SlideShare uma empresa Scribd logo

SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP

SIBiUSP
SIBiUSP

Trabalho 'PLANO DE INOVAÇÃO PARA O VOCABULÁRIO CONTROLADO DO SIBiUSP: relato de experiência' apresentado pelo Grupo de Estudos do Vocabulário Controlado do SIBiUSP no SNBU 2012 - Simpósio Nacional de Bibliotecas Universitárias, realizado de 16 a 21 de setembro de 2012, em Camboriu, RS. Autoras: Juliana de Souza Moraes, Adriana Flamino, Hálida Fernandes, Isabel Cristina Calherani. Para acesso aos trabalhos: http://www.snbu2012.com.br/anais/busca/

1 de 22
Baixar para ler offline
Juliana de Souza Moraes – ICMC
                                         jumoraes@icmc.usp.br
                                 Adriana Flamino – DT/SIBiUSP
                                                  flamino@usp.br
                                         Hálida Fernandes – FSP
                                                    halida@usp.br
                                   Isabel Cristina Calherani – EE
                                                 isacalhe@usp.br


http://www.sibi.usp.br/Vocab              @vocab_sibiusp
Os vocabulários controlados
 Ferramentas de representação da informação necessárias para
  padronizar a descrição de conteúdos e classificar as informações;

 Tipo de linguagem documentária construída para promover a
  organização e a busca da informação em sistemas de recuperação,
  sistemas de navegação na internet e outros ambientes de pesquisa;

 Atualmente as áreas de arquitetura da informação e personalização de
  portais corporativos descobriram nos vocabulários controlados a
  solução para as questões de organização, busca, navegação e filtragem
  da informação;

 Hoje, entende-se que o controle do vocabulário agrega valor aos
  sistemas de informação na medida em que fornece ao usuário
  respostas precisas e diferenciadas durante a navegação e a busca por
  informações;
Os vocabulários controlados

 Essas ferramentas devem refletir a política da instituição em questão,
  devem conter a terminologia das áreas do conhecimento que
  pretendem representar, bem como as sinonímias na linguagem do
  público alvo;

 O conhecimento e o modo de organizá-lo se modificam com o passar do
  tempo à medida que os produtores de conhecimento respondem aos
  desafios postos pela sociedade em contínuo movimento. Por isso, um
  vocabulário controlado é um instrumento vivo, em constante
  mutação;

 Pontos mais críticos: necessidade de permanente atualização e a
  vigilância permanente sobre o sistema computacional que dá suporte
  ao vocabulário.
O Vocabulário Controlado do SIBiUSP
 Foi criado a partir da atualização e expansão da antiga Lista de Assuntos da
  USP e que passou por um processo de mudança acompanhando o projeto de
  modernização do SIBiUSP na década de 90;

 Vocabulário Controlado passa a ser um processo sistêmico, contando com
  equipe permanente e trabalhos contínuos;

 A equipe permanente é chamada de Grupo de Gerenciamento e é composto
  por:
    3 bibliotecários de cada grande área do conhecimento
    1 bibliotecário coordenador de conteúdo
    1 bibliotecário coordenador do processo
    1 analista de sistema
    1 professor especialista em Linguagens Documentárias

 Atualmente os trabalhos de atualização e revisões terminológicas são
  realizados, em grande parte, por meio de um sistema de gestão via web;
SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP
Início do projeto de inovação
 Debate sobre as mudanças e as tendências para os vocabulários
  controlados a partir da apresentação do Relatório de Atividades do
  Vocabulário Controlado no biênio 2009-2011 e qual seria o posicionamento
  do Vocabulário Controlado da USP nesse novo cenário;

 Demandas identificadas:
   a) busca semântica e por equivalência de idiomas simultâneamente;
   b) busca através da relação de associação;
   c) compatibilidade com ALEPH;
   d) agilidade na atualização do repertório terminológico do Vocabulário.

 Plano de ações pontuais para orientar análises, identificar estudos e
  iniciativas e prospectar possibilidades tecnológicas;

 O Plano de Inovação é uma resposta aos novos anseios e instrumento
  norteador dos próximos trabalhos do Grupo de Gerenciamento, cujo objetivo
  é aperfeiçoar o Vocabulário.

Recomendados

Palestra SNBU 2010 Prof. Murilo Bastos da Cunha
Palestra SNBU 2010 Prof. Murilo Bastos da CunhaPalestra SNBU 2010 Prof. Murilo Bastos da Cunha
Palestra SNBU 2010 Prof. Murilo Bastos da CunhaSuelybcs .
 
As bibliotecas do mundo conectadas. A um mundo conectado!
As bibliotecas do mundo conectadas. A um mundo conectado!As bibliotecas do mundo conectadas. A um mundo conectado!
As bibliotecas do mundo conectadas. A um mundo conectado!OCLC LAC
 
SNBU 2008 - Profissional da informação - Apresentação
SNBU 2008 - Profissional da informação - ApresentaçãoSNBU 2008 - Profissional da informação - Apresentação
SNBU 2008 - Profissional da informação - ApresentaçãoEdson Sousa Silva
 
Caminos hacia un destino incierto: Responsabilidad socio-técnica-política de ...
Caminos hacia un destino incierto: Responsabilidad socio-técnica-política de ...Caminos hacia un destino incierto: Responsabilidad socio-técnica-política de ...
Caminos hacia un destino incierto: Responsabilidad socio-técnica-política de ...Jesus Lau
 
SNBU 2010 - Capacitação de usuários na PUC-Rio - Apresentação
SNBU 2010 - Capacitação de usuários na PUC-Rio - ApresentaçãoSNBU 2010 - Capacitação de usuários na PUC-Rio - Apresentação
SNBU 2010 - Capacitação de usuários na PUC-Rio - ApresentaçãoEdson Sousa Silva
 
SNBU 2012 - Midias sociais na PUC-Rio - Apresentação
SNBU 2012 - Midias sociais na PUC-Rio - ApresentaçãoSNBU 2012 - Midias sociais na PUC-Rio - Apresentação
SNBU 2012 - Midias sociais na PUC-Rio - ApresentaçãoEdson Sousa Silva
 
Exame de Qualificação - BASE DE DADOS MORFOLÓGICOS DE TERMINOLOGIAS DO PORTUG...
Exame de Qualificação - BASE DE DADOS MORFOLÓGICOS DE TERMINOLOGIAS DO PORTUG...Exame de Qualificação - BASE DE DADOS MORFOLÓGICOS DE TERMINOLOGIAS DO PORTUG...
Exame de Qualificação - BASE DE DADOS MORFOLÓGICOS DE TERMINOLOGIAS DO PORTUG...Joel S. Coleti
 

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP

As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...
As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...
As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...Diogoncosta
 
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...http://bvsalud.org/
 
Folksonomias: a Informação e a Metainformação
Folksonomias: a Informação e a MetainformaçãoFolksonomias: a Informação e a Metainformação
Folksonomias: a Informação e a MetainformaçãoLuísa Alvim
 
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...Joel S. Coleti
 
Sintese 6 T3
Sintese 6 T3Sintese 6 T3
Sintese 6 T3rbento
 
Apresentacao Eduardo Susan Dignart
Apresentacao Eduardo Susan DignartApresentacao Eduardo Susan Dignart
Apresentacao Eduardo Susan DignartRodrigo Andrade
 
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...Erivan de Sena Ramos
 
Tarefa 7 1.ª Parte
Tarefa 7   1.ª Parte Tarefa 7   1.ª Parte
Tarefa 7 1.ª Parte guestc76ae9
 
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7Instituto HL7 Brasil
 
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUS
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUSoficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUS
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUSComunidadRedDes
 
Atps paradigmas linguagem programacao
Atps paradigmas linguagem programacaoAtps paradigmas linguagem programacao
Atps paradigmas linguagem programacaopablogranola
 
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...Luciana Monteiro
 
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...Joel S. Coleti
 
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011cibeleac
 

Semelhante a SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP (20)

As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...
As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...
As ferramentas, os percursos e as estratégias de tradução no universo digital...
 
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...
A promoção da competência informacional para pesquisadores no campo da saúde:...
 
Folksonomias: a Informação e a Metainformação
Folksonomias: a Informação e a MetainformaçãoFolksonomias: a Informação e a Metainformação
Folksonomias: a Informação e a Metainformação
 
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...
Descrição e análise morfológica com vistas à disponibilização on-line das ter...
 
Sintese 6 T3
Sintese 6 T3Sintese 6 T3
Sintese 6 T3
 
Apresentacao Eduardo Susan Dignart
Apresentacao Eduardo Susan DignartApresentacao Eduardo Susan Dignart
Apresentacao Eduardo Susan Dignart
 
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
Artigo Um Mapeamento Sistemático sobre Padrões de Software para Reengenharia ...
 
2012 - AO
2012 - AO2012 - AO
2012 - AO
 
Tarefa 7 1.ª Parte
Tarefa 7   1.ª Parte Tarefa 7   1.ª Parte
Tarefa 7 1.ª Parte
 
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7
Apresentação do Curso de Capacitação Profissional em HL7
 
Apostila Redação Técnica CFS
Apostila Redação Técnica CFSApostila Redação Técnica CFS
Apostila Redação Técnica CFS
 
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUS
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUSoficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUS
oficina-online-para-compartilhamento-de-experincias-no-uso-do-dspace-UNASUS
 
Técnicas em Pesquisa e Construção de Textos Científicos
Técnicas em Pesquisa e Construção de Textos CientíficosTécnicas em Pesquisa e Construção de Textos Científicos
Técnicas em Pesquisa e Construção de Textos Científicos
 
Atps paradigmas linguagem programacao
Atps paradigmas linguagem programacaoAtps paradigmas linguagem programacao
Atps paradigmas linguagem programacao
 
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...
Tags como fonte de coleta de candidatos a termos para elaboração de vocabulár...
 
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...
Base de dados morfológicos de terminologias do português do Brasil: descrição...
 
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011
Programa da disciplina elab gest ling_documentaria_2011
 
2 ª ReplicaçãO
2 ª ReplicaçãO2 ª ReplicaçãO
2 ª ReplicaçãO
 
Tabela D.2.
Tabela D.2.Tabela D.2.
Tabela D.2.
 
Folha rubricas
Folha rubricasFolha rubricas
Folha rubricas
 

Mais de SIBiUSP

2020.03.09 creative commons_agencia_usp
2020.03.09 creative commons_agencia_usp2020.03.09 creative commons_agencia_usp
2020.03.09 creative commons_agencia_uspSIBiUSP
 
Aguia apresentacao 20200309_ab
Aguia apresentacao 20200309_abAguia apresentacao 20200309_ab
Aguia apresentacao 20200309_abSIBiUSP
 
Apresentacao fapesp usp_09032020
Apresentacao fapesp usp_09032020Apresentacao fapesp usp_09032020
Apresentacao fapesp usp_09032020SIBiUSP
 
Comunicacao usp fev2020_aguiab
Comunicacao usp fev2020_aguiabComunicacao usp fev2020_aguiab
Comunicacao usp fev2020_aguiabSIBiUSP
 
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...SIBiUSP
 
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria Valls
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria VallsUm novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria Valls
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria VallsSIBiUSP
 
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissional
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissionalAtividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissional
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissionalSIBiUSP
 
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USP
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USPPós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USP
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USPSIBiUSP
 
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USP
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USPPanorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USP
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USPSIBiUSP
 
SIBiUSP e o suporte ao pesquisador
SIBiUSP e o suporte ao pesquisadorSIBiUSP e o suporte ao pesquisador
SIBiUSP e o suporte ao pesquisadorSIBiUSP
 
Presentacion usp oct 18
Presentacion usp oct 18Presentacion usp oct 18
Presentacion usp oct 18SIBiUSP
 
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicações
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicaçõesWorkshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicações
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicaçõesSIBiUSP
 
Guia para Publicar Emerald 2018
Guia para Publicar Emerald 2018Guia para Publicar Emerald 2018
Guia para Publicar Emerald 2018SIBiUSP
 
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USP
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USPApresentação - Slides do Workshop AJE na USP
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USPSIBiUSP
 
Prevencao de Plagio e Ferramentas
Prevencao de Plagio e FerramentasPrevencao de Plagio e Ferramentas
Prevencao de Plagio e FerramentasSIBiUSP
 
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos Bibliotecários
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos BibliotecáriosGestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos Bibliotecários
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos BibliotecáriosSIBiUSP
 
ORCiD e a integração com dados de pesquisa
ORCiD e a integração com dados de pesquisaORCiD e a integração com dados de pesquisa
ORCiD e a integração com dados de pesquisaSIBiUSP
 
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dados
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dadosBoas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dados
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dadosSIBiUSP
 
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USP
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USPAbertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USP
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USPSIBiUSP
 
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSpringer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSIBiUSP
 

Mais de SIBiUSP (20)

2020.03.09 creative commons_agencia_usp
2020.03.09 creative commons_agencia_usp2020.03.09 creative commons_agencia_usp
2020.03.09 creative commons_agencia_usp
 
Aguia apresentacao 20200309_ab
Aguia apresentacao 20200309_abAguia apresentacao 20200309_ab
Aguia apresentacao 20200309_ab
 
Apresentacao fapesp usp_09032020
Apresentacao fapesp usp_09032020Apresentacao fapesp usp_09032020
Apresentacao fapesp usp_09032020
 
Comunicacao usp fev2020_aguiab
Comunicacao usp fev2020_aguiabComunicacao usp fev2020_aguiab
Comunicacao usp fev2020_aguiab
 
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Vania Mara Alv...
 
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria Valls
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria VallsUm novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria Valls
Um novo olhar sobre a atuação dos Bibliotecários - Profa. Dra. Valéria Valls
 
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissional
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissionalAtividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissional
Atividades de pesquisa na Graduação e o desenvolvimento profissional
 
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USP
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USPPós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USP
Pós-Graduação e pesquisa: programas e projetos USP
 
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USP
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USPPanorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USP
Panorama e ações para o desenvolvimento da pesquisa na USP
 
SIBiUSP e o suporte ao pesquisador
SIBiUSP e o suporte ao pesquisadorSIBiUSP e o suporte ao pesquisador
SIBiUSP e o suporte ao pesquisador
 
Presentacion usp oct 18
Presentacion usp oct 18Presentacion usp oct 18
Presentacion usp oct 18
 
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicações
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicaçõesWorkshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicações
Workshop IEEE na USP – Como aumentar o impacto de suas pesquisas e publicações
 
Guia para Publicar Emerald 2018
Guia para Publicar Emerald 2018Guia para Publicar Emerald 2018
Guia para Publicar Emerald 2018
 
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USP
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USPApresentação - Slides do Workshop AJE na USP
Apresentação - Slides do Workshop AJE na USP
 
Prevencao de Plagio e Ferramentas
Prevencao de Plagio e FerramentasPrevencao de Plagio e Ferramentas
Prevencao de Plagio e Ferramentas
 
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos Bibliotecários
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos BibliotecáriosGestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos Bibliotecários
Gestão de Dados de Pesquisa e o Papel dos Bibliotecários
 
ORCiD e a integração com dados de pesquisa
ORCiD e a integração com dados de pesquisaORCiD e a integração com dados de pesquisa
ORCiD e a integração com dados de pesquisa
 
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dados
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dadosBoas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dados
Boas Práticas de Pesquisa e a importância da gestão dos dados
 
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USP
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USPAbertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USP
Abertura: Gestão de dados de pesquisa: desafios e perspectivas USP
 
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisaSpringer nature e a importância dos dados de pesquisa
Springer nature e a importância dos dados de pesquisa
 

Último

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...azulassessoriaacadem3
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...apoioacademicoead
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...azulassessoriaacadem3
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;azulassessoriaacadem3
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...azulassessoriaacadem3
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024excellenceeducaciona
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...azulassessoriaacadem3
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...apoioacademicoead
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...azulassessoriaacadem3
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...excellenceeducaciona
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...azulassessoriaacadem3
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Mary Alvarenga
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...azulassessoriaacadem3
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdfCludiaFrancklim
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...azulassessoriaacadem3
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...azulassessoriaacadem3
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...azulassessoriaacadem3
 

Último (20)

2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
2. É possível a denúncia do Estado agressor junto ao Tribunal Penal Internaci...
 
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
4. Descreva como a empresa funciona e de que maneira a teoria da ORT é observ...
 
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
c) A fosforilação oxidativa é a etapa da respiração celular que mais produz A...
 
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
2 – A data de implantação de cada tendência pedagógica no Brasil;
 
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
3. Como você (aluno) relaciona as informações coletadas na entrevista com o c...
 
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO         _
SANTO AMARO NO LAR VALE FORMOSO _
 
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
ATIVIDADE 1 - TEORIAS DA ADMINISTRAÇÃO - 51/2024
 
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
3 – As principais características de cada tendência pedagógica, na ordem: o p...
 
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
A) Comportamento treino-instrução. B) Comportamento de apoio social. C) Compo...
 
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoriaAtividade sobre o anacronismo na HIstoria
Atividade sobre o anacronismo na HIstoria
 
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
A partir desse panorama, suponha, então, que você foi contratado(a) pela Natu...
 
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
Discuta as principais mudanças e desafios enfrentados pelos profissionais de ...
 
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...Considere a imagem abaixo:  Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
Considere a imagem abaixo: Fonte: ROSA, Tomás Amado. No âmbito do Direito, a...
 
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
Letra da música Maria, Maria de Milton Nascimento
 
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
Desenvolva um texto dissertativo sobre como a experiência de Deus pode ser re...
 
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdfPlanejamento Anual Matemática para o ENEM -  1º ano 1, 2 e 3  anos-.pdf
Planejamento Anual Matemática para o ENEM - 1º ano 1, 2 e 3 anos-.pdf
 
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
1. Encontre um Livro Didático de Língua Portuguesa, que seja para o 1º, 2º ou...
 
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptxSlides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
Slides Lição 9, BETEL, Família, primeiro ministério e maior patrimônio.pptx
 
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
Depois de refletir sobre essas etapas, o planejamento será registrado por mei...
 
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
Atividade Proposta: A empresa Lótus Indústria e Comércio de Móveis Ltda., ini...
 

SNBU 2012 - Plano de Inovação para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP

  • 1. Juliana de Souza Moraes – ICMC jumoraes@icmc.usp.br Adriana Flamino – DT/SIBiUSP flamino@usp.br Hálida Fernandes – FSP halida@usp.br Isabel Cristina Calherani – EE isacalhe@usp.br http://www.sibi.usp.br/Vocab @vocab_sibiusp
  • 2. Os vocabulários controlados  Ferramentas de representação da informação necessárias para padronizar a descrição de conteúdos e classificar as informações;  Tipo de linguagem documentária construída para promover a organização e a busca da informação em sistemas de recuperação, sistemas de navegação na internet e outros ambientes de pesquisa;  Atualmente as áreas de arquitetura da informação e personalização de portais corporativos descobriram nos vocabulários controlados a solução para as questões de organização, busca, navegação e filtragem da informação;  Hoje, entende-se que o controle do vocabulário agrega valor aos sistemas de informação na medida em que fornece ao usuário respostas precisas e diferenciadas durante a navegação e a busca por informações;
  • 3. Os vocabulários controlados  Essas ferramentas devem refletir a política da instituição em questão, devem conter a terminologia das áreas do conhecimento que pretendem representar, bem como as sinonímias na linguagem do público alvo;  O conhecimento e o modo de organizá-lo se modificam com o passar do tempo à medida que os produtores de conhecimento respondem aos desafios postos pela sociedade em contínuo movimento. Por isso, um vocabulário controlado é um instrumento vivo, em constante mutação;  Pontos mais críticos: necessidade de permanente atualização e a vigilância permanente sobre o sistema computacional que dá suporte ao vocabulário.
  • 4. O Vocabulário Controlado do SIBiUSP  Foi criado a partir da atualização e expansão da antiga Lista de Assuntos da USP e que passou por um processo de mudança acompanhando o projeto de modernização do SIBiUSP na década de 90;  Vocabulário Controlado passa a ser um processo sistêmico, contando com equipe permanente e trabalhos contínuos;  A equipe permanente é chamada de Grupo de Gerenciamento e é composto por: 3 bibliotecários de cada grande área do conhecimento 1 bibliotecário coordenador de conteúdo 1 bibliotecário coordenador do processo 1 analista de sistema 1 professor especialista em Linguagens Documentárias  Atualmente os trabalhos de atualização e revisões terminológicas são realizados, em grande parte, por meio de um sistema de gestão via web;
  • 6. Início do projeto de inovação  Debate sobre as mudanças e as tendências para os vocabulários controlados a partir da apresentação do Relatório de Atividades do Vocabulário Controlado no biênio 2009-2011 e qual seria o posicionamento do Vocabulário Controlado da USP nesse novo cenário;  Demandas identificadas: a) busca semântica e por equivalência de idiomas simultâneamente; b) busca através da relação de associação; c) compatibilidade com ALEPH; d) agilidade na atualização do repertório terminológico do Vocabulário.  Plano de ações pontuais para orientar análises, identificar estudos e iniciativas e prospectar possibilidades tecnológicas;  O Plano de Inovação é uma resposta aos novos anseios e instrumento norteador dos próximos trabalhos do Grupo de Gerenciamento, cujo objetivo é aperfeiçoar o Vocabulário.
  • 7. O Plano de Inovação  Reuniu as demandas e ações de mesmo aspecto em grupos de trabalho, formando 3 grupos: Grupo de Inovação Grupo de Diagnóstico e Avaliação Grupo de Manutenção
  • 8.  Pesquisar as tendências teóricas na área de vocabulários, taxonomias e ontologias;  Identificar práticas e aplicações bem-sucedidas;  Identificar viabilidade das soluções encontradas para o Vocabulário Controlado do SIBiUSP, incluindo os processos envolvidos no seu uso, gestão , disponibilização e visualização.
  • 9.  Mudança ou atualização do sistema computacional do Vocabulário Controlado;  Migração da matriz de termos do Vocabulário para um novo formato de vocabulário;  Implementação de método semiautomático para revisão e atualização do repertório terminológico do Vocabulário.
  • 10.  Levantar dados estatísticos a respeito do Vocabulário Controlado;  Ênfase para análises de uso na web;  Foco no uso pelas unidades e bibliotecários da USP e, especialmente, pelos usuários do SIBiUSP.
  • 11.  Implementação do Google Analytics para observação das transações no site do Vocabulário Controlado;  Estudo sobre a percepção dos bibliotecários indexadores, de referência e dos usuários do SIBiUSP sobre o Vocabulário Controlado;  Estudo da compatibilização dos descritores da Biblioteca Digital de Teses e Dissertações da USP (BDTD) no Vocabulário Controlado.
  • 12.  Manter as atividades de atualização, alterações, traduções e revisões de áreas de domínio;  Elaborar e atualizar material de apoio aos usuários do Vocabulário Controlado;  Oferecer treinamentos;  Divulgar o Vocabulário Controlado do SIBiUSP.
  • 13.  Elaboração da versão em inglês do Vocabulário Controlado;  Revisão dos procedimentos de trabalho para indexadores e bibliotecários de referência;  Elaboração de novos treinamentos para indexadores e bibliotecários de referência;  Divulgação contínua do Vocabulário Controlado (redes sociais, materiais de divulgação do SIBiUSP, eventos...).
  • 14. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Consulta a especialista em Banco de Dados para análise da atual estrutura do banco de dados do Vocabulário Controlado do SIBiUSP;  Consulta a especialista em Linguística Computacional sobre novos formatos para vocabulários;  Consulta a Linguistas e Analistas sobre softwares de processamento automático de linguagem natural para identificar possibilidades de atualização semiautomática da terminologia do Vocabulário Controlado;  Dificuldades  Contato com os especialistas;  Compreensão da problemática colocada;  Burocracia com o contrato de trabalho.
  • 15. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Implementação do Google Analytics:  Início do rastreamento do uso do Vocabulário pelo mundo;  Número de acessos;  Termos pesquisados.  Início da compatibilização dos descritores da BDTD com o Vocabulário e, em alguns casos, uso deles como atualização do Vocabulário;  Dificuldades  Tempo demandado para as análises posteriores aos dados coletados;  Trabalho manual e individualizado no estudo da compatibilização dos descritores.
  • 20. Resultados parciais & Dificuldades encontradas  Início do trabalho de tradução para a língua inglesa com os domínios das áreas de Exatas e Biológicas;  Andamento dos trabalhos rotineiros de atualização e revisão;  Dificuldades  Falta de conhecimento profundo da língua inglesa no âmbito técnico-científico e para todos os domínios;  Ausência de materiais de apoio bilíngues e com credibilidade para alguns domínios;  Disponibilidade de tempo a longo prazo para a tarefa de tradução;  Trabalho manual e individualizado.
  • 21. Considerações finais  É fundamental que haja períodos destinados à análise crítica sobre o estado e a atuação dos vocabulários controlados e a consequente prospecção de novas soluções, métodos e teorias que os (re)direcionem;  O planejamento de melhorias e inovação torna-se essencial para a organização das atividades do Grupo de Gerenciamento do Vocabulário Controlado do SIBiUSP, para o estabelecimento das suas prioridades e demandas e para a efetiva concretização delas;  Ainda não há resultados conclusivos;  O plano de inovação do Vocabulário Controlado do SIBiUSP não é um roteiro de ações inflexível, mas sim uma proposta aberta de ações;  Objetivo desse trabalho foi o de compartilhar a experiência do Grupo de Gerenciamento, para estabelecer possíveis parcerias e encontrar novos encaminhamentos para as questões apresentadas através do contato com outros profissionais e usuários de vocabulários controlados.
  • 22. Juliana de Souza Moraes jumoraes@icmc.usp.br http://www.sibi.usp.br/Vocab @vocab_sibiusp