FORGE - Apresentação

855 visualizações

Publicada em

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
855
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
347
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
4
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

FORGE - Apresentação

  1. 1. FORMAÇÃO DE GERENTES COM ÊNFASE EM NEGOCIAÇÃO Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  2. 2. CONTATOAdm. Esp.Sérgio Tessmann da Rocha sergio@advanceservices.com.br www.advanceservices.com.br 053 91556900 43 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  3. 3. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS1.1 Barreiras e Resistência a Mudanças 1. Status Quo 2. Motivação Pessoal 3. Cultura e Normas da Organização 4. Preocupações Pessoais 2 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  4. 4. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS1.2 O Nível de Segurança SentidaBarreiras e Resistência à Mudanças 1. Inerentes ao Indivíduo 2. Inerente ao Sistema 3 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  5. 5. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS 1.3 A Curva da Mudança Estágio 1 - Negação Estágio 2 - Resistência Estágio 3 - Exploração Estágio 4 - Compromisso 4 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  6. 6. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS 1.4 O Que é Gerencia? É solucionar problemas! É experimentar mudanças! É estar vivo! 5 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  7. 7. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS 1.5 A Arte de Gerenciar Mudanças Problemas GerenciarDecidir Implementar 6 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  8. 8. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS 1.6 As Dimensões do Gerenciar 1. Humanas 2. Econômica 3. Técnica “A boa gerencia é democrática na tomada dedecisões e ditatorial na implementação” 7 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  9. 9. 1. GERENCIANDO MUDANÇAS1.7 Imperativos da Tomada de Decisão 1. O que Fazer 2. Como Fazer 3. Quando Fazer 4. Quem Faz 8 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  10. 10. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA2.1 Como Desenvolver a Destreza Interpessoal 9 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  11. 11. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA 2.2 O Processo da Aprendizagem da Autenticidade 1. Olhar para si 2. Olhar para o outro 3. Transparência 4. Empatia 5. Aceitação incondicional do outro 10 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  12. 12. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA2.3 Os Componentes do Relacionamento 1. Comunicação 2. Tipos de Comunicação Agressiva Assertiva Passiva 11 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  13. 13. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA2.3 Os Componentes do Relacionamento 3. Feedback Importância Receber Dar 12 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  14. 14. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA 2.4 Motivação 1. Motivo (necessidade) Fisiológicas Segurança Social Estima Auto-realização 2. Objetivo (premiação) 13 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  15. 15. 2. CONTRATO DE COMPRA E VENDA 2.5 Estilos Pessoais de Atuação Batalhador Auxiliar Crítico 14 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  16. 16. 3. GESTÃO DO DESEMPENHO 3.1 Modelo de Gestão de Desempenho Orientado para ResultadosNovos Paradigmas na Gestão de Pessoas 15 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  17. 17. 3. GESTÃO DO DESEMPENHO3.2 Benefícios da Gestão do Desempenho Objetividade Desenvolvimento Recompensa 16 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  18. 18. 3. GESTÃO DO DESEMPENHOAlinhamento Estratégico dos RHs SABER QUERER FAZER 17 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  19. 19. 3. GESTÃO DO DESEMPENHO “Desempenho é produzir oresultados esperados com qualidade eagregando valor”. 18 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  20. 20. 4. NEGOCIANDO4.1 Habilidades necessáriasSaber comunicar (se fazer entender)Saber ouvir (entender) 19 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  21. 21. 4. NEGOCIANDO4.1.1 Habilidades de Relacionamento InterpessoalConhecer e mostrar suas forçasSolucionar conflitosConhecer a outra parte e necessidadesApresentar argumentosDesenvolver confiança 20 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  22. 22. 4. NEGOCIANDO4.1.1 Habilidades de Relacionamento InterpessoalSaber ouvirCriar um clima de cooperaçãoSer flexível 21 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  23. 23. 4. NEGOCIANDO Tecnologia de NegociaçãoPlanejar, executar e controlarArgumentos convincentesConcessões e superar conflitos 22 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  24. 24. 4. NEGOCIANDO Conhecendo seu NegócioInformação do negócioInformação inerente ao negócioBenefícios e vantagens 23 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  25. 25. 4. NEGOCIANDO 4.1.2 Planejamento“Medir duas vezes e cortar uma” 24 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  26. 26. 4. NEGOCIANDO Como Planejar?1. Diagnóstico da Situação Atual Informações das partes envolvidas Informações do produto 25 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  27. 27. 4. NEGOCIANDO Como Planejar?2. Estabelecimento de Metas Objetivos claros e tangíveis Concessões 26 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  28. 28. 4. NEGOCIANDO Como Planejar?3. Monitoramento Sistemático Divisão de tarefas Avaliar mudanças 27 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  29. 29. 4. NEGOCIANDO 4.2 Estilos da Negociação Quanto ao grau de formalidadeQuanto ao grau de comportamento 28 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  30. 30. 4. NEGOCIANDO Catalisador – Orientado para as Idéias De Forma Positiva - É percebido como: Criativo, empreendedor,entusiasmado, estimulante e persuasivo. - Para obter apoio: Usa habilidades sociais,usa idéias novas, persuade - Valoriza: Cumprimentos recebidos,reconhecimento 29 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  31. 31. 4. NEGOCIANDO Catalisador – Orientado para as Idéias De Forma Negativa - É percebido como: Superficial, exclusivista,impulsivo, inconstante - Difícil de crer - Sob tensão: Fala alto e rápido, agita-se eexplode 30 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  32. 32. 4. NEGOCIANDOControlador – Orientado para os Resultados De Forma Positiva - É percebido como: Decidido, rápido eobjetivo, assume riscos - Para obter apoio: Confia na eficiência, emtrabalho feito a tempo e a hora - Valoriza: Resultados e cumprimentos demetas 31 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  33. 33. 4. NEGOCIANDOControlador – Orientado para os Resultados De Forma Negativa - É percebido como: Exigente, crítico,impaciente, insensível e mandão - Sob tensão: Ameaça, impõe e torna-setirânico - Precisa aprender: Humildade e escutar osoutros 32 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  34. 34. 4. NEGOCIANDO Apoiador – Orientado para os Relacionamentos De Forma Positiva - É percebido como: Amável, compreensivo,joga para o time, bom ouvinte, prestativo - Para obter apoio: Faz amizades, trabalhapara o grupo, busca harmonia - Valoriza: Atenção que recebe, ser aceitopelas pessoas 33 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  35. 35. 4. NEGOCIANDO Apoiador – Orientado para os Relacionamentos De Forma Negativa - É percebido como: Perde tempo, fingido,evita conflitos, ineficiente - Sob tensão: Finge concordar, sabota, nãose manifesta - Precisa aprender: Autodeterminação efixação de metas 34 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  36. 36. 4. NEGOCIANDO Analítico – Orientado para os Procedimentos De Forma Positiva - É percebido como: Sério, organizado,paciente, cuidadoso, controlado - Para obter apoio: Mantém-se a par do queacontece, conhece o trabalho, especializa-se - Valoriza: Segurança, maior garantia 35 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  37. 37. 4. NEGOCIANDO Analítico – Orientado para os Procedimentos De Forma Negativa - É percebido como: Indeciso, meticuloso,teimoso, perfeccionista, procrastinador - Sob tenção: cala-se, retira-se ou evitaconflito - Precisa aprender: Tomar decisões maisrápido, arriscar mais 36 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  38. 38. 4. NEGOCIANDO4.3 Como Negociar com cada Estilo Catalisador - Idéias Apoiador - Relacionamentos Controlador - Resultados Analítico - Procedimentos 37 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  39. 39. 4. NEGOCIANDO4.4 Níveis de FlexibilidadeNível 4Nível 3Nível 2Nível 1 38 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  40. 40. 5. A FORÇA DAS EQUIPES “Equipe é um grupo com funcionamentoqualificado na busca de um objetivo coletivo” 39 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  41. 41. 5. A FORÇA DAS EQUIPES Desenvolver EquipesAumento da colaboração...Comunicação mais ampla...Aplicação eficiente dos recursos...Decisões e soluções de maior qualidade...Forte comprometimento...Qualidade... 40 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  42. 42. 5. A FORÇA DAS EQUIPES Quando se pensa em EquipeFoco nas pessoas e tarefas...Comprometimento... Informação Adesão SensibilizaçãoPadrões culturais...Projetos efetivos... 41 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  43. 43. 5. A FORÇA DAS EQUIPES 5.1 Grupo x Time Como distinguir um grupo de uma equipe?Quando um grupo pode ser considerado uma equipe? 42 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  44. 44. 5. A FORÇA DAS EQUIPES5.2 Dimensão no processo de grupo Dimensão Pessoal Dimensão Interpessoal Dimensão Intergrupal 43 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha
  45. 45. PROVADe acordo com que aprendemos, responda:Com base em sua vivência faça uma dissertação de comopodemos ser um agente de mudança, sendo gerente. Boa prova 43 Adm. Esp. Sérgio Tessmann da Rocha

×