelasLista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelas
Ionara Urrutia Moura
 
Archaea
ArchaeaArchaea
Archaea
emanuel
 
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
educafro
 

Mais procurados (20)

AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COCAV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
AV1 de ciências humanas e naturais - Colégio Sartre COC
 
Av1 de biologia,química e física
Av1 de biologia,química e física Av1 de biologia,química e física
Av1 de biologia,química e física
 
Biologia citologia exercicios
Biologia citologia exerciciosBiologia citologia exercicios
Biologia citologia exercicios
 
Treinamento Bahiana - 2ª etapa
Treinamento Bahiana -  2ª etapaTreinamento Bahiana -  2ª etapa
Treinamento Bahiana - 2ª etapa
 
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOSVESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
VESTIBULAR UFPE 2014 - PROVA DE BIOLOGIA - TODOS OS TIPOS
 
Avaliação mensal - 1o ANO
Avaliação mensal - 1o ANOAvaliação mensal - 1o ANO
Avaliação mensal - 1o ANO
 
Treinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicosTreinamento ácidos nucléicos
Treinamento ácidos nucléicos
 
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes1° S            Exercícios  Estrutura celular e transportes
1° S Exercícios Estrutura celular e transportes
 
Treinamento Consultec - introdução citologia
Treinamento Consultec - introdução citologiaTreinamento Consultec - introdução citologia
Treinamento Consultec - introdução citologia
 
Treinamento Super Med - sangue
Treinamento Super Med - sangueTreinamento Super Med - sangue
Treinamento Super Med - sangue
 
Lista de Exercícios III
Lista de Exercícios IIILista de Exercícios III
Lista de Exercícios III
 
Treinamento aberto II - Bahiana de medicina
Treinamento aberto II - Bahiana de medicinaTreinamento aberto II - Bahiana de medicina
Treinamento aberto II - Bahiana de medicina
 
Treinamento Sangue
Treinamento SangueTreinamento Sangue
Treinamento Sangue
 
Exercícios de biologia vespertino com gabarito
Exercícios de biologia   vespertino com gabaritoExercícios de biologia   vespertino com gabarito
Exercícios de biologia vespertino com gabarito
 
Exercícios iniciais
Exercícios   iniciaisExercícios   iniciais
Exercícios iniciais
 
Exercicios organelas
Exercicios organelas Exercicios organelas
Exercicios organelas
 
T.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIAT.D CITOLOGIA
T.D CITOLOGIA
 
Lista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelasLista sobre citoplasma e organelas
Lista sobre citoplasma e organelas
 
Archaea
ArchaeaArchaea
Archaea
 
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
Lista organelas citoplamasticas_(biologia)[1]
 

Destaque

Quiz Citologia
Quiz CitologiaQuiz Citologia
Exercicios citologia blog
Exercicios citologia blogExercicios citologia blog
Exercicios citologia blog
Sheila Vieira
 
Membrana Plasmatica
Membrana PlasmaticaMembrana Plasmatica
Membrana Plasmatica
BIOGERALDO
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
Amarildo César
 
Apostila - Biologia Celular
Apostila - Biologia CelularApostila - Biologia Celular
Apostila - Biologia Celular
netoalvirubro
 
Exercícios sobre membrana e transportes osmose animal e vegetal
Exercícios sobre membrana e transportes  osmose animal e vegetal Exercícios sobre membrana e transportes  osmose animal e vegetal
Exercícios sobre membrana e transportes osmose animal e vegetal
Grupo UNIASSELVI
 
C1 curso b_prof_biologia
C1 curso b_prof_biologiaC1 curso b_prof_biologia
C1 curso b_prof_biologia
Evandro Pereira
 
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
Flávia Oliveira
 
Fibrose cística
Fibrose císticaFibrose cística
Fibrose cística
Maria Lídia
 
Bio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostosBio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostos
Alice MLK
 
Organelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_efOrganelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_ef
Dalu Barreto
 
Citologia 8º ano a
Citologia   8º  ano aCitologia   8º  ano a
Citologia 8º ano a
Roseny90
 
Apostila Citologia 9 Ano Prof Luca
Apostila Citologia 9 Ano   Prof  LucaApostila Citologia 9 Ano   Prof  Luca
Apostila Citologia 9 Ano Prof Luca
Luis carlos de Luna
 
UFT 2010 objetiva
 UFT 2010 objetiva UFT 2010 objetiva
UFT 2010 objetiva
cursohistoria
 
Exercícios de fixação envoltórios
Exercícios de fixação   envoltóriosExercícios de fixação   envoltórios
Exercícios de fixação envoltórios
Nichollas Gomes
 
Mitocôndrias
MitocôndriasMitocôndrias
Mitocôndrias
BIOGERALDO
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
Angela Santos
 
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e ArtesRevisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
ma.no.el.ne.ves
 
Blocos econômicos
Blocos  econômicosBlocos  econômicos
Blocos econômicos
flaviocosac
 
Mitocondria
MitocondriaMitocondria
Mitocondria
James Mccloud
 

Destaque (20)

Quiz Citologia
Quiz CitologiaQuiz Citologia
Quiz Citologia
 
Exercicios citologia blog
Exercicios citologia blogExercicios citologia blog
Exercicios citologia blog
 
Membrana Plasmatica
Membrana PlasmaticaMembrana Plasmatica
Membrana Plasmatica
 
Aula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introduçãoAula 1 citologia - introdução
Aula 1 citologia - introdução
 
Apostila - Biologia Celular
Apostila - Biologia CelularApostila - Biologia Celular
Apostila - Biologia Celular
 
Exercícios sobre membrana e transportes osmose animal e vegetal
Exercícios sobre membrana e transportes  osmose animal e vegetal Exercícios sobre membrana e transportes  osmose animal e vegetal
Exercícios sobre membrana e transportes osmose animal e vegetal
 
C1 curso b_prof_biologia
C1 curso b_prof_biologiaC1 curso b_prof_biologia
C1 curso b_prof_biologia
 
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
45865588 nucleo-e-divisao-exercicios
 
Fibrose cística
Fibrose císticaFibrose cística
Fibrose cística
 
Bio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostosBio01 livro-propostos
Bio01 livro-propostos
 
Organelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_efOrganelas eucariontes fij_ef
Organelas eucariontes fij_ef
 
Citologia 8º ano a
Citologia   8º  ano aCitologia   8º  ano a
Citologia 8º ano a
 
Apostila Citologia 9 Ano Prof Luca
Apostila Citologia 9 Ano   Prof  LucaApostila Citologia 9 Ano   Prof  Luca
Apostila Citologia 9 Ano Prof Luca
 
UFT 2010 objetiva
 UFT 2010 objetiva UFT 2010 objetiva
UFT 2010 objetiva
 
Exercícios de fixação envoltórios
Exercícios de fixação   envoltóriosExercícios de fixação   envoltórios
Exercícios de fixação envoltórios
 
Mitocôndrias
MitocôndriasMitocôndrias
Mitocôndrias
 
Blocos Econômicos
Blocos EconômicosBlocos Econômicos
Blocos Econômicos
 
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e ArtesRevisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
Revisional de Linguagens para o ENEM-2016: Literatura e Artes
 
Blocos econômicos
Blocos  econômicosBlocos  econômicos
Blocos econômicos
 
Mitocondria
MitocondriaMitocondria
Mitocondria
 

Semelhante a 1 questao enem-citologia

Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdfBiologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
TulioAugustoCavalhae
 
Biologia enem-questoes-por-assunto
Biologia enem-questoes-por-assuntoBiologia enem-questoes-por-assunto
Biologia enem-questoes-por-assunto
raphahendrigo13
 
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_finalEm atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Atividades Diversas Cláudia
 
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7ºProva de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
Maria dos Passos Durães Moreira
 
Revisão bahiana 2
Revisão bahiana 2Revisão bahiana 2
Revisão bahiana 2
bioemanuel
 
Exercícios de genética projeto medicina
Exercícios de genética projeto medicinaExercícios de genética projeto medicina
Exercícios de genética projeto medicina
Caio Augusto
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
sandranascimento
 
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptxENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
UEDSONFELIXRODRIGUES
 
Simulado 2 ciências
Simulado 2 ciênciasSimulado 2 ciências
Treinamento - Monera e vírus super super med
Treinamento - Monera e vírus super super medTreinamento - Monera e vírus super super med
Treinamento - Monera e vírus super super med
emanuel
 
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondida
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondidaPrv b 1 ta 1bim_2012_respondida
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondida
CotucaAmbiental
 
Enem2013
Enem2013Enem2013
Enem2013
danatiele
 
Biologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdrianoBiologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdriano
Pré-Enem Seduc
 
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadasLista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
James Martins
 
Teste 1 - Professor Mario
Teste 1 - Professor MarioTeste 1 - Professor Mario
Teste 1 - Professor Mario
Viviane Catarina
 
1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos  1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos
Ionara Urrutia Moura
 
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidadeAV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
emanuel
 
OBB_354445952.pdf
OBB_354445952.pdfOBB_354445952.pdf
OBB_354445952.pdf
Daniel Emanoel Torres
 
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
Regina Silva
 
reino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdfreino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdf
PATRICIAPAZ46
 

Semelhante a 1 questao enem-citologia (20)

Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdfBiologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
Biologia-ENEM-Questoes-por-assunto.pdf
 
Biologia enem-questoes-por-assunto
Biologia enem-questoes-por-assuntoBiologia enem-questoes-por-assunto
Biologia enem-questoes-por-assunto
 
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_finalEm atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
Em atual ciencias_da_natureza_e_suas_tecnologias_final
 
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7ºProva de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
Prova de recuperação ciências da natureza 9º p6º 7º
 
Revisão bahiana 2
Revisão bahiana 2Revisão bahiana 2
Revisão bahiana 2
 
Exercícios de genética projeto medicina
Exercícios de genética projeto medicinaExercícios de genética projeto medicina
Exercícios de genética projeto medicina
 
EXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMESEXERCÍCIOS DE EXAMES
EXERCÍCIOS DE EXAMES
 
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptxENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
ENEM FASCÍCULOSBIOLOGIA [Salvo automaticamente].pptx
 
Simulado 2 ciências
Simulado 2 ciênciasSimulado 2 ciências
Simulado 2 ciências
 
Treinamento - Monera e vírus super super med
Treinamento - Monera e vírus super super medTreinamento - Monera e vírus super super med
Treinamento - Monera e vírus super super med
 
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondida
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondidaPrv b 1 ta 1bim_2012_respondida
Prv b 1 ta 1bim_2012_respondida
 
Enem2013
Enem2013Enem2013
Enem2013
 
Biologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdrianoBiologia ThárcioAdriano
Biologia ThárcioAdriano
 
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadasLista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
Lista de exercícios - 3º bim - 3º ano - prof james - com respostas esperadas
 
Teste 1 - Professor Mario
Teste 1 - Professor MarioTeste 1 - Professor Mario
Teste 1 - Professor Mario
 
1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos  1S_ Questoes ac nucleicos
1S_ Questoes ac nucleicos
 
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidadeAV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
AV2 - ciências humanas e naturais - I unidade
 
OBB_354445952.pdf
OBB_354445952.pdfOBB_354445952.pdf
OBB_354445952.pdf
 
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
1.vírus e bactérias + ecossistemas biosfera
 
reino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdfreino.monera.exercicio.pdf
reino.monera.exercicio.pdf
 

1 questao enem-citologia

  • 1. www.fabianobiologia.com.br Página 1 de 7 CITOLOGIA 1. (Enem 2010) Para explicar a absorção de nutrientes, bem como a função das microvilosidades das membranas das células que revestem as paredes internas do intestino delgado, um estudante realizou o seguinte experimento: Colocou 200 mℓ de água em dois recipientes. No primeiro recipiente, mergulhou, por 5 segundos, um pedaço de papel liso, como na FIGURA 1; no segundo recipiente, fez o mesmo com um pedaço de papel com dobras simulando as microvilosidades, conforme FIGURA 2. Os dados obtidos foram: a quantidade de água absorvida pelo papel liso foi de 8 mℓ, enquanto pelo papel dobrado foi de 12 mℓ. Com base nos dados obtidos, infere-se que a função das microvilosidades intestinais com relação à absorção de nutrientes pelas células das paredes internas do intestino é a de a) manter o volume de absorção. b) aumentar a superfície de absorção. c) diminuir a velocidade de absorção. d) aumentar o tempo de absorção. e) manter a seletividade na absorção. 2. (Enem 2009) Um medicamento, após ser ingerido, atinge a corrente sanguínea e espalha-se pelo organismo, mas, como suas moléculas “não sabem” onde é que está o problema, podem atuar em locais diferentes do local “alvo” e desencadear efeitos além daqueles desejados. Não seria perfeito se as moléculas dos medicamentos soubessem exatamente onde está o problema e fossem apenas até aquele local exercer sua ação? A técnica conhecida como iontoforese, indolor e não invasiva, promete isso. Como mostram as figuras, essa nova técnica baseia-se na aplicação de uma corrente elétrica de baixa intensidade sobre a pele do paciente, permitindo que fármacos permeiem membranas biológicas e alcancem a corrente sanguínea, sem passar pelo estômago. Muitos pacientes relatam apenas um formigamento no local de aplicação. O objetivo da corrente elétrica é formar poros que permitam a passagem do fármaco de interesse. A corrente elétrica é distribuída por eletrodos, positivo e negativo, por meio de uma solução aplicada sobre a pele. Se a molécula do medicamento tiver carga elétrica positiva ou negativa, ao entrar em contato com o eletrodo de carga de mesmo sinal, ela será repelida e forçada a entrar na pele (eletrorrepulsão - A). Se for neutra, a molécula será forçada a entrar na pele juntamente com o fluxo de solvente fisiológico que se forma entre os eletrodos (eletrosmose - B).
  • 2. www.fabianobiologia.com.br Página 2 de 7 De acordo com as informações contidas no texto e nas figuras, o uso da iontoforese a) provoca ferimento na pele do paciente ao serem introduzidos os eletrodos, rompendo o epitélio. b) aumenta o risco de estresse nos pacientes, causado pela aplicação da corrente elétrica. c) inibe o mecanismo de ação dos medicamentos no tecido-alvo, pois estes passam a entrar por meio da pele. d) diminui o efeito colateral dos medicamentos, se comparados com aqueles em que a ingestão se faz por via oral. e) deve ser eficaz para medicamentos constituídos de moléculas polares e ineficaz, se essas forem apolares. 3. (Enem 2009) Os seres vivos apresentam diferentes ciclos de vida, caracterizados pelas fases nas quais gametas são produzidos e pelos processos reprodutivos que resultam na geração de novos indivíduos. Considerando-se um modelo simplificado padrão para geração de indivíduos viáveis, a alternativa que corresponde ao observado em seres humanos é: a) b)
  • 3. www.fabianobiologia.com.br Página 3 de 7 c) d) e) 4. (Enem 2009) Estima-se que haja atualmente no mundo 40 milhões de pessoas infectadas pelo HIV (o vírus que causa a AIDS), sendo que as taxas de novas infecções continuam crescendo, principalmente na África, Ásia e Rússia. Nesse cenário de pandemia, uma vacina contra o HIV teria imenso impacto, pois salvaria milhões de vidas. Certamente seria um marco na história planetária e também uma esperança para as populações carentes de tratamento antiviral e de acompanhamento médico. TANURI, A.; FERREIRA JUNIOR, O. C. Vacina contra Aids: desafios e esperanças. Ciência Hoje (44) 26, 2009 (adaptado). Uma vacina eficiente contra o HIV deveria a) induzir a imunidade, para proteger o organismo da contaminação viral. b) ser capaz de alterar o genoma do organismo portador, induzindo a síntese de enzimas protetoras. c) produzir antígenos capazes de se ligarem ao vírus, impedindo que este entre nas células do organismo humano. d) ser amplamente aplicada em animais, visto que esses são os principais transmissores do vírus para os seres humanos. e) estimular a imunidade, minimizando a transmissão do vírus por gotículas de saliva.
  • 4. www.fabianobiologia.com.br Página 4 de 7 5. (Enem 2005) Um fabricante afirma que um produto disponível comercialmente possui DNA vegetal, elemento que proporcionaria melhor hidratação dos cabelos. Sobre as características químicas dessa molécula essencial à vida, é correto afirmar que o DNA a) de qualquer espécie serviria, já que têm a mesma composição. b) de origem vegetal é diferente quimicamente dos demais, pois possui clorofila. c) das bactérias poderia causar mutações no couro cabeludo. d) dos animais encontra-se sempre enovelado e é de difícil absorção. e) de características básicas assegura sua eficiência hidratante. 6. (Enem 2005) A obesidade, que nos países desenvolvidos já é tratada como epidemia, começa a preocupar especialistas no Brasil. Os últimos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares, realizada entre 2002 e 2003 pelo IBGE, mostram que 40,6% da população brasileira estão acima do peso, ou seja, 38,8 milhões de adultos. Desse total, 10,5 milhões são considerados obesos. Várias são as dietas e os remédios que prometem um emagrecimento rápido e sem riscos. Há alguns anos foi lançado no mercado brasileiro um remédio de ação diferente dos demais, pois inibe a ação das lipases, enzimas que aceleram a reação de quebra de gorduras. Sem serem quebradas elas não são absorvidas pelo intestino, e parte das gorduras ingeridas é eliminada com as fezes. Como os lipídios são altamente energéticos, a pessoa tende a emagrecer. No entanto, esse remédio apresenta algumas contra-indicações, pois a gordura não absorvida lubrifica o intestino, causando desagradáveis diarreias. Além do mais, podem ocorrer casos de baixa absorção de vitaminas lipossolúveis, como as A, D, E e K, pois a) essas vitaminas, por serem mais energéticas que as demais, precisam de lipídios para sua absorção. b) a ausência dos lipídios torna a absorção dessas vitaminas desnecessária. c) essas vitaminas reagem com o remédio, transformando-se em outras vitaminas. d) as lipases também desdobram as vitaminas para que essas sejam absorvidas. e) essas vitaminas se dissolvem nos lipídios e só são absorvidas junto com eles. 7. (Enem 2005) A água é um dos componentes mais importantes das células. A tabela a seguir mostra como a quantidade de água varia em seres humanos, dependendo do tipo de célula. Em média, a água corresponde a 70% da composição química de um indivíduo normal. Tipo de célula Quantidade de água Tecido nervoso – substância cinzenta 85% Tecido nervoso – substância branca 70% Medula óssea 75% Tecido conjuntivo 60%
  • 5. www.fabianobiologia.com.br Página 5 de 7 Tecido adiposo 15% Hemácias 65% Ossos sem medula 20% Durante uma biópsia, foi isolada uma amostra de tecido para análise em um laboratório. Enquanto intacta, essa amostra pesava 200 mg. Após secagem em estufa, quando se retirou toda a água do tecido, a amostra passou a pesar 80 mg. Baseado na tabela, pode-se afirmar que essa é uma amostra de a) tecido nervoso - substância cinzenta. b) tecido nervoso - substância branca. c) hemácias. d) tecido conjuntivo. e) tecido adiposo. 8. (Enem 2003) Quando o corpo humano é invadido por elementos estranhos, o sistema imunológico reage. No entanto, muitas vezes o ataque é tão rápido que pode levar a pessoa à morte. A vacinação permite ao organismo preparar sua defesa com antecedência. Mas, se existe suspeita de mal já instalado, é recomendável o uso do soro, que combate de imediato os elementos estranhos, enquanto o sistema imunológico se mobiliza para entrar em ação. Considerando essas informações, o soro específico deve ser usado quando a) um idoso deseja se proteger contra gripe. b) uma criança for picada por cobra peçonhenta. c) um bebê deve ser imunizado contra poliomielite. d) uma cidade quer prevenir uma epidemia de sarampo. e) uma pessoa vai viajar para região onde existe febre amarela. 9. (Enem 2003) Na embalagem de um antibiótico, encontra-se uma bula que, entre outras informações, explica a ação do remédio do seguinte modo: O medicamento atua por inibição da síntese proteica bacteriana. Essa afirmação permite concluir que o antibiótico a) impede a fotossíntese realizada pelas bactérias causadoras da doença e, assim, elas não se alimentam e morrem. b) altera as informações genéticas das bactérias causadoras da doença, o que impede manutenção e reprodução desses organismos. c) dissolve as membranas das bactérias responsáveis pela doença, o que dificulta o transporte de nutrientes e provoca a morte delas. d) elimina os vírus causadores da doença, pois não conseguem obter as proteínas que seriam produzidas pelas bactérias que parasitam. e) interrompe a produção de proteína das bactérias causadoras da doença, o que impede sua multiplicação pelo bloqueio de funções vitais. Gabarito: Resposta da questão 1: [B] As microvilosidades permitem que ocorra um aumento de superfície de contato para a absorção dos nutrientes resultantes da digestão dos alimentos pelas paredes internas do intestino.
  • 6. www.fabianobiologia.com.br Página 6 de 7 Resposta da questão 2: [D] O uso da iontoforese diminui o efeito colateral dos medicamentos, pois permite que os mesmos permeiem pelas membranas biológicas e alcancem a corrente sanguínea, sem passar pelo estômago. Não provoca ferimentos na pele nem aumenta o risco de estresse nos pacientes e é eficaz tanto para medicamentos constituídos de moléculas polares como de moléculas apolares. Resposta da questão 3: [C] Seres humanos são constituídos por células diploides (2n). As células germinativas sofrem meiose e dão origem a gametas haploides (n). Após a fecundação surge um zigoto diploide (2n) que através de sucessivas mitoses dará origem a um novo organismo adulto diploide (2n). Resposta da questão 4: [A] Uma vacina contra HIV (vírus da imunodeficiência adquirida), assim como qualquer outra vacina, conteria antígenos atenuados e induziria o sistema imunológico a produzir anticorpos específicos que protegeria o organismo contra a contaminação viral. Resposta da questão 5: [A] O ácido desoxirribonucleico (DNA), ocorrente em todos os seres vivos, é formado por sequências nucleotídicas compostas por fosfato, açúcar desoxirriboses e quatro tipos de bases nitrogenadas: adenina, timina, guanina e citosina. Resposta da questão 6: [E] As vitaminas A, D, E e K são lipossolúveis, isto é, ocorrem dissolvidas em lipídios e somente podem ser absorvidas pela mucosa do trato digestório com eles. Resposta da questão 7: [D] Após a secagem, a amostra de tecido passou de 200 mg para 80 mg, revelando que o teor hídrico do tecido analisado era de 120 mg. Percebe-se que 120 mg correspondem a 60% de água. Logo, a amostra é de tecido conjuntivo. Resposta da questão 8: [B]
  • 7. www.fabianobiologia.com.br Página 7 de 7 Os soros antiofídicos contêm anticorpos específicos que neutralizam os antígenos presentes no veneno das cobras peçonhentas. Resposta da questão 9: [E] O antibiótico em questão inibe a síntese de proteínas em bactérias patogênicas, causando sua morte e, consequentemente, diminuindo os danos causados aos seus hospedeiros.