Educação como exercício do poder.

1.038 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.038
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
4
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
21
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Educação como exercício do poder.

  1. 1. Educação como Exercício do Poder: Implicações para a Prática Escolar Democrática O homem é o único ser que se desprende da sua condição meramente natural pronunciando-se diante do real e criando valores.
  2. 2. Ao transformar a natureza pelo trabalho, o homem transforma-se a si mesmo, ou melhor, cria-se a si mesmo pelo trabalho, ao criar suas próprias condições de existência histórica à medida que ele modifica a natureza externa, pelo trabalho, “modifica a sua própria natureza.”
  3. 3. O conceito de homem histórico reflete tudo aquilo que ele cria ao transcender a natureza.
  4. 4. O homem vai se tornando mais humano (atualização histórico cultural) à medida que à sua natureza vai acrescentando cultura, pela apropriação de conhecimentos, informações, valores, crenças, habilidades artísticas etc.
  5. 5. A condição política do homem advém do fato de que ele, em sua historicidade, não pode de modo nenhum ser tomado de forma isolada, o homem produz a sua materialidade mediada pela divisão social do trabalho.
  6. 6. Homem sujeito- detentor de interesses, aspirações, pulsões, expectativas.
  7. 7. A necessidade de o homem sujeito se relacionar com outros sujeitos gera a necessidade de um conceito geral de política com o propósito de tornar possível a convivência .
  8. 8. A política no sentido de convivência pode se realizar através da dominação- uma das partes anula ou reduz a subjetividade da outra tornando- a um objeto.
  9. 9. Ou pela democracia: convivência pacífica e livre, troca de impressões, contraposição de interesses e vontades, mas com a predominância da aceitação mútua e negociação.
  10. 10. Para a educação é muito importante a consciência do tipo de homem político que se pretende formar. Numa sociedade democrática, tomar o homem histórico como o objetivo da educação implica formálo como cidadão, afirmando-o em sua condição de sujeito e preparando-o para atuar democraticamente em sociedade.
  11. 11. A preocupação da educação é com o homem na integralidade de sua condição histórica, não se restringindo a fins parciais de preparação para o trabalho, para ter sucesso em exames ou para qualquer aspecto restrito da vida das pessoas.
  12. 12. Ao considerar a cultura como conteúdo da educação, nela se incluem os valores da convivência democrática, visto que a democracia é um dos elementos dessa cultura que, como toda construção histórica, só se transmite historicamente.
  13. 13. Fonte: Educação como Exercício do Poder: Implicações para a Prática escolar democrática Vitor Henrique Paro Nome: Simone Becker Data: 17/09/2012

×