Mapa de  Martin Waldseemüller (1507)
<ul><li>  </li></ul>
 
BRASIL COLÔNIA <ul><li>Primeiros povos que tiveram contato com os portugueses: tribos da língua tupi (tupinambás e tupiniq...
<ul><li>Cabral chega em 1500. Porém, de  1500-1530     Período Pré-colonial  </li></ul><ul><li>Período caracterizado: </l...
<ul><li>1530 – início efetivo da colonização! </li></ul><ul><li>Por quê?  </li></ul><ul><li>Presença de estrangeiros  </li...
 
 
<ul><li>ECONOMIA COLONIAL </li></ul><ul><li>Com a decisão de colonizar o Brasil e dele retirar lucros,Portugal resolveu su...
<ul><li> BAHIA E PERNAMBUCO  FORAM OS GRANDES CENTROS AÇUCAREIROS NA COLÔNIA </li></ul><ul><li>   OUTROS PRODUTOS: FUMO ...
<ul><li>Africanos no Brasil </li></ul><ul><li>Boçais : africanos recém-chegados que ainda não entendiam nem falavam portug...
ÁFRICA  PRÉ-COLONIAL
 
POR QUE O TRABALHO ESCRAVO INDÍGENA FOI SUBSTITUÍDO PELO TRABALHO ESCRAVO DO NEGRO AFRICANO?   existência de um lucrativo...
 muitos negros sabiam trabalhar com ferro, gado (alta capacidade produtiva)   os negros não conheciam o território, eram...
 
 
 
 
MINERAÇÃO - Duração: final do séc. XVII / fins do séc. XVIII (+ ou  - 1780 ) - Regiões: Minas Gerais, Goiás, parte de Mato...
<ul><li>Foi administrada de maneira bem rígida pela Coroa  (Intendências das Minas, Casas de Fundição, etc). - Apesar de p...
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Brasilcolonia Prof Leporace Hist Prt02

1.041 visualizações

Publicada em

Aula de História do Professor Leporace do Sentido Pré-Vestibular - Brasília, DF www.sentidoprevestibular.com.br

Publicada em: Educação, Tecnologia, Negócios
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
1.041
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
27
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Brasilcolonia Prof Leporace Hist Prt02

  1. 3. Mapa de Martin Waldseemüller (1507)
  2. 4. <ul><li>  </li></ul>
  3. 6. BRASIL COLÔNIA <ul><li>Primeiros povos que tiveram contato com os portugueses: tribos da língua tupi (tupinambás e tupiniquins), que habitavam o litoral </li></ul>
  4. 7. <ul><li>Cabral chega em 1500. Porém, de 1500-1530  Período Pré-colonial </li></ul><ul><li>Período caracterizado: </li></ul><ul><li>1) pela falta de interesse de Portugal em colonizar o Brasil, pois os portugueses não encontraram ouro, e o comércio com o oriente ainda era muito rentável. </li></ul><ul><li> Logo, Portugal se limitou a: </li></ul><ul><li>a) enviar ao Brasil expedições marítimas portuguesas para o reconhecimento territorial e preservação da posse da terra </li></ul><ul><li>b) explorar o pau-brasil (forte presença do trabalho indígena) </li></ul><ul><li>2) pela presença de estrangeiros (ingleses, holandeses e principalmente franceses) no litoral brasileiro. </li></ul>
  5. 8. <ul><li>1530 – início efetivo da colonização! </li></ul><ul><li>Por quê? </li></ul><ul><li>Presença de estrangeiros </li></ul><ul><li>Declínio do comércio português com o oriente </li></ul><ul><li>1534  Capitanias Hereditárias (foram criadas 15, mas só 2 deram certo: São Vicente e Pernambuco) </li></ul><ul><li>1548  Governo-Geral </li></ul>
  6. 11. <ul><li>ECONOMIA COLONIAL </li></ul><ul><li>Com a decisão de colonizar o Brasil e dele retirar lucros,Portugal resolveu sustentar a empresa colonial com a produção açucareira. Os fatores principais que compõem a estrutura da economia açucareira são: </li></ul><ul><li>a) grandes propriedades; b) monocultura; c) mão-de-obra escrava d) produção voltada para o exterior; e) participação holandesa (investimentos, transporte, refinação e distribuição na Europa). </li></ul><ul><li>f)unidade produtiva da economia açucareira  engenho </li></ul>
  7. 12. <ul><li> BAHIA E PERNAMBUCO FORAM OS GRANDES CENTROS AÇUCAREIROS NA COLÔNIA </li></ul><ul><li> OUTROS PRODUTOS: FUMO E PECUÁRIA (DESBRAVAMENTO DO SERTÃO) </li></ul>
  8. 13. <ul><li>Africanos no Brasil </li></ul><ul><li>Boçais : africanos recém-chegados que ainda não entendiam nem falavam português </li></ul><ul><li>Ladinos : africanos que aprendiam o português e os “costumes da terra”. </li></ul><ul><li>Crioulos : negros nascidos no Brasil, que tinham o português como primeira língua. Geralmente, tinham uma posição melhor na sociedade que a dos africanos. </li></ul>
  9. 14. ÁFRICA PRÉ-COLONIAL
  10. 16. POR QUE O TRABALHO ESCRAVO INDÍGENA FOI SUBSTITUÍDO PELO TRABALHO ESCRAVO DO NEGRO AFRICANO?  existência de um lucrativo tráfico negreiro  culturas indígenas eram incompatíveis com trabalho contínuo/intensivo/compulsório  forte resistência indígena (fugas facilitadas em função do conhecimento do território)  ajuda dos jesuítas aos índios  problemas para a Coroa portuguesa  alto índice de mortalidade indígena  falta de mão-de-obra  muitos negros já eram escravos na África
  11. 17.  muitos negros sabiam trabalhar com ferro, gado (alta capacidade produtiva)  os negros não conheciam o território, eram desenraizados de seu meio social, etc...  dificuldade de se organizar rebeliões  tanto a Igreja quanto a Coroa aceitavam a escravidão negra
  12. 22. MINERAÇÃO - Duração: final do séc. XVII / fins do séc. XVIII (+ ou - 1780 ) - Regiões: Minas Gerais, Goiás, parte de Mato Grosso. - Resultou numa forma específica de colonização:  interiorizada  baseada numa sociedade urbana - Provocou forte migração de europeus para o Brasil (baixos investimentos com o ouro de aluvião) - Minas Gerais se tornou a região mais densamente povoada do Brasil no final do séc. XVIII
  13. 23. <ul><li>Foi administrada de maneira bem rígida pela Coroa (Intendências das Minas, Casas de Fundição, etc). - Apesar de principal mão-de-obra, o escravo não era maioria da população em MG. - Permitiu a existência de uma certa mobilidade social (alforrias de escravos, etc...) - Criou um novo mercado consumidor interno, dinamizando a economia regional (principalmente nas cidades) - Sociedade muito marcada pela pobreza, e não pela riqueza - Decadência: esgotamento das jazidas. </li></ul>

×