NEEMIAS: Integridade e coragem em tempos de crise
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém "Assim, edificamos omuro, e todo o muro secerrou até sua metade; porque o ...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém                    A crise, apesar de seu                    desconforto, ...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de JerusalémNesta lição, estudaremos o capítulo três do livrode Neemias. Veremos o sign...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém                                       Porta: entrada; acesso para algum lu...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém2. A porta do Peixe. Não se sabe ao certo o porquê desse nome.Todavia, segu...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém1. A Porta Velha (Ne 3.6; 12.39). Localizada na parte mais antiga dacidade,...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém2. A Porta do Vale (Ne 3.13). Dando acesso ao vale localizado na parteoeste...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém  1. A Porta do Monturo (Ne 2.13; 3.14). Segundo o Dicionário Bíblico Wycli...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém   2. A Porta da Fonte (Ne 3.15). Essa porta ficava próxima ao Tanque deSil...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém  3. Porta de Micfade ou Porta da Guarda (Ne 3.31). Localizada na seçãonord...
Lição 3 – Aprendendo com as Portas de JerusalémAprendemos, nesta aula, preciosas lições com as portas de Jerusalém.Roguemo...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Lição 3 aprendendo com as portas de jerusalém

4.496 visualizações

Publicada em

Lição 3 do 4º trimestre da EBD - CPAD

Publicada em: Educação
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
4.496
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
168
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
132
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Lição 3 aprendendo com as portas de jerusalém

  1. 1. NEEMIAS: Integridade e coragem em tempos de crise
  2. 2. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém "Assim, edificamos omuro, e todo o muro secerrou até sua metade; porque o coração do povo se inclinava a trabalhar" (Ne 4:6)
  3. 3. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém A crise, apesar de seu desconforto, sempre nos abre grandes e oportunas portas.
  4. 4. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de JerusalémNesta lição, estudaremos o capítulo três do livrode Neemias. Veremos o significado espiritual dealgumas portas de Jerusalém. A cidadeSanta, como todos sabemos, era grande.Logo, eram necessárias várias portas deacesso, para que a sua vida corresse normalmente.Mas, o que fazer, se as portas estavam queimadase os muros fendidos? Nessas condições, Jerusalémtornava-se presa fácil par os inimigos. A únicasolução era reerguer as portas e reconstruir osmuros, apesar do desconforto da crise.Homem algum seria capaz de realizar tal obrasozinho. Era preciso unidade e esforço. Opovo, entretanto, encorajado por Neemias, aceitouo desafio da reconstrução."
  5. 5. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém
  6. 6. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém Porta: entrada; acesso para algum lugar 1. A porta do gado ou das ovelhas. De acordo com os estudiosos, essa porta situava-se na entrada mais oriental do lado norte das muralhas de Jerusalém. Em algumas versões, é chamada de a Porta das Ovelhas. Junto a essa porta, no tempo de Jesus, havia um tanque de Betesda, onde o Salvador curou o paralítico, enfermo havia trinta e oito anos. Essa porta foi edificada pelos sacerdotes (Ne 3:11).A porta das Ovelhas é uma figura de Cristo - a Porta da Salvação e o BomPastor. Não há salvação senão em Jesus e por Jesus. Cristo libertou-nos dopecado e da condenação eterna. O Sumo Pastor morreu por nossasiniquidades, libertando-nos do castigo do pecado, que é a morte. Como Igrejado Senhor, devemos proclamar ao mundo, que Jesus é o único caminho que nosleva a Deus. A porta da salvação está aberta. Aproveite a oportunidade. Entre.Jesus está à sua espera.
  7. 7. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém2. A porta do Peixe. Não se sabe ao certo o porquê desse nome.Todavia, segundo o Dicionário Bíblico Wycliffe, o nome provavelmenteveio do fato de os peixes da Galileia serem comercializados naquelasimediações.Essa porta faz-nos lembrar que Jesuschamou-nos para sermos "pecadoresde homens". Todo crente tem o deverde ganhar almas par o Reino deDeus, seja elepastor, missionário, diácono, professorda Escola Dominical. Não podemosnegligenciar a evangelização. A Igrejarecebeu de Cristo a incumbência deproclamar o Evangelho a todacriatura. Você tem cumprido a suamissão?
  8. 8. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém1. A Porta Velha (Ne 3.6; 12.39). Localizada na parte mais antiga dacidade, a Porta Velha pode ser tomada como imagem da legítima doutrinacristã. Esta, apesar de sua antiguidade, jamais será derribada quer peloliberalismo teológico, quer pelo pós-modernismo. Ela assemelha-se aosportões dos castelos milenares: resiste ao tempo e jamais será tida comoultrapassada, pois imprescindível à nossa segurança. A Bíblia Sagrada, deonde extraímos a nossa doutrina, começou a ser escrita há quatro milanos aproximadamente, e nem por isso é tida como fora de moda: aPalavra de Deus é para sempre (1 Pe 1.24,25).Muitos são os que procuram as portas do humanismo, dorelativismo e dos modismos com suas extravagânciaslitúrgicas. E o que diremos dos pregadores que secomportam como gurus da autoajuda? Zelemos pela sãdoutrina, para que os mercenários não se apossem dorebanho de Cristo (Tt 2.1).
  9. 9. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém2. A Porta do Vale (Ne 3.13). Dando acesso ao vale localizado na parteoeste de Jerusalém, essa porta lembra-nos humilhação, quebrantamentoe contrição na presença de Deus. O Senhor agrada-se de um espírito quebrantado e de um coração abatido (Sl 51.17b). Neemias era exatamente assim. Ele tinha consciência dos seus pecados e dos erros do seu povo. Em sua oração, confessa: “Pecamos contra ti; também eu e a casa de meu pai pecamos” (Ne 1.6). Se você deseja ter êxito como líder, humilhe-se e constranja- se diante do Senhor.
  10. 10. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém 1. A Porta do Monturo (Ne 2.13; 3.14). Segundo o Dicionário Bíblico Wycliffe, “essaporta recebeu este nome porque o lixo da cidade era levado através dela para serqueimado no vale de Hinom”. Que lição nos traz a Porta do Monturo? A igreja e afamília devem ter cuidado para não se contaminar com o lixo deste mundo:heresias, apostasias, imoralidades e mentiras. Se não tomarmos cuidado, todo esse lixo invadirá nossos lares por intermédio da mídia. Infelizmente, muitos são os que passam horas seguidas diante da tevê e da internet, permitindo que a abominação lhes entre pela casa. A Palavra de Deus adverte-nos: “Não meterás, pois, abominação em tua casa, para que não sejas anátema” (Dt 7.26). Os programas de TV, com raras exceções, estimulam a prostituição, o adultério, a fornicação e o homossexualismo. Tomemos cuidado, pois, com o que vemos, ouvimos e lemos, pois as Sagradas Escrituras alertam-nos a não colocarmos coisas más diante dos nossos olhos (Sl 101.3). Querido irmão, não se contamine com o lixo desse mundo!
  11. 11. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém 2. A Porta da Fonte (Ne 3.15). Essa porta ficava próxima ao Tanque deSiloé, ou Tanque do Rei. A Porta da Fonte não é uma figura bastante forte daPalavra de Deus? Ela nos mata a sede espiritual, limpa-nos de todo o pecado evivifica-nos a alma (Sl 119.50). Muitos já não recorrem mais a essa fonte e oresultado é a sequidão espiritual. Preferem as cisternas rotas deste mundo (Jr2.13). Tem você bebido regularmente da fonte da água da vida? Jesus é a portada vida eterna.
  12. 12. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de Jerusalém 3. Porta de Micfade ou Porta da Guarda (Ne 3.31). Localizada na seçãonordeste de Jerusalém, a Porta da Guarda, ao que tudo indica, ficava adjacenteao Templo. Ela faz-nos lembrar a guarda dos preceitos divinos: “Inclinei o meucoração a guardar os teus estatutos, para sempre, até ao fim” (Sl 119.112). Se quisermos as bênçãos do Senhor, obedeçamos aos seus preceitos. Se osdeixarmos, arcaremos com pesadas consequências: miséria e destruição. Assimse deu com Judá, cujos habitantes, por ignorarem a Lei de Deus, além decontemplarem a destruição de Jerusalém, amargaram um cativeiro de setentaanos em Babilônia. O líder autêntico incentiva o povo a obedecer e a amar aPalavra de Deus.
  13. 13. Lição 3 – Aprendendo com as Portas de JerusalémAprendemos, nesta aula, preciosas lições com as portas de Jerusalém.Roguemos a Deus que nos ensine a discernir todos os momentos denossas lutas e provações, para que sejamos sempre sábios. Ascrises, apesar de seu desconforto, sempre nos tornam mais sábiosespiritualmente. Foi o que aconteceu com Neemias. Por: Pb. Sergio Roberto - A.D. Plenitude da Fé – M.C

×