SlideShare uma empresa Scribd logo
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
1
Psicopatologia
Geral e Especial
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
2
Ano Lectivo
2006 / 2007
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
3
Introdução à Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
Etimologia
O “Homem Total”
Multidisciplinaridade
Conceito de Normalidade
Conceito de Doença
Sintoma e Síndroma
Hierarquia dos sintomas
O diagnóstico é um processo
Sumário
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
4
Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
• A clínica (psiquiátrica e psicológica) como profissão
prática e a psicopatologia como ciência
• Psicopatologia e psicologia
• Psicopatologia e medicina somática
• Psicopatologia e filosofia
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
5
Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
• A clínica (psiquiátrica e psicológica) como profissão
prática e a psicopatologia como ciência
– Para o clínico a ciência é apenas um dos meios de
auxílio. Enquanto que para o psicopatologista a ciência
é um fim em si mesmo. Os limites consistem em jamais
poder reduzir inteiramente o indivíduo humano a
conceitos psicopatológicos. Quanto mais e melhor
conhece o indivíduo tanto mais se apercebe do oculto
ao qual não pode chegar.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
6
Psicopatologia Geral
Binswanger: Fala em “antropose” para referenciar a
preponderância dos factores psíquicos nas impropriamente
chamadas afecções da alma.
Kurt Schneider: “Os fenómenos psíquicos são patológicos
apenas quando a sua existência está condicionada por
patologia corporal”.
Karl Jaspers: Para o clínico a ciência é apenas um meio
auxiliar para atingir um objectivo: ajudar o doente. Para o
psicopatologista, a ciência psicopatológica é em si própria o
objectivo.
Eugene Minkowski: A psicopatologia assume-se como uma
ciência pura, subsidiária de muitas áreas do conhecimento
humano. Corresponde mais a uma “psicologia do
patológico” do que a uma patologia do psicológico”.
Observatório Psicopatológico
Psicopatologia: Será uma afecção do espírito?
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
7
Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
• Psicopatologia e psicologia
– A psicologia estuda a vida psíquica denominada
normal. Está para a psicopatologia como a fisiologia
está para a patologia somática. Porém na
psicopatologia existem muitos fenómenos para os
quais não se encontra uma correspondente psicológica
no campo normal.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
8
Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
• Psicopatologia e medicina somática
– Corpo e alma formam uma unidade indissolúvel
que se estende a todos os processos. Acham-se
sempre numa relação de troca recíproca, muito
mais penetrante na psicopatologia do que na
psicologia normal.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
9
Psicopatologia Geral
Limites da Psicopatologia Geral
• Psicopatologia e filosofia
– Tudo na psicopatologia como na psicologia pode ser
contestado. Urge assim defender e esclarecer através
duma metodologia sólida. Se é certo que a filosofia
pouco ou nada possa contribuir para a ciência, não
deixa de ser importante para a atitude humana do
psicopatologista e para a clareza dos seus motivos de
conhecimento, constituindo assim um dos fundamentos
da metodologia.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
10
Psicopatologia Geral
Etimologia
Grego:
Psykhé + Pathos + Logos
alma doença estudo
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
11
Psicopatologia Geral
O “Homem Total”
Psicopatologia: sua inserção no curso de psicologia. A
compreensão psicopatológica aproxima-nos do ser
humano. Mostra-nos o que escapa ao “normal”, mas
também nos mostra o que está intacto por forma a ter-
mos meios para elaborar uma estratégia terapêutica.
Psicodinâmica: A psicopatologia descritiva como
fundamento da psicodinâmica. Ela está em incessante
movimento, dando-nos pistas para descortinar o devir.
Objecto da clínica: É o “ser humano total”, quanto à sua
história e ao seu próprio devir. A “totalidade” é porém um
ideal inatingível.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
12
Psicopatologia Geral
Multidisciplinaridade
• Semiologia somática: Sua importância para o
estudo da psicopatologia.
• Equipa multidisciplinar: O papel do psicólogo.
• Doença: Os diversos conceitos. Enfermidade em
sentido médico, sociológico, psicológico, forense.
• Normal e anormal: A estatística ao serviço da
sociologia da psicologia e da psicopatologia
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
13
Psicopatologia Geral
Normal Anormal
Positivo (génio) Negativo (Comportamento Desviante)
São
Não doente Doente (em sentido lato)
Doente (em sentido médico)
Normal e Anormal
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
14
Psicopatologia Geral
Normal: é em sentido global, um comportamento próprio da
maioria das pessoas pertencentes a uma determinada esfera
sócio-cultural.
Anormal: é aquilo que num determinado comportamento se desvia
da “norma” do correspondente grupo a que o indivíduo
pertence.
São: um caso especial do normal, mas em geral excede o âmbito
da norma. De modo mais global designa também o estado de
conjunto de um sujeito e não se refere, como o conceito de
norma, a determinados aspectos do comportamento. Para a
O.M.S. “são” é sinónimo de bem estar.
Conceito de Normalidade
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
15
Psicopatologia Geral
Enfermidade (em sentido médico): baseia-se em dados
anatomopatológicos e fisiopatológicos.
Enfermidade (em sentido sociológico): “são” é o
socialmente adaptado.
Enfermidade (em sentido psicológico): baseia-se no
sofrimento.
Enfermidade (em sentido forense): busca as bases da
resposta a diversas perguntas, relativas ao aumento ou
diminuição da imputabilidade, da responsabilidade, etc.
Conceito de Doença
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
16
Psicopatologia Geral
Sintoma – deriva do vocábulo grego ( symptôma); significa ocorrer, indício de doença.
Sintoma – a mais pequena unidade descritível em psicopatologia.
Psicopatologia – os sintomas são modos do vivenciar e do
comportamento que se destacam do habitual num determinado
contexto sócio-cultural.
Síndroma – combinação típica de sintomas que aparecem sob a forma
de quadro clínico.
Sinal – aquilo que objectivamente se vê.
Sintoma e Síndroma
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
17
Psicopatologia Geral
Perante sinais e sintomas em psicopatologia pergunta-se:
• Qual o significado do sinal no que respeita à
situação actual e ao seu curso?
• Qual o significado do sintoma em termos
etiopatogénicos?
• Qual o significado do sintoma no plano
biográfico-interpretativo?
• O que nos comunica o doente através dos
sintomas (de forma intencional ou não)?
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
18
Psicopatologia Geral
Hierarquia dos sintomas
Sintomas de 1ª Ordem (K. Shneider) – aqueles que
orientam o diagnóstico.
Sintomas de 2ª Ordem (K. S.) – aqueles que, quando
isolados, tornam difícil fundamentar o diagnóstico.
Sintomas Primários (Bleuler) – representam a
manifestação dum hipotético morbus.
Sintomas Secundários (Bleuler) – representam a
resposta da personalidade à própria enfermidade.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
19
Psicopatologia Geral
Exame Anamnésico
Diagnóstico Diferencial
Diagnóstico
Est SomáticoEst.Psicopatológico
Exame Clínico
O diagnóstico é um processo.
O processo de conhecimento sobre alguém que se investiga médica e psicologicamente.
02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial
Carlos Mota Cardoso
20
Psicopatologia Geral
F I MF I M

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Transtornos mentais
 Transtornos mentais Transtornos mentais
Transtornos mentais
Gustavo Henrique
 
Psicopatologia
PsicopatologiaPsicopatologia
Psicopatologia
Elisa Brietzke
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
Chrys Souza
 
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
MirnaKathary1
 
Aula 1 introdução e conceitos
Aula 1 introdução e conceitosAula 1 introdução e conceitos
Aula 1 introdução e conceitos
Futuros Medicos
 
Psicologia da Saude
Psicologia da Saude Psicologia da Saude
Psicologia da Saude
Paulo Pedro P. R. Costa
 
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
Alexandre Simoes
 
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
Caio Maximino
 
Esquizofrenia
EsquizofreniaEsquizofrenia
Esquizofrenia
Rogério Oliveira
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
Andressa Macena
 
Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização
Inaiara Bragante
 
Transtornos ansiosos
Transtornos ansiososTranstornos ansiosos
Transtornos ansiosos
Aroldo Gavioli
 
Fundamentos de psicopatologia
Fundamentos de psicopatologiaFundamentos de psicopatologia
Fundamentos de psicopatologia
UNICEP
 
saude mental
saude mental saude mental
saude mental
IsabeldaCosta5
 
Transtornos depressivos
Transtornos depressivosTranstornos depressivos
Transtornos depressivos
Caio Maximino
 
Depressão palestra
Depressão   palestraDepressão   palestra
Depressão palestra
Isabel Teixeira
 
5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)
Ana Ferraz
 
Psicopatologia
PsicopatologiaPsicopatologia
Psicopatologia
Victor Nóbrega
 
Como Manejar a Ansiedade?
Como Manejar a Ansiedade?Como Manejar a Ansiedade?
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da ConsciênciaPsicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
Alexandre Simoes
 

Mais procurados (20)

Transtornos mentais
 Transtornos mentais Transtornos mentais
Transtornos mentais
 
Psicopatologia
PsicopatologiaPsicopatologia
Psicopatologia
 
Psicologia introdução
Psicologia introduçãoPsicologia introdução
Psicologia introdução
 
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptxAULA 02 PERSONALIDADES.pptx
AULA 02 PERSONALIDADES.pptx
 
Aula 1 introdução e conceitos
Aula 1 introdução e conceitosAula 1 introdução e conceitos
Aula 1 introdução e conceitos
 
Psicologia da Saude
Psicologia da Saude Psicologia da Saude
Psicologia da Saude
 
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
Psicopatologia I - Aula 1: Introdução aos Conceitos da Psicopatologia.
 
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
História da Psicopatologia / Significado e evolução dos conceitos de normalid...
 
Esquizofrenia
EsquizofreniaEsquizofrenia
Esquizofrenia
 
Saúde Mental
Saúde MentalSaúde Mental
Saúde Mental
 
Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização Transtornos mentais comuns e somatização
Transtornos mentais comuns e somatização
 
Transtornos ansiosos
Transtornos ansiososTranstornos ansiosos
Transtornos ansiosos
 
Fundamentos de psicopatologia
Fundamentos de psicopatologiaFundamentos de psicopatologia
Fundamentos de psicopatologia
 
saude mental
saude mental saude mental
saude mental
 
Transtornos depressivos
Transtornos depressivosTranstornos depressivos
Transtornos depressivos
 
Depressão palestra
Depressão   palestraDepressão   palestra
Depressão palestra
 
5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)5093 palestra saude_mental_(3)
5093 palestra saude_mental_(3)
 
Psicopatologia
PsicopatologiaPsicopatologia
Psicopatologia
 
Como Manejar a Ansiedade?
Como Manejar a Ansiedade?Como Manejar a Ansiedade?
Como Manejar a Ansiedade?
 
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da ConsciênciaPsicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
Psicopatologia I- Aula 4: Alterações da Consciência
 

Semelhante a Psicopatologia geral

Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdfAula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
ThiagoPitaluga1
 
Curso de introdução aos princípios junguianos
Curso de introdução aos princípios junguianosCurso de introdução aos princípios junguianos
Curso de introdução aos princípios junguianos
Djalma Argollo
 
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptx
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptxAula 1 -O que é psicopatologia.pptx
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptx
RafaelAudibert2
 
Trabalho Psicologia.docx
Trabalho Psicologia.docxTrabalho Psicologia.docx
Trabalho Psicologia.docx
TeresaGalvo4
 
Anamnese psicopatologia diagn psiq
Anamnese psicopatologia diagn psiq   Anamnese psicopatologia diagn psiq
Anamnese psicopatologia diagn psiq
Cláudio Costa
 
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate0207psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
Ana Rodrigues
 
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalhopsicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
Graça Martins
 
07 psicologia clínica trabalho
07 psicologia clínica trabalho07 psicologia clínica trabalho
07 psicologia clínica trabalho
Graça Martins
 
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).pptaula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
SANDRAREIS96
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
mluisavalente
 
Diagnosticos em psicologia lpcc 2
Diagnosticos em psicologia lpcc 2Diagnosticos em psicologia lpcc 2
Diagnosticos em psicologia lpcc 2
Rui Pedro Dias Ruca
 
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologiaAula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
Cesar Hoenisch
 
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdfpsicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
Tatiana340362
 
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdfA Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
OsmarSantosPsiclogo
 
Psicopatologia
 Psicopatologia Psicopatologia
Psicopatologia
PaulaJesus16
 
Semiologia 19 psiquiatria - anamnese psiquiátrica
Semiologia 19   psiquiatria - anamnese psiquiátricaSemiologia 19   psiquiatria - anamnese psiquiátrica
Semiologia 19 psiquiatria - anamnese psiquiátrica
Jucie Vasconcelos
 
Guia pratico psicoses
Guia pratico psicosesGuia pratico psicoses
Guia pratico psicoses
Creise Paula
 
Psicologia hospitalar
Psicologia hospitalarPsicologia hospitalar
Psicologia hospitalar
GEDRBRASIL_ESTUDANDORARAS
 
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULASAULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
ingridlopes67
 
Apostila psicologia-clinica-life-ead
Apostila psicologia-clinica-life-eadApostila psicologia-clinica-life-ead
Apostila psicologia-clinica-life-ead
SilvanaLima74
 

Semelhante a Psicopatologia geral (20)

Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdfAula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
Aula Inicial de Psicopatologia Geral.pdf
 
Curso de introdução aos princípios junguianos
Curso de introdução aos princípios junguianosCurso de introdução aos princípios junguianos
Curso de introdução aos princípios junguianos
 
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptx
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptxAula 1 -O que é psicopatologia.pptx
Aula 1 -O que é psicopatologia.pptx
 
Trabalho Psicologia.docx
Trabalho Psicologia.docxTrabalho Psicologia.docx
Trabalho Psicologia.docx
 
Anamnese psicopatologia diagn psiq
Anamnese psicopatologia diagn psiq   Anamnese psicopatologia diagn psiq
Anamnese psicopatologia diagn psiq
 
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate0207psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
07psicologiaclnica trabalho-150102210503-conversion-gate02
 
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalhopsicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
psicologia clínica07 psicologia clínica trabalho
 
07 psicologia clínica trabalho
07 psicologia clínica trabalho07 psicologia clínica trabalho
07 psicologia clínica trabalho
 
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).pptaula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
aula-1-comportamento-normal-x-comportamento-anormal (2).ppt
 
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
Trabalho  psicologia - Clínica e ForenseTrabalho  psicologia - Clínica e Forense
Trabalho psicologia - Clínica e Forense
 
Diagnosticos em psicologia lpcc 2
Diagnosticos em psicologia lpcc 2Diagnosticos em psicologia lpcc 2
Diagnosticos em psicologia lpcc 2
 
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologiaAula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
Aula diagnóstico e entrevista em psicopatologia
 
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdfpsicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
psicopatologia-e-semiologia-dos-transtornos-mentais_compress.pdf
 
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdfA Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
A Psicologia Clínica na Contemporaneidade (Pitágoras).pdf
 
Psicopatologia
 Psicopatologia Psicopatologia
Psicopatologia
 
Semiologia 19 psiquiatria - anamnese psiquiátrica
Semiologia 19   psiquiatria - anamnese psiquiátricaSemiologia 19   psiquiatria - anamnese psiquiátrica
Semiologia 19 psiquiatria - anamnese psiquiátrica
 
Guia pratico psicoses
Guia pratico psicosesGuia pratico psicoses
Guia pratico psicoses
 
Psicologia hospitalar
Psicologia hospitalarPsicologia hospitalar
Psicologia hospitalar
 
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULASAULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
AULAS 3 e 4.pptx PSICOPATOLOGIA GERAL AULAS
 
Apostila psicologia-clinica-life-ead
Apostila psicologia-clinica-life-eadApostila psicologia-clinica-life-ead
Apostila psicologia-clinica-life-ead
 

Mais de Silvana Eloisa

Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
Silvana Eloisa
 
The gift of therapy yalom
The gift of therapy   yalomThe gift of therapy   yalom
The gift of therapy yalom
Silvana Eloisa
 
Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
Silvana Eloisa
 
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-baubyO escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
Silvana Eloisa
 
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shynessGillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
Silvana Eloisa
 
Sexual functions in men
Sexual functions in menSexual functions in men
Sexual functions in men
Silvana Eloisa
 
Women discover orgasm
Women discover orgasmWomen discover orgasm
Women discover orgasm
Silvana Eloisa
 
Emotional focused-therapy-greenberg
Emotional focused-therapy-greenbergEmotional focused-therapy-greenberg
Emotional focused-therapy-greenberg
Silvana Eloisa
 
O retardo mental na família construindo caminhos alternativos
O retardo mental na família  construindo caminhos alternativosO retardo mental na família  construindo caminhos alternativos
O retardo mental na família construindo caminhos alternativos
Silvana Eloisa
 
Adolescente com deficiência mental abordagem dos aspectos sexuais
Adolescente com deficiência mental  abordagem dos aspectos sexuaisAdolescente com deficiência mental  abordagem dos aspectos sexuais
Adolescente com deficiência mental abordagem dos aspectos sexuais
Silvana Eloisa
 
Psicodiagnosis psicología infantil y juvenil
Psicodiagnosis  psicología infantil y juvenilPsicodiagnosis  psicología infantil y juvenil
Psicodiagnosis psicología infantil y juvenil
Silvana Eloisa
 
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectualO brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
Silvana Eloisa
 
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
Silvana Eloisa
 
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestálticaMutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Silvana Eloisa
 
Music therapy for adolescents
Music therapy for adolescentsMusic therapy for adolescents
Music therapy for adolescents
Silvana Eloisa
 
Paradigma da inclusão
Paradigma da inclusãoParadigma da inclusão
Paradigma da inclusão
Silvana Eloisa
 
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectualO brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
Silvana Eloisa
 
Lealtades invisibles
Lealtades invisiblesLealtades invisibles
Lealtades invisibles
Silvana Eloisa
 
Martin buber eu e tu
Martin buber   eu e tuMartin buber   eu e tu
Martin buber eu e tu
Silvana Eloisa
 
Tonalidades afetivas
Tonalidades afetivasTonalidades afetivas
Tonalidades afetivas
Silvana Eloisa
 

Mais de Silvana Eloisa (20)

Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
 
The gift of therapy yalom
The gift of therapy   yalomThe gift of therapy   yalom
The gift of therapy yalom
 
Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2Texto base escrita-sinais2
Texto base escrita-sinais2
 
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-baubyO escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
O escafandro-e-a-borboleta-jean-dominique-bauby
 
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shynessGillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
Gillian butler-overcoming-social-anxiety-shyness
 
Sexual functions in men
Sexual functions in menSexual functions in men
Sexual functions in men
 
Women discover orgasm
Women discover orgasmWomen discover orgasm
Women discover orgasm
 
Emotional focused-therapy-greenberg
Emotional focused-therapy-greenbergEmotional focused-therapy-greenberg
Emotional focused-therapy-greenberg
 
O retardo mental na família construindo caminhos alternativos
O retardo mental na família  construindo caminhos alternativosO retardo mental na família  construindo caminhos alternativos
O retardo mental na família construindo caminhos alternativos
 
Adolescente com deficiência mental abordagem dos aspectos sexuais
Adolescente com deficiência mental  abordagem dos aspectos sexuaisAdolescente com deficiência mental  abordagem dos aspectos sexuais
Adolescente com deficiência mental abordagem dos aspectos sexuais
 
Psicodiagnosis psicología infantil y juvenil
Psicodiagnosis  psicología infantil y juvenilPsicodiagnosis  psicología infantil y juvenil
Psicodiagnosis psicología infantil y juvenil
 
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectualO brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
 
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
Terapia familiar sistémica en el tratamiento del trastorno por déficit de ate...
 
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestálticaMutuar – núcleo de psicologia gestáltica
Mutuar – núcleo de psicologia gestáltica
 
Music therapy for adolescents
Music therapy for adolescentsMusic therapy for adolescents
Music therapy for adolescents
 
Paradigma da inclusão
Paradigma da inclusãoParadigma da inclusão
Paradigma da inclusão
 
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectualO brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
O brincar e a música no desenvolvimento da criança com deficiência intelectual
 
Lealtades invisibles
Lealtades invisiblesLealtades invisibles
Lealtades invisibles
 
Martin buber eu e tu
Martin buber   eu e tuMartin buber   eu e tu
Martin buber eu e tu
 
Tonalidades afetivas
Tonalidades afetivasTonalidades afetivas
Tonalidades afetivas
 

Psicopatologia geral

  • 1. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 1 Psicopatologia Geral e Especial
  • 2. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 2 Ano Lectivo 2006 / 2007
  • 3. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 3 Introdução à Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral Etimologia O “Homem Total” Multidisciplinaridade Conceito de Normalidade Conceito de Doença Sintoma e Síndroma Hierarquia dos sintomas O diagnóstico é um processo Sumário
  • 4. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 4 Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral • A clínica (psiquiátrica e psicológica) como profissão prática e a psicopatologia como ciência • Psicopatologia e psicologia • Psicopatologia e medicina somática • Psicopatologia e filosofia
  • 5. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 5 Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral • A clínica (psiquiátrica e psicológica) como profissão prática e a psicopatologia como ciência – Para o clínico a ciência é apenas um dos meios de auxílio. Enquanto que para o psicopatologista a ciência é um fim em si mesmo. Os limites consistem em jamais poder reduzir inteiramente o indivíduo humano a conceitos psicopatológicos. Quanto mais e melhor conhece o indivíduo tanto mais se apercebe do oculto ao qual não pode chegar.
  • 6. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 6 Psicopatologia Geral Binswanger: Fala em “antropose” para referenciar a preponderância dos factores psíquicos nas impropriamente chamadas afecções da alma. Kurt Schneider: “Os fenómenos psíquicos são patológicos apenas quando a sua existência está condicionada por patologia corporal”. Karl Jaspers: Para o clínico a ciência é apenas um meio auxiliar para atingir um objectivo: ajudar o doente. Para o psicopatologista, a ciência psicopatológica é em si própria o objectivo. Eugene Minkowski: A psicopatologia assume-se como uma ciência pura, subsidiária de muitas áreas do conhecimento humano. Corresponde mais a uma “psicologia do patológico” do que a uma patologia do psicológico”. Observatório Psicopatológico Psicopatologia: Será uma afecção do espírito?
  • 7. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 7 Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral • Psicopatologia e psicologia – A psicologia estuda a vida psíquica denominada normal. Está para a psicopatologia como a fisiologia está para a patologia somática. Porém na psicopatologia existem muitos fenómenos para os quais não se encontra uma correspondente psicológica no campo normal.
  • 8. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 8 Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral • Psicopatologia e medicina somática – Corpo e alma formam uma unidade indissolúvel que se estende a todos os processos. Acham-se sempre numa relação de troca recíproca, muito mais penetrante na psicopatologia do que na psicologia normal.
  • 9. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 9 Psicopatologia Geral Limites da Psicopatologia Geral • Psicopatologia e filosofia – Tudo na psicopatologia como na psicologia pode ser contestado. Urge assim defender e esclarecer através duma metodologia sólida. Se é certo que a filosofia pouco ou nada possa contribuir para a ciência, não deixa de ser importante para a atitude humana do psicopatologista e para a clareza dos seus motivos de conhecimento, constituindo assim um dos fundamentos da metodologia.
  • 10. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 10 Psicopatologia Geral Etimologia Grego: Psykhé + Pathos + Logos alma doença estudo
  • 11. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 11 Psicopatologia Geral O “Homem Total” Psicopatologia: sua inserção no curso de psicologia. A compreensão psicopatológica aproxima-nos do ser humano. Mostra-nos o que escapa ao “normal”, mas também nos mostra o que está intacto por forma a ter- mos meios para elaborar uma estratégia terapêutica. Psicodinâmica: A psicopatologia descritiva como fundamento da psicodinâmica. Ela está em incessante movimento, dando-nos pistas para descortinar o devir. Objecto da clínica: É o “ser humano total”, quanto à sua história e ao seu próprio devir. A “totalidade” é porém um ideal inatingível.
  • 12. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 12 Psicopatologia Geral Multidisciplinaridade • Semiologia somática: Sua importância para o estudo da psicopatologia. • Equipa multidisciplinar: O papel do psicólogo. • Doença: Os diversos conceitos. Enfermidade em sentido médico, sociológico, psicológico, forense. • Normal e anormal: A estatística ao serviço da sociologia da psicologia e da psicopatologia
  • 13. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 13 Psicopatologia Geral Normal Anormal Positivo (génio) Negativo (Comportamento Desviante) São Não doente Doente (em sentido lato) Doente (em sentido médico) Normal e Anormal
  • 14. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 14 Psicopatologia Geral Normal: é em sentido global, um comportamento próprio da maioria das pessoas pertencentes a uma determinada esfera sócio-cultural. Anormal: é aquilo que num determinado comportamento se desvia da “norma” do correspondente grupo a que o indivíduo pertence. São: um caso especial do normal, mas em geral excede o âmbito da norma. De modo mais global designa também o estado de conjunto de um sujeito e não se refere, como o conceito de norma, a determinados aspectos do comportamento. Para a O.M.S. “são” é sinónimo de bem estar. Conceito de Normalidade
  • 15. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 15 Psicopatologia Geral Enfermidade (em sentido médico): baseia-se em dados anatomopatológicos e fisiopatológicos. Enfermidade (em sentido sociológico): “são” é o socialmente adaptado. Enfermidade (em sentido psicológico): baseia-se no sofrimento. Enfermidade (em sentido forense): busca as bases da resposta a diversas perguntas, relativas ao aumento ou diminuição da imputabilidade, da responsabilidade, etc. Conceito de Doença
  • 16. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 16 Psicopatologia Geral Sintoma – deriva do vocábulo grego ( symptôma); significa ocorrer, indício de doença. Sintoma – a mais pequena unidade descritível em psicopatologia. Psicopatologia – os sintomas são modos do vivenciar e do comportamento que se destacam do habitual num determinado contexto sócio-cultural. Síndroma – combinação típica de sintomas que aparecem sob a forma de quadro clínico. Sinal – aquilo que objectivamente se vê. Sintoma e Síndroma
  • 17. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 17 Psicopatologia Geral Perante sinais e sintomas em psicopatologia pergunta-se: • Qual o significado do sinal no que respeita à situação actual e ao seu curso? • Qual o significado do sintoma em termos etiopatogénicos? • Qual o significado do sintoma no plano biográfico-interpretativo? • O que nos comunica o doente através dos sintomas (de forma intencional ou não)?
  • 18. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 18 Psicopatologia Geral Hierarquia dos sintomas Sintomas de 1ª Ordem (K. Shneider) – aqueles que orientam o diagnóstico. Sintomas de 2ª Ordem (K. S.) – aqueles que, quando isolados, tornam difícil fundamentar o diagnóstico. Sintomas Primários (Bleuler) – representam a manifestação dum hipotético morbus. Sintomas Secundários (Bleuler) – representam a resposta da personalidade à própria enfermidade.
  • 19. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 19 Psicopatologia Geral Exame Anamnésico Diagnóstico Diferencial Diagnóstico Est SomáticoEst.Psicopatológico Exame Clínico O diagnóstico é um processo. O processo de conhecimento sobre alguém que se investiga médica e psicologicamente.
  • 20. 02-01-2007 Psicopatologia Geral e Especial Carlos Mota Cardoso 20 Psicopatologia Geral F I MF I M