SlideShare uma empresa Scribd logo
Questões de
raciocínio lógico – Aula 3
Emerson Marcos Furtado*
Tópicos abordados:
 Análise combinatória
 Probabilidade
1.	 (ESAF) Todos os alunos de uma escola estão matriculados no curso de
Matemática e no curso de História. Do total dos alunos da escola, 6%
têm sérias dificuldades em Matemática e 4% têm sérias dificuldades
em História. Ainda com referência ao total dos alunos da escola, 1%
tem sérias dificuldades em Matemática e em História. Você conhece,
ao acaso, um dos alunos dessa escola, que lhe diz estar tendo sérias
dificuldades em História. Então, a probabilidade de que esse aluno esteja tendo sérias dificuldades também em Matemática é, em termos
percentuais, igual a:
a)	 50%.
b)	 25%.
c)	 1%.
d)	 33%.
e)	 20%.
2.	 (CESPE/UnB) Em cada um dos itens a seguir, é apresentada uma situação, seguida de uma assertiva a ser julgada.
1.	 Deseja-se formar uma cadeia de símbolos com os números 0, 1 e
2, de modo que o 0 seja usado três vezes, o número 1 seja usado
duas vezes e o número 2, quatro vezes. Nessa situação, o número
de cadeias diferentes que podem ser formadas é maior que 1 280.

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

*
Mestre em Métodos Numéricos pela Universidade
Federal do Paraná (UFPR).
Licenciado em Matemática pela UFPR. Professor de Ensino Médio de
colégios nos estados do
Paraná e Santa Catarina
desde 1992; professor do
Curso Positivo de Curitiba desde 1996; professor
da Universidade Positivo,
de 2000 a 2005; autor de
livros didáticos destinados a concursos públicos,
nas áreas de Matemática,
Matemática
Financeira,
Raciocínio Lógico e Estatística; sócio-diretor do
Instituto de Pesquisas e
Projetos
Educacionais
Práxis, de 2003 a 2007;
sócio-professor do Colégio Positivo de Joinville
desde 2006; sócio-diretor
da empresa Teorema –
Produção de Materiais Didáticos Ltda. desde 2005;
autor de material didático
para o Sistema de Ensino
do Grupo Positivo, de
2005 a 2009; professor do
CEC – Concursos e Editora
de Curitiba, desde 1992,
lecionando as disciplinas
de Raciocínio Lógico, Estatística, Matemática e
Matemática
Financeira;
consultor da empresa
Result – Consultoria em
Avaliação de Curitiba, de
1998 a 2000; consultor em
Estatística Aplicada com
projetos de pesquisa desenvolvidos nas áreas socioeconômica, de qualidade, educacional, industrial
e eleições desde 1999;
membro do Instituto de
Promoção de Capacitação
e Desenvolvimento (IPROCADE) desde 2008; autor
de questões para concursos públicos no estado do
Paraná desde 2003.
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

2.	 Com os símbolos 0 e 1, um programador deseja gerar códigos cujos
comprimentos (números de símbolos) variem de 1 a 10 símbolos.
Nessa situação, o número de códigos diferentes que poderão ser
gerados não passa de 2 046.
3.	 Em um centro de pesquisas onde atuam 10 pesquisadores, deverá
ser formada uma equipe com 5 desses pesquisadores para desenvolver determinado projeto. Sabe-se que 2 dos 10 pesquisadores
só aceitam participar do trabalho se ambos forem escolhidos; caso
contrário, não participam. Nessa situação, há menos de 250 maneiras diferentes de se montar a equipe.
4.	 Uma empresa de engenharia de software recebeu muitas inscrições de candidatos a um cargo de programador. Somente 60% dos
inscritos eram qualificados. Um teste de aptidão foi aplicado para
ajudar a analisar as inscrições. Dos qualificados, 80% passaram no
teste, que aprovou também 20% dos não qualificados. Nessa situação, se um inscrito passou no teste (ou se foi reprovado), a probabilidade de ele ser qualificado é maior que 86%.
3.	 (ESAF) Paulo possui três quadros de Gotuzo e três de Portinari e quer
expô-los em uma mesma parede, lado a lado. Todos os seis quadros
são assinados e datados. Para Paulo, os quadros podem ser dispostos
em qualquer ordem, desde que os de Gotuzo apareçam ordenados
entre si em ordem cronológica, da esquerda para a direita. O número de diferentes maneiras que os seis quadros podem ser expostos é
igual a:
a)	 20.
b)	 30.
c)	 24.
d)	 120.
e)	 360.
4.	 (ESAF) Carlos sabe que Ana e Beatriz estão viajando pela Europa. Com
as informações que dispõe, ele estima corretamente que a probabilidade de Ana estar hoje em Paris é 3/7, que a probabilidade de Beatriz
estar hoje em Paris é 2/7 e que a probabilidade de ambas, Ana e Be2

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

atriz, estarem hoje em Paris é 1/7. Carlos, então, recebe um telefonema de Ana informando que ela está hoje em Paris. Com a informação,
recebida pelo telefonema de Ana, Carlos agora estima corretamente
que a probabilidade de Beatriz também estar hoje em Paris é igual a:
a)	 1/7.
b)	 1/3.
c)	 2/3.
d)	 5/7.
e)	 4/7.
5.	 (Funrio) Quantos números inteiros, cujos algarismos são todos ímpares e distintos, existem entre 300 e 900?
a)	 36.
b)	 24.
c)	 27.
d)	 48.
e)	 64.
6.	 (Cesgranrio) Em uma urna há 5 bolas verdes, numeradas de 1 a 5, e
6 bolas brancas, numeradas de 1 a 6. Dessa urna, retiram-se, sucessivamente e sem reposição, duas bolas. Quantas são as extrações nas
quais a primeira bola sacada é verde e a segunda contém um número
par?
a)	 15.
b)	 20.
c)	 23.
d)	 25.
e)	 27.
7.	 (ESAF) Um grupo de estudantes encontra-se reunido em uma sala para
escolher aleatoriamente, por sorteio, quem entre eles irá ao Simpósio
de Matemática do próximo ano. O grupo é composto de 15 rapazes e
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

3
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

de um certo número de moças. Os rapazes cumprimentam-se, todos
e apenas entre si, uma única vez; as moças cumprimentam-se, todas e
apenas entre si, uma única vez. Há um total de 150 cumprimentos. O
número de moças é, portanto, igual a:
a)	 10.
b)	 14.
c)	 20.
d)	 25.
e)	 45.
8.	 (CESPE/UnB) Para formar-se um anagrama, permutam-se as letras de
uma palavra, obtendo-se ou não uma outra palavra conhecida. Por
exemplo, VROAL é um anagrama da palavra VALOR. Com base nessas
informações, julgue os próximos itens, relacionados aos anagramas
que podem ser obtidos a partir da palavra VALOR.
1. ( ) O número de anagramas distintos é inferior a 100.
2. ( ) O número de anagramas distintos que começam com VL é igual
a 6.
3. ( ) O número de anagramas distintos que começam e terminam com
vogal é superior a 15.
4. ( ) O número de anagramas distintos que começam com vogal e terminam com consoante é superior a 44.
9.	 (Funrio) O número de anagramas da palavra CHUMBO que começam
pela letra C é:
a)	 120.
b)	 140.
c)	 160.
d)	 180.
e)	 200.
10.	(ESAF) Pedro e Paulo estão em uma sala que possui 10 cadeiras dispostas em uma fila. O número de diferentes formas pelas quais Pedro
4

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

e Paulo podem escolher seus lugares para sentar, de modo que fique
ao menos uma cadeira vazia entre eles, é igual a:
a)	 80.
b)	 72.
c)	 90.
d)	 18.
e)	 56.
11.	(FCC) Em uma caixa há 8 processos a serem arquivados, em cada um
dos quais foi colocada uma etiqueta marcada com um único dos números de 1 a 8. Se no interior da caixa os processos não estão ordenados e, para dar início à execução de tal tarefa, um funcionário do
Tribunal de Contas pegar aleatoriamente dois desses processos, a
probabilidade de que nessa retirada os números marcados em suas
respectivas etiquetas sejam consecutivos é de:
a)	 25%.
b)	 20%.
c)	 12,5%.
d)	 10%.
e)	 7,5%.
12.	(Funrio) Um número natural é primo quando ele é divisível exatamente por dois números naturais distintos. Escolhendo, ao acaso, um número natural maior que zero e menor que 17, é correto afirmar que a
probabilidade desse número ser primo e deixar resto 1 na divisão por
4 é:
a)	 1/8.
b)	 3/16.
c)	 3/8.
d)	 7/16.
e)	 1/4.
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

5
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

13.	(CESPE/UnB) Um baralho comum contém 52 cartas de 4 tipos (naipes)
diferentes: paus ( ), espadas ( ), copas ( ) e ouros ( ). Em cada naipe,
que consiste de 13 cartas, 3 dessas cartas contêm as figuras do rei,
da dama e do valete, respectivamente. Com base nessas informações,
julgue os itens subsequentes.
1.	 ( )  probabilidade de se extrair aleatoriamente uma carta de um
A
baralho e ela conter uma das figuras citadas no texto é igual a
3/13.
2.	 ( )  abendo que há 4 ases em um baralho comum, sendo um de
S
cada naipe, conclui-se que a probabilidade de se extrair uma
carta e ela não ser um ás de ouros é igual a 1/52.
3.	 ( )  probabilidade de se extrair uma carta e ela conter uma figura
A
ou ser uma carta de paus é igual a 11/26.
14.	(ESAF) Há três moedas em um saco. Apenas uma delas é uma moeda
normal, com “cara” em uma face e “coroa” na outra. As demais são moedas defeituosas. Uma delas tem “cara” em ambas as faces. A outra tem
“coroa” em ambas as faces. Uma moeda é retirada do saco, ao acaso, e
é colocada sobre a mesa sem que se veja qual a face que ficou voltada
para baixo. Vê-se que a face voltada para cima é “cara”. Considerando
todas essas informações, a probabilidade de que a face voltada para
baixo seja “coroa” é igual a:
a)	 1/2.
b)	 1/3.
c)	 1/4.
d)	 2/3.
e)	 3/4.
15.	(Cesgranrio) Joga-se N vezes um dado comum, de seis faces, não viciado, até que se obtenha 6 pela primeira vez. A probabilidade de que N
seja menor do que 4 é:
a)	 150/216.
b)	 91/216.
c)	 75/216.
d)	 55/216.
6

e)	 25/216.parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
Esse material é
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

16.	(ESAF) Um grupo de amigos formado por três meninos (entre eles Caio
e Beto) e seis meninas (entre elas Ana e Beatriz), compram ingressos
para nove lugares localizados lado a lado, em uma mesma fila no cinema. Ana e Beatriz precisam sentar-se juntas porque querem compartilhar do mesmo pacote de pipocas. Caio e Beto, por sua vez, precisam
sentar-se juntos porque querem compartilhar do mesmo pacote de
salgadinhos. Além disso, todas as meninas querem sentar-se juntas, e
todos os meninos querem sentar-se juntos. Com essas informações, o
número de diferentes maneiras que esses amigos podem sentar-se é
igual a:
a)	 1 920.
b)	 1 152.
c)	 960.
d)	 540.
e)	 860.
17.	(FCC) Uma escola oferece cursos para a aprendizagem de apenas cinco idiomas. Sabendo que cada professor dessa escola ministra aulas
de exatamente dois idiomas e que, para cada dois idiomas, há um único professor que ministra aulas desses dois idiomas, é correto afirmar
que o número de professores dessa escola é:
a)	 5.
b)	 7.
c)	 10.
d)	 14.
e)	 20.
18.	(CESPE/UnB) Em geral, empresas públicas ou privadas utilizam códigos para protocolar a entrada e a saída de documentos e processos.
Considere que se deseja gerar códigos cujos caracteres pertencem ao
conjunto das 26 letras de um alfabeto, que possui apenas 5 vogais.
Com base nessas informações, julgue os itens que se seguem.
1.	 ( )  e os protocolos de uma empresa devem conter 4 letras, sendo
S
permitida a repetição de caracteres, então podem ser gerados
menos de 400 000 protocolos distintos.
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

7
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

2.	 ( )  e uma empresa decide não usar as 5 vogais em seus códigos,
S
que poderão ter 1, 2 ou 3 letras, sendo permitida a repetição
de caracteres, então é possível obter mais de 11 000 códigos
distintos.
3.	 ( )  número total de códigos diferentes formados por 3 letras
O
distintas é superior a 15 000.
19.	(ESAF) Ana tem o estranho costume de somente usar blusas brancas
ou pretas. Por ocasião de seu aniversário, Ana ganhou de sua mãe quatro blusas pretas e cinco brancas. Na mesma ocasião, o pai de Ana a
presenteou com quatro blusas pretas e duas brancas. Vítor, namorado de Ana, a presenteou com duas blusas brancas e três pretas. Ana
guardou todas essas blusas – e apenas essas – em uma mesma gaveta.
Uma tarde, arrumando-se para ir ao parque com Vítor, Ana retira, ao
acaso, uma blusa dessa gaveta. A probabilidade de a blusa retirada
por Ana ser uma das blusas pretas que ganhou de sua mãe ou uma das
blusas brancas que ganhou de seu pai é igual a:
a)	 4/5.
b)	 7/10.
c)	 3/5.
d)	 3/10.
e)	 2/3.
20.	(FCC) Teófilo foi a um caixa eletrônico retirar algum dinheiro e, no instante em que foi digitar a sua senha, não conseguiu lembrar de todos
os quatro algarismos que a compunham. Ocorreu-lhe, então, que sua
senha não tinha algarismos repetidos, era um número par e o algarismo inicial era 8. Quantas senhas poderiam ser obtidas a partir do que
Teófilo lembrou?
a)	 224.
b)	 210.
c)	 168.
d)	 144.
e)	 96.
8

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

21.	(ESAF) Quer-se formar um grupo de dança com 6 bailarinas, de modo
que três delas tenham menos de 18 anos, que uma delas tenha exatamente 18 anos, e que as demais tenham idade superior a 18 anos.
Apresentaram-se, para a seleção, doze candidatas, com idades de 11
a 22 anos, sendo a idade, em anos, de cada candidata, diferente das
demais. O número de diferentes grupos de dança que podem ser selecionados a partir desse conjunto de candidatas é igual a:
a)	 85.
b)	 220.
c)	 210.
d)	 120.
e)	 150.
22.	(CESPE/UnB) Cartões numerados sequencialmente de 1 a 10 são colocados em uma urna, completamente misturados. Três cartões são
retirados ao acaso, um de cada vez, e uma vez retirado o cartão não é
devolvido à urna. Com base nessas informações, julgue os itens que se
seguem.
1.	 (

)  probabilidade de os três cartões retirados constituírem,
A
na ordem em que foram retirados, uma sequência ordenada
crescente, é inferior a 1/103.

2.	 (

)  e o primeiro cartão for o número 7 e o segundo for o número
S
10, então a probabilidade de o terceiro cartão ser um número
menor do que 5 é igual a 1/2.

23.	(ESAF) Dez amigos, entre eles Mário e José, devem formar uma fila
para comprar as entradas para um jogo de futebol. O número de diferentes formas como essa fila de amigos pode ser formada, de modo
que Mário e José fiquem sempre juntos, é igual a:
a)	 2! 8!
b)	 0! 18!
c)	 2! 9!
d)	 1! 9!
e)	 1! 8!

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

9
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

24.	(ESAF) Ana é enfermeira de um grande hospital e aguarda com ansiedade o nascimento de três bebês. Ela sabe que a probabilidade de nascer um menino é igual à probabilidade de nascer uma menina. Além
disso, Ana sabe que os eventos “nascimento de menino” e “nascimento
de menina” são eventos independentes. Desse modo, a probabilidade
de que os três bebês sejam do mesmo sexo é igual a:
a)	 2/3.
b)	 1/8.
c)	 1/2.
d)	 1/4.
e)	 3/4.

Gabarito
1.	 B
	

Vamos organizar as informações segundo alguns diagramas, observe:
Matemática

História

1%

6%

	

4%

A partir dos percentuais, podemos calcular os percentuais de alunos
que têm sérias dificuldades em apenas uma das disciplinas:
Matemática

5%

História

1%

3%

6%
10

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

4%
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Se o aluno escolhido tem sérias dificuldades em História, então o percentual correspondente a 4% constitui o novo universo de alunos.
Matemática

História

5%

1%

3%

6%

	

4%

Pelo diagrama, observa-se também que 1% dos alunos tem sérias dificuldades em Matemática e História.
Matemática

História

1%

5%

3%

6%

	

4%

Logo, se um aluno está tendo sérias dificuldades em História, a probabilidade de que também esteja tendo sérias dificuldades em Matemática é dada por:
1
p=

	

1%
4%

=

100
4

=

1
100

.

100
4

=

1
4

= 0,25 = 25%

100
	

O cálculo esclarece que a cada 4 alunos que têm sérias dificuldades
em História, um deles também tem em Matemática, ou seja, 25%.

2. 	

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

11
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

1.	 E
	

Uma das cadeias a ser construída tem a forma: 000112222.

	

A quantidade de cadeias que podem ser formadas com esses símbolos é igual ao número de permutações de 9 elementos com 3
repetições do algarismo 0, com 2 repetições do algarismo 1 e com
4 repetições do algarismo 2:

	

3,
P9 2, 4 =

	

9!
3! . 2! . 4!

=

9 . 8 . 7 . 6 . 5 . 4!
3 . 2 . 1 . 2 . 1 . 4!

=

9.8.7.6.5
6.2

= 1 260

Logo, o número de cadeias é menor que 1 280.

2.	 C
	
	

1 símbolo

	

2 símbolos

2.2=4

	

3 símbolos

2.2.2=8

	

4 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 = 16

	

5 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 32

	

6 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 64

	

7 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 128

	

8 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 256

	

9 símbolos

2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 512

	

10 símbolos

	

Assim, podendo utilizar de 1 até 10 símbolos, a quantidade total
de códigos é dada por:

	

S = 2 + 4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024.

	

12

De acordo com o sistema binário em que apenas os símbolos 0 e 1
são utilizados, temos:

Multiplicando essa equação por 2, temos:

2

2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 1 024

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

2 . S = 4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024 + 2048

	

2 . S = (4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024) + 2048

	

2 . S = (S – 2) + 2 048

	

2 . S = S – 2 + 2 048

	

2 . S – S = 2 048 – 2

	

S = 2 046

	

Portanto, o número de códigos diferentes que poderão ser gerados não passa de 2 046.

3.	 C
	

Inicialmente, temos:
A
10 pesquisadores B
8

	

A equipe será formada por 5 pesquisadores.

1.ª 	hipótese: A e B participam do trabalho.
	

	

Nesse caso, escolhemos os outros 3 pesquisadores entre os 8 restantes:
3
C8 =

8!
3! . (8 - 3)!

=

8 . 7 . 6 . 5!
3 . 2 . 1 . 5!

=

8.7.6
6

= 8 . 7 = 56

2.ª 	hipótese: A e B não participam do trabalho.
	
	

Assim, escolhemos os 5 pesquisadores entre os 8 restantes:
5
C8 =

8!
5! . (8 - 5)!

=

8 . 7 . 6 . 5!
5! . 3 . 2 . 1

=

8.7.6
6

= 8 . 7 = 56

	

Os pesquisadores A e B ou participam juntos ou não participam da
equipe. Logo, a quantidade de equipes nessas condições é dada
por:

	

56 + 56 = 112.

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

13
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Portanto, há menos de 250 maneiras diferentes de se montar a
equipe.

4.	 E
	

Vamos supor que a empresa tenha recebido 100 inscrições. Se 60%
dos inscritos eram qualificados, então:
100 inscrições

	

60 qualificados
40 não qualificados

Se, dos qualificados, 80% passaram no teste, então 20% não passaram. Assim, podemos classificar os qualificados em aprovados ou
reprovados, ou seja:
	
	

	

0,80 . 60 = 48 qualificados aprovados.
0,20 . 60 = 12 qualificados reprovados.
Assim, podemos escrever:
48 aprovados
12 reprovados
100 inscrições
40 não qualificados
60 qualificados

	

Se 20% dos não qualificados foram aprovados, então 80% dos
qualificados foram aprovados, ou seja:

	

0,20 . 40 = 8 não qualificados aprovados.

	

0,80 . 40 = 32 não qualificados reprovados.

	

Dessa forma, temos:

100 inscrições

	

14

48 aprovados
60 qualificados 12 reprovados
40 não qualificados 8 aprovados
32 reprovados

Observe que a quantidade de aprovados é igual a 48 + 8 = 56.

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Destes, exatamente 48 deles eram qualificados.

	

Assim, entre os aprovados o percentual de qualificados é dado por:

	

0,857 = 85,7%
56 7
Portanto, a probabilidade de ele ser qualificado não é maior que 86%.

	

p=

48

=

6

3.	 D
	

Vamos representar os quadros por G1, G2, G3, P1, P2 e P3, em que os quadros G simbolizam os quadros de Gotuzo e os quadros P simbolizam
os de Portinari. Como são todos distintos, a quantidade de maneiras
de ordenarmos é dada por:

	

6! = 6 . 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 720

	

Entretanto, nem todas as 720 sequências apresentam os quadros de
Gotuzo em ordem cronológica. Vamos supor que a correta ordem cronológica dos quadros do Gotuzo seja:

	

G1 G2 G3

	

Nas 720 sequências possíveis, todas as ordenações dos quadros de
Gotuzo foram consideradas. Observe quais são essas ordenações:

	

G1 G2 G3

	

G1 G3 G2

	

G2 G1 G3

	

G2 G3 G1

	

G3 G1 G2

	

G3 G2 G1

	

São 6 ordenações possíveis. Das 6 ordenações apenas uma delas se
apresenta em ordem cronológica. Assim, podemos considerar que a
cada 6 ordenações realizadas, uma delas tem os quadros do Gotuzo
em ordem cronológica. Dessa forma, a quantidade de maneiras deve
ser igual a um sexto da quantidade total de sequências, ou seja:
6!
3!

=

720
6

= 120

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

15
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Ou seja, exatamente 120 sequências possuem os quadros de Gotuzo
em ordem cronológica.

4.	 B
	

p(A) = 3/7 probabilidade de Ana estar em Paris.

	

p(B) = 2/7 probabilidade de Beatriz estar em Paris.

	

p(A e B) = 1/7 probabilidade de Ana e Beatriz estarem em Paris.

	

Deseja-se calcular a probabilidade de Beatriz estar em Paris, dado que
Ana está. Tal probabilidade pode ser representada por p(B/A) e é dada
por:

p(B/A) =
	

p(A e B)
p(A)

Substituindo as informações do enunciado, temos:
1

p(B/A) =

	

7

=

1

·

7

=

1

3
7 3 3
7
Logo, sabendo-se que Ana está em Paris, a probabilidade de Beatriz
também estar é igual a 1/3.

5.	 A
	
	

Para que o número esteja compreendido entre 300 e 900, é necessário que comece com 3, 5 ou 7, e que tenha exatamente 3 algarismos.
Logo, existem 3 possibilidades de escolha para o algarismo das centenas (3 ou 5 ou 7).

	

Escolhido o algarismo das centenas e observando que os algarismos
devem ser distintos, qualquer outro algarismo ímpar pode ser escolhido para as dezenas, com exceção do algarismo utilizado nas centenas.
Logo, existem 4 escolhas possíveis para as dezenas.

	

16

Existem 5 algarismos ímpares: 1, 3, 5, 7 e 9.

Escolhidos os algarismos das centenas e das dezenas, restam 3 opções
de escolha para o algarismo das unidades. Dessa forma, utilizando o
princípio multiplicativo, a quantidade total de escolhas é dada por:
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

3 . 4 . 3 = 36.

	

Portanto, entre 300 e 900, existem 36 números inteiros, cujos algarismos são todos ímpares e distintos.

6.	 C
	

Conjunto das bolas verdes: {V1, V2, V3, V4, V5}.

	

Conjunto das bolas brancas: {B1, B2, B3, B4, B5, B6}.

	

Vamos calcular a quantidade de extrações considerando duas hipóteses: a 1.ª bola é verde e par, ou a 1.ª bola é verde e ímpar.

 1.ª hipótese: a 1.ª bola é verde e par.
 	 1.ª bola

2 opções de escolha (V2 ou V4).

 	 2.ª bola

4 opções de escolha (V2 /V4 ou B2 ou B4 ou B6).

 2.ª hipótese: a 1.ª bola é verde e ímpar
 	 1.ª bola
 	 2.ª bola
	

3 opções de escolha (V1 ou V3 ou V5).
5 opções de escolha (V2 ou V4 ou B2 ou B4 ou B6).

Assim, é possível retirar uma primeira bola verde e par (2 opções) e,
para cada bola verde e par, retirar uma segunda bola par (4 opções),
ou retirar uma primeira bola verde e ímpar (3 opções) e, para cada bola
verde e ímpar, retirar uma segunda bola par (5 opções):
2 . 4 + 3 . 5 = 8 + 15 = 23.

7.	 A
	

Utilizando a fórmula de combinações simples, temos:
Cp =
n

n!
p!(n – p)!

	

onde n é a quantidade de elementos distintos disponíveis e p é a
quantidade de elementos distintos escolhidos entre os n elementos
disponíveis.

	

Vamos supor que o grupo seja formado por x moças. Como qualquer
cumprimento é realizado por duas pessoas, não importando a ordem,
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

17
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

a quantidade de cumprimentos entre duas moças é dada por:
C2 =
x
	
	
	

	

x!
2! . (x – 2)!

=

x . (x – 1) . (x – 2)!
2 . 1 . (x – 2)!

=

x . (x – 1)
2

A quantidade de cumprimentos entre dois homens é dada por:
15!
15 . 14 . 13!
15 . 14
=
=
= 105
C2 =
15
2! . (15 – 2)!
2 . 1 . 13!
2
Se houve um total de 150 cumprimentos, então a soma das quantidades de cumprimentos entre moças e entre homens é igual a 150, ou
seja:
x . (x – 1)
+ 105 = 150
2
x . (x – 1)
= 150 – 105
2
x . (x – 1)
= 45
2
x . (x – 1) = 90
O produto de dois números positivos consecutivos é igual a 90 apenas
para:
x = 10 e x – 1 = 9.

	

Logo, 10 moças estavam presentes.

8.	
1.	 E
	

Para calcular a quantidade de anagramas, basta permutarmos as
cinco letras, sem qualquer repetição. Logo, a quantidade de anagramas é dada por:
P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120.

	

Logo, a quantidade não é inferior a 100.

2.	 C
	

18

Fixando as letras V e L, as demais podem ser permutadas. Se a palavra
tem 5 letras, então apenas 3 delas podem ser trocadas de lugar. Dessa
forma, a quantidade de anagramas que começam por VL é dada por:
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

P3 = 3! = 3 . 2 . 1 = 6.
3.	 E
	

A palavra VALOR é composta por duas vogais. A escolha da vogal
do início do anagrama pode ser feita de 2 maneiras (A ou O). Escolhida a vogal do início, a vogal do final pode ser escolhida de
uma única maneira. As três demais letras que ficarão entre as duas
vogais extremas podem ser trocadas de lugar. Logo, a quantidade
de anagramas que começam e terminam com vogal é dada por:
2 . 1 . P3 = 2 . 1 . 3 . 2. 1 = 12.

	

Dessa forma, a quantidade não é superior a 15.

4.	 E
	

A palavra VALOR é composta por duas vogais e 3 consoantes. A escolha da vogal do início do anagrama pode ser feita de 2 maneiras
(A ou O). A escolha da consoante do final da palavra pode ser feita
de 3 maneiras (V ou L ou R). As três demais letras que ficarão entre
a vogal do início e a consoante do final podem ainda ser trocadas
de lugar. Assim, a quantidade de anagramas que começam com
vogal e terminam com consoante é dada por:
2 . 3 . P3 = 2 . 3 . 3 . 2. 1 = 36.

	

Logo, a quantidade não é superior a 44.

9.	 A
	

A palavra CHUMBO é composta por 6 letras distintas. Fixada a letra
C, as demais (5 letras) podem ser permutadas. Logo, a quantidade de
anagramas que começam com a letra C é dada por:
P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120.

10.	B
	

Pedro pode escolher o seu lugar de 10 maneiras. Escolhido o lugar de
Pedro, Paulo pode escolher o seu lugar de 9 maneiras. Logo, Pedro e
Paulo podem escolher os seus lugares de:
10 . 9 = 90 maneiras.

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

19
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Desse total, vamos encontrar a quantidade de maneiras em que eles
estão sentados juntos, ou seja, sem qualquer cadeira vazia entre eles.
Se numerássemos as cadeiras, constataríamos que, juntos, eles poderiam sentar nas seguintes 9 opções:
(1 e 2); (2 e 3); (3 e 4); (4 e 5); (5 e 6); (6 e 7); (7 e 8); (8 e 9); (9 e 10).

	

Entretanto, ainda é possível considerar que na cadeira 1 pode sentar
Pedro e na cadeira 2 pode sentar Paulo, ou vice-versa. Logo, ambos
podem sentar juntos de:
9 . 2 = 18 maneiras.

	

Assim, se das 90 maneiras possíveis, subtrairmos as 18 em que ambos
estão juntos, obteremos a resposta:
90 – 18 = 72.

	

Portanto, o número de diferentes formas pelas quais Pedro e Paulo podem escolher seus lugares para sentar, de modo que fique ao menos
uma cadeira vazia entre eles, é igual a 72.

11.	A
	
	
	

A escolha de 2 processos entre os 8 pode ser feito de:
8!
8 . 7 . 6!
8.7
=
=
= 28
C2 =
8
2! . (8 – 2)!
2 . 1 . 6!
2
As escolhas de dois números consecutivos são as seguintes:
{1, 2}; {2, 3}; {3, 4}; {4, 5}; {5, 6}; {6, 7}, {7, 8}.

	

Logo, existem 7 escolhas favoráveis a dois números consecutivos.

	

A probabilidade de escolhermos dois números consecutivos é dada
pelo quociente entre a quantidade total de escolhas e a quantidade
de escolhas favoráveis. Assim, a probabilidade é dada por:

p=

7
28

=

1
4

= 0,25 = 25%

12.	A
	
	
20

O espaço amostral é formado pelos números inteiros maiores que 0 e
menores que 17, ou seja, são 16 números:
{1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16}.
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Observe que 1, 5, 9 e 13 são os únicos números do espaço amostral
quer deixam resto 1 quando divididos por 4:

	

4.0+1=1

	

4.1+1=5

	

4.2+1=9

	

4 . 3 + 1 = 13

	

Entretanto, dos números que deixam resto 1 quando divididos por 4,
apenas 5 e 13 são primos, ou seja, são apenas 2 números nessas condições. Logo, a probabilidade de o número escolhido ser primo e deixar
resto 1 na divisão por 4 é dada por:

p=

2
16

=

1
8

13.
	

Das 52 cartas do baralho, exatamente 4 são reis, 4 são damas e 4 são
valetes. Assim, 12 das 52 cartas são figuras.
1.	 C
	

A probabilidade da carta ser uma figura qualquer é dada por:

p=

12
52

=

3
13

2.	 E
	

Das 52 cartas do baralho, apenas uma delas é um ás de ouro. Logo,
a probabilidade de obtermos um ás de ouro é igual a 1/52. Por outro lado, as outras 51 cartas são diferentes do ás de ouro. Ou seja, a
probabilidade de a carta não ser o ás de ouro é dada por:

p=

51
52

3.	 C
	

Existem 12 figuras e 13 cartas de paus. Das 52 cartas do baralho,
exatamente 3 delas são figuras de paus. São elas: rei de paus, dama
de paus e valete de paus. Logo, para calcular quantas cartas são
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

21
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

figuras ou de paus devemos adicionar a quantidade de figuras (12)
com a quantidade de cartas de paus (13) e, do resultado obtido,
subtrair a quantidade de cartas que são simultaneamente figuras
e de paus (3). Assim, a quantidade de cartas que são figuras ou de
paus é dada por:
	

12 + 13 – 3 = 22.

	

Logo, a probabilidade da carta ser uma figura ou de paus é dada
por:

p=

22
52

=

11
26

14.	B
	

Se uma das faces é cara, certamente a moeda de duas coroas não foi
escolhida. Assim, a moeda escolhida pode ser a moeda comum, com
uma cara e uma coroa, ou a moeda com duas caras. Como uma face
cara está visível, das quatro faces (duas da moeda comum e duas da
moeda com duas caras), apenas 3 faces ainda são possíveis. Entre as 3
faces possíveis, uma é coroa (moeda comum) e duas são caras (moeda
com duas caras). Logo, das 3 faces possíveis, exatamente uma delas é
coroa. Logo, a probabilidade é dada por:

p=

1
3

15.	B
	

A probabilidade de o número 6 aparecer no 1.º lançamento é igual a
1/6.

	

A probabilidade de o número 6 não aparecer no 1.º lançamento é igual
a 5/6.

	

O número 6 deve aparecer, no máximo, até o 3.º lançamento. Assim, o
número 6 pode aparecer no 1.º lançamento ou, caso não apareça no 1.º,
pode aparecer no 2.º ou, caso não apareça no 2.º, pode aparecer no 3.º.
Dessa forma, temos:
p=

1
6

+

p=
22

5

.

1

5

+

.

5

6 6
6 6
1
5 25
6

+

.

1
6

.

36 216

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

p=

36 + 30 + 25

p=

216
91
216

16.	A
	

Para calcularmos a quantidade de maneiras em que Caio e Beto ficam
juntos, podemos considerar a dupla como se fosse um único elemento. Assim, poderíamos permutar apenas dois elementos (Caio e Beto
como sendo um elemento e o outro menino como sendo o outro elemento). Além disso, o Caio e Beto podem ficar juntos de duas diferentes maneiras: Caio e Beto ou Beto e Caio. Logo, a quantidade de
maneiras de Caio e Beto ficarem juntos é dada por:
P2 . 2 = 2! . 2 = 2 . 1 . 2 = 4.

	

O mesmo ocorrerá com as meninas. Vamos considerar Ana e Beatriz
como sendo um único elemento a ser permutado. Assim, seriam cinco meninas (Ana e beatriz como sendo um único elemento e outras
cinco meninas). Da mesma forma, Ana e Beatriz também podem ser
trocadas entre si de lugar. Portanto, a quantidade de maneiras de Ana
e Beatriz ficarem juntas é dada por:
P5 . 2 = 5! . 2 = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 . 2 = 240.

	

Além disso, é possível trocar de lugar os grupos, ou seja, colocar o grupo dos meninos à esquerda e o das meninas à direita ou vice-versa.

	

Nessas condições, a quantidade total é dada por:
4 . 240 . 2 = 1 920.

17.	C
	

A cada dois idiomas, há exatamente um professor. Logo, a quantidade
de professores é igual ao número de escolhas que se pode fazer de
dois idiomas entre os cinco disponíveis. Dessa forma, a quantidade de
professores é dada por:
5!
5 . 4 . 3! 5 . 4
=
=
= 10
	
C2 =
5
2! . (5 – 2)!
2 . 1 . 3!
2
18.	
1.	 C
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

23
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Se os protocolos de uma empresa devem conter 4 letras, sendo permitida
a repetição de caracteres, então a 1.ª letra pode ser escolhida de 26 maneiras. Escolhida a 1.ª letra, a 2.ª letra pode ser escolhida de 25 maneiras.
Escolhidas a 1.ª e a 2.ª letras, a 3.ª pode ser escolhida de 24 maneiras. Escolhidas a 1.ª, a 2.ª e a 3.ª letras, a 4.ª pode ser escolhida de 23 maneiras.
Assim, a quantidade de protocolos é dada por:
26 . 25 . 24 . 23 = 358 800.

	

Logo, podem ser gerados menos de 400 000 protocolos distintos.
2.	 E

	

Se a empresa decide não usar as 5 vogais em seus códigos, então apenas as 21 consoantes poderão ser utilizadas. Existem 21 maneiras de
escolher o código de um único caractere. Para calcular a quantidade de códigos com 2 caracteres, é preciso escolher as duas letras que
o compõe. Existem 21 escolhas para o 1.º caractere e, escolhido o 1.º,
existem também 21 escolhas para o 2.º caractere. Assim, existem 21 .
21 = 441 códigos distintos com exatamente 2 caracteres. Raciocinando
da mesma maneira, podemos calcular a quantidade de códigos com 3
caracteres. A escolha do 1.º caractere pode ser feita de 21 maneiras, a
escolha do 2.º caractere também de 21 maneiras, bem como a escolha
do 3.º que pode ser escolhido de 21 maneiras. Dessa forma, existem
21 . 21 . 21 = 9 261 códigos distintos com 3 caracteres.

	

Portanto, a quantidade total com um, dois ou três caracteres é dada por:
21 + 21 . 21 + 21 . 21 . 21 = 21 + 441 + 9 261 = 9 723.

	

Logo, não é possível obter mais de 11 000 códigos distintos.
3.	 C

	

O número total de códigos diferentes formados por 3 letras distintas é
dado por:
26 . 25 . 24 = 15 600.

	

Assim, o número total de códigos diferentes formados por 3 letras distintas é superior a 15 000.

19.	D
	
24

Mãe: 4 pretas + 5 brancas.
Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Pai: 4 pretas + 2 brancas.

	

Namorado: 3 pretas + 2 brancas.

	

Total de blusas: 4 + 5 + 4 + 2 + 3 + 2 = 20.

	

Das 20 blusas que ganhou, 4 blusas pretas são presentes de sua mãe e
2 blusas brancas são presentes de seu pai, ou seja, 4 + 2 = 6 blusas.

	

Logo, a probabilidade de a blusa retirada por Ana ser uma das blusas
pretas que ganhou de sua mãe ou uma das blusas brancas que ganhou de seu pai é igual a:
p=

20.	A
	

6
20

=

3
10

A senha começa com o algarismo 8, logo, existe uma única opção de
escolha para o 1.º algarismo. Se os algarismos são distintos e 8 é um
deles, existem 4 opções de escolha para que a senha seja representada
por um número par, ou seja, o último algarismo pode ser 0, 2, 4 ou 6.
Dos algarismos que existem no sistema decimal, dois deles já foram
considerados (1.º e 4.º algarismos). Escolhidos o 1.º e o 4.º algarismos,
o 2.º algarismo pode ser escolhido de 8 maneiras possíveis, pois é distinto dos dois primeiros já considerados. Escolhidos o 1.º, o 2.º e o 4.º
algarismos, restam 7 opções de escolha para o 3.º. Logo, a quantidade
de senhas que poderiam ser obtidas a partir das lembranças de Teófilo
é dada por:
1 . 8 . 7 . 4 = 224.

21.	C
	

O grupo deve ser formado por 6 bailarinas.

	

Se apareceram 12 candidatas, com idades de 11 a 22 anos, todas com
idades distintas, certamente as 12 idades das bailarinas correspondem
aos números inteiros de 11 a 22, ou seja, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18,
19, 20, 21 e 22.

	

Logo, existem 7 bailarinas com menos de 18 anos. Como exatamente 3
bailarinas com menos de 18 anos devem ser escolhidas, a quantidade
de escolhas é dada por:
7!
7 . 6 . 5 . 4!
7.6.5
=
=
= 7 . 5 = 35
C3 =
7
3! . (7 – 3)!
3 . 2 . 1 . 4!
6

	

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

25
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

Das 12 bailarinas candidatas, exatamente uma delas tem 18 anos.
Como uma delas das escolhidas deve ter exatamente 18 anos, existe
uma única possibilidade de escolha.

	

Das 6 bailarinas escolhidas, 3 devem ter menos de 18 anos, uma deve
ter exatamente 18 anos e, portanto, apenas 2 devem ter idade superior a 18 anos. Mas, das 12 bailarinas candidatas, 4 delas tem idade
superior a 18 anos. Assim, devemos escolher 2 bailarinas que possuem
mais de 18 anos entre as 4 bailarinas candidatas. Isso pode ser feito da
seguinte maneira:

	
	

C2 =
4

4!
2! . (4 – 2)!

4 . 3 . 2!

=

2 . 1 . 2!

=

4.3
2

=6

Assim, se devem ser escolhidas 3 bailarinas com menos de 18 anos, exatamente 1 com 18 anos e 2 com mais de 18 anos, então a quantidade
total de maneiras com que essas escolhas podem ser feitas é dada por:
35 . 1 . 6 = 210.

	

Portanto, o número de diferentes grupos de dança que podem ser selecionados a partir desse conjunto de candidatas é igual a 210.

22.	
1.	 E
	

Escolhidos três números distintos de 1 a 10, a sequência formada e
crescente destes três números sempre será única. Assim, a quantidade
de sequências crescentes será obtida pela quantidade de escolhas de
três números quaisquer e distintos de 1 a 10, ou seja:
10!
3! . (10 – 3)!

	
	

	

10!
(10 – 3)!

=

10 . 9 . 8 . 7!
7!

= 10 . 9 . 8 = 720

Assim, a probabilidade é dada por:
p=

26

3 . 2 . 1 . 7!

A quantidade total de escolhas ordenadas de três números distintos é
dada por:
=

	

10 . 9 . 8 . 7!

=

120
720

=

1
6

≅ 0,1667

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

	

O valor 0,1667 não é inferior a 1/103, ou 0,001.
2.	 C

	

Se o primeiro cartão for o número 7 e o segundo for o número 10,
então restam 8 cartões disponíveis, uma vez que os dois primeiros cartões não são devolvidos. Existem exatamente 4 números menores que
5 (1, 2, 3 ou 4). Logo, a probabilidade é dada por:
p=

4
8

=

1
2

23.	C
	

Para que Mário e José fiquem juntos, podemos considerá-los como se
fossem um único elemento. Assim, nesse raciocínio, existiriam P9 maneiras de formarmos a fila. Entretanto, Mário pode vir à frente de José,
ou José pode vir à frente de Mário, ou seja, ainda é necessário efetuar a
troca de lugares entre os dois. Assim, a quantidade de modos que essa
fila de amigos pode ser formada, com Mário e José juntos é dada por:
P9 . P2 = 9! . 2! = 2! . 9!

24.	D
	

Os três bebês podem ser do mesmo sexo sendo do sexo masculino ou
do sexo feminino. A probabilidade de o 1.º bebê ser do sexo masculino
é igual a 1/2. Como os nascimentos são independentes, a probabilidade de o 2.º bebê também ser do sexo masculino é igual a 1/2. Da mesma forma, a probabilidade de o 3.º filho ser do sexo masculino é igual
a 1/2. Logo, a probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino é
igual a:
1 1 1
1
.
.
=
p=
2 2 2
8

	

A probabilidade de os 3 bebês serem do sexo feminino é igual à probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino. Assim, a probabilidade de os 3 bebês serem do mesmo sexo pode ser obtida multiplicando por 2 a probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino.
Portanto, a resposta é dada por:
p=

1
8

.2=

2
8

=

1
4

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

27
Questões de raciocínio lógico – Aula 3

28

Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A,
mais informações www.videoaulasonline.com.br

Mais conteúdo relacionado

Mais procurados

Mais procurados (19)

7216809 testes-anpad-jun-e-set-20041
7216809 testes-anpad-jun-e-set-200417216809 testes-anpad-jun-e-set-20041
7216809 testes-anpad-jun-e-set-20041
 
1° simulado es sa 2016
1° simulado es sa 20161° simulado es sa 2016
1° simulado es sa 2016
 
Pf1n1 2012
Pf1n1 2012Pf1n1 2012
Pf1n1 2012
 
Pf1n3 2014
Pf1n3 2014Pf1n3 2014
Pf1n3 2014
 
6o ano revisão 5 saeb
6o ano revisão 5   saeb6o ano revisão 5   saeb
6o ano revisão 5 saeb
 
1 provas anpad_rq+rl_2010
1 provas anpad_rq+rl_20101 provas anpad_rq+rl_2010
1 provas anpad_rq+rl_2010
 
Probabilidade
ProbabilidadeProbabilidade
Probabilidade
 
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
SIMULADO I - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA ...
 
34231258 solucao-anpad-rq-set-2007
34231258 solucao-anpad-rq-set-200734231258 solucao-anpad-rq-set-2007
34231258 solucao-anpad-rq-set-2007
 
Questões de Probabilidade
Questões de ProbabilidadeQuestões de Probabilidade
Questões de Probabilidade
 
Aula 4 e 5
Aula 4 e 5Aula 4 e 5
Aula 4 e 5
 
Simulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECESimulado de matemática SPAECE
Simulado de matemática SPAECE
 
Combinatória 2
Combinatória 2Combinatória 2
Combinatória 2
 
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
SIMULADO II - MATEMÁTICA - 3º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL - 2015 - VOLTADO PARA...
 
Lista 3 15 cópias
Lista 3   15 cópiasLista 3   15 cópias
Lista 3 15 cópias
 
Probabilidade 3
Probabilidade 3Probabilidade 3
Probabilidade 3
 
Exercícios
ExercíciosExercícios
Exercícios
 
Raciocínio logico com 80 questões
Raciocínio logico com 80 questõesRaciocínio logico com 80 questões
Raciocínio logico com 80 questões
 
I gincalculando da escola desembargador
I gincalculando da escola desembargadorI gincalculando da escola desembargador
I gincalculando da escola desembargador
 

Destaque

Questões de raciocinio lógico
Questões de raciocinio lógicoQuestões de raciocinio lógico
Questões de raciocinio lógicovinvips3
 
Lógica da argumentação, diagramas lógicos
Lógica da argumentação, diagramas lógicosLógica da argumentação, diagramas lógicos
Lógica da argumentação, diagramas lógicosSérgio de Castro
 
500 questões raciocínio lógico apostila amostra
500 questões raciocínio lógico  apostila amostra500 questões raciocínio lógico  apostila amostra
500 questões raciocínio lógico apostila amostraMarillac Nogueira
 
Lógica proposicional, verdades e mentiras
Lógica proposicional, verdades e mentirasLógica proposicional, verdades e mentiras
Lógica proposicional, verdades e mentirasSérgio de Castro
 
207 questoes raciocinio_logico
207 questoes raciocinio_logico207 questoes raciocinio_logico
207 questoes raciocinio_logicoalineshare
 
Raciocínio lógico questões sobre conjuntos
Raciocínio lógico   questões sobre conjuntosRaciocínio lógico   questões sobre conjuntos
Raciocínio lógico questões sobre conjuntosGirlene Medeiros
 
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do Brasil
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do BrasilResolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do Brasil
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do BrasilEstratégia Concursos
 
11 questões gabaritadas de matemática
11 questões gabaritadas de matemática11 questões gabaritadas de matemática
11 questões gabaritadas de matemáticaLUZIANDERSON RAMOS
 
Questoes matematica concurso
Questoes matematica concursoQuestoes matematica concurso
Questoes matematica concursoeducacao f
 
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014SEDUC-PA
 
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ª
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ªQuestões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ª
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ªEstratégia Concursos
 
Raciocínio lógico (1)
Raciocínio lógico (1)Raciocínio lógico (1)
Raciocínio lógico (1)MARIOJR2013
 
Matemática para concursos 50 questões resolvidas da fumarc
Matemática para concursos   50 questões resolvidas da fumarcMatemática para concursos   50 questões resolvidas da fumarc
Matemática para concursos 50 questões resolvidas da fumarcAfonso Celso Siqueira Silva
 
Probabilidades exercicios
Probabilidades  exerciciosProbabilidades  exercicios
Probabilidades exerciciosCidinha Santos
 
Questões Comentadas de Português para Concursos FCC
Questões Comentadas de Português para Concursos FCCQuestões Comentadas de Português para Concursos FCC
Questões Comentadas de Português para Concursos FCCEstratégia Concursos
 
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-Matemático
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-MatemáticoQuestões resolvidas Raciocínio Lógico-Matemático
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-MatemáticoJeferson Romão
 

Destaque (18)

Questões de raciocinio lógico
Questões de raciocinio lógicoQuestões de raciocinio lógico
Questões de raciocinio lógico
 
Lógica da argumentação, diagramas lógicos
Lógica da argumentação, diagramas lógicosLógica da argumentação, diagramas lógicos
Lógica da argumentação, diagramas lógicos
 
Raciocinio logico 80 questoes
Raciocinio logico 80 questoesRaciocinio logico 80 questoes
Raciocinio logico 80 questoes
 
500 questões raciocínio lógico apostila amostra
500 questões raciocínio lógico  apostila amostra500 questões raciocínio lógico  apostila amostra
500 questões raciocínio lógico apostila amostra
 
Lógica proposicional, verdades e mentiras
Lógica proposicional, verdades e mentirasLógica proposicional, verdades e mentiras
Lógica proposicional, verdades e mentiras
 
207 questoes raciocinio_logico
207 questoes raciocinio_logico207 questoes raciocinio_logico
207 questoes raciocinio_logico
 
Raciocínio lógico questões sobre conjuntos
Raciocínio lógico   questões sobre conjuntosRaciocínio lógico   questões sobre conjuntos
Raciocínio lógico questões sobre conjuntos
 
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do Brasil
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do BrasilResolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do Brasil
Resolução das Questões de Raciocínio Lógico Matemático do Banco do Brasil
 
11 questões gabaritadas de matemática
11 questões gabaritadas de matemática11 questões gabaritadas de matemática
11 questões gabaritadas de matemática
 
1705 matemática apostila amostra
1705 matemática   apostila amostra1705 matemática   apostila amostra
1705 matemática apostila amostra
 
Questoes matematica concurso
Questoes matematica concursoQuestoes matematica concurso
Questoes matematica concurso
 
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014
Apostilas matematica para concursos - provas gabaritadas 2014
 
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ª
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ªQuestões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ª
Questões Comentadas Raciocínio Lógico-Matemático TRT 4ª
 
Raciocínio lógico (1)
Raciocínio lógico (1)Raciocínio lógico (1)
Raciocínio lógico (1)
 
Matemática para concursos 50 questões resolvidas da fumarc
Matemática para concursos   50 questões resolvidas da fumarcMatemática para concursos   50 questões resolvidas da fumarc
Matemática para concursos 50 questões resolvidas da fumarc
 
Probabilidades exercicios
Probabilidades  exerciciosProbabilidades  exercicios
Probabilidades exercicios
 
Questões Comentadas de Português para Concursos FCC
Questões Comentadas de Português para Concursos FCCQuestões Comentadas de Português para Concursos FCC
Questões Comentadas de Português para Concursos FCC
 
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-Matemático
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-MatemáticoQuestões resolvidas Raciocínio Lógico-Matemático
Questões resolvidas Raciocínio Lógico-Matemático
 

Semelhante a Contagem e probabilidade

Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoMatematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoInstituto Politécnico da UFRJ
 
L mat08(estudo.com)
L mat08(estudo.com)L mat08(estudo.com)
L mat08(estudo.com)Arthur Prata
 
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoApostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoMaria Alves
 
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico Matemático
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico MatemáticoEscriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico Matemático
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico MatemáticoJailma Gomez
 
Análise combinatória 1
Análise combinatória 1Análise combinatória 1
Análise combinatória 1KalculosOnline
 
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)Otávio Sales
 
prof_matematica_tipo_1.pdf
prof_matematica_tipo_1.pdfprof_matematica_tipo_1.pdf
prof_matematica_tipo_1.pdfSeamoUgem
 
2º simulado nestor
2º simulado   nestor2º simulado   nestor
2º simulado nestorriksantos
 
Exercicios probabilidade
Exercicios probabilidadeExercicios probabilidade
Exercicios probabilidadecon_seguir
 

Semelhante a Contagem e probabilidade (20)

Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoMatematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
 
Aula 5 - Matemática
Aula 5 - MatemáticaAula 5 - Matemática
Aula 5 - Matemática
 
L mat08(estudo.com)
L mat08(estudo.com)L mat08(estudo.com)
L mat08(estudo.com)
 
Combinatoria
CombinatoriaCombinatoria
Combinatoria
 
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucaoApostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
Apostil matematica principio fundamental_da_contagem_gabarito_resolucao
 
Probabilidades
ProbabilidadesProbabilidades
Probabilidades
 
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico Matemático
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico MatemáticoEscriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico Matemático
Escriturário Banco do Brasil - Questões de Raciocínio Lógico Matemático
 
GABARITOS 2 BIM
GABARITOS 2 BIMGABARITOS 2 BIM
GABARITOS 2 BIM
 
Análise combinatória 1
Análise combinatória 1Análise combinatória 1
Análise combinatória 1
 
Lista de probabilidade
Lista de probabilidade Lista de probabilidade
Lista de probabilidade
 
Probabilidade 1
Probabilidade 1Probabilidade 1
Probabilidade 1
 
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)
Probabilidade e Estatística - Escola Nova - para 7º ano (ou 6º)
 
Contagem
ContagemContagem
Contagem
 
prof_matematica_tipo_1.pdf
prof_matematica_tipo_1.pdfprof_matematica_tipo_1.pdf
prof_matematica_tipo_1.pdf
 
L9 - PROBABILIDADES.pdf
L9 - PROBABILIDADES.pdfL9 - PROBABILIDADES.pdf
L9 - PROBABILIDADES.pdf
 
2º simulado nestor
2º simulado   nestor2º simulado   nestor
2º simulado nestor
 
Trabalho de probabilidade
Trabalho de probabilidadeTrabalho de probabilidade
Trabalho de probabilidade
 
Exercicios probabilidade
Exercicios probabilidadeExercicios probabilidade
Exercicios probabilidade
 
Probabilidade e trigonometria no enem
Probabilidade e trigonometria no enemProbabilidade e trigonometria no enem
Probabilidade e trigonometria no enem
 
Apostila de análise combinatória
Apostila de análise combinatóriaApostila de análise combinatória
Apostila de análise combinatória
 

Mais de Sérgio de Castro (20)

Caixanm2 001 3_cad_golf
Caixanm2 001 3_cad_golfCaixanm2 001 3_cad_golf
Caixanm2 001 3_cad_golf
 
Processos organizacionais 01_4
Processos organizacionais 01_4Processos organizacionais 01_4
Processos organizacionais 01_4
 
Da ma&vp capítulo 16
Da ma&vp capítulo 16Da ma&vp capítulo 16
Da ma&vp capítulo 16
 
Da ma&vp capítulo 15
Da ma&vp capítulo 15Da ma&vp capítulo 15
Da ma&vp capítulo 15
 
Da ma&vp capítulo 14
Da ma&vp capítulo 14Da ma&vp capítulo 14
Da ma&vp capítulo 14
 
Da ma&vp capítulo 13
Da ma&vp capítulo 13Da ma&vp capítulo 13
Da ma&vp capítulo 13
 
Da ma&vp capítulo 12
Da ma&vp capítulo 12Da ma&vp capítulo 12
Da ma&vp capítulo 12
 
Da ma&vp capítulo 11
Da ma&vp capítulo 11Da ma&vp capítulo 11
Da ma&vp capítulo 11
 
Da ma&vp capítulo 10
Da ma&vp capítulo 10Da ma&vp capítulo 10
Da ma&vp capítulo 10
 
Da ma&vp capítulo 09
Da ma&vp capítulo 09Da ma&vp capítulo 09
Da ma&vp capítulo 09
 
Da ma&vp capítulo 08
Da ma&vp capítulo 08Da ma&vp capítulo 08
Da ma&vp capítulo 08
 
Da ma&vp capítulo 07
Da ma&vp capítulo 07Da ma&vp capítulo 07
Da ma&vp capítulo 07
 
Da ma&vp capítulo 06
Da ma&vp capítulo 06Da ma&vp capítulo 06
Da ma&vp capítulo 06
 
Da ma&vp capítulo 05
Da ma&vp capítulo 05Da ma&vp capítulo 05
Da ma&vp capítulo 05
 
Da ma&vp capítulo 04
Da ma&vp capítulo 04Da ma&vp capítulo 04
Da ma&vp capítulo 04
 
Da ma&vp capítulo 03
Da ma&vp capítulo 03Da ma&vp capítulo 03
Da ma&vp capítulo 03
 
Da ma&vp capítulo 02
Da ma&vp capítulo 02Da ma&vp capítulo 02
Da ma&vp capítulo 02
 
Da ma&vp capítulo 01
Da ma&vp capítulo 01Da ma&vp capítulo 01
Da ma&vp capítulo 01
 
Sentenças abertas, implicações e equivalências lógicas
Sentenças abertas, implicações e equivalências lógicasSentenças abertas, implicações e equivalências lógicas
Sentenças abertas, implicações e equivalências lógicas
 
Raciocínio seqüencial e temporal
Raciocínio seqüencial e temporalRaciocínio seqüencial e temporal
Raciocínio seqüencial e temporal
 

Último

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaLuanaAlves940822
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfManuais Formação
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"Ilda Bicacro
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteLeonel Morgado
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxMartin M Flynn
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxSolangeWaltre
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxLuizHenriquedeAlmeid6
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilMariaHelena293800
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosbiancaborges0906
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfRILTONNOGUEIRADOSSAN
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorCasa Ciências
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-carloseduardogonalve36
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Mary Alvarenga
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - FalamansaMary Alvarenga
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdfedjailmax
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfmaria794949
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfssuser06ee57
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfrarakey779
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assisbrunocali007
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergBrenda Fritz
 

Último (20)

clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importânciaclubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
clubinho-bio-2.pdf vacinas saúde importância
 
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdfufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
ufcd_9649_Educação Inclusiva e Necessidades Educativas Especificas_índice.pdf
 
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã""Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
"Nós Propomos! Mobilidade sustentável na Sertã"
 
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamenteDescrever e planear atividades imersivas estruturadamente
Descrever e planear atividades imersivas estruturadamente
 
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptxSão Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
São Filipe Neri, fundador da a Congregação do Oratório 1515-1595.pptx
 
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docxAtividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
Atividades-Sobre-o-Conto-Venha-Ver-o-Por-Do-Sol.docx
 
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptxSlides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
Slides Lição 8, CPAD, Confessando e Abandonando o Pecado.pptx
 
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantilApresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
Apresentação sobre as etapas do desenvolvimento infantil
 
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anosFotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
Fotossíntese para o Ensino médio primeiros anos
 
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdfExercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
Exercícios de Clima no brasil e no mundo.pdf
 
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/AcumuladorRecurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
Recurso da Casa das Ciências: Bateria/Acumulador
 
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
Os Tempos Verbais em Inglês-tempos -dos-
 
Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número Multiplicação - Caça-número
Multiplicação - Caça-número
 
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
Atividade com a música Xote  da  Alegria    -   FalamansaAtividade com a música Xote  da  Alegria    -   Falamansa
Atividade com a música Xote da Alegria - Falamansa
 
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
5ca0e9_ea0307e5baa1478490e87a15cb4ee530.pdf
 
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdfAtividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
Atividade do poema sobre mãe de mário quintana.pdf
 
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdfRespostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
Respostas prova do exame nacional Port. 2008 - 1ª fase - Criterios.pdf
 
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdfGRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
GRAMÁTICA NORMATIVA DA LÍNGUA PORTUGUESA UM GUIA COMPLETO DO IDIOMA.pdf
 
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_AssisMemórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
Memórias_póstumas_de_Brás_Cubas_ Machado_de_Assis
 
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan AhlbergO carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
O carteiro chegou - Janet & Allan Ahlberg
 

Contagem e probabilidade

  • 1. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Emerson Marcos Furtado* Tópicos abordados: Análise combinatória Probabilidade 1. (ESAF) Todos os alunos de uma escola estão matriculados no curso de Matemática e no curso de História. Do total dos alunos da escola, 6% têm sérias dificuldades em Matemática e 4% têm sérias dificuldades em História. Ainda com referência ao total dos alunos da escola, 1% tem sérias dificuldades em Matemática e em História. Você conhece, ao acaso, um dos alunos dessa escola, que lhe diz estar tendo sérias dificuldades em História. Então, a probabilidade de que esse aluno esteja tendo sérias dificuldades também em Matemática é, em termos percentuais, igual a: a) 50%. b) 25%. c) 1%. d) 33%. e) 20%. 2. (CESPE/UnB) Em cada um dos itens a seguir, é apresentada uma situação, seguida de uma assertiva a ser julgada. 1. Deseja-se formar uma cadeia de símbolos com os números 0, 1 e 2, de modo que o 0 seja usado três vezes, o número 1 seja usado duas vezes e o número 2, quatro vezes. Nessa situação, o número de cadeias diferentes que podem ser formadas é maior que 1 280. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br * Mestre em Métodos Numéricos pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Licenciado em Matemática pela UFPR. Professor de Ensino Médio de colégios nos estados do Paraná e Santa Catarina desde 1992; professor do Curso Positivo de Curitiba desde 1996; professor da Universidade Positivo, de 2000 a 2005; autor de livros didáticos destinados a concursos públicos, nas áreas de Matemática, Matemática Financeira, Raciocínio Lógico e Estatística; sócio-diretor do Instituto de Pesquisas e Projetos Educacionais Práxis, de 2003 a 2007; sócio-professor do Colégio Positivo de Joinville desde 2006; sócio-diretor da empresa Teorema – Produção de Materiais Didáticos Ltda. desde 2005; autor de material didático para o Sistema de Ensino do Grupo Positivo, de 2005 a 2009; professor do CEC – Concursos e Editora de Curitiba, desde 1992, lecionando as disciplinas de Raciocínio Lógico, Estatística, Matemática e Matemática Financeira; consultor da empresa Result – Consultoria em Avaliação de Curitiba, de 1998 a 2000; consultor em Estatística Aplicada com projetos de pesquisa desenvolvidos nas áreas socioeconômica, de qualidade, educacional, industrial e eleições desde 1999; membro do Instituto de Promoção de Capacitação e Desenvolvimento (IPROCADE) desde 2008; autor de questões para concursos públicos no estado do Paraná desde 2003.
  • 2. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 2. Com os símbolos 0 e 1, um programador deseja gerar códigos cujos comprimentos (números de símbolos) variem de 1 a 10 símbolos. Nessa situação, o número de códigos diferentes que poderão ser gerados não passa de 2 046. 3. Em um centro de pesquisas onde atuam 10 pesquisadores, deverá ser formada uma equipe com 5 desses pesquisadores para desenvolver determinado projeto. Sabe-se que 2 dos 10 pesquisadores só aceitam participar do trabalho se ambos forem escolhidos; caso contrário, não participam. Nessa situação, há menos de 250 maneiras diferentes de se montar a equipe. 4. Uma empresa de engenharia de software recebeu muitas inscrições de candidatos a um cargo de programador. Somente 60% dos inscritos eram qualificados. Um teste de aptidão foi aplicado para ajudar a analisar as inscrições. Dos qualificados, 80% passaram no teste, que aprovou também 20% dos não qualificados. Nessa situação, se um inscrito passou no teste (ou se foi reprovado), a probabilidade de ele ser qualificado é maior que 86%. 3. (ESAF) Paulo possui três quadros de Gotuzo e três de Portinari e quer expô-los em uma mesma parede, lado a lado. Todos os seis quadros são assinados e datados. Para Paulo, os quadros podem ser dispostos em qualquer ordem, desde que os de Gotuzo apareçam ordenados entre si em ordem cronológica, da esquerda para a direita. O número de diferentes maneiras que os seis quadros podem ser expostos é igual a: a) 20. b) 30. c) 24. d) 120. e) 360. 4. (ESAF) Carlos sabe que Ana e Beatriz estão viajando pela Europa. Com as informações que dispõe, ele estima corretamente que a probabilidade de Ana estar hoje em Paris é 3/7, que a probabilidade de Beatriz estar hoje em Paris é 2/7 e que a probabilidade de ambas, Ana e Be2 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 3. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 atriz, estarem hoje em Paris é 1/7. Carlos, então, recebe um telefonema de Ana informando que ela está hoje em Paris. Com a informação, recebida pelo telefonema de Ana, Carlos agora estima corretamente que a probabilidade de Beatriz também estar hoje em Paris é igual a: a) 1/7. b) 1/3. c) 2/3. d) 5/7. e) 4/7. 5. (Funrio) Quantos números inteiros, cujos algarismos são todos ímpares e distintos, existem entre 300 e 900? a) 36. b) 24. c) 27. d) 48. e) 64. 6. (Cesgranrio) Em uma urna há 5 bolas verdes, numeradas de 1 a 5, e 6 bolas brancas, numeradas de 1 a 6. Dessa urna, retiram-se, sucessivamente e sem reposição, duas bolas. Quantas são as extrações nas quais a primeira bola sacada é verde e a segunda contém um número par? a) 15. b) 20. c) 23. d) 25. e) 27. 7. (ESAF) Um grupo de estudantes encontra-se reunido em uma sala para escolher aleatoriamente, por sorteio, quem entre eles irá ao Simpósio de Matemática do próximo ano. O grupo é composto de 15 rapazes e Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 3
  • 4. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 de um certo número de moças. Os rapazes cumprimentam-se, todos e apenas entre si, uma única vez; as moças cumprimentam-se, todas e apenas entre si, uma única vez. Há um total de 150 cumprimentos. O número de moças é, portanto, igual a: a) 10. b) 14. c) 20. d) 25. e) 45. 8. (CESPE/UnB) Para formar-se um anagrama, permutam-se as letras de uma palavra, obtendo-se ou não uma outra palavra conhecida. Por exemplo, VROAL é um anagrama da palavra VALOR. Com base nessas informações, julgue os próximos itens, relacionados aos anagramas que podem ser obtidos a partir da palavra VALOR. 1. ( ) O número de anagramas distintos é inferior a 100. 2. ( ) O número de anagramas distintos que começam com VL é igual a 6. 3. ( ) O número de anagramas distintos que começam e terminam com vogal é superior a 15. 4. ( ) O número de anagramas distintos que começam com vogal e terminam com consoante é superior a 44. 9. (Funrio) O número de anagramas da palavra CHUMBO que começam pela letra C é: a) 120. b) 140. c) 160. d) 180. e) 200. 10. (ESAF) Pedro e Paulo estão em uma sala que possui 10 cadeiras dispostas em uma fila. O número de diferentes formas pelas quais Pedro 4 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 5. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 e Paulo podem escolher seus lugares para sentar, de modo que fique ao menos uma cadeira vazia entre eles, é igual a: a) 80. b) 72. c) 90. d) 18. e) 56. 11. (FCC) Em uma caixa há 8 processos a serem arquivados, em cada um dos quais foi colocada uma etiqueta marcada com um único dos números de 1 a 8. Se no interior da caixa os processos não estão ordenados e, para dar início à execução de tal tarefa, um funcionário do Tribunal de Contas pegar aleatoriamente dois desses processos, a probabilidade de que nessa retirada os números marcados em suas respectivas etiquetas sejam consecutivos é de: a) 25%. b) 20%. c) 12,5%. d) 10%. e) 7,5%. 12. (Funrio) Um número natural é primo quando ele é divisível exatamente por dois números naturais distintos. Escolhendo, ao acaso, um número natural maior que zero e menor que 17, é correto afirmar que a probabilidade desse número ser primo e deixar resto 1 na divisão por 4 é: a) 1/8. b) 3/16. c) 3/8. d) 7/16. e) 1/4. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 5
  • 6. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 13. (CESPE/UnB) Um baralho comum contém 52 cartas de 4 tipos (naipes) diferentes: paus ( ), espadas ( ), copas ( ) e ouros ( ). Em cada naipe, que consiste de 13 cartas, 3 dessas cartas contêm as figuras do rei, da dama e do valete, respectivamente. Com base nessas informações, julgue os itens subsequentes. 1. ( ) probabilidade de se extrair aleatoriamente uma carta de um A baralho e ela conter uma das figuras citadas no texto é igual a 3/13. 2. ( ) abendo que há 4 ases em um baralho comum, sendo um de S cada naipe, conclui-se que a probabilidade de se extrair uma carta e ela não ser um ás de ouros é igual a 1/52. 3. ( ) probabilidade de se extrair uma carta e ela conter uma figura A ou ser uma carta de paus é igual a 11/26. 14. (ESAF) Há três moedas em um saco. Apenas uma delas é uma moeda normal, com “cara” em uma face e “coroa” na outra. As demais são moedas defeituosas. Uma delas tem “cara” em ambas as faces. A outra tem “coroa” em ambas as faces. Uma moeda é retirada do saco, ao acaso, e é colocada sobre a mesa sem que se veja qual a face que ficou voltada para baixo. Vê-se que a face voltada para cima é “cara”. Considerando todas essas informações, a probabilidade de que a face voltada para baixo seja “coroa” é igual a: a) 1/2. b) 1/3. c) 1/4. d) 2/3. e) 3/4. 15. (Cesgranrio) Joga-se N vezes um dado comum, de seis faces, não viciado, até que se obtenha 6 pela primeira vez. A probabilidade de que N seja menor do que 4 é: a) 150/216. b) 91/216. c) 75/216. d) 55/216. 6 e) 25/216.parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, Esse material é mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 7. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 16. (ESAF) Um grupo de amigos formado por três meninos (entre eles Caio e Beto) e seis meninas (entre elas Ana e Beatriz), compram ingressos para nove lugares localizados lado a lado, em uma mesma fila no cinema. Ana e Beatriz precisam sentar-se juntas porque querem compartilhar do mesmo pacote de pipocas. Caio e Beto, por sua vez, precisam sentar-se juntos porque querem compartilhar do mesmo pacote de salgadinhos. Além disso, todas as meninas querem sentar-se juntas, e todos os meninos querem sentar-se juntos. Com essas informações, o número de diferentes maneiras que esses amigos podem sentar-se é igual a: a) 1 920. b) 1 152. c) 960. d) 540. e) 860. 17. (FCC) Uma escola oferece cursos para a aprendizagem de apenas cinco idiomas. Sabendo que cada professor dessa escola ministra aulas de exatamente dois idiomas e que, para cada dois idiomas, há um único professor que ministra aulas desses dois idiomas, é correto afirmar que o número de professores dessa escola é: a) 5. b) 7. c) 10. d) 14. e) 20. 18. (CESPE/UnB) Em geral, empresas públicas ou privadas utilizam códigos para protocolar a entrada e a saída de documentos e processos. Considere que se deseja gerar códigos cujos caracteres pertencem ao conjunto das 26 letras de um alfabeto, que possui apenas 5 vogais. Com base nessas informações, julgue os itens que se seguem. 1. ( ) e os protocolos de uma empresa devem conter 4 letras, sendo S permitida a repetição de caracteres, então podem ser gerados menos de 400 000 protocolos distintos. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 7
  • 8. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 2. ( ) e uma empresa decide não usar as 5 vogais em seus códigos, S que poderão ter 1, 2 ou 3 letras, sendo permitida a repetição de caracteres, então é possível obter mais de 11 000 códigos distintos. 3. ( ) número total de códigos diferentes formados por 3 letras O distintas é superior a 15 000. 19. (ESAF) Ana tem o estranho costume de somente usar blusas brancas ou pretas. Por ocasião de seu aniversário, Ana ganhou de sua mãe quatro blusas pretas e cinco brancas. Na mesma ocasião, o pai de Ana a presenteou com quatro blusas pretas e duas brancas. Vítor, namorado de Ana, a presenteou com duas blusas brancas e três pretas. Ana guardou todas essas blusas – e apenas essas – em uma mesma gaveta. Uma tarde, arrumando-se para ir ao parque com Vítor, Ana retira, ao acaso, uma blusa dessa gaveta. A probabilidade de a blusa retirada por Ana ser uma das blusas pretas que ganhou de sua mãe ou uma das blusas brancas que ganhou de seu pai é igual a: a) 4/5. b) 7/10. c) 3/5. d) 3/10. e) 2/3. 20. (FCC) Teófilo foi a um caixa eletrônico retirar algum dinheiro e, no instante em que foi digitar a sua senha, não conseguiu lembrar de todos os quatro algarismos que a compunham. Ocorreu-lhe, então, que sua senha não tinha algarismos repetidos, era um número par e o algarismo inicial era 8. Quantas senhas poderiam ser obtidas a partir do que Teófilo lembrou? a) 224. b) 210. c) 168. d) 144. e) 96. 8 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 9. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 21. (ESAF) Quer-se formar um grupo de dança com 6 bailarinas, de modo que três delas tenham menos de 18 anos, que uma delas tenha exatamente 18 anos, e que as demais tenham idade superior a 18 anos. Apresentaram-se, para a seleção, doze candidatas, com idades de 11 a 22 anos, sendo a idade, em anos, de cada candidata, diferente das demais. O número de diferentes grupos de dança que podem ser selecionados a partir desse conjunto de candidatas é igual a: a) 85. b) 220. c) 210. d) 120. e) 150. 22. (CESPE/UnB) Cartões numerados sequencialmente de 1 a 10 são colocados em uma urna, completamente misturados. Três cartões são retirados ao acaso, um de cada vez, e uma vez retirado o cartão não é devolvido à urna. Com base nessas informações, julgue os itens que se seguem. 1. ( ) probabilidade de os três cartões retirados constituírem, A na ordem em que foram retirados, uma sequência ordenada crescente, é inferior a 1/103. 2. ( ) e o primeiro cartão for o número 7 e o segundo for o número S 10, então a probabilidade de o terceiro cartão ser um número menor do que 5 é igual a 1/2. 23. (ESAF) Dez amigos, entre eles Mário e José, devem formar uma fila para comprar as entradas para um jogo de futebol. O número de diferentes formas como essa fila de amigos pode ser formada, de modo que Mário e José fiquem sempre juntos, é igual a: a) 2! 8! b) 0! 18! c) 2! 9! d) 1! 9! e) 1! 8! Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 9
  • 10. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 24. (ESAF) Ana é enfermeira de um grande hospital e aguarda com ansiedade o nascimento de três bebês. Ela sabe que a probabilidade de nascer um menino é igual à probabilidade de nascer uma menina. Além disso, Ana sabe que os eventos “nascimento de menino” e “nascimento de menina” são eventos independentes. Desse modo, a probabilidade de que os três bebês sejam do mesmo sexo é igual a: a) 2/3. b) 1/8. c) 1/2. d) 1/4. e) 3/4. Gabarito 1. B Vamos organizar as informações segundo alguns diagramas, observe: Matemática História 1% 6% 4% A partir dos percentuais, podemos calcular os percentuais de alunos que têm sérias dificuldades em apenas uma das disciplinas: Matemática 5% História 1% 3% 6% 10 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 4%
  • 11. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Se o aluno escolhido tem sérias dificuldades em História, então o percentual correspondente a 4% constitui o novo universo de alunos. Matemática História 5% 1% 3% 6% 4% Pelo diagrama, observa-se também que 1% dos alunos tem sérias dificuldades em Matemática e História. Matemática História 1% 5% 3% 6% 4% Logo, se um aluno está tendo sérias dificuldades em História, a probabilidade de que também esteja tendo sérias dificuldades em Matemática é dada por: 1 p= 1% 4% = 100 4 = 1 100 . 100 4 = 1 4 = 0,25 = 25% 100 O cálculo esclarece que a cada 4 alunos que têm sérias dificuldades em História, um deles também tem em Matemática, ou seja, 25%. 2. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 11
  • 12. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 1. E Uma das cadeias a ser construída tem a forma: 000112222. A quantidade de cadeias que podem ser formadas com esses símbolos é igual ao número de permutações de 9 elementos com 3 repetições do algarismo 0, com 2 repetições do algarismo 1 e com 4 repetições do algarismo 2: 3, P9 2, 4 = 9! 3! . 2! . 4! = 9 . 8 . 7 . 6 . 5 . 4! 3 . 2 . 1 . 2 . 1 . 4! = 9.8.7.6.5 6.2 = 1 260 Logo, o número de cadeias é menor que 1 280. 2. C 1 símbolo 2 símbolos 2.2=4 3 símbolos 2.2.2=8 4 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 = 16 5 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 32 6 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 64 7 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 128 8 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 256 9 símbolos 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 512 10 símbolos Assim, podendo utilizar de 1 até 10 símbolos, a quantidade total de códigos é dada por: S = 2 + 4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024. 12 De acordo com o sistema binário em que apenas os símbolos 0 e 1 são utilizados, temos: Multiplicando essa equação por 2, temos: 2 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 . 2 = 1 024 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 13. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 2 . S = 4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024 + 2048 2 . S = (4 + 8 + 16 + 32 + 64 + 128 + 256 + 512 + 1 024) + 2048 2 . S = (S – 2) + 2 048 2 . S = S – 2 + 2 048 2 . S – S = 2 048 – 2 S = 2 046 Portanto, o número de códigos diferentes que poderão ser gerados não passa de 2 046. 3. C Inicialmente, temos: A 10 pesquisadores B 8 A equipe será formada por 5 pesquisadores. 1.ª hipótese: A e B participam do trabalho. Nesse caso, escolhemos os outros 3 pesquisadores entre os 8 restantes: 3 C8 = 8! 3! . (8 - 3)! = 8 . 7 . 6 . 5! 3 . 2 . 1 . 5! = 8.7.6 6 = 8 . 7 = 56 2.ª hipótese: A e B não participam do trabalho. Assim, escolhemos os 5 pesquisadores entre os 8 restantes: 5 C8 = 8! 5! . (8 - 5)! = 8 . 7 . 6 . 5! 5! . 3 . 2 . 1 = 8.7.6 6 = 8 . 7 = 56 Os pesquisadores A e B ou participam juntos ou não participam da equipe. Logo, a quantidade de equipes nessas condições é dada por: 56 + 56 = 112. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 13
  • 14. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Portanto, há menos de 250 maneiras diferentes de se montar a equipe. 4. E Vamos supor que a empresa tenha recebido 100 inscrições. Se 60% dos inscritos eram qualificados, então: 100 inscrições 60 qualificados 40 não qualificados Se, dos qualificados, 80% passaram no teste, então 20% não passaram. Assim, podemos classificar os qualificados em aprovados ou reprovados, ou seja: 0,80 . 60 = 48 qualificados aprovados. 0,20 . 60 = 12 qualificados reprovados. Assim, podemos escrever: 48 aprovados 12 reprovados 100 inscrições 40 não qualificados 60 qualificados Se 20% dos não qualificados foram aprovados, então 80% dos qualificados foram aprovados, ou seja: 0,20 . 40 = 8 não qualificados aprovados. 0,80 . 40 = 32 não qualificados reprovados. Dessa forma, temos: 100 inscrições 14 48 aprovados 60 qualificados 12 reprovados 40 não qualificados 8 aprovados 32 reprovados Observe que a quantidade de aprovados é igual a 48 + 8 = 56. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 15. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Destes, exatamente 48 deles eram qualificados. Assim, entre os aprovados o percentual de qualificados é dado por: 0,857 = 85,7% 56 7 Portanto, a probabilidade de ele ser qualificado não é maior que 86%. p= 48 = 6 3. D Vamos representar os quadros por G1, G2, G3, P1, P2 e P3, em que os quadros G simbolizam os quadros de Gotuzo e os quadros P simbolizam os de Portinari. Como são todos distintos, a quantidade de maneiras de ordenarmos é dada por: 6! = 6 . 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 720 Entretanto, nem todas as 720 sequências apresentam os quadros de Gotuzo em ordem cronológica. Vamos supor que a correta ordem cronológica dos quadros do Gotuzo seja: G1 G2 G3 Nas 720 sequências possíveis, todas as ordenações dos quadros de Gotuzo foram consideradas. Observe quais são essas ordenações: G1 G2 G3 G1 G3 G2 G2 G1 G3 G2 G3 G1 G3 G1 G2 G3 G2 G1 São 6 ordenações possíveis. Das 6 ordenações apenas uma delas se apresenta em ordem cronológica. Assim, podemos considerar que a cada 6 ordenações realizadas, uma delas tem os quadros do Gotuzo em ordem cronológica. Dessa forma, a quantidade de maneiras deve ser igual a um sexto da quantidade total de sequências, ou seja: 6! 3! = 720 6 = 120 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 15
  • 16. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Ou seja, exatamente 120 sequências possuem os quadros de Gotuzo em ordem cronológica. 4. B p(A) = 3/7 probabilidade de Ana estar em Paris. p(B) = 2/7 probabilidade de Beatriz estar em Paris. p(A e B) = 1/7 probabilidade de Ana e Beatriz estarem em Paris. Deseja-se calcular a probabilidade de Beatriz estar em Paris, dado que Ana está. Tal probabilidade pode ser representada por p(B/A) e é dada por: p(B/A) = p(A e B) p(A) Substituindo as informações do enunciado, temos: 1 p(B/A) = 7 = 1 · 7 = 1 3 7 3 3 7 Logo, sabendo-se que Ana está em Paris, a probabilidade de Beatriz também estar é igual a 1/3. 5. A Para que o número esteja compreendido entre 300 e 900, é necessário que comece com 3, 5 ou 7, e que tenha exatamente 3 algarismos. Logo, existem 3 possibilidades de escolha para o algarismo das centenas (3 ou 5 ou 7). Escolhido o algarismo das centenas e observando que os algarismos devem ser distintos, qualquer outro algarismo ímpar pode ser escolhido para as dezenas, com exceção do algarismo utilizado nas centenas. Logo, existem 4 escolhas possíveis para as dezenas. 16 Existem 5 algarismos ímpares: 1, 3, 5, 7 e 9. Escolhidos os algarismos das centenas e das dezenas, restam 3 opções de escolha para o algarismo das unidades. Dessa forma, utilizando o princípio multiplicativo, a quantidade total de escolhas é dada por: Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 17. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 3 . 4 . 3 = 36. Portanto, entre 300 e 900, existem 36 números inteiros, cujos algarismos são todos ímpares e distintos. 6. C Conjunto das bolas verdes: {V1, V2, V3, V4, V5}. Conjunto das bolas brancas: {B1, B2, B3, B4, B5, B6}. Vamos calcular a quantidade de extrações considerando duas hipóteses: a 1.ª bola é verde e par, ou a 1.ª bola é verde e ímpar. 1.ª hipótese: a 1.ª bola é verde e par. 1.ª bola 2 opções de escolha (V2 ou V4). 2.ª bola 4 opções de escolha (V2 /V4 ou B2 ou B4 ou B6). 2.ª hipótese: a 1.ª bola é verde e ímpar 1.ª bola 2.ª bola 3 opções de escolha (V1 ou V3 ou V5). 5 opções de escolha (V2 ou V4 ou B2 ou B4 ou B6). Assim, é possível retirar uma primeira bola verde e par (2 opções) e, para cada bola verde e par, retirar uma segunda bola par (4 opções), ou retirar uma primeira bola verde e ímpar (3 opções) e, para cada bola verde e ímpar, retirar uma segunda bola par (5 opções): 2 . 4 + 3 . 5 = 8 + 15 = 23. 7. A Utilizando a fórmula de combinações simples, temos: Cp = n n! p!(n – p)! onde n é a quantidade de elementos distintos disponíveis e p é a quantidade de elementos distintos escolhidos entre os n elementos disponíveis. Vamos supor que o grupo seja formado por x moças. Como qualquer cumprimento é realizado por duas pessoas, não importando a ordem, Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 17
  • 18. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 a quantidade de cumprimentos entre duas moças é dada por: C2 = x x! 2! . (x – 2)! = x . (x – 1) . (x – 2)! 2 . 1 . (x – 2)! = x . (x – 1) 2 A quantidade de cumprimentos entre dois homens é dada por: 15! 15 . 14 . 13! 15 . 14 = = = 105 C2 = 15 2! . (15 – 2)! 2 . 1 . 13! 2 Se houve um total de 150 cumprimentos, então a soma das quantidades de cumprimentos entre moças e entre homens é igual a 150, ou seja: x . (x – 1) + 105 = 150 2 x . (x – 1) = 150 – 105 2 x . (x – 1) = 45 2 x . (x – 1) = 90 O produto de dois números positivos consecutivos é igual a 90 apenas para: x = 10 e x – 1 = 9. Logo, 10 moças estavam presentes. 8. 1. E Para calcular a quantidade de anagramas, basta permutarmos as cinco letras, sem qualquer repetição. Logo, a quantidade de anagramas é dada por: P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120. Logo, a quantidade não é inferior a 100. 2. C 18 Fixando as letras V e L, as demais podem ser permutadas. Se a palavra tem 5 letras, então apenas 3 delas podem ser trocadas de lugar. Dessa forma, a quantidade de anagramas que começam por VL é dada por: Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 19. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 P3 = 3! = 3 . 2 . 1 = 6. 3. E A palavra VALOR é composta por duas vogais. A escolha da vogal do início do anagrama pode ser feita de 2 maneiras (A ou O). Escolhida a vogal do início, a vogal do final pode ser escolhida de uma única maneira. As três demais letras que ficarão entre as duas vogais extremas podem ser trocadas de lugar. Logo, a quantidade de anagramas que começam e terminam com vogal é dada por: 2 . 1 . P3 = 2 . 1 . 3 . 2. 1 = 12. Dessa forma, a quantidade não é superior a 15. 4. E A palavra VALOR é composta por duas vogais e 3 consoantes. A escolha da vogal do início do anagrama pode ser feita de 2 maneiras (A ou O). A escolha da consoante do final da palavra pode ser feita de 3 maneiras (V ou L ou R). As três demais letras que ficarão entre a vogal do início e a consoante do final podem ainda ser trocadas de lugar. Assim, a quantidade de anagramas que começam com vogal e terminam com consoante é dada por: 2 . 3 . P3 = 2 . 3 . 3 . 2. 1 = 36. Logo, a quantidade não é superior a 44. 9. A A palavra CHUMBO é composta por 6 letras distintas. Fixada a letra C, as demais (5 letras) podem ser permutadas. Logo, a quantidade de anagramas que começam com a letra C é dada por: P5 = 5! = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 = 120. 10. B Pedro pode escolher o seu lugar de 10 maneiras. Escolhido o lugar de Pedro, Paulo pode escolher o seu lugar de 9 maneiras. Logo, Pedro e Paulo podem escolher os seus lugares de: 10 . 9 = 90 maneiras. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 19
  • 20. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Desse total, vamos encontrar a quantidade de maneiras em que eles estão sentados juntos, ou seja, sem qualquer cadeira vazia entre eles. Se numerássemos as cadeiras, constataríamos que, juntos, eles poderiam sentar nas seguintes 9 opções: (1 e 2); (2 e 3); (3 e 4); (4 e 5); (5 e 6); (6 e 7); (7 e 8); (8 e 9); (9 e 10). Entretanto, ainda é possível considerar que na cadeira 1 pode sentar Pedro e na cadeira 2 pode sentar Paulo, ou vice-versa. Logo, ambos podem sentar juntos de: 9 . 2 = 18 maneiras. Assim, se das 90 maneiras possíveis, subtrairmos as 18 em que ambos estão juntos, obteremos a resposta: 90 – 18 = 72. Portanto, o número de diferentes formas pelas quais Pedro e Paulo podem escolher seus lugares para sentar, de modo que fique ao menos uma cadeira vazia entre eles, é igual a 72. 11. A A escolha de 2 processos entre os 8 pode ser feito de: 8! 8 . 7 . 6! 8.7 = = = 28 C2 = 8 2! . (8 – 2)! 2 . 1 . 6! 2 As escolhas de dois números consecutivos são as seguintes: {1, 2}; {2, 3}; {3, 4}; {4, 5}; {5, 6}; {6, 7}, {7, 8}. Logo, existem 7 escolhas favoráveis a dois números consecutivos. A probabilidade de escolhermos dois números consecutivos é dada pelo quociente entre a quantidade total de escolhas e a quantidade de escolhas favoráveis. Assim, a probabilidade é dada por: p= 7 28 = 1 4 = 0,25 = 25% 12. A 20 O espaço amostral é formado pelos números inteiros maiores que 0 e menores que 17, ou seja, são 16 números: {1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16}. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 21. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Observe que 1, 5, 9 e 13 são os únicos números do espaço amostral quer deixam resto 1 quando divididos por 4: 4.0+1=1 4.1+1=5 4.2+1=9 4 . 3 + 1 = 13 Entretanto, dos números que deixam resto 1 quando divididos por 4, apenas 5 e 13 são primos, ou seja, são apenas 2 números nessas condições. Logo, a probabilidade de o número escolhido ser primo e deixar resto 1 na divisão por 4 é dada por: p= 2 16 = 1 8 13. Das 52 cartas do baralho, exatamente 4 são reis, 4 são damas e 4 são valetes. Assim, 12 das 52 cartas são figuras. 1. C A probabilidade da carta ser uma figura qualquer é dada por: p= 12 52 = 3 13 2. E Das 52 cartas do baralho, apenas uma delas é um ás de ouro. Logo, a probabilidade de obtermos um ás de ouro é igual a 1/52. Por outro lado, as outras 51 cartas são diferentes do ás de ouro. Ou seja, a probabilidade de a carta não ser o ás de ouro é dada por: p= 51 52 3. C Existem 12 figuras e 13 cartas de paus. Das 52 cartas do baralho, exatamente 3 delas são figuras de paus. São elas: rei de paus, dama de paus e valete de paus. Logo, para calcular quantas cartas são Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 21
  • 22. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 figuras ou de paus devemos adicionar a quantidade de figuras (12) com a quantidade de cartas de paus (13) e, do resultado obtido, subtrair a quantidade de cartas que são simultaneamente figuras e de paus (3). Assim, a quantidade de cartas que são figuras ou de paus é dada por: 12 + 13 – 3 = 22. Logo, a probabilidade da carta ser uma figura ou de paus é dada por: p= 22 52 = 11 26 14. B Se uma das faces é cara, certamente a moeda de duas coroas não foi escolhida. Assim, a moeda escolhida pode ser a moeda comum, com uma cara e uma coroa, ou a moeda com duas caras. Como uma face cara está visível, das quatro faces (duas da moeda comum e duas da moeda com duas caras), apenas 3 faces ainda são possíveis. Entre as 3 faces possíveis, uma é coroa (moeda comum) e duas são caras (moeda com duas caras). Logo, das 3 faces possíveis, exatamente uma delas é coroa. Logo, a probabilidade é dada por: p= 1 3 15. B A probabilidade de o número 6 aparecer no 1.º lançamento é igual a 1/6. A probabilidade de o número 6 não aparecer no 1.º lançamento é igual a 5/6. O número 6 deve aparecer, no máximo, até o 3.º lançamento. Assim, o número 6 pode aparecer no 1.º lançamento ou, caso não apareça no 1.º, pode aparecer no 2.º ou, caso não apareça no 2.º, pode aparecer no 3.º. Dessa forma, temos: p= 1 6 + p= 22 5 . 1 5 + . 5 6 6 6 6 1 5 25 6 + . 1 6 . 36 216 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 23. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 p= 36 + 30 + 25 p= 216 91 216 16. A Para calcularmos a quantidade de maneiras em que Caio e Beto ficam juntos, podemos considerar a dupla como se fosse um único elemento. Assim, poderíamos permutar apenas dois elementos (Caio e Beto como sendo um elemento e o outro menino como sendo o outro elemento). Além disso, o Caio e Beto podem ficar juntos de duas diferentes maneiras: Caio e Beto ou Beto e Caio. Logo, a quantidade de maneiras de Caio e Beto ficarem juntos é dada por: P2 . 2 = 2! . 2 = 2 . 1 . 2 = 4. O mesmo ocorrerá com as meninas. Vamos considerar Ana e Beatriz como sendo um único elemento a ser permutado. Assim, seriam cinco meninas (Ana e beatriz como sendo um único elemento e outras cinco meninas). Da mesma forma, Ana e Beatriz também podem ser trocadas entre si de lugar. Portanto, a quantidade de maneiras de Ana e Beatriz ficarem juntas é dada por: P5 . 2 = 5! . 2 = 5 . 4 . 3 . 2 . 1 . 2 = 240. Além disso, é possível trocar de lugar os grupos, ou seja, colocar o grupo dos meninos à esquerda e o das meninas à direita ou vice-versa. Nessas condições, a quantidade total é dada por: 4 . 240 . 2 = 1 920. 17. C A cada dois idiomas, há exatamente um professor. Logo, a quantidade de professores é igual ao número de escolhas que se pode fazer de dois idiomas entre os cinco disponíveis. Dessa forma, a quantidade de professores é dada por: 5! 5 . 4 . 3! 5 . 4 = = = 10 C2 = 5 2! . (5 – 2)! 2 . 1 . 3! 2 18. 1. C Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 23
  • 24. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Se os protocolos de uma empresa devem conter 4 letras, sendo permitida a repetição de caracteres, então a 1.ª letra pode ser escolhida de 26 maneiras. Escolhida a 1.ª letra, a 2.ª letra pode ser escolhida de 25 maneiras. Escolhidas a 1.ª e a 2.ª letras, a 3.ª pode ser escolhida de 24 maneiras. Escolhidas a 1.ª, a 2.ª e a 3.ª letras, a 4.ª pode ser escolhida de 23 maneiras. Assim, a quantidade de protocolos é dada por: 26 . 25 . 24 . 23 = 358 800. Logo, podem ser gerados menos de 400 000 protocolos distintos. 2. E Se a empresa decide não usar as 5 vogais em seus códigos, então apenas as 21 consoantes poderão ser utilizadas. Existem 21 maneiras de escolher o código de um único caractere. Para calcular a quantidade de códigos com 2 caracteres, é preciso escolher as duas letras que o compõe. Existem 21 escolhas para o 1.º caractere e, escolhido o 1.º, existem também 21 escolhas para o 2.º caractere. Assim, existem 21 . 21 = 441 códigos distintos com exatamente 2 caracteres. Raciocinando da mesma maneira, podemos calcular a quantidade de códigos com 3 caracteres. A escolha do 1.º caractere pode ser feita de 21 maneiras, a escolha do 2.º caractere também de 21 maneiras, bem como a escolha do 3.º que pode ser escolhido de 21 maneiras. Dessa forma, existem 21 . 21 . 21 = 9 261 códigos distintos com 3 caracteres. Portanto, a quantidade total com um, dois ou três caracteres é dada por: 21 + 21 . 21 + 21 . 21 . 21 = 21 + 441 + 9 261 = 9 723. Logo, não é possível obter mais de 11 000 códigos distintos. 3. C O número total de códigos diferentes formados por 3 letras distintas é dado por: 26 . 25 . 24 = 15 600. Assim, o número total de códigos diferentes formados por 3 letras distintas é superior a 15 000. 19. D 24 Mãe: 4 pretas + 5 brancas. Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 25. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Pai: 4 pretas + 2 brancas. Namorado: 3 pretas + 2 brancas. Total de blusas: 4 + 5 + 4 + 2 + 3 + 2 = 20. Das 20 blusas que ganhou, 4 blusas pretas são presentes de sua mãe e 2 blusas brancas são presentes de seu pai, ou seja, 4 + 2 = 6 blusas. Logo, a probabilidade de a blusa retirada por Ana ser uma das blusas pretas que ganhou de sua mãe ou uma das blusas brancas que ganhou de seu pai é igual a: p= 20. A 6 20 = 3 10 A senha começa com o algarismo 8, logo, existe uma única opção de escolha para o 1.º algarismo. Se os algarismos são distintos e 8 é um deles, existem 4 opções de escolha para que a senha seja representada por um número par, ou seja, o último algarismo pode ser 0, 2, 4 ou 6. Dos algarismos que existem no sistema decimal, dois deles já foram considerados (1.º e 4.º algarismos). Escolhidos o 1.º e o 4.º algarismos, o 2.º algarismo pode ser escolhido de 8 maneiras possíveis, pois é distinto dos dois primeiros já considerados. Escolhidos o 1.º, o 2.º e o 4.º algarismos, restam 7 opções de escolha para o 3.º. Logo, a quantidade de senhas que poderiam ser obtidas a partir das lembranças de Teófilo é dada por: 1 . 8 . 7 . 4 = 224. 21. C O grupo deve ser formado por 6 bailarinas. Se apareceram 12 candidatas, com idades de 11 a 22 anos, todas com idades distintas, certamente as 12 idades das bailarinas correspondem aos números inteiros de 11 a 22, ou seja, 11, 12, 13, 14, 15, 16, 17, 18, 19, 20, 21 e 22. Logo, existem 7 bailarinas com menos de 18 anos. Como exatamente 3 bailarinas com menos de 18 anos devem ser escolhidas, a quantidade de escolhas é dada por: 7! 7 . 6 . 5 . 4! 7.6.5 = = = 7 . 5 = 35 C3 = 7 3! . (7 – 3)! 3 . 2 . 1 . 4! 6 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 25
  • 26. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 Das 12 bailarinas candidatas, exatamente uma delas tem 18 anos. Como uma delas das escolhidas deve ter exatamente 18 anos, existe uma única possibilidade de escolha. Das 6 bailarinas escolhidas, 3 devem ter menos de 18 anos, uma deve ter exatamente 18 anos e, portanto, apenas 2 devem ter idade superior a 18 anos. Mas, das 12 bailarinas candidatas, 4 delas tem idade superior a 18 anos. Assim, devemos escolher 2 bailarinas que possuem mais de 18 anos entre as 4 bailarinas candidatas. Isso pode ser feito da seguinte maneira: C2 = 4 4! 2! . (4 – 2)! 4 . 3 . 2! = 2 . 1 . 2! = 4.3 2 =6 Assim, se devem ser escolhidas 3 bailarinas com menos de 18 anos, exatamente 1 com 18 anos e 2 com mais de 18 anos, então a quantidade total de maneiras com que essas escolhas podem ser feitas é dada por: 35 . 1 . 6 = 210. Portanto, o número de diferentes grupos de dança que podem ser selecionados a partir desse conjunto de candidatas é igual a 210. 22. 1. E Escolhidos três números distintos de 1 a 10, a sequência formada e crescente destes três números sempre será única. Assim, a quantidade de sequências crescentes será obtida pela quantidade de escolhas de três números quaisquer e distintos de 1 a 10, ou seja: 10! 3! . (10 – 3)! 10! (10 – 3)! = 10 . 9 . 8 . 7! 7! = 10 . 9 . 8 = 720 Assim, a probabilidade é dada por: p= 26 3 . 2 . 1 . 7! A quantidade total de escolhas ordenadas de três números distintos é dada por: = 10 . 9 . 8 . 7! = 120 720 = 1 6 ≅ 0,1667 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br
  • 27. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 O valor 0,1667 não é inferior a 1/103, ou 0,001. 2. C Se o primeiro cartão for o número 7 e o segundo for o número 10, então restam 8 cartões disponíveis, uma vez que os dois primeiros cartões não são devolvidos. Existem exatamente 4 números menores que 5 (1, 2, 3 ou 4). Logo, a probabilidade é dada por: p= 4 8 = 1 2 23. C Para que Mário e José fiquem juntos, podemos considerá-los como se fossem um único elemento. Assim, nesse raciocínio, existiriam P9 maneiras de formarmos a fila. Entretanto, Mário pode vir à frente de José, ou José pode vir à frente de Mário, ou seja, ainda é necessário efetuar a troca de lugares entre os dois. Assim, a quantidade de modos que essa fila de amigos pode ser formada, com Mário e José juntos é dada por: P9 . P2 = 9! . 2! = 2! . 9! 24. D Os três bebês podem ser do mesmo sexo sendo do sexo masculino ou do sexo feminino. A probabilidade de o 1.º bebê ser do sexo masculino é igual a 1/2. Como os nascimentos são independentes, a probabilidade de o 2.º bebê também ser do sexo masculino é igual a 1/2. Da mesma forma, a probabilidade de o 3.º filho ser do sexo masculino é igual a 1/2. Logo, a probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino é igual a: 1 1 1 1 . . = p= 2 2 2 8 A probabilidade de os 3 bebês serem do sexo feminino é igual à probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino. Assim, a probabilidade de os 3 bebês serem do mesmo sexo pode ser obtida multiplicando por 2 a probabilidade de os 3 bebês serem do sexo masculino. Portanto, a resposta é dada por: p= 1 8 .2= 2 8 = 1 4 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br 27
  • 28. Questões de raciocínio lógico – Aula 3 28 Esse material é parte integrante do Videoaulas on-line do IESDE BRASIL S/A, mais informações www.videoaulasonline.com.br