Anúncio

13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013

Diretor em Jornal Notícias da Fronteira
23 de Aug de 2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
Anúncio
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
Anúncio
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013
Próximos SlideShares
EDIÇÃO 333EDIÇÃO 333
Carregando em ... 3
1 de 12
Anúncio

Mais conteúdo relacionado

Anúncio

Último(20)

Anúncio

13º Edição Jornal Noticias da Fronteira 24/08/2013

  1. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 Exemplar | R$ 1,50 Pág. 11 Pág. 11 Pág. 5 O site e jornal noticias da fronteira, esteve visitan- do nessa quarta feira(21), a vice-prefeita Sonia Cintas em sua sala no Hospital CASSEMS, quando ela recebeu nossa repor- tagem gentilmente como sempre e mostrou-se  conhecedora da política local e estadual falando com entusiasmo sobre vários as- suntos. Sonia afirmou que sempre teve lado e que não tem dono e sim grupo de companheiros, com os quais sempre manteve um rela- cionamento político sem deixar de manter seus pontos de vista. A vice-prefeita em contato com o Deputado Federal Biffe em Bra- sília a pedido da reportagem do jornal noticias da fronteira, que desejava saber do parlamentar sul-matogrossense detalhes do ramal ferroviário o deputado con- firmou o que já havia dito em en- trevista anterior, que Ponta Porã Maracaju esta garantido. Apesar de afirmar que no momen- to sua grande preocupação é com o crescimento da Cassems, pudemos observar e ler nas entrelinhas que não pretende disputar uma vaga na Assembléia Legislativa do MS só que também não descartou em momento algum essa possibilida- de. Pelo contrário tudo leva a crer é que a vice-prefeita Sonia Cintas se o partido dos trabalhadores as- sim o desejar será candidata à de- putada estadual. Sonia Cintas não descarta a Possibilidade de concorrer a uma vaga na Assembléia Sonia Cintas, durante entrevista A situação dos lotes ocupados de forma irregular nos assen- tamentos Itamarati I e II, em Ponta Porã, maior projeto de reforma agrária do Estado, pode sofrer reviravolta. Com pedido de liminar urgente, uma ação civil pública pede que a Justiça Federal determine ao Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrá- ria) realização de levantamento sobre cada lote e, casos os ocu- pantes se enquadrem nos que- sitos definidos pelo MPF (Mi- nistério Público Federal), sejam reconhecidos como titulares da terra. Ao todo, 536 lotes têm irregularidades nos dois assen- tamentos. MPF recua e, agora, quer manter 536 irregulares em lotes na Itamarati Embora as pesquisas apontem queda no nú- mero de fumantes no Brasil, a situação ainda é preocupante já que 15,1% dos brasileiros ainda estão expostos aos males causados pelo uso da nicotina e outros 700 aditivos químicos conti- dos nos cigarros. Vinte e nove de agosto é o DIA NACIONAL DO COM- BATE AO FUMO e a Prefeitura de Ponta Porã, através da Secreta- ria da Saúde, numa parceria com o Departamento de Saúde Adventista realizará o “Curso Como Deixar de Fumar em 5 Dias”. O curso é inteiramente gratuito e são esperadas 100 pessoas para acompanhar as palestras de orien- tação sobre os perigos do cigarro e técnicas para abandonar no período do curso. O tabagismo é considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) a principal causa de morte evitável em todo o mundo, e o total de mortes devido ao uso do taba- co atingiu a cifra de 4,9 milhões de mortes anuais, o que corresponde a mais de 10 mil mortes por dia O curso começa dia 25/08 (domin- go) e vai até dia 29 de agosto (quin- ta-feira).     As reuniões ocorrerão sempre às 19h30 no Anfiteatro da Prefeitura de Ponta Porã, localiza- do na Rua Guia Lopes, 663 – Cen- tro. A parceria com a prefeitura possi- bilita a participação de psicólogos, médicos e estudantes de Medicina nas palestras. O curso prevê ainda a exibição de filmes e dinâmicas de grupo. “O Curso vai mostrar como surgiu no mundo o hábito de fumar e trabalharemos para a conscienti- zação sobre os malefícios do taba- co e soluções através de palestras psicológicas e motivacionais”, ex- plica Edson Vander, um dos coor- denadores do curso. Quem quiser se informar melhor sobre a Curso poderá contactar o Departamento de Saúde Adventis- ta, através da pessoa do Srº Edson Vander, Pastor da Igreja Adventis- ta do Sétimo Dia através dos fones (67) 9842 3767  ou (67)3433 8055 ou email edson.vander@adventis- tas.org.br ou procurer informações na Secretaria Municipal de Saúde – Dr. Eduardo Santos. Fonte: Departamento de Saúde da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Ponta Porã Curso gratuito em Ponta Porã ensinará parar de fumar em cinco dias O Prefeito Municipal Selso Lozano e a Primeira Dama de Antonio João Rosa Aparecida Lopes Lozano, se reuniram com os seus Secretá- rios nesta ultima terça-feira (21), com chefe de Departamentos e fun- cionários da Prefeitura de Antônio João para uma avaliação desses 7 meses de mandato. “Sei que precisamos melhorar e vamos a cada dia dar o melhor de nós, mas com muita Responsabilidade e Seriedade, porque temos aqui filhos, netos e queremos que um dia eles tenham orgulho de nós por termos feito um bom trabalho enquanto estivemos à frente do Executi- vo”, finalizou Selso Luiz Lozano.  Prefeito de Antonio João avalia os 7 meses de sua administração O prefeito Ludimar Novais está percorrendo vários ministérios do Gover- no Federal, em Brasília, na tentativa de assegurar recursos para vários pro- jetos. Nesta terça-feira, à tarde, depois de reunião com o superintendente da SUDECO (Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste), Marcelo Dourado, ele conseguiu definir o repasse de R$ 300 mil para iniciar a implantação do Centro Tecnológico de Ponta Porã. Ludimar consegue R$ 300 mil para Centro Tecnológico Bandidos assaltam funcionaria da Rede Feminina de combate ao câncer Homem morre após cair de moto em Ponta Porã Pág. 5 Pág. 3 Pág. 3
  2. Expediente Fronteira Comunicações. Cnpj: 12.435.537/0001-63 Departamento Comercial Redação e vendas Rua Tamareira nº 172 Residencial Ponta Porã I, Ponta Porã – MS Fone: (67) 3431-4969 (67) 9231-9741 Impressão: Jornal Regional Diagramação : Fabio Mafuci Circulação Semanal E-mail: redacao@ noticiasdafronteira.com Jornal Silvio Dias : Diretor Geral Eliane.M.Oliveira : Diretora Administrativa Jarbas Pereira: Jornalista/ Editor DRT/188/MS Antonio Morato: Coluna Viola minha Viola Markon Machado : Reporter Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 132 Editorial Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Por Teresa Arruda Alvim Wam- bier, José Manoel de Arruda Al- vim Netto, Bruno Dantas, José Roberto dos Santos Bedaque e Paulo Cezar Pinheiro Carneiro Quando, em 2004, foi aprovada a Emenda Constitucional 45 — a “Reforma do Judiciário” — juristas e políticos eram unânimes em di- zer que a mudança da Constituição, por si, não eliminaria a chaga da morosidade da Justiça. Era preciso modernizar os ritos do Judiciário, eliminando formalidades desneces- sárias e reduzindo recursos que, ma- nejados de forma procrastinatória, eternizam litígios. A hora de con- cluir essa inadiável reforma chegou. Depois de três anos de tramitação na comissão especial presidida pelo deputado Fábio Trad (PMDB-MS), o presidente da Câmara dos De- putados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), anunciou para esta quarta-feira (21/8), a votação em Plenário do projeto do novo Código de Processo Civil (CPC). O projeto guarda fina sintonia com a pauta po- sitiva do Congresso pelo seu poten- cial de beneficiar os brasileiros que litigam nas 80 milhões de ações judi- ciais em curso nos nossos tribunais. Um Código de Processo Civil esta- belece os ritos, os prazos, os recur- sos e as formalidades que os juízes e tribunais devem aplicar a todas as causas não penais. O atual é de 1973, época em que, por um lado, não ha- via Defensoria Pública para defen- der os interesses dos mais pobres, subtraindo-lhes o acesso à Justiça, e, por outro, não havia tantos direi- tos sociais, como passamos a ter em 1988 por obra da Constituição. De pouco adianta, porém, termos uma Constituição cidadã com um catálogo extraordinário de direitos individuais e sociais, ou leis avan- çadíssimas como o Código de De- fesa do Consumidor e o Estatuto da Criança e do Adolescente, se os nos- sos juízes continuam a decidir obe- decendo a procedimentos anacrôni- cos traçados há 40 anos. O CPC de 1973 cumpriu bem seu papel, mas é hora de avançar. O texto aprovado na Comissão Es- pecial da Câmara dos Deputados foi negociado e construído habilmen- te pelos deputados Paulo Teixeira (PT-SP) e Sérgio Barradas Carneiro (PT-BA), que dialogaram com os segmentos sociais que se dedicam a operar o Direito. O projeto traz inovações cruciais como o incidente que permite decidir milhares de cau- sas idênticas com uma única senten- ça, evitando desperdício de tempo e de recursos humanos e materiais. Além disso, elimina antinomias e incorpora soluções consagradas na doutrina e na jurisprudência. Também aposta na conciliação como método rápido, barato e sem traumas para a solução de conflitos, elimina formalismos que atrasam o trâmite processual, concentrando na sentença a solução de diversas questões que antes eram resolvidas incidentalmente, e inibe severamen- te o uso de recursos procrastinató- rios, punindo financeiramente quem recorre apenas para adiar o cumpri- mento da sentença. Todo brasileiro tem algum fami- liar ou amigo que já provou o gosto amargo de ver um direito negado por longos anos por causa da morosidade do Judiciário. Com a aprovação do novo CPC, sem prejuízo de eventu- ais ajustes que ainda podem ser fei- tos, a Câmara dos Deputados dará importante contribuição para melho- rar essa dramática realidade, o que se enquadra bem nos anseios revelados pelas manifestações de junho. Teresa Arruda Alvim Wambier é advogada e professora livre-docente da PUC-SP. José Manoel de Arruda Alvim Net- to é advogado, professor e desem- bargador aposentado. Bruno Dantas é conselheiro e presi- dente da Comissão Permanente de Articulação Federativa e Parlamen- tar do Conselho Nacional de Justiça. Consultor do Senado Federal, dou- torando em Direito Processual pela PUC-SP, mestre em Direito Proces- sual Civil pela PUC-SP, professor do IDP-DF e membro das comissões de juristas encarregadas de elaborar o anteprojeto do Código de Direito Processual Civil e do Código de Di- reito Empresarial. Secretário-geral e fundador da Academia Brasileira de Direito Processual Constitucional. José Roberto dos Santos Bedaque é professor titular da USP, Paulo Ce- zar Pinheiro Carneiro é professor titular da UERJ. Por Fábio Antônio Silva de Oli- veira e Fabrício Borges Machado “Ninguém se escusa de cumprir a lei, alegando que não a conhece”. Assim está estabelecido no artigo 3º da Lei de Introdução às normas do Direito Brasileiro (Decreto-Lei 4.657/42, alterada pela Lei 12.376 de 30 de dezembro de 2010), no entanto, como ter conhecimento de todas as obrigações se somen- te em 2013, até o mês de julho, já foram aprovadas pela Câmara dos Deputados duas novas Emendas Constitucionais, duas Leis Com- plementares e 64  Leis Ordinárias? O mais incrível é que tal produção está somente em âmbito federal. Se trouxermos para o âmbito das leis estaduais e municipais, a totaliza- ção será um número ainda mais atormentador. A Lei 10.267, de 2001, mais conhe- cida como Lei do Georreferencia- mento, é uma dessas que, mesmo com 12 anos de existência, ainda é desconhecida por grande parte dos proprietários rurais, causando transtorno aos que nessa obrigação legal esbarram. A referida lei mo- dificou a Lei 6.015, de 1973 (Lei dos Registros Públicos), sendo sua mudança mais significativa a de- terminação de que o georreferen- ciamento do imóvel rural deve ser averbado em sua matrícula junto ao Cartório de Registro de Imóveis. O georreferenciamento do imóvel rural é um procedimento técnico através do qual o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) gerencia e promove o or- denamento da estrutura fundiária nacional, mantendo atualizado um cadastro nacional de imóveis ru- rais, de proprietários e detentores de imóveis rurais e de arrendatários e parceiros — obrigatório para to- dos os imóveis rurais — consoante as determinações da Lei 10.267, de 2001, e atualmente regulamentado pela Norma de Execução 105/2012 do Incra. Para a realização do referido pro- cedimento é preciso que o inte- ressado contrate um profissional da área de agrimensura creden- ciado junto ao Incra e apresente documentação necessária para a posterior certificação do imóvel, tais como requerimento, relatório técnico com a descrição do obje- to, período de execução, nome do proprietário, quantidade e descri- ção dos equipamentos e softwares utilizados, quadro resumo das pre- cisões obtidas, cópia da matrícula, planta, memorial descritivo, pla- nilha técnica, dentre outros. Toda a documentação é analisada por servidores públicos; em caso de re- gularidade, é expedida a respectiva certificação. Sem a respectiva certificação, o imóvel rural não poderá ser ven- dido, partilhado, permutado, do- ado, desmembrado, remembrado, alienado fiduciariamente e nem poderá ser realizada a contratação de empréstimos agrícolas (finan- ciamentos) que permitam a execu- ção da função social por parte do imóvel rural, podendo redundar, no caso de descumprimento da função social da propriedade, na desapro- priação por interesse social para fins de reforma agrária, com o re- cebimento como pagamento de Tí- tulos da Dívida Agrária resgatáveis do 2º ao 20º ano. A finalidade maior e última do georreferenciamento é ultimar as providências necessárias e cabí- veis com o intuito de acabar defi- nitivamente com a sobreposição de imóveis mediante a utilização do sistema geodésico brasileiro, con- cedendo assim uma maior segu- rança jurídica ao sistema fundiário brasileiro. Enfim, a despeito da boa intenção da norma jurídica, o Incra não está aparelhado para dar resposta à de- manda nacional de georreferencia- mento de todos os imóveis rurais, sendo motivo gerador de outros dois decretos-lei que alteraram o prazo final de obrigatoriedade do averbamento do georreferencia- mento na escritura pública do imó- vel rural. O último Decreto-Lei 7.620, de 2011, estabelece os seguintes pra- zos: noventa dias, para os imóveis com área de cinco mil hectares, ou superior; um ano, para os imóveis com área de mil a menos de cinco mil hectares; cinco anos, para os imóveis com área de quinhentos a menos de mil hectares; dez anos, para os imóveis com área de du- zentos e cinquenta a menos de qui- nhentos hectares; treze anos, para os imóveis com área de cem a me- nos de duzentos e cinquenta hecta- res; dezesseis anos, para os imóveis com área de vinte e cinco a menos de cem hectares; vinte anos, para os imóveis com área inferior a vinte e cinco hectares. O Parágrafo 3º do artigo 10 do Decreto-Lei 4.449, de 2002, fixa a data de 20 de novembro de 2003 como início de contagem para es- ses prazos, ou seja, a partir de no- vembro de 2013 todos os imóveis com área de duzentos e cinquenta hectares ou maiores são obrigados a proceder com o georreferencia- mento. Assim, é importante frisar que to- dos os processos administrativos de mesma natureza trazem como objeto a solicitação de certifica- ção dos serviços de georreferen- ciamento, gerando uma sobrecar- ga de atividades para a autarquia fundiária. Isso compele o proprie- tário do imóvel rural a precaver- -se e a solicitar o quanto antes o georreferenciamento de seu imó- vel sob pena de sofrer elevados prejuízos quando necessitar rea- lizar quaisquer das operações já citadas (venda, partilha, permuta, doação, desmembramento e re- membramento, alienação fiduciá- ria, empréstimos agrícolas, etc.). Se empreender no Brasil já é um desafio naturalmente oneroso, o indivíduo ser surpreendido com obrigações legais novas e antigas é uma situação ainda mais des- confortável. Por tudo o que foi exposto, tem-se que, de acordo com a lei, os pro- prietários de imóveis rurais estão obrigados a georreferenciar ime- diatamente seus imóveis, sendo prudente e recomendável que tal operação seja realizada o quanto antes, até mesmo para evitar preju- ízos, já que o Incra, não conseguin- do expedir a certificação em prazos razoáveis, vem atendendo priorita- riamente aos pedidos emergenciais solicitados através de medidas ex- trajudiciais e judiciais cabíveis. Intenta-se, assim, acelerar de forma legítima o processo de certificação dos imóveis rurais, evitando maio- res transtornos aos proprietários e detentores da posse. Fábio Antônio Silva de Oliveira é advogado. Fabrício Borges Machado é advo- gado. Donos de imóveis rurais ainda desconhecem Lei do Georreferenciamento Aprovação do novo CPC atende anseios de manifestações www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site
  3. O Ministério Pú- blico continua investigando a denúncia de que o prefeito Alcides Bernal (PP) com- prou um aparta- mento de luxo, avaliado em R$ 1,7 milhão, no Condomínio Edi- fício Parque das Nações, próxi- mo do Shopping Campo Grande. Contudo, como as informações abrangem dados do Imposto de Renda, o promotor Alexandre Capiberibe determinou “sigilo” na tramitação do procedimento de apuração preliminar. Há suspeita de que Bernal comprou o apartamento nº 9, com área priva- tiva de 397,57 metros quadrados no Edifício Parque das Nações, à Rua Itiquira, 234, mas não realizou a transferência para seu nome depois que as denúncias sobre sua evolução patrimonial foram veiculadas pela im- prensa. A escritura do imóvel, com matrícula 211.589, ainda está no nome do médico Arlindo Siki Nakasone e de sua esposa. Arlindo Nakasone já foi ouvido na 29ª Promotoria do Patrimônio Público e Social, chefiada por Alexandre Capiberibe. O teor de seu depoimento também está sendo mantido sigilo. “O caso parecia simples, mas é muito complexo”, informou um funcionário do Ministério Público. Na época em que a denúncia surgiu, no começo de março, vizinhos de Bernal informaram que ele estava prestes a se mudar. Funcionários do Edifício Parque das Nações admitiram que Bernal iría se mudar para lá e informaram que o apartamento estava passando por reforma. Ainda hoje o prefeito Alcides Bernal mora em uma casa na Rua Paulo Tognini, 239, bairro Jardim Paulista, que, segundo a declaração de bens prestada à Justiça Eleitoral em 2010, lhe custou R$ 103.676,00, sendo que dois anos depois passou a valer R$ 700 mil. Como o apartamento do Condomínio Edifício Parque das Nações, para onde deveria se mudar e chegou a ser reformado, tem valor avaliado em R$ 1,7 milhão, a evolução imobiliária de Bernal foi de quase 1.700%. Também o patrimônio de Bernal cresceu de forma fantástica nos últimos anos, quase 584%. Saiu de R$ 190 mil em 2008, conforme declarações apresentadas à Justiça Eleitoral, para R$ 1,3 milhão no ano passado. Bernal recua - Depois de ter confirmado à imprensa no dia 7 de março que comprou o apartamento luxuoso no Condomínio Edifício Parque das Nações, o prefeito Alcides Bernal recuou e garantiu durante entrevista coletiva no dia 23 de março, através de sua assessoria, que não efetivou a aquisição do imóvel, embora possa estar “negociando”. Essa também foi a informação que Bernal encaminhou ao Ministério Pú- blico Estadual, que exigira explicações no prazo de 20 dias. “Eu falei com o prefeito e o que ele falou para mim é que não comprou o apartamento. Pode estar negociando. Hoje em dia se eu e você quisermos montar uma empresa aérea é fácil. Se não tem restrição de crédito, podemos comprar três jatos e montar a empresa área”, afirmou na ocasião o procurador geral do Município, Luiz Carlos Santini. Quatro dias depois, em 27 de março, Bernal atribuiu ao seu sucesso na carreira política, de advogado e apresentador de programa de rádio, o crescimento de seu patrimônio e a possibilidade, não descartada por ele, de estar “negociando” a compra de um luxuoso apartamento. Campo Grande News Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 3 Politica www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site O site e jornal noticias da fronteira, esteve visitan- do nessa quarta feira(21), a vice-prefeita Sonia Cintas em sua sala no Hospital CASSEMS, quando ela recebeu nossa repor- tagem gentilmente como sempre e mostrou-se  conhecedora da po- lítica local e estadual falando com entusiasmo sobre vários assuntos. Sonia afirmou que sempre teve lado e que não tem dono e sim gru- po de companheiros, com os quais sempre manteve um relacionamen- to político sem deixar de manter seus pontos de vista. A vice-prefeita lamentou a atual discussão sobre o assentamento Itamarati, pois atualmente o mes- mo pertence ao INCRA e a prefei- tura não pode decidir nada sobre o Itamarati sem a anuência do IN- CRA que não a repassou ainda para o município. A vice-prefeita esta bem antenada politicamente com as mais altas li- deranças do seu partido na Assem- bléia e na Câmara Federal, em con- tato com o Deputado Federal Biffe em Brasília a pedido da reportagem do jornal noticias da fronteira, que desejava saber do parlamentar sul- -matogrossense detalhes do ramal ferroviário que já existe precisando apenas de manutenção para nos li- gar  por via ferroviária a Maraca- ju e ao resto do Brasil, o deputado confirmou o que já havia dito em entrevista anterior, que Ponta Porã Maracaju esta garantido e deverá enviar nos próximos dias docu- mentos confirmando, é que muitos querem ser o pai da criança e as coisas não são bem assim. Mas o mais importante em nossa visita à Sonia Cintas é que apesar de afirmar que no momento sua grande preocupação é com o cres- cimento da Cassems, pudemos observar e ler nas entrelinhas que não pretende disputar uma vaga na Assembléia Legislativa do MS só que também não descartou em momento algum essa possibilida- de. Pelo contrário tudo leva a crer é que a vice-prefeita Sonia Cintas se o partido dos trabalhadores assim o desejar será candidata à deputada estadual. Sonia Cintas não descarta a Possibilidade de concorrer a uma vaga na Assembléia Sonia Cintas, durante entrevista MP ainda investiga, em sigilo, compra de apartamento luxuoso por Bernal Bernal chegou a admitir a compra do Apartamento, mas depois recuou (Foto: Marco Ermínio) Por Geraldo Ferreira O Prefeito Municipal Selso Lozano e a Primeira Dama de Antonio João Rosa Aparecida Lopes Lozano, se reuniram com os seus Secretários nesta ultima terça-feira (21), com chefe de Departamentos e funcio- nários da Prefeitura de Antônio João para uma avaliação desses 7 meses de mandato. Segundo o prefeito Selso Luiz Lo- zano (PT), disse que quer o melhor para o Município e estava presen- te o dietor de licitação Luis Carlos Vendrúsculo o popular (kiko) e dis- se também com tranqüilidade que a prioridade de nossa Administração é a Transparência e Honestidade nos gastos do dinheiro Público. E ainda o Prefeito disse que deseja trabalhar em parceria com a Câma- ra de Vereadores de Antônio João que sempre vai convidar os nove vereadores para juntos buscarem melhorias para nossa querida Terra de Heróis, visando sempre atender com qualidade a todos, solicitou também o empenho de todos os funcionários da Prefeitura, no sen- tido de ajudar a fazer o melhor para crescer e desenvolver nossa Anto- nio João. “Sei que precisamos melhorar e vamos a cada dia dar o melhor de nós, mas com muita Responsabi- lidade e Seriedade, porque temos aqui filhos, netos e queremos que um dia eles tenham orgulho de nós por termos feito um bom trabalho enquanto estivemos à frente do Executivo”, finalizou Selso Luiz Lozano.  Maurício D. Cândia Jr. OAB/MS:9930 Rua Guia Lopes nº 475 - Centro - Ponta Porã - MS Fone: (67) 3431-3278 - Cep: 79904-686 Cel: (67) 9985-5014 Prefeito de Antonio João avalia os 7 meses de sua administração Antonio joão
  4. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 134 Cidade COLUNA ESPAÇO LIVRE www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site DIREITOS QUE NÃO TEMOS Diz uma norma constitucional que o nosso direito, termina quando começa o direito do outro. Só que em nossa cidade isso não vem acontecendo. E vamos falar aqui mais uma vez do trânsito de nossa Ponta Porã. O cidadão que paga imposto de IPVA, Licenciamento e outras taxas obrigató- rias não esta tendo os direitos assegurados e nem estacionar na cidade pode mais. E isso vem acontecendo porque um convênio entre o DETRAN e o Município não esta sendo cumprido e não existe policiamento ostensivo para fiscali- zar as barbaridades que são cometidas diariamente nas ruas da cidade. Não se trata aqui de querermos que sejam feitas blitz para prender motos estrangeiras, mais sim de obri- gar as mesmas a manterem-se em seu espaço e deixarem o espaço dos outros livres. Aqui motoqueiros estacionam em locais proibidos, podam pela direita, não respeitam as rotatórias e os limites de velocidade. E digo com proprie- dade que tudo isso acontece, porque não existe fiscalização policial nas ruas. ECONOMIA Dólar já cresceu segundo fontes do Banco Central brasileiro mais de 19% nos últimos meses, numa escalada sem prece- dentes e mesmo com a tentativa de impedir a alta desenfrea- da praticada pelo BC as tentativas não surtem o efeito dese- jado e o país parou de uma vez. Basta se fazer uma analise em nossa fronteira, para comprovarmos essa realidade. AUMENTO DO PETROLEO A presidente Dilma já se reuniu na quarta-feira com o mi- nistro da fazenda e outros responsáveis pela economia para discutir o impacto do aumento da gasolina que devera ser autorizado nos próximos dias. Segundo fontes do palácio o preço dos derivados de petróleo que não são produzidos aqui e precisam ser importados estão defasados em 30% e a Petrobrás que tem altos investimentos a serrem feitos precisa de folego para não quebrar de uma vez. Estuda-se uma maneira de fazer o aumento sem impacto na inflação já que o real esta se desvalorizando muito rápido em rela- ção à moeda norte americana. PONTA PORÃ Apesar de anunciadas melhorias e um pacote de dinheiro de origens federais e estaduais Ponta Porã ainda não sentiu e não viu os efeitos em suas ruas. Para se ter uma ideia essa semana ficamos sabendo que foi indicado um secretário de segurança publica municipal, mais ainda estão fazendo o Projeto para ser enviado a Câmara Municipal para os ve- readores discutir e apresentar emendas. Sei que o prefeito Ludimar esta tentando fazer o que pode, mas ele precisa entender que tem muita coisa que precisa acontecer ontem. É o caso da iluminação publica, e os buracos em bairros da cidade como é o caso das ruas Campos Sales e Batista de Azevedo no Bairro da Granja e aluminação publica na cidade o que poderá em breve espaço de tempo em ações de moradores da comunidade que pagam e não recebem o beneficio. Afinal tem coisas que precisam ser feitas com urgência enquanto de organiza a administração para uma seqüência legal e douradora. CANDIDATURA Parece que os eternos e os novos terão que enfrentar uma pedreira política pela frente. A vice –prefeita Sonia Cintas poderá  vir a ser o nome forte( por sinal) pra disputar uma cadeira no parlamento estadual em 2014. Ela não confir- mou mais também não descartou, e a julgar pela desenvol- tura com o deputado Biffi e senador Delcídio ela deverá colocar seu nome na disputa Ao encerrar minha coluna dessa semana quero enviar um abraço e os parabéns a Sra. Helena Ricardo Herrera espo- sa do amigo Carlão que completou idade nova no ultimo dia 18 em grande estilo ao lado do esposo, filhos e ami- gos e amigas do  cotidiano e mundo político. Também um abraço ao amigo Lile Correa grande jornalista e Radialista atualmente na cidade de Jardim. Bem como aos amigos que prestigiam essa coluna. A Rafaela chefe de Gabinete da Deputada Dione Hashioka e todos os amigos e amigas do gabinete pelo carinho que demonstram a mim. Meu e- -mail continua o mesmo Jarbas Pereira40@gmail.com e até a próxima No próximo mês de setembro o mu- nicípio de Ponta Porã será sede do 1º Fórum Estadual dos Secretários de Obras de Mato Grosso do Sul. O even- to foi idealizado através de um projeto elaborado pela arquiteta Bia Freitas Bordão, secretária municipal de Obras e Urbanismo, e terá como tema na sua primeira edição “Novos modelos de Planejamento Urbano para o desen- volvimento de cidades sustentáveis”. O projeto para 1º Fórum foi apresen- tado ao secretário de Estado de Ha- bitação e das Cidades e presidente do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano (FNSHDU), Carlos Marun, que apro- vou a proposta e concordou em fazer um grande debate no dia 24 de setem- bro deste ano no Centro de Conven- ções de Ponta Porã. Segundo a secretária Bia Freitas Bor- dão, dados das Organizações das Nações Unidas (ONU), entre 2007 e 2050, o número de habitantes nas ci- dades do planeta terá um aumento de 3,1 bilhões de pessoas. Esta migra- ção trará consigo uma carga cada vez maior sobre a infraestrutura, os servi- ços governamentais, os recursos natu- rais, o clima e muitos outros aspectos fundamentais para a qualidade de vida nas áreas urbanas. Já América Latina, diz ela, 75% da população vive em áreas urbanas, o que, em números absolutos, se traduz em 375 milhões dos 500 milhões de habitantes da região. Deste total, 120 milhões vivem abaixo da linha de po- breza. Muitos desafios enfrentados hoje pela América Latina irão se repe- tir, em escala ainda maior, na África e na Ásia nos próximos anos. É possí- vel que as soluções latino-americanas aplicadas para enfrentar tais desafios possam ser reproduzidas. O índice de urbanização brasileira foi o maior em toda a América Latina, entre 1970 e 2010. Hoje 86,53% da população bra- sileira é urbana! O Brasil, nas últimas décadas, apre- sentou alta taxa de crescimento po- pulacional e sofreu processo de ur- banização acelerada, principalmente a partir dos anos 60 do século XX. A quantidade de cidades criadas se mul- tiplicou e já chegou ao universo de mais de cinco mil e 500 prefeituras em todo o País, sendo a maior parte delas criadas nos últimos 30 anos. Bia destaca que mais de 80% da po- pulação brasileira morava em cidades no ano 2000, segundo o IBGE. “Com a criação do Ministério das Cidades o governo federal ocupa um vazio ins- titucional e cumpre um papel funda- mental na política urbana e nas políti- cas setoriais de habitação, saneamento e transporte sem contrariar, mas refor- çando, a orientação de descentraliza- ção e fortalecimento dos municípios definida na Constituição Federal de 1988 através das Secretarias de Obras dos municípios brasileiros”. A secretária ressalta, que planejamen- to urbano, políticas fundiárias e imo- biliárias, (que incluem zoneamento, regularização da posse ou proprieda- de, código de obras) requalificação de áreas centrais, prevenção a riscos de desmoronamento de encostas, re- cuperação de áreas ambientalmente degradadas são atribuições munici- pais. O Ministério das Cidades está consciente de que cabe ao Governo Federal definir as diretrizes gerais da Política Nacional de Desenvolvimento Urbano mas cabe ao município ou aos gestores metropolitanos, definidos por lei estadual, o planejamento e a gestão urbanos e metropolitanos. “É ali, nas cidades, que os objetivos de participa- ção cidadã e de garantia do direito à cidade para todos, podem ser viabili- zados”. Conforme a secretária, neste cenário, cada vez mais aumenta a consciência de que não é possível à humanidade permanecer com o atual modelo de desenvolvimento. Temos de criar a transição para um desenvolvimento sustentável, que integre as dimensões social, ambiental e ética, baseado em uma economia que seja incluente, ver- de e responsável. “Não há melhor lugar para exercitar essa agenda do que os centros urba- nos. É nas cidades que ocorre o con- sumo da quase totalidade dos produtos e serviços que utilizam materiais e re- cursos provenientes do meio ambien- te. A desigualdade nas cidades está na origem de todos os problemas que afe- tam a qualidade de vida da população. Implementar ações para diminuir a desigualdade e ocupar todo o território com equipamentos e serviços públicos de qualidade deve ser a prioridade da sociedade e dos gestores”, afirma. Momento certo A secretária Bia Freitas Bordão diz que chegou a hora de tratar o problema da infraestrutura nos municípios do Esta- do de forma transparente e ampla, tra- zendo para a mesa de discussão todos os interessados e gerar finalmente um documento que contenha conceitos e critérios que sejam adotados por todos os envolvidos nos processos que envol- vam a execução de obras públicas. “O Forúm dos Secretários de Obras dos municípios do Estado de Mato Grosso do Sul surge na necessidade de refletir sobre os vários assuntos e oportunidades relacionados à gover- nos municipais do Estado de Mato Grosso do Sul. O objetivo será defi- nir, conceituar e avaliar estratégias e coordenação de ações para promover o corporativismo dos municípios do Estado. Planejamento Urbano, De- senvolvimento Sustentável, Mudança institucional e organizacional, o papel da inovação. Desenvolvimento Tec- nológico, as questões e os desafios em torno de Habitação. Acreditamos que é importante para compreender e analisar os diferentes fenômenos que existem em sua realidade. O Forum visa estabelecer parcerias e definir no- vas oportunidades para o diálogo entre os Secretários e os diferentes atores que operam em áreas locais. Podemos conscientizar sobre a importância da gestão eficiente dos serviços públicos de infraestrutura envolvendo o papel estratégico do planejamento, execu- ção e avaliação para construir cidades sustentáveis”, afirma. O 1º Fórum Estadual dos Secretários de Obras será dirigido para os 79 se- cretários dos municípios do Estado de Mato Grosso do Sul.  “Será um evento aberto a participação de todos interes- sados, sejam órgãos públicos e empre- sas públicas contratantes, empresas construtoras e empreiteiras, a socieda- de como um todo, representada por en- genheiros, arquitetos, universitários e todos os profissionais interessados em aprofundar conhecimentos e conhecer experiências até aqui desenvolvidas com relação a este tema”, finaliza. 1º Fórum Estadual dos Secretários de Obras será em Ponta Porã Bia Freitas Bordão, secretária municipal de Obras e Urbanismo, e Carlos Marun, secretário de Estado de Habitação e das Cidades e presidente do Fórum Nacional de Secretários de Habitação e Desenvolvimento Urbano
  5. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 5 Cidade Lingua de Louro www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site Câmara A sessão da ultima quinta- -feira foi uma loucura, teve até vereador que chamou seus próprios companheiros de partidos de traidores e fra- cos, o bicho pegou na sessão era faísca pra todo lado. Capital Fui á capital do estado acom- panhado de um amigo, e perambulando pelas ruas e avenidas da capital, fiquei até assustando com o que eu ouvia do meu amigo, em cada esquina que eu passava ele me dizia “aqui um filho d ###’ bateu no meu carro, andava mais 500 metros ele voltava a falar “aqui um fi- lho d ###’ bateu também no meu carro, confesso que fiquei com muito medo de baterem na minha baratinha, mais continuei a percorrer pela capital rsrsrsr. Bandidos Em Ponta Porã esta difícil andar pelas ruas com objetos ou bolsas, é que os bandi- dos estão soltos desafiando a Policia, que por sinal estão com pouco efetivo para fazer o policiamento necessário aqui na cidade, todo cuidado é pouco. Salário Gordo Em conversa com o “ Cabe- ça de Porunga” pude perce- ber que o amigo milhonário esta pagando muito bem para o Zé pobrin sair por ai vender umas casinhas. Eu disse ao porunga que es- tava aberto um concurso, na ocasião ele me perguntou quanto era o salário, então disse a ele, tem cargo que paga até 5 mil por mês, en- tão ele me olhou com aquela cara de mi logra e disse, só 5 mil.... ta podendo hein! Rsrsr. O prefeito Ludimar Novais está percorrendo vários ministérios do Governo Federal, em Brasília, na tenta- tiva de assegurar recursos para vários projetos. Nesta terça-feira, à tarde, depois de reunião com o superintendente da SUDECO (Superintendência de Desenvol- vimento do Centro-Oeste), Mar- celo Dourado, ele conseguiu defi- nir o repasse de R$ 300 mil para iniciar a implantação do Centro Tecnológico de Ponta Porã. Durante a reunião com Marcelo Dourado, o prefeito que estava acompanhado do secretário mu- nicipal de Governo e Relações Institucionais, Reginaldo Almei- da, assegurou a liberação dos re- cursos para o Centro Tecnológi- co e aproveitou para reivindicar a liberação imediata de recursos para pagamento de obras de pavi- mentação e drenagem nos bairros Jardim dos Estados, Vila Depu- tado Aral Moreira, Jardim Vitó- ria, Nossa Senhora do Amparo, Monte Líbano, Jardim Manvail- ler, Residencial e do Bosque Ponta Porã. Ludimar também solicitou recur- sos para pavimentação e drena- gem das ruas Videira, Alecrim, Jasmin e adjacências; Residencial Ponta Porã, Flamboyant e outros. Agora o prefeito só aguarda pela liberação dos recursos para dar continuidade às obras de infra- estrutura, que visam melhorar a qualidade de vida de milhares de famílias que moram em diversos bairros do município. Ainda durante a reunião na Su- deco, Ludimar solicitou autori- zação para licitar a obra de pa- vimentação da rua Vital Brasil, rua Vicente de Azambuja, São Rafael, avenida São João, Rachid Saldanha Derzi, entre outras. O prefeito discutiu detalhes desses projetos com o superintendente Marcelo Dourado. Também na tarde desta terça-fei- ra, Ludimar manteve reunião na Secretaria Nacional de Irrigação, que está ligada ao Ministério da Integração Nacional. O prefeito conversou com o secretário Na- cional Miguel Ivan Lacerda; com o diretor do Departamento de Ir- rigação Pública, Pedro Carvalho; e com Jader Verdade, que é co- ordenador da Secretaria Nacio- nal. Na reunião o prefeito esteve acompanhado de Alexandre, que é coordenador nacional do Movi- mento dos Trabalhadores Sem- -Terra (MST); do representante do MST em MS, Rascunho; além dos líderes comunitários do As- sentamento Itamarati, Tigrinho, Ronaldo, Jacó e André Bispo. O objetivo da reunião do prefei- to na Secretaria Nacional de Ir- rigação foi no sentido de desen- calacrar projeto de irrigação do Assentamento Itamarati II, orça- do em R$ 100 milhões e que está parado há mais de cinco anos. O prefeito solicitou as informa- ções a respeito do andamento do projeto que apesar do tempo continua apenas no papel. Fi- cou decidido que será realizada uma reunião em Ponta Porã para avaliar o projeto e que contará com a participação de todos os agentes envolvidos – Governo Municipal, Governo do Estado, Governo Federal, através do Mi- nistério da Integração Nacional e Secretaria Nacional de Irriga- ção, MST e demais movimentos sociais. Nesta quarta-feira, o prefeito Lu- dimar Novais está com agenda marcada às 9h com diretores da FENASEG – Federação Nacional das Seguradoras, oportunidade que discutirá a implementação da estrutura da Secretaria Municipal de Segurança Pública de Ponta Porã. Às 15h, Ludimar está com agenda marcada no Ministério da Justiça e fechando o trabalho em Brasília, o prefeito vai se reunir nesta quinta-feira, dia 22, com a secretária nacional de Segurança Pública, Regina Miki, quando colocará as suas solicitações para melhorar o setor de segurança pública na região de fronteira com o Paraguai. Ludimar consegue R$ 300 mil para Centro Tecnológico Ludimar acompanhado do secretário de Governo, Reginaldo Almeida, durante reunião com Marcelo Dourado, na Superintendência da Sudeco, em Brasília A situação dos lotes ocupados de forma irregular nos assentamentos Itamarati I e II, em Ponta Porã, maior projeto de reforma agrária do Estado, pode sofrer reviravolta. Com pedido de liminar urgente, uma ação civil pública pede que a Justiça Federal determine ao Incra (Instituto Nacional de Coloniza- ção e Reforma Agrária) realização de levantamento sobre cada lote e, casos os ocupantes se enquadrem nos quesitos definidos pelo MPF (Ministério Público Federal), se- jam reconhecidos como titulares da terra. Ao todo, 536 lotes têm irregularidades nos dois assenta- mentos. Segundo a ação, que tramita des- de 2 de agosto, os novos critérios são: que o ocupante não detenha outro imóvel rural/urbano; o lote no assentamento deve ser o único meio de moradia para si e sua fa- mília; dependência do meio rural para sua subsistência econômica; que o ocupante não detenha fon- te de renda autônoma, suficiente para aquisição de imóvel rural por seus próprios meios; que não seja ex-beneficiários da Reforma Agrária; e que realize a função social da terra no lote em que re- side. A ação também pede que se- jam suspensos os processos para retirar famílias dos lotes até a conclusão da varredura. “Nos assentamentos Itamarati I e II, a alienação ilegal dos lotes acabou tornado-se uma constante desde seus surgimentos, tendo ali se agravado a situação social e ju- rídica, pois várias ocupações ir- regulares ocorreram sob o escan- carado conhecimento do Incra”, relata, no processo, a procuradora Carollina Rachel Costa Ferreira Tavares. A nova postura vai na contramão das ações adotadas até então pelo Ministério Público na região Sul do Estado, que chegou a conseguir na Justiça o bloqueio da Reforma Agrária em Mato Grosso do Sul até a identificação dos lotes ocupados de forma irregular. O Incra identi- ficou problemas em 2014 lotes no Itamarati I e em 322 lotes no Ita- marati II. A fazenda Itamarati, de 50 mil hec- tares, pertencia a Olacyr de Mora- es, o Rei da Soja, e foi adquirida para reforma agrária em duas eta- pas, com início em 2000 e conclu- são em 2004, num total de R$ 200 milhões. Fonte: Campo Grande News MPF recua e, agora, quer manter 536 irregulares em lotes na Itamarati
  6. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 136 Classificados Temos Mais Imóveis e Fazen- das, entre em Contato Com um de Nossos Corretores. (67) 3431-2412, 9955-8188, 9209-4975, 8419-2534, 9240-9614, 9984-2786, 8443- 4031 e PY 0976-816 731. Temos Mais Imóveis e Fazendas, entre em Contato Com um de Nossos Corretores. (67) 3431-2412, 9955-8188, 9209-4975, 8419-2534, 9240-9614 9984-2786, 8443-4031 e PY 0976-816 731. Acesse nosso Site www.candiaimobiliaria.com.br Imóvel no bairro Maria Auxiliadora, 1 quartos, 1 suite, 1 banheiro, sala, cozi- nha planejada,garagem,churrasqueira, área de serviço, piscina. Ótimo imóvel. Imóvel no bairro Maria auxiliadora, rua Catorina Leite, 3 quarto, 1 suite, 2 banheiro, copa cozinha, edícula, chur- rasqueira, área de serviço, garagem. Imóvel no Residencial 1, rua Alecrim - com 1 quarto, 1 suite, sala, cozinha, área de serviço coberta. R$135.000 Imóvel no Residencial 1, rua Suína com 1 quarto,1 suite, sala cozinha, área de serviço, 70m². R$135.000 em fase de acabamento ÓTIMO IMÓVEL NO BAIRRO RE- SIDENCIAL PONTA PORÃ I imóvel no Res 1, na rua cipreste, com 2 quar- tos, 1 suite, sala cozinha, área de servi- ço coberta, 101m². R$180.000 Ótimo móvel no Jardim São João, casa toda de laje, com 3 quartos, sala, cozi- nha, 2 quartos, 1 suite, jardim de inver- no, garagem, área de serviço.
  7. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 7 Social 3433-6888 Fone ASSESSORIA CONTÁBIL E FINANCEIRA Marcus Thierry Lino9988-3181 Avenida Brasil, 2.888 - Centro - Ponta Porã - MS Nosso amigos Marcos Candia, Aniversariante do ultimo dia 22 de agosto, recebendo os sinceros votos de seus amigos e familiares.
  8. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 138 Viola Minha Viola (67) 3431-4969 / (67) 9231-9741 www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site “N o auge da alegria de Deus, nasce o homem. Alegria atrai alegria. Por isso nesta manhã, antes de tudo, mais uma vez agradeço a Deus, por mais uma oportunidade que ele me dá”. Assim começava mais um Viola minha Viola, na voz de Antonio Morato. Era 04h00, da manhã de um dia qualquer do ano de 1989, de um lado, Antonio Morato com toda sua alegria e prazer em fazer radio. Do outro a jovem Rita Mary Moreira na sonoplastia, com sua “cartucheira”, cartucheira era um dispositivo usado na veiculação de vinhetas e prefixos, toca- -discos e os clássicos da musica sertaneja em dis- co vinil. O Viola minha Viola era transmitido pela Super Radio Fronteira 670 AM, das 04h00 as 07h00, de segunda a sábado. Na historia do radio em Ponta Porã, muitas mulheres fizeram e fazem parte dela, algumas ainda continuam inseridas na historia. Rita Mary trabalhou por mais de cinco anos e fez sonoplastia para grandes locutores que passaram pelas Rádios fronteira AM e Transamérica FM, na época Radio Lider FM, entre eles, Valmir Mar- ques, Airton Francisco Peninha, Marcio Santos e Nilza Terezinha. Atualmente ela trabalha no caixa da Tecelagem Avenida. Rita Mary é mais uma tes- temunha da historia do radio em Ponta Porã Viola minha Viola Antonio Morato e Rita Mary (Foto: Giovani Cezar)
  9. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 9 Cidade Residencial Ponta Porã I Rua Iturama 710 esquina com belmiro de Albuquerque MINI MERCADO SÃO JORGE www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site Indicação n° 669/2013 Autor: Vereador Biro Biro O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais - Prefeito Municipal, com cópia ao Senhor Carlos Alexandre Bordão - Secretário Municipal de Espor- te, Juventude e Lazer, solicitando respostas sobre a empresa respon- sável pela construção do campo de futebol, localizada no Bairro Par- que dos Eucaliptos, na Rua Salinas esquina com Rua Formosa. Indicação n° 667/2013 Autor: Vereador Biro Biro O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais Prefeito Municipal com cópia ao Excelentíssimo Senhor Vander Loubet Deputado Federal (PT) so- licitando a designação de recursos visando  a conclusão da pavimen- tação asfáltica do Bairro Jardim Marambaia. Indicação n° 668/2013 Autor: Vereador Biro Biro O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais - Prefeito Municipal, com cópia ao Senhor Carlos Alexandre Bordão - Secretário Municipal de Esporte, Juventude e Lazer, solicitando me- lhorias na pista de caminhada do Parque dos Ervais. Indicação nº681/2013. Vereador: Brunoí Reichardt. O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo  Sr. Ludimar Novais – Pre- feito Municipal, com cópia à Sra. Fabiane Freitas Bordão, Secretária Municipal de Obras e Urbanismo, solicitamos que seja providencia- do  serviço de patrolamento e cas- calhamento, na rua Jardim dos Es- tados, na altura do nº 389 ao 1800. INDICAÇÃO Nº 674/2013 AUTOR: Vereador Rafael Mo- desto O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais – Prefeito Municipal, com cópia à Senhora Fabiane Freitas Bor- dão – Secretária Municipal de Obras e Urbanismo, da seguinte indicação:Solicito o recapeamento da pavimentação asfáltica na Rua Itacaiúnas, no Jardim Manvailer. INDICAÇÃO Nº 675/2013 AUTOR: Vereador Rafael Mo- desto O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais – Prefeito Municipal, com cópia à Senhora Fabiane Freitas Bor- dão – Secretária Municipal de Obras e Urbanismo, da seguinte indicação:Solicito a reparação da iluminação interna do Ginásio Po- liesportivo Municipal “Hyran Gar- cete”, localizado no bairro Ipê II. INDICAÇÃO Nº 676/2013 AUTOR: Vereador Rafael Mo- desto O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Senhor Ludimar Novais – Prefeito Municipal, com cópia à Senhora Fabiane Freitas Bor- dão – Secretária Municipal de Obras e Urbanismo, da seguinte indicação:Solicito a instalação de “tartarugas” redutoras de veloci- dade na Rua São Sebastião com a Rua Itapirapé, no bairro Portal do Morumbi.   Indicação nº. 679/2013. Autor: Vereador Rony Lino O Vereador indica que seja enca- minhado expediente ao Excelen- tíssimo Sr. Ludimar Novaes – Pre- feito Municipal, com cópia à Srª. Fabiane Freitas Bordão– Secretária Municipal de Obras e Urbanismo, solicitando a manutenção da ilumi- nação pública na Rua Digno Torres Gimenes, em frente ao nº 163. INDICAÇÃO Nº 680 /2013 AUTOR: Vereador Rony Lino Miranda O Vereador indica que seja enca- minhado expediente a Exmo.Sr. Wantuir Francisco Brasil Jacini- -Secretário de Estado Justiça e Se- gurança Pùblica, solicitando que, uma vez ao mês seja feito  a opera- ção Pente Fino, nos assentamentos implantados no município de Ponta Porã. Confira as indicações dos Vereadores, Biro Biro, Brunoí Reichardt, Rafael Modesto e Vereador Rony Lino Miranda, na sessão do dia 22/08 No final da sessão ordinária dessa quinta feira 22 de agosto, após a votação do requerimento que criou a CPI da rodoviária, o vereador Osmar de Matos ocupou a tribuna para chamar os vereadores de seu partido PSDB, prof. Hugo e Mar- quinhos Belo, de fracos e traidores por haverem desrespeitado a deter- minação partidária e terem votado pela criação da CPI. O vereador Osmar de Matos foi mais além convidando os mesmos a deixarem o PSDB e procurarem outro ninho. Com a aprovação da criação da CPI da Rodoviária se- gundo as pessoas presentes aos tra- balhos disseram que esperam que tudo o que foi feito de errado até agora seja esclarecido e que inclu- sive esperam que seja feita a devo- lução do dinheiro pago a mais pelo IPTU na atual administração e que até agora segundo algumas pessoas não receberam. Vereador Osmar de Matos Chama Vereadores de seu partido, de fracos e traidores Osmar de Matos
  10. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 1310 Esportes www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site Estão abertas inscrições para equipes interessadas em participar do I Tor- neio da Independência Futebol Suíço, marcado para ser realizado dia 8 de setembro, no Campo Vanderlei Gonçalo, localizado nas proximidades do Mercado Pérola em Dourados. Segundo os organizadores, serão distribuídos R$ 3.6 mil (três mil e seis- centos reais) em prêmios, distribuídos para os três primeiros colocados, goleiro menos vazado e artilheiro do evento. Ednaldo e Vanderlei lembram que no dia primeiro de setembro os deta- lhes das disputas serão definidos durante Congresso Técnico, às 19h30, no próprio local do torneio. Para garantir vaga no torneio cada time paga uma importância de R$ 200,00 (duzentos reais). O local é conhecido da maioria dos desportistas e encontra-se em bom estado de conservação. Poderão participar equipes de Dourados e também de municípios da região. Para mais informações por meio do 9673-7430 (Ednaldo) ou 9629-0922 (Vanderlei). As cartas foram colocadas na mesa. Mas Adriano saiu do jogo, e sua car- reira parece se encaminhar para o fim. O empresário Fabiano Farah e dirigen- tes do Botafogo traçaram um plano em conjunto para tentar adiar o término da história do atacante como jogador e, mais do que isso, ajudar na recupe- ração do ser humano. Depois de o ata- cante ter feito uma série de exames, to- dos os envolvidos sentaram-se à mesa para um almoço. Com os resultados em mãos, ficou decidido que seria preciso dedicação extrema do Imperador por, no mínimo, seis meses. Adriano ad- mitiu suas dificuldades e, na conversa, teria confessado que pode se aposentar. Gerente técnico do Botafogo, Sidnei Loureiro participou da negociação. Amigo de longa data de Fabiano Farah,  ele foi testemunha da recusa de Adriano. - O Farah me procurou, e tocamos no assunto. Perguntei como Adriano esta- va, qual era a situação. Tive um almoço com o Adriano, um papo informal, sem tocar no nome Botafogo. Conversamos sobre a vida dele, como ele estava. Ele disse que queria saber qual era a condi- ção física, e disponibilizamos pessoas da nossa confiança no clube. Fizemos os exames e nos reunimos novamente. A situação não é simples, teria que ter muito cuidado e, mesmo que tivesse a melhor dedicação, existia a chance de não ter resultado. Estipulamos mais ou menos seis meses. O tendão dele pode não responder ao estímulo para voltar a ser de atleta, porque hoje em dia é de uma pessoa normal. Diante desse qua- dro, ele nos agradeceu e disse que pela primeira vez estavam falando a verda- de com ele. Disse que conhece o corpo dele e sabia que algo estava errado, que não era por falta de dedicação no trata- mento. Sentia que a coisa não evoluía, sabia do limite dele, da idade e que seis meses seriam demais sem alguma ga- rantia. Está pensando em encerrar, mas que se mudasse de ideia voltaríamos a conversar - revelou Sidnei Loureiro. O planejamento traçado determinava trabalho em tempo integral e também projetava cuidados para quando o joga- dor decidisse encerrar a carreira, dando suporte para os primeiros momentos de aposentadoria. Todos os pontos foram esmiuçados para o atacante. O tratamento do tendão do pé esquerdo e também acompanhamento psicológico estavam na programação. Todos os envolvidos se empenharam em focar não apenas no jogador, mas sim na figura humana de Adriano, como revela o gerente alvinegro: - A conversa não foi com o Adriano Imperador, foi com o Adriano Leite. Independentemente de voltar a jogar, tem que tratar do tendão e da saúde. Não estou falando de bebida e lado emocional. É saúde mesmo. Se ele quiser chegar com 50, 60 anos com uma vida normal, podendo subir uma escada, por exemplo, precisa se cuidar. E nós estamos aqui para ajudar. Nun- ca pensei em tentar recuperar ele para jogar no Botafogo. Sempre foi Sidnei e Adriano, nunca Botafogo e Adriano. Apesar da negativa inicial, as portas fi- caram abertas para Adriano. O atacan- te ficou de repensar sua decisão, mas, segundo o dirigente alvinegro, admitiu fazer o comunicado oficial de sua apo- sentadoria para a família. - Abrimos as portas para o tratamento. Ele disse que ia conversar com a famí- lia e dizer a eles que realmente deve ter que parar de jogar, encerrar a carreira - completou Sidnei. Fabiano Farah não assumiu a gestão da carreira de Adriano, apenas se colocou à disposição para ajudar no processo de recuperação. Todos os envolvidos no projeto que não saiu do papel ficaram tristes com a resposta do jogador. N esta segunda-feira (26) os torcedores palmeirenses de todo o Brasil, inclusive de Dourados, se reunirão para doar sangue na campanha intitulada “Sangue na Veia”. De acordo com Fábio Ederson Lo- pes Correa, organizador do movi- mento em Dourados, a iniciativa começou no grupo “Bonde do Gor- ro”, na internet, e mais de cinco mil pessoas (de Cuiabá, São Paulo e Dourados) já confirmaram par- ticipação na página e no grupo do Facebook. “Todo ano no dia 26 de agosto sa- ímos com a camiseta do Palmeiras nas ruas em comemoração a data de fundação do clube Sociedade Esportiva Palmeiras, a chamada ‘Tsunami Verde’, e fazemos car- reatas. Mas neste ano, além disso, queremos também doar sangue, pois é uma maneira de ajudar as pessoas”, falou Fábio Correa. Assistente social do Hemocen- tro, Rosa Fernandes, disse que os grupos que se mobilizam fazem o diferencial, além de ser um ato de cidadania. “O grupo de doadores que mais cresce a cada ano é o de corintianos, mas também tem das igrejas, Rotary e empresas que se reúnem para fazer doação de san- gue em conjunto”, lembrou Rosa. “A ideia é motivar os torcedores ajudarem o próximo, mostrando que além de saírem de casa com a camisa do Palmeiras, também são solidários, beneficiando a popula- ção em geral, independente da cor, raça ou clube que a pessoa torce”, afirmou o torcedor. Quem pode doar Podem doar sangue aquelas pes- soas que se encontram em boas condições de saúde (sem gripe ou qualquer outra infecção); quem tem entre 18 e 67 anos (sendo a idade limite para uma primeira do- ação ser 60 anos); e quem tem peso acima de 55 quilos. Quem NÃO pode doar Não é possível fazer doação de san- gue caso a pessoa tenha tido Hepa- tite até os 11 anos de idade, Doença de Chagas, aquelas que são porta- doras do vírus HIV, ou que fazem uso de drogas injetáveis ilícitas. O que é preciso Documento com foto, e estar des- cansado, além de não ingerir bebi- das alcoólicas pelo menos 12 horas antes da doação, e não fumar antes e depois (intervalo de pelo menos 1h). É recomendado também que o doador tome café da manhã, mas evite alimento gordurosos no dia e na noite anterior. Serviço O Hemocentro fica localizado na Rua Valdomiro de Souza, número 295, na Vila Industrial. As doações podem ser feitas de segunda a sexta-feira, das 7h às 12h30. Mais informações através dos telefones (67) 3421-4192 ou 3421-0400. Legenda Os torcedores palmei- renses de Dourados se reuni- rão para doar sangue na cam- panha “Sangue na Veia” - Foto: Divulgação Fonte:  Dourados News  Eduarda Rosa CapitãodoLuverdenserecebeuver- melhojuntocomatacanteapósdis- cussão: ‘Não vou aceitar provoca- çãodeninguém,muitomenosbeijo’ No segundo tempo da vitória do Lu- verdense sobre o Corinthians, por 1 a 0, o zagueiro Zé Roberto e o atacante Emerson Sheik se envolveram em uma confusão e acabaram expulsos pelo árbitro. No lance, o atacante co- rintiano reclamou de uma falta não marcada, Zé Roberto revidou, e os dois trocaram ameaças. - Não mereci ser expulso. Falei para ele parar de provocação e só tirei o braço dele. Ele não está bem psico- logicamente. Mas agora já foi, temos que manter o foco e conquistar essa sonhada vaga para a próxima fase – disse. Quando entrou em campo, Emerson Sheik teve que conviver com inúme- ros xingamentos dos torcedores do Luverdense, que não perdoaram o selinho dado pelo corintiano em um amigo, que gerou grande polêmica. - Não vou aceitar provocação dele, muito menos beijo. Foi um lance isolado, em que fui tirar satisfação - completou Zé Roberto Suspenso na próxima rodada, o capi- tão valorizou o grupo do Verdão do Norte e acredita que o time não irá sentir sua ausência. - Quem entrar vai jogar bem, tenho certeza. Somos um grupo unido e de qualidade. Vamos trabalhar muito para chegar a São Paulo e realizar mais uma boa partida. O Luverdense volta a campo neste domingo, contra o Cuiabá, no Está- dio Presidente Eurico Gaspar Dutra, pela Série C do Campeonato Brasi- leiro. Na quarta-feira, visita o Corin- thians, no Estádio do Pacaembu, pelo jogo da volta da Copa do Brasil, com a vantagem do empate para avançar. Abertas inscrições para o 1º Torneio Independência em Dourados Torcida palmeirense de Dourados se mobiliza na campanha “Sangue na Veia” Zé Roberto lamenta expulsão e critica postura de Sheik: ‘Não está bem’ Adriano abre mão de ajuda, admite limitação e encaminha fim da carreira Adriano não aceitou programação apresentada por empresário e dirigentes do Bota (Foto: Ag. O Globo)
  11. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade N OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 13 11 Policia www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site Os cinco assaltantes mortos na madrugada do último dia (20) após troca de tiros com poli- ciais do DOF (Departamento de Operações de Fronteira) e do Defron (Delegacia Especia- lizada de Repressão aos Crimes de Fronteira) no assentamento Pana, em Nova Alvorada do Sul, podem fazer parte de uma quadrilha com ramificações em todo o Estado. A afirmação foi repassada pelo comandante do DOF, coronel Edilson Duarte, durante coletiva realizada no início da tarde na sede do departamento. Segundo ele, as investigações continuam. “Existe a possibilidade de mais gente envolvida e continuamos as investigações para chegar- mos até elas. A princípio, temos a certeza de que eles fizeram cinco vítimas [com perda ma- terial] durante os assaltos e fur- tos, e recuperamos todos esses veículos, mas deve haver outras ocorrências ligadas ao grupo na região”, comentou, lembran- do que os assaltantes também agiam em Nova Andradina. Segundo o comandante, após as informações colhidas pelo ser- viço de inteligência, os policiais se deslocaram para o interior do assentamento, onde foram rece- bidos pelos criminosos a tiros. Durante a movimentação, os cinco acusados pelos assaltos na região acabaram morrendo. Com eles, foram apreendidas uma Ford F-350, uma caminho- nete Ford F-4000, a motocicleta Honda Hornet, o utilitário Fiat Strada e uma Mitsubishi L-200, além de armamento pesado e de uso restrito. Ainda conforme Duarte, os cri- minosos estavam num acampa- mento abastecidos com man- timentos e bebidas, inclusive alcoólica, utilizada provavel- mente para ‘comemorar’ as ações. “Acredito que eles fa- ziam festa em cada ação crimi- nosa realizada”, comentou. OS MORTOS A polícia também identificou quatro, dos cinco mortos duran- te a troca de tiros no assenta- mento Pana. Samir Raslan da Silva, 30, Ale- xandre dos Anjos Nascimento, o ‘Lixa’, Carlos Alberto Matos Almeida, 23, conhecido como ‘Bijula’ e Ademir de Oliveira Lopes Melo, 23, tiveram os no- mes divulgados. O outro assaltante morto é co- nhecido apenas pelo apelido, ‘Paulista’. Dourados News E m plena luz do dia ban- didos estão desafiando a policia da nossa frontei- ra, na tarde desta quinta-feira 22 de agosto, uma funcionaria da Rede Feminina de Comba- te ao Câncer foi assaltada ao deixar a agencia da caixa em Ponta Porã. A mesma teve sua bolsa com dinheiro, levada por bandidos que o ameaçando com uma faca em sua barriga pediu para que entregasse, na sua bolsa continha dinheiro e seus docu- mentos. Esses fatos vem acontecen- do com freqüência em Ponta Porã, e é impressionante que na maioria das vezes os bandidos levam vantagens, esta na hora do secretario de segurança pu- blica do Estado, tirar o pé do chão e olhar para a nossa Cida- de que esta sendo aterrorizada por vagabundos. Redação. Policiais do Departamento de Operações de Fronteira - DOF, na ma- drugada desta última quarta-feira 21 de agosto de 2013, por volta das 03h30min, durante bloqueio policial realizado na rodovia BR-267, região de Maracaju/MS, tentaram abordar para fiscalização o veículo Fiat Pálio, de cor preta com placas da cidade de São Paulo/SP, que seu condutor não obedeceu à ordem de parada e empreendeu fuga, foi realizado o acompanhamento tático e logo em seguida o veículo saiu da pista de rolamento adentrando em uma plantação, momento em que seu condutor o abandonou e evadiu-se do local, foram rea- lizadas diligências no intuito de localizá-lo, não obtendo êxito. Du- rante vistorias foi constatado que o veículo transportava 534,800kg (quinhentos e trinta e quatro quilos e oitocentos gramas) de maconha. Diante dos fatos, o veículo e a droga foram apreendidos e encami- nhados à Delegacia de Polícia Civil da cidade de Maracaju/MS, para as providências pertinentes à Polícia Judiciária. Por Silvio Dias Foi registrado no inicio da tarde desta quarta-feira 21 de agosto por volta das 12:30 hs, um acidente com vitima fatal, o fato aconte- ceu na Rua Benjamim Constant, a vitima seguia no sentido bairro Gui Vilela para Vila Áurea momento em que perdeu o controle da motocicleta atingindo o meio fio, após a queda ele foi parar vários metros de sua motocicleta. A Guarnição do Corpo de Bombeiros foi acionada, mais ao chegar ao local encontrou o motociclista sem sinais vitais, a vitima foi identificada como Sr. Carlinhos e que trabalhava como pedreiro em Ponta Porã. Redação Noticias da Fronteira Um homem de 33 anos foi detido na tarde desta ultima quarta-feira(21) no município de Batayporã, suspeito de estuprar a enteada de 12 anos. A adolescente procurou uma das pro- fessoras para relatar que estava sen- tindo dores pelo corpo. Desconfiada, a educadora encaminhou a menor a uma psicóloga. A vítima relatou que vinha sendo abusa pelo padrasto há cerca de cinco anos.Apsicólogaacionouoconselho tutelar que por sua vez comunicou o caso à Polícia Civil. A adolescente foi enviada para um abrigo, enquan- to foi decretada prisão preventiva do agressor, para que as investigações não sejam comprometidas. Bandidos assaltam funcionaria da Rede Feminina de combate ao câncer Homem morre após cair de moto em Ponta Porã Acidente aconteceu na Rua Benjamim Constant. (Foto: Reinaldo Jalasca) Após mortes, investigações continuam e polícia não descarta envolvimento de outros criminosos Armas que estavam com o grupo e que foi apreendida pelo DOF Coronel Edilson Duarte. (Fotos: Adriano Moretto) DOF apreende maconha em veículo na BR-267 região de Maracaju Veiculo apreendido com droga Preso padrasto suspeito de abusar de enteada por cinco anos em Batayporã
  12. Jornal Notícias da Fronteira A Informação com Credibilidade OTICIASDA FRONTEIRA Fronteira Comunicações Sábado 24 de Agosto 2013 | Edição 1312 Rural INSUMOS AGRÍCOLAS CERES Rua Visconde de Taunay, 339 Centro - Ponta Porã - MS Cep: 79.904-708 (67) 3431-2551 Rod. BR 463 S/N - KM 04 - Bairro Fração Faz. Carambola - Ponta Porã - MS CERE AL// ARMAZENS GERAIS (67) 3433-7704 Futura Instalações em Antonio João CERESARMAZENS GERAIS Estrada Antonio João Cabeceira do Apa KM 2 à esquerda www.noticiasdafronteira.com A Informação com CredibilidadeN OTICIAS DA FRONTEIRA Acesse no site Cotação Futuro Oscilação Preço CAFÉ -0,0357% 139,9 A BOI 101,4 A0,0000% ETANOL NDND MILHO 24,3A0,2062% SOJA 28,95-0,1724% Data de referência: 22/08/13 A Comissão de Cons- tituição e Justiça do Senado aprovou no ultimo dia (21) a PEC 31, que obrigará o ressarcimento aos municípios e Estados pe- los prejuízos decorrentes de desonerações e isenções fis- cais. A Proposta de Emenda à Constituição é de autoria do senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB. Para o presidente da As- somasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), prefeito Douglas Figueiredo (PSDB), a PEC trará justiça ao pacto federa- tivo. “É mais que justo. Não há que se falar em prejuízo aos cofres públicos. Isso vai fazer com que os recur- sos sejam aplicados onde as pessoas moram, nos municí- pios”, disse Douglas. A PEC agora segue para vo- tação no Plenário do Senado, depois segue para a Câmara dos Deputados. Se aprovada, vai permitir a compensação por perdas de receitas refe- rentes aos fundos de parti- cipação de Estados (FPE) e municípios (FPM). O presidente regional do PS- DB-MS, deputado estadual Marcio Monteiro, classificou como “justa e necessária” a proposta de emenda à Cons- tituição. “É desleal com os municípios e Estados o go- verno promover desoneração e colocá-los para pagar a con- ta”, disse Monteiro. Para Monteiro, a elaboração da PEC pelo senador Aécio demonstra a “sensibilidade, a vocação municipalista do senador”. Com relação à votação em Plenário no Senado, Douglas Figueiredo informou que a CNM (Confederação Nacio- nal dos Municípios) vai or- ganizar, em conjunto com as associações estaduais de mu- nicípios, uma manifestação em Brasília (DF) em apoio à PEC 31. Conforme dados da CNM, as perdas dos municípios em razão das desonerações fis- cais feitas pelo governo fe- deral entre 2009 e 2014 são estimadas em R$ 11 bilhões. Apenas Mato Grosso do Sul, nesse período, pode perder R$ 166 milhões. Se a PEC 31 for aprovada, o governo federal continuará podendo conceder isenções, conforme alertou Aécio Ne- ves, porém, irá fazê-las com recursos próprios, sem preju- ízo para as receitas estaduais e municipais. (Assessoria) O programa de gestão econômica, social e ambiental da soja brasileira, Soja Plus, que neste ano já capacitou cerca de cinco mil produtores rurais em oito estados sobre qualidade de vida no trabalho, melhores práticas de produção, viabilidade econômica e responsabilidade social, chega a Mato Grosso do Sul com a finalidade de instruir 500 produtores rurais de 15 municípios. A apresentação do programa iniciará em Chapadão do Sul e São Gabriel do Oeste, nos dias 27 e 28 de agosto, respectivamente, durante o Circuito Aprosoja, evento que levará informações téc- nicas aos agricultores da região. Maracaju, Dourados, Sidrolândia, Ponta Porã, RioBrilhante, La- guna Carapã, Aral Moreira, Caarapó, Itaporã, Costa Rica, Na- virai, Amambai e Sonora serão beneficiados pelo Soja Plus. Os municípios foram selecionados de acordo com seu volume de produção de grãos, podendo expandir o programa para outras lo- calidades, caso haja demanda. Até a segunda quinzena de setem- bro todas as regiões terão recebido a apresentação dos detalhes referente ao Soja Plus, programa de iniciativa da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (Abiove). O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar/MS) e a As- sociação dos Produtores de Soja (Aprosoja/MS – Sistema Fama- sul), junto com a Abiove, vão conduzir as capacitações no Esta- do, dividindo os agricultores em 20 turmas com 25 profissionais cada. A primeira fase da qualificação do programa envolverá oito horas de instruções sobre saúde e segurança do trabalho em sala de aula. Na segunda etapa, em 2014, os produtores que receberem a capa- citação também terão direito a consultorias técnicas gratuitas em suas propriedades, quando serão orientados quanto a legislação trabalhista rural (NR 31), normas de instalações nas propriedades rurais de depósito de embalagens, tanque de combustível e aloja- mentos e outros assuntos relacionados ao rendimento da produ- ção. Durante o período de consultoria os participantes receberão kits de placas de identificação, manuais e vídeos de orientação. Os agricultores interessados devem buscar mais informações no Sindicato Rural do seu município ou diretamente na Federação da Agricultura e Pecuária de MS (Sistema Famasul). O Circuito Aprosoja, que em 2013 já beneficiou agricultores de Ponta Porã e Dourados, atenderá na próxima semana os produto- res de grãos de Chapadão do Sul e São Gabriel do Oeste, com as palestras “Sucessão familiar” e “Adequação social, trabalhista e ambiental na propriedade rural”. Nesse ano ainda serão atendi- dos os municípios de Naviraí e Campo Grande. Presidente da Assomasul diz que PEC 31 faz justiça ao pacto federativo Soja Plus beneficiará agricultores de 15 municípios de MS Douglas Figueiredo, que preside a Assomasul - Foto: Chico Ribeiro
Anúncio