SSINDICATO DOS TRABALHADORES DA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E
TELÉGRAFOS TELEGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE RONDÔNIA
Sede...
NOTA DE REPÚDIO A MÁ AMINISTRAÇÃO DO POSTALIS
O SINTECT/RO repudia a forma que a administração do POSTALIS em conluio com ...
Informativo 24 de junho
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Informativo 24 de junho

1.805 visualizações

Publicada em

infomativo

Publicada em: Internet
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.805
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.421
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
1
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Informativo 24 de junho

  1. 1. SSINDICATO DOS TRABALHADORES DA EMPRESA BRASILEIRA DE CORREIOS E TELÉGRAFOS TELEGRAFOS DIRETORIA REGIONAL DE RONDÔNIA Sede provisória Rua Alexandre Guimarães, 1112 Areal - CEP 76.804.295- Porto Velho/RO Fone: (69) 3221-2658. Site: www.sintectro.com.br e-mail:sindicatocorreiosrondonia@gmail.com DIREÇÃO DA ECT USA PLR COMO BARGANHA Se não fosse tão mísera a PLR a ser paga esse ano, talvez fosse menos vergonhoso a forma que a direção da empresa vem tratando o assunto. Após oferecer um valor de R$ 272,00 justificado pelo baixo lucro, agora a ECT quer pagar linear atrelado a cinco anos com os critérios não muito claro de Avaliação de Desempenho por unidade o S.A.P.P.P e G.C.R, “oferta” que foi totalmente recusada pelos sindicatos que participaram da MNNP do dia 05 de junho. A palavra de ordem é pegar ou largar. Ora, se os sindicatos aceitassem esse pagamento linear que não chegaria a 300 reais para cada trabalhador, teria que assinar um acordo vendendo a PLR para que nos próximos cinco anos a empresa distribuísse da forma que bem entendesse, e como todos sabem dificilmente os trabalhares da base seriam contemplados de forma justa, em contraste a alta cúpula da ECT estaria, com sempre, sendo privilegiada. Coerentemente os sindicatos que participaram da mesa rejeitaram a barganha oferecida pela empresa. A FINDECT e os sindicatos a ela filiados propuseram que a ECT pague a PLR 2013 imediatamente e deixe para discutir os critérios da PLR 2014 a ser paga em 2015, na Negociação do Acordo Coletivo de Trabalho. Essa proposta não agradou em nada os representantes da empresa. Vale ressaltar que a ECT fechou o ano com um lucro de 325 milhões de reais e em seguida um investimento, segundo estimativa da imprensa, que chegará a 400 milhões na nova logomarca. A justificativa da necessidade desse investimento para melhorar os negócios da empresa é incoerente com a falta de investimento no pessoal, ou seja, os trabalhadores que a cada dia tem um aumento na sobrecarga de serviço e que de fato produzem na valorização e fortalecimento dos negócios da ECT. Lembrando ainda que a ECT fez o corte em relação aos eventos esportivos e culturais que envolvem os trabalhadores, para evitar "gastos". O incrível é que logo em seguida fez uma doação de nada mais nada menos que 300 milhões de reais para o comitê olímpico para ter exclusividade na logística postal durante as olimpíadas de 2016 (o lucro do ano), sendo que para nós trabalhadores não pode distribuir um PLR melhor porque isso pode "quebrar" a empresa. Não restando outra opção, e entendendo a necessidade de garantir o que já foi conquistado com trabalho e suor dos ecetistas, os sindicatos convocarão assembleia para debater a luta e a garantia da PLR dos trabalhadores. ______________________________________________________________________________ CONVENIO – Informamos que está ativo o convenio com Jegue Motos, com desconto de até 20% para filiados do sindicato. Endereço - Rua Anari prox. Jatuarana em frente CDD SUL. Porto Velho-RO 24 de junho 2014 11º edição do ano 2014
  2. 2. NOTA DE REPÚDIO A MÁ AMINISTRAÇÃO DO POSTALIS O SINTECT/RO repudia a forma que a administração do POSTALIS em conluio com a direção da ECT e conselheiros eleitos, tem agido concernente ao fundo de pensão dos trabalhadores dos correios. Segundo reportagem do jornal O GLOBO, os representantes “eleitos” pelos trabalhadores no POSTALIS, Manoel Santana ex-dirigente do SINTECT/RO e José Rivaldo (Taliban) passaram a votar com os indicados da empresa com o intuito de dar aval para ingerência da empresa na gestão do POSTALIS, além do mais Manoel Cantoara, ex-secretário geral da FENTECT e Ernani Coelho, ex-sindicalista, ocupam cadeira de assessores especiais na presidência dos correios, segundo denuncia do sindicato do Rio de Janeiro, são esses ex-sindicalistas que orientam as decisões politicas na instituição POSTALIS de acordo com as ordens dadas pela direção da empresa em detrimento a vontade e interesse dos trabalhadores. Dessa forma O SINTECT/RO repudia a ingerência do POSTALIS, buscando entender o porquê dos conselheiros eleitos para atender os interesses dos trabalhadores votam a mando da empresa repassando prejuízos sobre investimentos mal feitos para os trabalhadores. SINTECT/RO GANHA MAIS DUAS AÇÕES EM PRIMEIRA INSTANCIA POR DANOS MORAIS Devido o grande número de assaltos ocorridos nas agencias da capital e interior do estado, por falta de dispositivo de segurança, trabalhadores vítimas da negligencia da ECT tem procurado o sindicato para ajuizar ação por danos morais como forma de minimizar o trauma sofrido. As duas últimas ações ajuizadas pelo jurídico do SINTECT/RO Dr. Silvio Medeiros, teve parecer favorável da justiça com indenização nos valores de 15 mil e 10 mil reais. O juiz que julgou uma das ações disse que apesar da segurança ser dever do estado, é também obrigação do empregador (nesse caso a ECT) proporcionar um ambiente hígido, sadio e equilibrado. Vale lembrar que nos assaltos a ECT e o BB, não tem prejuízo nos valores levado, devido o seguro, ficando unicamente o trabalhador com risco de vida e problema de saúde devido o trauma. Por isso o SINTECT/RO tem orientado os trabalhadores vítimas de assaltos a procurarem o sindicato para ajuizar ação por danos morais e materiais, só assim conseguiremos com que a empresa coloque segurança nas agências. (confira essas e outras ações na íntegra em http://www.sintectro.com.br/sentencas) TRABALHADORES DE VILHENA DECRETAM ESTADO DE GREVE O SINTECT/RO esteve em Vilhena do dia 15 a 17 de junho onde foram detectados sobrecarga de serviço, falta de pessoal, atraso de quase um ano na implantação do SD, ambiente inadequado para quantidade de distritos dentre outros. Em reunião e posteriormente em assembleia realizada os trabalhadores do Cdd Vilhena decretaram estado de greve até 01 julho para que a empresa implante o SD e substitua os carteiros de licença médica. Caso isso não ocorra os carteiros ameaçam parar as atividades, visando melhora na distribuição que contemple a satisfação do cliente, menos sobrecarga e mais qualidade de vida. Edição: Esion Geber A. Lacerda – Secretário de Imprensa do SINTECT/RO

×