SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 28
Baixar para ler offline
Realização:
Ensinando emoções
ã
Este conteúdo está relacionado à BNCC!
• Compreender a importância das emoções para
a aprendizagem.
• Saber que é preciso desenvolver a própria
inteligência emocional para colaborar com o
desenvolvimento dela nos seus alunos.
• Conhecer atividades práticas para ajudar os
alunos no reconhecimento e na identificação
dos sentimentos e das emoções.
▪ Campos de Experiência:
O eu, o outro e o nós
Escuta, fala, pensamento e imaginação
▪ Segmento:
Educação Infantil
▪ Competências gerais:
Autoconhecimento e autocuidado
Empatia e cooperação
Comunicação
v
O modelo de educação adotado por muitas escolas ainda prioriza a razão
em detrimento da emoção, colocando a faculdade de raciocinar como mais
importante para a aprendizagem. Por outro lado, diversos estudos
mostram que a emoção tem grande influência na aprendizagem junto com
o clima escolar, o relacionamento professor-aluno e o relacionamento
entre alunos. Mas, para que a emoção esteja a favor da aprendizagem,
professores e alunos devem compreender de que forma seus sentimentos
são disparados e o que fazer com eles.
A inteligência emocional tem sido considerada uma das competências
socioemocionais mais importantes para o século XXI. Ela é fruto do
autoconhecimento, da reflexão, da capacidade de reconhecer e nomear os
próprios sentimentos, bem como de saber como lidar com eles.
ç
é
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Segundo pesquisa realizada pela Unesco entre os anos de
1995 e 2000 em 14 países da América Latina, entre os fatores
que influenciam o desempenho dos alunos estão:
• Professores com sólida formação e paixão por ensinar;
• Materiais didáticos suficientes;
• Processo sistemático de avaliação;
• Estruturas físicas adequadas e bem cuidadas; etc.
Mais do que isso, um clima emocional adequado, boa
relação professor-aluno e harmonia na relação aluno-aluno
são elementos fundamentais para garantir um
desempenho superior de aprendizagem (36% maior média
em provas de Linguagem e 46% em provas de Matemática).
v
v
Quando os alunos se sentem aceitos, ficam mais
relaxados, seguros, espontâneos, participativos e
deixam de lado o medo de errar.
O principal reflexo disso é conseguirem demonstrar
seus interesses, desinteresses e colocar em prática o
mecanismo da tentativa e erro.
Neste contexto, os professores têm mais recursos
para planejar aulas motivadoras que, por sua vez,
colaboram para reduzir a indisciplina e a bagunça na
sala de aula.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Inúmeras pesquisas realizadas ao longo da década de 1990,
chamada de “a década do cérebro”, constataram que o mundo
é percebido primeiro pelos sentimentos, por meio dos
estímulos recebidos pelos sentidos. O entendimento racional
vem num segundo momento, como reflexo do que foi sentido.
Paralelamente a isto temos os inúmeros desafios do século XXI:
vivemos em um mundo volátil, incerto, ambíguo e dinâmico.
Estima-se que, nas próximas 2 décadas, adolescentes e jovens
vão passar pelo mesmo volume de transformações que a
humanidade experimentou no último século.
Mais do que dominar conteúdos e técnicas, estes indivíduos
precisam desenvolver um conjunto de habilidades
socioemocionais para lidar e se relacionar com os outros, com
suas próprias emoções e com todas essas mudanças.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
“Para transmitir o gosto pelo conhecimento,
um professor precisa dominar os conteúdos
de sua disciplina e também saber acolher as
turmas, identificando e trabalhando
interesses e sentimentos”.
Juan Casassus
Filósofo, sociólogo, especialista em Educação e
pesquisador da Unesco
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
A boa notícia é que o cérebro humano é totalmente
capaz de aprender e de desenvolver competências
socioemocionais. Estamos falando de habilidades que
envolvem organização, determinação, persistência,
foco, empatia, respeito, curiosidade, responsabilidade,
confiança, autoconfiança, iniciativa, tolerância,
entusiasmo etc.
O seu papel como educador é colaborar para que os
alunos saibam identificar seus pontos fortes,
reconheçam no que podem melhorar e conheçam um
conjunto de ferramentas capazes de potencializar tanto
a aprendizagem quanto o desenvolvimento de diversas
competências socioemocionais de acordo com as
necessidades que se apresentam em cada situação ou
contexto.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
+ +
O que é uma emoção?
Juan Casassus afirma que a emoção pode ser uma
resposta a fatos marcantes, uma disposição para ação
ou uma energia vital que liga os acontecimentos do
mundo externo com o mundo interno de cada
indivíduo.
De qualquer forma, a emoção é muito mais do que
uma simples experiência fisiológica ou resposta
psicológica e muitas das atitudes individuais são
reflexo imediato das emoções.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
ê
ç á
ç ú
Para compreender os sentimentos e as emoções dos seus
alunos, você deve, primeiro, compreender e saber lidar de
forma madura com seus sentimentos e emoções.
Lembre-se que pensamentos, sentimentos e emoções
disparam uma série de ações/reações que podem ser mais
ou menos automáticas dependendo das competências
emocionais de cada indivíduo.
Sair do piloto automático requer doses de
autoconhecimento, reflexão e esforço constante. Ou seja,
é uma construção diária que abrange todas as dimensões
da sua vida.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
çã
Dos 0 aos 7 anos, a aprendizagem ocorre de forma muito intensa, o
que faz com que esta fase seja uma das mais importantes para o
desenvolvimento infantil. É também um período desafiador para
professoras e professores, porque as crianças ainda não conseguem
expressar em palavras o que estão vivenciando, sobretudo em
situações de frustração.
Quando a criança aprende a reconhecer suas emoções e sentimentos,
ela adquire ferramentas para se desenvolver de forma mais saudável,
completa, responsável e autônoma. Além disso, ela também se torna
capaz de entender as emoções e os sentimentos das outras pessoas,
adquirindo características como respeito, amizade e empatia.
Nos próximos slides, você vai conhecer uma série de atividades que vão
auxiliar os alunos no reconhecimentos das suas emoções e dos seus
sentimentos. Aproveite!
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Que emoção é
essa?
Para aprender a
nomear as emoções
Jogo da imitação
Para aprender a
reconhecer as emoções Como estou me
sentindo hoje?
Para aprender a identificar
os próprios sentimentos
Leitura e emoções
Para ampliar a percepção e o
entendimento sobre as emoções
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Objetivo: Auxiliar os alunos na identificação das emoções.
Passo a passo:
1. Faça cartões com os emojis do próximo slide.
2. Mostre um cartão por vez e pergunte aos alunos: “Que
emoção é essa?”
3. Dê um tempo para que os alunos expressem suas ideias
e explore pontos de discordância.
4. Em seguida, peça que os alunos digam em que situações
se sentem daquela forma e como eles reagem.
5. Pergunte, também, se eles já perceberam estes
sentimentos e emoções em outras pessoas.
çã é
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
çã
Objetivo: Estimular que os alunos expressem sentimentos e
emoções, reconhecendo seus efeitos no corpo.
Passo a passo:
1. Para esta atividade você pode continuar usando os
emojis do slide anterior. Mas também pode usar cenas,
fotografias, ilustrações ou outro recurso visual.
2. Explique para a turma que você vai chamar um aluno e
mostrar a ele a imagem. Sem dizer nenhuma palavra, o
aluno deve fazer uma imitação do sentimento/emoção.
Vale usar todo o corpo e caprichar na expressão facial.
3. Em seguida, pergunte para a turma que emoção ou
sentimento está sendo representado pelo colega.
4. Por fim, peça que o aluno imitador revele a resposta.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Objetivo: Auxiliar os alunos a reconhecer e expressar seus
sentimentos.
Passo a passo:
1. Faça uma série de carinhas em post-its e cole-os no
quadro. Lembre-se de fazer carinhas felizes e tristes,
com expressões diferentes e em número maior do que o
de alunos da turma.
2. Cada aluno que entrar na sala de aula deve pegar um
post-it com uma carinha que represente como ele está
se sentindo naquele dia.
3. Oriente que os alunos colem os post-its em suas
carteiras.
4. Num segundo momento, pergunte porque aquele post-
it foi escolhido e como cada aluno está se sentindo.
Estimule os alunos a nomear os sentimentos usando
palavras como: alegria, felicidade, tristeza, raiva, ciúmes,
surpresa, medo, satisfação, excitação, ansiedade, calma,
confiança, tédio, confusão etc.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
Você também pode montar uma roda das emoções
para que os alunos digam como estão se sentindo.
A roda das emoções é um recurso visual que também
permite às crianças identificarem os sentimentos por
meio de carinhas.
Clique aqui e veja como construir uma roda das
emoções.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
As atividades 1, 2 e 3 têm como objetivo auxiliar os
alunos a identificarem, reconhecerem e nomearem
seus sentimentos e emoções. Com isso, estarão
exercitando a competência geral autoconhecimento
e autocuidado.
Além disso, como os alunos vão partilhar o que estão
experimentando com todos os colegas, também
desenvolvem empatia e cooperação.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
çõ
Objetivo: Estimular os alunos a ouvir e a refletir sobre
sentimentos e emoções por meio da interpretação.
Passo a passo:
1. Escolha um livro que fale sobre emoções. Faça uma leitura
prévia com o intuito de se preparar para a atividade.
2. Leia o livro com a turma, mostrando as imagens.
3. Ao final da leitura, estimule os alunos a trocarem
impressões sobre a história.
Sugestões de livros:
• Tenho monstros na barriga, de Tonia Casarin
• O grande livro das emoções, Mary Hoffman e Ros Asquith
• O livro dos sentimentos, Todd Parr
• Casa dos sentimentos, Nana Toledo
• O monstro das cores, Anna Llenas
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
A leitura possibilita explorar os variados aspectos das
emoções, trabalhando questões como respeito e
empatia.
Keith Oatley, psicólogo, romancista e responsável por
uma pesquisa da Universidade de Toronto, Canadá,
sobre ficção e empatia, afirma que “quando lemos
ficção, nós nos tornamos mais aptos a compreender as
pessoas e suas intenções”.
A matéria “Leitura ajuda estudantes a nomear
emoções”, traz mais alguns aspectos sobre o potencial
dos livros na compreensão dos sentimentos.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Os podcasts Emoções no aprendizado e A importância de
ensinar sobre as emoções trazem reflexões interessantes
sobre o papel das emoções na aprendizagem.
Nossa proposta é: que tal ouvir estes podcasts, compartilhá-
los com colegas professoras/professores, trocar ideias e
impressões sobre o assunto?
Lembre-se que compartilhar experiências, conhecimentos e
sentimentos é extremamente importante para o
autodesenvolvimento e para a reflexão.
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
O vídeo “Aprenda os 5 domínios da
Inteligência Emocional” traz um resumo do
livro “Inteligência Emocional – A teoria
revolucionária que redefine o que é ser
inteligente” de Daniel Goleman.
Vale a pena conferir!
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
v
Você viu que a inteligência emocional é uma das principais competências
socioemocionais do século XXI. Você também viu que, assim como outras
inteligências, ela é passível de aprendizagem e de desenvolvimento.
Mais que isso, você compreendeu que é preciso investir na própria
inteligência emocional como forma de adquirir ferramentas para colaborar
com a compreensão dos seus alunos sobre emoções e sentimentos.
O estudo sobre inteligência emocional não deve ser pontual. Pelo contrário,
requer dedicação, reflexão e atualização constante. Continue debruçando-se
sobre este tema e trocando com seus pares. Você e seus alunos só terão a
ganhar com isso!
ó
Aula 01
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
Aula 01
Gostou desse conteúdo?
Então confere nosso Banco de Práticas!
Lá você encontra diversas propostas pedagógicas voltadas
para essa construção das competências socioemocionais nas
diferentes etapas de ensino, feitas por professores e para
professores, numa linguagem acessível e com muita
inovação, reflexão e seriedade!
Ensinando emoções
Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
v
í Ensinando emoções. Como ajudar os alunos a identificarem
o que estão sentindo?
A importância das emoções na aprendizagem.
Aprendizagem, emoção, sentimento, autoconheci-
mento, empatia
ã Julho/2023
Freepik
çã Vivescer / Instituto Península
á
í
é
Heloisa Morel (Diretora Executiva)
institutopeninsula.org.br
Verônica Fonseca
Silvia Breim
Sirlene Alves
Eduardo Butter
Felipe Belo
Rita Galdino
Letícia Fernandes
Realização:

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a 09_Emocoes_EI_Vivescer.pdf

impulsiona-2020.extra06-empatia.pdf
impulsiona-2020.extra06-empatia.pdfimpulsiona-2020.extra06-empatia.pdf
impulsiona-2020.extra06-empatia.pdfViniciusBetel
 
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara   o jogo em avaliaçãoHoffmann, jussara   o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara o jogo em avaliaçãoDiego Garcia
 
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara   o jogo em avaliaçãoHoffmann, jussara   o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara o jogo em avaliaçãomarcaocampos
 
Lição power point
Lição power pointLição power point
Lição power pointkikaylila
 
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-cidoca123
 
Metodologias Ativas Da Aprendizagem
Metodologias Ativas Da AprendizagemMetodologias Ativas Da Aprendizagem
Metodologias Ativas Da AprendizagemCarol Almeida
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoestudosacademicospedag
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondmarcelosilveirazero1
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondSimoneHelenDrumond
 
Afetividade e desempenho acadêmico
Afetividade e desempenho acadêmicoAfetividade e desempenho acadêmico
Afetividade e desempenho acadêmicoUNICEP
 
Estratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógicaEstratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógicaCNA
 
Cartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaCartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaPatrícia Müller
 
Características comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasCaracterísticas comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasDiana Sousa
 
Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?Juliana Soares
 

Semelhante a 09_Emocoes_EI_Vivescer.pdf (20)

impulsiona-2020.extra06-empatia.pdf
impulsiona-2020.extra06-empatia.pdfimpulsiona-2020.extra06-empatia.pdf
impulsiona-2020.extra06-empatia.pdf
 
Aec auto estima
Aec auto estimaAec auto estima
Aec auto estima
 
Psicopedagogia clinica pratica especifica
Psicopedagogia clinica  pratica especificaPsicopedagogia clinica  pratica especifica
Psicopedagogia clinica pratica especifica
 
Apresentação de impacto aula show
Apresentação de impacto aula showApresentação de impacto aula show
Apresentação de impacto aula show
 
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara   o jogo em avaliaçãoHoffmann, jussara   o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
 
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara   o jogo em avaliaçãoHoffmann, jussara   o jogo em avaliação
Hoffmann, jussara o jogo em avaliação
 
Motivação na Escola.pdf
Motivação na Escola.pdfMotivação na Escola.pdf
Motivação na Escola.pdf
 
Lição power point
Lição power pointLição power point
Lição power point
 
Limites com Carinho
Limites com CarinhoLimites com Carinho
Limites com Carinho
 
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-
Desenvolvimento das-competencias-socioemocionais-
 
Metodologias Ativas Da Aprendizagem
Metodologias Ativas Da AprendizagemMetodologias Ativas Da Aprendizagem
Metodologias Ativas Da Aprendizagem
 
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacaoSlide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
Slide psicologia da aprendizagem-posgraduacao
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumondProjeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
Projeto dificuldade de aprendizagem por simone helen drumond
 
Afetividade e desempenho acadêmico
Afetividade e desempenho acadêmicoAfetividade e desempenho acadêmico
Afetividade e desempenho acadêmico
 
Estratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógicaEstratégias de intervenção pedagógica
Estratégias de intervenção pedagógica
 
Cartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escolaCartilha saudementalna escola
Cartilha saudementalna escola
 
Características comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticasCaracterísticas comunicativas e linguísticas
Características comunicativas e linguísticas
 
Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?Afinal, quem é este tal de adolescente?
Afinal, quem é este tal de adolescente?
 

Último

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisIlda Bicacro
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaCludiaRodrigues693635
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxMarceloMonteiro213738
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfMaiteFerreira4
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalcarlaOliveira438
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxIlda Bicacro
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfPastor Robson Colaço
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroBrenda Fritz
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAElianeAlves383563
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxIlda Bicacro
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdfdanielagracia9
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...LuizHenriquedeAlmeid6
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalcarlamgalves5
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaanapsuls
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxRaquelMartins389880
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosFernanda Ledesma
 

Último (20)

Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos AnimaisNós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
Nós Propomos! Canil/Gatil na Sertã - Amigos dos Animais
 
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditivaO que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
O que é uma Revolução Solar. tecnica preditiva
 
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptxTIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
TIPOS DE CALOR CALOR LATENTE E CALOR SENSIVEL.pptx
 
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdfanálise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
análise obra Nós matamos o cão Tinhoso.pdf
 
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 finalPPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
PPP6_ciencias final 6 ano ano de 23/24 final
 
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptxEB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
EB1 Cumeada Co(n)Vida à Leitura - Livros à Solta_Serta.pptx
 
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdfManual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
Manual dos Principio básicos do Relacionamento e sexologia humana .pdf
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livroMeu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
Meu corpo - Ruth Rocha e Anna Flora livro
 
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIAHISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
HISTORIA DA XILOGRAVURA A SUA IMPORTANCIA
 
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptxEBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
EBPAL_Serta_Caminhos do Lixo final 9ºD (1).pptx
 
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdfPlanejamento 2024 - 1º ano - Matemática  38 a 62.pdf
Planejamento 2024 - 1º ano - Matemática 38 a 62.pdf
 
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
Slides Lição 8, Betel, Ordenança para confessar os pecados e perdoar as ofens...
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
bem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animalbem estar animal em proteção integrada componente animal
bem estar animal em proteção integrada componente animal
 
Plano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola públicaPlano de aula ensino fundamental escola pública
Plano de aula ensino fundamental escola pública
 
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docxUnidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
Unidade 4 (Texto poético) (Teste sem correção) (2).docx
 
Apresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativosApresentação sobre Robots e processos educativos
Apresentação sobre Robots e processos educativos
 
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdfEnunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
Enunciado_da_Avaliacao_1__Sociedade_Cultura_e_Contemporaneidade_(ED70200).pdf
 

09_Emocoes_EI_Vivescer.pdf

  • 3. Este conteúdo está relacionado à BNCC! • Compreender a importância das emoções para a aprendizagem. • Saber que é preciso desenvolver a própria inteligência emocional para colaborar com o desenvolvimento dela nos seus alunos. • Conhecer atividades práticas para ajudar os alunos no reconhecimento e na identificação dos sentimentos e das emoções. ▪ Campos de Experiência: O eu, o outro e o nós Escuta, fala, pensamento e imaginação ▪ Segmento: Educação Infantil ▪ Competências gerais: Autoconhecimento e autocuidado Empatia e cooperação Comunicação
  • 4. v O modelo de educação adotado por muitas escolas ainda prioriza a razão em detrimento da emoção, colocando a faculdade de raciocinar como mais importante para a aprendizagem. Por outro lado, diversos estudos mostram que a emoção tem grande influência na aprendizagem junto com o clima escolar, o relacionamento professor-aluno e o relacionamento entre alunos. Mas, para que a emoção esteja a favor da aprendizagem, professores e alunos devem compreender de que forma seus sentimentos são disparados e o que fazer com eles. A inteligência emocional tem sido considerada uma das competências socioemocionais mais importantes para o século XXI. Ela é fruto do autoconhecimento, da reflexão, da capacidade de reconhecer e nomear os próprios sentimentos, bem como de saber como lidar com eles. ç é
  • 5. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo? Segundo pesquisa realizada pela Unesco entre os anos de 1995 e 2000 em 14 países da América Latina, entre os fatores que influenciam o desempenho dos alunos estão: • Professores com sólida formação e paixão por ensinar; • Materiais didáticos suficientes; • Processo sistemático de avaliação; • Estruturas físicas adequadas e bem cuidadas; etc. Mais do que isso, um clima emocional adequado, boa relação professor-aluno e harmonia na relação aluno-aluno são elementos fundamentais para garantir um desempenho superior de aprendizagem (36% maior média em provas de Linguagem e 46% em provas de Matemática).
  • 6. v v Quando os alunos se sentem aceitos, ficam mais relaxados, seguros, espontâneos, participativos e deixam de lado o medo de errar. O principal reflexo disso é conseguirem demonstrar seus interesses, desinteresses e colocar em prática o mecanismo da tentativa e erro. Neste contexto, os professores têm mais recursos para planejar aulas motivadoras que, por sua vez, colaboram para reduzir a indisciplina e a bagunça na sala de aula. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 7. Inúmeras pesquisas realizadas ao longo da década de 1990, chamada de “a década do cérebro”, constataram que o mundo é percebido primeiro pelos sentimentos, por meio dos estímulos recebidos pelos sentidos. O entendimento racional vem num segundo momento, como reflexo do que foi sentido. Paralelamente a isto temos os inúmeros desafios do século XXI: vivemos em um mundo volátil, incerto, ambíguo e dinâmico. Estima-se que, nas próximas 2 décadas, adolescentes e jovens vão passar pelo mesmo volume de transformações que a humanidade experimentou no último século. Mais do que dominar conteúdos e técnicas, estes indivíduos precisam desenvolver um conjunto de habilidades socioemocionais para lidar e se relacionar com os outros, com suas próprias emoções e com todas essas mudanças. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 8. v v “Para transmitir o gosto pelo conhecimento, um professor precisa dominar os conteúdos de sua disciplina e também saber acolher as turmas, identificando e trabalhando interesses e sentimentos”. Juan Casassus Filósofo, sociólogo, especialista em Educação e pesquisador da Unesco Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 9. A boa notícia é que o cérebro humano é totalmente capaz de aprender e de desenvolver competências socioemocionais. Estamos falando de habilidades que envolvem organização, determinação, persistência, foco, empatia, respeito, curiosidade, responsabilidade, confiança, autoconfiança, iniciativa, tolerância, entusiasmo etc. O seu papel como educador é colaborar para que os alunos saibam identificar seus pontos fortes, reconheçam no que podem melhorar e conheçam um conjunto de ferramentas capazes de potencializar tanto a aprendizagem quanto o desenvolvimento de diversas competências socioemocionais de acordo com as necessidades que se apresentam em cada situação ou contexto. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 10. v v + + O que é uma emoção? Juan Casassus afirma que a emoção pode ser uma resposta a fatos marcantes, uma disposição para ação ou uma energia vital que liga os acontecimentos do mundo externo com o mundo interno de cada indivíduo. De qualquer forma, a emoção é muito mais do que uma simples experiência fisiológica ou resposta psicológica e muitas das atitudes individuais são reflexo imediato das emoções. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 11. ê ç á ç ú Para compreender os sentimentos e as emoções dos seus alunos, você deve, primeiro, compreender e saber lidar de forma madura com seus sentimentos e emoções. Lembre-se que pensamentos, sentimentos e emoções disparam uma série de ações/reações que podem ser mais ou menos automáticas dependendo das competências emocionais de cada indivíduo. Sair do piloto automático requer doses de autoconhecimento, reflexão e esforço constante. Ou seja, é uma construção diária que abrange todas as dimensões da sua vida. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 12. v v çã Dos 0 aos 7 anos, a aprendizagem ocorre de forma muito intensa, o que faz com que esta fase seja uma das mais importantes para o desenvolvimento infantil. É também um período desafiador para professoras e professores, porque as crianças ainda não conseguem expressar em palavras o que estão vivenciando, sobretudo em situações de frustração. Quando a criança aprende a reconhecer suas emoções e sentimentos, ela adquire ferramentas para se desenvolver de forma mais saudável, completa, responsável e autônoma. Além disso, ela também se torna capaz de entender as emoções e os sentimentos das outras pessoas, adquirindo características como respeito, amizade e empatia. Nos próximos slides, você vai conhecer uma série de atividades que vão auxiliar os alunos no reconhecimentos das suas emoções e dos seus sentimentos. Aproveite! Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 13. Que emoção é essa? Para aprender a nomear as emoções Jogo da imitação Para aprender a reconhecer as emoções Como estou me sentindo hoje? Para aprender a identificar os próprios sentimentos Leitura e emoções Para ampliar a percepção e o entendimento sobre as emoções Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 14. Objetivo: Auxiliar os alunos na identificação das emoções. Passo a passo: 1. Faça cartões com os emojis do próximo slide. 2. Mostre um cartão por vez e pergunte aos alunos: “Que emoção é essa?” 3. Dê um tempo para que os alunos expressem suas ideias e explore pontos de discordância. 4. Em seguida, peça que os alunos digam em que situações se sentem daquela forma e como eles reagem. 5. Pergunte, também, se eles já perceberam estes sentimentos e emoções em outras pessoas. çã é Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 15.
  • 16. v v çã Objetivo: Estimular que os alunos expressem sentimentos e emoções, reconhecendo seus efeitos no corpo. Passo a passo: 1. Para esta atividade você pode continuar usando os emojis do slide anterior. Mas também pode usar cenas, fotografias, ilustrações ou outro recurso visual. 2. Explique para a turma que você vai chamar um aluno e mostrar a ele a imagem. Sem dizer nenhuma palavra, o aluno deve fazer uma imitação do sentimento/emoção. Vale usar todo o corpo e caprichar na expressão facial. 3. Em seguida, pergunte para a turma que emoção ou sentimento está sendo representado pelo colega. 4. Por fim, peça que o aluno imitador revele a resposta. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 17. Objetivo: Auxiliar os alunos a reconhecer e expressar seus sentimentos. Passo a passo: 1. Faça uma série de carinhas em post-its e cole-os no quadro. Lembre-se de fazer carinhas felizes e tristes, com expressões diferentes e em número maior do que o de alunos da turma. 2. Cada aluno que entrar na sala de aula deve pegar um post-it com uma carinha que represente como ele está se sentindo naquele dia. 3. Oriente que os alunos colem os post-its em suas carteiras. 4. Num segundo momento, pergunte porque aquele post- it foi escolhido e como cada aluno está se sentindo. Estimule os alunos a nomear os sentimentos usando palavras como: alegria, felicidade, tristeza, raiva, ciúmes, surpresa, medo, satisfação, excitação, ansiedade, calma, confiança, tédio, confusão etc. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 18. v v Você também pode montar uma roda das emoções para que os alunos digam como estão se sentindo. A roda das emoções é um recurso visual que também permite às crianças identificarem os sentimentos por meio de carinhas. Clique aqui e veja como construir uma roda das emoções. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 19. v v As atividades 1, 2 e 3 têm como objetivo auxiliar os alunos a identificarem, reconhecerem e nomearem seus sentimentos e emoções. Com isso, estarão exercitando a competência geral autoconhecimento e autocuidado. Além disso, como os alunos vão partilhar o que estão experimentando com todos os colegas, também desenvolvem empatia e cooperação. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 20. çõ Objetivo: Estimular os alunos a ouvir e a refletir sobre sentimentos e emoções por meio da interpretação. Passo a passo: 1. Escolha um livro que fale sobre emoções. Faça uma leitura prévia com o intuito de se preparar para a atividade. 2. Leia o livro com a turma, mostrando as imagens. 3. Ao final da leitura, estimule os alunos a trocarem impressões sobre a história. Sugestões de livros: • Tenho monstros na barriga, de Tonia Casarin • O grande livro das emoções, Mary Hoffman e Ros Asquith • O livro dos sentimentos, Todd Parr • Casa dos sentimentos, Nana Toledo • O monstro das cores, Anna Llenas Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 21. v v A leitura possibilita explorar os variados aspectos das emoções, trabalhando questões como respeito e empatia. Keith Oatley, psicólogo, romancista e responsável por uma pesquisa da Universidade de Toronto, Canadá, sobre ficção e empatia, afirma que “quando lemos ficção, nós nos tornamos mais aptos a compreender as pessoas e suas intenções”. A matéria “Leitura ajuda estudantes a nomear emoções”, traz mais alguns aspectos sobre o potencial dos livros na compreensão dos sentimentos. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 22. Os podcasts Emoções no aprendizado e A importância de ensinar sobre as emoções trazem reflexões interessantes sobre o papel das emoções na aprendizagem. Nossa proposta é: que tal ouvir estes podcasts, compartilhá- los com colegas professoras/professores, trocar ideias e impressões sobre o assunto? Lembre-se que compartilhar experiências, conhecimentos e sentimentos é extremamente importante para o autodesenvolvimento e para a reflexão. Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 23. O vídeo “Aprenda os 5 domínios da Inteligência Emocional” traz um resumo do livro “Inteligência Emocional – A teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente” de Daniel Goleman. Vale a pena conferir! Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 24. v v Você viu que a inteligência emocional é uma das principais competências socioemocionais do século XXI. Você também viu que, assim como outras inteligências, ela é passível de aprendizagem e de desenvolvimento. Mais que isso, você compreendeu que é preciso investir na própria inteligência emocional como forma de adquirir ferramentas para colaborar com a compreensão dos seus alunos sobre emoções e sentimentos. O estudo sobre inteligência emocional não deve ser pontual. Pelo contrário, requer dedicação, reflexão e atualização constante. Continue debruçando-se sobre este tema e trocando com seus pares. Você e seus alunos só terão a ganhar com isso! ó Aula 01 Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 25. Aula 01 Gostou desse conteúdo? Então confere nosso Banco de Práticas! Lá você encontra diversas propostas pedagógicas voltadas para essa construção das competências socioemocionais nas diferentes etapas de ensino, feitas por professores e para professores, numa linguagem acessível e com muita inovação, reflexão e seriedade! Ensinando emoções Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo?
  • 26. v í Ensinando emoções. Como ajudar os alunos a identificarem o que estão sentindo? A importância das emoções na aprendizagem. Aprendizagem, emoção, sentimento, autoconheci- mento, empatia ã Julho/2023 Freepik çã Vivescer / Instituto Península á
  • 27. í é Heloisa Morel (Diretora Executiva) institutopeninsula.org.br Verônica Fonseca Silvia Breim Sirlene Alves Eduardo Butter Felipe Belo Rita Galdino Letícia Fernandes