SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 8
Baixar para ler offline
GUIA PRÁTICO PARA SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS
A empresa Sodramar separou algumas dicas e informações importantes, com o objetivo de
garantir a segurança e um perfeito dimensionamento nas instalações hidráulicas de piscinas. Este
folheto é direcionado a consumidores, construtores, tratadores de piscinas, profissionais e usuários
que prezam pelo cumprimento das normas de segurança estabelecidas pelo fabricante e pela ABNT,
prescritas na NBR nº 10.339.
Nunca substitua a motobomba da sua piscina por outra de maior potência, sem antes,
analisar as condições de vazão do seu sistema hidráulico, principalmente se os drenos de fundo são
compatíveis em segurança com esta nova motobomba. A velocidade máxima de sucção por dreno é
de 0,6m/s (ABNT / NBR 10.339).
O não cumprimento das normas desde o projeto, até a construção, instalação e manutenção
dos acessórios da piscina, seja ela, privada ou pública, tornam eminentes os riscos de acidentes
graves, podendo ser fatais para adultos e crianças.
Faça manutenções periódicas nos drenos ou grades de fundo instalados na piscina,
inspecione as condições da grade de proteção e respeite o volume máximo de vazão
especificado pelo fabricante dos acessórios instalados.

Esquema hidráulico meramente ilustrativo

Por questões de segurança a Sodramar orienta que sejam instalados no mínimo dois drenos
de fundo intercalados por motobomba.
NOTA: Segundo as normas da ABNT, as piscinas que possuirem drenos com tampa “anti - turbilhão” e que a velocidade de vazão não ultrapasse a 0.6m/s, podem fazer uso de apenas 1 acessório por
motobomba, porém, por questões de segurança a Sodramar aconselha a utilização de no mínimo 2 drenos
por motobomba, independente do modelo da tampa ser grade ou anti-turbilhão.

Fig.1

Toda instalação hidráulica em piscinas deverá seguir as normas que constam na ABNT
prescristas na NBR 10.339. Seguir a norma, bem como, os tópicos de procedimentos citados
neste guia é uma questão de segurança. A empresa não se responsabiliza por instalações que
estejam em desconformidade com o que estiver prescrito neste manual, que podem acarretar
desde danos à equipamentos e acessórios, até acidentes graves, podendo levar a morte.

2
QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS COMPONENTES DE UMA INSTALAÇÃO
HIDRÁULICA DE PISCINA?
TUBULAÇÕES – Podemos considerá-las como as artérias do sistema hidráulico,
responsáveis por traçar todo percurso da água na recirculação e alimentação dos acessórios
instalados na piscina.
Abaixo, uma tabela prática que determina conforme as normas o diâmetro e suas
respectivas vazões máximas de sucção e recalque (retorno).

Tabela 1

MOTOBOMBAS – Podemos considerá-las como o
coração do sistema hidráulico, responsáveis pela
recirculação de toda água da piscina, bem como, alimentar
os acessórios hidráulicos instalados na mesma. Quanto
maior a potência da motobomba, maior será a vazão de
água por ela gerada.
Cada fabricante determina a curva de vazão de
acordo com o modelo da bomba comercializada.
O ideal é alimentarmos cada acessório da piscina com
motobombas individuais.
Fig.2

FILTROS – Têm a função de realizar o tratamento físico da água, através da
recirculação e passagem da mesma no seu meio filtrante, é dimensionado em conjunto
com uma motobomba específica.
A seguir especificaremos uma tabela prática para dimensionamento do filtro e sua
respectiva motobomba.

3
DIMENSIONAMENTO DE FILTRO E MOTOBOMBAS
A tabela ao lado especifica a tempo máximo regulamentado para que toda água da piscina
seja filtrada de acordo com o tipo de utilização da
mesma. Nas piscinas públicas podemos incluir as
coletivas, de hospedaria, de clubes e de academias.
Tabela 2

A tabela ao lado especifica a vazão do sistema filtro / motobomba e o tempo necessário para
filtragem da água de acordo com a metragem cúbica da piscina.

Tabela 3

DRENOS E GRADES DE FUNDO – São
responsáveis pelo escoamento total da piscina e o
centro de captação do maior volume de água para
alimentação das motobombas e seus respectivos
acessórios. A Sodramar já comercializa além da tampa
anti-turbilhão, a tampa “anti-hair”, que diminui o risco
de acidentes por enlace de cabelo no dreno de fundo.

Fig.3

Na tabela abaixo você encontra a linha de drenos de fundo e grades para
piscinas de vinil, fibra e alvenaria Sodramar, bem como, sua captação máxima de
volume d’água, seguindo as normas de segurança da ABNT, prescritas na NBR 10.339.

Tabela 4

4
SKIMMERS – Responsáveis pela higienização
superficial da água, ladrão para evitar
transbordamento da piscina e controle de vazão no
trabalho em conjunto com o dreno de fundo. Este
acessório também pode ser utilizado como dispositivo
de aspiração, através de seu adaptador interno.
Toda piscina de até 50m² ou 50m³ deve
possuir no mínimo 1 Skimmer intercalado com
1
Fig.4
dreno de fundo, acima desta metragem utilize a
seguinte regra.
Área da piscina em m² / 50 ou volume da piscina em m³ / 50 utilize o maior valor
entre essas duas relações.

DISPOSITIVOS DE RETORNO – Têm a função de retornar
para piscina o volume de água gerado pela motobomba.
Toda piscina de até 50m² ou 50m³ deve possuir no mínimo
2 dispositivos de retorno, acima desta metragem utilize a
seguinte regra.
Área da piscina em m² / 50 ou volume da piscina em m³ / 50,
utilize o maior valor entre essas duas relações.
Fig.5

DISPOSITIVOS DE HIDROMASSAGEM – Têm a função
de retornar para piscina um volume de ar/água suficientes para
massagear o corpo do banhista. Cada bico de hidromassagem
possui um volume mínimo de vazão de acordo com o modelo
e fabricante, devemos somar a quantidade de bicos para estabelecermos a vazão mínima da motobomba e quantidade mínima
de grades ou drenos de fundo para captação da água.

Fig.6

DISPOSITIVOS DE ASPIRAÇÃO – Trabalha em conjunto
com o dreno, e têm a função de captar a água da piscina para
alimentação do sistema filtrante da mesma.
Este acessório recebe a mangueira de aspiração da piscina,
portanto, toda piscina deve possuir no mínimo 1 dispositivo de
aspiração.

Fig.7

5
EVITE ACIDENTES
FIQUE ATENTO NA SUA INSTALAÇÃO HIDRÁULICA
Onde está concentrado o maior risco de acidentes hidráulicos em piscinas?
Os drenos e grades de fundo são responsáveis pelo maior volume de captação d’água (vazão),
e também são os vilões de acidentes graves, quando instalados fora das normas de segurança
estabelecidas pelo fabricante e pela ABNT, prescritas na NBR nº 10.339.
O que é vazão?
É o volume de água propulsionada pela motobomba em um determinado espaço tempo, a
maior parte dos acessórios instalados na piscina necessitam de uma vazão mínima e/ou ideal
para exercer sua função, são eles:
-Aquecedores de água elétricos, solares, a gás entre outros.
-Filtros e acessórios vitais para tratamento químico e físico da água.
-Cascatas e acessórios hidráulicos que valorizam a estética da piscina.
Por onde toda essa água é captada na piscina?
Toda água necessária para alimentação dos equipamentos da piscina, deve ser captada
pelos drenos e grades de fundo, que devem trabalhar em conjunto com skimmer e dispositivo de
sucção da piscina.
Como os acidentes ocorrem?
A norma de segurança da ABNT, prescritas na NBR nº 10.339, prevê uma velocidade
máxima pela qual a água deve infiltrar nos drenos e grades de fundo para alimentar os
equipamentos da piscina, que é de (0,6m/s).
Desta forma, este acessório fica limitado na captação de apenas um determinado volume de
água, de acordo com seu modelo ou dimensões, (conforme tabela 4). Quando este acessório é
submetido a uma captação maior do que a estabelecida em norma, ele se torna inseguro, uma vez
que, a velocidade de passagem da água torna-se tão elevada, a ponto de prender o banhista no
fundo da piscina pelos drenos e grades de fundo, provocar enlace de cabelos nos drenos e grades de
fundo e sucção de partes do corpo ou mãos pelo dispositivo de aspiração (D.A.), acidentes que
podem levar a ferimentos graves e até a fatalidade do óbito por afogamento.
Como devo calcular a quantidade de drenos para manter uma vazão segura?
Cada equipamento ou acessório, possui uma vazão de trabalho mínima e/ou ideal estabelecida
pelo seu fabricante, diante deste dado, devemos escolher através da tabela 4 o modelo e a quantidade
de drenos que devemos instalar na piscina.
Mesmo que a vazão necessária para atender seu equipamento seja inferior a capacidade
do dreno, é obrigatório a instalação de no mínimo 2 drenos ou grades de fundo (por motobomba),
interligados numa distância mínima de de 1,5m entre eles, conforme fig. 1.
Exemplo: Vamos instalar um sistema de aquecimento na minha piscina que necessita de
uma vazão mínima de 24m³/h, e queremos utilizar um dreno que tem uma captação máxima de
9m³/h, de acordo com a tabela 4. Portanto, devemos instalar 3 drenos de fundo intercalados para
alimentar este equipamento, que me garante uma vazão total de 27m³/h com a velocidade máxima
de 0,6m/s, conforme estabelece a norma.

6
Atualmente minha piscina segue as normas de segurança, porém, gostaria
de instalar novos acessórios, o que devo fazer?
É comum em piscinas já construídas ocorrer a instalação de novos equipamentos que exijam
uma vazão d’água maior no sistema hidráulico, o que consequentemente implicará na troca da
motobomba por um modelo de maior potência ou aquisição de uma nova motobomba trabalhando
em conjunto com a já existente, aumentando consideravelmente a velocidade de passagem da água
nas tubulações, dispositivos, drenos e grades de fundo, infringindo as normas de segurança
estabelecidas pelo fornecedor e pela ABNT, neste caso, daremos algumas opções para garantir a
segurança dos banhistas, partindo do princípio que a instalação atual está dentro das normas préestabelecidas.
1ª OPÇÃO – Reavaliar o diâmetro das tubulações da piscina e acrescentar uma quantidade
de drenos ou grades de fundo que suportem a vazão e mantenham a velocidade máxima estabelecida
em norma.
2ª OPÇÃO – Se a vazão necessária for acrescida em até 5m³/h, a interligação do dreno de
fundo com o skimmer na casa de máquinas sem intermédio de registros distribuirá a vazão excedente
entre os dois acessórios, tornando-a segura.
3ª OPÇÃO – Caso não possa redimensionar sua instalação hidráulica e aumentar a quantidade
de drenos ou grades de fundo, deve-se proibir a utilização da piscina quando a nova motobomba
estiver acionada.
QUAIS SÃO OS ATOS SEGUROS DE UM BANHISTA QUANTO À INSTALAÇÃO
HIDRÁULICA?
-Exigir do construtor ou responsável pela piscina o cumprimento das normas de segurança
da ABNT, prescrito na NBR nº 10.339 é um ato seguro.
-Não utilizar a piscina quando a mesma estiver sendo aspirada é um ato seguro.
-Monitorar o uso da piscina por crianças, que costumam demonstrar uma grande curiosidade
por acessórios hidráulicos dentro da piscina.
-Nas piscinas em que se detectar visualmente uma condição insegura, desligue ou solicite
imediatamente que a motobomba seja desativada.
-Não mergulhar próximo aos drenos de fundo, ou tentar obstruí-los com alguma parte do
corpo.
-Não encostar ou tentar obstruir a passagem de água do(s) dispositivo(s) de aspiração ou
skimmers
-Utilizar toca para natação ou prender bem os cabelos antes de mergulhar na piscina é um
ato seguro.
-Não entrar nem permitir a entrada de banhistas em piscinas que os drenos estiverem sem
tampa ou grade de acabamento.
-Consultar ou exigir um relatório técnico de um profissional qualificado que possa assegurar
as reais condições de segurança da piscina.
QUAIS SÃO OS ATOS INSEGUROS PRATICADOS NA CONSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO
HIDRÁULICA DA PISCINA?
-Não seguir as normas de segurança do fabricante e da ABNT, prescrita na NBR nº 10.339.
-Não prever futuras instalações de equipamentos, adaptando previamente sua instalação
hidráulica para comportá-los de forma segura.
-Instalar dispositivos de aspiração no fundo da piscina como principal item de captação d’água
para alimentação de equipamentos, substituindo os drenos e grades, é um ato inseguro e irregular.
-Instalar registros na linha hidráulica que permitam o fechamento individual de drenos que
devem trabalhar em conjunto, é um ato inseguro e irregular.

7
CONSEQUÊNCIAS DE UM ATO INSEGURO E UMA
INSTALAÇÃO FORA DAS NORMAS DA ABNT.
Os acidentes ocorrem quando a norma da ABNT, prescrita na NBR 10.339 não é cumprida,
uma das regulamentações previstas nesta norma é a velocidade de passagem da água pelos tubos,
(1,8m/s sucção e 3,0m/s retorno), bem como, drenos e ralos de fundo (0,6m/s). Quanto maior a
vazão, maior serão os diâmetros das tubulações e maior será a quantidade de drenos para garantir
essas velocidades. Caso essa velocidade se exceda, torna-se eminente o risco de acidentes graves
que podem levar até a morte, devido à elevada força de sucção dos dispositivos, drenos ou grades
de fundo.
Abaixo um exemplo ilustrativo de como os acidentes ocorrem.
Acidentes ocasionados por
sucção do tronco e afogamento provocados por drenos e grades de fundo, vale salientar que, um ato inseguro também pode acarretar acidentes deste tipo, fig.8.

Fig.8

Acidentes ocasionados por
sucção de partes do corpo e mãos pelo
dispositivo de aspiração, vale salientar que, um ato inseguro também pode
acarretar acidentes deste tipo, fig.9.
Fig.9
Acidentes ocasionados por sucção e enlace do cabelo
por drenos e grades de fundo, vale salientar que, um ato inseguro também pode acarretar acidentes deste tipo, fig.10.
Fig.10
IMPORTANTE

Esta campanha tem a finalidade de ressaltar as condições de instalação hidráulica que aumentam ou diminuem o risco de um acidente por sucção em piscinas pública ou privativas. No entanto, o
mais importante é exigir do responsável pela construção que siga as normas técnicas da ABNT prescritas na NBR10.339. EM CASO DE DÚVIDAS QUANTO A SEGURANÇA NA INSTALAÇÃO HIDRÁULICA,
SOMENTE UTILIZE A PISCINA APÓS O DESLIGAMENTO DAS MOTOBOMBAS E TODO SEU SISTEMA
HIDRÁULICO.
Todos os dados técnicos e informações divulgadas neste folheto são referentes à linha de
produtos Sodramar, e não devem ser aplicados em produtos similares de outros fabricantes sem o
levantamento dos dados técnicos de vazão e a realização de projeto específico.

“A Sodramar trabalha no desenvolvimento de produtos para o lazer e bem-estar, nosso interesse é
satisfazer nossos clientes mantendo o cumprimento das normas de segurança que garantam a
qualidade e a marca dos nossos produtos”.

8

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Pipe drafting and Design.pdf
Pipe drafting and Design.pdfPipe drafting and Design.pdf
Pipe drafting and Design.pdfRubenAngelFelix1
 
Patologias na construção civil detalhes construtivos fissuras na alvenaria
Patologias na construção civil   detalhes construtivos fissuras na alvenariaPatologias na construção civil   detalhes construtivos fissuras na alvenaria
Patologias na construção civil detalhes construtivos fissuras na alvenariaRicardo Lopes
 
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos141jdf
 
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014Apostila telhas-de-fibrocimento-2014
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014andreia_2014
 
NBR 8160/1999
NBR 8160/1999NBR 8160/1999
NBR 8160/1999UNIFIA
 
Slip on flange welding according TO asme b31.3
Slip on flange welding according TO asme b31.3Slip on flange welding according TO asme b31.3
Slip on flange welding according TO asme b31.3Amr Soliman
 
Engineering & Piping design
Engineering & Piping designEngineering & Piping design
Engineering & Piping designMusa Sabri
 
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricolaVanessa Giusti Paiva
 
Corrosão das armaduras.pptx
Corrosão das armaduras.pptxCorrosão das armaduras.pptx
Corrosão das armaduras.pptxDeyvison5
 
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concreto
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concretoNbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concreto
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concretoFabiana Cunha Consultare
 
Notas de aula 1 cinematica mecanismos
Notas de aula 1 cinematica mecanismosNotas de aula 1 cinematica mecanismos
Notas de aula 1 cinematica mecanismosVanessa Santos
 
Tank Introduction.pptx
Tank Introduction.pptxTank Introduction.pptx
Tank Introduction.pptxAlipFitriani
 
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdf
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdfApplicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdf
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdfSachin837123
 

Mais procurados (20)

Impermeabilizantes
ImpermeabilizantesImpermeabilizantes
Impermeabilizantes
 
Pipe drafting and Design.pdf
Pipe drafting and Design.pdfPipe drafting and Design.pdf
Pipe drafting and Design.pdf
 
Cálculo de muro de arrimo
Cálculo de muro de arrimoCálculo de muro de arrimo
Cálculo de muro de arrimo
 
Patologias na construção civil detalhes construtivos fissuras na alvenaria
Patologias na construção civil   detalhes construtivos fissuras na alvenariaPatologias na construção civil   detalhes construtivos fissuras na alvenaria
Patologias na construção civil detalhes construtivos fissuras na alvenaria
 
Drenos de Fundo Sodramar
Drenos de Fundo SodramarDrenos de Fundo Sodramar
Drenos de Fundo Sodramar
 
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos
39513441 structural-design-of-steel-bins-and-silos
 
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014Apostila telhas-de-fibrocimento-2014
Apostila telhas-de-fibrocimento-2014
 
NBR 8160/1999
NBR 8160/1999NBR 8160/1999
NBR 8160/1999
 
Design of pressure vessel
Design of pressure vesselDesign of pressure vessel
Design of pressure vessel
 
Pipe Clamp Design, Application & Installation - November
Pipe Clamp Design, Application & Installation - NovemberPipe Clamp Design, Application & Installation - November
Pipe Clamp Design, Application & Installation - November
 
Slip on flange welding according TO asme b31.3
Slip on flange welding according TO asme b31.3Slip on flange welding according TO asme b31.3
Slip on flange welding according TO asme b31.3
 
Engineering & Piping design
Engineering & Piping designEngineering & Piping design
Engineering & Piping design
 
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola
270113308 npt-027-unidades armazenamentoagricola
 
Corrosão das armaduras.pptx
Corrosão das armaduras.pptxCorrosão das armaduras.pptx
Corrosão das armaduras.pptx
 
Tabela perfil i
Tabela perfil iTabela perfil i
Tabela perfil i
 
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concreto
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concretoNbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concreto
Nbr 14827-2002-chumbadores-instalados-em-elementos-de-concreto
 
Notas de aula 1 cinematica mecanismos
Notas de aula 1 cinematica mecanismosNotas de aula 1 cinematica mecanismos
Notas de aula 1 cinematica mecanismos
 
Simulation
SimulationSimulation
Simulation
 
Tank Introduction.pptx
Tank Introduction.pptxTank Introduction.pptx
Tank Introduction.pptx
 
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdf
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdfApplicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdf
Applicability of IBR in a Process Plant Equipment.pdf
 

Destaque

Sodramar Segurança nas Instalações Hidráulicas
Sodramar Segurança nas Instalações HidráulicasSodramar Segurança nas Instalações Hidráulicas
Sodramar Segurança nas Instalações HidráulicasSol e Lazer Piscinas
 
Manual de Filtros e Bombas da Sodramar
Manual de Filtros e Bombas da SodramarManual de Filtros e Bombas da Sodramar
Manual de Filtros e Bombas da SodramarCottage Casa E Lazer
 
Manual de Filtros para Piscina - Sodramar
Manual de Filtros para Piscina - SodramarManual de Filtros para Piscina - Sodramar
Manual de Filtros para Piscina - SodramarCottage Casa E Lazer
 
Sistemas de água fria dimensionamento das instalações dicas - renato massano
Sistemas de água fria  dimensionamento das instalações   dicas - renato massanoSistemas de água fria  dimensionamento das instalações   dicas - renato massano
Sistemas de água fria dimensionamento das instalações dicas - renato massanojccabral
 
Apostila Quimicos iGUi Piscinas
Apostila Quimicos iGUi PiscinasApostila Quimicos iGUi Piscinas
Apostila Quimicos iGUi PiscinasiGUi Piscinas
 
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de PiscinasComo Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de PiscinasShow de Piscinas
 

Destaque (10)

Sodramar Segurança nas Instalações Hidráulicas
Sodramar Segurança nas Instalações HidráulicasSodramar Segurança nas Instalações Hidráulicas
Sodramar Segurança nas Instalações Hidráulicas
 
Sibrape Instalação Hidráulica Filtro
Sibrape Instalação Hidráulica FiltroSibrape Instalação Hidráulica Filtro
Sibrape Instalação Hidráulica Filtro
 
Manual de Filtros e Bombas da Sodramar
Manual de Filtros e Bombas da SodramarManual de Filtros e Bombas da Sodramar
Manual de Filtros e Bombas da Sodramar
 
Catálogo Henrimar - Piscinas de Fibra
Catálogo Henrimar - Piscinas de FibraCatálogo Henrimar - Piscinas de Fibra
Catálogo Henrimar - Piscinas de Fibra
 
Manual de Filtros para Piscina - Sodramar
Manual de Filtros para Piscina - SodramarManual de Filtros para Piscina - Sodramar
Manual de Filtros para Piscina - Sodramar
 
Catálogo Henrimar 2016
Catálogo Henrimar 2016Catálogo Henrimar 2016
Catálogo Henrimar 2016
 
Sistemas de água fria dimensionamento das instalações dicas - renato massano
Sistemas de água fria  dimensionamento das instalações   dicas - renato massanoSistemas de água fria  dimensionamento das instalações   dicas - renato massano
Sistemas de água fria dimensionamento das instalações dicas - renato massano
 
Apostila Quimicos iGUi Piscinas
Apostila Quimicos iGUi PiscinasApostila Quimicos iGUi Piscinas
Apostila Quimicos iGUi Piscinas
 
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de PiscinasComo Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas
Como Construir Piscina de Alvenaria - Show de Piscinas
 
Piscinas gid
Piscinas gidPiscinas gid
Piscinas gid
 

Semelhante a Folheto hidraulico site

Folheto hidraulico site
Folheto hidraulico siteFolheto hidraulico site
Folheto hidraulico siteCocab Pools
 
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de Piscinas
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de PiscinasFiltros de Grandes para Piscinas - Show de Piscinas
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Manual filtroscomerciais
Manual filtroscomerciaisManual filtroscomerciais
Manual filtroscomerciaisCocab Pools
 
Preços de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Preços de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasPreços de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Preços de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Vy4vmanual bmsafe
Vy4vmanual bmsafeVy4vmanual bmsafe
Vy4vmanual bmsafeCocab Pools
 
Manual drenoabs (1)
Manual drenoabs (1)Manual drenoabs (1)
Manual drenoabs (1)Cocab Pools
 
Piscinas em Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas em Concreto Armado - Show de PiscinasPiscinas em Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas em Concreto Armado - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...Míriam Morata Novaes
 
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de Piscinas
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de PiscinasAcessórios para Piscinas em São Paulo - Show de Piscinas
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasConstrução de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasShow de Piscinas
 

Semelhante a Folheto hidraulico site (20)

Folheto hidraulico site
Folheto hidraulico siteFolheto hidraulico site
Folheto hidraulico site
 
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de Piscinas
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de PiscinasFiltros de Grandes para Piscinas - Show de Piscinas
Filtros de Grandes para Piscinas - Show de Piscinas
 
Manual filtroscomerciais
Manual filtroscomerciaisManual filtroscomerciais
Manual filtroscomerciais
 
Filtros comerciais
Filtros comerciaisFiltros comerciais
Filtros comerciais
 
Bomba folheto
Bomba folhetoBomba folheto
Bomba folheto
 
Filtro bomba
Filtro bombaFiltro bomba
Filtro bomba
 
Filtro bomba
Filtro bombaFiltro bomba
Filtro bomba
 
Asbc1000 fev08v1-0
Asbc1000 fev08v1-0Asbc1000 fev08v1-0
Asbc1000 fev08v1-0
 
Preços de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Preços de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasPreços de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Preços de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
 
Agua fria
Agua friaAgua fria
Agua fria
 
Bomba folheto
Bomba folhetoBomba folheto
Bomba folheto
 
Vy4vmanual bmsafe
Vy4vmanual bmsafeVy4vmanual bmsafe
Vy4vmanual bmsafe
 
Manual drenoabs
Manual drenoabsManual drenoabs
Manual drenoabs
 
Manual drenoabs (1)
Manual drenoabs (1)Manual drenoabs (1)
Manual drenoabs (1)
 
Piscinas em Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas em Concreto Armado - Show de PiscinasPiscinas em Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas em Concreto Armado - Show de Piscinas
 
Apostila hidraúlica
Apostila hidraúlicaApostila hidraúlica
Apostila hidraúlica
 
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...
MANUAL EXPERIMENTAL DE INSTRUÇÃO DE MANUFATURA E USO DO ASBC DE PORTE MÉDIO P...
 
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de Piscinas
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de PiscinasAcessórios para Piscinas em São Paulo - Show de Piscinas
Acessórios para Piscinas em São Paulo - Show de Piscinas
 
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasConstrução de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
 
Filtros residenciais
Filtros residenciaisFiltros residenciais
Filtros residenciais
 

Mais de Show de Piscinas

Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação Técnica
Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação TécnicaFiltro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação Técnica
Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação TécnicaShow de Piscinas
 
Piscinas de Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas de Concreto Armado - Show de PiscinasPiscinas de Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas de Concreto Armado - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Reforma Piscina Azulejo - Show de Piscinas
Reforma Piscina Azulejo - Show de PiscinasReforma Piscina Azulejo - Show de Piscinas
Reforma Piscina Azulejo - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasConstrução de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de Piscinas
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de PiscinasPiscina Concreto Passo a Passo - Show de Piscinas
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscina de Azulejo - Show de Piscinas
Piscina de Azulejo - Show de PiscinasPiscina de Azulejo - Show de Piscinas
Piscina de Azulejo - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Picinas de Vinil - Show de Piscinas
Picinas de Vinil - Show de PiscinasPicinas de Vinil - Show de Piscinas
Picinas de Vinil - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscina de Concreto - Show de Piscinas
Piscina de Concreto - Show de PiscinasPiscina de Concreto - Show de Piscinas
Piscina de Concreto - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscinas em Casas - Show de Piscinas
Piscinas em Casas - Show de PiscinasPiscinas em Casas - Show de Piscinas
Piscinas em Casas - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Projeto de Piscina - Show de Piscinas
Projeto de Piscina - Show de PiscinasProjeto de Piscina - Show de Piscinas
Projeto de Piscina - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Casa com Piscinas - Show de Piscinas
Casa com Piscinas - Show de PiscinasCasa com Piscinas - Show de Piscinas
Casa com Piscinas - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasComprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Construção de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasConstrução de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Construindo uma Piscina - Show de Piscinas
Construindo uma Piscina - Show de PiscinasConstruindo uma Piscina - Show de Piscinas
Construindo uma Piscina - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Piscinas Residenciais - Show de Piscinas
Piscinas Residenciais - Show de PiscinasPiscinas Residenciais - Show de Piscinas
Piscinas Residenciais - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Orçamentos de Piscinas - Show de Piscinas
Orçamentos de Piscinas - Show de PiscinasOrçamentos de Piscinas - Show de Piscinas
Orçamentos de Piscinas - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Show de Piscinas em São Paulo
Show de Piscinas em São PauloShow de Piscinas em São Paulo
Show de Piscinas em São PauloShow de Piscinas
 
Melhor Piscina para Construir - Show de Piscinas
Melhor Piscina para Construir - Show de PiscinasMelhor Piscina para Construir - Show de Piscinas
Melhor Piscina para Construir - Show de PiscinasShow de Piscinas
 
Trocador de Calor para Piscinas - Show de Piscinas
Trocador de Calor para Piscinas - Show de PiscinasTrocador de Calor para Piscinas - Show de Piscinas
Trocador de Calor para Piscinas - Show de PiscinasShow de Piscinas
 

Mais de Show de Piscinas (20)

Piscinas
PiscinasPiscinas
Piscinas
 
Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação Técnica
Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação TécnicaFiltro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação Técnica
Filtro para Piscina Jacuzzi Série TP - Especificação Técnica
 
Piscinas de Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas de Concreto Armado - Show de PiscinasPiscinas de Concreto Armado - Show de Piscinas
Piscinas de Concreto Armado - Show de Piscinas
 
Reforma Piscina Azulejo - Show de Piscinas
Reforma Piscina Azulejo - Show de PiscinasReforma Piscina Azulejo - Show de Piscinas
Reforma Piscina Azulejo - Show de Piscinas
 
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de PiscinasConstrução de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
Construção de Piscinas de Concreto - Show de Piscinas
 
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de Piscinas
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de PiscinasPiscina Concreto Passo a Passo - Show de Piscinas
Piscina Concreto Passo a Passo - Show de Piscinas
 
Piscina de Azulejo - Show de Piscinas
Piscina de Azulejo - Show de PiscinasPiscina de Azulejo - Show de Piscinas
Piscina de Azulejo - Show de Piscinas
 
Picinas de Vinil - Show de Piscinas
Picinas de Vinil - Show de PiscinasPicinas de Vinil - Show de Piscinas
Picinas de Vinil - Show de Piscinas
 
Piscina de Concreto - Show de Piscinas
Piscina de Concreto - Show de PiscinasPiscina de Concreto - Show de Piscinas
Piscina de Concreto - Show de Piscinas
 
Piscinas em Casas - Show de Piscinas
Piscinas em Casas - Show de PiscinasPiscinas em Casas - Show de Piscinas
Piscinas em Casas - Show de Piscinas
 
Projeto de Piscina - Show de Piscinas
Projeto de Piscina - Show de PiscinasProjeto de Piscina - Show de Piscinas
Projeto de Piscina - Show de Piscinas
 
Casa com Piscinas - Show de Piscinas
Casa com Piscinas - Show de PiscinasCasa com Piscinas - Show de Piscinas
Casa com Piscinas - Show de Piscinas
 
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de PiscinasComprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
Comprar Piscina de Vinil - Show de Piscinas
 
Construção de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de PiscinasConstrução de Piscina - Show de Piscinas
Construção de Piscina - Show de Piscinas
 
Construindo uma Piscina - Show de Piscinas
Construindo uma Piscina - Show de PiscinasConstruindo uma Piscina - Show de Piscinas
Construindo uma Piscina - Show de Piscinas
 
Piscinas Residenciais - Show de Piscinas
Piscinas Residenciais - Show de PiscinasPiscinas Residenciais - Show de Piscinas
Piscinas Residenciais - Show de Piscinas
 
Orçamentos de Piscinas - Show de Piscinas
Orçamentos de Piscinas - Show de PiscinasOrçamentos de Piscinas - Show de Piscinas
Orçamentos de Piscinas - Show de Piscinas
 
Show de Piscinas em São Paulo
Show de Piscinas em São PauloShow de Piscinas em São Paulo
Show de Piscinas em São Paulo
 
Melhor Piscina para Construir - Show de Piscinas
Melhor Piscina para Construir - Show de PiscinasMelhor Piscina para Construir - Show de Piscinas
Melhor Piscina para Construir - Show de Piscinas
 
Trocador de Calor para Piscinas - Show de Piscinas
Trocador de Calor para Piscinas - Show de PiscinasTrocador de Calor para Piscinas - Show de Piscinas
Trocador de Calor para Piscinas - Show de Piscinas
 

Folheto hidraulico site

  • 1.
  • 2. GUIA PRÁTICO PARA SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS A empresa Sodramar separou algumas dicas e informações importantes, com o objetivo de garantir a segurança e um perfeito dimensionamento nas instalações hidráulicas de piscinas. Este folheto é direcionado a consumidores, construtores, tratadores de piscinas, profissionais e usuários que prezam pelo cumprimento das normas de segurança estabelecidas pelo fabricante e pela ABNT, prescritas na NBR nº 10.339. Nunca substitua a motobomba da sua piscina por outra de maior potência, sem antes, analisar as condições de vazão do seu sistema hidráulico, principalmente se os drenos de fundo são compatíveis em segurança com esta nova motobomba. A velocidade máxima de sucção por dreno é de 0,6m/s (ABNT / NBR 10.339). O não cumprimento das normas desde o projeto, até a construção, instalação e manutenção dos acessórios da piscina, seja ela, privada ou pública, tornam eminentes os riscos de acidentes graves, podendo ser fatais para adultos e crianças. Faça manutenções periódicas nos drenos ou grades de fundo instalados na piscina, inspecione as condições da grade de proteção e respeite o volume máximo de vazão especificado pelo fabricante dos acessórios instalados. Esquema hidráulico meramente ilustrativo Por questões de segurança a Sodramar orienta que sejam instalados no mínimo dois drenos de fundo intercalados por motobomba. NOTA: Segundo as normas da ABNT, as piscinas que possuirem drenos com tampa “anti - turbilhão” e que a velocidade de vazão não ultrapasse a 0.6m/s, podem fazer uso de apenas 1 acessório por motobomba, porém, por questões de segurança a Sodramar aconselha a utilização de no mínimo 2 drenos por motobomba, independente do modelo da tampa ser grade ou anti-turbilhão. Fig.1 Toda instalação hidráulica em piscinas deverá seguir as normas que constam na ABNT prescristas na NBR 10.339. Seguir a norma, bem como, os tópicos de procedimentos citados neste guia é uma questão de segurança. A empresa não se responsabiliza por instalações que estejam em desconformidade com o que estiver prescrito neste manual, que podem acarretar desde danos à equipamentos e acessórios, até acidentes graves, podendo levar a morte. 2
  • 3. QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS COMPONENTES DE UMA INSTALAÇÃO HIDRÁULICA DE PISCINA? TUBULAÇÕES – Podemos considerá-las como as artérias do sistema hidráulico, responsáveis por traçar todo percurso da água na recirculação e alimentação dos acessórios instalados na piscina. Abaixo, uma tabela prática que determina conforme as normas o diâmetro e suas respectivas vazões máximas de sucção e recalque (retorno). Tabela 1 MOTOBOMBAS – Podemos considerá-las como o coração do sistema hidráulico, responsáveis pela recirculação de toda água da piscina, bem como, alimentar os acessórios hidráulicos instalados na mesma. Quanto maior a potência da motobomba, maior será a vazão de água por ela gerada. Cada fabricante determina a curva de vazão de acordo com o modelo da bomba comercializada. O ideal é alimentarmos cada acessório da piscina com motobombas individuais. Fig.2 FILTROS – Têm a função de realizar o tratamento físico da água, através da recirculação e passagem da mesma no seu meio filtrante, é dimensionado em conjunto com uma motobomba específica. A seguir especificaremos uma tabela prática para dimensionamento do filtro e sua respectiva motobomba. 3
  • 4. DIMENSIONAMENTO DE FILTRO E MOTOBOMBAS A tabela ao lado especifica a tempo máximo regulamentado para que toda água da piscina seja filtrada de acordo com o tipo de utilização da mesma. Nas piscinas públicas podemos incluir as coletivas, de hospedaria, de clubes e de academias. Tabela 2 A tabela ao lado especifica a vazão do sistema filtro / motobomba e o tempo necessário para filtragem da água de acordo com a metragem cúbica da piscina. Tabela 3 DRENOS E GRADES DE FUNDO – São responsáveis pelo escoamento total da piscina e o centro de captação do maior volume de água para alimentação das motobombas e seus respectivos acessórios. A Sodramar já comercializa além da tampa anti-turbilhão, a tampa “anti-hair”, que diminui o risco de acidentes por enlace de cabelo no dreno de fundo. Fig.3 Na tabela abaixo você encontra a linha de drenos de fundo e grades para piscinas de vinil, fibra e alvenaria Sodramar, bem como, sua captação máxima de volume d’água, seguindo as normas de segurança da ABNT, prescritas na NBR 10.339. Tabela 4 4
  • 5. SKIMMERS – Responsáveis pela higienização superficial da água, ladrão para evitar transbordamento da piscina e controle de vazão no trabalho em conjunto com o dreno de fundo. Este acessório também pode ser utilizado como dispositivo de aspiração, através de seu adaptador interno. Toda piscina de até 50m² ou 50m³ deve possuir no mínimo 1 Skimmer intercalado com 1 Fig.4 dreno de fundo, acima desta metragem utilize a seguinte regra. Área da piscina em m² / 50 ou volume da piscina em m³ / 50 utilize o maior valor entre essas duas relações. DISPOSITIVOS DE RETORNO – Têm a função de retornar para piscina o volume de água gerado pela motobomba. Toda piscina de até 50m² ou 50m³ deve possuir no mínimo 2 dispositivos de retorno, acima desta metragem utilize a seguinte regra. Área da piscina em m² / 50 ou volume da piscina em m³ / 50, utilize o maior valor entre essas duas relações. Fig.5 DISPOSITIVOS DE HIDROMASSAGEM – Têm a função de retornar para piscina um volume de ar/água suficientes para massagear o corpo do banhista. Cada bico de hidromassagem possui um volume mínimo de vazão de acordo com o modelo e fabricante, devemos somar a quantidade de bicos para estabelecermos a vazão mínima da motobomba e quantidade mínima de grades ou drenos de fundo para captação da água. Fig.6 DISPOSITIVOS DE ASPIRAÇÃO – Trabalha em conjunto com o dreno, e têm a função de captar a água da piscina para alimentação do sistema filtrante da mesma. Este acessório recebe a mangueira de aspiração da piscina, portanto, toda piscina deve possuir no mínimo 1 dispositivo de aspiração. Fig.7 5
  • 6. EVITE ACIDENTES FIQUE ATENTO NA SUA INSTALAÇÃO HIDRÁULICA Onde está concentrado o maior risco de acidentes hidráulicos em piscinas? Os drenos e grades de fundo são responsáveis pelo maior volume de captação d’água (vazão), e também são os vilões de acidentes graves, quando instalados fora das normas de segurança estabelecidas pelo fabricante e pela ABNT, prescritas na NBR nº 10.339. O que é vazão? É o volume de água propulsionada pela motobomba em um determinado espaço tempo, a maior parte dos acessórios instalados na piscina necessitam de uma vazão mínima e/ou ideal para exercer sua função, são eles: -Aquecedores de água elétricos, solares, a gás entre outros. -Filtros e acessórios vitais para tratamento químico e físico da água. -Cascatas e acessórios hidráulicos que valorizam a estética da piscina. Por onde toda essa água é captada na piscina? Toda água necessária para alimentação dos equipamentos da piscina, deve ser captada pelos drenos e grades de fundo, que devem trabalhar em conjunto com skimmer e dispositivo de sucção da piscina. Como os acidentes ocorrem? A norma de segurança da ABNT, prescritas na NBR nº 10.339, prevê uma velocidade máxima pela qual a água deve infiltrar nos drenos e grades de fundo para alimentar os equipamentos da piscina, que é de (0,6m/s). Desta forma, este acessório fica limitado na captação de apenas um determinado volume de água, de acordo com seu modelo ou dimensões, (conforme tabela 4). Quando este acessório é submetido a uma captação maior do que a estabelecida em norma, ele se torna inseguro, uma vez que, a velocidade de passagem da água torna-se tão elevada, a ponto de prender o banhista no fundo da piscina pelos drenos e grades de fundo, provocar enlace de cabelos nos drenos e grades de fundo e sucção de partes do corpo ou mãos pelo dispositivo de aspiração (D.A.), acidentes que podem levar a ferimentos graves e até a fatalidade do óbito por afogamento. Como devo calcular a quantidade de drenos para manter uma vazão segura? Cada equipamento ou acessório, possui uma vazão de trabalho mínima e/ou ideal estabelecida pelo seu fabricante, diante deste dado, devemos escolher através da tabela 4 o modelo e a quantidade de drenos que devemos instalar na piscina. Mesmo que a vazão necessária para atender seu equipamento seja inferior a capacidade do dreno, é obrigatório a instalação de no mínimo 2 drenos ou grades de fundo (por motobomba), interligados numa distância mínima de de 1,5m entre eles, conforme fig. 1. Exemplo: Vamos instalar um sistema de aquecimento na minha piscina que necessita de uma vazão mínima de 24m³/h, e queremos utilizar um dreno que tem uma captação máxima de 9m³/h, de acordo com a tabela 4. Portanto, devemos instalar 3 drenos de fundo intercalados para alimentar este equipamento, que me garante uma vazão total de 27m³/h com a velocidade máxima de 0,6m/s, conforme estabelece a norma. 6
  • 7. Atualmente minha piscina segue as normas de segurança, porém, gostaria de instalar novos acessórios, o que devo fazer? É comum em piscinas já construídas ocorrer a instalação de novos equipamentos que exijam uma vazão d’água maior no sistema hidráulico, o que consequentemente implicará na troca da motobomba por um modelo de maior potência ou aquisição de uma nova motobomba trabalhando em conjunto com a já existente, aumentando consideravelmente a velocidade de passagem da água nas tubulações, dispositivos, drenos e grades de fundo, infringindo as normas de segurança estabelecidas pelo fornecedor e pela ABNT, neste caso, daremos algumas opções para garantir a segurança dos banhistas, partindo do princípio que a instalação atual está dentro das normas préestabelecidas. 1ª OPÇÃO – Reavaliar o diâmetro das tubulações da piscina e acrescentar uma quantidade de drenos ou grades de fundo que suportem a vazão e mantenham a velocidade máxima estabelecida em norma. 2ª OPÇÃO – Se a vazão necessária for acrescida em até 5m³/h, a interligação do dreno de fundo com o skimmer na casa de máquinas sem intermédio de registros distribuirá a vazão excedente entre os dois acessórios, tornando-a segura. 3ª OPÇÃO – Caso não possa redimensionar sua instalação hidráulica e aumentar a quantidade de drenos ou grades de fundo, deve-se proibir a utilização da piscina quando a nova motobomba estiver acionada. QUAIS SÃO OS ATOS SEGUROS DE UM BANHISTA QUANTO À INSTALAÇÃO HIDRÁULICA? -Exigir do construtor ou responsável pela piscina o cumprimento das normas de segurança da ABNT, prescrito na NBR nº 10.339 é um ato seguro. -Não utilizar a piscina quando a mesma estiver sendo aspirada é um ato seguro. -Monitorar o uso da piscina por crianças, que costumam demonstrar uma grande curiosidade por acessórios hidráulicos dentro da piscina. -Nas piscinas em que se detectar visualmente uma condição insegura, desligue ou solicite imediatamente que a motobomba seja desativada. -Não mergulhar próximo aos drenos de fundo, ou tentar obstruí-los com alguma parte do corpo. -Não encostar ou tentar obstruir a passagem de água do(s) dispositivo(s) de aspiração ou skimmers -Utilizar toca para natação ou prender bem os cabelos antes de mergulhar na piscina é um ato seguro. -Não entrar nem permitir a entrada de banhistas em piscinas que os drenos estiverem sem tampa ou grade de acabamento. -Consultar ou exigir um relatório técnico de um profissional qualificado que possa assegurar as reais condições de segurança da piscina. QUAIS SÃO OS ATOS INSEGUROS PRATICADOS NA CONSTRUÇÃO E INSTALAÇÃO HIDRÁULICA DA PISCINA? -Não seguir as normas de segurança do fabricante e da ABNT, prescrita na NBR nº 10.339. -Não prever futuras instalações de equipamentos, adaptando previamente sua instalação hidráulica para comportá-los de forma segura. -Instalar dispositivos de aspiração no fundo da piscina como principal item de captação d’água para alimentação de equipamentos, substituindo os drenos e grades, é um ato inseguro e irregular. -Instalar registros na linha hidráulica que permitam o fechamento individual de drenos que devem trabalhar em conjunto, é um ato inseguro e irregular. 7
  • 8. CONSEQUÊNCIAS DE UM ATO INSEGURO E UMA INSTALAÇÃO FORA DAS NORMAS DA ABNT. Os acidentes ocorrem quando a norma da ABNT, prescrita na NBR 10.339 não é cumprida, uma das regulamentações previstas nesta norma é a velocidade de passagem da água pelos tubos, (1,8m/s sucção e 3,0m/s retorno), bem como, drenos e ralos de fundo (0,6m/s). Quanto maior a vazão, maior serão os diâmetros das tubulações e maior será a quantidade de drenos para garantir essas velocidades. Caso essa velocidade se exceda, torna-se eminente o risco de acidentes graves que podem levar até a morte, devido à elevada força de sucção dos dispositivos, drenos ou grades de fundo. Abaixo um exemplo ilustrativo de como os acidentes ocorrem. Acidentes ocasionados por sucção do tronco e afogamento provocados por drenos e grades de fundo, vale salientar que, um ato inseguro também pode acarretar acidentes deste tipo, fig.8. Fig.8 Acidentes ocasionados por sucção de partes do corpo e mãos pelo dispositivo de aspiração, vale salientar que, um ato inseguro também pode acarretar acidentes deste tipo, fig.9. Fig.9 Acidentes ocasionados por sucção e enlace do cabelo por drenos e grades de fundo, vale salientar que, um ato inseguro também pode acarretar acidentes deste tipo, fig.10. Fig.10 IMPORTANTE Esta campanha tem a finalidade de ressaltar as condições de instalação hidráulica que aumentam ou diminuem o risco de um acidente por sucção em piscinas pública ou privativas. No entanto, o mais importante é exigir do responsável pela construção que siga as normas técnicas da ABNT prescritas na NBR10.339. EM CASO DE DÚVIDAS QUANTO A SEGURANÇA NA INSTALAÇÃO HIDRÁULICA, SOMENTE UTILIZE A PISCINA APÓS O DESLIGAMENTO DAS MOTOBOMBAS E TODO SEU SISTEMA HIDRÁULICO. Todos os dados técnicos e informações divulgadas neste folheto são referentes à linha de produtos Sodramar, e não devem ser aplicados em produtos similares de outros fabricantes sem o levantamento dos dados técnicos de vazão e a realização de projeto específico. “A Sodramar trabalha no desenvolvimento de produtos para o lazer e bem-estar, nosso interesse é satisfazer nossos clientes mantendo o cumprimento das normas de segurança que garantam a qualidade e a marca dos nossos produtos”. 8