SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 2
Baixar para ler offline
AGAR-AGAR



Família: Gracilariaceae e Gigartinaceae

Parte Utilizada: planta inteira
Agar agar é uma substância mucilaginosa(gelatina) dessecada constituída de polissacarídios,
principalmente: agarose e agaro-pectina extraídos de diversas espécies de algas marinhas
vermelhas, as rodofíceas, tais como Gelidium cartilagineum, Gracilaria confervoides e outras
agarófitas. Insolúvel em água fria, sol. em água fervente; desidrata e precipita em presença de
álcool, ac. Tânico e eletrólitos. ( diminuindo a viscosidade).
Princípio Ativo:
É composto primariamente do sal de um éster de ácido sulfúrico do complexo polissacarídeo,
agarose-agropectina, sais de cálcio; celulose; anidrogalactose; fibras e pequena quantidade de
proteínas, conseqüentemente sendo rico em sais de iodo, fósforo e sais minerais

Mecanismos de Ação:
Laxativo suave (absorve água no intestino, aumentando o volume do bolo fecal, excitando por
via reflexa as contrações intestinais), estabilizador de emulsões.

Indicação:
É indicado em dietas que exijam grande valor alimentício,com baixo teor de calorias. Além
disso, o agar é uma fonte natural de colágeno vegetal, substância importante para prevenir
rugas e flacidez, auxiliando no tratamento de emagrecimento, promovendo o enrijecimento dos
tecidos, aos cabelos propicia maciez, brilho e vitalidade, devido a seus sais ajuda a tonificar e
fortalecer unhas quebradiças e frágeis, além de dentes mais fortes.
Tem sido utilizado a tempo como meio de cultura em bacteriologia. É também utilizado como
agente emulsificante e como agente de suspensão em muitos produtos farmacêuticos e
alimentares.
Na manipulação, é utilizado como agente espessante e suspensor, estabilizador de emulsões.
Na indústria alimentícia é utilizado na fabricação de sorvetes, xaropes de frutas, confeitos,
cremes e conservas de carnes e bebidas.

Consideração Farmacêutica:
Avisar o paciente quanto ao potencial de redução da absorção de vitaminas e sais minerais,
devendo ser consumidos com estômago vazio, a fim de minimizar esse risco. Informar sobre
possíveis mudanças no volume e aspecto das fezes.
Contra-Indicação:
Contra-indicado para pacientes com comprometimento do nível de consciência (devido ao risco
de aspiração), e pacientes com obstrução intestinal. O uso em diabéticos deve ser cauteloso
Precaução:
Ingerir o pó com grande volume de líquidos. Prescrever com cautela a pacientes com história
de obstrução esofágica ou intestinal ou para aqueles com problemas de garganta ou de
deglutição.


Interação:
As mucilagens são incompatíveis com álcool, taninos e sais de ferro, que causam sua
precipitação. Pode ser associado com plantas antraquinônicas.

Forma Galênica / Posologia:
Pó (extrato de agar): 0,5 a 1g 2x ao dia, antes das refeições, juntamente c/ 2 copos de água.
Alga (gracilaria covervoides): 2 a 5 gr/dia

Referências Bibliogáricas:
1. TESKE, M.; TRENTINI, A M.M. Herbarium – Compêndio de Fitoterapia; 3ºed. revisada; 1997.
2. FETROW, C.W.; AVILA, J.R. Manual de Medicina Alternativa para o profissional; Guanabara
Koogan, 2000.

Mais conteúdo relacionado

Semelhante a Agar agar

Semelhante a Agar agar (20)

Seminario sis - FOS, Psyllium. Seminario sis - FOS, Psyllium.
Seminario sis - FOS, Psyllium. Seminario sis - FOS, Psyllium.Seminario sis - FOS, Psyllium. Seminario sis - FOS, Psyllium.
Seminario sis - FOS, Psyllium. Seminario sis - FOS, Psyllium.
 
Edulcorantes
EdulcorantesEdulcorantes
Edulcorantes
 
Edulcorantes
EdulcorantesEdulcorantes
Edulcorantes
 
Edulcorantes
EdulcorantesEdulcorantes
Edulcorantes
 
28911780 a-cura-saude-alimentos-volume-02
28911780 a-cura-saude-alimentos-volume-0228911780 a-cura-saude-alimentos-volume-02
28911780 a-cura-saude-alimentos-volume-02
 
Literat Garcinia Cambogia
Literat Garcinia CambogiaLiterat Garcinia Cambogia
Literat Garcinia Cambogia
 
Aula fibras
Aula fibrasAula fibras
Aula fibras
 
Princípio dos conservantes básicos
Princípio dos conservantes básicosPrincípio dos conservantes básicos
Princípio dos conservantes básicos
 
Itqbconservantes
ItqbconservantesItqbconservantes
Itqbconservantes
 
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdfAula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
Aula 3 - Clinica médica -Alimentação e hidratação.pdf
 
AULA TD 1 - FRUTAS.ppt
AULA TD 1 - FRUTAS.pptAULA TD 1 - FRUTAS.ppt
AULA TD 1 - FRUTAS.ppt
 
Aspargo - Asparagus officinalis L.
Aspargo - Asparagus officinalis L.Aspargo - Asparagus officinalis L.
Aspargo - Asparagus officinalis L.
 
Adoçantes final
Adoçantes   finalAdoçantes   final
Adoçantes final
 
Tabela de alimentos funcionais
Tabela de alimentos funcionaisTabela de alimentos funcionais
Tabela de alimentos funcionais
 
Artico bula-paciente-eurofarma
Artico bula-paciente-eurofarmaArtico bula-paciente-eurofarma
Artico bula-paciente-eurofarma
 
Pesquisas beringela
Pesquisas beringelaPesquisas beringela
Pesquisas beringela
 
Pesquisas beringela,....etc
Pesquisas beringela,....etcPesquisas beringela,....etc
Pesquisas beringela,....etc
 
Acidulantes e alimentos
Acidulantes e alimentos Acidulantes e alimentos
Acidulantes e alimentos
 
Acidulantes uma visão
Acidulantes  uma visão Acidulantes  uma visão
Acidulantes uma visão
 
Acidulantes
Acidulantes Acidulantes
Acidulantes
 

Mais de francisco sergio costa e souza (16)

Doenças bactérias
Doenças  bactériasDoenças  bactérias
Doenças bactérias
 
Doenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactériasDoenças causadas por bactérias
Doenças causadas por bactérias
 
alemanha
 alemanha alemanha
alemanha
 
Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES Estrategias IMPORTANTES
Estrategias IMPORTANTES
 
Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012Tabela ao consumidor2012
Tabela ao consumidor2012
 
Biotecnologia
BiotecnologiaBiotecnologia
Biotecnologia
 
Adoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deusAdoração que agrada a deus
Adoração que agrada a deus
 
Quiropraxia básica
Quiropraxia básicaQuiropraxia básica
Quiropraxia básica
 
Classificação do reino plantae
Classificação do reino plantaeClassificação do reino plantae
Classificação do reino plantae
 
Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1Medicina ayurveda 1
Medicina ayurveda 1
 
Massoterapia2011
Massoterapia2011Massoterapia2011
Massoterapia2011
 
Massagem ayurveda
Massagem ayurvedaMassagem ayurveda
Massagem ayurveda
 
Ayurvedica
AyurvedicaAyurvedica
Ayurvedica
 
Algas agar agar87
Algas agar agar87Algas agar agar87
Algas agar agar87
 
2224543
22245432224543
2224543
 
Terapias alternativas
Terapias alternativasTerapias alternativas
Terapias alternativas
 

Agar agar

  • 1. AGAR-AGAR Família: Gracilariaceae e Gigartinaceae Parte Utilizada: planta inteira Agar agar é uma substância mucilaginosa(gelatina) dessecada constituída de polissacarídios, principalmente: agarose e agaro-pectina extraídos de diversas espécies de algas marinhas vermelhas, as rodofíceas, tais como Gelidium cartilagineum, Gracilaria confervoides e outras agarófitas. Insolúvel em água fria, sol. em água fervente; desidrata e precipita em presença de álcool, ac. Tânico e eletrólitos. ( diminuindo a viscosidade). Princípio Ativo: É composto primariamente do sal de um éster de ácido sulfúrico do complexo polissacarídeo, agarose-agropectina, sais de cálcio; celulose; anidrogalactose; fibras e pequena quantidade de proteínas, conseqüentemente sendo rico em sais de iodo, fósforo e sais minerais Mecanismos de Ação: Laxativo suave (absorve água no intestino, aumentando o volume do bolo fecal, excitando por via reflexa as contrações intestinais), estabilizador de emulsões. Indicação: É indicado em dietas que exijam grande valor alimentício,com baixo teor de calorias. Além disso, o agar é uma fonte natural de colágeno vegetal, substância importante para prevenir rugas e flacidez, auxiliando no tratamento de emagrecimento, promovendo o enrijecimento dos tecidos, aos cabelos propicia maciez, brilho e vitalidade, devido a seus sais ajuda a tonificar e fortalecer unhas quebradiças e frágeis, além de dentes mais fortes. Tem sido utilizado a tempo como meio de cultura em bacteriologia. É também utilizado como agente emulsificante e como agente de suspensão em muitos produtos farmacêuticos e alimentares. Na manipulação, é utilizado como agente espessante e suspensor, estabilizador de emulsões. Na indústria alimentícia é utilizado na fabricação de sorvetes, xaropes de frutas, confeitos, cremes e conservas de carnes e bebidas. Consideração Farmacêutica: Avisar o paciente quanto ao potencial de redução da absorção de vitaminas e sais minerais, devendo ser consumidos com estômago vazio, a fim de minimizar esse risco. Informar sobre possíveis mudanças no volume e aspecto das fezes. Contra-Indicação: Contra-indicado para pacientes com comprometimento do nível de consciência (devido ao risco de aspiração), e pacientes com obstrução intestinal. O uso em diabéticos deve ser cauteloso
  • 2. Precaução: Ingerir o pó com grande volume de líquidos. Prescrever com cautela a pacientes com história de obstrução esofágica ou intestinal ou para aqueles com problemas de garganta ou de deglutição. Interação: As mucilagens são incompatíveis com álcool, taninos e sais de ferro, que causam sua precipitação. Pode ser associado com plantas antraquinônicas. Forma Galênica / Posologia: Pó (extrato de agar): 0,5 a 1g 2x ao dia, antes das refeições, juntamente c/ 2 copos de água. Alga (gracilaria covervoides): 2 a 5 gr/dia Referências Bibliogáricas: 1. TESKE, M.; TRENTINI, A M.M. Herbarium – Compêndio de Fitoterapia; 3ºed. revisada; 1997. 2. FETROW, C.W.; AVILA, J.R. Manual de Medicina Alternativa para o profissional; Guanabara Koogan, 2000.