03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica
http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise...
03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica
http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise...
03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica
http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise...
03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica
http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Figuras gráficas básicas (7) introdução à análise gráfica

186 visualizações

Publicada em

Figuras gráficas básicas (7) introdução à análise gráfica

Publicada em: Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
186
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
5
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Figuras gráficas básicas (7) introdução à análise gráfica

  1. 1. 03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise­grafica/1209­figuras­graficas­basicas­7­introducao­a­analise­grafica?tmpl=component&print=… 1/4 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica Seg, 02 de Maio de 2011 00:44 CNPI Leandro Martins O artigo de hoje traz detalhes sobre figuras gráficas básicas. As figuras são teoricamente divididas em continuidade e reversão, pois com maior freqüência elas resultam nessas ações. Porém, é recomendável aguardar a confirmação do rompimento para confirmar a continuidade ou reversão do preço do ativo. Vamos conhecer as figuras de acordo com sua característica.     Figuras de continuidade Retângulo: formado por um nível de suporte e resistência. Veja um primeiro exemplo: No retângulo exemplificado abaixo há outro nível de suporte e resistência no interior do retângulo. Veja: Triangulo: formado por duas linhas de tendência onde o preço passa a rebater em seu interior, até romper para um dos lados. Veja um primeiro exemplo:
  2. 2. 03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise­grafica/1209­figuras­graficas­basicas­7­introducao­a­analise­grafica?tmpl=component&print=… 2/4 No exemplo abaixo, podem ser vistos um retângulo que deu continuidade à sua tendência e alcançou seu objetivo, um triângulo descendente que deu continuidade à sua tendência e em seguida outro triângulo descendente que foi rompido contra a sua tendência (fato comum em se tratando de triângulos não simétricos): Bandeira/Flâmula: formadas por um mastro (que é a impulsão da tendência formada) e por uma área de formação lateral (momento em que há uma indefinição da continuidade da tendência). Veja um primeiro exemplo: Figuras de reversão Ombro­Cabeça­Ombro (OCO): Em um movimento de alta, há a formação de um topo (ombro esquerdo) seguido por um topo mais alto (cabeça); após essa formação, há um enfraquecimento e a formação de um terceiro topo (ombro direito) abaixo do topo anterior e semelhante ao outro topo (ombro
  3. 3. 03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise­grafica/1209­figuras­graficas­basicas­7­introducao­a­analise­grafica?tmpl=component&print=… 3/4 esquerdo). Abaixo desses três topos, há um suporte respeitado (reta pescoço) que, se rompido após o terceiro topo, dará inicio à consolidação da formação que alcançará o objetivo da amplitude do segundo topo (cabeça). Vale ressaltar que a formação apenas é confirmada com o rompimento da linha de pescoço. Veja: É comum o ombro direito ser o pullback da linha de tendência de alta (LTA) rompida, conforme ilustrado no gráfico abaixo: Topo Duplo: formação de dois topos consecutivos no mesmo nível, identificado pela letra M. A formação é confirmada após o rompimento do último fundo e o objetivo é calculado projetando para baixo a amplitude da última perna de alta, de forma que a formação seja simétrica com sua porção anterior. Veja:
  4. 4. 03/02/2015 Figuras Gráficas Básicas ­ (7) Introdução à Análise Gráfica http://www.analisetecnicaacoes.com.br/intro­analise­grafica/1209­figuras­graficas­basicas­7­introducao­a­analise­grafica?tmpl=component&print=… 4/4 Fundo Duplo: formação de dois fundos consecutivos no mesmo nível, identificado pelo letra W. A formação é confirmada após rompimento do último topo e o objetivo é calculado projetando para cima a amplitude da última perna de baixa, de forma que a formação seja simétrica com sua porção anterior. Veja: Em nosso próximo artigo seguiremos na apresentação da teoria da Análise Gráfica e apresentaremos as figuras gráficas mais avançadas.

×