Campus Virtual Senac – novos recursos facilitam a rotina dos               alunos               Lançamento de cursos de gr...
recursos de acessibilidade digital em todo o portal. O objetivo, segundo ele, é atender às               necessidades de p...
Cada vez mais brasileiros buscam cursos de graduação               População com nível superior completo saltou quase 110%...
Durante o período, houve expansão em quase todos os setores da economia, com destaque para                a indústria da t...
Cursos de graduação a distância do Senac têm mensalidades a               partir de R$ 260               Aliando praticida...
Todos os cursos são ministrados totalmente a distância. Porém, para cumprir a legislação               referente aos curso...
Senac lança três cursos de graduação a distância               Primeiras turmas de Administração de Empresas, Logística e ...
oferecidos pelo Senac São Paulo, assim como os matriculados em aulas presenciais, inclusive de               participar de...
Educação a distância cresce no país e favorece processos de               inclusão social               João Vianney, cons...
de 4,2% do total de alunos de graduação no Brasil, em 2006, para 14,6%, em 2010.               O mesmo estudo também revel...
educação a distância.               Universo EAD – Ainda existem áreas que não aceitam alunos graduados a distância? Se si...
Boletim Universo EAD Outubro/Novembro 2012 - Educação a Distância
Próximos SlideShares
Carregando em…5
×

Boletim Universo EAD Outubro/Novembro 2012 - Educação a Distância

694 visualizações

Publicada em

O seu informativo sobre tecnologias aplicadas à educação do Senac São Paulo.

Para mais informações, acesse http://j.mp/IVPdMb

Publicada em: Educação
0 comentários
0 gostaram
Estatísticas
Notas
  • Seja o primeiro a comentar

  • Seja a primeira pessoa a gostar disto

Sem downloads
Visualizações
Visualizações totais
694
No SlideShare
0
A partir de incorporações
0
Número de incorporações
2
Ações
Compartilhamentos
0
Downloads
3
Comentários
0
Gostaram
0
Incorporações 0
Nenhuma incorporação

Nenhuma nota no slide

Boletim Universo EAD Outubro/Novembro 2012 - Educação a Distância

  1. 1. Campus Virtual Senac – novos recursos facilitam a rotina dos alunos Lançamento de cursos de graduação a distância marca a remodelagem do portal e dos serviços destinados aos interessados em educação a distância O Senac São Paulo acaba de lançar seu campus virtual, um ambiente destinado exclusivamente aos assuntos relacionados à área de educação a distância. Desenvolvido a partir de um novo conceito de comunicação, orientado pelas necessidades dos alunos dessa modalidade educacional, o Campus Virtual Senac também marca o lançamento de três cursos de graduação a distância: Tecnologia em Logística, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração . As turmas terão início já no primeiro semestre de 2013. O novo Campus Virtual Senac agrega informações de todos os títulos que a instituição oferece a distância, incluindo cursos livres, técnicos, de graduação, pós-graduação e extensão universitária. Ao todo, são quase 50 opções de formação e capacitação profissional disponíveis nessa modalidade. O ambiente também simplifica trâmites relacionados à secretaria. Dessa forma, os alunos podem efetuar, também a distância, o pedido de inscrição na graduação escolhida, conferir a lista dos aprovados no processo seletivo e até fazer o pagamento da matrícula. Além disso, o site oferece informações adicionais sobre documentação, conteúdo e exigências relacionadas a cada opção. A comunicação do novo campus virtual também foi reorganizada para melhor atender aos interessados em educação a distância. Campanhas, banners e notícias da home tratam de assuntos ligados à modalidade e o próprio Universo EAD ganhou um espaço de destaque na página principal. Outra facilidade que o Campus Virtual Senac disponibiliza é a completa biblioteca virtual da instituição. Bases eletrônicas, e-books, publicações, dados bibliográficos, normas técnicas, links e até o acesso a acervos virtuais públicos estão disponíveis, entre diversos conteúdos on-line. Com isso, os alunos cadastrados no portal da instituição têm uma completa fonte de dados que auxilia o acompanhamento das aulas, a realização de trabalhos e diversas atividades. De acordo com Sandro Neto Ribeiro, gestor de comunicação digital e redes sociais do Senac São Paulo, a criação do novo campus virtual impulsionou a instituição a investir no desenvolvimento deBoletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 2
  2. 2. recursos de acessibilidade digital em todo o portal. O objetivo, segundo ele, é atender às necessidades de pessoas com deficiência, de acordo com as recomendações do W3C. Para tanto, Ribeiro explica que o Senac está realizando a migração de seus sistemas baseados em tecnologias incompatíveis com os atuais leitores de tela. “Os recursos de aumentar e diminuir fontes estão disponíveis, o que já nos permite atender aos alunos com baixa visão. Até o fim de 2012, vamos evoluir a acessibilidade para que o conteúdo possa ser reconhecido por leitores de tela, tanto no portal, como na plataforma Blackboard – utilizada como base de nossos cursos a distância”, conta. A quantidade de cliques necessários para acessar determinadas áreas do portal também sofreu alterações para facilitar a navegação. Com isso, o sistema de buscas foi aprimorado e a busca de seções pode ser feita, com facilidade, pelo sitemap – recurso disponível no rodapé de todas as páginas internas, que permite a visualização de todas as seções do portal e, consequentemente, simplifica o dia a dia dos usuários. Para permitir a troca de informações sobre a instituição em geral, o novo campus virtual foi concebido com base na integração às principais redes sociais em que o Senac está presente. Dessa forma, os comentários publicados via Facebook e Twitter podem ser visualizados e acompanhados na própria home. “Na área da educação, já somos a maior rede nacional em número de seguidores. Apenas no Facebook, temos mais de 290 mil fãs”, comemora Ribeiro. Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 76.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 3
  3. 3. Cada vez mais brasileiros buscam cursos de graduação População com nível superior completo saltou quase 110% em 10 anos no Brasil. Administração é o segundo curso mais procurado. Diante do atual cenário econômico mundial, é fato que o Brasil tem mantido um patamar bem satisfatório de crescimento nos últimos anos. Porém, dentre os fatores que impedem um avanço ainda maior do país, destaca-se a falta de profissionais qualificados – uma das conclusões de consenso entre especialistas de mercado. A boa notícia é que a quantidade de brasileiros graduados tem crescido sem parar. Segundo o Censo da Educação Superior 2010, realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entre 2000 e 2010, esse percentual saltou quase 110%, somando cerca de 12,8 milhões de cidadãos com nível superior completo. E não há como deixar de relacionar tal crescimento sem avaliar a evolução da educação a distância no Brasil. Afinal, a modalidade oferece facilidades ímpares a estudantes de todo o país que desejam ter acesso à educação, nos mais diversos níveis de conhecimento. De acordo com os dados do Inep, apenas em 2010, quase 145 mil estudantes concluíram cursos de graduação a distância no Brasil, entre as mais de 900 opções disponíveis na modalidade. O curso de pedagogia é o mais procurado, com cerca de 30% dos alunos, seguido de administração, que já soma 128 mil estudantes entre os, aproximadamente, 930 mil matriculados nessa modalidade. Segundo Cláudio Silva, gerente de desenvolvimento do Senac São Paulo e gestor das áreas que lançaram os primeiros cursos de graduação a distância, uma das possíveis razões para a grande procura pelo curso de administração é o perfil empreendedor, cada vez mais presente entre os estudantes. “Seja para atuar em uma companhia ou para ampliar os conhecimentos de gestão em um negócio próprio, a capacitação nessa área é uma característica necessária para quem quer se tornar um bom líder”, afirma. Por mais tímida que pareça, a taxa de crescimento relacionada aos empregos formais no Brasil, de acordo com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), indica um cenário favorável para trabalhadores capacitados. Dados referentes ao último mês de setembro, divulgados pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), apontam um crescimento de 0,39% no total de empregos formais. Embora o percentual seja baixo – o menor para o mês, desde 2001 –, o resultado foi considerado positivo pelo governo, especialmente por conta da desaceleração da economia mundial.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 4
  4. 4. Durante o período, houve expansão em quase todos os setores da economia, com destaque para a indústria da transformação que gerou mais de 66 mil postos em setembro, seguida do setor de serviços, com cerca de 55 mil novos postos de trabalho. O comércio – que deverá ter um forte crescimento sazonal até dezembro – também ampliou a quantidade de profissionais registrados, somando quase 36 mil no mesmo período. Para Silva, seja por conta dos grandes eventos mundiais que acontecerão no Brasil ou pelo aumento do consumo interno e das exportações, as áreas de administração e gestão estão bem aquecidas. “O Brasil tem registrado bons resultados de crescimento interno, o que nos ajuda a conquistar cada vez mais importância no mercado mundial. A consequência natural é atrairmos cada vez mais investimentos, incluindo a implantação de fábricas e a chegada de novos grupos internacionais dos mais variados segmentos”, destaca. Com isso, Silva conta que, além de recursos, esse ciclo econômico também deverá gerar cada vez mais empregos, em diversos níveis hierárquicos e de formação, inclusive na área de gestão. “A boa formação e as competências individuais de cada candidato são pontos cruciais nos processos seletivos de todas as companhias. Por isso, a capacitação profissional se torna ainda mais importante. Afinal, o ideal é suprir as atuais necessidades do mercado interno com profissionais brasileiros, sem desperdiçar qualquer oportunidade por falta de qualificação”, garante. Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 76.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 5
  5. 5. Cursos de graduação a distância do Senac têm mensalidades a partir de R$ 260 Aliando praticidade e preço acessível à reconhecida qualidade da instituição, três novos cursos universitários a distância terão início no primeiro semestre de 2013. As inscrições vão até 19 de fevereiro. Desde a oferta de conteúdo pedagógico por meio de ondas do rádio e correspondências até os cursos on-line como conhecemos hoje, o Senac São Paulo é um dos protagonistas da história da educação a distância no país, qualificando pessoas, desde 1947, por meio dessa modalidade. Há cerca de 12 anos, a instituição mantém uma área dedicada exclusivamente à educação a distância, oferecendo quase 50 opções de cursos que atendem à crescente demanda dos alunos, entre capacitações livres, técnicas, de pós-graduação e extensão universitária. Em entrevista recente ao Universo EAD, o professor Fredric Litto, presidente da Associação Brasileira de Educação a Distância (Abed), disse que o setor está amadurecido e, hoje, alcançou um patamar de crescimento na faixa dos 30% ao ano – com maior procura pelos cursos de graduação. Diante dos fatos, uma instituição que marca pioneirismo na educação a distância não poderia ficar de fora desse cenário. E esse é um dos motivos pelos quais o Senac lança três cursos de graduação a distância, com turmas que terão início já no primeiro semestre de 2013: Tecnologia em Logística, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração. Com mensalidades a partir de R$ 260, os cursos foram concebidos com base na qualidade Senac, estendida a todas modalidades. Segundo Roland Zottele, gerente de desenvolvimento do Senac São Paulo e gestor do projeto Campus Virtual Senac, a convergência das estruturas curriculares permite assegurar que as novas graduações a distância sejam iguais às presenciais, já ofertadas pela instituição. “A qualidade de nossos cursos é um ponto fortemente reconhecido pelo mercado e apontado nas avaliações do MEC”, completa. O principal diferencial do Senac, de acordo com Zottele, é a excelência dos programas, dos docentes e do material didático. “Nossa metodologia, alinhada à proposta pedagógica e em sintonia com as novas tecnologias, estimula a autonomia do aluno e permite ao docente acompanhar seu desenvolvimento e intervir quando necessário”, explica.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 6
  6. 6. Todos os cursos são ministrados totalmente a distância. Porém, para cumprir a legislação referente aos cursos de graduação, os alunos têm de participar de dois encontros presenciais por semestre – como nos casos das principais avaliações e das apresentações de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), por exemplo. No primeiro semestre de 2013, tais atividades acontecerão aos sábados e poderão ser realizadas em um dos atuais polos da EAD da cidade de São Paulo: no Senac Lapa Tito ou no Centro Universitário Senac – Campus Santo Amaro. Graduações a distância: capacitação para áreas promissoras Dirigido a empreendedores que desejam abrir seus próprios negócios ou atuar como executivos em companhias dos mais diversos setores, o Bacharelado em Administração é um curso que objetiva formar profissionais capacitados para assumir a gestão de organizações públicas, privadas ou do terceiro setor. Entre os objetivos do curso, destaca-se a importância da análise de informações que, somada a experiências e desafios, pode colaborar com a tomada de decisões em diversos cenários sociais e econômicos. No mundo atual, a logística tem se tornado uma questão cada vez mais essencial para viabilizar as operações e, consequentemente, a saúde financeira de empresas dos mais variados setores da economia. Para capacitar aqueles que desejam atuar nesse crescente mercado, o novo curso a distância Tecnologia em Logística formará profissionais aptos a planejar e coordenar os diversos processos que envolvem a cadeia produtiva e comercial de companhias, sejam da indústria, do comércio ou da área de serviços. Dessa forma, com o objetivo de otimizar todo o fluxo de atendimento das companhias, os alunos se tornam aptos a alcançar uma visão macro das mais diversas etapas do negócio, incluindo o gerenciamento de parcerias, compras, armazenamento de produtos, transporte, monitoramento e distribuição. Formar profissionais capazes de conduzir todas as atividades relacionadas ao marketing de organizações públicas ou privadas é o objetivo do novo curso a distância Tecnologia em Marketing, que capacita o aluno para desenvolver planos estratégicos, pesquisas de mercado e outras ferramentas que facilitem alcançar resultados positivos para a comercialização de produtos e serviços de diversos setores. As inscrições para o processo seletivo dos cursos de graduação a distância podem ser feitas até 19 de fevereiro de 2013. Para concorrer às vagas, os interessados podem utilizar o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), fazer uma prova de redação ou submeter o histórico escolar do ensino médio à análise do Senac. Os alunos que optarem pela prova terão de agendar a data e escolher um dos dois polos presenciais para fazê-la, mediante o pagamento de uma taxa de R$ 30. Para os demais tipos de seleção, as inscrições são gratuitas. Também é possível concorrer a bolsas de estudo. Para tanto, desde que atendam às exigências do benefício, os candidatos deverão aguardar o processo seletivo do Prouni ou acompanhar o sistema de vagas remanescentes da instituição. Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 76.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 7
  7. 7. Senac lança três cursos de graduação a distância Primeiras turmas de Administração de Empresas, Logística e Marketing terão início no primeiro semestre de 2013 Credenciado pelo Ministério da Educação (MEC) para atuar no segmento de graduação a distância, o Senac São Paulo acaba de lançar seus três primeiros cursos, com turmas que terão início já no primeiro semestre de 2013: Tecnologia em Logística, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração. Embora a instituição ofereça cursos a distância há 65 anos, o lançamento das graduações completa o leque da oferta educacional do Senac na modalidade. Atualmente, incluindo capacitações livres, técnicas, de graduação, pós-graduação e extensão universitária, a área de educação a distância (EAD) reúne cerca de 50 opções de cursos que atendem aos mais diversos perfis de alunos de todo o país. Outro ponto importante, que reforça a experiência e o caráter inovador da instituição no crescente mercado de EAD, é o desenvolvimento de cursos sob medida junto ao setor corporativo. Dentre os exemplos de parcerias de sucesso, destacam-se as realizadas com empresas como Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), Hospital Sírio Libanês, McDonald’s e várias outras. Diante da crescente demanda por cursos a distância, além dos novos cursos de graduação, a instituição também acaba de lançar o Campus Virtual Senac, um ambiente on-line que agrega todas as informações sobre títulos e projetos nessa modalidade. De acordo com Roland Zottele, gerente de desenvolvimento do Senac e gestor do Campus Virtual, o projeto considerou algumas premissas a partir da garantia da qualidade Senac nos cursos de educação a distância, contemplando a precificação mais acessível em relação aos cursos presenciais e a capilaridade da rede – que mantém unidades em todo o Estado de São Paulo. “Ao atender às necessidades de formação de alunos e capacitação para o mercado profissional, os cursos a distância colaboram com a atual realidade do país e ajudam a promover um ciclo virtuoso nos processos de inclusão educacional”, explica. A previsão é ampliar cada vez mais a oferta de graduações a distância. “Até 2014, deveremos lançar mais oito títulos de graduação, sendo que dois destes já estarão disponíveis no segundo semestre de 2013”, revela Zottele. Dentre os novos cursos, os primeiros da lista serão Tecnologia em Gestão Comercial e Tecnologia em Recursos Humanos. Carolina Tiemi Sato, coordenadora do projeto Campus Virtual Senac, ressalta que a instituição mantém a mesma qualidade de programas, docentes e material didático na modalidade a distância. “Os alunos da EAD têm a possibilidade de usufruir de todos os recursos e atividadesBoletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 8
  8. 8. oferecidos pelo Senac São Paulo, assim como os matriculados em aulas presenciais, inclusive de participar de programas de estágio, monitoria, iniciação científica e bolsas de estudo.” Segundo a coordenadora, a diferença de preços entre os cursos presenciais e a distância está relacionada ao fato da modalidade possibilitar escala na oferta pela possibilidade de atender mais alunos, tanto em função da capilaridade da rede, como pelo fato de não existir limitação de espaço físico. Ela lembra que os resultados do Exame Nacional para o Ensino Superior (Enade) mostram que os egressos de cursos a distância têm resultados similares e, em alguns casos, até superiores em relação aos alunos da modalidade presencial. “No Senac, quem opta por uma graduação a distância tem exatamente a mesma concepção de curso em relação aos que frequentam as aulas ministradas em nossos campi convencionais”, garante. Além das novas graduações, cujo processo seletivo encerra em 19 de fevereiro, o Senac São Paulo oferece cinco opções de pós-graduação a distância nas áreas de educação e administração e negócios. Nesse caso, os interessados podem se inscrever até 28 de fevereiro. E, segundo Carolina, tal oferta deverá ser ampliada, em breve. “Até 2014, a previsão é que o Senac lance mais cinco títulos de pós-graduação a distância, nessas mesmas áreas”, antecipa. Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 76.Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 9
  9. 9. Educação a distância cresce no país e favorece processos de inclusão social João Vianney, consultor especializado na modalidade, comenta os diversos aspectos que envolvem o aumento da oferta e da demanda dos cursos on-line Autor de diversos livros sobre educação a distância, João Vianney é o entrevistado desta edição. Doutor em ciências humanas e mestre em sociologia política pela Universidade Federal de Santa Catarina, Vianney também é especialista em psicologia da comunicação e atua como consultor de projetos para educação a distância. Com experiência de quase 20 anos na implementação de universidades virtuais, ele aposta na modalidade como uma excelente alternativa de apoio aos processos de inclusão social no Brasil, especialmente com a oferta de novos cursos de graduação. Universo EAD – Em linhas gerais, a procura por cursos de graduação tem aumentado em todo país. A que você atribui essa demanda? João Vianney – O Brasil ainda é um dos países mais atrasados em alcance do ensino superior. Temos apenas 14,6% dos nossos jovens de 18 a 24 anos em universidades e faculdades. Na Argentina, é o dobro disso. Nos Estados Unidos, quatro vezes mais. O país precisa de mais pessoas estudando para poder melhorar os níveis de competitividade da economia. E, no campo pessoal, as pesquisas do IBGE mostram que, ao concluir um curso superior, a renda média obtida aumenta em até 120%. Estudar, portanto, é um caminho virtuoso para as pessoas. Ofertar mais educação e criar programas de incentivo para que mais brasileiros estudem é uma pauta obrigatória para o governo, sem o que não há desenvolvimento. Universo EAD – De que forma o crescimento da oferta dos cursos de a distância pode contribuir com a inclusão social no Brasil? João Vianney – Respondo com a seguinte pergunta: qual o programa de inclusão educacional mais eficaz dos últimos cinco anos no Brasil? Prouni? Fies? Nada disso! O principal fenômeno foi o da educação a distância, que não demandou bolsas de estudo, nem financiamento em massa pelo Governo Federal, e colocou praticamente um milhão de alunos em universidades e faculdades país afora. Outro ponto importante com relação à inclusão social é que 75% dos alunos que optam pela modalidade a distância não têm pai ou mãe com ensino médio ou superior concluídos. Ou seja, muitas vezes, o aluno que faz um curso a distância é o primeiro membro da família a romper o nível do ensino médio e chegar à faculdade. Universo EAD – Como tem sido o desempenho da modalidade no país? João Vianney – Os resultados do novo censo do Ministério da Educação estão para sair e, certamente, apresentarão números superiores aos já divulgados. Os dados do levantamento mais recente apontavam um forte crescimento da educação a distância no país. As matrículas passaramBoletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 10
  10. 10. de 4,2% do total de alunos de graduação no Brasil, em 2006, para 14,6%, em 2010. O mesmo estudo também revelou que o ensino de graduação presencial cresceu 16,5%, passando de quase 4,7 milhões para aproximadamente 5,5 milhões de matrículas. Contudo, os alunos da educação a distância saltaram de pouco mais de 200 mil para cerca de 930 mil estudantes – o que representa um salto de 360% no crescimento. Outro dado importante é que, em 2010, o Fies chegou a apenas 75,9 mil contratos ativos e o Prouni, que oferecia 165 mil bolsas no mesmo ano, alcançou menos de 70% no preenchimento efetivo das vagas. Porém, muito mais importante que a educação a distância raspar a casa de 1 milhão de alunos em 2010 – praticamente sem incentivo oficial – é o perfil dos estudantes que chegaram ao ensino universitário por essa modalidade. Universo EAD – E qual é esse perfil? João Vianney – Eles são mais velhos. Têm, em média, 33 anos – contra 26 anos dos colegas do ensino presencial. E a maioria também tem poder aquisitivo mais baixo: 43% dos alunos que estudam a distância têm renda familiar de até três salários mínimos, sendo que apenas 26% ficam nesse patamar no ensino presencial, em que a renda média familiar está acima de 10 salários mínimos. Universo EAD – Na sua opinião, quais são os fatores que fazem a modalidade a distância ser tão atraente para os alunos de graduação? João Vianney – Os mais importantes fatores na educação a distância são quatro: capilaridade, preço baixo, flexibilidade e o catálogo de cursos oferecidos. O quesito capilaridade é importante porque o uso das tecnologias nas aulas via satélite e interações via internet, o uso de materiais impressos e de sistemas de armazenagem como tablets, DVDs e outros permitiu levar o ensino superior a todo o país. Em seguida, vem o fator do preço baixo. Os valores das mensalidades na educação a distância são, na média, 50% menores do que nos mesmos cursos ofertados no modo presencial. Em algumas instituições, o desconto chega a 70%. Já a flexibilidade da modalidade permite que os alunos escolham o melhor local e o horário mais adequado para estudar, sem prejudicar a vida profissional ou os compromissos familiares. E, para completar o quadro, os primeiros cursos oferecidos a distância foram exatamente os mais demandados pelo mercado: pedagogia, administração, serviço social, contabilidade e letras. Com esse conjunto de fatores, temos centenas de milhares de brasileiros que podem estudar nas mesmas cidades em que moram, a um preço mais baixo, escolhendo cursos de alta empregabilidade e, ainda, com toda a comodidade para montar a própria agenda de estudos. Universo EAD – Ainda há algum tipo de preconceito com relação à educação a distância? João Vianney – Já houve mais preconceito. Há dez, quinze anos, muita gente ainda via educação a distância no ensino superior como uma forma similar aos antigos cursos por correspondência, nos quais o aluno não tinha tutores qualificados e nem era submetido a exames presenciais rigorosos. Porém, a entrada de grandes universidades e faculdades de primeira linha nessa modalidade educacional ajudou a mudar impressões equivocadas. A sociedade já começa a perceber que o aluno da educação a distância estuda até mais do que os colegas do ensino presencial. As barreiras ainda não estão extintas, mas seguimos atuando para derrubá-las. O próprio Ministério da Educação, que entre o final de 2006 e o início de 2012 manteve uma política restritiva para o credenciamento de novas universidades e faculdades na modalidade, tomou sucessivos choques de realidade ao constatar que, nos certames do Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), os alunos de cursos a distância alcançaram notas maiores que a dos estudantes do ensino presencial. Essa foi a “prova dos nove” para comprovar a qualidade da aprendizagem a distância. E as vantagens da modalidade para um país de dimensão continental são enormes, inclusive porque temos milhares de pequenos e médios municípios sem acesso ao ensino superior convencional. Por isso, é preciso romper mais limites para alcançarmos um crescimento ainda maior daBoletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 11
  11. 11. educação a distância. Universo EAD – Ainda existem áreas que não aceitam alunos graduados a distância? Se sim, quais? Há como reverter esse cenário? João Vianney – A verdade é que, mesmo com todas as suas vantagens, a educação a distância foi recebida com desconfiança e preconceito por diversas entidades. A Ordem dos Advogados do Brasil, por exemplo, é contrária à oferta da graduação em direito a distância. Além disso, os conselhos profissionais de biologia e de serviço social criaram obstáculos para o registro profissional de profissionais formados nessa modalidade. A Prefeitura de São Paulo também chegou a proibir a participação de professores formados a distância em concursos públicos. Mas, como se diz nos pampas, a vingança veio a cavalo. Nos concursos para juiz, promotor e advogado da União, além de outras carreiras jurídicas, sete em cada dez aprovados nos últimos anos fizeram preparação em cursos a distância – derrubando por terra o preconceito da OAB. Nos concursos para assistente social e para professor na educação fundamental, os aprovados nos primeiros lugares, nos últimos anos, também são majoritariamente egressos da educação a distância. Com isso, a prefeitura paulistana perdeu na justiça e foi obrigada a aceitar os profissionais vindos dessa modalidade nos concursos municipais. Universo EAD – Quais os principais desafios que a educação a distância ainda tem de enfrentar no Brasil? João Vianney – A expansão da modalidade ainda encontra entraves burocráticos, cravados entre 2006 e 2011, em regulamentos e normas do MEC e do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas (Inep). Reduzir tais barreiras, para ter novos players no segmento, e retirar travas que retardam o credenciamento e a expansão de instituições de primeira linha para atuar na modalidade são as principais demandas que batem às portas do MEC. Outra questão importante é que os recursos do novo Fies estão proibidos aos alunos a distância. Justo em um governo que se apresenta pela inclusão, os alunos mais carentes não podem contar com a flexibilidade no pagamento em prazo dilatado e juros camaradas. Isso porque há uma portaria do MEC, remanescente do período de restrições à educação a distância, que simplesmente veta que o Fundo Nacional do Desenvolvimento da Educação (FNDE) conceda o Fies a alunos dessa modalidade. Essa matéria integra o Boletim Universo EAD - ano 9 nº 76Boletim Universo EAD – Outubro/Novembro 2012 - ano VIII nº 76 Página 12

×