SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 25
Gerenciando seu empreendimento

Gerenciando seu
Empreendimento
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Encontro SETE
ESTOQUE
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Podemos definir estoque como sendo uma forma da
organização proteger-se do imprevisível dos processos

com os quais lida ou está envolvida, a falta de qualidade
de seus processos internos bem como dos externos dos
quais depende pressionam no sentido de elevar o volume
de estoques.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

O estoque é criado para compensar diferenças de ritmo
entre fornecimento e procura. Quando o fornecimento
ultrapassa a procura o estoque aumenta; quando a
procura ultrapassa o fornecimento o estoque diminui.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Exemplos de Estoques
Operação
Hotel

Hospital
Loja de Varejo
Armazém

Estoques Mantidos em Operações
Itens de alimentação e de toalete,
materiais de limpeza
Gaze, instrumentos, sangue, alimentos,
drogas, materiais de limpeza
Itens a serem vendidas, materiais para
embrulho
Itens armazenadas, materiais de embalagem
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Exemplos de Estoques

Operação

Distribuidor de

Estoques Mantidos em Operações

Autopeças em depósito principal e em
pontos autopeças de distribuição locais

Manufatura de
Componentes, matéria-prima,
semiacabados, televisor, materiais de
limpeza
Metais preciosos

Ouro, platina, etc. a serem processados,
material completamente refinado
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

O estoque é considerado um elemento regulador, quer do
fluxo

de

produção

-

no

caso

do

processo

manufatureiro, quer do fluxo de vendas - no processo
comercial, para que o desempenho no atendimento ao
cliente seja concretizado dentro dos padrões desejáveis
de prazo, preço, quantidade e qualidade.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Atender os clientes na hora certa, com a

quantidade certa e requerida, tem sido o
objetivo da maioria das empresas.
Assim a rapidez e a presteza na
distribuição

das

mercadorias

assumem, cada vez mais, um papel
preponderante na obtenção de uma
vantagem competitiva duradoura.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Os recursos investidos em estoques variam dependendo

do setor a que a empresa pertence.
Quando

se

administra

estamos

cuidando

dos

estoque
ativos

da

empresa, daí a importância de se

cuidar e gerir bem os materiais em
estoque, quer sejam matérias primas,
quer sejam produtos em processo ou

produtos acabados.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

TIPOS DE ESTOQUES
1 - Estoques de Matéria Prima
2 - Estoques de Produtos em Processos
3 - Estoques em Trânsito
4 - Estoques em Consignação
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

1 - ESTOQUES DE MATÉRIA PRIMA
São todos os itens utilizados nos processos de
transformação em produtos acabados ou de serviços.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

2 - ESTOQUES DE PRODUTOS EM PROCESSO
Correspondem a todos os itens que já entraram no
processo produtivo, mas que ainda não são produtos
acabados.
São materiais que

começaram a sofrer
alterações,
processamentos, sem,

contudo estarem
finalizados ou terminados.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

3 - ESTOQUES EM TRÂNSITO
Também chamados de estoque no canal ou estoques de
distribuição, é o estoque em trânsito, ou seja, saiu do

estoque do fornecedor mas ainda não chegou no ponto
de demanda.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

4 - ESTOQUES EM CONSIGNAÇÃO
São os materiais que continuam sendo propriedade do
fornecedor até que sejam vendidos, caso contrário, os
mesmos serão devolvidos sem ônus.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

ROTATIVIDADE / GIRO ESTOQUE
Também chamada de giro de estoque, é uma relação
existente entre o consumo anual e o estoque médio do
produto.

É expressa no inverso de unidades de tempo ou em
“vezes”, isto é, “vezes” por dia, por mês ou por ano.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

ROTATIVIDADE DO ESTOQUE
O grande mérito do índice de rotatividade do estoque é
que

ele

representa

um

parâmetro

fácil

para

a

comparação de estoques, entre empresas do mesmo

ramo de atividade e entre classes de material de
estoque.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

CUSTOS DE ESTOQUES
Os custos utilizados nas decisões sobre administração
de estoques são :
1) Custo por item
2) Custo de estocagem
3) Custo de pedidos
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

CUSTOS POR ITEM
O preço pago por item comprado consiste no custo desse
item e de qualquer outro custo direto associado para
trazê-lo até a unidade produtiva. Isto pode incluir
transporte, taxas de alfândega e seguro. O custo inclusivo

é frequentemente denominado “preço no destino”.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

CUSTOS DE ESTOCAGEM

Incluem todas as despesas que a empresa incorre em
função do volume de estoque mantido. À medida que o
estoque aumenta, aumentam também os custos, que

podem ser subdivididos em três categorias :

a - Custos de capital
b - Custos de Armazenamento
c - Custos de Risco
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

a) Custos de Capital
O dinheiro investido em estoques não está disponível
para outras utilizações e por isso representa o custo de
uma oportunidade perdida.

O custo mínimo seriam os juros perdidos por não se
investir aquele dinheiro às taxas de juros vigentes, que
poderiam ser bem mais altas, dependendo das

oportunidades de investimento disponíveis para a
empresa, das taxas de juros e do crédito da empresa na
praça.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

b) Custos de Armazenamento
O

armazenamento

de

estoque

requer

espaço, funcionários e equipamentos. À medida que
aumenta o estoque, aumentam também estes custos. Os

custos de armazenamento variam com o lugar e o tipo de
armazenamento necessários.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

c) Custos de Riscos
Os riscos de se manter um estoque são :
a) Obsolescência : perda do valor do
produto

resultante de uma mudança no

modelo, no estilo ou no desenvolvimento
tecnológico.

b) Danos : estoque danificado enquanto é
manuseado ou transportado.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

c) Custos de Riscos
Os riscos de se manter um estoque são :
c) Pequenos furtos : mercadorias
perdidas ou furtadas.

d) Deterioração : estoque que
apodrece ou se

dissipa no

armazenamento, ou cuja vida de
prateleira é limitada.
Gerenciando seu empreendimento – encontro VII

Neste encontro tratamos dos estoque:
*Definição do que é estoque;

* Quais os tipos de Estoques;
* Rotatividade/ Giro de Estoques;
* Custo do Estoque.

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02Sheila Moreira Bezerra
 
Apostila de Administração de Materiais
Apostila de Administração de MateriaisApostila de Administração de Materiais
Apostila de Administração de Materiaispcm1nd
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesMoises Ribeiro
 
Logística Aula 4
Logística Aula 4Logística Aula 4
Logística Aula 4robsonnasc
 
Eduarda Mendes Módulo 2
Eduarda Mendes Módulo 2Eduarda Mendes Módulo 2
Eduarda Mendes Módulo 2cv143b
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoCharles Rebouças
 
Grupo Estoques[1]
Grupo Estoques[1]Grupo Estoques[1]
Grupo Estoques[1]fabrina29rs
 
Gestão Material dos Stocks
Gestão Material dos StocksGestão Material dos Stocks
Gestão Material dos StocksQemadonaaask
 
Apostila De Acuracidade De Estoques V6
Apostila De Acuracidade De Estoques   V6Apostila De Acuracidade De Estoques   V6
Apostila De Acuracidade De Estoques V6guest3d59
 
Logística Aula 7
Logística Aula 7Logística Aula 7
Logística Aula 7robsonnasc
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Luciano Nicoletti Junior
 

Mais procurados (20)

61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp0261321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
61321330 adm-estoque-e-almoxarifado-130612211743-phpapp02
 
Apostila de Administração de Materiais
Apostila de Administração de MateriaisApostila de Administração de Materiais
Apostila de Administração de Materiais
 
Aula 5 fornecimento
Aula 5   fornecimentoAula 5   fornecimento
Aula 5 fornecimento
 
Conceitos 1
Conceitos   1Conceitos   1
Conceitos 1
 
03 aula armazenagem
03 aula armazenagem03 aula armazenagem
03 aula armazenagem
 
Aula de controle de estoques
Aula de controle de estoquesAula de controle de estoques
Aula de controle de estoques
 
Logística Aula 4
Logística Aula 4Logística Aula 4
Logística Aula 4
 
2 slides - gestão de estoques
2   slides - gestão de estoques2   slides - gestão de estoques
2 slides - gestão de estoques
 
Eduarda Mendes Módulo 2
Eduarda Mendes Módulo 2Eduarda Mendes Módulo 2
Eduarda Mendes Módulo 2
 
02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento02 aula cadeia de fornecimento
02 aula cadeia de fornecimento
 
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido PerfeitoComo uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
Como uma Armazenagem Perfeita permite o atendimento do Pedido Perfeito
 
Bk
BkBk
Bk
 
Gestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentaçãoGestao estoques apresentação
Gestao estoques apresentação
 
Grupo Estoques[1]
Grupo Estoques[1]Grupo Estoques[1]
Grupo Estoques[1]
 
Gestão de stocks
Gestão de stocksGestão de stocks
Gestão de stocks
 
Gestão Material dos Stocks
Gestão Material dos StocksGestão Material dos Stocks
Gestão Material dos Stocks
 
Apostila De Acuracidade De Estoques V6
Apostila De Acuracidade De Estoques   V6Apostila De Acuracidade De Estoques   V6
Apostila De Acuracidade De Estoques V6
 
Logística Aula 7
Logística Aula 7Logística Aula 7
Logística Aula 7
 
Apresentação estoque logística
Apresentação estoque logísticaApresentação estoque logística
Apresentação estoque logística
 
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
Logslides Processos de Armazenagem aula 1 de 14 (2015)
 

Destaque

Thesis Paul van Nierop: Muziekwolk
Thesis Paul van Nierop: MuziekwolkThesis Paul van Nierop: Muziekwolk
Thesis Paul van Nierop: Muziekwolkpavanie
 
2007 transplante hepático o significado para aqueles que vivem a espera pe...
2007 transplante  hepático   o significado para aqueles que vivem a espera pe...2007 transplante  hepático   o significado para aqueles que vivem a espera pe...
2007 transplante hepático o significado para aqueles que vivem a espera pe...Nádia Elizabeth Barbosa Villas Bôas
 
Las Siete Palabras
Las Siete PalabrasLas Siete Palabras
Las Siete PalabrasJORGE BLANCO
 
Presentacion de control estadistitico
Presentacion  de control estadistiticoPresentacion  de control estadistitico
Presentacion de control estadistiticoEDUCACION ELEMENTAL
 
2012041901
20120419012012041901
2012041901saki-ka
 
O inato na percepção visual
O inato na percepção visualO inato na percepção visual
O inato na percepção visualZimaldo Melo
 
Extra vocab technology
Extra vocab technologyExtra vocab technology
Extra vocab technologyeoihelen
 
Informe 494 postulantes relatores del stj
Informe 494 postulantes relatores del stj Informe 494 postulantes relatores del stj
Informe 494 postulantes relatores del stj siemprefm
 
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudo
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudoComo usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudo
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudoSemrush
 
Roupeiro Allegro 4 portas
Roupeiro Allegro 4 portasRoupeiro Allegro 4 portas
Roupeiro Allegro 4 portaspegapegamoveis
 
Trabajo principal examen
Trabajo principal examenTrabajo principal examen
Trabajo principal examenLuis Morejon
 
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRI
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRIAUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRI
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRINiuara Silva
 
Manual basicoaplicacaoprova preteste
Manual basicoaplicacaoprova pretesteManual basicoaplicacaoprova preteste
Manual basicoaplicacaoprova pretesteIvo Fonseca
 
Seminário caixa preta
Seminário caixa pretaSeminário caixa preta
Seminário caixa pretaZimaldo Melo
 
Inscripcion ad las canteras 2013 2014
Inscripcion ad las canteras 2013 2014Inscripcion ad las canteras 2013 2014
Inscripcion ad las canteras 2013 2014ercano94
 

Destaque (20)

1
11
1
 
Thesis Paul van Nierop: Muziekwolk
Thesis Paul van Nierop: MuziekwolkThesis Paul van Nierop: Muziekwolk
Thesis Paul van Nierop: Muziekwolk
 
2007 transplante hepático o significado para aqueles que vivem a espera pe...
2007 transplante  hepático   o significado para aqueles que vivem a espera pe...2007 transplante  hepático   o significado para aqueles que vivem a espera pe...
2007 transplante hepático o significado para aqueles que vivem a espera pe...
 
Las Siete Palabras
Las Siete PalabrasLas Siete Palabras
Las Siete Palabras
 
Slideshare
SlideshareSlideshare
Slideshare
 
Presentacion de control estadistitico
Presentacion  de control estadistiticoPresentacion  de control estadistitico
Presentacion de control estadistitico
 
2012041901
20120419012012041901
2012041901
 
O inato na percepção visual
O inato na percepção visualO inato na percepção visual
O inato na percepção visual
 
Extra vocab technology
Extra vocab technologyExtra vocab technology
Extra vocab technology
 
Bobonis Ada 4
Bobonis Ada 4Bobonis Ada 4
Bobonis Ada 4
 
Scan0012
Scan0012Scan0012
Scan0012
 
Informe 494 postulantes relatores del stj
Informe 494 postulantes relatores del stj Informe 494 postulantes relatores del stj
Informe 494 postulantes relatores del stj
 
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudo
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudoComo usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudo
Como usar se mrush para pesquisar temas para estrategia de conteudo
 
Roupeiro Allegro 4 portas
Roupeiro Allegro 4 portasRoupeiro Allegro 4 portas
Roupeiro Allegro 4 portas
 
Trabajo principal examen
Trabajo principal examenTrabajo principal examen
Trabajo principal examen
 
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRI
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRIAUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRI
AUMENTE SUA RENDA COM A CASA CARIRI
 
Manual basicoaplicacaoprova preteste
Manual basicoaplicacaoprova pretesteManual basicoaplicacaoprova preteste
Manual basicoaplicacaoprova preteste
 
Seminário caixa preta
Seminário caixa pretaSeminário caixa preta
Seminário caixa preta
 
Inscripcion ad las canteras 2013 2014
Inscripcion ad las canteras 2013 2014Inscripcion ad las canteras 2013 2014
Inscripcion ad las canteras 2013 2014
 
2012 maria neuzadasilvaoliveira
2012 maria neuzadasilvaoliveira2012 maria neuzadasilvaoliveira
2012 maria neuzadasilvaoliveira
 

Semelhante a Gerenciando seu empreendimento e7

Noções de administração de material
Noções de administração de materialNoções de administração de material
Noções de administração de materialJohn Paul John Paul
 
Logística de produção
Logística de produçãoLogística de produção
Logística de produçãoSandro Souza
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boianifabioboiani
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisõesLeonor Alves
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisõesLeonor Alves
 
Controlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidadeControlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidadePedro Palma
 
2º trabalho jorge madeira
2º trabalho  jorge  madeira2º trabalho  jorge  madeira
2º trabalho jorge madeirawarier96
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoCleysonCamargo
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoHelenJully
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroRicardo Pinheiro
 
aprovisionamento
aprovisionamentoaprovisionamento
aprovisionamentoJorge Dias
 
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptx
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptxUFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptx
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptxNome Sobrenome
 
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptx
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptxufcd7851 - classificação de stocks 1.pptx
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptxGabrielInfoGabrill
 
Gestao de stocks
Gestao de stocksGestao de stocks
Gestao de stockswarier96
 
Gestão de stocks fláá
Gestão de stocks   flááGestão de stocks   fláá
Gestão de stocks flááflaaviosoares
 
Logística Aula 3
Logística Aula 3Logística Aula 3
Logística Aula 3robsonnasc
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºJoão Barata
 

Semelhante a Gerenciando seu empreendimento e7 (20)

Noções de administração de material
Noções de administração de materialNoções de administração de material
Noções de administração de material
 
Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)Controle de estoques (funcionalidades)
Controle de estoques (funcionalidades)
 
Logística de produção
Logística de produçãoLogística de produção
Logística de produção
 
Lote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio BoianiLote economico - Fabio Boiani
Lote economico - Fabio Boiani
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
 
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisõesFicha de trabalho nº15   mod 4 - cv- revisões
Ficha de trabalho nº15 mod 4 - cv- revisões
 
Gestão de stocks
Gestão de stocks Gestão de stocks
Gestão de stocks
 
Controlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidadeControlar estoques, uma necessidade
Controlar estoques, uma necessidade
 
2º trabalho jorge madeira
2º trabalho  jorge  madeira2º trabalho  jorge  madeira
2º trabalho jorge madeira
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
 
Gestao estoques mestrado
Gestao estoques mestradoGestao estoques mestrado
Gestao estoques mestrado
 
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giroO reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
O reflexo da política de estoque na necessidade de capital de giro
 
aprovisionamento
aprovisionamentoaprovisionamento
aprovisionamento
 
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptx
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptxUFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptx
UFCD 7851 - Classificação de Stocks 1.pptx
 
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptx
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptxufcd7851 - classificação de stocks 1.pptx
ufcd7851 - classificação de stocks 1.pptx
 
Gestao de stocks
Gestao de stocksGestao de stocks
Gestao de stocks
 
Gest estoques1
Gest estoques1Gest estoques1
Gest estoques1
 
Gestão de stocks fláá
Gestão de stocks   flááGestão de stocks   fláá
Gestão de stocks fláá
 
Logística Aula 3
Logística Aula 3Logística Aula 3
Logística Aula 3
 
Gestão de stocks4º
Gestão de stocks4ºGestão de stocks4º
Gestão de stocks4º
 

Mais de silviofsouza

Metodologia do Trabalho Científico
Metodologia do Trabalho CientíficoMetodologia do Trabalho Científico
Metodologia do Trabalho Científicosilviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e10
Gerenciando seu empreendimento   e10Gerenciando seu empreendimento   e10
Gerenciando seu empreendimento e10silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e9
Gerenciando seu empreendimento   e9Gerenciando seu empreendimento   e9
Gerenciando seu empreendimento e9silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e8
Gerenciando seu empreendimento   e8Gerenciando seu empreendimento   e8
Gerenciando seu empreendimento e8silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e6
Gerenciando seu empreendimento   e6Gerenciando seu empreendimento   e6
Gerenciando seu empreendimento e6silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e5
Gerenciando seu empreendimento   e5Gerenciando seu empreendimento   e5
Gerenciando seu empreendimento e5silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e4
Gerenciando seu empreendimento   e4Gerenciando seu empreendimento   e4
Gerenciando seu empreendimento e4silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e3
Gerenciando seu empreendimento   e3Gerenciando seu empreendimento   e3
Gerenciando seu empreendimento e3silviofsouza
 
Gerenciando seu empreendimento e2
Gerenciando seu empreendimento   e2Gerenciando seu empreendimento   e2
Gerenciando seu empreendimento e2silviofsouza
 

Mais de silviofsouza (10)

Metodologia do Trabalho Científico
Metodologia do Trabalho CientíficoMetodologia do Trabalho Científico
Metodologia do Trabalho Científico
 
Encontro01
Encontro01Encontro01
Encontro01
 
Gerenciando seu empreendimento e10
Gerenciando seu empreendimento   e10Gerenciando seu empreendimento   e10
Gerenciando seu empreendimento e10
 
Gerenciando seu empreendimento e9
Gerenciando seu empreendimento   e9Gerenciando seu empreendimento   e9
Gerenciando seu empreendimento e9
 
Gerenciando seu empreendimento e8
Gerenciando seu empreendimento   e8Gerenciando seu empreendimento   e8
Gerenciando seu empreendimento e8
 
Gerenciando seu empreendimento e6
Gerenciando seu empreendimento   e6Gerenciando seu empreendimento   e6
Gerenciando seu empreendimento e6
 
Gerenciando seu empreendimento e5
Gerenciando seu empreendimento   e5Gerenciando seu empreendimento   e5
Gerenciando seu empreendimento e5
 
Gerenciando seu empreendimento e4
Gerenciando seu empreendimento   e4Gerenciando seu empreendimento   e4
Gerenciando seu empreendimento e4
 
Gerenciando seu empreendimento e3
Gerenciando seu empreendimento   e3Gerenciando seu empreendimento   e3
Gerenciando seu empreendimento e3
 
Gerenciando seu empreendimento e2
Gerenciando seu empreendimento   e2Gerenciando seu empreendimento   e2
Gerenciando seu empreendimento e2
 

Gerenciando seu empreendimento e7

  • 1.
  • 3. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Encontro SETE ESTOQUE
  • 4. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Podemos definir estoque como sendo uma forma da organização proteger-se do imprevisível dos processos com os quais lida ou está envolvida, a falta de qualidade de seus processos internos bem como dos externos dos quais depende pressionam no sentido de elevar o volume de estoques.
  • 5. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII O estoque é criado para compensar diferenças de ritmo entre fornecimento e procura. Quando o fornecimento ultrapassa a procura o estoque aumenta; quando a procura ultrapassa o fornecimento o estoque diminui.
  • 6. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Exemplos de Estoques Operação Hotel Hospital Loja de Varejo Armazém Estoques Mantidos em Operações Itens de alimentação e de toalete, materiais de limpeza Gaze, instrumentos, sangue, alimentos, drogas, materiais de limpeza Itens a serem vendidas, materiais para embrulho Itens armazenadas, materiais de embalagem
  • 7. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Exemplos de Estoques Operação Distribuidor de Estoques Mantidos em Operações Autopeças em depósito principal e em pontos autopeças de distribuição locais Manufatura de Componentes, matéria-prima, semiacabados, televisor, materiais de limpeza Metais preciosos Ouro, platina, etc. a serem processados, material completamente refinado
  • 8. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII O estoque é considerado um elemento regulador, quer do fluxo de produção - no caso do processo manufatureiro, quer do fluxo de vendas - no processo comercial, para que o desempenho no atendimento ao cliente seja concretizado dentro dos padrões desejáveis de prazo, preço, quantidade e qualidade.
  • 9. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Atender os clientes na hora certa, com a quantidade certa e requerida, tem sido o objetivo da maioria das empresas. Assim a rapidez e a presteza na distribuição das mercadorias assumem, cada vez mais, um papel preponderante na obtenção de uma vantagem competitiva duradoura.
  • 10. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Os recursos investidos em estoques variam dependendo do setor a que a empresa pertence. Quando se administra estamos cuidando dos estoque ativos da empresa, daí a importância de se cuidar e gerir bem os materiais em estoque, quer sejam matérias primas, quer sejam produtos em processo ou produtos acabados.
  • 11. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII TIPOS DE ESTOQUES 1 - Estoques de Matéria Prima 2 - Estoques de Produtos em Processos 3 - Estoques em Trânsito 4 - Estoques em Consignação
  • 12. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII 1 - ESTOQUES DE MATÉRIA PRIMA São todos os itens utilizados nos processos de transformação em produtos acabados ou de serviços.
  • 13. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII 2 - ESTOQUES DE PRODUTOS EM PROCESSO Correspondem a todos os itens que já entraram no processo produtivo, mas que ainda não são produtos acabados. São materiais que começaram a sofrer alterações, processamentos, sem, contudo estarem finalizados ou terminados.
  • 14. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII 3 - ESTOQUES EM TRÂNSITO Também chamados de estoque no canal ou estoques de distribuição, é o estoque em trânsito, ou seja, saiu do estoque do fornecedor mas ainda não chegou no ponto de demanda.
  • 15. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII 4 - ESTOQUES EM CONSIGNAÇÃO São os materiais que continuam sendo propriedade do fornecedor até que sejam vendidos, caso contrário, os mesmos serão devolvidos sem ônus.
  • 16. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII ROTATIVIDADE / GIRO ESTOQUE Também chamada de giro de estoque, é uma relação existente entre o consumo anual e o estoque médio do produto. É expressa no inverso de unidades de tempo ou em “vezes”, isto é, “vezes” por dia, por mês ou por ano.
  • 17. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII ROTATIVIDADE DO ESTOQUE O grande mérito do índice de rotatividade do estoque é que ele representa um parâmetro fácil para a comparação de estoques, entre empresas do mesmo ramo de atividade e entre classes de material de estoque.
  • 18. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII CUSTOS DE ESTOQUES Os custos utilizados nas decisões sobre administração de estoques são : 1) Custo por item 2) Custo de estocagem 3) Custo de pedidos
  • 19. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII CUSTOS POR ITEM O preço pago por item comprado consiste no custo desse item e de qualquer outro custo direto associado para trazê-lo até a unidade produtiva. Isto pode incluir transporte, taxas de alfândega e seguro. O custo inclusivo é frequentemente denominado “preço no destino”.
  • 20. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII CUSTOS DE ESTOCAGEM Incluem todas as despesas que a empresa incorre em função do volume de estoque mantido. À medida que o estoque aumenta, aumentam também os custos, que podem ser subdivididos em três categorias : a - Custos de capital b - Custos de Armazenamento c - Custos de Risco
  • 21. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII a) Custos de Capital O dinheiro investido em estoques não está disponível para outras utilizações e por isso representa o custo de uma oportunidade perdida. O custo mínimo seriam os juros perdidos por não se investir aquele dinheiro às taxas de juros vigentes, que poderiam ser bem mais altas, dependendo das oportunidades de investimento disponíveis para a empresa, das taxas de juros e do crédito da empresa na praça.
  • 22. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII b) Custos de Armazenamento O armazenamento de estoque requer espaço, funcionários e equipamentos. À medida que aumenta o estoque, aumentam também estes custos. Os custos de armazenamento variam com o lugar e o tipo de armazenamento necessários.
  • 23. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII c) Custos de Riscos Os riscos de se manter um estoque são : a) Obsolescência : perda do valor do produto resultante de uma mudança no modelo, no estilo ou no desenvolvimento tecnológico. b) Danos : estoque danificado enquanto é manuseado ou transportado.
  • 24. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII c) Custos de Riscos Os riscos de se manter um estoque são : c) Pequenos furtos : mercadorias perdidas ou furtadas. d) Deterioração : estoque que apodrece ou se dissipa no armazenamento, ou cuja vida de prateleira é limitada.
  • 25. Gerenciando seu empreendimento – encontro VII Neste encontro tratamos dos estoque: *Definição do que é estoque; * Quais os tipos de Estoques; * Rotatividade/ Giro de Estoques; * Custo do Estoque.