463374

532 visualizações

Publicada em

Publicada em: Tecnologia, Negócios
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

463374

  1. 1. ISOSensibilidade do Filme ou SensorProf. Bruno GonzalezO que é ISO? Em fotografia analógica, ISO é a indicação do quão sensível é o filme para a luz, sendo representado por números (100, 200, 400, 800...). Quanto menor o número, menor a sensibilidade do filme para a luz, e vice versa. Em fotografia digital, o ISO mede a sensibilidade do sensor, e o mesmo princípio aplicado à fotografia analógica é aplicado na fotografia digital. Quanto maior a sensibilidade do filme ou sensor, maior o nível de ruído na fotografia. 1
  2. 2. A sensibilidade dos filmes: A sensibilidade dos filmes é indicada normalmente por números ISO do International Organization for Standardizition, que é uma fusão dos sistemas ASA (American Standards Association, americano) e DIN (Deutsches Institut für Normung, alemão). Como exemplo, um filme ISO 100/21° é um filme com ASA 100 e DIN 21°. Existe ainda um outro sistema da antiga União Soviética, denominado GOST, não sendo mais utilizado hoje em dia.As sensibilidades mais comuns: A sensibilidade dos filmes mais comuns são: ISO 100, 160, 200, 400, 800, 1600 e 3200. Sendo que algumas câmeras profissionais mais modernas estendem seu ISO até 6400. 2
  3. 3. Compensação de luminosidadeatravés do ISO: O sistema ISO de classificação da sensibilidade do filme é aritmético: por exemplo, um filme de ISO 400 é duas vezes mais "rápido" do que um de ISO 200, exigindo metade da exposição. Por outro lado, tem metade da velocidade de um filme de ISO 800, necessitando do dobro da exposição deste. No entanto, quanto maior o número ISO, maior a sensibilidade, e maiores são os grãos dos brometos de prata, resultando numa imagem com pouca resolução.O ISO nas Câmeras Digitais:Diferentemente da fotografia analógica, onde asensibilidade do ISO está no filme fotográfico, nafotografia digital a sensibilidade está ligada aosensor digital, e pode ser alterada com um simplescomando na própria câmera.Também perdemos qualidade quando aumentamosde mais o ISO de nossa câmera digital, isso nãosignifica que se aumente o tamanho dos pixels ouque estamos perdendo alguns megapixels naresolução final da fotografia. Quando aumentamoso ISO nas câmeras digitais, apenas amplificamoseletronicamente o sinal de cada pixel. Assim,mesmo com pouca luz temos a possibilidade deregistrar uma imagem.Porém, essa amplificação eletrônica demasiadacausa algumas interferências nos pixels, o que geraindesejáveis pontos multicoloridos na fotografia. 3
  4. 4. Ruído na Imagem: Dá-se o nome de ruído numa imagem digital, a milhares de pequenos pontos multicoloridos que aparecem na imagem e que não fazem parte daquilo que foi fotografado.Como é criado o Ruído:O ruído é criado por sinais elétricos nãodesejados gerados por instabilidades do sensorde captura de imagem. Estes ruídos acabampor confundir o sensor e aparecem comocentenas de pequenos pontos coloridos dandoimpressão de “granulação” ou pouca definição.Isso acontece quando aumentamos muito oISO na câmera. Quando aumentamos o ISOamplificamos também a potência do sinalgerado pelo pixel e o ruído, antes desprezível,acaba aparecendo junto. 4
  5. 5. Classificando asensibilidade do ISO.Baixa, média e alta sensibilidade.Filmes de baixa sensibilidade: ISO 32 a ISO 64. São ideais para o trabalho com muita luz (dias ensolarados, sol forte e flashes de alta potência). Em condições favoráveis, esses filmes produzem resultados de grão excepcionalmente fino, o que proporciona boa definição nos detalhes e bom contraste, mesmo em grandes ampliações. São indicados para fotografar retratos, paisagens e temas ligados à natureza. 5
  6. 6. Filmes de média sensibilidade: ISO 100 a 400: São os mais populares para os objetivos gerais. São filmes de granulação fina e ainda permitem trabalhos em condições de luz um pouco mais variadas. Indicados para dias ensolarados (ISO 100) ou nublados (ISO 200) e flashes de baixa potência (embutido na câmera).Filmes de alta sensibilidade: ISO 800 a ISO 3200: Os filmes desta categoria apresentam um aspecto nitidamente granulado quando são ampliados. São ideais para trabalhos com pouca luz, como ambientes externos a noite, museus, teatros e casas de espetáculos em geral sem necessidade de uso de flash ou quando se necessita de alta velocidade para "congelar" o movimento (fotos de ação). Os filmes de ISO acima de 800 geralmente destinam-se a serviços profissionais, pois permitem alterações desses índices em condições extremas. 6
  7. 7. Quando começamos a notar o ruído: O ruído em ISO baixo, entre 100 e 400, é desprezível e não precisamos ter receio. Para ISO acima deste o ruído pode ser mais perceptível. Porém, diferentes configurações de ISO podem variar muito em diferentes modelos de câmeras. Em geral, as câmeras compactas geram muito mais ruído que as profissionais, principalmente devido às suas dimensões reduzidas. Como seus sensores são pequenos, cada pixel capta menos luz, gerando imagens mais granuladas.Exemplos: 7
  8. 8. Observe as duas imagens a seguir: A primeira foto foi tirada usando um ISO 100, enquanto a segundo foi tirada com um ISO 3200. Comparando-as, é possível ver que as fotos tiradas com valores de ISO baixos são muito mais limpas e suaves. O ISO 100 geralmente é aceito como normal, e irá lhe proporcionar fotos com baixas taxas de ruído.ISO 3200 8
  9. 9. ISO 100 ISO 3200 9
  10. 10. ISO 6400 10
  11. 11. Comparação entre diferentes valores de ISO:100 400 1000 3200 11
  12. 12. 12
  13. 13. Quando o ruído atrapalha O ruído quando um dos objetivos da sua foto é, necessariamente, ter nitidez. Como em fotos de grupo (com ruído cada carinha pode ficar irreconhecível), fotos de produto para publicidade e retratos que precisam de detalhes. Normalmente a melhor forma de fugir do ruído é fazendo fotos com iluminação artificial em estúdio (que permite usar o ISO mais baixo possível) ou em momentos de muita luz natural. 13
  14. 14. ISO 100Quando o ruído não atrapalha Muitas vezes o ruído ao invés de deixar a foto feia adiciona uma aparência muito melhor. Adicionando um clima mais delicado, nostálgico ou distante (o tipo de foto que é tirada sem o assunto perceber, fazendo ela ser mais espontânea): 14
  15. 15. 15
  16. 16. Defina seu ISO em Câmeras Nikon: 16
  17. 17. O ISO Automático: Todas essas alternativas de modificações, são somente possíveis nos casos em que os modos manual ou semi-automáticos estiverem sendo usados. Quando o modo automático é selecionado, a câmera irá selecionar o menor valor de ISO possível para a situação de luminosidade na qual você estiver fotografando.Situações nas quais nãoprecisamos aumentar o ISO: Estou segurando a câmera ou usando um tripé? Ao utilizar o tripé, você terá mais estabilidade, então poderá usar tempos de exposição inferiores, permitindo usar um ISSO baixo. O assunto está em movimento? Se o seu assunto está parado, e a máquina está apoiada em um tripé, poderão ser usando baixos valores de ISO. Preciso de profundidade de Campo? Caso você não precise de grandes profundidades de campo, você poderá aumentar a abertura do diafragma, permitindo valores de ISO baixos. Em qual tamanho usarei a foto? Caso você não vá utilizar a foto em grandes tamanhos, como em grandes impressões, você poderá usar valores de ISO mais altos, pois o ruído provocado pode não ser perceptível em pequenos tamanhos. 17
  18. 18. Conclusão: O ISO é um aspecto muito importante na fotografia, porém sua amplificação traz consigo um ruído indesejável. É então necessário que você o conheça bem para ter maior controle sobre suas fotografias e saber em quais situações vale a pena abrir mão de um pouco de qualidade em troca de uma maior sensibilidade. 18

×