SlideShare uma empresa Scribd logo
- Bacharel em Enfermagem pela UniFacid/Wyden;
- Preceptora da Atenção Básica - Enfermagem;
- Pós-Graduada em Urgência e Emergência;
- Pós-Graduanda em Saúde Pública.
Saúde da Mulher
O que é PAISM?
Em 1984 através do Ministério da Saúde (MS) elaborou o
Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher (PAISM).
Um programa que tem por princípios e diretrizes as propostas de:
descentralização, hierarquização e regionalização dos
serviços, e integralidade e equidade da atenção.
O novo programa para a saúde da mulher incluía ações educativas, preventivas, de
diagnóstico, tratamento e recuperação, englobando a assistência à mulher em clínica
ginecológica, no pré-natal, parto e puerpério, no climatério, em planejamento
familiar, IST’s, câncer do colo do útero e de mama, além de outras necessidades
identificadas a partir do perfil populacional das mulheres (BRASIL, 1984).
Objetivos Específicos da PAISM:
• Promover, proteger e recuperar a saúde da mulher;
• Conhecer as causas e consequências dos problemas biopsicossociais e as ações
individuais e coletivas para a prevenção e o controle desses problemas;
• Responsabilizar instituições e profissionais de saúde e grupos da comunidade
para assumirem papéis no desenvolvimento das atividades do Programa de
Assistência Integral à Saúde da Mulher.
Apesar dessas mudanças e avanços:
Algumas questões importantes das mulheres não estavam sendo abrangidas pelas
políticas atuais e precisariam ser pensadas, como:
 Atenção as mulheres rurais, com deficiência, negras, indígenas, presidiárias e lésbicas;
 Participação nas discussões;
 Atividades sobre saúde da mulher e meio ambiente.
Essas questões passaram
a constar na 2° PAISM.
• Em 2004 a PAISM ganha status de Política Nacional de Atenção Integral a
Saúde da Mulher, como o objetivo de consolidar os avanços no campo dos
direitos sexuais e reprodutivos com a preocupação em aperfeiçoar a atenção
obstétrica e o acesso ao planejamento familiar; melhorar a atenção nas
intercorrências obstétricas e à violência doméstica e sexual; reduzir a
morbimortalidade por causas previsíveis e evitáveis, a prevenção e o tratamento
das infecções sexualmente transmissíveis incluindo o HIV/Aids; o câncer de
mama e de colo do útero e o tratamento de doenças crônicas não transmissíveis.
Objetivos Gerais da PNAISM:
 Promover a melhoria das condições de vida e saúde das mulheres brasileiras, mediante a
garantia de direitos legalmente constituídos e ampliação do acesso aos meios e serviços de
promoção, prevenção, assistência e recuperação da saúde em todo território brasileiro.
 Contribuir para a redução da morbidade e mortalidade feminina no Brasil, especialmente
por causas evitáveis, em todos os ciclos de vida e nos diversos grupo populacionais, sem
discriminação de qualquer espécie.
 Ampliar, qualificar e humanizar a atenção integral à saúde da mulher no Sistema Único de
Saúde.
Objetivos Específicos e Estratégia
da PNAISM:
 Ampliar e qualificar a atenção clínico-ginecológica, inclusive para as portadoras da
infecção pelo HIV e outras DST;
 Estimular a implantação e implementação da assistência em planejamento familiar, para
homens e mulheres, adultos e adolescentes, no âmbito da atenção integral à saúde;
 Promover a atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada, incluindo a
assistência ao abortamento em condições inseguras, para mulheres e adolescentes;
 Promover a atenção às mulheres e adolescentes em situação de violência doméstica e sexual;
 Promover, conjuntamente com o PN-DST/AIDS, a prevenção e o controle das doenças
sexualmente transmissíveis e da infecção pelo HIV/aids na população feminina;
 Reduzir a morbimortalidade por câncer na população
feminina;
 Implantar um modelo de atenção à saúde mental das mulheres
sob o enfoque de gênero
 Implantar e implementar a atenção à saúde da mulher no
climatério;
 Promover a atenção à saúde da mulher negra;
 Promover a atenção à saúde das trabalhadoras do campo e da cidade;
 Promover a atenção à saúde da mulher indígena;
 Promover a atenção à saúde das mulheres em situação de prisão, incluindo a promoção das
ações de prevenção e controle de doenças sexualmente transmissíveis e da infecção pelo
HIV/aids nessa população;
 Fortalecer a participação e o controle social na definição e implementação das políticas de
atenção integral à saúde das mulheres.
OBRIGADA!
Profa. Natasha Louise
natashalouiseenf@gmail.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Saude da mulher1
Saude da mulher1Saude da mulher1
Saude da mulher1
luzienne moraes
 
Saúde da mulher slides
Saúde da mulher  slidesSaúde da mulher  slides
Saúde da mulher slides
Carlean Oliveira
 
Saúde da Mulher
Saúde da MulherSaúde da Mulher
Saúde da Mulher
Stefanny Corrêa
 
ApresentaçãO SaúDe Da Mulher
ApresentaçãO SaúDe Da MulherApresentaçãO SaúDe Da Mulher
ApresentaçãO SaúDe Da Mulher
Tania Fonseca
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem
resenfe2013
 
Saude da mulher
Saude da mulherSaude da mulher
Saude da mulher
TesisMaster
 
Política mulher_2021.pptx
Política mulher_2021.pptxPolítica mulher_2021.pptx
Política mulher_2021.pptx
AngelinaVictria2
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
Michelle Santos
 
Aula 1 politicas de saude no brasil
Aula 1   politicas de saude no brasilAula 1   politicas de saude no brasil
Aula 1 politicas de saude no brasil
kellyschorro18
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagemGerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Aroldo Gavioli
 
Livreto Enfermagem Saúde da Materna
Livreto Enfermagem Saúde da MaternaLivreto Enfermagem Saúde da Materna
Livreto Enfermagem Saúde da Materna
Leonel Santos
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Karla Toledo
 
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
Franco Danny Manciolli
 
Aula 3 prénatal
Aula 3 prénatalAula 3 prénatal
Aula 3 prénatal
Rejane Durães
 
Planejamento familiar
Planejamento familiarPlanejamento familiar
Planejamento familiar
WAGNER OLIVEIRA
 
Fundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagemFundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagem
Jardiel7
 
Lei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissionalLei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissional
anapatricialima
 
Prog SaúDe Da Mulher
Prog  SaúDe Da MulherProg  SaúDe Da Mulher
Prog SaúDe Da Mulher
Tania Fonseca
 
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
Eduardo Gomes da Silva
 

Mais procurados (20)

Saude da mulher1
Saude da mulher1Saude da mulher1
Saude da mulher1
 
Saúde da mulher slides
Saúde da mulher  slidesSaúde da mulher  slides
Saúde da mulher slides
 
Saúde da Mulher
Saúde da MulherSaúde da Mulher
Saúde da Mulher
 
ApresentaçãO SaúDe Da Mulher
ApresentaçãO SaúDe Da MulherApresentaçãO SaúDe Da Mulher
ApresentaçãO SaúDe Da Mulher
 
Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem Teorias de Enfermagem
Teorias de Enfermagem
 
Saude da mulher
Saude da mulherSaude da mulher
Saude da mulher
 
Política mulher_2021.pptx
Política mulher_2021.pptxPolítica mulher_2021.pptx
Política mulher_2021.pptx
 
Saúde da mulher
Saúde da mulherSaúde da mulher
Saúde da mulher
 
Aula 1 politicas de saude no brasil
Aula 1   politicas de saude no brasilAula 1   politicas de saude no brasil
Aula 1 politicas de saude no brasil
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Criança (PNAISC)
 
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagemGerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
Gerenciamento de enfermagem: supervisão de enfermagem
 
Livreto Enfermagem Saúde da Materna
Livreto Enfermagem Saúde da MaternaLivreto Enfermagem Saúde da Materna
Livreto Enfermagem Saúde da Materna
 
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópiaAula 1 saúde coletiva i   slides aula - cópia
Aula 1 saúde coletiva i slides aula - cópia
 
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
Política Nacional de Saúde do Trabalhador e da Trabalhadora
 
Aula 3 prénatal
Aula 3 prénatalAula 3 prénatal
Aula 3 prénatal
 
Planejamento familiar
Planejamento familiarPlanejamento familiar
Planejamento familiar
 
Fundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagemFundamentos de enfermagem
Fundamentos de enfermagem
 
Lei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissionalLei do exercicio profissional
Lei do exercicio profissional
 
Prog SaúDe Da Mulher
Prog  SaúDe Da MulherProg  SaúDe Da Mulher
Prog SaúDe Da Mulher
 
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
AdministraçãO De Enfermagem Parte 1
 

Semelhante a 1° AULA - SAÚDE DA MULHER - PAISM, PNAISM.pptx

Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptxAula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
DiegoFernandes857616
 
Programas de atendimento na atenção básica
Programas de atendimento na atenção básicaProgramas de atendimento na atenção básica
Programas de atendimento na atenção básica
Gabriela Amorim
 
programas de saude.pptx
programas de saude.pptxprogramas de saude.pptx
programas de saude.pptx
Alice Costa
 
História, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
História, Direitos, Cuidados a saúde da MulherHistória, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
História, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
PedroHPRoriz
 
AULA - Política e indicador em saúde da mulher
AULA - Política e indicador em saúde da mulherAULA - Política e indicador em saúde da mulher
AULA - Política e indicador em saúde da mulher
angelalessadeandrade
 
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de SaúdeCNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
EvertonMonteiro19
 
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptxAula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
LdiaItaboraRodrigues
 
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptxPAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
elismilena81
 
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdfSAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
HemilyLima6
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Portal de Boas Práticas em Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente (IFF/Fiocruz)
 
Câncer do colo do útero
Câncer do colo do úteroCâncer do colo do útero
Câncer do colo do útero
Raphael Santana
 
A formação de Obstetrizes no Brasil
A formação de Obstetrizes no Brasil A formação de Obstetrizes no Brasil
A formação de Obstetrizes no Brasil
jbrigagao
 
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptxAULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
EduardoFatdukbrGonal
 
SAUDE DA MULHER NEGRA
SAUDE DA MULHER NEGRASAUDE DA MULHER NEGRA
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOSSAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
Valdirene1977
 
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptxAULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
EnfaVivianeCampos
 
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDESSAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
EnfaVivianeCampos
 
Política da criança 2018.pptx
Política da criança 2018.pptxPolítica da criança 2018.pptx
Política da criança 2018.pptx
AngelinaVictria2
 
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
AlessandraVanessa13
 
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da MulherPolítica Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
Karina Pereira
 

Semelhante a 1° AULA - SAÚDE DA MULHER - PAISM, PNAISM.pptx (20)

Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptxAula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
Aula 08 - Política Nacional de Saúde da Mulher.pptx
 
Programas de atendimento na atenção básica
Programas de atendimento na atenção básicaProgramas de atendimento na atenção básica
Programas de atendimento na atenção básica
 
programas de saude.pptx
programas de saude.pptxprogramas de saude.pptx
programas de saude.pptx
 
História, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
História, Direitos, Cuidados a saúde da MulherHistória, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
História, Direitos, Cuidados a saúde da Mulher
 
AULA - Política e indicador em saúde da mulher
AULA - Política e indicador em saúde da mulherAULA - Política e indicador em saúde da mulher
AULA - Política e indicador em saúde da mulher
 
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de SaúdeCNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
CNS Saúde da Mulher nos 25 anos do Sistema Único de Saúde
 
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptxAula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
Aula 2 - GO - Politicas publicas.pptx
 
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptxPAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
PAISMPOLITICASOUBLICASDOSDIREITOSDASMULHERES.pptx
 
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdfSAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
SAUDE DA MULHER_220503_213747.pdf
 
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher (PNAISM)
 
Câncer do colo do útero
Câncer do colo do úteroCâncer do colo do útero
Câncer do colo do útero
 
A formação de Obstetrizes no Brasil
A formação de Obstetrizes no Brasil A formação de Obstetrizes no Brasil
A formação de Obstetrizes no Brasil
 
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptxAULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
AULA 1 CLINICA OBSTÉTRICA.pptx
 
SAUDE DA MULHER NEGRA
SAUDE DA MULHER NEGRASAUDE DA MULHER NEGRA
SAUDE DA MULHER NEGRA
 
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOSSAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
SAÚDE DAS MULHERES LÉBICAS: INCLUSÃO SOCIAL E DIREITOS HUMANOS
 
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptxAULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
AULA 1 INTRODUÇÃO SAUDE DA MULHER E ADOLESCENTE.pptx
 
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDESSAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
SAUDE DA MULHER AULA 1 INTRODUÇÃO SLIDES
 
Política da criança 2018.pptx
Política da criança 2018.pptxPolítica da criança 2018.pptx
Política da criança 2018.pptx
 
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
Saúde da mulher, musicalização e prevenção quaternária
 
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da MulherPolítica Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
Política Nacional de Atenção Integral á Saúde da Mulher
 

Mais de Natasha Louise

Cibele_Alves_de_Araújo.ppt
Cibele_Alves_de_Araújo.pptCibele_Alves_de_Araújo.ppt
Cibele_Alves_de_Araújo.ppt
Natasha Louise
 
ASSISTÊNCIA AO RN.pptx
ASSISTÊNCIA AO RN.pptxASSISTÊNCIA AO RN.pptx
ASSISTÊNCIA AO RN.pptx
Natasha Louise
 
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
Natasha Louise
 
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
Natasha Louise
 
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
Natasha Louise
 
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
Natasha Louise
 

Mais de Natasha Louise (6)

Cibele_Alves_de_Araújo.ppt
Cibele_Alves_de_Araújo.pptCibele_Alves_de_Araújo.ppt
Cibele_Alves_de_Araújo.ppt
 
ASSISTÊNCIA AO RN.pptx
ASSISTÊNCIA AO RN.pptxASSISTÊNCIA AO RN.pptx
ASSISTÊNCIA AO RN.pptx
 
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
4° AULA - PRÉ-NATAL.pptx
 
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
5° AULA - Assistência de Enfermagem no PARTO-PUÉRPERIO.pptx
 
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
3° AULA - Planejamento Familiar e Métodos Contraceptivos.pptx
 
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
2° AULA - ANATOMIA E FISIOLOGIA DO SISTEMA REPRODUTOR FEMININO.pptx
 

Último

Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Prof. Marcus Renato de Carvalho
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
DelcioVumbuca
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
AmaroAlmeidaChimbala
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
rickriordan
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
CatieleAlmeida1
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
sula31
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
marjoguedes1
 

Último (7)

Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
Livro do Instituto da Saúde: amplia visões e direitos no ciclo gravídico-puer...
 
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de suturaTipos de pontos e suturas técnicas de sutura
Tipos de pontos e suturas técnicas de sutura
 
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
5. SISTEMA ENDOCRINO-- (2).pptx florentino
 
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdfVacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
Vacina, conceito, tipos, produção, aplicaçãopdf
 
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do TrabalhoApostila Gerência de Riscos PDF   voltado para Segurança do Trabalho
Apostila Gerência de Riscos PDF voltado para Segurança do Trabalho
 
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
Programa de Saúde do Adolescente( PROSAD)
 
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptxSíndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
Síndrome do Desconforto Respiratório do Recém-Nascido (SDR).pptx
 

1° AULA - SAÚDE DA MULHER - PAISM, PNAISM.pptx

  • 1. - Bacharel em Enfermagem pela UniFacid/Wyden; - Preceptora da Atenção Básica - Enfermagem; - Pós-Graduada em Urgência e Emergência; - Pós-Graduanda em Saúde Pública.
  • 2. Saúde da Mulher O que é PAISM? Em 1984 através do Ministério da Saúde (MS) elaborou o Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher (PAISM). Um programa que tem por princípios e diretrizes as propostas de: descentralização, hierarquização e regionalização dos serviços, e integralidade e equidade da atenção. O novo programa para a saúde da mulher incluía ações educativas, preventivas, de diagnóstico, tratamento e recuperação, englobando a assistência à mulher em clínica ginecológica, no pré-natal, parto e puerpério, no climatério, em planejamento familiar, IST’s, câncer do colo do útero e de mama, além de outras necessidades identificadas a partir do perfil populacional das mulheres (BRASIL, 1984).
  • 3. Objetivos Específicos da PAISM: • Promover, proteger e recuperar a saúde da mulher; • Conhecer as causas e consequências dos problemas biopsicossociais e as ações individuais e coletivas para a prevenção e o controle desses problemas; • Responsabilizar instituições e profissionais de saúde e grupos da comunidade para assumirem papéis no desenvolvimento das atividades do Programa de Assistência Integral à Saúde da Mulher.
  • 4. Apesar dessas mudanças e avanços: Algumas questões importantes das mulheres não estavam sendo abrangidas pelas políticas atuais e precisariam ser pensadas, como:  Atenção as mulheres rurais, com deficiência, negras, indígenas, presidiárias e lésbicas;  Participação nas discussões;  Atividades sobre saúde da mulher e meio ambiente. Essas questões passaram a constar na 2° PAISM.
  • 5. • Em 2004 a PAISM ganha status de Política Nacional de Atenção Integral a Saúde da Mulher, como o objetivo de consolidar os avanços no campo dos direitos sexuais e reprodutivos com a preocupação em aperfeiçoar a atenção obstétrica e o acesso ao planejamento familiar; melhorar a atenção nas intercorrências obstétricas e à violência doméstica e sexual; reduzir a morbimortalidade por causas previsíveis e evitáveis, a prevenção e o tratamento das infecções sexualmente transmissíveis incluindo o HIV/Aids; o câncer de mama e de colo do útero e o tratamento de doenças crônicas não transmissíveis.
  • 6. Objetivos Gerais da PNAISM:  Promover a melhoria das condições de vida e saúde das mulheres brasileiras, mediante a garantia de direitos legalmente constituídos e ampliação do acesso aos meios e serviços de promoção, prevenção, assistência e recuperação da saúde em todo território brasileiro.  Contribuir para a redução da morbidade e mortalidade feminina no Brasil, especialmente por causas evitáveis, em todos os ciclos de vida e nos diversos grupo populacionais, sem discriminação de qualquer espécie.  Ampliar, qualificar e humanizar a atenção integral à saúde da mulher no Sistema Único de Saúde.
  • 7. Objetivos Específicos e Estratégia da PNAISM:  Ampliar e qualificar a atenção clínico-ginecológica, inclusive para as portadoras da infecção pelo HIV e outras DST;  Estimular a implantação e implementação da assistência em planejamento familiar, para homens e mulheres, adultos e adolescentes, no âmbito da atenção integral à saúde;  Promover a atenção obstétrica e neonatal, qualificada e humanizada, incluindo a assistência ao abortamento em condições inseguras, para mulheres e adolescentes;
  • 8.  Promover a atenção às mulheres e adolescentes em situação de violência doméstica e sexual;  Promover, conjuntamente com o PN-DST/AIDS, a prevenção e o controle das doenças sexualmente transmissíveis e da infecção pelo HIV/aids na população feminina;  Reduzir a morbimortalidade por câncer na população feminina;  Implantar um modelo de atenção à saúde mental das mulheres sob o enfoque de gênero  Implantar e implementar a atenção à saúde da mulher no climatério;
  • 9.  Promover a atenção à saúde da mulher negra;  Promover a atenção à saúde das trabalhadoras do campo e da cidade;  Promover a atenção à saúde da mulher indígena;  Promover a atenção à saúde das mulheres em situação de prisão, incluindo a promoção das ações de prevenção e controle de doenças sexualmente transmissíveis e da infecção pelo HIV/aids nessa população;  Fortalecer a participação e o controle social na definição e implementação das políticas de atenção integral à saúde das mulheres.