Análises químicas dos processos de tratamento de água

1.050 visualizações

Publicada em

0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.050
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
30
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Análises químicas dos processos de tratamento de água

  1. 1. Universidade Estadual de Goiás – UnUCET.Candidato a vaga de docente em Química:Thiago Weslei de Almeida Sousa.
  2. 2.  Líquido mais abundante do planeta. Essencial e insubstituível. Meio de transporte e ambiente. 73% da superfície terrestre. 97% da massa total nos oceanos. Elementos e substâncias químicas dissolvidas:intemperismos das rochas, contribuições humanas eprecipitações de partículas da atmosfera.
  3. 3.  Ca, Mg, Fe e I.  nutrientes fundamentais Fe, Mn.  sabor desagradável F, NO3− e Na.  Efeitos negativos a saúde.
  4. 4. Acerto de pHPrecipitação químicaOxi-reduçãoTroca-iônica
  5. 5.  Importante e frequentemente utilizado. Contribui para a precipitação  elementostóxicos. Processos deneutralização, precipitação, coagulação, desinfecção e controle de corrosão. Determinação de alcalinidade e do CO2 etambém no equilíbrio ácido-base. Método do potenciômetro.
  6. 6. Quando é utilizada: Antes da descarga em corpo d´água receptor ou sistemapúblico. Antes de processos físicos (convencionais e avançados) . Antes de processos químicos de tratamento. Antes de processos biológicos de tratamento.
  7. 7. 1.Estação de dosagem para ácidos2.Estação de dosagem paraalcalinos3.Controlador para controle do pH4.Misturador estático5.Sensor de pH6.Bombas dosadoras341265
  8. 8.  Óxido de cálcio – CaO (cal virgem) Carbonato de cálcio – CaCO3 (calcário) Hidróxido de sódio – NaOH (soda cáustica) Carbonato de sódio – Na2CO3 (barrilha) Hidróxido de amônia – NH4OH (amoníaco) Ácido sulfúrico – H2SO4 Ácido clorídrico - HCl Gás carbônico – CO2
  9. 9.  Remoção de metais pesados solúveis. Adição de uma substância que reagequimicamente com a substância em solução. Adição de uma substância que altera o equilíbriode solubilidade. Co-precipitação. Alteração da temperatura.
  10. 10.  Formação de um compostoinsolúvel  mais comum. Depende da concentraçãodos metais e do pH. O ponto de inflexão dascurvas definem os limitesde concentração dosmetais dissolvidos.
  11. 11.  Cuidados: níveis exigidos pela legislação -hidróxidos. Formação de complexos solúveis. Cianeto, fosfatos e EDTA.
  12. 12.  As reações de oxidação-redução. 2 MnO4- + CN-  2MnO42- + CNO- + H2O;Nox CN- : aumenta de -1 para +1Nox MnO4- : diminui de -1 para -2 Têm por objetivo diminuir a toxicidade de umadeterminada corrente líquida; Podem ser utilizados para compostosorgânicos, metais e alguns compostosinorgânicos.
  13. 13.  Processo de separação. Resina sólida trocadora de Íons. Espécies iônicas dissolvidas(Al³+, Pb²+, Sr²+, etc.) Ânions inorgânicos (F-, NO³-, SO4²-, CN-, etc) Ácidos orgânicos (carboxílicos, fenóis, etc).
  14. 14.  Turbidez; Cor aparente; Fe e Mn; Sólidos dissolvidos totais e Padrão de aceitação para consumo.
  15. 15. GRATO PELA ATENÇÃO.
  16. 16.  [1] DI BERNARDO, L.; DANTAS,A. D. B. Métodos e técnicas detratamento de água. 2. ed. v. 1 - 2, São Carlos: RIMA, 1565p, 2005. [2] RICHTER, C.A. Água: Métodos eTecnologia deTratamento. SãoPaulo, Edgard Blücher, 340p, 2009. [3] EDZWALD, J.K. (ed.) Water quality & treatment – A handbook ondrinking water. AmericanWaterWorks Association and McGraw -Hill, Inc., 6 th ed. USA, 1233p, 2011. [4] BRAILE, P.M. & CAVALCANTI, J.E., "Manual deTratamento deÁguas. Residuárias Industriais". São Paulo, CETESB, 1993. [5] BRASIL. Portaria MS n.º 518/2004. Ministério da Saúde, Secretaria deVigilância em Saúde, Coordenação - Geral deVigilância em SaúdeAmbiental – Brasília: Editora do Ministério da Saúde, 28 p. 2005.

×