SlideShare uma empresa Scribd logo
1 de 21
Baixar para ler offline
1




PROCESSO E PRODUÇÃO
GRÁFICA – AULA 02

 - UNIDADE I -
CONCEITOS BÁSICOS
A função do diretor de arte na Agência
O DIRETOR DE ARTE NA AGÊNCIA
2



       Atendimento
       Planejamento
       Mídia
       Criação (redator e diretor de arte)
       Produção
       Tráfego, pesquisas, RH, financeiro
O que faz um diretor de arte?
3



       Ele é antes de tudo um profissional de criação
       Sua função é criar anúncios para as mais diversas
        mídias
       Além de desenvolver layouts, o diretor de arte
        deve também criar textos e títulos para as
        campanhas.
       É o responsável por desenvolver o CONCEITO para
        uma campanha de propaganda.
PERFIL DO DIRETOR DE ARTE
4



       Deve gostar de criar, ser imaginativo.
       Deve sempre questionar e ousar.
       Deve gostar de quebrar as regras, mas sempre
        com responsabilidade
       Deve ter acima de tudo bom senso e bom gosto
PERFIL DO DIRETOR DE ARTE
5



       Deve ser versátil e ágil
       Deve ser observador
       Deve ser curioso (muitos anúncios são tirados de
        situações reais)
       Deve gostar de desafios
PERFIL DO DIRETOR DE ARTE
6



       Deve ter disposição para trabalhar (não dá para
        ser preguiçoso nessa área)
       Deve gostar de artes, desenhos
       Deve gostar de ler e escrever (estar sempre bem
        informado)
PERFIL DO DIRETOR DE ARTE
7



       Deve gostar de computador
       Deve ter paciência e aceitar críticas
       Deve se relacionar bem com as pessoas (ser
        sociável).
DIA-A-DIA DO DIRETOR DE ARTE
8



       Primeiramente ele pesquisa, estuda e lê muito.
       A informação é a mola propulsora do DIRETOR DE
        ARTE.
       Deve ter o hábito de ousar e inovar sempre.
       Bom senso, bom gosto e simplicidade sempre.
       Todo e qualquer anúncio deve ser moderno, atual e
        ao mesmo tempo simples.
DIRETOR DE ARTE X ARTE-FINALISTA
9



       DIRETOR DE ARTE
        Desempenha tarefas criativas

       ARTE-FINALISTA
        Desempenha tarefas técnicas
O DIRETOR DE ARTE
10



        É o responsável junto com o
         redator por criar idéias de um
         anúncio ou comercial.

        Deve ser capaz de ter
         sensibilidade para explorar
         novos caminhos até encontrar a
         idéia desejada.
O DIRETOR DE ARTE
11



        Dirige todo o processo visual
         desde o ROUGH até a arte
         final.
        Fará a estrutura básica de
         forma a delinear e direcionar
         o anúncio.
ARTE FINALISTA
12



        Responsável por fazer todo o tratamento
         detalhado das fotos, adiconar efeitos especiais,
         etc dentro da concepção determinada pelo
         diretor de arte.
        Ele apenas executa a idéia do diretor de arte.
DICAS PARA BOA CRIAÇÃO
13



                “Simplicidade e Criatividade devem
                         andar lado a lado”
                           (Fransesc Petit)

         “Um layout rebuscado demais serve apenas para
            confundir e espantar futuros compradores”
                          (David Ogilvy)
ETAPAS DA CRIAÇÃO
14
BRIEFING
15



        É o documento que contém todas as informações e
         orientações de que a agência necessita para
         trabalhar na concepção de uma campanha de
         propaganda.
BRIEFING
16



        Contexto do produto alinhado a mercado
        Estratégias de marketing do anunciante
        Orientações gerais da campanha
CONCEPÇÃO DA CAMPANHA
17



        Elaboração de mensagens publicitárias

        Elaboração dos canais de comunicação
CONCEPÇÃO DA CAMPANHA
18



     Elaboração de mensagens publicitárias
      Fatos

      Objetivos

      Público-alvo

      Promessa: atributo do produto, benefício e
       identificação valorizadora.
      Tom e personalidade da campanha
CONCEPÇÃO DA CAMPANHA
19



     Execução da Campanha
      Redação

      Arte

      Fotografia

      Design

      Alinhado todos os elementos a mídia adequada

       para a empresa ou produto
CONCEPÇÃO DA CAMPANHA
20



     Avaliação da Campanha
      Definir o campo de avaliação: a campanha toda ou

       apenas um dos elementos

        Definir os critérios de avaliação – apenas os
         objetivos ou também a comunicação em si.
21




      PROF. SERGIO XAVIER
     E-mail: sergiosx@gmail.com
     BLOG: www.profsergioxavier.wordpress.com

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

O que é Design Estratégico - Escola de Design Unisinos
O que é Design Estratégico - Escola de Design UnisinosO que é Design Estratégico - Escola de Design Unisinos
O que é Design Estratégico - Escola de Design UnisinosEscola de Design Unisinos
 
O Design como Diferencial Competitivo
O Design como Diferencial CompetitivoO Design como Diferencial Competitivo
O Design como Diferencial CompetitivoSoraia Novaes
 
Aulas de desenvolvimento de coleção
Aulas de desenvolvimento de coleçãoAulas de desenvolvimento de coleção
Aulas de desenvolvimento de coleçãoCris Maia
 
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431Valdir Soares
 
Ideia Viva Inteligência Estratégica e Comunicação
Ideia Viva Inteligência Estratégica e ComunicaçãoIdeia Viva Inteligência Estratégica e Comunicação
Ideia Viva Inteligência Estratégica e ComunicaçãoFernanda Brescia
 
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431Valdir Soares
 
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoIntrodução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoClaudia Bordin Rodrigues
 
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...gestaodesign
 
Fotografia publicitaria
Fotografia publicitaria   Fotografia publicitaria
Fotografia publicitaria Liliane Ennes
 
A importancia do Design na realidade empresarial
A importancia do Design na realidade empresarialA importancia do Design na realidade empresarial
A importancia do Design na realidade empresarialMário Barros
 
Gestão em Design - Conceitos - 01
Gestão em Design - Conceitos - 01Gestão em Design - Conceitos - 01
Gestão em Design - Conceitos - 01Prof.Valdir Soares
 
Planejamento de Produto I
Planejamento de Produto IPlanejamento de Produto I
Planejamento de Produto IMarcio Duarte
 
Design Industrial - Produto
Design Industrial - ProdutoDesign Industrial - Produto
Design Industrial - ProdutoValdir Soares
 
Gestão do Design Pós-graduação UFMA
Gestão do Design Pós-graduação UFMAGestão do Design Pós-graduação UFMA
Gestão do Design Pós-graduação UFMACândido Azeredo
 

Mais procurados (18)

O que é Design Estratégico - Escola de Design Unisinos
O que é Design Estratégico - Escola de Design UnisinosO que é Design Estratégico - Escola de Design Unisinos
O que é Design Estratégico - Escola de Design Unisinos
 
O Design como Diferencial Competitivo
O Design como Diferencial CompetitivoO Design como Diferencial Competitivo
O Design como Diferencial Competitivo
 
Design & Futuro
Design & FuturoDesign & Futuro
Design & Futuro
 
Historia das ideias
Historia das ideiasHistoria das ideias
Historia das ideias
 
Aulas de desenvolvimento de coleção
Aulas de desenvolvimento de coleçãoAulas de desenvolvimento de coleção
Aulas de desenvolvimento de coleção
 
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431
Metodologia do Projeto - Empresa Focada no Design - 0.1b.BAI431
 
Ideia Viva Inteligência Estratégica e Comunicação
Ideia Viva Inteligência Estratégica e ComunicaçãoIdeia Viva Inteligência Estratégica e Comunicação
Ideia Viva Inteligência Estratégica e Comunicação
 
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431
Metodologia do Projeto - Consultoria - 0.3.1.BAI431
 
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de ProjetoIntrodução a disciplina de Metodologia de Projeto
Introdução a disciplina de Metodologia de Projeto
 
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...
apres_O Modelo de Gestão do Design de Mozota: um estudo de caso na empresa Ri...
 
Fotografia publicitaria
Fotografia publicitaria   Fotografia publicitaria
Fotografia publicitaria
 
A importancia do Design na realidade empresarial
A importancia do Design na realidade empresarialA importancia do Design na realidade empresarial
A importancia do Design na realidade empresarial
 
Gestão em Design - Conceitos - 01
Gestão em Design - Conceitos - 01Gestão em Design - Conceitos - 01
Gestão em Design - Conceitos - 01
 
Planejamento de Produto I
Planejamento de Produto IPlanejamento de Produto I
Planejamento de Produto I
 
Account Planning
Account PlanningAccount Planning
Account Planning
 
Design Industrial - Produto
Design Industrial - ProdutoDesign Industrial - Produto
Design Industrial - Produto
 
Gestão do Design Pós-graduação UFMA
Gestão do Design Pós-graduação UFMAGestão do Design Pós-graduação UFMA
Gestão do Design Pós-graduação UFMA
 
Gerenciamento e gestão estratégica
Gerenciamento e gestão estratégicaGerenciamento e gestão estratégica
Gerenciamento e gestão estratégica
 

Destaque

Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digital
Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digitalAlex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digital
Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digitalAlex Anunciato
 
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...José Roberto Freitas
 
O que faz um redator publicitário?
O que faz um redator publicitário?O que faz um redator publicitário?
O que faz um redator publicitário?Aline Valek
 
1er Aniversari de Marc
1er Aniversari de Marc1er Aniversari de Marc
1er Aniversari de Marcdanivasco
 
Produção Gráfica 04 08 2016
Produção Gráfica 04 08 2016 Produção Gráfica 04 08 2016
Produção Gráfica 04 08 2016 Vanessa Balestrin
 
Apresentação Impressos N2 Mídia
Apresentação Impressos N2 MídiaApresentação Impressos N2 Mídia
Apresentação Impressos N2 MídiaN2 Midia
 
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IV
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IVA NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IV
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IVPedro Otaviano
 
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.Flux
 
Arte publicitária i direção de arte
Arte publicitária i   direção de arteArte publicitária i   direção de arte
Arte publicitária i direção de arteTaís Paranhos
 
Direção de Arte
Direção de ArteDireção de Arte
Direção de ArteYu Amaral
 
Teoria das cores aplicada ao design
Teoria das cores aplicada ao designTeoria das cores aplicada ao design
Teoria das cores aplicada ao designAntonio Alves
 
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigital
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigitalMobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigital
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigitalAleyda Solís
 

Destaque (16)

Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digital
Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digitalAlex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digital
Alex anunciato-portfolio-planejamento-estrategico-de-comunicacao-digital
 
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...
Artes Visuais - Trabalho Oficina de Produção de Eventos 2014 - Ação da Cidada...
 
O que faz um redator publicitário?
O que faz um redator publicitário?O que faz um redator publicitário?
O que faz um redator publicitário?
 
1er Aniversari de Marc
1er Aniversari de Marc1er Aniversari de Marc
1er Aniversari de Marc
 
Produção Gráfica 04 08 2016
Produção Gráfica 04 08 2016 Produção Gráfica 04 08 2016
Produção Gráfica 04 08 2016
 
Apresentação Impressos N2 Mídia
Apresentação Impressos N2 MídiaApresentação Impressos N2 Mídia
Apresentação Impressos N2 Mídia
 
⭐Produção gráfica
⭐Produção gráfica⭐Produção gráfica
⭐Produção gráfica
 
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IV
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IVA NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IV
A NOVA PROPAGANDA | REDAÇÃO PUBLICITÁRIA IV
 
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.
Redator Publicitário - Uma visão geral sobre a profissão.
 
Direção de arte
Direção de arteDireção de arte
Direção de arte
 
Arte publicitária i direção de arte
Arte publicitária i   direção de arteArte publicitária i   direção de arte
Arte publicitária i direção de arte
 
Direção de Arte
Direção de ArteDireção de Arte
Direção de Arte
 
Teoria das cores aplicada ao design
Teoria das cores aplicada ao designTeoria das cores aplicada ao design
Teoria das cores aplicada ao design
 
Direção de Arte Publicitária - Intro
Direção de Arte Publicitária - IntroDireção de Arte Publicitária - Intro
Direção de Arte Publicitária - Intro
 
Cores no design
Cores no designCores no design
Cores no design
 
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigital
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigitalMobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigital
Mobile-First SEO - The Marketers Edition #3XEDigital
 

Semelhante a Aula02 prod grafica

Teste_revista_planejamento1
Teste_revista_planejamento1Teste_revista_planejamento1
Teste_revista_planejamento1Bruna Ribeiro
 
SPP - Design e Direção de Arte
SPP - Design e Direção de ArteSPP - Design e Direção de Arte
SPP - Design e Direção de ArteECDD Infnet
 
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia DeEstruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia Dehenrysamara
 
Empreendedorismo (artístico e cultural)
Empreendedorismo (artístico e cultural)Empreendedorismo (artístico e cultural)
Empreendedorismo (artístico e cultural)Vitor Gonçalves
 
Principais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadePrincipais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadeRebeca Silva
 
Produção Gráfica - Estratégia de Design
Produção Gráfica - Estratégia de DesignProdução Gráfica - Estratégia de Design
Produção Gráfica - Estratégia de DesignOdair Cavichioli
 
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1CCA0331 redacaomidiasgraficasav1
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1Diego Moreau
 
Slide PV - Programação Visual.pptx......
Slide PV - Programação Visual.pptx......Slide PV - Programação Visual.pptx......
Slide PV - Programação Visual.pptx......Márcio Santos
 
Hd 2016.1 aula 2_o que e design
Hd 2016.1 aula 2_o que e designHd 2016.1 aula 2_o que e design
Hd 2016.1 aula 2_o que e designTicianne Darin
 
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...Ana Paula Viana
 
Design gráfico - Parte I
Design gráfico - Parte IDesign gráfico - Parte I
Design gráfico - Parte IMarcos Ferreira
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeIsis Noguti
 

Semelhante a Aula02 prod grafica (20)

Teste_revista_planejamento1
Teste_revista_planejamento1Teste_revista_planejamento1
Teste_revista_planejamento1
 
Aula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de ArteAula 1 - Direção de Arte
Aula 1 - Direção de Arte
 
SPP - Design e Direção de Arte
SPP - Design e Direção de ArteSPP - Design e Direção de Arte
SPP - Design e Direção de Arte
 
D.A - Aula 1.pdf
D.A - Aula 1.pdfD.A - Aula 1.pdf
D.A - Aula 1.pdf
 
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia DeEstruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
Estruturas BáSicas De Uma AgêNcia De
 
Empreendedorismo (artístico e cultural)
Empreendedorismo (artístico e cultural)Empreendedorismo (artístico e cultural)
Empreendedorismo (artístico e cultural)
 
Aula 1 fpp
Aula 1 fppAula 1 fpp
Aula 1 fpp
 
Principais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidadePrincipais departamentos de uma agência de publicidade
Principais departamentos de uma agência de publicidade
 
Produção Gráfica - Estratégia de Design
Produção Gráfica - Estratégia de DesignProdução Gráfica - Estratégia de Design
Produção Gráfica - Estratégia de Design
 
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1CCA0331 redacaomidiasgraficasav1
CCA0331 redacaomidiasgraficasav1
 
Slide PV - Programação Visual.pptx......
Slide PV - Programação Visual.pptx......Slide PV - Programação Visual.pptx......
Slide PV - Programação Visual.pptx......
 
Arte1em
Arte1emArte1em
Arte1em
 
Hd 2016.1 aula 2_o que e design
Hd 2016.1 aula 2_o que e designHd 2016.1 aula 2_o que e design
Hd 2016.1 aula 2_o que e design
 
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...
Profissão: Conheça sobre o curso de Publicidade e Propaganda e suas possibili...
 
YOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
YOU Educação: Apresentação - Euripedes MagalhãesYOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
YOU Educação: Apresentação - Euripedes Magalhães
 
Vendendo seu Peixe
Vendendo seu PeixeVendendo seu Peixe
Vendendo seu Peixe
 
Design 2013 - Cedaspy Manaus
Design 2013 - Cedaspy ManausDesign 2013 - Cedaspy Manaus
Design 2013 - Cedaspy Manaus
 
Design gráfico - Parte I
Design gráfico - Parte IDesign gráfico - Parte I
Design gráfico - Parte I
 
Atendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de PublicidadeAtendimento na Agência de Publicidade
Atendimento na Agência de Publicidade
 
Cv m02
Cv   m02Cv   m02
Cv m02
 

Mais de IBMR Laureate International Universities

A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresas
A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresasA visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresas
A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresasIBMR Laureate International Universities
 

Mais de IBMR Laureate International Universities (20)

Palestra como_criar_uma_logo_no_illustrator
 Palestra como_criar_uma_logo_no_illustrator Palestra como_criar_uma_logo_no_illustrator
Palestra como_criar_uma_logo_no_illustrator
 
Você está preparado para ser um profissional 3.0?
 Você está preparado para ser um profissional 3.0? Você está preparado para ser um profissional 3.0?
Você está preparado para ser um profissional 3.0?
 
A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresas
A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresasA visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresas
A visão das redes sociais como ferramenta de ampliação de negócios nas empresas
 
Aula13 editoracao eletronica
Aula13 editoracao eletronicaAula13 editoracao eletronica
Aula13 editoracao eletronica
 
Aula10 editoracao eletronica
Aula10 editoracao eletronicaAula10 editoracao eletronica
Aula10 editoracao eletronica
 
Aula07 midia digital
Aula07 midia digitalAula07 midia digital
Aula07 midia digital
 
Aula06 midia digital
Aula06 midia digitalAula06 midia digital
Aula06 midia digital
 
Aula03 editoracao eletronica
Aula03 editoracao eletronicaAula03 editoracao eletronica
Aula03 editoracao eletronica
 
Aula05 midia digital
Aula05 midia digitalAula05 midia digital
Aula05 midia digital
 
Aula04 midia digital
Aula04 midia digitalAula04 midia digital
Aula04 midia digital
 
Aula02 editoracao eletronica
Aula02 editoracao eletronicaAula02 editoracao eletronica
Aula02 editoracao eletronica
 
Aula01 editoracao eletronica
Aula01 editoracao eletronicaAula01 editoracao eletronica
Aula01 editoracao eletronica
 
Aula03 midia digital
Aula03 midia digitalAula03 midia digital
Aula03 midia digital
 
Aula02 midia digital
Aula02 midia digitalAula02 midia digital
Aula02 midia digital
 
Aula01 midia digital
Aula01 midia digitalAula01 midia digital
Aula01 midia digital
 
Aula01 - Estudo de Novas Mídias Digitais
Aula01 - Estudo de Novas Mídias DigitaisAula01 - Estudo de Novas Mídias Digitais
Aula01 - Estudo de Novas Mídias Digitais
 
Aula05 prod grafica
Aula05 prod graficaAula05 prod grafica
Aula05 prod grafica
 
Aula06 webdesign
Aula06 webdesignAula06 webdesign
Aula06 webdesign
 
Aula05 webdesign
Aula05 webdesignAula05 webdesign
Aula05 webdesign
 
Aula04 prod grafica
Aula04 prod graficaAula04 prod grafica
Aula04 prod grafica
 

Último

Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...nexocan937
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesGilbraz Aragão
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTEJoaquim Colôa
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...DominiqueFaria2
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Paula Meyer Piagentini
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfRafaela Vieira
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...azulassessoria9
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãodanielagracia9
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e Américawilson778875
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSdjgsantos1981
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxkarinasantiago54
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º BimestreProfaCintiaDosSantos
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfmarialuciadasilva17
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsxGilbraz Aragão
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...Unidad de Espiritualidad Eudista
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Mary Alvarenga
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfceajajacu
 

Último (20)

Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
Minha Luta (Mein Kampf), A História do País que Lutou contra a União Soviétic...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Primeira Série do E.M.
 
Modelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das ReligiõesModelos Evolutivos em História das Religiões
Modelos Evolutivos em História das Religiões
 
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE”       _
“O AMANHÃ EXIGE O MELHOR DE HOJE” _
 
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTECAMINHOS PARA  A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
CAMINHOS PARA A PROMOÇÃO DA INLUSÃO E VIDA INDEPENDENTE
 
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
A FORMAÇÃO DO SÍMBOLO NA CRIANÇA -- JEAN PIAGET -- 2013 -- 6ced7f10b1a00cd395...
 
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
Estudo Dirigido de Literatura / Terceira Série do E.M.
 
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdfLivro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
Livro de bio celular e molecular Junqueira e Carneiro.pdf
 
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
Com base no excerto acima, escreva um texto explicando como a estrutura socia...
 
atividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetizaçãoatividades diversas 1° ano alfabetização
atividades diversas 1° ano alfabetização
 
Modernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e AméricaModernidade perspectiva sobre a África e América
Modernidade perspectiva sobre a África e América
 
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOSUM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
UM CURSO DE INFORMATICA BASICA PARA IDOSOS
 
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptxFree-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
Free-Netflix-PowerPoint-Template-pptheme-1.pptx
 
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º BimestreLer e compreender 7º ano -  Aula 7 - 1º Bimestre
Ler e compreender 7º ano - Aula 7 - 1º Bimestre
 
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdfTIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
TIPOS DE DISCURSO - TUDO SALA DE AULA.pdf
 
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil  2023.ppsxA área de ciências da religião no brasil  2023.ppsx
A área de ciências da religião no brasil 2023.ppsx
 
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptxSlides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
Slides Lição 2, Betel, Ordenança para participar da Ceia do Senhor, 2Tr24.pptx
 
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
A Unidade de Espiritualidade Eudista se une ao sentimiento de toda a igreja u...
 
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
Poema em homenagem a Escola Santa Maria, pelos seus 37 anos.
 
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdfPARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
PARC 2024 Cadastro de estudante, turma e enturmação - BAHIA (2).pdf
 

Aula02 prod grafica

  • 1. 1 PROCESSO E PRODUÇÃO GRÁFICA – AULA 02 - UNIDADE I - CONCEITOS BÁSICOS A função do diretor de arte na Agência
  • 2. O DIRETOR DE ARTE NA AGÊNCIA 2  Atendimento  Planejamento  Mídia  Criação (redator e diretor de arte)  Produção  Tráfego, pesquisas, RH, financeiro
  • 3. O que faz um diretor de arte? 3  Ele é antes de tudo um profissional de criação  Sua função é criar anúncios para as mais diversas mídias  Além de desenvolver layouts, o diretor de arte deve também criar textos e títulos para as campanhas.  É o responsável por desenvolver o CONCEITO para uma campanha de propaganda.
  • 4. PERFIL DO DIRETOR DE ARTE 4  Deve gostar de criar, ser imaginativo.  Deve sempre questionar e ousar.  Deve gostar de quebrar as regras, mas sempre com responsabilidade  Deve ter acima de tudo bom senso e bom gosto
  • 5. PERFIL DO DIRETOR DE ARTE 5  Deve ser versátil e ágil  Deve ser observador  Deve ser curioso (muitos anúncios são tirados de situações reais)  Deve gostar de desafios
  • 6. PERFIL DO DIRETOR DE ARTE 6  Deve ter disposição para trabalhar (não dá para ser preguiçoso nessa área)  Deve gostar de artes, desenhos  Deve gostar de ler e escrever (estar sempre bem informado)
  • 7. PERFIL DO DIRETOR DE ARTE 7  Deve gostar de computador  Deve ter paciência e aceitar críticas  Deve se relacionar bem com as pessoas (ser sociável).
  • 8. DIA-A-DIA DO DIRETOR DE ARTE 8  Primeiramente ele pesquisa, estuda e lê muito.  A informação é a mola propulsora do DIRETOR DE ARTE.  Deve ter o hábito de ousar e inovar sempre.  Bom senso, bom gosto e simplicidade sempre.  Todo e qualquer anúncio deve ser moderno, atual e ao mesmo tempo simples.
  • 9. DIRETOR DE ARTE X ARTE-FINALISTA 9  DIRETOR DE ARTE Desempenha tarefas criativas  ARTE-FINALISTA Desempenha tarefas técnicas
  • 10. O DIRETOR DE ARTE 10  É o responsável junto com o redator por criar idéias de um anúncio ou comercial.  Deve ser capaz de ter sensibilidade para explorar novos caminhos até encontrar a idéia desejada.
  • 11. O DIRETOR DE ARTE 11  Dirige todo o processo visual desde o ROUGH até a arte final.  Fará a estrutura básica de forma a delinear e direcionar o anúncio.
  • 12. ARTE FINALISTA 12  Responsável por fazer todo o tratamento detalhado das fotos, adiconar efeitos especiais, etc dentro da concepção determinada pelo diretor de arte.  Ele apenas executa a idéia do diretor de arte.
  • 13. DICAS PARA BOA CRIAÇÃO 13  “Simplicidade e Criatividade devem andar lado a lado” (Fransesc Petit)  “Um layout rebuscado demais serve apenas para confundir e espantar futuros compradores” (David Ogilvy)
  • 15. BRIEFING 15  É o documento que contém todas as informações e orientações de que a agência necessita para trabalhar na concepção de uma campanha de propaganda.
  • 16. BRIEFING 16  Contexto do produto alinhado a mercado  Estratégias de marketing do anunciante  Orientações gerais da campanha
  • 17. CONCEPÇÃO DA CAMPANHA 17  Elaboração de mensagens publicitárias  Elaboração dos canais de comunicação
  • 18. CONCEPÇÃO DA CAMPANHA 18 Elaboração de mensagens publicitárias  Fatos  Objetivos  Público-alvo  Promessa: atributo do produto, benefício e identificação valorizadora.  Tom e personalidade da campanha
  • 19. CONCEPÇÃO DA CAMPANHA 19 Execução da Campanha  Redação  Arte  Fotografia  Design  Alinhado todos os elementos a mídia adequada para a empresa ou produto
  • 20. CONCEPÇÃO DA CAMPANHA 20 Avaliação da Campanha  Definir o campo de avaliação: a campanha toda ou apenas um dos elementos  Definir os critérios de avaliação – apenas os objetivos ou também a comunicação em si.
  • 21. 21  PROF. SERGIO XAVIER E-mail: sergiosx@gmail.com BLOG: www.profsergioxavier.wordpress.com