STC_7 – “Benchmarking”




Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
STC_7 – “Benchmarking”




Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
STC_7 – “Benchmarking”




Sumário:
Sumário:.................................................................................
STC_7 – “Benchmarking”



Conceito
Benchmarking é uma técnica que consiste em acompanhar processos de
organizações concorr...
STC_7 – “Benchmarking”

externa para obter informações sobre o Benchmarking Competitivo. Além
disso, tem como objectivo ac...
STC_7 – “Benchmarking”


           CASO PRÁCTICO


           ANÁLISE DA EMPRESA
           Impact/ Dynamic
           (h...
STC_7 – “Benchmarking”




            A Ladder Academy – Eventos, Academy Desporto, é uma
            empresa que promove...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

STC_5_TRABALHOS APRESENTADOS

1.598 visualizações

Publicada em

Benchmarking

Publicada em: Educação
  • Seja o primeiro a comentar

STC_5_TRABALHOS APRESENTADOS

  1. 1. STC_7 – “Benchmarking” Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  2. 2. STC_7 – “Benchmarking” Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  3. 3. STC_7 – “Benchmarking” Sumário: Sumário:.............................................................................................................................3 Conceito.............................................................................................................................4 Processo de Benchmarking............................................................................................4 Tipos de Benchmarking.................................................................................................4 Benchmarking competitivo........................................................................................4 Benchmarking interno...............................................................................................5 Benchmarking genérico.............................................................................................5 Benchmarking funcional............................................................................................5 Os princípios do benchmarking.........................................................................................5 Sistemático.................................................................................................................5 CASO PRÁCTICO............................................................................................................6 ANÁLISE DA EMPRESA............................................................................................6 Algumas Actividades Propostas...................................................................................6 Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  4. 4. STC_7 – “Benchmarking” Conceito Benchmarking é uma técnica que consiste em acompanhar processos de organizações concorrentes ou não, que sejam reconhecidas como representantes das melhores práticas administrativas. É um processo de pesquisa, contínuo e sistemático, para avaliar produtos, serviços e métodos de trabalho, com o propósito de melhoramento organizacional, procurando a superioridade competitiva. O Benchmarking é uma das mais antigas ferramentas de gestão. O seu propósito é estimular e facilitar as mudanças organizacionais e a melhoria de desempenho das organizações através de um processo de aprendizagem. Isto é feito de duas maneiras: 1 – Identificando resultados excelentes, geralmente mensurados através de métricas ou indicadores. 2 – Identificando as chamadas melhores práticas que, geralmente com alguma adaptação à cultura e às peculiaridades da organização, podem servir de referência para uma mudança que leve a melhores resultados. O benchmarking é uma das formas mais eficazes de se estabelecer metas e tem um efeito motivacional grande junto às equipes. Processo de Benchmarking O processo de Benchmarking tem, em geral, 5 fases: planeamento, colecta de dados, análise, adaptação e implementação. Mas a metodologia mais detalhada, descrita por CAMP (1998) apresenta as seguintes etapas: 1. Identificar empresas comparativas 2. Definir método e colectar dados 3. Determinar a lacuna de desempenho 4. Projectar níveis de desempenho futuro 5. Comunicar descoberta dos marcos de referência e obter aceitação 6. Estabelecer metas funcionais 7. Desenvolver plano de acção 8. Implementar acções específicas e monitorar progresso 9. Revalidar marcos de referência Tipos de Benchmarking Benchmarking competitivo Caracteriza-se por ter como alvo específico as práticas dos concorrentes. Na prática, é o menos usual uma vez que é quase impossível que as empresas se prestem a facilitar dados que estão ligados directamente com a sua actividade à concorrência. Por isso muitas vezes é necessário contratar uma consultora Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  5. 5. STC_7 – “Benchmarking” externa para obter informações sobre o Benchmarking Competitivo. Além disso, tem como objectivo actividades similares em diferentes locais, departamentos, unidades operacionais, país, etc. Benchmarking interno A procura pelas melhores práticas ocorre dentro da própria organização em unidades diferentes (outros departamentos, sedes, etc.). Tem como vantagens a facilidade para se obter parcerias, custos mais baixos e a valorização pessoal interna. A grande desvantagem é que as práticas estarão sempre impregnadas com os mesmos paradigmas. Este é o tipo mais utilizado. Benchmarking genérico Ocorre quando o Benchmarking é baseado num processo que atravessa várias funções da organização e pode ser encontrado na maioria das empresas do mesmo porte, como por exemplo, o processo desde a entrada de um pedido até a entrega do produto ao cliente. É neste tipo de Benchmarking que encontramos a maioria dos exemplos práticos e onde as empresas estão mais dispostas a colaborar e a ser mais verdadeiras. Benchmarking funcional Baseado numa função específica, que pode existir ou não na própria organização e serve para trocarmos informações acerca de uma actividade bem definida como, por exemplo, a distribuição, a facturação ou embalagem. Alguns autores vinculam o conceito de benchmarking funcional ao benchmarking genérico, pela possibilidade dos mesmos serem utilizados sem se levar em consideração a concorrência directa da organização que aprende ou patrocina o estudo e a organização "investigada". Os princípios do benchmarking Sistemático O Benchmarking não é um método aleatório de recolher informação, mas trata- se de um processo sistemático estruturado etapa a etapa, com o objectivo de avaliar os métodos de trabalho no mercado. Os outputs deste processo proporcionam às empresas comparar os seus produtos, serviços e métodos de trabalho com os das organizações representantes das melhores práticas. Por definição, as "cópias" nunca serão iguais. Haverá sempre ajustes, adaptação e aprimoramentos, o que garante a "evolução" da ideia original. Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  6. 6. STC_7 – “Benchmarking” CASO PRÁCTICO ANÁLISE DA EMPRESA Impact/ Dynamic (http://eventosedesporto.com) Esta empresa presta serviços especializados em comportamentos sociais, que visam fortalecer as equipas numa empresa, criando ritmos de produtividade e eficácia. O estudo de Benchmarking verificou que, de igual forma poderá consistir uma empresa dedicada a organizar eventos nas escolas com menos níveis de sucesso escolar – “Ladder Academy” Estes eventos passam por algumas cópias modificadas do projecto já existente. O objectivo é certificar os candidatos inscritos no programa ao longo do mesmo lectivo, e corresponder a capacidades de algumas horas académicas. Exemplo: 1 Formando que se inscreva nas palestras e actividades colectivas da Ladder Academy, tem de participar de 50 horas do seu tempo extra-escolar. O que corresponde a uma cadeira escolar (não de base) completa e certificada em diploma: Organização de Flash Mobs; Organização de Conferencias com convidados externos… Algumas Actividades Propostas Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2
  7. 7. STC_7 – “Benchmarking” A Ladder Academy – Eventos, Academy Desporto, é uma empresa que promove eventos de prestígio e referência criando acções que se caracterizam pela qualidade e distinção. Estes são alguns dos enfoques em que se baseia a nossa filosofia – a Força de Vontade! Outro enfoque como não poderia deixar de ser, é totalmente direccionado para a satisfação do nosso parceiro/cliente, com quem fazemos questão de criar e solidificar uma relação de confiança, o que é plenamente conseguido e que muito nos orgulha. Para isto acontecer trabalhamos com o máximo rigor e profissionalismo na satisfação das exigências de quem nos procura. A actividade da Ladder Academy divide-se por duas áreas distintas: Eventos Empresas - TEAMBUILDING / Diversão, Eventos de Charme / Fidelização, Motivação / Incentivos, Empresa / Funny, Animação / Espectáculo, Radicais / Outros, Eventos Verdes / Responsabilidade Social, entre outros. Eventos Desportivos & School – Organizamos todo tipo de eventos desportivos de qualquer cariz ou modalidade. Pode passar por uma simples acção desportiva pontual, a uma competição interna, e estratégia de motivação nas escolas – Superando e resolvendo questões de eficiência e resultados académicos. Tudo depende da solicitação. Nos Eventos Desportivos destacamos as competições Liga Eusébio Fut 7 (Nacional), Torneio RA9 Futsal (Rui Águas) e a Taça Impacto Dynamic Futsal (homenageia anualmente uma figura de prestígio do panorâmico desportivo Português. Ex: Vitor Martins e Nené). Esperamos por si, ...PONHA-SE À PROVA! Sílvia Gomes Fernandes, n.º15 – TOE2

×