Aula 11 - Sexo e Espiritismo - Mocidade Espírita Chico Xavier

21.713 visualizações

Publicada em

0 comentários
20 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
21.713
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
1.185
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
482
Comentários
0
Gostaram
20
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Aula 11 - Sexo e Espiritismo - Mocidade Espírita Chico Xavier

  1. 1. Mocidade Espírita Chico Xavier Aula 11 Sexo/Espiritismo 16-08-2013 Facilitadoras: Scheila Fássio Lima de Paiva Tânia Mara Lima Dias Endereço: Rua Silviano Brandão, 419 – Centro Machado – MG
  2. 2. Sexo e Espiritismo Atributo respeitável e profundamente puro da natureza, exigindo educação e controle. Força criadora que possibilita ao homem a oportunidade da reencarnação, as bênçãos do lar e da família, as alegrias do afeto, e o tesouro dos estímulos espirituais. Sexo é vida a serviço da felicidade e da harmonia do universo. O sexo é força criativa no relacionamento sexual ,é imperioso considerar o outro. A emoção sexual atinge corpo e espírito e não apenas os órgãos sexuais, o espiritismo propõe uma sexualidade: Que esteja longe dos extremos,a serviço da vida numa perspectiva de respeito e responsabilidade conectada a afetividade seu uso cuidadoso e amoroso. Divaldo Pereira Franco. Leis Morais da Vida. Pelo Espírito Joanna de Ângelis.
  3. 3. Energia Sexual Os compromissos na vida sexual estão subordinados à lei de causa e efeito, devendo-se observar como, com quem, e para que se utiliza de semelhante recurso. Para estudar e compreender sexo, é necessário deslocarmos nossa visão do campo estritamente fisiológico e projetá-la no campo ilimitado do Espírito imortal. Emmanuel
  4. 4. Energia sexual seu uso adequado Fundamental para o desenvolvimento pessoal. Exercício da criatividade, amor e harmonia. Sustentado por uma afetividade sincera trás equilíbrio. Emmanuel
  5. 5. Sociedade Contemporânea A sociedade contemporânea encontra-se em grave momento de conduta em relação ao sexo, particularmente na adolescência. Superada a ignorância do passado, contempla, assustada, os desastres morais do presente, sofrendo terríveis incertezas acerca do futuro. A orientação sexual sadia é a única alternativa para o equilíbrio na adolescência, como base de segurança para toda a reencarnação. A adolescência é a formosa fase da existência física, na qual o sonho e a fantasia dão-se as mãos, na busca do fantástico e do deslumbramento. Descobrindo a própria sexualidade e a do seu próximo, a curiosidade povoa-lhe o universo da mente e os desejos espocam (Rebentar com barulho ou como pipocas.)no corpo em forma de ansiedade, às vezes mal contida. CONDUTA ESPÍRITA – VIVÊNCIA EVANGÉLICA
  6. 6. Assim, homens e mulheres raciocinando numa atmosfera mental caótica, permitem aos obsessores do invisível colocar em prática seus interesses na desintegração familiar e social, bem como, retardar o progresso Espiritual, mantendo a grande maioria das criaturas, que se afinam com seus ideais, sob controle e, com isto, preservam os meios para saciar os seus desejos que não foram corrigidos enquanto encarnado. Como ninguém foge aos imperativos da Lei de Deus, esses seres, que causaram desvario sexual, resgatarão em reencarnações futuras à duras penas, podendo ser portadores de doenças eminentemente cármicas, a epilepsia, a lepra, a paranóia, a hidrocefalia, o mongolismo e outras moléstias, como também ter como obsessores vários dos que foram prejudicados em caminhadas anteriores. Ao invés de oferecer preservativos, para evitar a contaminação, deveria ser ministrado um pouco de Evangelização, pois este seria o remédio para curar os males que nós mesmos causamos em nossas múltiplas reencarnações. Adolescência e Vida - Joanna de Ângelis
  7. 7. Magnetismo, Atração Sexual e Evolução: É através dos recursos magnéticos do sexo que as criaturas humanas e os seres dos reinos inferiores se atraem, formando os casais e as famílias, garantindo a preservação da vida no planeta e no Universo.
  8. 8. Sexo no século passado Sexualidade reprimida Repressão religiosa - Sexo sujo Papel da mulher - Objeto Papel do homem - Liberdade de parceiras Através das várias encarnações assimilamos esta realidade.
  9. 9. Sexo no século atual Sociedade erotizada Vulgarizado e barateado pelos meios de comunicação de massa. Cresce hoje o vil mercado das sensações, em completo desrespeito e desconsideração pelo ser humano.
  10. 10. Repressão x Compulsão Sexual Repressão: A repressão tende a fazer o caminho oposto que é o da sexualidade sem responsabilidade. Compulsão:Atos inconseqüentes geram abuso e falta de saciedade. Trazendo graves problemas para nossa sociedade.Causando sofrimentos tanto quanto os causados pelas castrações como: Doenças, abortos, lesões afetivas, maternidade e paternidade irresponsáveis, crianças abandonadas, vampirismo espiritual, obsessão, transtornos mentais e físico, etc. Sentimos dificuldades de entender a grandeza do sexo na Vida Universal, em virtude de reduzirmos suas funções a órgãos e sensações do corpo físico.
  11. 11. Sexo e Espírito Espírito primário: posse/subjugação Espírito em crescimento: início da sensibilidade onde a energia sexual é base para a relação pessoa/pessoa. Autodisciplina: administração da carga sexual. O sexo deve ser comandado e não comandar as ações do espírito.
  12. 12. Sexo exige Educação Controle Responsabilidade Discernimento Sexo : Não proibição mas educação. Não abstinência imposta mas emprego com respeito ao outro e a si mesmo. Não impulso livre mas responsabilidade. Não indisciplina mas controle. Emmanuel
  13. 13. Reflexão "Sexo é espírito e vida, a serviço da felicidade e da harmonia do Universo. Reclama responsabilidade e discernimento, onde e quando se expresse. Por isso mesmo, nossos irmãos e irmãs precisam e devem saber o que fazem com as energias genésicas (sexuais), observando como, com quem e para que se utilizam de semelhantes recursos, entendendo-se que todos os compromissos na vida sexual estão igualmente subordinados à Lei de Causa e Efeito; e segundo esse exato princípio, de tudo o que dermos a outrem, no mundo afetivo, outrem também nos dará.“ Do livro "Vida e Sexo", Francisco Cândido Xavier, pelo espírito Emmanuel
  14. 14. Regra Três Tantas você fez que ela cansou (Nunca devemos brincar com o sentimento de ninguém) Porque você, rapaz Abusou da regra três Onde menos vale mais Da primeira vez ela chorou Mas resolveu ficar É que os momentos felizes Tinham deixado raízes no seu penar Depois perdeu a esperança Porque o perdão também cansa de perdoar (Perdoar sempre o mesmo erro pode ser conivência) Tem sempre o dia em que a casa cai (Um dia iremos receber de volta o que fizemos, é inevitável) Pois vai curtir seu deserto, vai. Mas deixe a lâmpada acesa Se algum dia a tristeza quiser entrar E uma bebida por perto (A fuga através da bebida é comum nestes casos) Porque você pode estar certo que vai chorar. Tudo que fizermos ao próximo,é a nós mesmos que faremos. Pensem nisso! Vinícios de Moraes Hoje faremos a leitura dessa música sobre a ótica, da lei de causa e efeito.

×