Publicdade e propaganda ii perfil cargos e funções

599 visualizações

Publicada em

Publicdade e Propaganda

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
599
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
3
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
9
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide
  • <number>
  • Publicdade e propaganda ii perfil cargos e funções

    1. 1. Material como cortesia do Professor Mestre Sérgio Duarte Referência da aula: Perfil, cargos e funções
    2. 2. Planejamento Estratégico Uma organização é dividida em níveisUma organização é dividida em níveis Sócios da organização NÍVEL ESTRATÉGICO NÍVEL OPERACIONAL NÍVEL TÁTICO Sócios da organização Diretoria NÍVEL ESTRATÉGICO NÍVEL OPERACIONAL NÍVEL TÁTICO Diretoria Diretoria Gerentes Gerentes Gerentes ...... ......
    3. 3. O Profissional de Propaganda • São Publicitários aqueles que, em caráter regular e permanente, exercem funções de natureza técnica da especialidade, nas Agências de Propaganda, nos Veículos de Divulgação, ou em quaisquer empresas nas quais se produza propaganda.
    4. 4. PERFIL, CARGOS E FUNÇÕES 1. Planejamento (Diretor de Planejamento) – Perfil • Ser arrojada, empreendedora, líder; • Ter visão ampla de mercado; • Ter experiência em agência e cliente. – Funções • Planejar as diretrizes da campanha; • Dividir a verba entre produção e mídia.
    5. 5. PERFIL, CARGOS E FUNÇÕES 2. Atendimento – Perfil (semelhante ao do Planejamento) • Ser arrojada, empreendedora, líder; • Ter visão ampla de mercado; • (Experiência em agência e cliente desejável). – Funções • Fazer o elo de ligação Agência/Cliente; • Levantar o briefing; • Abrir e acompanhar o JOB /PIT; • Fazer relatórios de visitas.
    6. 6. PERFIL, CARGOS E FUNÇÕES 3. Mídia – Perfil • Ser organizada; • Ter familiaridade com ciências humanas e exatas; • Ser criativa, curiosa e observadora. – Funções • Desenvolver o plano de mídia; • Analisar pesquisas; • Manter contato com veículos; • Controlar e avaliar as campanhas.
    7. 7. PERFIL, CARGOS E FUNÇÕES 4. Criação (Criativo) – Diretor de Criação • Redator e Diretor de Arte – Perfil • Ser curioso, observador e estudioso; • Ter habilidade redacional; • Ter habilidade com softwares gráficos. – Funções • Redigir; criar imagens; • Equilibrar, harmonicamente, textos e imagens;
    8. 8. Planejamento Estratégico • Análise Ambiental • Missão • Objetivos / metas • Estratégias Político – LegalPolítico – Legal EconômicoEconômico SocialSocial TecnológicoTecnológico CompetitivoCompetitivo
    9. 9. Planejamento Estratégico • Análise Ambiental • Missão • Objetivos / metas • Estratégias O que a empresaO que a empresa pretende fazer quanto a:pretende fazer quanto a:  Produtos/serviçosProdutos/serviços  ClientesClientes  FuncionáriosFuncionários  FornecedoresFornecedores  ComunidadeComunidade
    10. 10. Planejamento Estratégico • Análise Ambiental • Missão • Objetivos / metas • Estratégias  Retorno deRetorno de InvestimentosInvestimentos  Posição de mercadoPosição de mercado  ReputaçãoReputação  ResponsabilidadeResponsabilidade SocialSocial  QualidadeQualidade
    11. 11. Planejamento Estratégico • Análise Ambiental • Missão • Objetivos / metas • Estratégias  CrescimentoCrescimento  EstabilidadeEstabilidade  ReduçãoRedução  Liderança em custosLiderança em custos  DiferenciaçãoDiferenciação  FocoFoco
    12. 12. Planejamento Tático e Operacional • Planejamento Tático – É realizado por todos os departamentos subordinados à diretoria geral da empresa. – Marketing é um dos departamentos. • Planejamento Operacional – Compreende os planos de ação e a determinação nominal das taferas.
    13. 13. EM BUSCA DE CLIENTES • Conhecimento • Relacionamento • Especialização (pessoal e de mercado) • Palestras • Aparência
    14. 14. O que é Negociação ? • Negociar é enfrentar para encontrar soluções • Negociação é um processo de alcançar objetivos por meio de um acordoacordo nas situações em que existam interesses comuns, complementares e opostos, isto é, conflitos, divergências e antagonismos de interesses, idéias e posições. (Wanderley, 1998) • As pessoas negociam o tempo todo...
    15. 15. Pessoas negociam o tempo todo MOTIVOS: Para criar algo novo que nenhuma das partes poderia fazer por si só, ou: Para resolver um problema ou uma disputa entre partes
    16. 16. • Às vezes, as pessoas não conseguem negociar porque não percebem que estão em uma situação de barganha. Ao optarem por outras alternativas além da negociação, essas podem não identificar uma boa oportunidade e acabar não alcançando os objetivos, ou elas podem acabar não lidando com seus problemas da maneira como gostariam.
    17. 17. INTERDEPENDÊNCIA As partes precisam uma da outra... • O COMPRADOR NÃO PODE COMPRAR A NÃO SER QUE ALGUÉM VENDA, e vice-versa.
    18. 18. INTERDEPENDÊNCIA • RELAÇÕES INTERDEPENDENTES SÃO COMPLEXAS E TÊM UM DESAFIO ESPECIAL.POIS, SÃO MAIS COMPLEXAS QUE AS SITUAÇÕES EM QUE AS PARTES SÃO INDEPENDENTES OU EM QUE APENAS UMA DAS PARTES É DEPENDENTE DA OUTRA. (ex. patrão e empregado)
    19. 19. INTERDEPENDÊNCIA • Partes interdependentes caracterizam- se por objetivos interligados – as partes precisam uma da outra para alcançar seus objetivos (ex. um jogo de damas entre duas pessoas)
    20. 20. Condutas básicas • Postura ganha/perde O negociador está interessado apenas na satisfação dos seus próprios interesses, mesmo que isso represente danos para o outro lado
    21. 21. Condutas básicas • Postura ganha/ganha O negociador parte do princípio de que um bom acordo é aquele que satisfaz os interesses de ambos os lados (solution providers), buscam pontos de convergência.
    22. 22. Condutas básicas • Postura perde/perde As vezes encontra-se a postura perde/perde, em negociadores que não se importam de perder negócios, desde que o outro também perca. O importante é prejudicar outrem, como no estilo kamikaze ou da fábula do escorpião e do sapo.
    23. 23. Formas de Condução • Barganha de propostas ( não reconhecimento do que está sendo negociado, foco em defender interesses sem se preocupar com a outra parte); e • Solução de problemas (tomada de decisão através da ótica das pessoas envolvidas)
    24. 24. Ajuste mútuo • As relações interdependentes – aquelas em que as pessoas são mutuamente dependentes – são complexas. Ambas as partes sabem que podem influenciar os resultados da outra parte, e também as que seus resultados podem ser influenciados pelo outro lado. Serra ou Alckmin ?
    25. 25. Relação entre a Forma de negociar e os desfechos da negociação Desfechos da negociação Formas de negociar Ganha Ganha Ganha Perde Perde Perde Barganha de Propostas Desfecho menos provável Desfecho mais provável Desfecho de média possibilidade Solução de Problemas Desfecho mais provável Desfecho de pouca possibilidade Desfecho de pouca possibilidade
    26. 26. Não podemos conhecer as coisas em si mesmas, mas apenas as idéias formadas pelas sensações que temos delas. Destutt de Tracy Obrigado. Prof. M.Sc. Sérgio Duarte em Administração, especialista em Marketing, bacharel em Publicidade e Propaganda.

    ×