Nordeste: Agreste

865 visualizações

Publicada em

Apresentação das alunas do 7º A.

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
865
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
138
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
18
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Nordeste: Agreste

  1. 1. Localização Geograficamente, o Agreste é uma faixa estreita, paralela à costa do Oceano Atlântico, que se estende do Rio Grande do Norte até a Bahia, passando pelos estados da Paraíba, Pernambuco, Alagoas e Sergipe. Na face leste do Agreste, mais próximo à Zona da Mata, o clima é mais úmido. medida que se avança para o interior, aproximando-se do Sertão, o clima fica cada vez mais seco, e a paisagem mais árida.
  2. 2. Cidades As maiores cidades nordestinas situadas no Agreste são: Caruaru e Garanhuns (Pernambuco); Campina Grande (Paraíba); Itabaiana (Sergipe) e Arapiraca (Alagoas). No Agreste, predominam as pequenas e médias propriedades, nas quais se produz vários produtos (policultura), que dependem essencialmente do regime de chuvas, que são irregulares na região, embora tenha um índice pluviométrico maior do que o do Sertão.
  3. 3. 1 O povoamento O povoamento chegou primeiro ao Sertão e, somente depois, as pessoas chegaram ao agreste pernambucano, devido a sua localização da maior parte de suas terras no PLANALTO DE BORBOREMA. Mas houve também outro fator: por ser uma região de difícil acesso, os índios , não aceitando os colonizadores que lhes tomaram as terras, e os negros escravos que fugiam do cativeiro se refugiaram nos pontos mais altos dessa região. Também os vaqueiros, que cuidavam do gado das fazendas do sertão, foram entrando, abrindo cacimbas e bebedouros e plantando nos brejos (Brejos: São denominações dadas pelos ambientalistas para áreas situadas no perímetro das secas, no interior da Região Nordeste do Brasil.).
  4. 4. Rios da região agreste Na mesorregião do agreste existem rios permanentes e rios temporários. A atividade econômica é composta pelas:pecuária, avicultura, turismo. Caruaru é considerada capital do agreste. Mestre Vitalino é o ceramista famoso por seus bonecos e Nova Jerusalém é a cidade-teatro onde é apresentado o drama da paixão de cristo
  5. 5. Clima O clima do Agreste em Pernambuco é tropical e subsumido. As vezes apresenta as característica úmidas da Mata e de outros lugares mais secos como o sertão. Áreas mais úmidas devido a altitude Os brejos ficam nas encostas das serras do Planalto da Borborema. Os brejos são áreas úmidas e de solo fértil, devido à sua localização. Tem terrenos altos que estão a favor do vento e onde se planta milho, feijão, mandioca, frutas e verduras. Nos brejos, não há seca. Há água o ano todo
  6. 6. Planalto da Região O Planalto da Borborema corresponde a região do Agreste e nele existem várias serras, destacando-se as que formam o maciço de Garanhuns. A zona do Agreste encontra-se nos terrenos mais altos do Planalto da Borborema, de difícil acesso. Essa região foi povoada tempos depois das Zonas do litoral-mata e sertão. O Planalto da Borborema recebeu vários nomes dos municípios que nele se localizam. Veja algumas dessas denominações:
  7. 7. Serra da onça Bom conselho-Serra Papagaio da Pedra e Serra Gigantes Bonito-Serra bonitinho Garanhuns-Monte magno Gravatá-Serra das russas Lagoa dos gatos-Serra de São Jorge Limoeiro-Serra Passira Pesqueira-Serra Ororobá quipapá-Serra de Pilões e Quipapá triunfo-Baixa Verdeda Mata
  8. 8. Serras do Planalto da Borborema Localizam-se as serras das russas, do Bonito, do Mimoso, do Mijo da onça, do papagaio e dos gigantes, e o maciço de garanhões. Produtos da Agricultura cultivados Existem plantios do feijão, milho e mandioca. Nessa região também são cultivados o algodão, o sisal e a mamona. Há também os produtos da agricultura como banana, caju, feijão, mandioca, manga, milho, tomate, verduras e flores.
  9. 9. Economia da Região Além das atividades agrícolas desenvolvidas, também a pecuária tem grande importância econômica, principalmente no Agreste e no Sertão. Existe pólos de produção, como graniteiro nos municípios de Bezerro, Bom Jardim e Bom conselho e Gravatá. No agreste, há o pólo calçadista e de medicamentos, em Caruaru; E o pólo de confecções, que envolve várias cidades, como Toritama e Santa Cruz do Capibaribe, produzindo e abastecendo não só Pernambuco, mas muitas áreas de comércio formal e informal até de São Paulo.
  10. 10. Cultura O Agreste possui os maiores festivais de São João do Mundo, se destacando o de Campina Grande e Caruaru. Estes festivais se centram na figura do milho, que é o único dos grandes cereais nativo da América e base alimentar dos Incas (a maior das civilizações sul-americanas autóctones). Etno-culturalmente o agreste está mais próximo a cultura e etnografia sertaneja que a do litoral da zona da mata (principalmente o Agreste Setentrional, vizinho a zona da Mata Setentrional).

×