SlideShare uma empresa Scribd logo
1/12
O LIVRO DOS ESPÍRITOSO LIVRO DOS ESPÍRITOS
2/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
CAPÍTULO VII – Da emancipação da alma
O sono e os sonhos (Continuação)
Visitas espíritas entre pessoas vivas
Transmissão oculta do pensamento
Letargia, catalepsia, mortes aparentes
Sonambulismo
Êxtase
Dupla vista
Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da
dupla vista
PARTE SEGUNDA
Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos
3/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
404. Que se deve pensar das
significações atribuídas aos sonhos?
“Os sonhos não são verdadeiros como o entendem os
ledores de buena-dicha, pois fora absurdo crer-se que
sonhar com tal coisa anuncia tal outra. São verdadeiros
no sentido de que apresentam imagens que para o
Espírito têm realidade, porém que, freqüentemente,
nenhuma relação guardam com o que se passa na vida
corporal. São também, como atrás dissemos, um
pressentimento do futuro, permitido por Deus, ou a
visão do que no momento ocorre em outro lugar a que a
alma se transporta. ...
O sono e os sonhos
4/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
O Sono segundo a ciência:
• Assunto tratado nos campos da psicologia
e da psicanálise
• Estudos demonstram que a privação do
sono acarreta sérias consequências mentais
e físicas
• No sono, acontecem variações orgânicas
interessantes tais como: Aumento de
pressão arterial, aumento da secreção dos
hormônios, respiração e ritmo cardíaco mais
rápidos e irregulares, etc
• Dois tipos de sono
O sono e os sonhos
5/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
• NREM (No Rapid Eye Movements) 
• REM (Rapid Eye Movements)
No sono REM, existem fases:
1º Estágio – Sono leve – Dura alguns minutos e
já podem ocorrer sonhos;
2º Estágio – Sono intermediário – Ocorrência de
espécies de alucinações e/ou sensações de
queda;
3º Estágio – Sono profundo – insensibilidade a
sons e resistência para ser acordado;
4º Estágio – Sono mais profundo – Total
relaxação. Nesta fase podem ocorrer fenômenos
como o sonabulismo
O sono e os sonhos
6/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
O sonho segundo a ciência:
• Tem início com as teorias de Freud;
• Para Freud os sonhos são expressões
disfarçadas de processos psíquicos
inconscientes, profundos e extremamente
significativos; revelações diretas, mas veladas,
de desejos insatisfeitos. Acrescenta que, se os
nossos conflitos não encontram solução,
encerram-se no subconsciente e convertem-se
em complexos. Uma censura, o superego,
impede que regressem à consciência. No
entanto, podem se manifestar em forma de
sonhos, neuroses etc.
O sono e os sonhos
7/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
405. Acontece com freqüência verem-se em
sonho coisas que parecem um pressentimento,
que, afinal, não se confirma. A que se deve
atribuir isto?
“Pode suceder que tais pressentimentos venham a confirmar-
se apenas para o Espírito. É preciso não esquecer que,
durante o sono, a alma está mais ou menos sob a influência da
matéria e que, assim, nunca se liberta completamente de suas
idéias terrenas, donde resulta que as preocupações do estado
de vigília podem dar ao que se vê a aparência do que se
deseja, ou do que se teme. A isto é que, em verdade, cabe
chamar-se efeito da imaginação. Sempre que uma idéia nos
preocupa fortemente, tudo o que vemos se nos mostra ligado a
O sono e os sonhos
8/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
407. É necessário o sono completo
para a emancipação do Espírito?
“Não; basta que os sentidos entrem em torpor
para que o Espírito recobre a sua liberdade.
Para se emancipar, ele se aproveita de todos os
instantes de trégua que o corpo lhe concede.
Desde que haja prostração das forças vitais, o
Espírito se desprende, tornando-se tanto mais
livre, quanto mais fraco for o corpo.”
O sono e os sonhos
9/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
410. Dá-se também que, durante o sono, ou
quando nos achamos apenas ligeiramente
adormecidos, acodem-nos idéias que nos
parecem excelentes e que se nos apagam
da memória, apesar dos esforços que
façamos para retê-las. Donde vêm essas
idéias?
“Provêm da liberdade do Espírito que se emancipa e
que, emancipado, goza de suas faculdades com
maior amplitude. Também são, freqüentemente,
conselhos que outros Espíritos dão.”
O sono e os sonhos
10/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
411. Estando desprendido da matéria e
atuando como Espírito, sabe o Espírito
encarnado qual será a época de sua
morte?
“Acontece pressenti-la. Também sucede ter plena
consciência dessa época, o que dá lugar a que,
em estado de vigília, tenha a intuição do fato. Por
isso é que algumas pessoas prevêem com grande
exatidão a data em que virão a morrer.”
O sono e os sonhos
11/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
412. Pode a atividade do Espírito,
durante o repouso, ou o sono corporal,
fatigar o corpo?
“Pode, pois que o Espírito se acha preso ao
corpo qual balão cativo ao poste. Assim como
as sacudiduras do balão abalam o poste, a
atividade do Espírito reage sobre o corpo e
pode fatigá-lo.”
O sono e os sonhos
12/12
O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS
a) De que servem essas idéias e esses
conselhos, desde que, pelos esquecer,
não os podemos aproveitar?
“Essas idéias, em regra, mais dizem respeito ao
mundo dos Espíritos do que ao mundo corpóreo.
Pouco importa que comumente o Espírito as
esqueça, quando unido ao corpo. Na ocasião
oportuna, voltar-lhe-ão como inspiração de
momento.”
O sono e os sonhos

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Palestra Sobre Sono E Sonho
Palestra Sobre Sono E SonhoPalestra Sobre Sono E Sonho
Palestra Sobre Sono E Sonho
Grupo Espírita Cristão
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
Graça Maciel
 
Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
Victor Passos
 
53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos
Antonio SSantos
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hs
home
 
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Shantappa Jewur
 
Evangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e SonhosEvangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e Sonhos
Antonino Silva
 
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITAO SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
Jorge Luiz dos Santos
 
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da AlamSono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
Deborah Oliver
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - a clarividencia(1)
( Espiritismo)   # - amag ramgis - a clarividencia(1)( Espiritismo)   # - amag ramgis - a clarividencia(1)
( Espiritismo) # - amag ramgis - a clarividencia(1)
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
Graça Maciel
 
2.8.6 - Segunda Vista
2.8.6 - Segunda Vista 2.8.6 - Segunda Vista
2.8.6 - Segunda Vista
Marta Gomes
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - PrefacioLivro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Patricia Farias
 
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
Patricia Farias
 
Visaoespiritasonosonhos
VisaoespiritasonosonhosVisaoespiritasonosonhos
Visaoespiritasonosonhos
Neusa Lustosa
 
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_IILivro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Patricia Farias
 

Mais procurados (18)

Palestra Sobre Sono E Sonho
Palestra Sobre Sono E SonhoPalestra Sobre Sono E Sonho
Palestra Sobre Sono E Sonho
 
Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2Emancipação Parcial da Alma 2
Emancipação Parcial da Alma 2
 
Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
 
53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos53 o sono e os sonhos
53 o sono e os sonhos
 
Estados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hsEstados de emancipação da alma-1,5hs
Estados de emancipação da alma-1,5hs
 
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
090722 visitas espíritas entre pessoas vivas–sonambulismo
 
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421Comunicação dos pensamentos 413 a 421
Comunicação dos pensamentos 413 a 421
 
Evangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e SonhosEvangeliza - Sono e Sonhos
Evangeliza - Sono e Sonhos
 
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITAO SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
O SONO E O SONHO NA VISÃO ESPÍRITA
 
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da AlamSono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
Sono & Sonhos ESDE. Visão Espírita, Fenômenos da Atencipação da Alam
 
( Espiritismo) # - amag ramgis - a clarividencia(1)
( Espiritismo)   # - amag ramgis - a clarividencia(1)( Espiritismo)   # - amag ramgis - a clarividencia(1)
( Espiritismo) # - amag ramgis - a clarividencia(1)
 
Sono e sonhos
Sono e sonhosSono e sonhos
Sono e sonhos
 
2.8.6 - Segunda Vista
2.8.6 - Segunda Vista 2.8.6 - Segunda Vista
2.8.6 - Segunda Vista
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - PrefacioLivro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
Livro dos Espiritos Q402 e ESE - Prefacio
 
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
Livro dos Espíritos Q407, 408 e 409 ESEcap1
 
Visaoespiritasonosonhos
VisaoespiritasonosonhosVisaoespiritasonosonhos
Visaoespiritasonosonhos
 
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_IILivro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
Livro dos Espíritos Q. 404 e 405 - ESE Introducao_II
 

Semelhante a 081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont

Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Marta Gomes
 
O sono e os sonhos
O sono e os sonhosO sono e os sonhos
O sono e os sonhos
Shantappa Jewur
 
Sonhos na visão espírita
Sonhos na visão espíritaSonhos na visão espírita
Sonhos na visão espírita
Eduardo Ottonelli Pithan
 
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
dariosr40
 
07 sono e sonhos
07   sono e sonhos07   sono e sonhos
07 sono e sonhos
jcevadro
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Maria Salete da Cunha
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Maria Salete da Cunha
 
2.8.4 sonambulismo
2.8.4   sonambulismo2.8.4   sonambulismo
2.8.4 sonambulismo
Marta Gomes
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e SonhosMocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
Sergio Lima Dias Junior
 
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da almaPrimeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
CeiClarencio
 
2.8.1 O sono e os sonhos
2.8.1   O sono e os sonhos2.8.1   O sono e os sonhos
2.8.1 O sono e os sonhos
Marta Gomes
 
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
Laboratório de Cimentos da UFRN - LABCIM/UFRN
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Leonardo Pereira
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Exposicao interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhosExposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao interpretacao dos sonhos
caminhodaluz41
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espirita
Anselmo Heib
 
Mediunidade o que é isso apostila 031
Mediunidade o que é isso   apostila 031Mediunidade o que é isso   apostila 031
Mediunidade o que é isso apostila 031
Instituto de Psicobiofísica Rama Schain
 
Experiências Fora do Corpo Físico
Experiências Fora do Corpo FísicoExperiências Fora do Corpo Físico
Experiências Fora do Corpo Físico
Ponte de Luz ASEC
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
ARMAZÉM DE ARTES TANIA PAUPITZ
 

Semelhante a 081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont (20)

Capitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da almaCapitulo VIII - Emancipacao da alma
Capitulo VIII - Emancipacao da alma
 
O sono e os sonhos
O sono e os sonhosO sono e os sonhos
O sono e os sonhos
 
Sonhos na visão espírita
Sonhos na visão espíritaSonhos na visão espírita
Sonhos na visão espírita
 
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
Paletras - Sonhos, mensagens da alma ...
 
07 sono e sonhos
07   sono e sonhos07   sono e sonhos
07 sono e sonhos
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
 
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)Estados da emancipação da alma   parte 1 (elio mollo)
Estados da emancipação da alma parte 1 (elio mollo)
 
2.8.4 sonambulismo
2.8.4   sonambulismo2.8.4   sonambulismo
2.8.4 sonambulismo
 
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e SonhosMocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
Mocidade Espírita Chico Xavier - Sono e Sonhos
 
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da almaPrimeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
Primeiro Módulo - Aula 15 - Emancipação da alma
 
2.8.1 O sono e os sonhos
2.8.1   O sono e os sonhos2.8.1   O sono e os sonhos
2.8.1 O sono e os sonhos
 
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
O sono e os sonhos (g.e. cristao a caminho da luz)
 
Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade Estudo Sistematizado da Mediunidade
Estudo Sistematizado da Mediunidade
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
 
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...( Espiritismo)   # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
( Espiritismo) # - aluney e a silva - atividade noturna do espirito, desdob...
 
Exposicao interpretacao dos sonhos
Exposicao   interpretacao dos sonhosExposicao   interpretacao dos sonhos
Exposicao interpretacao dos sonhos
 
Regressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espiritaRegressão terapêutica espirita
Regressão terapêutica espirita
 
Mediunidade o que é isso apostila 031
Mediunidade o que é isso   apostila 031Mediunidade o que é isso   apostila 031
Mediunidade o que é isso apostila 031
 
Experiências Fora do Corpo Físico
Experiências Fora do Corpo FísicoExperiências Fora do Corpo Físico
Experiências Fora do Corpo Físico
 
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITASONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
SONO E SONHOS VISÃO ESPIRITA
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Carlos Alberto Freire De Souza
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
Carlos Alberto Freire De Souza
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Carlos Alberto Freire De Souza
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
Carlos Alberto Freire De Souza
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
Carlos Alberto Freire De Souza
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
Carlos Alberto Freire De Souza
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
Carlos Alberto Freire De Souza
 

Mais de Carlos Alberto Freire De Souza (20)

Principio da acao e reacao
Principio da acao e reacaoPrincipio da acao e reacao
Principio da acao e reacao
 
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alvesOs milagres na_visao_espirita-clea alves
Os milagres na_visao_espirita-clea alves
 
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
9 ciclo-iii-fenomenos de-emancipacao_da_alma
 
2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar2 maneira-de-orar
2 maneira-de-orar
 
O que é o perespirito?
O que é o perespirito?O que é o perespirito?
O que é o perespirito?
 
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
Funesdoperespirito 151017123618-lva1-app6892
 
A palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espiritaA palestra doutrinaria na casa espirita
A palestra doutrinaria na casa espirita
 
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e FraternidadeLiberdade, Igualdade e Fraternidade
Liberdade, Igualdade e Fraternidade
 
Passe 4
Passe 4Passe 4
Passe 4
 
Foto kirlian
Foto kirlianFoto kirlian
Foto kirlian
 
Abenção da vida 2
Abenção da vida 2Abenção da vida 2
Abenção da vida 2
 
Sede perfeitos
Sede perfeitosSede perfeitos
Sede perfeitos
 
091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos091028 conclusão de o livro dos espíritos
091028 conclusão de o livro dos espíritos
 
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
091021 ação dos espíritos sobre a natureza-combates-bençãos e maldições – cap...
 
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
091014 possessos-pressentimentos-influência dos espíritos-livro ii,cap9
 
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
091007 funerais-cap6-a infância-simpatias e antipatias terrenas-cap7-livro ii
 
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
090930 a prece-politeismo-cap2–liii - duração da penas futuras-ressurreição-c...
 
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
090916 as relações de além túmulo-metades eternas-recordações – livro ii, cap 6
 
090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais090923 da lei de liberdade-penas temporais
090923 da lei de liberdade-penas temporais
 
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
090909 da perfeição moral – cap. 12 – livro iii
 

Último

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
Nelson Pereira
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
JaquelineSantosBasto
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Lourhana
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Nilson Almeida
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
HerverthRibeiro1
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Igreja Jesus é o Verbo
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
FernandoCavalcante48
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Celso Napoleon
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Nilson Almeida
 

Último (10)

PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdfPROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
PROFECIAS DE NOSTRADAMUS SÃO BÍBLICAS_.pdf
 
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptxLição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
Lição 13 Estudo Biblico para alimento da alma.pptx
 
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxasMalleus Maleficarum: o martelo das bruxas
Malleus Maleficarum: o martelo das bruxas
 
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptxLição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
Lição 12 - A Bendita Esperança: A Marca do Cristão.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (3)
 
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
Aula do ESDE 2 - Penas e Gozos Futuros 2024
 
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptxBíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
Bíblia Sagrada - Jonas - slides testamento3 (1).pptx
 
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermosEnfermos - Unção para consagração dosa enfermos
Enfermos - Unção para consagração dosa enfermos
 
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptxLição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
Lição 13 – A Cidade Celestial - CPAD.pptx
 
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
Oração Ao Sagrado Coração De Jesus E Maria (2)
 

081105 le–livro ii-cap.8–o sono e os sonhos-cont

  • 1. 1/12 O LIVRO DOS ESPÍRITOSO LIVRO DOS ESPÍRITOS
  • 2. 2/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS CAPÍTULO VII – Da emancipação da alma O sono e os sonhos (Continuação) Visitas espíritas entre pessoas vivas Transmissão oculta do pensamento Letargia, catalepsia, mortes aparentes Sonambulismo Êxtase Dupla vista Resumo teórico do sonambulismo, do êxtase e da dupla vista PARTE SEGUNDA Do mundo espírita ou mundo dos Espíritos
  • 3. 3/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 404. Que se deve pensar das significações atribuídas aos sonhos? “Os sonhos não são verdadeiros como o entendem os ledores de buena-dicha, pois fora absurdo crer-se que sonhar com tal coisa anuncia tal outra. São verdadeiros no sentido de que apresentam imagens que para o Espírito têm realidade, porém que, freqüentemente, nenhuma relação guardam com o que se passa na vida corporal. São também, como atrás dissemos, um pressentimento do futuro, permitido por Deus, ou a visão do que no momento ocorre em outro lugar a que a alma se transporta. ... O sono e os sonhos
  • 4. 4/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS O Sono segundo a ciência: • Assunto tratado nos campos da psicologia e da psicanálise • Estudos demonstram que a privação do sono acarreta sérias consequências mentais e físicas • No sono, acontecem variações orgânicas interessantes tais como: Aumento de pressão arterial, aumento da secreção dos hormônios, respiração e ritmo cardíaco mais rápidos e irregulares, etc • Dois tipos de sono O sono e os sonhos
  • 5. 5/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS • NREM (No Rapid Eye Movements)  • REM (Rapid Eye Movements) No sono REM, existem fases: 1º Estágio – Sono leve – Dura alguns minutos e já podem ocorrer sonhos; 2º Estágio – Sono intermediário – Ocorrência de espécies de alucinações e/ou sensações de queda; 3º Estágio – Sono profundo – insensibilidade a sons e resistência para ser acordado; 4º Estágio – Sono mais profundo – Total relaxação. Nesta fase podem ocorrer fenômenos como o sonabulismo O sono e os sonhos
  • 6. 6/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS O sonho segundo a ciência: • Tem início com as teorias de Freud; • Para Freud os sonhos são expressões disfarçadas de processos psíquicos inconscientes, profundos e extremamente significativos; revelações diretas, mas veladas, de desejos insatisfeitos. Acrescenta que, se os nossos conflitos não encontram solução, encerram-se no subconsciente e convertem-se em complexos. Uma censura, o superego, impede que regressem à consciência. No entanto, podem se manifestar em forma de sonhos, neuroses etc. O sono e os sonhos
  • 7. 7/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 405. Acontece com freqüência verem-se em sonho coisas que parecem um pressentimento, que, afinal, não se confirma. A que se deve atribuir isto? “Pode suceder que tais pressentimentos venham a confirmar- se apenas para o Espírito. É preciso não esquecer que, durante o sono, a alma está mais ou menos sob a influência da matéria e que, assim, nunca se liberta completamente de suas idéias terrenas, donde resulta que as preocupações do estado de vigília podem dar ao que se vê a aparência do que se deseja, ou do que se teme. A isto é que, em verdade, cabe chamar-se efeito da imaginação. Sempre que uma idéia nos preocupa fortemente, tudo o que vemos se nos mostra ligado a O sono e os sonhos
  • 8. 8/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 407. É necessário o sono completo para a emancipação do Espírito? “Não; basta que os sentidos entrem em torpor para que o Espírito recobre a sua liberdade. Para se emancipar, ele se aproveita de todos os instantes de trégua que o corpo lhe concede. Desde que haja prostração das forças vitais, o Espírito se desprende, tornando-se tanto mais livre, quanto mais fraco for o corpo.” O sono e os sonhos
  • 9. 9/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 410. Dá-se também que, durante o sono, ou quando nos achamos apenas ligeiramente adormecidos, acodem-nos idéias que nos parecem excelentes e que se nos apagam da memória, apesar dos esforços que façamos para retê-las. Donde vêm essas idéias? “Provêm da liberdade do Espírito que se emancipa e que, emancipado, goza de suas faculdades com maior amplitude. Também são, freqüentemente, conselhos que outros Espíritos dão.” O sono e os sonhos
  • 10. 10/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 411. Estando desprendido da matéria e atuando como Espírito, sabe o Espírito encarnado qual será a época de sua morte? “Acontece pressenti-la. Também sucede ter plena consciência dessa época, o que dá lugar a que, em estado de vigília, tenha a intuição do fato. Por isso é que algumas pessoas prevêem com grande exatidão a data em que virão a morrer.” O sono e os sonhos
  • 11. 11/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS 412. Pode a atividade do Espírito, durante o repouso, ou o sono corporal, fatigar o corpo? “Pode, pois que o Espírito se acha preso ao corpo qual balão cativo ao poste. Assim como as sacudiduras do balão abalam o poste, a atividade do Espírito reage sobre o corpo e pode fatigá-lo.” O sono e os sonhos
  • 12. 12/12 O LIVRO DOS ESPIRITOSO LIVRO DOS ESPIRITOS a) De que servem essas idéias e esses conselhos, desde que, pelos esquecer, não os podemos aproveitar? “Essas idéias, em regra, mais dizem respeito ao mundo dos Espíritos do que ao mundo corpóreo. Pouco importa que comumente o Espírito as esqueça, quando unido ao corpo. Na ocasião oportuna, voltar-lhe-ão como inspiração de momento.” O sono e os sonhos