Capa da narrativa digital Inanimate Alice (2003),       de Kate Pullinger e Chris Joseph
O livro Inanimate  Alice pedagogyproject- lessons plan   and education   resource packs  compila diversas  possibilidades ...
Ilustrações de de John Tenniel para Alice no País dasMaravilhas, de Lewis Carroll. As cartas do baralho pintam asrosas bra...
Atividades Escolares com o Projeto Inanimate Alice,       visando à criação de Narrativas Digitais
Placa no C.E.R.N., onde a World Wide Web, ou Rede Mundial deComunicação foi concebida, por um de seus cientistas, TimBerne...
Imagens do C.E.R.N. – Centro Europeu para a                                                         Pesquisa Nuclear, e do...
O Bosom de Higgs pode ser a chave para a compreensão do universo, dando às partículas que compõem os átomos sua massa.Sem ...
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)
Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)

412 visualizações

Publicada em

MESA-REDONDA LITERATURA EM REDE DIGITAL

Palestra:
INANIMATE ALICE: O BILDUNGSROMAN DA ERA DIGITAL
Profa. Dra. Ermelinda Ferreira (UFPE)

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
412
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Hipertexto 2012 - Slides da palestra de Ermelinda Ferreira (UFPE)

  1. 1. Capa da narrativa digital Inanimate Alice (2003), de Kate Pullinger e Chris Joseph
  2. 2. O livro Inanimate Alice pedagogyproject- lessons plan and education resource packs compila diversas possibilidades de abordagens daproposta da literatura eletrônica na escola, ajudando no “transletramento” digital.
  3. 3. Ilustrações de de John Tenniel para Alice no País dasMaravilhas, de Lewis Carroll. As cartas do baralho pintam asrosas brancas de vermelho, de modo a produzir um simulacro derosas vermelhas. Uma simulação, e não uma dissimulação(máscara ou disfarce), uma vez as rosas brancas nãopassam, elas mesmas, de um efeito, uma projeção de “real” namente de Alice.
  4. 4. Atividades Escolares com o Projeto Inanimate Alice, visando à criação de Narrativas Digitais
  5. 5. Placa no C.E.R.N., onde a World Wide Web, ou Rede Mundial deComunicação foi concebida, por um de seus cientistas, TimBerners-Lee, em 1989.Com as invenções de Berners-Lee e várias evoluções e melhoriasem seus protocolos e códigos chegamos à Internet como aconhecemos. Nenhum outro meio de comunicação se expandiu tãorapidamente quanto a rede mundial de computadores.Em quatro anos, a Internet atingiu mais de 50 milhões de pessoas!
  6. 6. Imagens do C.E.R.N. – Centro Europeu para a Pesquisa Nuclear, e do “Atlas”, o laboratório situado no túnel subterrâneo onde se investiga a existência do Bosom de Higgs, ou “Partícula de Deus”.O LHC – Large Hadron Collider, é um projetofaraônico que há 20 anos reúne 6.000 cientistas domundo, procurando simular os primeiros milésimos desegundo do Universo há cerca de 13 mil milhões deanos, e que é considerada a experiência científica doséculo. Desde 1996, o CERN construiu, 100 metrosdebaixo da terra, perto de Genebra, na Suíça, um anelde 27 quilómetros. À volta deste anel estão instaladosos quatro grandes aceleradores de partículas onde aexperiência se desenvolve.
  7. 7. O Bosom de Higgs pode ser a chave para a compreensão do universo, dando às partículas que compõem os átomos sua massa.Sem a massa, as partículas iriam acelerar pelo universo, sem conseguir ligar-se umas às outras formando os átomos e, porconsequência, qualquer estrutura física que conhecemos. Para comprovar a teoria do Bosom de Higgs os físicos devem tercriado, no Grande Colisor de Hádrons, algumas destas partículas dentre trilhões de colisões. Impossíveis de ser detectadas, pordesaparecerem muito rápido, elas deixariam para trás, no entanto, uma marca após sua desintegração, denunciando a suapresença.A antimatéria é uma das teorias mais importantes no que respeita à criação do Universo e a sua expansão. Os investigadoresdefendem que o nosso Universo está constituído pela mesma quantidade de matéria e de antimatéria, apenas não é ainda possíveldeterminá-la. No senso comum, e o que a teoria nos indica, é que estes dois componentes são opostos e se repelem, e essa étambém uma das explicações, não só para a expansão do Universo, como também para o aumento da velocidade dessa mesmaexpansão. Ao se administrar uma quantidade correta de antimatéria a um determinado objecto, o efeito seria o contrário do dagravidade. Ou seja, o objecto seria repelido pelo chão.Depois da notícia da identificação do Bosom de Higgs, novas realidadessão projetadas para o mundo futuro. Talvez os carros voadores estejam mais perto do que se imagina…

×