SlideShare uma empresa Scribd logo
1º ENCONTRO DE COORDENADORES
PEDAGÓGICOS DE SEROPÉDICA 2013
EQUIPE PEDAGÓGICA
S.M.E.C.E.
FUNÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO
(REGIMENTO ESCOLAR)
 Seção IV – DA COORDENAÇÃO ESCOLAR:
 Art. 26- as atividades do Coordenador Escolar são
exercidas por profissionais devidamente
habilitados, concursados ou enquadrados na
legislação vigente.
 Art. 27- o Coordenador Pedagógico é responsável
pelo trabalho técnico-pedagógico relacionado
ao estabelecimento de ensino, atuando como
elemento de ligação entre a secretaria de
educação e a escola.
ART. 28- AO COORDENADOR ESCOLAR
COMPETE:
 I- planejar e coordenar, junto com toda a equipe
técnico-administrativa-pedagógica, o conselho de
classe e reuniões pedagógicas, objetivando a
avaliação e tomadas de decisões relativas ao
processo pedagógico;
 II – analisar, junto com toda a equipe técnico-
administrativa-pedagógica, a situação de alunos
egressos de outros estabelecimentos e/ou outros
sistemas de ensino, visando à sua adaptação à
série em que sejam matriculados ou pleiteiam a
matrícula;
 III – articular e acompanhara elaboração de atividades
referentes ao regime de progressão parcial, junto com
toda a equipe técnico-administrativa-pedagógica e aos
professores de sua unidade escolar.
 IV – analisar e acompanhar, de forma articulada com
os demais membros da equipe técnico-administrativa-
pedagógica, a execução das estratégias a serem
utilizadas pelos professores nos estudos de
recuperação e progressão parcial;
 V- orientar e acompanhar os processos de classificação
e reclassificação de alunos no ensino fundamental;
 VI – avaliar continuamente o processo de ensino-
aprendizagem vistoriando e assinando os relatórios de
avaliação e encaminhando, sempre que necessário, o
resultado a direção da escola com vistas à reavaliação e
tomada de decisão pela mesma.
AVISOS IMPORTANTES:
Planos de aula:
Sempre atualizados;
Evitar rasuras e atenção aos erros
de ortográficos.
Atenção aos prazos!
Projetos semestrais:
São para serem trabalhados durante
todo o semestre.
Temas transversais:
P.C.N.
D.C.N. para o ensino
fundamental
Deverão ser trabalhados de duas a
três vezes por semana.
INTERDISCIPLINARIDADE: O QUE
É?COMO FAZER? ;
CONTEXTUALIZAÇÃO: O QUE É? COMO
FAZER?
 Segundo orientação do Ministério da Educação
(MEC), está estruturado sobre os eixos da
interdisciplinaridade e da contextualização,
sendo que esta última vai exigir que “todo
conhecimento tenha como ponto de partida a
experiência do estudante, o contexto onde está
inserido e onde ele vai atuar como trabalhador,
cidadão, um agente ativo de sua comunidade”.
 A contextualização também pode ser
entendida como um tipo de
interdisciplinaridade, na medida em que
aponta para o tratamento de certos conteúdos
como contexto de outros.
 A idéia da contextualização requer a intervenção
ao estudante em todo o processo de
aprendizagem, fazendo as conexões entre os
conhecimentos. De acordo com o MEC, “esse
aluno que estará na vanguarda não será nunca
um expectador, um acumulador de
conhecimentos, mas um agente transformador de
si mesmo e do mundo”.
 Trabalhando contextos que tenham significado
para o aluno e possam mobilizá-lo a aprender,
num processo ativo, em que ele é protagonista,
acredita-se que o aluno tenha um envolvimento
não só intelectual mas também afetivo. Isso, de
acordo com o novo currículo, seria educar para a
vida.
FONTE: www.educabrasil.com.br
LIVROS DIDÁTICOS:
 DEVEM SER USADOS DIARIAMENTE;
 NÃO É NECESSÁRIO COPIAR TEXTOS E
EXERCÍCIOS NOS PLANOS DE AULA E NO
CADERNO DO ALUNO;
 AQUELAS UNIDADES QUE AINDA NÃO
RECEBERAM OS LIVROS, DEVERÃO ENTRAR
EM CONTATO COM A S.M.E.C.E., VIA
OFÍCIO;
 NÃO PODE ESCREVER NO LIVRO
DIDÁTICO,
Pois o livro é parte do programa (PNLD) e será
usado por 3 anos nas unidades escolares.
RECUPERAÇÃO PARALELA:
Recuperação paralela: art. 24, inciso
IV, alínea e:
“Obrigatoriedade de estudos de
recuperação, de preferência paralelos
ao período letivo, para os casos de
baixo rendimento escolar, a serem
disciplinados pelas instituições de
ensino em seus regimentos”;
(L.D.B.N. 9394/96);
I.D.E.B.
 OS SIMULADOS DEVEM SER APLICADOS
CONSTANTEMENTE;
 AS AVALIAÇÕES BIMESTRAIS DEVEM SER
FEITAS, PREFERENCIALMENTE, COM
CARTÃO RESPOSTA;
 A PROVA BRASIL É UMA PROPOSTA
CONTEXTUALIZADA FOCADA NOS
DESCRITORES.
 NOSSA META para 2013: É 5.0
 OS DESCRITORES, BEM COMO AS
SUGESTÕES RELACIONADAS AOS MESMOS ,
JÁ ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS NO BLOG
DO 4º E 5º ANO.
 Será disponibilizado pela S.M.E.C.E. um
SIMULADÃO para todas as escolas, deverá
ser aplicado na semana de 12 a 16 de agosto
 OBSERVAÇÃO:
 TODOS OS SIMULADOS, TESTES, PROVAS,
TRABALHOS, ENTRE OUTROS, DEVEM
SER REVISADOS PELO COORDENADOR
ANTES DE SEREM APLICADOS AOS
ALUNOS
 MENSAGEM FINAL
 AGRADECIMENTOS
 Coordenadoras do 4º e 5º ano:
 Maria Aparecida, Marinete Santana e Taynara
Souto

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

5a Jornada Plano De Acao
5a Jornada Plano De Acao5a Jornada Plano De Acao
5a Jornada Plano De Acao
Solange Duarte
 
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
Bruna Pelissari
 
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO EscolarC:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
Júlio César Rocha
 
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
BibliotecaEscolarJoseFanha
 
Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011
dencia999
 
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
Selma Coimbra
 
Plano de Atividades de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
Plano de Atividades  de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre Plano de Atividades  de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
Plano de Atividades de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
Caique Fernando Silva Fistarol
 
Reunião diretores 27 09
Reunião diretores 27 09Reunião diretores 27 09
Reunião diretores 27 09
Dinael Aparecido Pena Pena
 
Pnaic caderno de_apresentacao
Pnaic caderno de_apresentacaoPnaic caderno de_apresentacao
Pnaic caderno de_apresentacao
Claudio Pessoa
 
Projeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anualProjeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anual
dayse
 
1.educador de apoio 2012
1.educador de apoio 20121.educador de apoio 2012
1.educador de apoio 2012
elannialins
 
Projeto para Formação continuada na escola 2016
Projeto para Formação continuada na escola 2016 Projeto para Formação continuada na escola 2016
Projeto para Formação continuada na escola 2016
Maria Cecilia Silva
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
GERALDOGOMESDEBARROS
 
Plano de Ação Pedagogo
Plano de Ação PedagogoPlano de Ação Pedagogo
Plano de Ação Pedagogo
CÉSAR TAVARES
 
Capacitação PIP Geografia abr 2012
Capacitação PIP Geografia abr 2012Capacitação PIP Geografia abr 2012
Capacitação PIP Geografia abr 2012
Eliana Zati
 
Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade
Ítalo Bruno Dourado
 
Devolutiva da avaliação institucional 2015
Devolutiva da avaliação institucional 2015Devolutiva da avaliação institucional 2015
Devolutiva da avaliação institucional 2015
Rosemary Batista
 
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosasSemana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Augusto Bertotto
 
Plano pedagogo 2014
Plano pedagogo 2014Plano pedagogo 2014
Plano pedagogo 2014
Polivalente Linhares
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
Magda Marques
 

Mais procurados (20)

5a Jornada Plano De Acao
5a Jornada Plano De Acao5a Jornada Plano De Acao
5a Jornada Plano De Acao
 
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
1 a organização do tempo pedagógico no trabalho docente
 
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO EscolarC:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
C:\Documents And Settings\Genyjl\Desktop\Proposta SupervisãO Escolar
 
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
Plano de Ação do Quadriénio 2009-2013
 
Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011Plano coordenção 2011
Plano coordenção 2011
 
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
143313395 plano-de-intervencao-pedagogica-2012
 
Plano de Atividades de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
Plano de Atividades  de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre Plano de Atividades  de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
Plano de Atividades de Letramento: Linguagens - 1º Trimestre
 
Reunião diretores 27 09
Reunião diretores 27 09Reunião diretores 27 09
Reunião diretores 27 09
 
Pnaic caderno de_apresentacao
Pnaic caderno de_apresentacaoPnaic caderno de_apresentacao
Pnaic caderno de_apresentacao
 
Projeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anualProjeto pedagógico anual
Projeto pedagógico anual
 
1.educador de apoio 2012
1.educador de apoio 20121.educador de apoio 2012
1.educador de apoio 2012
 
Projeto para Formação continuada na escola 2016
Projeto para Formação continuada na escola 2016 Projeto para Formação continuada na escola 2016
Projeto para Formação continuada na escola 2016
 
Plano de ação 2011
Plano de ação 2011Plano de ação 2011
Plano de ação 2011
 
Plano de Ação Pedagogo
Plano de Ação PedagogoPlano de Ação Pedagogo
Plano de Ação Pedagogo
 
Capacitação PIP Geografia abr 2012
Capacitação PIP Geografia abr 2012Capacitação PIP Geografia abr 2012
Capacitação PIP Geografia abr 2012
 
Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade Plano de ação 2ª unidade
Plano de ação 2ª unidade
 
Devolutiva da avaliação institucional 2015
Devolutiva da avaliação institucional 2015Devolutiva da avaliação institucional 2015
Devolutiva da avaliação institucional 2015
 
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosasSemana pedagógica: 13 dicas valiosas
Semana pedagógica: 13 dicas valiosas
 
Plano pedagogo 2014
Plano pedagogo 2014Plano pedagogo 2014
Plano pedagogo 2014
 
Organização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógicoOrganização do trabalho pedagógico
Organização do trabalho pedagógico
 

Destaque

1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores
Rosemary Batista
 
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinarO que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
Seduc MT
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
miesbella
 
1 power~1
1 power~11 power~1
Letra uber
Letra uberLetra uber
Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1
Andreá Perez Leinat
 
PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3
ElieneDias
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
Atividades Diversas Cláudia
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Silvânia Silveira
 
Proposta de jornada pedagógica 2011
Proposta de jornada pedagógica 2011Proposta de jornada pedagógica 2011
Proposta de jornada pedagógica 2011
Alfabeto Letramento
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
pdescola
 
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADORREFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
Saldoce Delícia
 
Dia de la mujer
Dia de la mujerDia de la mujer
Dia de la mujer
escuela5
 
Korn
KornKorn
Korn
bryantsg
 
Valueing our children's education survey results
Valueing our children's education survey resultsValueing our children's education survey results
Valueing our children's education survey results
Barrett Academy
 
Nuevo rating (BBB-) de la deuda española
Nuevo rating (BBB-) de la deuda españolaNuevo rating (BBB-) de la deuda española
Nuevo rating (BBB-) de la deuda española
ManfredNolte
 
Escuela de padres, segunda actividad
Escuela de padres, segunda actividadEscuela de padres, segunda actividad
Escuela de padres, segunda actividad
auladeapoyoiesf
 
Iago Bernardez Gomez Fin Del Mundo 260309
Iago Bernardez Gomez  Fin Del Mundo 260309Iago Bernardez Gomez  Fin Del Mundo 260309
Iago Bernardez Gomez Fin Del Mundo 260309
guest8d25ec
 
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 StepsHow to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
Terrific Type
 

Destaque (20)

1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores1ª reunião com os coordenadores
1ª reunião com os coordenadores
 
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinarO que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
O que é ser professor hoje? Breve reflexão acerca da arte de ensinar
 
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
Ano 2 pnaic 3º encontro blog2
 
1 power~1
1 power~11 power~1
1 power~1
 
Letra uber
Letra uberLetra uber
Letra uber
 
Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1Pacto nacional unidade 3 ano 1
Pacto nacional unidade 3 ano 1
 
PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3PNAIC - Ano 3 unidade 3
PNAIC - Ano 3 unidade 3
 
Planejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fundPlanejamento anual 2 ano fund
Planejamento anual 2 ano fund
 
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º anoSimulado com descritores PROEB português 5º ano
Simulado com descritores PROEB português 5º ano
 
Proposta de jornada pedagógica 2011
Proposta de jornada pedagógica 2011Proposta de jornada pedagógica 2011
Proposta de jornada pedagógica 2011
 
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli BorgesReunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
Reunião Pedagógica - E.M. Norma Sueli Borges
 
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADORREFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
REFLEXÃO - A IMPORTÂNCIA DE SER UM PROFESSOR - EDUCADOR
 
Doc1
Doc1Doc1
Doc1
 
Dia de la mujer
Dia de la mujerDia de la mujer
Dia de la mujer
 
Korn
KornKorn
Korn
 
Valueing our children's education survey results
Valueing our children's education survey resultsValueing our children's education survey results
Valueing our children's education survey results
 
Nuevo rating (BBB-) de la deuda española
Nuevo rating (BBB-) de la deuda españolaNuevo rating (BBB-) de la deuda española
Nuevo rating (BBB-) de la deuda española
 
Escuela de padres, segunda actividad
Escuela de padres, segunda actividadEscuela de padres, segunda actividad
Escuela de padres, segunda actividad
 
Iago Bernardez Gomez Fin Del Mundo 260309
Iago Bernardez Gomez  Fin Del Mundo 260309Iago Bernardez Gomez  Fin Del Mundo 260309
Iago Bernardez Gomez Fin Del Mundo 260309
 
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 StepsHow to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
How to Start a Corporate Philanthropy Initiative in 7 Steps
 

Semelhante a 1º encontro de coordenadores pedagógicos de seropédica 2013 m.

Resumo pc ns ensino médio
Resumo pc ns ensino médioResumo pc ns ensino médio
Resumo pc ns ensino médio
Marivaldo Lopes
 
Plano de Estudos
Plano de EstudosPlano de Estudos
Plano de Estudos
José Augusto Fiorin
 
3ciclo. (1)
3ciclo. (1)3ciclo. (1)
3ciclo. (1)
Socorro Barros
 
Ensino m+ëdio (1)
Ensino m+ëdio (1)Ensino m+ëdio (1)
Ensino m+ëdio (1)
afermartins
 
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
ProfessorPrincipiante
 
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucarUnid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
bucarbio
 
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucarUnid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
bucarbio
 
Plano de Estudos_final
Plano de Estudos_finalPlano de Estudos_final
Plano de Estudos_final
José Augusto Fiorin
 
Nilvânia Estagio 03.doc
Nilvânia Estagio 03.docNilvânia Estagio 03.doc
Nilvânia Estagio 03.doc
abenisiagouveiadasil2
 
Eja
EjaEja
Adaptação curricular de pequeno porte
Adaptação curricular de pequeno porteAdaptação curricular de pequeno porte
Adaptação curricular de pequeno porte
Solange Das Graças Seno
 
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porte
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porteAdaptacoes curriculares de_pequeno_porte
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porte
*Ü*PEDAGOARTE *Ü*
 
slides_organizacao_em_ciclos.pdf
slides_organizacao_em_ciclos.pdfslides_organizacao_em_ciclos.pdf
slides_organizacao_em_ciclos.pdf
Dani Malta
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
nigo1791
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
nigo1791
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
nigo1791
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
nigo1791
 
Orientacao educacional
Orientacao educacionalOrientacao educacional
Orientacao educacional
Kualo Kala
 
O estágio supervisionado na formação continuada docente
O estágio supervisionado na formação continuada docenteO estágio supervisionado na formação continuada docente
O estágio supervisionado na formação continuada docente
Eberson Luz
 
Pcn ensino médio
Pcn ensino médioPcn ensino médio
Pcn ensino médio
Denize Ribeiro Gonçalves
 

Semelhante a 1º encontro de coordenadores pedagógicos de seropédica 2013 m. (20)

Resumo pc ns ensino médio
Resumo pc ns ensino médioResumo pc ns ensino médio
Resumo pc ns ensino médio
 
Plano de Estudos
Plano de EstudosPlano de Estudos
Plano de Estudos
 
3ciclo. (1)
3ciclo. (1)3ciclo. (1)
3ciclo. (1)
 
Ensino m+ëdio (1)
Ensino m+ëdio (1)Ensino m+ëdio (1)
Ensino m+ëdio (1)
 
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
TÍTULO DO TRABALHO: O PAPEL DA ATIVIDADE DE ENSINO NA FORMAÇÃO INICIAL DE PRO...
 
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucarUnid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
 
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucarUnid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
Unid4 ativ3 conceitos_decurriculostic_silvaniabucar
 
Plano de Estudos_final
Plano de Estudos_finalPlano de Estudos_final
Plano de Estudos_final
 
Nilvânia Estagio 03.doc
Nilvânia Estagio 03.docNilvânia Estagio 03.doc
Nilvânia Estagio 03.doc
 
Eja
EjaEja
Eja
 
Adaptação curricular de pequeno porte
Adaptação curricular de pequeno porteAdaptação curricular de pequeno porte
Adaptação curricular de pequeno porte
 
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porte
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porteAdaptacoes curriculares de_pequeno_porte
Adaptacoes curriculares de_pequeno_porte
 
slides_organizacao_em_ciclos.pdf
slides_organizacao_em_ciclos.pdfslides_organizacao_em_ciclos.pdf
slides_organizacao_em_ciclos.pdf
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
 
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações6  lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
6 lei complementar nº 1 164 de 04 01-2012 - com as alterações
 
Orientacao educacional
Orientacao educacionalOrientacao educacional
Orientacao educacional
 
O estágio supervisionado na formação continuada docente
O estágio supervisionado na formação continuada docenteO estágio supervisionado na formação continuada docente
O estágio supervisionado na formação continuada docente
 
Pcn ensino médio
Pcn ensino médioPcn ensino médio
Pcn ensino médio
 

Mais de smece4e5

Conteúdos mínimos 2014
Conteúdos mínimos 2014Conteúdos mínimos 2014
Conteúdos mínimos 2014
smece4e5
 
Grafico simulado
Grafico   simuladoGrafico   simulado
Grafico simulado
smece4e5
 
Grafico simulado
Grafico   simuladoGrafico   simulado
Grafico simulado
smece4e5
 
Mat semestre 2013.2
Mat semestre 2013.2Mat semestre 2013.2
Mat semestre 2013.2
smece4e5
 
Sugestões l.p. semestre 2013.2
Sugestões l.p. semestre 2013.2Sugestões l.p. semestre 2013.2
Sugestões l.p. semestre 2013.2
smece4e5
 
Ciências semestre 2013
Ciências semestre 2013Ciências semestre 2013
Ciências semestre 2013
smece4e5
 
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
smece4e5
 
História 2013 3ºe 4º bim (5º ano)
História 2013   3ºe 4º bim (5º ano)História 2013   3ºe 4º bim (5º ano)
História 2013 3ºe 4º bim (5º ano)
smece4e5
 
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
História 2013   3º e 4º bim (4º ano)História 2013   3º e 4º bim (4º ano)
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
smece4e5
 
Simuladão 2013 ciencias
Simuladão 2013   cienciasSimuladão 2013   ciencias
Simuladão 2013 ciencias
smece4e5
 
Simuladão 2013 mat.
Simuladão 2013   mat.Simuladão 2013   mat.
Simuladão 2013 mat.
smece4e5
 
Simuladão 2013 l.port.
Simuladão 2013   l.port.Simuladão 2013   l.port.
Simuladão 2013 l.port.
smece4e5
 
Descritores prova brasil mat 2013
Descritores prova brasil mat 2013Descritores prova brasil mat 2013
Descritores prova brasil mat 2013
smece4e5
 
Descritores prova brasil l.port. 2013
Descritores prova brasil l.port. 2013Descritores prova brasil l.port. 2013
Descritores prova brasil l.port. 2013
smece4e5
 
Avalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5anoAvalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5ano
smece4e5
 
Avalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5anoAvalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5ano
smece4e5
 

Mais de smece4e5 (16)

Conteúdos mínimos 2014
Conteúdos mínimos 2014Conteúdos mínimos 2014
Conteúdos mínimos 2014
 
Grafico simulado
Grafico   simuladoGrafico   simulado
Grafico simulado
 
Grafico simulado
Grafico   simuladoGrafico   simulado
Grafico simulado
 
Mat semestre 2013.2
Mat semestre 2013.2Mat semestre 2013.2
Mat semestre 2013.2
 
Sugestões l.p. semestre 2013.2
Sugestões l.p. semestre 2013.2Sugestões l.p. semestre 2013.2
Sugestões l.p. semestre 2013.2
 
Ciências semestre 2013
Ciências semestre 2013Ciências semestre 2013
Ciências semestre 2013
 
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)Geografia 2013   3ºe 4º bim (4º ano)
Geografia 2013 3ºe 4º bim (4º ano)
 
História 2013 3ºe 4º bim (5º ano)
História 2013   3ºe 4º bim (5º ano)História 2013   3ºe 4º bim (5º ano)
História 2013 3ºe 4º bim (5º ano)
 
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
História 2013   3º e 4º bim (4º ano)História 2013   3º e 4º bim (4º ano)
História 2013 3º e 4º bim (4º ano)
 
Simuladão 2013 ciencias
Simuladão 2013   cienciasSimuladão 2013   ciencias
Simuladão 2013 ciencias
 
Simuladão 2013 mat.
Simuladão 2013   mat.Simuladão 2013   mat.
Simuladão 2013 mat.
 
Simuladão 2013 l.port.
Simuladão 2013   l.port.Simuladão 2013   l.port.
Simuladão 2013 l.port.
 
Descritores prova brasil mat 2013
Descritores prova brasil mat 2013Descritores prova brasil mat 2013
Descritores prova brasil mat 2013
 
Descritores prova brasil l.port. 2013
Descritores prova brasil l.port. 2013Descritores prova brasil l.port. 2013
Descritores prova brasil l.port. 2013
 
Avalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5anoAvalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5ano
 
Avalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5anoAvalia diagnose matemática_5ano
Avalia diagnose matemática_5ano
 

1º encontro de coordenadores pedagógicos de seropédica 2013 m.

  • 1. 1º ENCONTRO DE COORDENADORES PEDAGÓGICOS DE SEROPÉDICA 2013 EQUIPE PEDAGÓGICA S.M.E.C.E.
  • 2. FUNÇÃO DO COORDENADOR PEDAGÓGICO (REGIMENTO ESCOLAR)  Seção IV – DA COORDENAÇÃO ESCOLAR:  Art. 26- as atividades do Coordenador Escolar são exercidas por profissionais devidamente habilitados, concursados ou enquadrados na legislação vigente.  Art. 27- o Coordenador Pedagógico é responsável pelo trabalho técnico-pedagógico relacionado ao estabelecimento de ensino, atuando como elemento de ligação entre a secretaria de educação e a escola.
  • 3. ART. 28- AO COORDENADOR ESCOLAR COMPETE:  I- planejar e coordenar, junto com toda a equipe técnico-administrativa-pedagógica, o conselho de classe e reuniões pedagógicas, objetivando a avaliação e tomadas de decisões relativas ao processo pedagógico;  II – analisar, junto com toda a equipe técnico- administrativa-pedagógica, a situação de alunos egressos de outros estabelecimentos e/ou outros sistemas de ensino, visando à sua adaptação à série em que sejam matriculados ou pleiteiam a matrícula;
  • 4.  III – articular e acompanhara elaboração de atividades referentes ao regime de progressão parcial, junto com toda a equipe técnico-administrativa-pedagógica e aos professores de sua unidade escolar.  IV – analisar e acompanhar, de forma articulada com os demais membros da equipe técnico-administrativa- pedagógica, a execução das estratégias a serem utilizadas pelos professores nos estudos de recuperação e progressão parcial;  V- orientar e acompanhar os processos de classificação e reclassificação de alunos no ensino fundamental;  VI – avaliar continuamente o processo de ensino- aprendizagem vistoriando e assinando os relatórios de avaliação e encaminhando, sempre que necessário, o resultado a direção da escola com vistas à reavaliação e tomada de decisão pela mesma.
  • 5. AVISOS IMPORTANTES: Planos de aula: Sempre atualizados; Evitar rasuras e atenção aos erros de ortográficos. Atenção aos prazos!
  • 6. Projetos semestrais: São para serem trabalhados durante todo o semestre. Temas transversais: P.C.N. D.C.N. para o ensino fundamental Deverão ser trabalhados de duas a três vezes por semana.
  • 8. CONTEXTUALIZAÇÃO: O QUE É? COMO FAZER?  Segundo orientação do Ministério da Educação (MEC), está estruturado sobre os eixos da interdisciplinaridade e da contextualização, sendo que esta última vai exigir que “todo conhecimento tenha como ponto de partida a experiência do estudante, o contexto onde está inserido e onde ele vai atuar como trabalhador, cidadão, um agente ativo de sua comunidade”.  A contextualização também pode ser entendida como um tipo de interdisciplinaridade, na medida em que aponta para o tratamento de certos conteúdos como contexto de outros.
  • 9.  A idéia da contextualização requer a intervenção ao estudante em todo o processo de aprendizagem, fazendo as conexões entre os conhecimentos. De acordo com o MEC, “esse aluno que estará na vanguarda não será nunca um expectador, um acumulador de conhecimentos, mas um agente transformador de si mesmo e do mundo”.  Trabalhando contextos que tenham significado para o aluno e possam mobilizá-lo a aprender, num processo ativo, em que ele é protagonista, acredita-se que o aluno tenha um envolvimento não só intelectual mas também afetivo. Isso, de acordo com o novo currículo, seria educar para a vida. FONTE: www.educabrasil.com.br
  • 10. LIVROS DIDÁTICOS:  DEVEM SER USADOS DIARIAMENTE;  NÃO É NECESSÁRIO COPIAR TEXTOS E EXERCÍCIOS NOS PLANOS DE AULA E NO CADERNO DO ALUNO;  AQUELAS UNIDADES QUE AINDA NÃO RECEBERAM OS LIVROS, DEVERÃO ENTRAR EM CONTATO COM A S.M.E.C.E., VIA OFÍCIO;  NÃO PODE ESCREVER NO LIVRO DIDÁTICO, Pois o livro é parte do programa (PNLD) e será usado por 3 anos nas unidades escolares.
  • 11. RECUPERAÇÃO PARALELA: Recuperação paralela: art. 24, inciso IV, alínea e: “Obrigatoriedade de estudos de recuperação, de preferência paralelos ao período letivo, para os casos de baixo rendimento escolar, a serem disciplinados pelas instituições de ensino em seus regimentos”; (L.D.B.N. 9394/96);
  • 12. I.D.E.B.  OS SIMULADOS DEVEM SER APLICADOS CONSTANTEMENTE;  AS AVALIAÇÕES BIMESTRAIS DEVEM SER FEITAS, PREFERENCIALMENTE, COM CARTÃO RESPOSTA;  A PROVA BRASIL É UMA PROPOSTA CONTEXTUALIZADA FOCADA NOS DESCRITORES.  NOSSA META para 2013: É 5.0
  • 13.  OS DESCRITORES, BEM COMO AS SUGESTÕES RELACIONADAS AOS MESMOS , JÁ ENCONTRAM-SE DISPONÍVEIS NO BLOG DO 4º E 5º ANO.  Será disponibilizado pela S.M.E.C.E. um SIMULADÃO para todas as escolas, deverá ser aplicado na semana de 12 a 16 de agosto  OBSERVAÇÃO:  TODOS OS SIMULADOS, TESTES, PROVAS, TRABALHOS, ENTRE OUTROS, DEVEM SER REVISADOS PELO COORDENADOR ANTES DE SEREM APLICADOS AOS ALUNOS
  • 14.  MENSAGEM FINAL  AGRADECIMENTOS  Coordenadoras do 4º e 5º ano:  Maria Aparecida, Marinete Santana e Taynara Souto