1
2
CELEBRAÇÃO
DA
COSMOGÊNESE
A PÁSCOA
COMO:
CELEBRAÇÃO
DA COLHEITA
CELEBRAÇÃO
DA SAÍDA DO
EGITO.
RITUAL MÍSTICO DE
INICIAÇÃO ...
João 2: 13-25/ 15.1, 6.4
João 2.13 Depois disto desceu a Cafarnaum,
ele, e sua mãe, e seus irmãos, e seus discípulos;
e fi...
a) A Páscoa é uma das tradições dos mistérios;
b) A preparação do ambiente, do alimento, a repartição do alimento
e por fi...
6
a ) Por ultimo, um dos valores destas cerimônias, se referia aos
pães e bolos que eram consagrados ou abençoados pelos
sac...
8
O primeiro
momento da
celebração
da Páscoa.
Mt. 26: 2 Sabeis que daqui a dois dias será a
Páscoa e o Filho do homem será entregue para
ser crucificado. 26:17 No prime...
Teria como principal razão o FLUIR da grande
efusão espiritual sobre os corpos do homem, sobre
o seu ambiente, e para auxi...
11
12
JOÃO 13:1 – 11
13:12 - 17
Cap. 139. Sobre a constituição do caminho do meio 5 poderes sem luz.
Sobre cada trabalho ou tom.
13
10.ANDRÉ
11.TIAGO
MENO...
14
O segundo momento da celebração da Páscoa de Jesus, o Cristo.
O RITO MÍSTICO.
15
Vestidos com roupas de
linho.
Tendo em suas mãos a
escrita secreta ( palavra
sagrada)do nome do pai do
Tesouro de Luz I...
Simbologia do Altar.
a) Oferendas queimadas são símbolos de auto purificação. Toda as as
emoções e desejos que são transmu...
Rito Místico do Perdão dos Pecados
17
A INVOCAÇÃO :
Isto é seguido por uma fórmula
mística, o que é interpretado como:
“Ouve-me , meu Pai. Pai de toda a paternidade. Invoco-
...
19
20
a) (...) este universo foi chamado à vida, e a Sua vontade é que mantém toda a criação funcionando por uma pressão cujo...
c) Em todo os planos existe essa forte corrente
na direção do aprimoramento. Quem quer que
faça, diga pense algo contrário...
a) O pecado seria um fluxo regular, no que diz respeito ao individuo, que
colocou em seus corpos (físico, mental e emocion...
"Eles saíram de três por três a quatro pontos do céu; eles pregaram as boas novas do Reino
em todo o mundo, o Cristo ser a...
24
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

O sentido mistico da páscoa

358 visualizações

Publicada em

0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
358
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
8
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

O sentido mistico da páscoa

  1. 1. 1
  2. 2. 2
  3. 3. CELEBRAÇÃO DA COSMOGÊNESE A PÁSCOA COMO: CELEBRAÇÃO DA COLHEITA CELEBRAÇÃO DA SAÍDA DO EGITO. RITUAL MÍSTICO DE INICIAÇÃO PARA O MINISTÉRIO APOSTOLAR. OCORRE EM DOIS MOMENTOS: PURIFICAÇÃO E RECONHECIMENTO DOS PODERES INTERNOS.. RITUAL PARA ENTRADA NO TEMPLO NAS ESCOLAS DE MISTÉRIO. 3
  4. 4. João 2: 13-25/ 15.1, 6.4 João 2.13 Depois disto desceu a Cafarnaum, ele, e sua mãe, e seus irmãos, e seus discípulos; e ficaram ali não muitos dias. E estava próxima a páscoa dos judeus, e Jesus subiu a Jerusalém. E achou no templo os que vendiam bois, e ovelhas, e pombos, e os cambiadores assentados. E a ultima Páscoa foi realizada na noite em foi traído e preso. Mt. 26 .../ Mac. 14,17 / luc. 22,14 ... 4 A PRIMEIRA PÁSCOA CELEBRADA NO INÍCIO DO MINISTÉRIO DE JESUS.
  5. 5. a) A Páscoa é uma das tradições dos mistérios; b) A preparação do ambiente, do alimento, a repartição do alimento e por fim o seu consumo, é um conjunto de ações que faziam parte das cerimônias secretas no Egito, Mitraísmo entre outras escolas e da gnose cristã; c) Há uma repartição de pão para os que já participavam da celebração do lado interno ou esotérico e os que estavam no lado externo ou exotérico das cerimônias; d) Dependendo da Escola de Mistério, o alimento utilizado no cerimonial iria variar. pão ázimo – Êxodo 12-8, 11,34,36 ervas amargas Êxodo 12:8 cordeiro Êxodo 12:3 -7 bolo ou pão consagrado ( hóstia) néctar de uva e água em cálices separados. 5
  6. 6. 6
  7. 7. a ) Por ultimo, um dos valores destas cerimônias, se referia aos pães e bolos que eram consagrados ou abençoados pelos sacerdotes e distribuídos aos presentes. No Egito, acreditava-se que era o próprio corpo de Osíris que estava sendo oferecido, e na Santa Ceia , os apóstolos estavam se alimentando do corpo de Cristo: a magia divina que foi em primeiro lugar passada de forma oral e em segundo, de forma experiencial; e) No lado externo era simbolizado pela aquisição dos alimentos vindo dos templos ou dos ritos. ( uma orientação geral de ensinamentos para a vida cotidiana). 7
  8. 8. 8 O primeiro momento da celebração da Páscoa.
  9. 9. Mt. 26: 2 Sabeis que daqui a dois dias será a Páscoa e o Filho do homem será entregue para ser crucificado. 26:17 No primeiro dia da festa dos pães ázimos, os discípulos aproximaram-se de Jesus dizendo: Onde queres que façamos os preparativos para comeres a Páscoa? 9
  10. 10. Teria como principal razão o FLUIR da grande efusão espiritual sobre os corpos do homem, sobre o seu ambiente, e para auxiliar e fortalecer cada pessoa que fosse capaz de RESPONDER. Mas para RESPONDER, necessitaria “entrar” no recinto do Santuário Interno e lá aprender a dar o seu TOM. 10
  11. 11. 11
  12. 12. 12 JOÃO 13:1 – 11 13:12 - 17
  13. 13. Cap. 139. Sobre a constituição do caminho do meio 5 poderes sem luz. Sobre cada trabalho ou tom. 13 10.ANDRÉ 11.TIAGO MENOR 12.BARTOLOMEU 9. PEDRO 8.JUDAS E. 7. JOÃO 6.TOMÉ 5.TIAGO M. 4. FELIPE 3. MATEUS 2. JUDAS T. 1.SIMÃO 1 e 7 = A força criadora; 2 e 8 = A matéria criada; 3 e 9 = A lei da evolução; 4 e 10 = A eternidade; 5 e 11 = O amor; 6 e 12= A sabedoria universal. Seis eixo de energias (tom ou poderes). Mas para RESPONDER, necessitaria “entrar” no recinto do Santuário Interno e lá aprender a dar o seu TOM.
  14. 14. 14 O segundo momento da celebração da Páscoa de Jesus, o Cristo. O RITO MÍSTICO.
  15. 15. 15 Vestidos com roupas de linho. Tendo em suas mãos a escrita secreta ( palavra sagrada)do nome do pai do Tesouro de Luz Ilimitada. Ele fez a invocação: A OFERENDA MÍSTICA . Leitura 293 Ver simbologia.
  16. 16. Simbologia do Altar. a) Oferendas queimadas são símbolos de auto purificação. Toda as as emoções e desejos que são transmutados em PODER ESPIRITUAL; b) Vinhas indicam inicio de um novo ciclo de experiência e desenvolvimento; c) A água quando o eu superior une-se ao inferior e o princípio divino é realizado e está presente, a água (emoções) é automaticamente transformada em vinho (intuição); d) O cálice refere-se a vestimenta de luz o EGO que está manifestado, e através do qual, expressa-se os mundo espirituais; e) O princípio do Cristo está por trás do pão; f) Por tanto o Cristo está por trás desta efusão de força sobre o Seu altar manifestando-se em forma terrena, na forma do alimento ou seu corpo de ensinamento a Sua Gnose. 16 Voltar 13
  17. 17. Rito Místico do Perdão dos Pecados 17 A INVOCAÇÃO :
  18. 18. Isto é seguido por uma fórmula mística, o que é interpretado como: “Ouve-me , meu Pai. Pai de toda a paternidade. Invoco- vos também, perdoadores de pecados, purificadores de iniquidades. Perdoai os pecados das almas destes discípulos que me seguiram e purificai suas iniquidades e tornai-os dignos de serem incluídos no Reino de meu Pai, o Pai do Tesouro de Luz, pois eles me seguiram e cumpriram meus mandamentos.” 18
  19. 19. 19
  20. 20. 20 a) (...) este universo foi chamado à vida, e a Sua vontade é que mantém toda a criação funcionando por uma pressão cujo propósito é a evolução deste universo; b) (...) existe uma pressão constante para o alto em cada estágio; cada um de nós, mesmos que não percebamos, estamos sujeitos a essa lenta e definida pressão para o alto;
  21. 21. c) Em todo os planos existe essa forte corrente na direção do aprimoramento. Quem quer que faça, diga pense algo contrário a esta corrente, estabelece uma oposição um redemoinho na corrente ao redor de si mesmo; 21
  22. 22. a) O pecado seria um fluxo regular, no que diz respeito ao individuo, que colocou em seus corpos (físico, mental e emocional) porções de vórtices que não estão vibrando em harmonia com a corrente evolutiva; b) Na Doutrina do Yoga Sutras são perturbações que devem ser purificadas com os Yamas e Niyamas. Na Gnose Cristã, a purificação se daria através do cumprimento dos ensinamento esotérico(pois eles me seguiram e cumpriram meus mandamentos) e do Rito Místico do Perdão dos Pecados realizado ao terceiro dia após a sua “morte” e com este Rito finaliza-se a ultima parte da celebração da Páscoa, na Santa Ceia. 22 O MESTRE “parte” e deixa que a Sua Páscoa se perpetue.
  23. 23. "Eles saíram de três por três a quatro pontos do céu; eles pregaram as boas novas do Reino em todo o mundo, o Cristo ser ativo com eles, nas palavras de confirmação e os sinais e maravilhas que os acompanhavam. E assim foi, conhecido o Reino de Deus em toda a terra e em todo o mundo de Israel, [e isso] é um testemunho para todas as nações que estão do oriente até o ocidente ". 23 O segundo evento após a Páscoa foi a TRAIÇÃO. A SIMBOLOGIA MÍSTICA DA TRAÍÇÃO, JULGAMENTO E CRUCIFICAÇÃO.
  24. 24. 24

×