Jornada do autoconhecimento

651 visualizações

Publicada em

Atividades práticas e reflexivas, para se conhecer mais profundamente, rever sua jornada pessoal e encontrar modos de ser mais autênticos e alinhados com o que lhe faz sentido.

Conhecer sobre si é um processo revelador e libertador, possibilita perceber melhor o que nos faz bem e o que não nos faz, para que possamos seguir em direção de nossa realização pessoal, de acordo com nossas singularidades e potencialidades.

Ser e conviver
http://www.sereconviver.com
http://www.fb.com/sereconviverpg
http://www.youtube.com/sereconviver

Publicada em: Saúde
0 comentários
1 gostou
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
651
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
418
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
16
Comentários
0
Gostaram
1
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Jornada do autoconhecimento

  1. 1. Jornada do Autoconhecimento
  2. 2. Jornada do Autoconhecimento Ebook de atividades reflexivas e práticas 1a edição ex-isto Bruno Carrasco
  3. 3. Direitos reservados Não é permitida a reprodução dos textos e atividades deste ebook sem autorização expressa do autor. É proibido o uso deste material para fins comerciais.
  4. 4. Apresentação Jornada do Autoconhecimento é uma proposta de atividades práticas e reflexivas, dedicada a quem deseja se conhecer mais profundamente e rever sua jornada pessoal, valores e buscas, para encontrar e criar modos de ser mais autênticos e alinhados consigo mesmo. O aprofundamento da compreensão sobre si é um processo revelador e libertador, nos possibilita perceber melhor o que nos faz bem e o que não nos faz, para que possamos seguir em direção de nossa realização pessoal, de acordo com nossas singularidades e potencialidades. Cada pessoa pode ir em busca do que faz sentido para si, realizando atividades mais significativas consigo mesma e com os outros, equilibrando o que sente, pensa e faz com suas buscas. Esse ebook não é uma cartilha de como se conhecer ou sobre como se desenvolver, simplesmente apresenta possibilidades de atividades para refletir sobre si mesmo, na busca do que faz sentido para si, para se conhecer mais. Bruno Carrasco, maio de 2016.
  5. 5. “Nada lhe posso dar que já não exista em você mesmo. Não posso abrir-lhe outro mundo de imagens, além daquele que há em sua própria alma. Nada lhe posso dar a não ser a oportunidade, o impulso, a chave. Eu o ajudarei a tornar visível o seu próprio mundo, e isso é tudo.” (Hermann Hesse)
  6. 6. Tópicos 1. Preparando seu interior 2. Qual o sentido da vida? 3. Mapeamento histórico fotográfico 4. A felicidade 5. Alegria espontânea 6. A confiança em si 7. O que te faz sentido? O que não faz? 8. Desenvolvendo a autenticidade 9. Experimentando sair de si 10. Encontrando-se consigo mesmo 11. Momento só 12. Estar presente
  7. 7. 1. Preparando seu interior [introdução] Esse ebook oferece reflexões e atividades para se perceber mais profundamente. Vivenciar as experiências nos possibilita sair de nossa percepção atual e desenvolver novos olhares sobre nós mesmos, sobre onde estamos e o que estamos fazendo de nossa vida. As atividades são propostas de maneira alteranada, entre reflexões internas e atividades vivenciais, sugerindo que se dedique um tempo para digerir as vivências experimentadas. Podem ser úteis a qualquer pessoa que queira se conhecer mais profundamente, podendo até se confrontar consigo mesma. Algumas atividades podem ser um tanto intensas, portanto pode ser útil que disponha de tempo e espaço adequado, de acordo com suas condições, para que se possa aproveitar bem o conteúdo. Todas as atividades propostas são sugestões, que podem ser realizadas de diferentes maneiras, inclusive repetidas de tempos em tempos, de modo a explorar mais suas experiências interiores e desenvolver ainda mais a percepção sobre si.
  8. 8. 2. Qual o sentido da vida? [atividade reflexiva] Qual o sentido de sua vida? Quais as suas buscas? Quais escolhas têm feito? Quais os caminhos que têm percorrido? O que repete todos os dias e por vezes nem repara? Em qual direção você está levando sua existência? O que você valoriza? Você têm feito o que valoriza para si? Algumas questões surgem ao pensar sobre a palavra “sentido”, em duas conotações distintas. Uma delas representa uma orientação, refere-se ao sentido que estamos tomando, os caminhos que estamos escolhendo, para onde estamos indo. A outra refere-se ao significado de nossa ação, ou seja, o que representa para nós o que fazemos e escolhemos, quais de nossos valores estão envolvidos quando fazemos uma coisa e não outra. A busca do sentido é algo muito particular, e tem de se afinar com a própria pessoa que está a buscar. Não há uma regra ou uma definição que coloque um sentido como melhor ou superior ao outro, o que temos são diferentes sentidos para diferentes pessoas, o que é bom para uma pessoa pode não ser para outra. Mais importante do que escolher um sentido, é perceber se está alinhado com seus reais sentimentos, necessidades e buscas, e se você se sente realizado com o sentido de sua vida.
  9. 9. Não há um sentido de vida igual para todos, nem um sentido único para a mesma pessoa, o sentido da vida é pessoal e dinâmico, está relacionado com o que estamos valorizando num certo momento e pode mudar em outro. Num momento nosso sentido pode ser encontrar um trabalho que nos satisfaça, em outro podemos preferir estabelecer relacionamentos saudáveis, e assim por diante. Podemos também realizar diferentes sentidos ao mesmo tempo, como: buscar um trabalho que nos satisfaça e estabelecer relacionamentos saudáveis. Outra diferenciação importante a lembrar é que o sentido da vida não é o mesmo que uma meta ou objetivo. O sentido é algo que se vive no dia a dia, não algo que se prepara para alcançar. Por exemplo, se você quer chegar ao topo de uma montanha, a chegada é uma meta, o sentido é a caminhada. O sentido é mais profundo do que o objetivo, ele valoriza o processo, o momento presente que estamos a fazer, e não somente as suas consequências ou onde podemos chegar. A consequência do sentido é justamente fazer algo que nos faça sentir bem enquanto fazemos. Não escolher um sentido para a vida, ou recusar a possibilidade de escolher representa a recusa de nossa liberdade de escolha e de nossa responsabilidade própria, pois evitamos o compromisso com nós mesmos. Pode parecer fácil levar a vida sem fazer escolhas, mas enquanto não escolhemos outras pessoas escolhem por nós, somos guiados muitas vezes sem perceber. Fazer escolhas é tão arriscado quanto não fazer, a diferença é que escolhendo somos autores, não escolhendo somos espectadores.
  10. 10. 3. Mapeamento histórico fotográfico [atividade prática] O mapeamento histórico fotográfico é uma atividade para o autoconhecimento, para a ampliação da consciência de si e das histórias que viveu, buscando compreender suas escolhas no tempo e os motivos relacionados a elas. Para fazer essa atividade, procure reunir fotografias pessoais de si mesmo ou de lugares que frequentou. As fotografias facilitam as lembranças sobre as vivências, sobre como foi cada momento, como se sentiu em cada situação, o que lhe fez sentir bem e o que não fez. Primeiramente faça o apanhado de suas fotografias sejam físicas ou digitais. Depois disso, tente fazer uma seleção das fotos mais significativas, preferencialmente de épocas ou circunstâncias distintas. Por exemplo, uma quando tinha 6 anos, outra com 12, outra com 16, uma em sua casa, outra visitando parentes ou amigos, outra viajando para outra cidade. Procure selecionar cerca de dez a vinte fotos (pode escolher mais, dependendo de seu interesse e disposição), observe atentamente cada fotografia, lembre-se daquele momento e faça um registro sobre as lembranças num diário pessoal ou simplesmente pense a respeito. Seguem algumas questões que pode utilizar para sua reflexão:
  11. 11. ✔ Como se sente ao ver a foto? ✔ Como se descreveria a si mesmo na época em que foi feita a foto (momento histórico)? ✔ Quais eram seus sonhos ou buscas? ✔ Quais atividades costumava fazer nesta época? ✔ Das atividades que fazia, quais te davam prazer e quais você desgostava? ✔ De que maneira você relaciona a pessoa que era na foto com a pessoa que você é hoje? Essas questões são apenas sugestões, pode-se fazer outras questões que, com mais lembranças é possível estabelecer mais relações sobre os caminhos que fez. Após as lembranças e os registros, organize as fotos e as descrições delas em ordem cronológica, para que fique mais fácil estabelecer a relação entre elas e compor o mapeamento histórico, percebendo como você foi se transformando no tempo. Uma dica para essa atividade é se atentar aos detalhes que se repetem e as sutilezas que podem ter sido perdidas com o tempo. Com esse procedimento é possível desenvolver maior compreensão de sua história, lembrando de suas buscas, das questões com as quais se identificava, dos momentos de alegria e dos momentos de dificuldade, reconstruindo sua história e trajetória, recordando sua sabedoria de vida para realizar novas escolhas alinhadas com o que lhe faz sentido.
  12. 12. Bruno Carrasco [autor] Psicoterapeuta e educador, graduado em Psicologia e licenciado em Filosofia, atua com atendimento terapêutico e arteterapia. Acredita na importância de se valorizar cada pessoa em seu modo de ser autêntico, incentivando o encontro consigo mesma para ampliar possibilidades de escolhas mais favoráveis para si. Em seu trabalho, tem como foco ampliar a percepção da pessoa sobre ela mesma, sobre seus sentimentos, pensamentos e valores, possibilitando encontrar novos meios de lidar com as adversidades que surgem na vida de maneira mais autônoma. É autor dos livros “Trilhando seu caminho”, sobre autoconhecimento e desenvolvimento pessoal, e “Terapia da Autonomia”, uma prática terapêutica que utiliza como referência as abordagens existencialista e centrada na pessoa, para o desenvolvimento da autonomia psíquica.
  13. 13. Ser e conviver [indicação] Ser e conviver é um espaço virtual em favor do autoconhecimento e da realização pessoal, oferecendo conteúdos, serviços e cursos para rever a própria vida e alinhar suas buscas com os caminhos e relações que estabelece. Acreditando no valor de cada pessoa em seu modo de ser autêntico e na liberdade de cada um para fazer suas próprias escolhas e criar novos modos de ser para si mesma, estimulando a autonomia psíquica. Quando revemos a nossa vida e o que temos feito dela, podemos perceber se o que estamos fazendo faz sentido para nós mesmos e buscar novas possibilidades que se alinham com o que nos faz sentir bem. O encontro consigo mesmo possibilita uma profunda percepção de si, para ir além do que se está sendo. www.sereconviver.com
  14. 14. Adquirir [comprar] Essa é uma versão de amostra com os três primeiros tópicos do ebook “Jornada do Autoconhecimento”. Para adquirir a versão completa, com cinco atividades práticas e cinco reflexivas, acesse o link abaixo. O pagamento pode ser por cartão de crédito (Visa, Master, American Express, Hipercard, Elo, Diners), boleto bancário, PayPal ou débito bancário. Após a confirmação da compra, você receberá em seu e-mail um link para fazer o download do ebook. Sua compra é 100% segura.
  15. 15. Jornada do Autoconhecimento ebook de atividades reflexivas e práticas para ampliar a percepção de si Escrito por Bruno Carrasco. Foto de capa: Joshua Earle. Foto da última página: Stephanie Braconnier. Criado em LibreOffice Writer. Fonte do texto: Calibri. 1a edição 36 páginas 2016 ex-isto edição digital

×